2

RELATÓRIO DOS ELEMENTOS QUÍMICOS ESSENCIAIS AO PROCESSO BIOLÓGICO
A Tabela Periódica surgiu devido à crescente descoberta de elementos químicos e suas propriedades, os quais necessitavam ser organizados segundo suas características. A tabela periódica é formada por 109 elementos, além da sua classificação normal (Metais, Não-Metais, Gases Nobres e Hidrogênio), podemos classificar também como essenciais ou não para a vida humana ou para algum outro organismo. Normalmente a essencialidade se demonstra quando se descobre uma função biológica para algum composto do elemento. Após a descoberta de alguma função biológica o elemento químico deve cumprir algumas condições condições: 1) A ingestão insuficiente do elemento provoque deficiências funcionais, reversíveis se o elemento voltar a ficar nas concentrações adequadas; 2) Sem o elemento, o organismo não cresce e nem completa o seu ciclo vital; 3) O elemento influi diretamente no organismo e está envolvido em seus processos metabólicos; 4) O mesmo efeito no organismo não pode ser conseguido por nenhum outro elemento. Os elementos que conseguem essa essencialidade são denominados bioelementos. Esses bioelementos são classificados segundo a sua abundância em majoritários, traços e microtraços. Os elementos em quantidades muito pequenas, traços e microtraços, são denominados oligoelementos. Além desses elementos, também existem outros elementos sem uma essencialidade muito clara como, por exemplo, Lítio, Cádmio e Estanho que esstão em processo de discussão. A classificação completa quanto ao seu nível de essencialidade pode ser conferido nas tabelas abaixo. Nem todos os os seres vivos tem os mesmos elementos essenciais, por exemplo, o tungstênio não é essencial para os humanos mas é essencial para outros seres vivos. Qualquer elemento, essencial ou não, pode ser tóxico a partir de determinadas concentrações, para cada elemento químico essencial existe uma faixa de concentração considerada ótima para um organismo, é o caso do carbono, que por muitos é visto como um vilão devido ao seu composto, monóxido de carbono, presente nos gases de escape dos motores de combustão e o cianeto (CN) são extremadamente tóxicos para os mamíferos e, entre eles, os seres humanos. Por outro lado o carbono é também de grande importância, pois a maioria dos seres vivos possui em seus corpos, compostos de carbono diversos. Um ser humano, por exemplo, possui diversos compostos de carbono em seu organismo, tais, como as proteínas, os carboidratos, as moléculas de

porém não pode estar em concentrações excessivamente altas para que não produza efeitos tóxicos. armazenamento e excreção dos elementos. . Desta forma existe o controle de absorção. podendo ocorrer como conseqüência efeitos patológicos. Acima desta faixa ótima também aparecem efeitos patológicos ou morte do organismo derivados da toxidade do elemento. Um organismo pode apresentar deficiência ou excesso de um elemento devido a dieta. Abaixo desta faixa ocorre a deficiência deste elemento. etc. Num organismo os níveis ótimos de um elemento se mantêm mediante "mecanismos homeostáticos". problemas nos mecanismos de absorção ou outros. inclusive a morte do organismo. Nesta faixa de concentração o organismo consegue desenvolver corretamente as funções que dependem deste elemento.3 hemoglobina.

liberado pelas plantas no processo de fotossíntese.4 Oxigênio O oxigênio respirado pelos organismos aeróbicos. . a falta total ocasiona a anoxia. participa na conversão de nutrientes em energia intracelular. A hemoglobina é o pigmento que dá a cor aos glóbulos vermelhos (eritrócitos) e tem a função vital de distribuir o oxigênio pelo organismo. podendo provocar a morte do organismo. A redução do nível de oxigênio provoca a hipoxemia e.

que também possuem carbono. A molécula desempenha igualmente uma importante função na degradação e conversão de biomassa associada a todos os principais biociclos dos elementos.5 Carbono O carbono é também de grande importância. nomeadamente azoto. pois a maioria dos seres vivos possui em seus corpos. tais. as moléculas de hemoglobina. uma vez que. O carbono é também de grande importância econômica. Entre outros tantos compostos de carbono com importância energética Hidrogênio Desempenha um papel fundamental nos processos de oxidaçãoredução em mecanismos energéticos bacterianos. possui diversos compostos de carbono em seu organismo. compostos de carbono diversos. os carboidratos. que são compostos de carbono. Nitrogênio . por exemplo. Um exemplo é o petróleo. Outro exemplo é o carvão vegetal ou mineral. os principais combustíveis utilizados para produzir energia. que é uma mistura de diversos hidrocarbonetos. carbono e oxigênio Tanto a produção como o consumo de hidrogênio são tópicos importantes na medida em que o hidrogênio é considerado por muitos como o combustível do futuro. enxofre. etc. Um ser humano. possuem átomos de carbono em suas estruturas. como as proteínas.

O nitrato é posteriormente utilizado pela planta para formar o grupo amino dos aminoácidos das proteínas que. presentes em todas as plantas fotossintéticas. Na planta o amoníaco é reduzido a nitrito pela enzima nitrito redutase e logo em seguida é reduzido a nitrato pela enzima nitrato redutase. De um modo geral. vitais para os seres vivos. sendo este transformado em amoníaco que logo é absorvido pela planta. Nas plantas tem um importante papel no metabolismo do azoto e na formação dos cloroplastos. falhas no mecanismo de coagulação do sangue. Nos animais. Fósforo . encontramos cálcio em todos os tecidos animais. com diversas funções como a de controlar a transmissão de impulsos nervosos. distúrbios nervosos e contrações musculares convulsivas. Um bom exemplo deste processo é observado na soja. sendo esta uma cultura que dispensa adubação nitrogenada. o cálcio é o elemento inorgânico mais abundante. estas bactérias absorvem o azoto diretamente do ar. se incorporam a cadeia trófica. a coagulação do sangue e a permeabilidade celular. finalmente. As leguminosas são capazes de desenvolver simbiose com certas bactérias do solo chamadas de Rizóbios. Cálcio O cálcio é um elemento essencial nos organismos vivos. A deficiência de cálcio pode provocar raquitismo. e está localizado principalmente nos ossos e nos dentes sob a forma de fosfato de cálcio. a ação muscular.6 O Nitrogênio é essencial dos aminoácidos e dos ácidos nucléicos.

7 Os compostos de fósforo intervêm em funções vitais para os seres vivos. neutraliza os tóxicos e ajuda o fígado na secreção da bílis. e algumas bactérias utilizam o sulfeto de hidrogênio da água como doadores de elétrons num processo similar a uma fotossíntese primitiva. Potássio . metionina homocisteína e taurina contém enxofre. As células utilizamno para armazenar e transportar a energia na forma de fosfato de adenosina.. As plantas absorvem o enxofre do solo como íon sulfato. Além disso. bem como do ATP. Enxofre Os aminoácidos cisteína. É constituinte de algumas vitaminas. ligação de grande importância para a formação das estruturas espaciais das proteínas. O fósforo tem relevante papel na formação molecular do ADN e do ARN. formando as pontes de dissulfeto entre os polipeptídios. impedindo a acidificação ou alcalinização do protoplasma. funciona como íons tampões. adenosina tri-fosfato. participando na síntese do colágeno. sendo considerado um elemento químico essencial.

O íon hexaidratado (igual ao correspondente íon magnésio) estabiliza a estrutura do ADN e do ARN compensando a carga negativa dos grupos fosfatos.concentrações de íons K+ mais altas dentro da célula do que no exterior . plantas. Mantém o volume e a osmolaridade. consumidos em maior quantidade. A diminuição crescimento do das nível um de potássio sendo um no dos sangue essencial três provoca para o elementos hipopotasemia.8 O íon K+ está presente nas extremidades dos cromossomos (telômeros) estabilizando a estrutura.É elemento. na transmissão do impulso nervoso através do mecanismo bomba de sódio. intervém na respiração. O íon potássio. Cloro . Participa nas contrações musculares. encontrado na maioria dos tipos de solo.para possibilitar a transmissão do impulso nervoso. Sódio O cátion sódio (Na+) tem um papel fundamental no metabolismo celular como. no equilíbrio ácido-básico e na absorção de nutrientes pelas células. A concentração plasmática de sódio é em condições normais de 135 a 145 mol/L. O aumento da concentração de sódio no sangue é conhecido como hipernatremia e sua diminuição de hiponatremia. A bomba de sódio é um mecanismo pelo qual se consegue as concentrações requeridas de íons K+ e Na+ dentro e fora da célula . por exemplo. também.

O cloro líquido. vaporiza de imediato com efeitos irritantes e uma ação sufocante. É gasoso e muito tóxico (neurotóxico). O cloro tem um odor característico que o torna facilmente detectável a partir de uma concentração mínima no ar de algumas partes por milhão. A clorofila é uma substância complexa de porfirina-magnésio que intervém na fotossíntese. quantidade que pode-se obter facilmente. . principalmente. Também é usado como oxidante. pode causar graves queimaduras. em reações que dependem da ATP. A maior parte do magnésio no organismo humano é encontrada nos ossos e. já que é encontrado na maioria dos alimentos. nas folhas verdes das hortaliças que especialmente são ricas em magnésio. Também exerce um papel estrutural. Dependendo do peso e da altura. seus íons desempenham papeis de importância na atividade de muitas coenzimas e. quando em contacto com os olhos ou a pele. Magnésio O magnésio é importante para a vida. branqueador e desinfetante. Se for exposto ao ar. o íon de Mg2+ tem uma função estabilizadora para a estrutura de cadeias de ADN e ARN.9 O cloro é empregado para potabilizar a água de consumo dissolvendo-o na mesma. a quantidade diária necessária e recomendada é de 300 a 350 mg. tanto animal como vegetal. foi usado como gás de guerra na Primeira e na Segunda Guerra Mundial.

10 Ferro .

sendo um constituinte vital nas células de todos os mamíferos. A função do ferro no corpo limita-se quase exclusivamente ao transporte de oxigênio no sangue. entre elas. mariscos. No homem os órgãos mais ricos em ferro são o fígado e o baço. O cobre é encontrado em algumas enzimas como a citocromo c oxidase. por intermédio da hemoglobina.11 O ferro desempenha um papel importante nos processos metabólicos dos animais. está também presente nos ossos. nas proteínas dedo de zinco (zinc finger) e em diversas enzimas como a superóxido dismutase. crianças e adolescentes (devido ao menor peso corporal). e algo maior para as mulheres grávidas e durante o aleitamento. na medula. nos rins e nos intestinos. colabora no bom funcionamento do sistema imunológico. aves. nas percepções do sabor e olfato e na síntese do DNA. Zinco O zinco é um elemento químico essencial para as pessoas: intervém no metabolismo de proteínas e ácidos nucléicos. a lisil oxidase e a superóxido dismutase e como elemento central da proteína hemocianina de artrópodes e . menor para bebês. favas e nozes. Embora em menor quantidade. Tal qual o ferro (para cuja absorção é necessário) contribui na formação de glóbulos vermelhos e na manutenção dos vasos sanguíneos. estimula a atividade de mais de 100 enzimas. Está também presente em algumas enzimas que catalisam mecanismos de oxidação celular. carnes vermelhas. alguns pescados. A ingestão diária recomendada de zinco é em torno de 10 mg. O metal é encontrado na insulina. O zinco é encontrado em diversos alimentos como nas ostras. existente nos glóbulos vermelhos. sistema imunológico e ossos. onde o elemento existe na forma de "ferritina". nervos. para o ser humano. é necessário para cicatrização dos ferimentos. Cobre O cobre é um oligoelemento essencial para muitas formas de vida.

nem arsênico é venenoso. Selênio . É preciso lembrar que na dose certa. por ser muito reativa e tóxica. para que todos possam gozar de seus benefícios e fazer jus ao ditado "Só a dose faz o veneno. equivalente a hemoglobina humana. caracteriza a coloração azulada do sangue desses animais. entretanto ainda não se conhece exatamente as funções que realiza. quando é absorvido no intestino. para o transporte do oxigênio. E Embora sua essencialidade não tenha sido comprovada da inequivocamente (WHO.2002-Guidelines Para Qualidade água). (embora algum efeito benéfico sobre os ossos não tenha sido bem comprovado). Bromo O bromo é encontrado em níveis de traço em humanos. Quando em pequenas quantidades se acumula nos ossos e dentes dando-lhes uma maior resistência. é transportado até o fígado unido a albumina. todavia. O cobre é transportado na sua maior parte através do fluxo sanguíneo em uma proteína denominada ceruloplasmina.12 moluscos. que deve ser utilizada com sabedoria. existindo aplicações medicinais também para ele. Alguns de seus compostos se tem empregado no tratamento contra a epilepsia e como sedantes.Trata-se de uma substância ótima. e pelo fato dessas proteínas sanguíneas terem átomos de cobre. Flúor O flúor está presente em mamíferos na forma de fluoretos.". É considerado um elemento químico essencial.

