Você está na página 1de 197

Novo Deit-Libras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngue da 1649 Lingua de Sinais Brasileira (Libras)

Fernando C. Capovilla, Walkiria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio

p~-,

P, p: s. m Décima sexta letra do alfabeto do Português. Ex.: A palavra "pato" começa com a letra "p". A abreviatura "p." significa "pé» ou "palmo" (unidades de medida), "pence»

(unidade monetária), "por" ou "próximo» (uso comercial), ou "página» e, dobrado como "pp.", "páginas". A abreviatura "pp.» significa "próximo passado", ou seja, imediatamente precedente, ou "páginas". (Química) Símbolo de fósforo. (Música) abrev. "p." "piano" e, dobrado como "pp. », "pianíssimo". (Flsica Nuclear) Símbolo de próton. (Fonética) O fonema / p/ é consoante oclusiva, bilabial, surda. num, adj. m e f O décimo quinto ítem ou a décima quinta posição numa série ou enumeração indicada pelas letras do alfabeto. Ex.: A poltrona "P" está livre. O item "p" sumaria as disposições anteriores.

(Mão com palma para baixo, dedos anelar e mínimo fechados, dedo médio apontando para baixo, dedo indicador apontando para frente, palma do polegar tocando a lateral do dedo médio.)

p

l€0~

(sinal

usado em:

.R.JJ (inglês:

shovel, spade, scoop): s. f

(CLI

.,

I

~

Utensílio que consiste numa lâmina larga ou grande colher, adaptado a um cabo comprido e usado para

escavar ou remover terra, carvão, neve, etc. Ex.: O jardineiro retirou o entulho do jardim com uma pá. (Soletrar P, A. Em

seguida, mão aberta, palma para cima, dedos apontando para frente, próxima a lateral do corpo. Movê-Ia em um pequeno arco vertical para frente (sentido anti-horãrio).}

\\

 

'4

.

"""

.

~v~®'fD

pacato{a' (manso) (sinal usado em: RJ, RS) (inglês:

tame, domesticated, docile, tractable, gentle, meek,

peaceful, quiet, sweet­ tempered, even-tempered):

ad. m (f.). De gênio afável, manso, bom, dócil, sossegado. Domesticado. Ex.: O leão do circo é muito pacato. (Fazer este

sinal MANSO: Mãos verticais abertas, palmas para frente, inclinadas para baixo, lado a lado. Movê-las para os lados opostos e para baixo, virando as palmas para baixo.)

paciência (sinal usado em: SP, RJ, MS, CE, _0, PR, se, RS) (inglês: patience, perseverance, persistence), paciente (inglês: patient, persistent, perseverant): Paciência: s. f Qualidade de paciente. Virtude de quem suporta males e incômodos sem se queixar nem se revoltar. Qualidade de quem espera, com calma e serenidade, o que demora a acontecer. Perseverança em continuar um trabalho, apesar de suas dificuldades e demora. Ex.: Você precisa ter mais paciência com seus filhos para poder dar a eles um modelo de amor e compreensão do qual sempre se lembrarão com carinho e respeito. Paciente: adj. m e f Que tem paciência. Ex.: A paciência é uma grande virtude, e é muito bom procurar ser sempre muito paciente com as crianças, pois elas precisam de oportunidades para aprender a acertar sem medo de cometer erros. Nosso apoio irá deÍXar nelas uma sensação de segurança e respeito que irá acompanhá-las durante toda a vida e se refletir no modo como irão tratar seus próprios filhos. (Mãos em V horizontal,

palmas para trás inclinadas para cima, dedos direitos cruzados sobre os dedos esquerdos, na altura do peito. Balançar as mãos para cima e para baixo, vãrias vezes. Opcionalmente com a cabeça inclinada e as sobrancelhas franzidas.) Etimologia. Morfologia: Trata-se de sinal formadQ pelos morfemas: 1) Prisão - Preso, 2) Sentimento - Emoçcío, e 3)

Melancolia (Sofrimento - Dor - Esgotamento - Vergonha

Resignação

Tristeza - Culpa

Depressão - Embaraço). O morfema

Prisão é codificado pelas mãos em V com o dedo indicador e o dedo médio de uma mão cruzados perpendicularmente sobre o dedo indicador e o dedo médio da outra mão, compondo metafóricas grades de prisão, como nos sinais PRlsAo - CADEIA, PRENDER (APRISIONAR), PRESIDIÁRIO - PRESO, e INTERNATO. O morfema Sentimento é codificado pelo local de sinalização na região do peito e expressão facial correspondente ao tipo de sentimento (com conotação triste, ou comiserativa, ou ansiosa, ou medrosa, ou brava, ou enjoada, ou nostálgica, como nos sinais SENTIMENTO SENTIR, PALPITAR, ORGULHO, ltTICA, CRIA,

CONFESSAR e PROTEGER), (ou com conotação agradável, como nos sinais AMAR - PAlXAo, GOSTAR, APRECIAR, ALMO e ADORAR), (ou com conotação de motivação positiva, como nos sinais DESEJO SEXUAL, ORGULHO, lESA0, REPOUSAR, FESTEJAR, AMIGO, e

ENCORAJAR). O morfema Melancolia é codificado pela expressão facial típica do sofredor, da vítima, do resignado, do coitado (cabeça baixa, sobrancelha elevada no centro da testa, cantos da boca voltados para baixo, olhos semicerrados), frequentemente acompanhada de movímentos lentos e postura flácida típicos do abatido e deprimido, voltados para baixo,

1650

p ~-,

Novo Deit·Libras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngue da Língua de Sinais Brasileira (Libras)

Fernando C. Capovilla, Walkiria D. Raphael, e Alíne C. L. Mauricio

com cabeça baixa, ombros caidos, costas curvadas e movimento lento e fraco para baixo, como nos sinais SOFRIMENTO

SOFRER, TRISTEZA TRISTE, CULPA, REMORSO - ARREPENDIMENTO, SOFRER DESPREZO SER DESPREZADO, DOR, CANSAÇO CANSADO, EMBARAÇO SEM GRAÇA EMBARAÇADO, PALIDEZ - PÁLIDO, ANGÚSTIA MÁGOA - ANGUSTIADO, ESQUECIMENTO - ESQUECER, FRAQUEZA ­ FRACO, PREGUIÇA - PREGUIÇOSO, TOLO BOBO, FEIO FEALDADE, MACHUCADO, DIFICULDADE - DIFlcIL, e SUAR. Iconicidade: No sinal

PACIÊNCIA, com a cabeça baixa, as mãos em V, estando os dedos indicador e médio de uma cruzados sobre os mesmos dedos da outra, com palmas voltadas para o peito, se movem num arco para baixo e para cima, como quem recebe um mal e o acolhe ao peito, estando de certo modo preso ã situação. Como foi ressaltado, no sinal PACIÊNCIA pode-se notar a semelhança entre a articulação relativa das duas mãos e o morfema Prisão - Preso que caracteriza sinais como PRENDER

(APRISIONAR), PRlSAO, CADEIA, PRESIDiÁRIO, PRESO.

PRENDER (APRISIONAR), PRlSAO, CADEIA, PRESIDiÁRIO, PRESO. pacote em: RJ, RSJ feL) (sinal usado (inglês: package,

pacotePRENDER (APRISIONAR), PRlSAO, CADEIA, PRESIDiÁRIO, PRESO. em: RJ, RSJ feL) (sinal usado (inglês: package, pack,

em:

RJ,

RSJ

PRlSAO, CADEIA, PRESIDiÁRIO, PRESO. pacote em: RJ, RSJ feL) (sinal usado (inglês: package, pack, parcel,

feL)

(sinal

usado

(inglês:

package,

pack,

parcel,

packet):

s.

m.

Volume,

geralmente

envolto

em papel;

embntl/w.

Ex.:

O pacote estava

muito

pesado para eu carregar sozinha. (Fazer este sinal CAIXA: Mãos horizontais abertas, palma a palma. Girar as palma para trás, mão direita à frente da esquerda.)

as palma para trás, mão direita à frente da esquerda.) ~~&~fleJ~ padaria (1) (eL) (sinal usado
as palma para trás, mão direita à frente da esquerda.) ~~&~fleJ~ padaria (1) (eL) (sinal usado
as palma para trás, mão direita à frente da esquerda.) ~~&~fleJ~ padaria (1) (eL) (sinal usado

~~&~fleJ~

padaria (1) (eL) (sinal usado

em: SP, MS, sq (inglês:

bakery),

(1)

padeiro(a)

(inglês: baker): Padaria: s. f Estabelecimento responsável pela produção e pelo comércio de pães. Ex.: Nesta padaria, as vendas são muito boas porque os pães estão sempre fresquin/ws e, por sua vez, os pães estão sempre fresquinlws porque as vendas são muito boas. É isto o que se chama de "círculo virtuoso· (o oposto de "círculo vicioso n ) aplicado ao trabalho. Padeiro(a): s. m. if.). Profissional que confecciona pães. Ex.: O padeiro prepara o

nosso pão de cada dia. (Fazer este sinal PÃo: Mãos em A horizontal, palma a palma, tocando-se pelos nós dos dedos. Separar as mãos, virando as palmas para trás.)

\

:: -r:.u­
:: -r:.u­
as mãos, virando as palmas para trás.) \ :: -r:.u­ padaria (2) (eL) (sinal usado em:
as mãos, virando as palmas para trás.) \ :: -r:.u­ padaria (2) (eL) (sinal usado em:

padaria (2) (eL) (sinal usado em: PR, BC) (inglês: bakery): Idem padaria (l). Ex.: Vou à

padaria comprar pão e leite. (Fazer este sinal CASA: Mãos verticais abertas, palma a palma, dedos inclinados uns para os outros. Tocar as mãos pelas pontas dos dedos. Em seguida, fazer este sinal PÃo: Mãos em A horizontal, palma a palma, tocando-se pelos nós dos dedos. Separar as mãos, virando as palmas para trás.)

~

~-=:j1u.:

:ju

~

<=

/

~

~

==

~

;; '

-~-' ~-

~.

~ -=:j1u.: :ju ~ <= / ~ ~ == ~ ;; ' -~-' ~- ~. e
~ -=:j1u.: :ju ~ <= / ~ ~ == ~ ;; ' -~-' ~- ~. e

eJ padaria (3) feL) (sinal usado em: MS, CE) (inglês: bakery): Idem padaria (l). Ex.: Passe na padaria para comprar dois litros de leite. (Fazer este sinal PÃo: Mão em A, palma para frente, polegar tocando o canto direito da boca. Girar a palma para trás. Em seguida, fazer este sinal CASA: Mãos verticais abertas, palma a palma, dedos inclinados uns para os outros. Tocar as mãos pelas pontas dos dedos.)

uns para os outros. Tocar as mãos pelas pontas dos dedos.) padeiro (2) (CL) (sinal usado
uns para os outros. Tocar as mãos pelas pontas dos dedos.) padeiro (2) (CL) (sinal usado
uns para os outros. Tocar as mãos pelas pontas dos dedos.) padeiro (2) (CL) (sinal usado

padeiro (2) (CL) (sinal usado em: RJJ (inglês: baker): s. m. Profissional que confecciona (2) (CL) (sinal usado em: RJJ (inglês: baker): s. m. Profissional que confecciona

p ~-,

Novo Deit-Libras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngue da 1651 Língua de Sinais Brasileira (Libras)

Fernando C. Capoví/la, Walkíria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio

pães. Ex.: O padeiro fez um pão doce delicioso. (Fazer este sinal HOMEM: Mâo em C, palma para cima, dedos tocando cada lado do queixo. Mover a mão, ligeiramente para baixo, unindo as pontas dos dedos. Em seguida, fazer este sinal PÃo: Mão em A, palma para frente, polegar tocando o canto direito da boca. Girar a palma para trás.)

padrão (sinal usado em: SP, RJ, se, RS) (inglês: pattem): s. m. Base de comparação, algo

que o consenso geral ou um detenninado órgão oficial consagrou como um modelo aprovado. Ex.: O Português é a língua

padrão no Brasil.

