Você está na página 1de 22

Transtornos Infantis de

Ansiedade e Pânico

UNICERP - 6º Período de Psicologia


Principais Transtornos Psíquicos em
Crianças
- Prevalência dos distúrbios do desenvolvimento e
dos transtornos mentais e comportamentais na
infância e adolescência é de 10% a 20%. (OMS)

- A saúde mental infantil é um tema transversal a


diferentes especialidades médicas, sociais e
educacionais.

- Importância da Psicologia no processo de


desenvolvimento infantil.
Avaliação Clínica
Para um transtorno mental ser
diagnosticado:

- É necessário que haja um histórico de


anormalidades sustentadas ou recorrentes;

- Tenha como consequência uma certa


deteriorização ou perturbação do funcionamento
pessoal em uma ou mais esferas da vida.

- Associação com exame clínico sistemático e


testes especializados necessários a cada caso.
Avaliação Clínica
A Anamnese é realizada com:

- Com o indivíduo;

- A família;

- Os professores e cuidadores.

A tríade Indivíduo-Família-Sociedade deve


ser contemplada a cada diagnóstico.
Avaliação Clínica
Avaliação Clínica
“Sintomas Normais”:

- Ansiedade de separação a partir dos 6 meses


- Angústia de separação aos 8 meses
- Inquietação nos primeiros 3 anos de vida
- Fase da “birra” de 1 ano até cerca de 5 anos
- Amigos imaginários até 5/6 anos
- Diversos medos nas diferentes idades
- Sintomas compulsivos dos 8 aos 10 anos
Avaliação Clínica
Rotina da Avaliação:

- Histórico da doença: queixa e duração, história da


doença atual, antecedentes pessoais, familiares e
escolares;

- Exame do estado mental, físico e neurológico;

- Avaliação Psicológica: testagens, aplicação de


escalas ou instrumentos diagnósticos estruturados
etc.

- Conhecimento da dinâmica e da psicopatologia


familiar.
Classificação dos Transtornos
Mentais
Transtorno mental é uma síndrome ou
padrão comportamental ou psicológico que ocorre
em um indivíduo e que se mostra associado com
sofrimento ou incapacitação, ou com um risco
significativamente aumentado de sofrimento atual,
morte, dor, deficiência ou perda importante da
liberdade.
Classificação dos Transtornos
Mentais
3 principais grupos diagnóstico infantil:
A: Desordens Emocionais (depressão, ansiedade,
desordens obsessivo-compulsivas e somatização);
B: Desordens de Comportamento Disruptivo
(conduta desafiadora excessiva e transtornos de
conduta-agressividade a pessoas e animais e
comportamento transgressor);
C: Transtornos do Desenvolvimento (problemas de
aprendizagem, desordens autistas, enurese e
encoprese).
Classificação dos Transtornos
Mentais
5 níveis (eixos multiaxiais) segundo o DSM-
IV:
- Eixo I: desordens clínicas (desordens mentais,
desordens do desenvolvimento e aprendizado);
- Eixo II: distúrbios de personalidade ou invasivos
(retardo mental);
- Eixo III: condições médicas agudas ou desordens
físicas;
- Eixo IV: fatores ambientais ou psicossociais
contribuindo para desordens;
- Eixo V: Avaliação Global das Funções ou Escala
de Avaliação Global para Crianças.
Transtornos de
Ansiedade
Principais Transtornos Mentais

Ansiedade é um sentimento vago e


desagradável de medo e apreensão, caracterizado
por tensão ou desconforto derivados de uma
antecipação de perigos.

As crianças em geral não reconhecem


quando seus medos são exagerados ou irracionais.
Principais Transtornos Mentais

Uma maneira prática de diferenciar


ansiedade normal de ansiedade patológica é avaliar
se a reação ansiosa é de curta duração, auto-
limitada e relacionada ao estímulo do momento.

Os sintomas de ansiedade podem ocorrer em


varias outras condições psiquiátricas tais como:
depressões, psicoses, transtornos do
desenvolvimento, transtorno hipercinético, entre
outros.
Principais Transtornos Mentais

A causa dos Transtornos Ansiosos Infantís é


muitas vezes desconhecida e provavelmente
multifatorial, incluindo fatores hereditários e
ambientais diversos, com o peso relativo de cada
fator variando de caso a caso.
Pânico
Principais Transtornos Mentais

Fobias Específicas são definidas pela


presença de medo excessivo e persistente,
relacionado a um determinado objeto ou situação.

Exposta ao estímulo fóbico, a criança procura


correr para perto de um dos pais ou de alguém que
a faça sentir-se protegida.
Principais Transtornos Mentais

Pode apresentar crises de choro, desespero,


imobilidade, agitação psicomotora ou até mesmo
ataque de pânico.

Os medo mais comuns na infância são de


pequenos animais, injeções, escuridão, altura e
ruídos intensos. Essas fobias diferenciam-se dos
medos normais da infância por serem reações
excessivas, não adaptativas e que fogem do
controle da criança.
Principais Transtornos Mentais

Na Fobia Social a criança apresenta um


medo persistente e intenso de situações onde julga
estar exposta à avaliação de outros, sentindo-se
envergonhada ou humilhada.
Essas crianças relatam desconforto em
situações como :
- Falar em sala de aula
- Comer junto a outras crianças
- Ir a festas
- Escrever na frente de outros colegas
- Usar banheiros públicos
Principais Transtornos Mentais

Quando expostas a situações fóbicas é


comum apresentarem sintomas físicos como:
- palpitações,
- tremores,
- calafrios,
- calores,
- sudorese,
- náusea.
Considerações Finais

Problemas relacionados à saúde mental são


muito prevalentes e causam impacto em todas as
áreas da saúde de crianças e adolescentes.
É um assunto complexo na avaliação com
demanda de tempo e disponibilidade pessoal do
examinador para que uma avaliação da criança e
da família seja construído.
Compreender o assunto e constituir-se
sentinela dos direitos da criança em assuntos de
saúde mental fortalece os preceitos do Estatuto da
Criança e do Adolescente e humaniza a atenção de
saúde.
Considerações Finais

A Psicopatologia da infância reúne uma série


de fenômenos que englobam desde quadros
biológicos e orgânicos até alterações psíquicas
heterogêneas e problemas individuais ou coletivos
de saúde mental.
Pela extrema abrangência de seu campo,
cada vez torna-se mais importante a colaboração
entre diferentes áreas do conhecimento.
O professor é um dos mais importantes
elementos na identificação e no encaminhamento
precoce de um grande número de problemas de
saúde mental, cabendo-lhe assim, orientá-los.
Obrigado!