P. 1
CAPÍTULO 02 - Didática e Democratização do Ensino

CAPÍTULO 02 - Didática e Democratização do Ensino

|Views: 1.522|Likes:
Publicado porAna Souza

More info:

Published by: Ana Souza on Sep 25, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as TXT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/11/2014

pdf

text

original

CAPÍTULO 02 - Didática e Democratização do Ensino No segundo capitulo, Libâneo da seguimento ao conteúdo do capitulo anterior, quanto a democratização do ensino e a importância

em oferecer o mesmo com qualidade e a todos , seguindo a frase bem conhecida por nós “Escola para todos”. Continua seguindo a linh a de raciocínio que o papel principal da escola é incluir o aluno dentro dos padrões d e uma participação ativa na vida social, conhecendo os seus direitos e deveres e ass im podendo lutar por eles. Nesto capitulo os assuntos abordados são qualidade de e nsino do povo, os motivos que causam o fracasso escolar e a ética profissional. A Escolarização e as Lutas Democráticas

Sabemos que sem escolarização na existe conscientização da população quanto a ce rtos assuntos, a mesma oferece a possibilidade das pessoas terem seus pensamento s formados, personalidade, sabendo lutar pelo o que é seu por direito. Libâneo, (199 4, 35) cita Guiomar Namo de Mello: "A escolarização básica constitui instrumento indis pensável à construção da sociedade democrática", como já dito acima. O autor relata os índice de escolarização no Brasil e a evasão na escola, como principais problemas na formação in telectual do seres, problemas estes que vem de uma falta de política publica compe tente que não consegue obter igualdade nas oportunidades em educação para todos, motiv os esses causadores da evasão escolar e de um grande numero de analfabetos. E o que fazer para mudar esses resultados? Como proceder? Para Libâneo a mudança de atitude da sociedade depende da transformação escolar, ou seja, a escola é o principal meio de implantação de conhecimento intelectual, possuindo o mesmo, serão capazes de lutar por qualidade de ensino e outras questões que não nos favorecem. O Fracasso escolar precisa ser derrotado Neste item do capitulo, Libaneo foi afundo quanto aos problemas do f racasso escolar e quais as principais causas do mesmo. Ele faz comparações com quant as crianças entram no ensino fundamental e quantas saem, fundamentando-se primeiro com números, a qual a escola não consegue manter seus alunos estudando.

São muitos motivos demonstrado por ele que vem causando o fracasso esc olar, problemas estes como: metodologia e didática aplicada aos alunos e cita como principal motivo da evasão a falta de organização escolar, que é feita levando em conta um tipo de criança, como se todas se comportassem da mesma forma ou tivessem o ap rendizado no mesmo nível, o que sabemos que não é verdade, então devemos levar em consid eração o ambiente social e o nível de escolarização dessas crianças para não elevar muito o n l de aprendizagem e nem de menos. Outros problemas também são levados em conta para o fracasso escolar, co mo dificuldades emocionais, pais que não acompanham o rendimento do aluno na escol a e nem se interessa, imaturidade dos alunos e muitos outros de fundo psicológico. Libaneo cita David Ausubel que afirma que o fator isolado mais importante que in fluencia a aprendizagem é aquilo que o aluno já conhece, complementa dizendo que o p rofessor deve descobri-lo e basear-se nisto em seus ensinamentos. As tarefas da escola pública democrática È sabido por todos nós da importância do primeiro grau para a formação do indi viduo, delas serão geradas habilidades, atitudes e capacidades para ingressar na s ociedade podendo estudar e dar sempre continuidade no aprendizado, pois todos os dias estamos aprendendo, não so na escola como instituição, mas na “escola da vida” também. Libâneo relata as obrigações das escolas publicas como a gratuidade do ens ino nos primeiros oito anos (atualmente são nove), e que a escola tem que estar ad

entro quanto a assimilação, transmissão do assunto, como estar se dando esse desenvolv imento, preocupando-se em assegurar a qualidade do ensino. E oferecer um process o democrático de gestão escolar com a participação de todos os elementos envolvidos com a vida escolar. O compromisso social e ético dos professores O professor tem o compromisso primeiramente em formar cidadãos que conheçam os seus direitos e deveres podendo atuar na sociedade, no ambiente familiar, no trabalho e na vida política também, saber em quem votar, escolher bem para quem vai nos repr esentar e lutar quantos aos nossos direitos como cidadãos. Libâneo afirma que, como toda a profissão, o magistério é um ato político porque se realiza no contexto das relações sociais.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->