(Fazer este sinal PADRONIZAR, PADRONIZAÇÃO: Mãos em S, palmas para baixo, tocando-se

pelos

indicadores. Movê-las em um circulo horizontal para a esquerda (sentido anti-horário), duas vezes.)

padrasto (I' (sinal usado em: SP, MS, MO, PR) (inglês: stepfather): s. m. Homem casado, em relação aos filhos que sua esposa teve de outro homem, no primeiro casamento dela. Homem que casa com mulher viúva ou separada, nas suas relações de parentesco com os filhos desta, provenientes de um matrimônio anterior. O segundo marido da mãe que se casa novamente, em relação aos filhos do casamento anterior dela. Ex.: Meu padrasto me levou ao cinema na quintafeira. Ex.: O homem da foto abraça seus dois filhos, o natural (com cabelo encaracolado, como o pai), e o enteado (com cabelo liso), que é o filho que a esposa desse homem teve num casamento anterior; assim, o homem da foto é o padrasto do menino de cabelo liso. (Fazer este sinal PAI, que ê este sinal HOMEM:

Mão em C, palma para cima, dedos tocando cada lado do queixo. Mover a mão, ligeiramente para baixo, unindo as pontas dos dedos. Então, beijar o dorso da mão direita fechada. Ou este sinal PAI: Mão direita em L horizontal, palma para trâs. Passar o indicador acima do lábio superior e então, soletrar P, A, I. Em seguida, fazer este sinal SEGUNDO:

Mão em L horizontal, palma para trás, indicador para a esquerda. Balançar a mão para cima e para baixo.)

padrasto (2' (sinal usado em: Se, (inglês: stepfather): Idem padrasto (1). Ex.: As

crianças foram passear com o padrasto. (Fazer este sinal PAI: Mão direita em P vertical, palma para a esquerda, ponta do dedo médio tocando próximo ao canto da boca. Mover ligeiramente a mão para a direita, soletrando I. Em seguida, fazer este sinal SEGUNDO: Mão em L horizontal, palma para trás, indicador para a esquerda. Balançar a mão para cima e para baixo.)

padre (1' (sinal usado em: SP, RS) (inglês: priest, reverend, father): s. m. Sacerdote secular ou regular. Pároco. Ex.: O padre celebrou umo bela missa em homenagem ao Dia dos Pais. (Mão em P vertical, palma para a

esquerda, em frente ao rosto. Descrever uma cruz, movendo a mão de cima para baixo, e da esquerda para a direita.)

1652

p~-,

Novo Deit-Libras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilingue da Língua de Sinais Brasileira (Libras)

Fernando C. Capovilla, Walkiria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio

padre (2) (sinal usado (sinal usado

em: PR, RS) (inglês: priest, reverend, father):

Idem padre fI). Ex.: A paróquia do bairro tem

um novo padre. (Mão em B, palma para a esquerda, diante do peito. Movê-Ia para baixo, e depois da esquerda para a direita, descrevendo uma cruz.)

e depois da esquerda para a direita, descrevendo uma cruz.) padre usado em: MS) (3) (sinal
e depois da esquerda para a direita, descrevendo uma cruz.) padre usado em: MS) (3) (sinal
e depois da esquerda para a direita, descrevendo uma cruz.) padre usado em: MS) (3) (sinal
e depois da esquerda para a direita, descrevendo uma cruz.) padre usado em: MS) (3) (sinal

padree depois da esquerda para a direita, descrevendo uma cruz.) usado em: MS) (3) (sinal (inglês:

usado

em:

MS)

para a direita, descrevendo uma cruz.) padre usado em: MS) (3) (sinal (inglês: priest, reverend, father):
para a direita, descrevendo uma cruz.) padre usado em: MS) (3) (sinal (inglês: priest, reverend, father):
para a direita, descrevendo uma cruz.) padre usado em: MS) (3) (sinal (inglês: priest, reverend, father):

(3)

(sinal

(inglês: priest, reverend, father): Idem padre fI). Ex.:

O padre casou o jovem casal.

(Mão em U, palma para a esquerda, diante do lado esquerdo do peito. Movê-Ia para baixo, e da esquerda para a direita, descrevendo uma cruz.)

baixo, e da esquerda para a direita, descrevendo uma cruz.) ~~O® padre (4) usado em: (sinal

~~O®

padre

(4)

usado em:

(sinal

RJ, MG,

CJl,') (inglês: priest, reverend, father):

Idem padre fI}. Ex.:

O padre conquistou

father): Idem padre fI}. Ex.: O padre conquistou os jovens católicos. (Mão em U, palma para
father): Idem padre fI}. Ex.: O padre conquistou os jovens católicos. (Mão em U, palma para

os jovens católicos. (Mão em U, palma para a esquerda. Movê-Ia de cima para baixo e da esquerda para a direita, descrevendo uma cruz.)

Padre Cícero Romão Batista (sinal usado em: CE)
Padre Cícero Romão Batista (sinal usado em: CE)

(inglês: Father Cícero Romao Batista (Roman Catholic Priest)): Padre Cícero Romão Batista nascido na cidade do Crato, região Sul do estado do Ceará, em 24 de março de 1.844. Desde cedo o menino Cícero demonstrou interesse pela vida sacerdotal, pois era sempre visto na

-

-

igreja, ora ajudando o vigário nas suas tarefas, ora lendo histórias dos santos, inspirando-se na vida de São Francisco de Sales. Aos 16 anos de idade matriculou-se no colégio do renomado Padre Rolim, em Cajazeiras, Paraíba, onde permaneceu por menos de dois anos, pois, com a morte inesperada do pai, teve de interromper os estudos e voltar para casa, a fim de cuidar da família - a

mãe e duas irmãs. A crise financeira decorrente da morte do pai transtornou a todos e aos 21 anos de idade, com a ajuda do seu padrinho de crisma, Coronel Antônio Luiz Alves Pequeno, Cícero ingressou no Seminário de Fortaleza, em 1.865. Cinco anos depois foi ordenado sacerdote. Em janeiro de 1.871 retomou a Grato, onde ficou aguardando nomeação para prestar serviço em alguma paróquia. Em 24 de dezembro do mesmo ano, atendendo a convite do Professor Semeâo Correia de Macêdo, celebrou pela primeira vez no povoado de Juazeiro, onde permaneceu por três dias em contato com o povo, tendo decidido poucos meses depois fixar residência ali, na função de capelão. Foi o começo de uma obra que, anos depois, perpetuou a memória do padre manso e bondoso, austero quando necessário, piedoso e trabalhador, que viria a ser cognominado de Patriarca do Nordeste. No dia seis de março de 1.889, ao participar de uma comunhão geral, oficiada pelo padre Cícero, a beata Maria de Araújo não pôde engolir a hóstia consagrada porque esta se transformava numa substãncia vermelha, hematóide. Tal fenômeno se repetiu várias vezes na presença do público, sendo mais tarde testemunhado também por outros padres e médicos, os quais, inclusive, chegaram a emitir atestado, concluindo tratar-se de fato sobrenatural para o qual não era possível encontrar explicação científica. Durante algum tempo o fenômeno permaneceu em sigilo, até ser proclamado como milagre, em sete de julho do mesmo ano, por iniciativa de monsenhor Francisco Monteiro, Reitor do Seminário do Crato, o qual organizou uma romaria de cerca de três mil pessoas que saíram de Crato para Juazeiro, a fim de observar a transformação da hóstia em sangue. A partir dai, Juazeiro virou centro de peregrinação - o embrião das grandiosas romarias de hoje; e quebra-se a tranquilidade da vida sacerdotal do padre Cícero, sobre quem desaba uma campanha de inveja, intrigas e perseguiçáes. Numa retrospectiva geral da vida do padre Cícero, constata-se claramente ter sido ele uma figura realmente importante. Foi ele quem introduzíu o hábito de se usar no pescoço o rosário da Mãe de Deus, costume até hoje amplamente espalhado em todo o Nordeste brasileiro. Fundou as Conferências Vicentinas e o Apostolado da Oração, ainda hoje em funcionamento. Muito contribuiu para a educação de seu povo, dando aulas particulares, custeando despesas de estudante pobres e ajudando financeiramente na criação de novas escolas, tendo

Novo Deit·Libras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngue da 1653 Língua de Sinais Brasileira (Libras)

Fernando C. CapoviUa, Walkiria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio

p~-'

especialmente para este fim deixado grande parte de seus bens, como herança, à Congregação Salesiana. Foi pioneiro da campanha para a construção do Seminário do Grato. Na terrivel seca de 1877 desempenhou papel de destaque, tendo intercedido junto aos poderes competentes, no sentido de serem as vitimas socorridas, recebendo toda a assistência possível na época. No global, sua atuação extrapolou os limites de sua ação como valoroso pastor de almas. Exerceu grande injluência no desenvolvimento da agricultura, incentivando o cultivo da mandioca e da cana de açúcar, dentre outras; e da pecuária, promovendo a introdução do gado zebu e da indústria e comércio, estimulando o surgimento de novas empresas que aceleraram o crescimento de Juazeiro e da região do Cariri. Praticou, também, a medicina popular, como forma alternativa de cura, prescrevendo remédios caseiros à base de ervas medicinais, com excelentes resultados, e contribuindo desta forma para a expansão do ramo de comércio da fitoterapia. Aliás, até hoje muita gente continua repetindo as receitas do "Padim Ciço". No campo religioso, direcionou uma devoção toda especial a Nossa Senhora das Dores, padroeira de Juazeiro, e que juntamente com a romaria dedicada à sua própria pessoa, após a sua morte, terminou por transformar Juazeiro num dos maiores centros de religiosidade popular da América Latina. E, finalmente, fez florescer um tipo sui generis de artesanato bastante apreciado no Brasil e no exterior e que absorve um número incalculável de artistas. Essa atividade, até hoje em evidência, representa o meio de vida, a fonte de ganho e de sustentação financeira de milhares de pessoas. Padre Cícero faleceu no dia 20 de julho de 1.934, com 90 anos de idade, em Juazeiro do Norte, acometido de renitente enfermidade renal e outras complicações orgãnicas. Sua morte, como era de se esperar, causou profunda e incontida consternação no seio da população local, assim como aos seus milhares de devotos espalhadas por todo o Nordeste do Brasil. Muito pensaram que morto o Padim Ciço, a cidade que ele fundou e a devoção a sua pessoa acabariam em pouco tempo. Nada disso, porém, aconteceu. A cidade de Juazeiro do Norte é hoje a maior do interior cearense, com continuo ritmo de desenvolvimento e ele continua sendo uma das figuras mais destacadas do clero brasileiro, objeto de estudo por parte de historiadores e cientistas sociais, em função de quem foram defendidas muitas teses de mestrado e doutorado no País e no exterior, e seu nome transformou-se num robusto volume editorial, com mais de uma centena de obras publicadas a seu respeito, afora um incontável número de artigos e trabalhos diversos espalhados pela imprensa em geral, sendo inclusive tema de filmes e documentários de televisão. Em todas as partes do Nordeste referências às mais diversas curas e graças alcançadas por sua intercessão, muitas das quais consideradas como autênticos milagres. A fé do povo no seu santo é inabalável. Ex.: Rejeitado pela Igreja, Padre Cicero tomou-se um verdadeiro santo dos nordestinos e como tal é

venerado à revelia de Roma. (Fazer este sinal PADRE: Mão em U, palma para a esquerda. Movê-la de cima para baixo e da esquerda para a direita, descrevendo uma cruz. Em seguida, mão fechada, palma para baixo, ao lado direito do corpo. Movê-la para trás.)

pad.riDho (1)

(sinal

usado

em:

SP,

MS,

CE,

MG,

RS)

(inglês: godfather): s. m. Homem que

testemunha o batismo ou casamento de alguém que, a partir daí, torna-se seu afilhado. Ex.: Vou convidar meu irmão para ser o

pois confW que irá

cuidar de meu filho caso eu venha a faltar.

padrinho do meu filho,

(Mão vertical aberta, dedos apontando para baixo, palma para trás, polegar tocando os demais dedos e tocando a testa. Mover a mão para trás, sobre a cabeça.)

~l?1é16>QY~

pad.riDho 12) (sinal usado em: SC)

(inglês: godfather): Idem padrinho (1). Ex.: Convidamos nosso melhor amigo para ser o padrinho de nossa

filha. (Mão em P, palma para baixo, indicador para a esquerda. Tocar a testa duas vezes.)

padroaizar (sinal usado em: SP, SC, RS) (inglês: to standardize), padronização (inglês: standardization): Padronizar: v. t. d. Homogeneizar a produção de algo tomando um prot6tipo como modelo ou padrão. Ex.: Padronize todos os parâmetros deste programa de computador. Padronização: s. f Ato ou efeito de padronizar. Estabelecimento de um padrão uniforme mediante a adoção de um único modelo. Estandardizaçã.o. Ex.: Alguns sinais da Língua de Sinais Brasileira. são padronizados pela Comunidade Surda e seus representantes.

(Mãos em B, palmas para baixo, tocando-se pelos indicadores. Movê-las em um círculo horizontal para a esquerda (sentido anti-horário), duas vezes.)

1654

1654 Novo Deit-Libras: Dicionário enciclopedico ilustrado trilíngue da Língua de Sinais Brasileira (Libras)
1654 Novo Deit-Libras: Dicionário enciclopedico ilustrado trilíngue da Língua de Sinais Brasileira (Libras)
1654 Novo Deit-Libras: Dicionário enciclopedico ilustrado trilíngue da Língua de Sinais Brasileira (Libras)

Novo Deit-Libras: Dicionário enciclopedico ilustrado trilíngue da Língua de Sinais Brasileira (Libras)

Femando C. Capoui./Ia, Wallciria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio

Capoui./Ia, Wallciria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio pagamento (I) (salário, ordenadol (sinal usado em:
Capoui./Ia, Wallciria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio pagamento (I) (salário, ordenadol (sinal usado em:

pagamento (I) (salário, ordenadol (sinal usado em: SP, RS) (inglês: salary,

pay, payment, wage, stipend, income, wages): s. m. Ordenado. Salário. Remuneração por seroiço prestado por hora, por dia, por mês ou por ano de trabalho. Vencimentos fixos. Ex.: Recebemos nosso pagamento mensal sempre no quinto dia

útil de cada mês. (Fazer este sinal SALÁRIo, que é este sinal DINHEIRO: Mão fechada, palma para cima, dedos indicador

e polegar distendidos para cima. Esfregar as pontas do indicador e polegar. Seguido de mâo aberta, palma para

baixo, dedos polegar e indicador unidos pelas pontas, dedos apontando para a esquerda, tocando o lado esquerdo do peito. Mover a mão ligeiramente para baixo, duas vezes.1)

peito. Mover a mão ligeiramente para baixo, duas vezes.1) ® pagamento (2) (salário, ordenado) (sinal usado

®

pagamento (2) (salário,

para baixo, duas vezes.1) ® pagamento (2) (salário, ordenado) (sinal usado em: RJ, MG, RS) (inglês:
para baixo, duas vezes.1) ® pagamento (2) (salário, ordenado) (sinal usado em: RJ, MG, RS) (inglês:

ordenado)

(sinal

usado em: RJ, MG, RS) (inglês: salary, pay, payment, wage, stipend, income, wages): Idem

pagamento (1). Ex.: O homem usou metade de seu pagamento para pagar o aluguel da casa.

(Fazer este sinal SALÁRIo: Mão com pontas dos dedos unidas, palma para baixo, dedos apontando para baixo e tocando o lado esquerdo do peito. Mover a mão para baixo, duas vezes.)

esquerdo do peito. Mover a mão para baixo, duas vezes.) - ~ " e pagar (11

-

~ "

e

do peito. Mover a mão para baixo, duas vezes.) - ~ " e pagar (11 (sinal
do peito. Mover a mão para baixo, duas vezes.) - ~ " e pagar (11 (sinal
do peito. Mover a mão para baixo, duas vezes.) - ~ " e pagar (11 (sinal
do peito. Mover a mão para baixo, duas vezes.) - ~ " e pagar (11 (sinal

pagar (11 (sinal usado em: SP, RJ, MS, PR, CE, SC, RS) (inglês: to pay, to (11 (sinal usado em: SP, RJ, MS, PR, CE, SC, RS) (inglês: to pay, to make a payment), pagamento (3) (inglês: payment): Pagar: v. 1. d. Saldar (uma dívida, um compromisso, um trabalho, etc.). Depositar

dinheiro ou crédito para liquidar dívidas, contas, impostos, etc. Ex.: Você tem até o fim do mês para pagar suas dívidas. v. t. d. i. Embolsar alguém do que lhe é devido. Ex.: Paguei aos meus credores tudo que devia. v. int., v. 1. i. Restituir.

Retribuir. Reembolsar. Ex.: Você compra e eu pago. Ex

suficientes para pagar à vista. Ex.: Paguei-lhe ontem, e não devo mais nada a você. Pagamento: s. m. Cumprimento efetivo da obrigação exigível pela realização da prestação. Ex.: Sou muito responsável e sempre efetuo meus pagamentos

rigorosamente em dia. (Fazer este sinal DINHEIRO: Mão fechada, palma para cima, dedos indicador e polegar distendidos para cima. Esfregar as pontas do indicador e polegar. Então, mão esquerda aberta, palma para cima; mão direita em A, palma para a esquerda, na altura do ombro direito. Mover mão direita em direção à esquerda, batendo os nós dos dedos na palma esquerda.)

Comprei tudo para pagar em prestações, pois não tinha recursos

para pagar em prestações, pois não tinha recursos pagar (2) (sinal usado em: SP, RS) (inglês:
para pagar em prestações, pois não tinha recursos pagar (2) (sinal usado em: SP, RS) (inglês:
para pagar em prestações, pois não tinha recursos pagar (2) (sinal usado em: SP, RS) (inglês:
para pagar em prestações, pois não tinha recursos pagar (2) (sinal usado em: SP, RS) (inglês:

pagar (2) (sinal usado em: SP, RS) (inglês: to pay, to make a payment), pagamento (4) (inglês:

payment): Idem pagar (1), paganumto (3). Ex.: Este mês paguei as mensalidades atrasadas da escola. Ex.: Pague a ele

o que deve antes que seja tarde demais. Ex.: O pagamento pode ser efetuado em qualquer agência bancária. (Mão

esquerda aberta, palma para cima; mão direita vertical aberta, palma para a esquerda, dedos apontando para baixo, tocar a palma direita na lateral da coxa direita e então. Mover a mão direita em direção à esquerda fechando-a em A e

bater os nós dos dedos na palma esquerda.)

p ~-,

Novo Deit-Libras: Dicionário encic1opédioo ilustrado triUngue da 1655 Língua de Sinais Brasileira (Libras)

Fernando C. Capauilla. WaIkiria D. Raphael. e Aline C. L. Mauricio

C. Capauilla. WaIkiria D. Raphael. e Aline C. L. Mauricio pagar a vista (I) (sinal usado
C. Capauilla. WaIkiria D. Raphael. e Aline C. L. Mauricio pagar a vista (I) (sinal usado
C. Capauilla. WaIkiria D. Raphael. e Aline C. L. Mauricio pagar a vista (I) (sinal usado

pagar a

vista (I) (sinal usado em: SP, RS) (inglês: to pay cash down,

to pay at sight, to pay in cash), pagamento a vista (1) (inglês: payment in cash, sight payment): Pagar a vista: expressão. Efetuar pagamento feitos em uma parcela, de uma vez só, sem prestações. Ex.: Este mês paguei a vista tudo que devia. Pagamento a vista: expressão. Quantia de dinheiro entregue de uma vez, sem prestações, em troca de um determinado bem. Ex.: Na compra da casa,

.fiz pagamento a vista. (Mão esquerda aberta, palma para cima; mão direita em C invertido, palma para frente, atrás e acima da mão esquerda. Mover a mão direita em direção à esquerda, batendo os nós dos dedos na palma esquerda.)

à esquerda, batendo os nós dos dedos na palma esquerda.) pagar a vista (2) (sinal usado
à esquerda, batendo os nós dos dedos na palma esquerda.) pagar a vista (2) (sinal usado
à esquerda, batendo os nós dos dedos na palma esquerda.) pagar a vista (2) (sinal usado
à esquerda, batendo os nós dos dedos na palma esquerda.) pagar a vista (2) (sinal usado
à esquerda, batendo os nós dos dedos na palma esquerda.) pagar a vista (2) (sinal usado

pagar a vista (2) (sinal usado em: RJ, MG) (inglês: to pay cash down, to pay at sight, to pay in cash), pagamento a vista (2) (inglês: payment in cash, sight payment): Idem pagar a vista, paga_to a vista. (1). Ex.: Pagamos a vista para não ter de perder muito dinheiro com os juros embutidos nas

prestações. Ex.: Compramos o carro com pagamento a vista. (Mão direita em A horizontal, indicador destacado, palma para a esquerda. Bater a mão direita na palma esquerda.) Etimologia. Morfologia: Trata-se de sinal formado por: 1) um

morfema molar semelhante à gestualidade brasileira, e 2) o morfema Ênfase Interjeição - Prontidão - Clareza. O morfema metafórico molar está presente nos sinais ATONITO, e COMPROMISSO. O morfema Ênfase é codificado pelo movimento súbito para baixo da mão sinalizadora que culmina no ato de bater dorso ou lateral da mão aberta, punho fechado, ou ponta de dedo contra a mão de apoio espalmada para cima, e serve para dar énfase a uma propriedade de comportamentos ou

eventos como, surpresa, convicção, força, como nos sinais INTIMAR, PARAR, DANADO, BRIGAR

CHAMAR A ATENÇÃO, COMBATER,

CANCELAR CHEQUE, COMPROMISSO, e AINDA. Iconicidade: No sinal PAGAR A VISTA, a mão dominante fechada e com o indicador

destacado, como se estivesse segurando cédulas de dinheiro, desce num arco sobre a palma da mão de apoio voltada para cima, representando a ideia de entregar o dinheiro ao vendedor quando se compra algum produto à vista.

ao vendedor quando se compra algum produto à vista. pagar em prestações (1) (sinal usado em:
ao vendedor quando se compra algum produto à vista. pagar em prestações (1) (sinal usado em:
ao vendedor quando se compra algum produto à vista. pagar em prestações (1) (sinal usado em:

pagar em prestações (1) (sinal usado em: SP,

MS, RS) (inglês: to buy on credit, to buy on trust, to pay by installments, installment, to pay in installments,

Desembolsar mensalmente uma certa quantia em dinheiro durante um dado número de

meses em troca de um bem adquirido a prazo, isto é, não d vista. Ex.: Ao pagar em prestações, quanto o número de parcelas mensais (ou seja, de prestações) em que um pagamento foi dividido, tanto menor o valor mensal a ser pago

em cada prestação. (Fazer este sinal COMPRAR, que é este sinal DINHEIRO: Mão fechada, palma para cima, dedos indicador e polegar distendidos para cima. Esfregar as pontas do indicador e polegar. Então, abrir a mão em L, palma para cima, indicador para a esquerda, e movê-la para frente, sobre a palma esquerda. Seguido de mão esquerda aberta, palma para cima, dedos para frente; mão direita horizontal aberta, palma para trás, acima da mão esquerda. Mover a mão direita para frente, tocando a palma esquerda em vários lugares, da base em direção às pontas dos dedos.)

installment payment):

s.

f

direção às pontas dos dedos.) installment payment): s. f pagar em prestações (2) (sinal usado em:
direção às pontas dos dedos.) installment payment): s. f pagar em prestações (2) (sinal usado em:
direção às pontas dos dedos.) installment payment): s. f pagar em prestações (2) (sinal usado em:
direção às pontas dos dedos.) installment payment): s. f pagar em prestações (2) (sinal usado em:
direção às pontas dos dedos.) installment payment): s. f pagar em prestações (2) (sinal usado em:

pagar em prestações (2) (sinal usado em: PR)

(inglês: to buy on credit, to buy on trust, to pay by installments, installment, to pay in installments, installment payment): Idem pagar em prestação (1). Ex.: Compramos os móveis da casa e pagamos em prestações. (Fazer este

Novo Deit-Líbras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilingue da Língua de Sinais Brasileira (Libras)

Fernando C. Capovilla, Walkiria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio

sinal MENSAL: Mão esquerda em 1, palma para baixo; mão direita em A, palma para frente, tocando o indicador esquerdo. Mover a mão direita para a direita, abrindo-a em L, duas vezes.)

1656

!ii)

rf!J

º!ii)

® ~ ®~ l!J' ® ~

pagar em prestações (3) (sinal usado em: RJJ

(inglês: to buy on credit, to buy on trust, to pay by installments, installment, to pay in installments, installment

Os mutuários do Sistema Financeiro da Habitação compram seus

payment): Idem pagar em prestação (1). Ex

imóveis pagando em prestações. (Fazer este sinal PARCELAR: Mão esquerda vertical aberta, palma para a direita, dedos separados; mão direita horizontal aberta, palma para trás. Tocar a lateral do dedo mínimo direito entre o vão dos dedos da mão esquerda.)

e?

fi

pager (11 (bip) (CL) (sinal usado em: SP,

RS) (inglês: pager (beep)): s. m. Pequeno aparelho eletrônico recebe

que mensagens transmitidas por uma central, exíbindo-as num pequeno mostrador. Ex.: No in(cio dos anos 90, como tinha muitos compromissos, mas não muito dinheiro, usava um pager e não um celular. (Fazer este sinal BIP (paget1: Mão

horizontal fechada, palma para trás, dedos indicador e polegar curvados. Tocar as pontas dos dedos na lateral direita da cintura, duas vezes.)

pager (2) (btp) (CL) (sinal

usado em: MO! (inglês: pager (beep)): Idem pager (1). Ex.: Mandou uma mensagem para pager do responsável pela entrega dos móveis.

(Fazer este sinal BIP (page,.,: Mão direita vertical aberta, palma para a esquerda, dedos curvados, indicador destacado, tocando a orelha direita. Mover a mão para baixo, tocando o lado direito da cintura.)

o

Oil

I

~

pager (3) (btp) (CL) (sinal usado em: sq (inglês: pager): Idem pager (1). Ex.: Trocou seu pager

por um celular pré-pago. (Soletrar B, I, P e fazer este sinal BIP: Mão horizontal fechada, palma para trás, dedos indicador e polegar curvados. Tocar as pontas dos dedos na lateral direita da cintura, duas vezes.)

página (sinal usado em: RJJ (inglês: page): s. f

-

**

Cl

Cada um dos lados da folha do livro, jornal,

revista ou outras publicações. Ex.: O dicionário da Libras tem 2500 páginas. (Fazer este sinal LIVRO: Mão esquerda

aberta, palma para cima; mão direita aberta, palma para a esquerda. Passar o lado do dedo mínimo direito sobre a palma esquerda, dos dedos em direção ã palma, várias vezes e com movimento curto. Em seguida, fazer este sinal Nt'IMERO: Mão em S, palma para cima, tocar o lado esquerdo do peito, duas vezes.)

p ~-,

Novo Deit-Libras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilingue da 1657 Língua de Sinais Brasileira (Libras)

Fernando C. Capovilla, Walkiria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio

pagode (música) (sinal usado em: RJ, SP, RS) (inglês: pagode music): s. m. O Pagode é um subgênero musical brasileiro, nascido no final da década de 1970. É considerado uma derivação de outro gênero, o samba, e passou a ser conhecido no bairro de Ramos, no subúrbio do Rio de Janeiro. Na década seguinte, ganharia amplo espaço nos meios de comunicação brasileiros. Antigamente, pagode era considerado como festa de escravos nas senzalas. No final da década de 1970, no Rio de Janeiro o termo passou a ser associado a festas em casas e quadras dos subúrbios cariocas, nos calçadões de bares do Centro do Rio e da periferia, regadas a bebida e com muito samba. A palavra pagode no sentido corrente surgiu de festas em favelas e nos fundos de quintais cariocas que falavam sobre sentimentos (alegrias e tristezas) das pessoas que lá moravam. Ex.: Na dêcada de 1990, o pagode de raiz foi perdendo cada vez mais terreno para um variante mais comercial, com grandes índices de vendagem. Grupos não cariocas, mas também paulistanos tiveram êxito, notadamente por tocarem um estilo mais romãntico. Hoje, este pagode comercial convive com o de raiz, e ambos têm sucesso comercial no Brasil. (Fazer este sinal PANDEIRO: Mão

esquerda aberta, palma para cima, dedos separados; mão direita aberta, palma para baixo, dedos separados, tocando a palma esquerda. Mover as mãos ligeiramente, para frente e para trás, balançando a mão direita.)

pai (1) (sinal usado em: SP, RJ, MS, MG, DF,

PR, CE, &t) (inglês: father, male parent, male progenitor): s. m. Homem responsável pela geração de um ou mais filhos, em relação a estes. Genitor. Homem colocado no primeiro grau da linha ascendente de parentesco. Ex.: As crianças foram passear com o pai no parque de diversões. (Fazer este sinal HOMEM:

Mão em C, palma para cima, dedos tocando cada lado do queixo. Mover a mão, ligeiramente para baixo, unindo as pontas dos dedos. Em seguida, beijar o dorso da mão direita fechada.)

 

pai

(2)

(sinal

usado

em:

SI')

(inglês:

father,

male

parent,

male

progenitor):

Idem

pai (lJ.

Ex.:

Pai

e

filho brincavam alegres na praça (Mão direita em L horizontal, palma para trás. Passar o indicador acima do lábio

superior e então, soletrar P, A, 1.)

pai (3) (sinal usado em: DF, CE, SC) (inglês:

father, male parent, male progenitor): Idem pai (lJ. Ex.: Pai e filho foram ao cinema assistir a estreia do filme homem-aranha.

(Mão direita em P vertical, palma para a esquerda, ponta do dedo médio tocando próximo ao canto da boca. Mover ligeiramente a mão para a direita, soletrando I.)

painel (sinal usado em: RJ, RS) (inglês: panel): s. m. Trabalho de pintura executado sobre tela, madeira, etc.; quadro. Qualquer obra artística ou decorativa que recobre uma parede ou parte dela Ex.: O artista fez um painel pintado na parede do viaduto. (Mãos

em 1, palmas para baixo, tocando-se pelos lados. Movê-las para os lados opostos, depois para baixo, e aproximá-las novamente, descrevendo a forma de um quadrado.)

1658

p~-,

pais (sinal usado em: Ma) (inglês:

parents): s. m. pl. Os genitores, o pai e a mãe. Ex.: Os pais estão muito felizes com a notícia de que serão auós. (Mão fechada, palma para baixo, diante da boca. Tocar o dorso da mão nos lábios.)

em:

SP,

RJ,

MS,

país 11) (sinal usado

PR,

se, RS)

(inglês:

country, nation): s. m. Território geopolítico independente na escala das nações. Nação. Pátria. Ex O Brasil é um país que espera

:

Novo Deit-Libras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngue da LCngua de Sinais Brasileira (Libras)

Fernando C. Capovilla, Walkiria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio

por mais justiça social. (Mão esquerda em A, palma para baixo; mão direita em P, acima da mão esquerda. Mover a mão direita em pequenos círculos horizontais para a direita (sentido horário).)

país (2)

(sinal usado em: C~ (inglês:

,,,

:.

l:

country,

(1). Ex.: Alguns adolescentes

sonham fazer intercãmbio cultural em outro país. (Mão

esquerda em S, palma para baixo. Mão direita em P, acima da mão esquerda, movê-la num círculo vertical para frente ao redor da mão esquerda, e tocar a ponta do dedo médio no dorso da mão esquerda.)

nation):

Idem pais

.f'*

II

\

paisagem (sinal usado em: R.J) (inglês: landscape, scenery, a view on land, a picture with a land scene): s. J. Extensão de território que o olhar alcança num lance; vista, panorama. Ex.: Do alto,

essa paisagem é mais bonita. (Mão aberta, palma para baixo, dedos apontando para frente. Movê-la em um grande círculo horizontal para a direita (sentido horário).)

v

v

Paises Baixos (Holanda) (sinal usado em: SP, RS) (inglês:

Netherlands): Nome menos comum usado para Holanda, dada a baixa altitude de seu território. Ex.: Os Países Baixos se localizam ao norte da Europa, entre a Bélgica ao sul, a Alemanha a oeste, e o Mar do Norte em toda a sua extensão norte e oeste. (Fazer este sinal HOLIdIDA: Mãos verticais, palma a palma, dedos flexionados, polegares distendidos e paralelos aos demais dedos, a cada lado da cabeça. Afastá-las para os lados opostos e movê-las para cima, unindo as pontas dos polegares aos demais dedos.)

patzão (sinal usado em: SP,

~ttG~'® ~?

'-~

se, RJ, RS) (inglês: passion,

infatuation):

s.

J.

Estado

emocional

intenso

de

­

arrebatamento espiritual, ~ afetivo, ou sensual e sexual. Gosto muito vivo, acentuada predileção por alguma coisa ou por alguém. Ex Ele sentia uma grande paixão por sua amiga de infância. (Fazer este sinal AMAR, AMAR-sE, com olhar contemplativo: Mão aberta, palma para baixo, dedos para a esquerda, em frente ao peito. Mover a mào para trás, fechando-a em S e tocar o peito, com expressão de felicidade.)

:

p ~-,

Novo Deit-Libras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngue da 1659 Língua de Sinais Brasileira (Libras)

FemQJldo C. Capom/la, Walkiria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio

paixão à primeira vista (sinal usado em: SP, RS) (ínglês: lave at first sight): expressão. Atração fisica e interesse pessoal espontãneos que surgem desde o primeiro contato com alguém. Paixão repentina por alguém do sexo oposto, ou do mesmo sexo, a quem se acaba de conhecer. Ex.: Assim que a conheci, no minuto em que pus os olhos em !JOCê pela primeira vez, eu senti que !JOCê era o amor da minha vida e eu sabia que tinha que me casar com você! Foi paixão à primeira vista! (Fazer este

sinal AMOR À PRIMEIRA VISTA: Mãos em S, palmas para frente. Girar rapidamente as mãos pelos pulsos, mudando-as para V horizontal, palmas para baixo, dedos apontando uns para os outros, com expressão de felicidade.)

*

~d,

* I

b~I-I

Paixão de Cristo (sinal usado em: SP, R.JJ (inglês:

Crucifixion of Jesus, Passion of Christ): s. f Crucificação de Jesus Cristo, sua morte na cruz que, para os cristãos, se deu para a redenção dos pecados de todo aquele que nele crer. Tendo sido entregue pelos judeus aos romanos, Jesus foi chicoteado até o ponto de se tornar irreconhecivel, coroado com espinhos e humilhado com sarcasmo e escarros, e depois forçado a carregar sua própria cruz até o morro do calvário, onde teve seus pulsos e pés pregados com cravos no madeiro e assim, crucificado, morreu de desidratação e asfixia. Para compreender o significado desse suplício da cruz, a morte mais dolorosa e humilhante que se pode sofrer, é preciso ter claras os dois principais atributos de Deus:

a bondade e a justiça. Como é bom, Deus quer nos dar vida eterna. Mas como é justo, e como somos pecadores, merecemos morrer. Ao assumir sobre si nossos pecados e morrer em nosso lugar como um cordeiro de sacrificio, Jesus permitiu que pudéssemos nos apresentar, limpos, diante de Deus. Tendo sido exercida ajustiça, ou seja, tendo alguém sofrido a consequência última de nossos terríveis pecados (a morte humilhante, dolorosa, longa e desamparada), podemos receber de Deus, como dom gratuito, a vida eterna, apesar de não a merecermos. Assim, a salvação vem não de nossos méritos, mas apenas da aceitação do amor sacrificial e redentor de Jesus e da fé viva que frutifica em boas obras para celebrar esse amor e a vida eterna que é dom gratuito do amor de Deus. Ex.: A Paixão de Jesus Cristo é o evento central para a expiação dos pecados de todo aquele que crer em Jesus como salvador. (Fazer este sinal JESUS

CRISTO: Mãos horizontais abertas, palma a palma, dedos separados. Tocar a ponta do dedo médio direito na palma esquerda, e então tocar a ponta do dedo médio esquerdo na palma direita. Em seguida, mãos verticais abertas, palmas para frente, a cada lado dos ombros. Opcionalmente, expressão negativa. )

Palácio do Governo (sinal usado em: PR, RS) (inglês: Palace ofGovernment, Official residence ofthe governar): s. m. Prédio que abriga a sede de um governo ou do poder executivo, legislativo ou judiciário. Ex.: Os professores fizeram uma manifestação em frente ao Palácio do Governo. (Fazer este

sinal CASA: Mãos verticais abertas, palma a palma, dedos inclinados uns para os outros. Tocar as mãos pelas pontas dos dedos. Em seguida, fazer este sinal GOVERNANTE: Mão em C horizontal, palma para trás, tocando o ombro esquerdo. Mover a mão para o lado direito da cintura.)

Palácio do Planalto (1) (sinal usado em: MS, SP, RS) (inglês: Palace of the Brazil Presidency, Official residence of the president of the republic): s. m.

1660

Novo Deit-Libras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngue da Língua de Sinais Brasileira (Libras)

Fernando C. Capomlla, Walkíria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio

o Palácio do Planalto é a sede do Poder Executivo do Governo Federal brasileiro_ O edificio está localizado na Praça dos Três Poderes em Brasília, tendo sido projetado por Oscar Niemeyer. O Palácio do P/analto faz parte do projeto do P/ano Piloto da cidade e foi um dos primeiros edificios construídos na cidade. A construção do Palácio do Planalto, cujo nome oficial é Palácio dos Despachos, começou em 10 de julho de 1958 e obedeceu a projeto arquitetônico elaborado por Oscar Niemeyer em 1956. A obra foi concluída a tempo de tomar o palácio o centro das festividades da inauguração da nova Capital, em 21 de abril de 1960. Até então a Presidência da República funcionava em uma construção provisória de madeira conhecida popularmente como Palácio do Catetinho, inaugurada em 31 de outubro de 1956, nos arredores de Brasaia. Ex.: O projeto do Palácio do Planalto é marcado pela singeleza de suas linhas, com predominância dos traços horizontais. Curvas e retas combinam-se de forma a conferir ao prédio uma plasticidade marcante e requintada. As colunas conseguem o efeito desejado por Niemeyer, de serem leves como penas pousando

no chão. (Mão esquerda aberta, palma para cima, dedos separados e curvados; mão direita aberta, palma para baixo, dedos separados e curvados.)

*

 

>

*

Palácio do Planalto 121 (sinal usado em: DF) (inglês: Palace of the Brazil Presidency, Official residence of the president of the republic): Idem Palácio do Planalto (lJ. Ex.: O acervo do Palácio do Planalto reúne obras de arte criadas por artistas consagrados, brasileiros e estrangeiros, entre pinturas, esculturas e tapeçarias. Possui, também, um rico mobiliário, porcelanas da Companhia das /ndias e

prataria portuguesa do Século XVIII. (Mão esquerda vertical aberta, palma para a direita; mão direita em L, palma para frente, ponta do polegar e indicador tocando a palma esquerda. Mover a mão direita para a direita, unindo os dedos pelas pontas.)

paladar (sinal usado em: RJ, RSJ (inglês: taste, savor, flavor, relish): s. m. Função sensorial que permite a percepçâo dos sabores pela língua e sua transmissão, através do nervo gustativo ao cérebro, onde são recebidos e analisados. Ex.: Por meio do paladar, percebemos centenas de gostos diferentes e reconhecemos diversos tipos de alimento. Podemos identificar, por exemplo, alimentos ricos em açúcares e evitar alimentos estragados ou substãncias venenosas. Mas, assim como em relação ao cheiro, nem todas as substâncias prejudiciais podem ser

identificodas pelo paladar. (Mão em 1, palma para trás. Tocar a ponta do indicador na língua, duas vezes.)

casa

bola

igreja

boneca

gato

)

r

CJ

+++

palavra 111 (sinal usado em;

(inglês:

word, term, expression,

utterance,

Sequência fonêmica formada

SP,

RJ,

MS,

RSJ

name):

s.

f

à

por uma ou mais saabas e

qual corresponde um dado significado. A palavra falada é constituída de fonemas, a palavra escrita de grafemas. Ex.: A criança escreveu as

palavras ditadas pela professora. (Mão direita vertical fechada, dedos indicador e polegar curvados, apontando para cima. Mover a mão para a direita, parando-a durante o movimento.)

palavra 121 (sinal usado em: SC, CE, RSJ (inglês: word, term, expression, utterance, name): Idem palavra (l).

do

texto. (Mão esquerda em 1, palma para a direita;

a

Ex.: A criança leu, sem errar, todas as palavras

mão direita vertical fechada, palma para

esquerda, dedos indicador e polegar distendidos e curvados. Tocar as pontas dos dedos direitos na

parte superior do indicador esquerdo.)

escola

livro

lápis

borracha

Nooo Deit-Libras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngue da 1661 Língua de Sinais Brasileira (Libras)

Fernando C. Capomlla., Wa1kiria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio

p~-,

palavrão (nome feio) (sinal usado em: SP, RJ, se, RS) (inglês: four-letter word,

insulting word,

obscene expression):

s.

m. Palavra obscena,

grosseira, pornográfica ou pejorativa. Ex.: Não fale

palavrão, pois é falta de educação. (Mãos em 1 horizontal, palmas para trás Mover as mãos, alternadamente, para cima

e para baixo, batendo as pontas dos indicadores, durante os movimentos, com expressão facial negativa.) Etimologia.

Morfologia: Trata-se de sinal formado pelos morfernas: 1) Ferir verbalmente (Provocar - Zombar

Chatear

Censurar

Discutir - Xingar - Brigar - Vingar), e 2) Cólera (Raiva

Ódio - Rancor - Agressão). O morferna Ferir verbalmente é codificado

pela combinação entre articulação de mão em adaga (Le., mão fechada com dedo indicador em riste, como ocorre na mão em 1 ou em Dl, movimento curto e forte, e frequentemente expressão facial tensa, negativa e contraida, como nos sinais

PROVOCAR -

PROVOCAÇÃO, CENSURAR - CENSURA, DISCUTIR -

DISCUSSÃO, VINGAR-SE -

VINGANÇA, CONFRONTAR-SE; e mão em revólver

(Le., mão em L), movimento em direção ao alvo, e frequentemente expressão facial tensa, negativa e contraida, como nos

sinais APELIDO, ZOMBAR, OFENDER - OFENDER-ME -SER OFENDIDO, BRIGAR. O sinal MACHUCAR - MACHUCADO ilustra o teor ferino da

mão em adaga. O morfema Cólera é codificado por expressão facial brava e agressiva (i.e., cenho cerrado com sobrancelha apertada para baixo no centro da testa e elevada nos cantos externos, lábios contraidos e retesados e com cantos apertados

e para baixo, e retesados a ponto de deixar os dentes expostos com os maxilares cerrados), frequentemente acompanhada

de postura tensa e movimentos fortes, bruscos, rápidos, e agressivos, voltados para frente, envolvendo desafiar, confrontar, coagir, oprimir, ferir, arranhar e esmurrar, além de punhos fechados, ou em outras configurações mais fechadas e

orientadas para o alvo (ou seja, com alguma configuração de mão em riste que aponta para uma direção e se move para

essa mesma direçáo), como nos sinais DESCONFIAR - SUSPEITAR - DESCONFIANÇA SUSPEITA, RECLAMAR, BRONCA, CONTRA (SER CONTRA), OBRIGAR, DESDENHAR - DESPREZAR - DESDIS:M - DESPREZO, ZOMBAR, APELIDO, PROVOCAR - PROVOCAÇÃO, ENCARAR-SE, CONFRONTAR-SE (COMO INIMIGOS), CONFLITAR CONFLITO, DISCUTIR DISCUSSÃO, BRIGAR (CR1TICA VERBAL, CRITICAR VERBALMENTE), e

BRIGAR (DISCUSSÃO, BATE-BOCA). Iconicidade: No sinal PALAVRÃO, os dedos indicadores distendidos se movem de modo alternado para cima e para baixo enquanto se tocam, sendo que as pontas dos dedos se tocam, o que representa ferida moral. O teor ferino do dedo indicador em riste pode ser constatado no sinal MACHUCAR MACHUCADO, em que a ponta do indicador distendido se move para baixo, raspando o dorso da mão de apoio fechada, ocasionando um metafórico ferimento. Mais uma vez, a configuração de mãos em adaga com indicador em riste permite intuir parentesco semântico-quirêmico entre a noção aqui codificada (Le., proferir palavrão) e as noções de reclamar, ser contra, criticar verbalmente, machucar, discutir, e vingar-se.

71ô~ ~V

palco

(Sinal

usado

em: R.J) (inglês: stage:

in theatre the raised flooring were plays are enacted): s. m. Tablado ou estrado destinado apresentaçiles artísticas. Cenário. Ex.: O ator chamou algumas pessoas da plateia para subir ao palco. (Mãos em D, palmas para baixo,

tocando-se pelas laterais dos dedos indicadores. Movê-las para os lados opostos. Em seguida, mão esquerda aberta, palma para baixo, dedos apontando para o lado direito; mão direita em U invertido, palma para trás, tocando o dorso da mão esquerda.)

a

palestra

(sinal

usado

em:

SP,

RJ,

MS,

PR,

MO,

se, RS)

(inglês:

lecture),

palestrante (inglês: lecturer): Palestra: s. f Reunião de pessoas que tem como objetivo a discussão de assuntos de caráter científico ou literário. Conferência. Colóquio. Explanação. Ex.: A associação promoverá várias palestras sobre qualidade de vida. Palestrante: s. m. e f Aquele que palestra. Ex.: O palestrante era bastante didático e agradou o

público presente. (Mão horizontal aberta, palma para a esquerda, dedos separados, ao lado direito da cabeça. Mover

a máo descrevendo círculos verticais para frente (sentido horário).)

1662

p~-'

Novo Deit-Libras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngue da Língua de Sinais Brasileira (Libras)

Fernando C. Capovilla, Walkiria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio

7iD~

paletó

(CLf

em:

SP,

RJ,

(sinal

RS)

usado

(inglês:

jacket): s. m. Casaco que se

veste

diretamente

sobre

camisa

ou

colete

e,

geralmente,

Uma das três partes de um temo (paletó, colete e calças). Ex.: Leve seu paletó para lavar na lavanderia. (Mãos em A

horizontal, palmas para trás, tocando o peito, na altura dos ombros. Mover as mãos para baixo, aproximando-as. Em seguida, mãos abertas, palmas para cima, dedos apontando uns para os outros, lado dos mínimos tocando as coxas.)

com

gravata.

palha de aço 11) (sinal usado em: SP, RJ) (inglês: steel-wool): s. f Esponja feita de lã ou palha de aço, usada para a limpeza de louças, vidros e metais. de aço. Bombril @. Assolan @. Ex.:

Essa panela está muito suja, vou precisar de palha de aço para limpá-la. (Fazer este sinal BOMBRIL ®: Mãos verticais

abertas, palma a palma, dedos separados e curvados; mãos unidas pelas pontas dos dedos. Separá-las para os lados opostos, unindo as pontas dos dedos de cada mão. Então, fazer este sinal LAVAR lutensílios em geral): Mão esquerda em A, palma para cima; mão direita em A palma para baixo, tocando a mão esquerda. Esfregar as mãos.)

palha de aço (2) (sinal usado em: MG) (inglês: steel wool): Idem palha de aço (1). Ex.: Passe a palha de aço na panela e ela ficará brilhando. (Fazer este sinal BOlllBRIL ®: Mão aberta, palma para

baixo, dedos curvados, tocando o cabelo. Unir e afastar ligeiramente as pontas dos dedos. Em seguida, fazer este sinal LAVAR (pratos): Mão esquerda aberta, palma para cima; mão direita aberta, palma para baixo. Mover a mão direita em circulas horizontais para a direita (sentido horário), sobre a palma esquerda.)

palhaço (sinal

usado em: SP, RJ, CE, MO, PR, SC, RS) (inglês:

clown): s. m. Artista de circo que tem a função de divertir o público com trejeitos e simulação de situações engraçadas. Ex.: O palhaço divertiu as

crianças do orfanato. (Mão vertical, palma para trás, dedos unidos e curvados, com as pontas quase se tocando, próxima ã ponta do nariz. Balançar a mão para os lados, rapidamente.)

usado em:

pálido(a) (1) (sinal

SP. SC) (inglês: pale): adj.

m.

if.).

Descorado. Abatido. Embranquecido. Amarelado. Ex.: Você está muito pálida, talvez

esteja anêmica. (Mão vertical aberta, palma para a esquerda, tocando o lado direito do rosto. Mover a mão em direção ao queixo, com

expressão de cansaço.) Etimologia. Morfologia: Trata-se de sinal formado pelo morfema Melancolia (Sofrimento - Dor

Tristeza Culpa - Depressão - Embaraço) codificado pela expressão facial típica do

sofredor, da vitima, do resignado, do coitado (cabeça baixa, sobrancelha elevada no centro da testa, cantos da boca voltados para baixo, olhos semicerrados), frequentemente acompanhada de movimentos lentos e postura flácida típicos do abatido e deprimido, voltados para baixo, com cabeça baixa, ombros caídos, costas curvadas e movimento lento e fraco para baixo,

como nos sinaís SOFRIMENTO - SOFRER, TRISTEZA - TRISTE, CULPA, REMORSO - ARREPENDIMENTO, SOFRER DESPREZO - SER DESPREZADO, DOR, CANSAÇO - CANSADO, ANGÚSTIA - MÁGOA - ANGUSTIADO, PACIÍtNCIA - RESIGNAÇÃO, ESQUECIMENTO - ESQUECER, FRAQUEZA FRACO, PREGUiÇA - PREGUIÇOSO, TOW - BOBO, FEIO FEALDADE, MACHUCADO, DIFICULDADE DlF1CIL, e SUAR.

Iconicidade: No sinal pÁLmo, a palma desliza para baixo sobre o rosto, indicando o tom descorado da pele.

Esgotamento - Vergonha - Resignação

p

p pálido(a) (2) (sinal usado em: RJ, RS) (inglês: pale): Idem pálido(aJ (11 Ex.: Assustou-se e
p pálido(a) (2) (sinal usado em: RJ, RS) (inglês: pale): Idem pálido(aJ (11 Ex.: Assustou-se e

pálido(a) (2) (sinal usado em: RJ, RS) (inglês: pale): Idem pálido(aJ (11 Ex.: Assustou-se e ficou pálida. (Mão horizontal

aberta, palma para trás, dedos flexionados. Passar o dorso dos dedos sobre a bochecha, de cima para baixo, com expressão facial.)

Novo Deit-Libras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngue da 1663 Língua de Sinais Brasileira (Libras)

Fernando C. CapoviUa, Walkiria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio

C. CapoviUa, Walkiria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio palito de dente (sinal usado em:
C. CapoviUa, Walkiria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio palito de dente (sinal usado em:
C. CapoviUa, Walkiria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio palito de dente (sinal usado em:
C. CapoviUa, Walkiria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio palito de dente (sinal usado em:
C. CapoviUa, Walkiria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio palito de dente (sinal usado em:
C. CapoviUa, Walkiria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio palito de dente (sinal usado em:
C. CapoviUa, Walkiria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio palito de dente (sinal usado em:
C. CapoviUa, Walkiria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio palito de dente (sinal usado em:
C. CapoviUa, Walkiria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio palito de dente (sinal usado em:

palito de dente (sinal usado em: SP, RJ, CE, RS) (inglês: toothpick): s. m. Pequena haste, geralmente de madeira, fina e pontiaguda, que serve para remover os restos de alimentos alojados entre os dentes, após as refeições. Ex.: Onde estão os palitos de dente? (Mão vertical fechada, palma para trás, dedos

indicador e polegar unidos pelas pontas, em frente à boca. Girar a palma ligeiramente para os lados, duas vezes.)

--- \\
--- \\
a palma ligeiramente para os lados, duas vezes.) --- \\ li0~ Ç]~ palmas (bater palmas) SP,

li0~ Ç]~

palmas

(bater

palmas)

SP, RJ,

(inglês:

geralmente

(sinal usado em:

MS, MG, PR, RS)

to applaud, to clap

hands): s. f pl. Batida das

mãos,

repetida, frequentemente como manifestação de apreço por um espetáculo, discurso, açáo elogiável, etc.; aplauso. Ex.: O espetáculo estava muito bom, e todos bateram

~**

palmas para os atores (Fazer este sinal APLAUDIR: Mãos abertas, palma a palma. Bater as palmas várias vezes.)

abertas, palma a palma. Bater as palmas várias vezes.) ~~Q®~~~ Palmeiras (time de futebol) (sinal usado
abertas, palma a palma. Bater as palmas várias vezes.) ~~Q®~~~ Palmeiras (time de futebol) (sinal usado

~~Q®~~~

Palmeiras (time de futebol) (sinal usado em: SP, MS) (inglês: Palmeiras FootbaU Club, Palmeiras soccer team): s. m. A Sociedade Esportiva Palmeiras é um clube poliesportivo brasileiro sediado em São Paulo que tem como modalidade esportiva principal o futebol. As cores do clube, presentes no escudo e bandeira oficiais, são o verde e branco; o vermelho, presente desde sua fundação, foi excluído durante a n Guerra Mundial, por pressão das autoridades brasileiras, na mesma reunião que formalizou a mudança de nome de Palestra Itália para Palmeiras. O clube foi fundado em 26 de Agosto de 1914 pela colônia italiana da cidade de São Paulo, sob o nome «Sociedade Esportiva Palestra Itália" ou em italiano Società Sportiva Palestra Italia. A sua fundação se deu pela presença de dois times italianos no Brasil, no caso o Pro VerceUi e

o Torino, impulsionando assim quatro jovens italianos a criar um time para a colõnia italiana. O Palmeiras possui entre

a terceira e quarta maior quantidade de torcedores do Brasil, com número aproximado de 13 milhões em todo o território nacional de acordo com o Instituto Datafolha. Ex.: O Palmeiras é um dos dois únicos times brasileiros a ceder jogadores à Seleção Brasileira em todas as cinco Copas do Mundo vencidas pelo Brasil. (Mão em P, indicador para a

~I

esquerda. Bater a mão no lado esquerdo do peito, duas vezes.)

li0~

Bater a mão no lado esquerdo do peito, duas vezes.) li0~ palmito (I) (sinal usado em:

palmito (I) (sinal usado em: SI') (inglês: paim heart, paIm cabbage): s. m. Alimento que provém do miolo da ponta do caule das palmeiras. Muito apreciado e geralmente utilizado em saladas. Ex.: Corte os palmitos em rodelas e acrescente-os na salada. (Mão

palmitos em rodelas e acrescente-os na salada. ( M ã o tt • I~ esquerda vertical
palmitos em rodelas e acrescente-os na salada. ( M ã o tt • I~ esquerda vertical
palmitos em rodelas e acrescente-os na salada. ( M ã o tt • I~ esquerda vertical

tt

I~

esquerda vertical aberta, palma para frente; mão direita horizontal fechada, palma para trás, dedos indicador e polegar distendidos, com pontas tocando a base da palma esquerda. Mover a mão direita para cima.)

1664

p

1664 p -­ r Novo Deit-Libras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngue da Língua de Sinais Brasileira

r

Novo Deit-Libras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngue da Língua de Sinais Brasileira (Libras)

Fernando C. Capouilla, Wa!kiria D. Raphae!, e Aline C. L. Mauricio

C. Capouilla, Wa!kiria D. Raphae!, e Aline C. L. Mauricio palmito (2) (sinal usado em: Sp)
C. Capouilla, Wa!kiria D. Raphae!, e Aline C. L. Mauricio palmito (2) (sinal usado em: Sp)
C. Capouilla, Wa!kiria D. Raphae!, e Aline C. L. Mauricio palmito (2) (sinal usado em: Sp)
C. Capouilla, Wa!kiria D. Raphae!, e Aline C. L. Mauricio palmito (2) (sinal usado em: Sp)

palmito (2) (sinal usado em: Sp) (inglês: paim heart, paim cabbage): Idem palmito (1).

Ex.: A salada de legumes com palmitos fica deliciosa. (Fazer este sinal BRANCO: Mão esquerda fechada, palma para baixo, apontando para a direita; mão direita aberta, palma para cima. Passar o dorso dos dedos direitos sobre o antebraço esquerdo, do cotovelo em direção ao pulso, duas vezes. Em seguida, mãos verticais abertas, palmas para frente, dedos indicadores e polegares unidos pelas pontas, mãos próximas. Afastá-las para os lados opostos.)

pontas, mãos próximas. Afastá-las para os lados opostos.) . 1 ++ * pálpebra (sinal usado em:
pontas, mãos próximas. Afastá-las para os lados opostos.) . 1 ++ * pálpebra (sinal usado em:

.1

++ *

pálpebra (sinal

usado

em: SP, se, RS) (inglês: eyelidf: s. f Membrana móvel localizada externamente ao olho e que serve como um protetor contra agentes estranhos. Ex.: A pálpebra da criança estava inchada por causa de uma picada de pernilongo. (Mão em 1.

Tocar a ponta do indicador na pálpebra.)

(Mão em 1. Tocar a ponta do indicador na pálpebra.) ~ V®~ palpitar 11) (pulsa" (sinal
(Mão em 1. Tocar a ponta do indicador na pálpebra.) ~ V®~ palpitar 11) (pulsa" (sinal

~

V®~

palpitar 11) (pulsa" (sinal usado em: SP, RJ, RS) (inglês: to beat

rapidly, to pulsate strongly, to pulse strongly), palpitação (inglês:

palpitation, rapid pulsation of the heart): Palpitar v. int. Ter palpitações, bater, pulsar. Ex.: Seu coração palpitava com o assalto. Ex.: Durante o assalto ela sentia seu coração palpitar. Palpitação: s. f Ato de palpitar. Refere-se ao movimento forte e descompassado de qualquer parte do corpo, especialmente do coração. Ex.: A palpitação

aumentava à medida que se aproximava de casa. (Mão em S, palma para baixo, tocando o lado esquerdo do peito.

Mover a mão ligeiramente para frente, com força, várias vezes.) Etimologia. Morfologia: Trata-se de sinal formado pelo

Emoção codificado pelo local de sinalização na região do peito e expressão facial correspondente ao

tipo de sentimento (com conotação triste, ou comiserativa, ou ansiosa, ou medrosa, ou brava, ou enjoada, ou nostálgica,

(ou com conotação agradável,

como nos sinais AMAR - PAIXÃo, GOSTAR, APRECIAR, ALivio e ADORAR), (ou com conotação de motivação positiva, como nos sinais

morfema Sentimento

como nos sinais SENTIMENTO

SENTIR, PALPITAR, ORGULHO, ÉTICA, CRIA, CONFESSAR e PROTEGER),

No sinal PALPITAR, a mão fechada,

com palma para baixo e tocando o lado esquerdo do peito, se move ligeiramente para frente com força, várias vezes, indicando o forte pulsar do coração. Trata-se de sinal bastante próximo da gestualidade corriqueira.

DESEJO SEXUAL, ORGULHO, TESAo, REPOUSAR, FESTEJAR, AMIGO, e ENCORAJAR. Iconicidade:

~~ ~v®~e;

palpitar (21 (pulsar) (sinal usado em: .R.J)

(inglês: to beat (heart), to pulse, to palpitate): Idem palpitar (lJ. Ex.: Meu coração palpita acelerado quando me aproximo de você. (Fazer este sinal BATER

palma

(o

coração):

Mão

direita em

S,

este sinal BATER palma (o coração): Mão direita em S, para baixo, diante do lado esquerdo
este sinal BATER palma (o coração): Mão direita em S, para baixo, diante do lado esquerdo

para baixo, diante do lado esquerdo do peito. Bater a lateral da mão direita na palma esquerda, duas vezes.)

a lateral da mão direita na palma esquerda, duas vezes.) palpite RJ, RS) (inglês: hunch, opmlon,
a lateral da mão direita na palma esquerda, duas vezes.) palpite RJ, RS) (inglês: hunch, opmlon,
a lateral da mão direita na palma esquerda, duas vezes.) palpite RJ, RS) (inglês: hunch, opmlon,

palpitea lateral da mão direita na palma esquerda, duas vezes.) RJ, RS) (inglês: hunch, opmlon, suggestion,

RJ, RS) (inglês: hunch, opmlon, suggestion, tip): s. m.

Conhecimento intuitivo; pressentimento, suspeita. Ex.: Seu palpite era de que haveria uma greve. (Fazer este sinal

oPJNIÃo: Mão horizontal aberta, palma para trás, polegar e indicador unidos pelas pontas, diante dos lábios. Mover a mão para frente, duas vezes.)

(sinal usado

em:

Novo Deit-Libras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngue da 1665 Língua de Sinais Brasileira (Libras)

Fernando C. Capomlla, Wallciria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio

p~-,

pamonha (sinal usado em: C&j (inglês: traditional Brazilian sweet dessert made of com and milk boiled wrapped in com husk and associated with winter festivais): s. f Papa de milho verde ralado, cozida envolta na palha do próprio milho ou em folhas verdes de bananeira; pode levar açúcar, leite ou manteiga. O nome "pamonha" é de origem 7Upi e significa "grudento". Ex.: Quente ou fria, doce ou salgada, a pamonha é sempre uma delícia. (Mão esquerda aberta, palma para cima; mão direita em A horizontal, dedo indicador destacado, palma para

a esquerda, polegar e indicador tocando a lateral da mão esquerda. Mover a mão direita para frente, pressionando a mão esquerda. Em seguida, mãos em C horizontal, palmas para baixo, tocando-se. Afastá-las para os lados opostos, fechando-as.)

pancada (11 (colisãol (CL) (sinal usado em: SP, RS) (inglês: blow, collisíon, shock, bang, fut, impact): s. f Choque provocado pelo embate entre dois corpos Ex.: Ela andava distraída e deu uma pancada na cabeça. (Fazer este sinal BATER (colidi". BATIDA: Mão esquerda vertical aberta, palma para a direita; mão direita em S horizontal, palma para trás, lado a lado. Bater a mão direita com força na palma esquerda.)

pancada (21 (colisãol (CL) (sinal usado em: sp. RJ, RS) (inglês: blow, collision, shock, bang, hit, impact): Idem pancada (lJ. Ex.: Levou uma pancada na pema porque não viu a caixa no chão. (Mão esquerda horizontal aberta, palma para a direita; mão direita vertical aberta, dedos para baixo, palma para a direita. Bater o dorso dos dedos direitos na palma esquerda.)

i!r.,A.1IJ­

pY

~

\

~~Q

pancada (31 (contusão, lesãol (sinal usado em: RJJ (inglês:

lesion, hurt, wound, injury): s. f Lesão produzida por objeto contundente, sem que haja rompimento da pele. Contusão.

Equímose. Pisadura. Ex.: Ela levou uma pancada no ombro. (Fazer este sinal LESÃo: Mão esquerda aberta, palma para baixo, dedos unidos e apontando para a direita, cotovelo levantado; mão direita horizontal aberta, palma para

a

esquerda, dedos unidos, mão acima do pulso esquerdo. Bater a lateral do dedo mínimo direito no pulso esquerdo

e

elevar a mão.)

~ V~~~

pancada (4) (socol (sinal usado

em: RJ, RS) (inglês: blow,

knock, hit, beating): s. f

Murro.

Soco. Bofetada.

Ex.: A

menina

ô

espevitada deu uma pancada no menino que a havia provocado.

(Mão esquerda horizontal aberta, palma para a direita; mão direita em S horizontal, palma para trás. Bater a mão direita na palma esquerda, duas vezes, com expressão facial negativa.)

1666

Novo Deít-Libras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilingue da Língua de Sinais Brasileira (Libras)

Fernando C. Capam/la, Walkiria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio

panda (sinal usado em: SP, RS) (inglês: panda): s.

m. Mamífero carnívoro aparentado do urso, que habita as regiões vizinhas do Himalaia, na China. Ex.: A espécie desse animal, conhecido como urso panda, está quase em extinção. (Fazer

este sinal URSO: Mão vertical fechada, palma para a esquerda, dedos polegar e indicador distendidos e curvados. Tocar as pontas dos dedos no lado direito da cabeça. Em seguida, mãos verticais fechadas, palma a palma, dedos indicadores e polegares curvados, tocando em frente a cada olho.) Etimologia. Morfologia: Trata-se de sinal formado por morfema metafórico molar que representa animais e suas

caracteristicas, como nos sinais TAMANDUA, MACACO, URSO, CANGURU, MORCEGO, MACACO MICO, CAMUNDONGO, CASTOR, ELEFANTE,

BALEIA, ZEBRA, e V1BORA. Iconicidade: No sinal PANDA, o sinalizador representa o formato arredondado e a dimensào pequena da orelha do urso, além das manchas escuras em forma de óculos em tomo dos olhos, que sào típicas do urso panda. Trata-se de sinal formado por duas partes. A primeira corresponde ao sinal URSO. Nele, com a mão fechada e os dedos polegar e indicador distendidos e curvados, o sinalizador toca as pontas dos dedos no lado superior da cabeça, representando o formato arredondado e pequeno da orelha do urso. Na segunda parte, o sinalizador mantêm as mãos como se fossem óculos diante dos olhos (mãos fechadas com dedos indicadores e polegares curvados), representando as manchas em tomo dos olhos, típicas do urso panda.

pandeiro (sinal usado em: SP, se, RS) (inglês: tambourine): s. m. Instrumento de percussão formado por uma pele e rodeado de guizos. É muito utilizado em músicas de origem africana, como o

samba. Ex.: Os tocadores de pandeiro animavam a escola de samba. (Mão esquerda aberta, palma para cima, dedos separados; mão direita aberta, palma para baixo, dedos separados, tocando a palma esquerda. Mover as mãos ligeiramente, para frente e para trás, balançando a mão direita.) Etimologia. Morfologia: Trata-se de sinal formado por morfema metafórico molar que representa concretamente caracteristicas conspícuas do comportamento humano em relação ao

manejo de instrumentos musicais, como nos sinais AGOGÓ, BATERIA, CORNETA, VIOLAO, FLAUTA, HARPA, VIOUNO, GAITA DE BOCA, TRlANGUW, PIANO, SANFONA, TAMBOR, GUITARRA, e CASTANHOLAS. IcoDlcidade: No sinal PANDEIRO a mão de apoio simula o pandeiro

(ou o ato de segurá-lo) enquanto os ombros se movem ao ritmo e a mão direita se move repetidamente em torno do eixo do pulso, batendo, ora o lado direito, ora o lado esquerdo, da palma sobre a mão esquerda, como se estivesse batendo no próprio instrumento.

pane

(sinal

usado em: RJ, R51 (inglês: failure ar breakdown of the motor of an airplane, automobile, motorcyde

no

de

automóvel, aVIa0, etc., que geralmente provoca um acidente ou uma parada obrigatória para

ar

boat):

s.

f.

do

Falha

motor

funcionamento

-11

~

,

conserto. Ex.: O avião sofreu uma pane e precisou retomar ao aeroporto. (Mão fechada, polegar distendido, palma para

frente, diante do ombro. Mover a mão para baixo, apontando o polegar para baixo.)

panela (1) (sinal usado em:

SP, RJ, se, RS) (inglês:

pan, pat): s. f. Recipiente feito de barro ou metal usado para o cozimento de alimentos. Ex.: Tire a carne da panela e coloque-a em

uma tigela. (Mão esquerda em C horizontal, palma para a direita; mão direita em A, palma para baixo, acima da mão esquerda. Mover a mão direita em circulas horizontais para a direita (sentido horário).)

p ~-,

p ~ - , Novo Deit-Libras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngue da 1667 Língua de Sinais Brasileira

Novo Deit-Libras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngue da 1667 Língua de Sinais Brasileira (Libras)

Fernando C. Capovilla, Walkiria D.

Raplw.el, e Aline C. L. Mauricio

Capovilla, Walkiria D. Raplw.el , e Aline C. L. Mauricio ~ • ~ ()~ , -e­

~

~

()~

,

-e­

D. Raplw.el , e Aline C. L. Mauricio ~ • ~ ()~ , -e­ panela 121

panela 121 (sinal usado em: PR, RS) (inglês: pan, pot): Idem panela (1). Ex.: Faça o arroz na

panela grande. (Fazer este sinal PANELA: Mão esquerda em C horizontal, palma para a direita; mão direita em A, palma para baixo, acima da mão esquerda. Mover a mão direita em circulos horizontais para a direita (sentido horário). Em seguida, fazer este sinal FOGO: Mãos verticais abertas, palmas para trás, inclinadas para cima, dedos separados e ligeiramente curvados. Oscilar os dedos. Opcionalmente, com a boca aberta, bater a lingua nos lábios.)

pano (li (sinal usado em: SP,

RS) (inglês: cloth): s. m. Tecido confeccionado a partir de fibras vegetais como algodão ou linho, ou de origem animal como lã. Ex.: Vou ao centro da cidode comprar pano para minha fantasia. (Mãos

horizontais abertas, palmas para trás, com a ponta do indicador e polegar segurar um pedaço de roupa, a cada lado do peito, e balançar as mãos.)

de roupa, a cada lado do peito, e balançar as mãos.) - ~ Q '® pano
de roupa, a cada lado do peito, e balançar as mãos.) - ~ Q '® pano

-

de roupa, a cada lado do peito, e balançar as mãos.) - ~ Q '® pano

~ Q

pano

(21

(sinal

usado em: SP, RS) (inglês: cloth): Idem pano (1). Ex.: Use um pano macio e

limpo para passar nos móveis. (Mão horizontal fechada, palma para trás, dedos indicador e polegar distendidos, segurando um pedaço do tecido da blusa ou camisa. Mover a mão ligeiramente para frente.)

da blusa ou camisa. Mover a mão ligeiramente para frente.) pano de prato (sinal usado em:
da blusa ou camisa. Mover a mão ligeiramente para frente.) pano de prato (sinal usado em:
da blusa ou camisa. Mover a mão ligeiramente para frente.) pano de prato (sinal usado em:
da blusa ou camisa. Mover a mão ligeiramente para frente.) pano de prato (sinal usado em:
da blusa ou camisa. Mover a mão ligeiramente para frente.) pano de prato (sinal usado em:

pano de prato (sinal usado em: SP, JIIS, 1IIG, RJJ (inglês: torch-on,

plate cloth, kitchen cloth): s. m. Qualquer pedoço de tecido com ou sem acabamento, usado especialmente para enxugar a louça lavada. Ex.: Pegue um pano de prato limpo e enxugue a louça, por favor. (Fazer este sinal PANO: Mão horizontal

fechada, palma para trás, dedos indicador e polegar distendidos, segurando um pedaço do tecido da blusa ou camisa. Mover a mão ligeiramente para frente. Em seguida, mão esquerda aberta, palma para cima; mão direita aberta, palma para baixo. Mover a mão direita em circulos horizontais para a direita (sentido horário), sobre a palma esquerda.)

para a direita (sentido horário), sobre a palma esquerda.) panqueca (sinal usado em: SP, RJ, RS)
para a direita (sentido horário), sobre a palma esquerda.) panqueca (sinal usado em: SP, RJ, RS)
para a direita (sentido horário), sobre a palma esquerda.) panqueca (sinal usado em: SP, RJ, RS)

panqueca (sinal usado em: SP, RJ, RS) (inglês: pancake): s. f

(sinal usado em: SP, RJ, RS) (inglês: pancake): s. f Prato composto de uma massa fina

Prato composto de uma

massa fina que ê frita ou assada, recheada com diversos tipos de recheios como carne moído, frango desfiado ou palmito, e depois enrolado. Normalmente coberta com molho e queijo ralado. Ex.: No almoço foram servidas panquecas de carne e

de palmito. (Fazer este sinal COMER, COMIDA: Mão vertical aberta, palma para trás, diante da boca. Flexionar os dedos duas vezes. E então, mãos em 1 horizontal, palmas para trás, mão direita ligeiramente acima da esquerda. Movê-las para frente alternadamente, em pequenos circulos verticais para frente (sentido horário).)

1668

p~-,

1668 p ~ - , NolJO Deit-Libras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngue da Língua de Sinais Brasileira
1668 p ~ - , NolJO Deit-Libras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngue da Língua de Sinais Brasileira

NolJO Deit-Libras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngue da Língua de Sinais Brasileira (Libras)

Fernando C. Capovilla, Walkiría D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio

Walkiría D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio loaf): s. m. Alimentofeito basicamente de farinha de
Walkiría D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio loaf): s. m. Alimentofeito basicamente de farinha de

loaf): s. m. Alimentofeito basicamente de

farinha de trigo, ooos, leite ou água, sal e fermento, sendo esses ingredientes misturados compondo uma massa que é batida e, assim que cresce pela ação do fermento, assada em fomo. Ex.: Aqueça o pão, levando-o ao fomo antes de servi­

lo. (Mãos em A horizontal, palma a palma, tocando-se pelos nós dos dedos. Separar as mãos, virando as palmas para trás.)

!ii)

pão 11' (sinal usado em: SP, MG, PR, CE, sq (inglês: bread,

~

(sinal usado em: SP, MG, PR, CE, sq (inglês: bread, ~ pão (2) (sinal usado em:
(sinal usado em: SP, MG, PR, CE, sq (inglês: bread, ~ pão (2) (sinal usado em:
(sinal usado em: SP, MG, PR, CE, sq (inglês: bread, ~ pão (2) (sinal usado em:

pão (2) (sinal usado em: SP, MS, MG, PR, RJ, BA, C.Ej (inglês: bread, loaf): Idem pão (lJ. Ex.: A empresa fornece cafê com leite, e pão com manteiga todas as manhãs aos seus fUncionários. (Mão em A, palma para

frente, polegar tocando o canto direito da boca. Girar a palma para trás.)

o canto direito da boca. Girar a palma para trás.) pão doce (sinal usado em: ~
o canto direito da boca. Girar a palma para trás.) pão doce (sinal usado em: ~
o canto direito da boca. Girar a palma para trás.) pão doce (sinal usado em: ~
o canto direito da boca. Girar a palma para trás.) pão doce (sinal usado em: ~
o canto direito da boca. Girar a palma para trás.) pão doce (sinal usado em: ~

pão doce (sinal usado em: ~ (inglês: sugar loaf): s. m. Alimento feito basicamente de farinha de trigo, ovos, leite ou água, sal, fermento e acrescido de açúcar sendo esses ingredientes misturados compondo uma massa que é batida e, assim que cresce pela ação do fermento, assada em fomo. Ex.: O pão doce tinha recheio de

creme e estava delicioso. (Fazer este sinal PÃO: Máos em A horizontal, palma a palma, tocando-se pelos nós dos dedos. Separar as mãos, virando as palmas para trás. Em seguida, fazer este sinal DOCE: Mão em U, palma para trás, diante dos lábios. Mover a mão diagonalmente para cima e para baixo.)

lábios. Mover a mão diagonalmente para cima e para baixo.) pão-duro (gíria) (sinal usado em: SP,
lábios. Mover a mão diagonalmente para cima e para baixo.) pão-duro (gíria) (sinal usado em: SP,
lábios. Mover a mão diagonalmente para cima e para baixo.) pão-duro (gíria) (sinal usado em: SP,
lábios. Mover a mão diagonalmente para cima e para baixo.) pão-duro (gíria) (sinal usado em: SP,

pão-duro

(gíria) (sinal usado em: SP, RJ, RS) (inglês:

miser, stingy, shabby, avaricious, hard-jisted, niggardly, sordid, churlish, parsimonious, sting, niggard, skinflint (slang)): adj. m. Gíria usada para caracterizar um individuo sordidamente apegado ao dinheiro. Sovina, avarento. Ex.: Ele era tão pão-duro que não ia ao cinema distrair-se. (Fazer este sinal AVARENTO, AVAREZA: Mão em S,

palma para trás, mover a mão para frente, com expressão facial contraída.)

mover a mão para frente, com expressão facial contraída.) !ii)~~ ®f) ~~~~®~@ ~ em: SP, de

!ii)~~

®f) ~~~~®~@ ~

em:

SP,

de

RS)

s.

m.

trigo

(inglês:

Lâmina

sem

holy

pão eucarístico (h6stia) (sinal usado

bread,

Eucharist):

massa

sacerdote consagra e oferece a Deus na ocasião da missa. Hóstia. No catolicismo, rodela pequena e fina de pão ázimo (isto é, sem fermento), que é o sacerdote consagra e oferece a Deus durante a missa, e a entrega aos fiéis como corpo de Cristo durante a comunhão. Ex.: Sempre que vou à missa, participo da comunhão tomando o pão eucarístico. (Fazer

este sinal HÓSTIA, que é este sinal COMVNOAR, cOMVNHÃo: Mão horizontal fechada, palma para trás, dedos indicador e polegar unidos pelas pontas. Mover a mão em direção á boca, e tocar as pontas dos dedos na ponta da língua.)

circular

que

de

o

fermento

p~-,

NolJO Deít-Libras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngue da 1669 Língua de Sinais Brasileira (Libras)

Fernando C Capamlla, Walkíria D. Raphael, e Aline C. L.

Mauricio

Papa (sinal usado em: SP, RJ, a, PR,

RS) (inglês: Pape): s. m. Chefe da Igreja Católica Apostólica Romana, considerado pelos católicos como sucessor de São Pedro. Supremo Pontífice, que recebe tratamento de Vossa Santidade. Ex.: O papa vive no

Vaticano, um pequeno Estado independente, em Roma. (Mãos verticais abertas, palma a palma, a cada lado da cabeça. Movê-las para cima e unir as pontas dos dedos, acima da cabeça.) Etimologia Morfologia.: Trata-se de sinal formado por morfema metafórico molar que representa concretamente caracteristicas conspícuas do comportamento humano em relação ao manejo de vestimentas e adereços ou objetos pessoais, como nos sinais AVENTAL, BONÉ, CALÇA, CHAPÉU, COLAR, COROA,

~~~ e?~~~ll:

papagaio

em:

SP,

111 (ave)

RJ,

a,

(sinal

MS,

MG,

usado

PR)

~~

~

GRAVATA, TERNO, TIARA,

ZIPER, SAIA, SUTIÃ, RELóGIO DE PULSO, ÓCUWS,

ROUPA, SHORT, VESTIR-SE, VESTIDO, PENDURAR, e SUNGA.

Iconicidade: No sinal PAPA, as mãos verticais abertas, palma a palma, a cada lado da cabeça, são movidas para cima até que

as pontas dos dedos se unam acima da cabeça, como a representar a mitra usada pelo Papa.

(inglês: parrot): s. m. Ave brasileira

bico

que

é

constituída

de

pronunciado e língua carnuda.

Possui dois dedos

voltados para

I'

~OJ

""i

frente e dois voltados para trás. É da mesma famaia das araras e dos periquitos. Ex.: O papagaio cantava uma música sempre que a criança se

aproximava. (Mão em X, dorso do pulso tocando a ponta do nariz, balançar a mão para baixo, duas vezes.)

papagaio (21 (pipa. quadradol (sinal usado em: SP, sq (inglês: paper kite, kite):

s. m. Brinquedo de crianças que consiste numa armação leve feita de varetas de madeira vergada com linha e forrada com papel. Destina-se a ser mantido no ar, contra o vento, por meio de uma linha comprida que é solta de uma carretilha, à medida que ele sobe contra o vento. Ex.: Empine o papagaio longe dos fios de alta tensão. (Fazer este sinal PIPA

(papagaio, quadrado!: Mão em A, palma para a esquerda, indicador destacado na altura da cabeça. Movê-la para baixo, com movimento ziguezague, duas vezes.)

*

.t

~~~~~

papagaio (31 (pipa. quadradol

usado em: RJ) (inglês: paper kite, kite):

Idem papagaio (2). Ex.: Pai e filho

empinaram papagaios no parque.

este sinal PIPA (papagaio, quadradol:

Mão esquerda em 1, palma para a direita; mão direita em V horizontal, palma para trás, atrás da mão esquerda. Bater o dorso dos dedos direitos na lateral do dedo indicador esquerdo, duas vezes.)

G

(sinal

(Fazer

7D

Papai Noel (sinal usado em: SP, PR, RS)

(inglês:

Santa

Claus):

s.

m.

Personagem que,

segundo

a

II

v

tradição europeia, é inspirado em São Nicolau e representado por um senhor idoso de barbas brancas, vestindo um traje de inverno vermelho e que, nas noites de Natal, traz presentes às crianças. Ex.: As crianças penduraram meias na janela para esperar pelos presentes

do Papai Noel. (Mão em C, palma para cima, dedos apontando para a esquerda, sob o queixo. Baixar a mão atê a altura do peito.)

1670

p~-,

monstro,

em:

~

papão

cuca!

(bicho-papão,

usado

(sinal

monster, abnormal and horrible

(inglês:

Novo Deít-Libras: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngue da Língua de Sinais Brasileira (Libras)

Fernando C. Capovilla, Walkiria D. Raphael, e Aline C. L. Mauricio

being, freak): s. m. Ser descomunal, disforme, horrendo, pavoroso, feio, bizarro, fantástico e ameaçador que pode possuir diversas formas, e cujas origens remontam à mitologia, além de povoar lendas e estórias infantis da literatura universal. Ser imaginário usado para assustar as crianças em estórias assombradas. Bicho-papão. Monstro. Ogro. Cuca. Ex.: O papão mais famoso do cinema é o agro Shrek, que tem lá seu charme, sendo mais mal-humorado do que propriamente assustador. Ex.: No filme Monstros S.A. o papão Sullivan parece terrivelmente assustador mas no fundo é bonzinho e simpático. (Fazer este sinal MONSTRO:

Mãos verticais abertas, palma a palma, dedos separados e curvados, diante dos ombros. Movê-las para frente e para cima, levantando os ombros e com expressão de terror, mostrando os dentes.)

:::&
m~~.~~-

~-ê;~

a\\ í

papar (comer) (sinal usado em: SP, SC, RS) (inglês: to eat): v. t. d.) v. int. Forma de dizer que está na hora da alimentação da criança. Ingerir alimento; comer. Ex.: A menina papou toda a comida. Ex.: A mamáe e as crianças fizeram uma oração antes de papar. (Fazer este sinal COMER: Mão vertical aberta, palma para trás, diante da boca. Flexionar os dedos duas vezes.)

.~

papear (1) (usando fala) (sinal usado em: SP, RS) (inglês: to chatter, to jabber, to tittle­ tattle (using speech)): v. int. Parolar. Bater papo. Tagarelar. Conversar informalmente com alguém, por algum tempo, de modo casual e amigável, sem qualquer compromisso. Ex.: Elas ficaram papeando por muito tempo. v. t. i. Conversar com Ex.: O comerciante gostava de papear com seus fregueses. (Tocar duas vezes a palma dos dedos direitos no lado esquerdo do pescoço. Em seguida, fazer este sinal CONVERSAR, CONVERSA: Mão esquerda fechada, palma para baixo; mão direita aberta, palma para baixo, dedos tocando o dorso da mão esquerda. Mover a mão direita em círculos horizontais para a direita (sentido horário).)

papear (2) (usando slnaisj (sinal usado em: SP, RS) (inglês: to chatter, to jabber, to tittle­ tattle (using signs)): Idem papear (l), usando a língua de sinais. Ex.: Os surdos papeavam alegres na praça de alimentação. Ex.: O papo dos amigos já durava horas. (Tocar duas vezes a palma dos dedos direitos no lado esquerdo do pescoço. Em seguida, fazer este sinal CONVERSAR, CONVERSA: Mãos verticais fechadas, palma a palma, dedos indicadores, mêdios e polegares distendidos. Balançar as mãos pelos pulsos para baixo e para cima, alternadamente.)

papeira (caxumba)