O selênio tem recebido muita atenção recentemente com relação ao seu papel no combate ao câncer. estimula o sistema imunológico e intervém no funcionamento da glândula tiróide.13 O selênio é um micronutriente para todas as formas de vida. Está no aminoácido selenocisteína. As investigações realizadas têm mostrado a existência de uma correlação entre o consumo de suplementos de selênio e a prevenção do câncer em humanos. nos cereais. É encontrado no pão. É antioxidante. nas carnes e nos ovos. Iodo . nos pescados. ajuda a neutralizar os radicais livres.

que catalisa o disproporcionamento do peróxido de hidrogênio. na degradação oxidativa de lignina (via as Mn-ligninases). destacam-se a superóxido dismutase de manganês (Mn-SOD). Em humanos não está demonstrada a sua essencialidade. O déficit de iodo conduz ao Hipotiroidismo de que resultam o bócio e mixedema. do subfilo urochordata) armazenam altas concentrações de vanádio. A glândula tireóide fabrica os hormônios tiroxina e triodotironina. que contém iodo. em torno de um milhão de vezes mais . em seus vários estados de oxidação. É um elemento químico essencial para todas as formas de vida. ainda que existam compostos de vanádio que imitam e potencializam a atividade da insulina. Manganês ou Manganésio O manganês é um oligoelemento. A ocorrência de deficit de iodo na infância pode originar o cretinismo. O2-. H2O2. nas quais tem funções tanto estruturais quanto enzimáticas. em diversas reações de hidrólise e nos processos de proteção contra estresse oxidativo. o manganês desempenha papel fundamental nos processos fotossintéticos de produção de O2 (composto tetranuclear de Mn no fotossistema II). É encontrado em algumas enzimas de diferentes seres vivos. Entre essas enzimas de proteção. Vanádio O vanádio é um elemento essencial em alguns organismos. O excesso de produção de hormónios na tireóide conduz ao Hipertiroidismo. As ascídias (alguns organismos marítimos urocordados. e a Mn-catalase. ocasionando um retardo mental e físico.14 O iodo é um elemento químico essencial. que catalisa o disproporcionamento de superóxidos. A química biológica do manganês está intimamente associada à química do oxigênio. Nesse contexto.

estão revestidas de milhares de microcristais de silício. Nestes organismos o vanádio se armazena em células chamadas de "vanadócitos". O padrão de deposição de sílica nas plantas é biologicamente específico sendo possível identificar as plantas pelo exame microscópico das partículas de sílica. Boro . Silício Encontra-se sílica em quase todos os organismos vivos. Forma-se um complexo com um ligante ionóforo chamado "amavadina". vegetais e cereais. por exemplo. Por vezes a presença de sílica parece indiciar uma maior resistência da planta a diversas doenças ou insetos. A ingestão diária de 12 a 15 μg pode obter-se sem problemas com a dieta diária de carnes. pescados. encontrando-se numa molécula denominada "hemovanadina". apresentando-o geralmente na forma de arsenobetaína. É possível que o silício tenha desempenhado um papel importante. Também acumulam altas concentrações de vanádio o fungo amanita muscaria.15 altas que na água ao seu redor. menos tóxica que o arsênio inorgânico. no aparecimento da vida da Terra. é um elemento químico essencial para a vida e sua deficiência pode gerar diversas complicações. ou mesmo indispensável. sendo os peixes e crustáceos os alimentos mais ricos em arsênio. esta percentagem varia muito com a idade. Os tecidos humanos contêm normalmente 6 a 90 mg de sílica por 100 gramas de tecido muscular. As folhas das urtigas. Arsênio ou Arsênico Ainda que o arsênio se associe com a morte. no entanto.

e no dos hidratos de carbono. assim como em outras funções. O boro acumulado no corpo através da absorção. vômitos e diarréia e. porém não todas. O níquel tem papel biológico parecido com o ferro por serem muito próximos. as enzimas hidrogenases contém níquel. Níquel Muitas. A ausência de cromo provoca uma intolerância a glicose . se esta for esfregada depois de estar em contacto com ele. atua sobre o sistema nervoso central. ainda que não se conheça com exatidão suas funções. sendo por isso. Parecem ser indispensáveis pequenas quantidades de boro para o crescimento das plantas.16 O boro elementar não é significativamente tóxico. Tem-se observado que alguns de seus complexos parecem participar na potencialização da ação da insulina. não podendo ser classificado como veneno. se considera o cromo (em seu estado de oxidação +3 ) um elemento químico essencial. Parece participar no metabolismo dos lipídios. podendo causar indiretamente problemas de pele. quando em pó muito fino. causando hipotensão. especialmente aquelas cuja função é oxidar o hidrogênio. em casos extremos. ingestão ou inalação dos seus compostos. O níquel também está presente na enzima metil CoM redutase e em bactérias metanogênicas. Parece que o níquel sofre mudanças no seu estado de oxidação indicando que o núcleo de níquel é a parte ativa da enzima. denominado de "fator de tolerância à glicose" devido a esta relação com a ação da insulina. coma. e como consequência o aparecimento de . no entanto. mas em grandes quantidades é tóxico. é duro e abrasivo. Cromo ou Crómio Em princípio.

O molibdênio é encontrado na natureza na razão de partes por milhão (ppm). . com a função de transferir átomos de oxigênio da água (H2O) que por sua vez produz a transferência de dois elétrons. importante no ciclo do nitrogênio nas plantas.13 e 0. incluindo os humanos. a sulfito oxidase que oxida sulfitos no fígado. e a nitrato redutase.17 diversos distúrbios. e os seres vivos podem absorve-lo facilmente desta forma. assim como aminas e sulfetos no fígado. Algumas das enzimas que contém este cofator são a xantina oxidase que oxida a xantina a ácido úrico.30 ppm no solo melhora sensivelmente a saúde dos animais de pastoreio. É encontrado numa quantidade importante na água do mar na forma de molibdatos (MoO42-). Molibdênio É o único elemento da segunda série de transição cuja essencialidade é reconhecida. O cobalto é um componente central da vitamina B12 (cianocobalamina ). Não se tem encontrado nenhuma metaloproteína com atividade biológica que contenha cromo. a aldeido oxidase que oxida aldeidos. e por isso não se tem podido explicar como atua. O molibdênio se encontra no chamado cofator de molibdênio (coMo) em diferentes oxotranserases. Cobalto O cobalto em pequena quantidade é um elemento químico essencial para numerosos organismos. A presença de quantidades entre 0.

18 Lítio .

A ação biológica do litio não está clara e não existe acordo sobre a sua essencialidade. A principal via de absorção é a inalação em meios industriais ricos em fumos e poeiras de cádmio. em geral. Uma simples exposição a elevadas concentrações de óxido de cádmio pode causar graves irritações pulmonares ou mesmo a morte. Os sais de litio são usados no tratamento da depressão bipolar e na potencialização do tratamento na depressão unipolar. Os efeitos adversos mencionados devem-se provavelmente aos distúrbios causados pelo lítio no equilíbrio de sódio-potássio-cálcio das células vivas. Cádmio O cádmio é um dos metais mais tóxicos. porém existem vários propostos. Devem ser tomados cuidados especiais em ambientes industriais que utilizem este elemento.19 O lítio não é considerado um elemento indispensável no crescimento das plantas e não há indicação de que desempenhe um papel importante na biologia animal. Estanho Apenas uma pequena percentagem de estanho passa para os alimentos nos recipientes feitos com este elemento. Pode considerar-se o estanho como um elemento não tóxico. Ainda se desconhece o mecanismo exato de atuação. Tungstênio . No entanto o composto trialquilo tem propriedades tóxicas devendo o seu manuseamento ser feito com bastante cuidado. O máximo permitido nos alimentos é cerca de 300 mg por quilograma apesar de concentrações mais elevadas não serem. prejudiciais.

2006. São Paulo: Moderna. "Estrutura atômica & ligação química". um chefe da filial do CDC.wikipedia. diz que os dados que indicam uma ligação entre o tungstênio e a leucemia não estão avaliados até o presente. 16 casos de câncer em crianças foram descobertos na área de Fallon. quimicamente semelhante à molibnopterina (MPT).20 Enzimas chamadas oxiredutases usam o tungstênio de maneira similar ao molibdênio para a formação do complexo pterinatungstênio. Disponível em: http://pt. 2 ed.. que agora é identificada coma “área de risco de câncer”. Recentemente. Pedro F. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS BARRETO. O Dr. Elie. Campinas: UNICAMP. 1999. Cretative Commons. Em 20 de agosto de 2002 representantes do Centro para o Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos anunciaram que testes de urina de pacientes com leucemia e familiares. Rubin. SANTOS. Carol H. tinham mostrado níveis elevados de metal tungstênio no organismo. Gilson Oliveira. CD 01 Consórcio Setentrional de Educação a Distância . POLITI. residentes em Fallon (Nevada). "Química: curso completo". 1992.org/wiki/Elemento_qu%C3%ADmico_essencial .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful