CONTRATO DE LOCAÇÃO 01 – PARTES CONTRATANTES: -LOCADOR/PROPRIETÁRIO: THIAGO SOARES MARANHÃO FEREIRA DA SILVA, brasileiro, residente à Rua Artur

Sá Menezes, 257, ap. 201, Pituba, Salvador/Bahia, inscrito no CPF sob n° 834.437.70568. Telefone: (71)8814-5229. -LOCATÁRIA: ANA LAURA PIRES DE SÁ ESPÍNOLA, brasileira, solteira, inscrita no CPF sob n° 052.958.334-88, RG. n° 2409653-SSP/PB. Telefone: (71)9227-1200. 02 – OBJETO DA LOCAÇÃO: Apartamento mobiliado n° 03 do Condomínio Água do Mar (móveis e eletrodomésticos descritos no LAUDO DE VISTORIA, que é parte integrante desse instrumento) situado à Rua Rodrigues Dórea, n° 395, Jardim Armação, Salvador/Bahia. 03 – PRAZO: 12 (doze) meses, iniciando-se em 01/06/2008 e findando-se em 01/06/2009, com a entrega das chaves às 8:00h do dia 01/06/2009. 04 – VALOR DO ALUGUEL: R$ 800,00 (oitocentos reais) por mês, já inclusa a taxa do condomínio. A LOCATÁRIA se compromete a efetuar o pagamento dos aluguéis subseqüentes no primeiro dia útil de cada mês. 05 – CAUÇÃO: A LOCATÁRIA já efetuou o pagamento da quantia de R$ 1.600,00 (hum mil e seiscentos reais) referente ao valor de dois (02) aluguéis, a título de CAUÇÃO, que será abatido proporcionalmente nos dois (02) últimos meses do presente instrumento. 06 - DEMAIS CLÁUSULAS: Pelo presente instrumento particular de locação e fiança, que celebram entre as partes contratantes acima qualificadas, fica justo e contratado a locação do imóvel descrito no Campo 02, pro prazo indicado no Campo 03, e valor ajustado no Campo 04, sob às cláusulas e condições seguintes, que reciprocamente outorgam e aceitam: I. O aluguel mensal será fixado no Campo 04 e deverá ser pago mensalmente ao LOCADOR onde este determinar, até a entrega das chaves do imóvel. II. Além do aluguel, correrá por conta da LOCATÁRIA as despesas de manutenção do imóvel que a ela correspondam, as tarifas de luz e o imposto IPTU do ano ou parte dele, cujos comprovantes de pagamento deverão ser apresentados quitados ao LOCADOR até o final desse contrato. III. A LOCATÁRIA reconhece ter recebido o imóvel apto à finalidade que se destina, com todas as instalações, equipamentos elétricos e sanitários em pleno funcionamento obrigando-se a conservá-lo e a restituí-lo nas mesmas condições, correndo por sua conta e responsabilidade todas as obras e serviços que se fizerem necessários a tal restituição. Compreendem-se nessa obrigação a reparação de rebocos e pinturas evitando-se, portanto, furos nos azulejos das paredes, a substituição de vidros, ferragens, encanamentos, interruptores, rede elétrica e hidráulica, danificados ou extraviados, tudo independentemente de vistoria judicial. IV. A LOCATÁRIA não poderá fazer obras e alterações internas ou externas, sem consentimento prévio e por escrito do LOCADOR. Qualquer benfeitoria que faça, ficará incorporada ao imóvel e pertencendo ao LOCADOR, com exceção das benfeitorias voluptuárias, cabendo a LOCATÁRIA o direito de retenção e indenização quanto às benfeitorias úteis, desde que autorizadas, e às benfeitorias necessárias. V. O imóvel terá fins residenciais e se destinará exclusivamente para residência da LOCATÁRIA, competindo-lhe obter a necessária licença das autoridades competentes assim como, satisfazer quaisquer exigências e contribuições ficais ou parafiscais, pelas quais responderá sempre com exclusividade, sem ônus e responsabilidade para o LOCADOR. VI. Fica restrito o uso residencial do imóvel para 3 (três) pessoas, no máximo. No caso de mais pessoas poderá haver alteração proporcional no valor do aluguel. VII. Em caso de incêndio, desabamento, desapropriação ou qualquer outro evento que venha a impedir a utilização do imóvel, considerar-se-á resolvida a locação sem qualquer indenização da parte do LOCADOR, cabendo todavia, à LOCATÁRIA a responsabilidade pelo prejuízo a que, por ação ou omissão, houver dado causa.

telegrama. Salvador.G. com aviso de recebimento. se necessário. notificação ou interpelação judicial ou extrajudicial. por si ou por seus procuradores. inclusive. XVII. ficando tais documentos integrando e fazendo parte deste contrato. expressamente autorizado a ocupar o imóvel locado. a fim de evitar invasões ou esbulhos. renunciando a qualquer outro. XI. por mais privilegiado que seja. IX. Estando o imóvel locado. neste ato. desde já. sejam quais forem. XIII. com consentimento prévio da LOCATÁRIA. nem tampouco oferecer o presente contrato em caução ou garantia de qualquer obrigação. e assim se compromete a entregá-lo quando finda ou rescindida a locação. 01 de Junho de 2008. se vencerão independentemente de qualquer aviso.G. XVI. A LOCATÁRIA não poderá ceder. A infração de qualquer das cláusulas ou obrigações estabelecidas neste instrumento sujeitará a parte infratora ao pagamento de multa correspondente a 1 (hum) mês de aluguel vigente à data da infração com exceção a infração à cláusula I. arrombá-lo. Por medida de segurança física e funcional não é permitido a presença de animais na área do apartamento e nem fumar dentro desse recinto. ou qualquer outro meio aceitável judicialmente. sem prejuízo do cumprimento das obrigações exigíveis até a data da efetiva devolução do imóvel. ou sublocar o imóvel locado em todo ou parte sem o prévio consentimento escrito do LOCADOR. XV.VIII. não representará novação. notificações ou citações relativos a ocorrências ou ações judiciais serão feitos através de carta registrada. resguardando e defendendo o imóvel de possíveis danos. XII. XIX.:__________________________________ CPF:__________________________________ _____________________________________ Ana Laura Pires de Sá Espínola LOCATÁRIA Nome:__________________________________ R. Os avisos. X. bem como das ações judiciais por ventura cabíveis. As duas vistorias serão assinadas pelas partes e a recusa implicará no reconhecimento dos danos apurados. O cumprimento de qualquer das cláusulas de forma contrária à previsão contratual. Se o infrator for a LOCATÁRIA. mas simples liberalidade da parte que o admitir. que recebeu o imóvel nas condições especificadas no LAUDO DE VISTORIA DE ENTREGA. obriga-se a LOCATÁRIA a cumpri-la e respeitá-la. que assinou e que é parte integrante do presente contrato. Fica o LOCADOR. telex. A LOCATÁRIA declara. XVIII. e será exclusivamente responsável pelo pagamento do consumo da unidade. _________________________________________ Thiago Soares Maranhão Ferreira da Silva LOCADOR TESTEMUNHAS: Nome:_________________________________ R. autorizado a vistoriar o imóvel. assinam o presente instrumento em 2 (duas) vias de igual teor na presença das testemunhas abaixo. poderá o LOCADOR requerer imediatamente o seu despejo do imóvel e a cobrança dos aluguéis e obrigações se assim a lei dispuser. podendo. através de fax símile.:___________________________________ CPF:___________________________________ . independente de qualquer procedimento judicial prévio. fica o LOCADOR. Os contratantes elegem o Foro da Comarca de Salvador como competente para dirimir qualquer questão oriunda do presente contrato. A LOCATÁRIA poderá comparecer a um dos postos da COELBA para solicitar a mudança dos dados do consumidor de energia elétrica. pela LOCATÁRIA. Não só o prazo da locação como as demais condições e obrigações deste contrato. Em caso de abandono do imóvel. promovendo os reparos que forem necessários. sujeito à Convenção de Condomínio ou Regimento Interno. XIV. para que passem a constar os seus. se constatados na VISTORIA DE ENTREGA. se estiver fechado. E por estarem justos e contratados.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful