Você está na página 1de 18

EDUCAÇÃO

INFANTIL

DOCUMENTO CURRICULAR DO
TERRITÓRIO MARANHENSE
para a Educação Infantil e o Ensino
Fundamental
 
to
BNCC X DCTMA: O QUE MUDA NA ESCOLA E NA
en
om
SALA DE AULA
m

CONCEITOS FUNDAMENTAIS - EDUCAÇÃO INFANTIL,


INFÂNCIAS E CRIANCAS.

-A BASE RECONHECE A EDUCAÇÃO INFANTIL COMO UMA ETAPA


ESSENCIAL E QUE A CRIANÇA DEVE ESTAR NO CENTRO DO
PROCESSO DE APRENDIZAGEM.
-ORIENTA OS EDUCADORES A OLHAREM PARA AS FORMAS
PARTICULARES QUE BEBÊS E CRIANÇAS SE APROPRIAM DO
CONHECIMENTO E DE NOVAS EXPERIÊNCIAS.
2
REFLEXÃO
-GOSTO DE ENSINAR ? ACREDITO QUE NASCI
PARA ENSINAR CRIANÇAS?
- FAÇO O MELHOR PARA ENSINAR AS
CRIANÇAS?
- MINHAS ATITUDES SÃO CONSTRUTIVAS E
FUNDAMENTAIS NO DESENVOLVIMENTOS
DAS ATIVIDADES PEDAGÓGICAS ?
- ACREDITO QUE O MEU MUNICÍPIO É O
MELHOR LUGAR PARA VIVER, TRABALHAR E
SER FELIZ?
-QUAL O OBJETIVO DE ESTAR AQUI E FAZER O
QUE EU FAÇO?
3
ROMPE COM A FIGURA DA
BNCC CRIANÇA SER UM ALUNO
PASSIVO, RECEPTOR DE
CONHECIMENTOS E VALORES,
QUE ERA ENTENDIDO
ENQUANTO PROJETO DE FUTURO
INFÂNCIA
ADULTO.

INFÂNCIA COMO
CONSTRUÇÃO SOCIAL
4
DCNEI- DEFINE A CRIANÇA COMO
SUJEITO HISTÓRICO E DE DIREITOS,
QUE, NAS INTERAÇÕES, RELAÇÕES E
PRÁTICAS COTIDIANAS QUE
VIVENCIA, CONSTRÓI SUA
Ç A IDENTIDADE PESSOAL E COLETIVA,
IA N BRINCA, IMAGINA, FANTASIA,
CR
DESEJA, APRENDE, OBSERVA,
EXPERIMENTA, NARRA, QUESTIONA
E CONSTRÓI SENTIDOS SOBRE A
NATUREZA E A SOCIEDADE,
PRODUZINDO CULTURA (BRASIL, 2009).
5
INFÂNCIA

A INTERAÇÃO DURANTE O
BRINCAR CARACTERIZA O
COTIDIANO DA INFÂNCIA,
TRAZENDO CONSIGO MUITAS
APRENDIZAGENS E POTENCIAIS
PARA O DESENVOLVIMENTO
INTEGRAL DAS CRIANÇAS.

6
REFLEXÃO SOBRE A INFÂNCIA
AS DESIGUALDADES ENTRE GRUPOS
DE CRIANÇAS - RELACIONADAS A
DIFERENTES CONDIÇÕES: CLASSES
SOCIAL, GRUPO ETÁRIO, GRUPO
CULTURAL, RAÇA.
E DIFERENTES SITUAÇÕES QUE AS
CRIANÇAS VIVEM: LAR, ESCOLA
( ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA) E (O
ABANDONO) VIVEM NA RUA ( ESPAÇO
DE SOBREVIVÊNCIA).
7
BNCC
DESAFIO SOCIAL/Escola

VALORIZAR CRIANÇA
RESPEITO

O APERFEIÇOAMENTO DAS RELAÇÕES SOCIAIS ENTRE O


CUIDAR E EDUCAR NA INFÂNCIA, DA IMPORTÂNCIA DO
PAPEL QUE AS GERAÇÕES PODEM ASSUMIR NO FUTURO, E
DA NECESSIDADES DE PREPARÁ-LAS PARA ENFRENTAR AS
VICISSITUDES DO MUNDO 8
GARANTIR CONDIÇÕES DE

APRENDER E DE

DESENVOLVIMENTO DE ACORDO

COM OS EIXOS ESTRUTURANTES

DA BNCC (INTERAÇÕES E

BRINCADEIRAS) ARTICULADO COM

AS VIVÊNCIAS E CONHECIMENTOS

CONSTRUÍDOS PELAS CRIANÇAS

NO AMBIENTE QUE CONVIVE COM A

FAMÍLIA.

DIREITOS DE APRENDIZAGEM
9
HORA DE REVISAR

10
DIREITOS DE APRENDIZAGEM E
DESENVOLVIMENTO

CONVIVER, BRINCAR, PARTICIPAR, EXPLORAR,


 EXPRESSAR, CONHECER-SE.

SÃO DESENVOLVIDOS
ATRAVÉS DE VIVÊNCIAS

EXPERIÊNCIAS DE APRENDIZAGENS
11
PRINCÍPIOS DIDÁTICOS DOS CAMPOS DE
EXPERIÊNCIAS

• MANEIRA PECULIAR DE AS
LUDICIDADE CRIANÇAS DESCOBRIREM E
CONSTRUÍREM SENTIDOS.
• GARANTE O CRESCIMENTO E
A QUALIDADE DAS
CONTINUIDADE EXPERIÊNCIAS DAS
CRIANÇAS.
• SENTIDOS NÃO SÃO
S I G NI F I CAT I VI TRANSMITIDOS, E SIM,
DA DE PRODUZIDOS PELO SUJEITO.
EXPERIÊNCIAS DE APRENDIZAGENS

CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS

- O EU, O OUTRO E O NÓS;


- CORPO, GESTOS E MOVIMENTOS;
-TRAÇOS, SONS, CORES E FORMAS;
- ESCUTA, FALA, PENSAMENTO E
IMAGINAÇÃO;
-ESPAÇOS, TEMPOS, QUANTIDADES,
RELAÇÕES E TRANSFORMAÇÕES
13
A CRIANÇA E O CURRÍCULO
CRIANÇA E DEVEM SER LEVADOS EM
CURRÍCULO CONSIDERAÇÃO, VISANDO À
INCLUSÃO DOS INTERESSES E
MOTIVAÇÕES, COMO
REPRESENTAÇÃO DE SIGNIFICADOS,
OBJETIVOS E VALORES SOCIAIS DAS
EXPERIÊNCIAS INFANTIS.

APRENDIZAGENS /CONHECIMENTOS
SABERES

14
AS APRENDIZAGENS, PORTANTO, CONSTITUEM-SE
COMO OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO

O EQUILÍBRIO ENTRE A  INTEGRAÇÃO E


CONTINUIDADE DOS PROCESSOS DE
APRENDIZAGENS DAS CRIANÇAS,
RESPEITANDO SUAS SINGULARIDADES E
AS DIFERENTES RELAÇÕES, ESTABELECEM
OS CONHECIMENTOS, COMO A
NATUREZA DAS MEDIAÇÕES DE CADA
ETAPA.

METODOLOGIAS ATIVAS EM SALA


DE AULA
15
BNCC OS OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO
SEQUENCIALMENTE ORGANIZADOS EM TRÊS GRUPOS POR FAIXA ETÁRIA
 

BEBÊS (zero a 1 ano e 6 meses)

CRIANÇAS BEM PEQUENAS (1 ano e 7 meses


a 3 anos e 11 m.)

CRIANÇAS PEQUENAS (4 anos a 5 anos e 11


meses)

EDUCAÇÃO É UM INSTRUMENTO DE SOCIALIZAÇÃO QUE VISA O


APRENDRIZ (A CRIANÇA), COMO SUJEITO HISTÓRICO E DE
DIREITOS, QUE, NAS INTERAÇÕES, RELAÇÕES E PRÁTICAS
COTIDIANAS E VIVENCIA, CONSTROI SUA IDENTIDADE PESSOAL E
COLETIVA, BRINCA, IMAGINA, FANTASIA, DESEJA, APRENDE,
OBSERVA, EXPERIMENTA, NARRA, QUESTIONA E CONSTRÓI
SENTIDOS SOBRE A NATUREZA E A SOCIEDADE, PRODUZINDO
CULTURA .
16
BNCC EXPERIÊNCIAS /SABERES

- ROMPE COM A LÓGICA DA


ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDOS EM
ÁREAS DE CONHECIMENTO AO
APRESENTAR UMA ESTRUTURA PAUTADA
NAS CARACTERÍSTICAS DO
DESENVOLVIMENTO DO SUJEITO (CRIANÇA DE 0
A 5 ANOS E 11 MESES).

- PROPÕE UMA RESTRUTURAÇÃO COM BASE


NA REALIDADE CONCRETA E DOS SABERES
DA CRIANÇA, ORGANIZANDO-OS EM CAMPOS
DE EXPERIÊNCIAS

17
BNCC O PROCESSOS DE APRENDER E
ENSINAR

PROPICIAR CONHECIMENTOS E REFLEXÃO AS DIVERSAS


FORMAS DE SE TRABALHAR COM CRIANÇAS (DE TODAS AS
IDADES ).

EXIGE E DESAFIA O PROFESSOR INVESTIGAR. 18