Você está na página 1de 23

COMO PRODUZIR

VIDEOAULAS
Unidade I
Planejando uma videoaula

Por Nilra Barros


Planejando videoaula
a

Caro estudante,

Seja bem-vindo(a) a primeira unidade do curso ‘Como


Produzir Videoaulas’. Agora, vamos estudar o conceito
da mídia videoaula, bem como planejar um vídeo
educativo, por meio da criação de um bom roteiro.
Preparado(a) para iniciar esta unidade? Então, vamos
lá!
Objetivos

Nesta unidade, você vai aprender o conceito da mídia


videoaula; conhecer as técnicas básicas para
produção de vídeos educativos; e compreender a
importância do planejamento e construção de um bom
roteiro para videoaulas.
Audiovisual e Educação

“Visualizar é um dos exercícios mais importantes para


qualquer ser humano, principalmente para quem trabalha
com a mídia audiovisual”, de acordo com Bonasio (2002,
p.24).

Fonte: https://www.soubh.com.br/noticias/viva-bem/oms-aponta-
que-criancas-devem-ficar-ate-uma-hora-em-frente-telas
O uso do audiovisual na educação

“[...] o termo audiovisual é usado com a máxima


propriedade quando se refere a meios e obras que se
expressam pela interação de imagens visuais e sonoras”
(FERRÉS, 1998 apud NEDER, 2009, p. 127 - 128).

De acordo com Haydat (2008), a expressão audiovisual


é algo relativamente recente ao vocabulário dos
educadores, sendo incorporada definitivamente à práxis
pedagógica no período posterior à Segunda Guerra
Mundial.
Conceito de Videoaula

“A videoaula é um recurso audiovisual produzido


para atingir objetivos específicos da
aprendizagem” (Spanhol; Spanhol, 2009, p. 02).

Fonte: https://www.ignicaodigital.com.br/compensa-fazer-video-aula/
Trajetória histórica das videoaulas

Um
• A popularização das videoaulas está
intimamente ligada à trajetória do programa
Fonte:
Telecurso, desde a década de 1970. https://www.redevida.com.br/pr
ogramacao/novo-telecurso

• A explosão de produção de videoaulas


começou no ano de 1980 com a
popularização do videocassete.
Fonte:
https://neobjeto.wordpress.com/2018/
08/28/o-fim-do-videocassete-e-as-
fitas-vhs/

• Atualmente, a grande tendência é a


gravação de videoaulas para o YouTube.
Fonte: https://www.gratispng.com/png-eyo0t7/
Benefícios da mídia videoaula

As videoaulas proporcionam ao aprendiz:

• Interpretação mais clara;


• Compreensão mais fácil;
• Aprendizagem mais rápida, eficaz e duradoura;
• Aquisição de novos conhecimentos;
• Memorização mais eficiente.

(BERTRAND, 1991 apud SANT’ANNA, 2004, p.47).


Planejando sua videoaula

A produção de uma videoaula está dividida em três etapas:

Pré-produção
(Planejamento)

Produção
(Filmagens)

Pós-produção
(Edição e finalização)
Pré-produção

A pré-produção, segundo Bonasio (2002, p. 72), “[...] é


para o produtor, o estágio mais relevante de todo
processo de produção, no qual todo o esforço de
produção é planejado e coordenado.”

Fonte: https://videopedia.com.br/geral/pre-producao-de-videos/
Pré-produção

Nessa fase, são discutidas questões como, linguagem


apropriada para vídeo, vestuário adequado e como se
comportar em frente à câmera.
Produção

A produção é a etapa na qual são feitas as filmagens de


uma aula em estúdio ou em locações externas.

Fonte: UEMAnet 2020


Produção

Nessa etapa, é importante ficar atento a


aspectos como: linguagem adequada para vídeo,
maquiagem, iluminação, som, luz, tempo de gravação,
além de acompanhar o roteiro pré-produzido para que
o professor não perca o foco do conteúdo durante as
gravações.
Pós-produção

A pós-produção é a fase na qual ocorre a edição do


vídeo e recobre todas as atividades até então realizadas
para a finalização do vídeo. Esta é a fase na qual há a
organização de todas as tomadas para a composição das
cenas do vídeo como um todo.

Fonte: UEMAnet 2020


Roteirizando videoaulas

Fonte: https://scripto2015.wixsite.com/scripto-1/single-
post/2015/06/01/Atores-que-viraram-guionistas
O que é um roteiro?

“O roteiro é uma história contada em imagens, diálogos


e descrições localizadas no contexto da estrutura
dramática [...] é sobre uma pessoa, ou pessoas, num
lugar ou lugares, vivendo a sua ‘coisa’. Todos os
roteiros cumprem essa premissa básica”.
(FIELD, 1979, p.2).
Dicas para escrever um roteiro

O primeiro passo para produzir uma videoaula, é


a construção de um bom roteiro. O roteiro é um
instrumento de planejamento importantíssimo para o bom
êxito do seu vídeo. Ele tem a função de organizar a sua
videoaula. Todo roteiro precisa ter: início,
desenvolvimento e fechamento.
Benefícios de trabalhar com roteiro (ANG, 2007)

Tempo

Esforço (Poupa)
Roteiro
Material

Elementos técnicos:
luz, som e objetos
em cena Planejar

Etapas
de produção (Permite)
Características de um Roteiro para videoaulas

✓ Comunicação verbal (escrita e/ou falada);

✓ Texto/fala em “linguagem dialógica instrucional”;


✓ nveraciona
✓ Texto/fala mais próximo da realidade do
educando (maior sensibilização, melhor
assimilação do conteúdo).
Modelo de Roteiro para videoaulas

Fonte: UEMAnet 2020


Roteirizando Videoaulas

Ressalta-se que “[...] qualquer coisa que seja escrita em


roteiro vai ser traduzida em sons e imagens.” (BONASIO,
2002, p. 39).
PLANEJANDO SUA VIDEOAULA
Portanto, a formulação do roteiro para uma videoaula é de
suma importância, pois estrutura didaticamente o
conteúdo e avalia a inserção de elementos audiovisuais.
RESUMO

Neste recurso foi apresentado o conceito da mídia


videoaula, bem como a sua importância para o processo
ensino e aprendizagem. Você pôde conhecer as três
etapas de produção de uma videoaula, bem como
compreender como elaborar um roteiro audiovisual, com
fins pedagógicos.

Até a próxima!
REFERÊNCIAS

ANG, T.;VIEIRA, S.; KFOURI, A. Vídeo Digital: uma introdução. São Paulo: Editora
SENAC, 2007.

BONASIO, Valter. Televisão: manual de produção e direção. Belo Horizonte:


Leitura, 2002.

FIELD, Syd. Manual do Roteiro. Rio de Janeiro: Objetiva, 1995.

HAYDAT, Regina Célia. Curso de didática geral. São Paulo: Ática, 2008.

NEDER, Maria Lúcia Cavalli. A formação do professor à distância: desafios e


inovações na direção de uma prática transformadora. Cuiabá: UFMT, 2009.

SPANHOL, Fernando José. O Estatuto da Arte da Educação a Distância: uma mente da


contribuição da UFSC. Florianópolis, 2009. Disponível em:
<http:www.abe.org.br/congresso2010/cd/2520180446.pdf>. Acesso em: 06. set. 2020.

SANT’ANNA, Ilza Martins; SANT’ANNA, Victor Martins. Recursos educacionais para o


ensino. Petrópolis: Vozes, 2004