Você está na página 1de 12

1

nhada. Pois o sol daquele dia mais parecia uma for-


Cap. 01 - Diablo one – A cidade de nalha a castigar suas costas. Enfim haveria paz
para sua alma repousar com o cair da noite.
tristram “Já próximo de alguma sinal de civilização
ele observava os corpos dos ladrões pendurados
Está primeira sessão apresenta a cidade de Tristram aos joga- pelos pescoços em meio aos galhos retorcidos de
dores. Ela é focada no roleplaying para familiarizar os jogadores uma arvore seca. Não estaria longe da cidade. Dis-
a cidade. A qual vai servir de ponto de apoio durante toda a aven- traidamente ele observou o corvo se alimentando
tura. dos olhos de um dos pobres condenados.
“Na calada da noite ele encontrou repouso na
crepitante fogueira. Havia algumas poucas pessoas
Background reunidas ali por pura sorte do acaso. Quem seriam
aquelas entranhas figuras?”
Em livros empoeirados esta escrito que a ci-
Esse é o momento dos personagens se apre-
dade de Tristram foi fundada por Jared Cain,
sentarem ao narrador. Após isso eles chegam a de-
quando este liderava a Irmandade dos Horadrim na
cadente cidade de Tristram.
campanha contra O Sombrio. A princípio eles se
estabeleceram nas montanhas onde construíram o A.2 – Uma cidade decadente
monastério, posteriormente construíram a Catedral
e a cidade. No decorrer dos anos essa região se de- A cidade é feita por diversas casas simples e
senvolveu em torno de uma pequena comunidade muitos barracos de madeira. É uma cidade simples
agrícola, que encontrou meios de explorar as terras e fedorenta. Como não há qualquer saneamento
férteis do vale. Formando uma pequena nobreza de nas ruas é possível encontra trouxinhas de fezes e
donos de terra. Décadas mais tarde a Irmandade pequenos córregos de esgoto.
dos Horadrim foi desvanecendo, seus ensinamen- As principais vielas da cidade são cercadas
tos esquecidos e suas construções viraram ruinas. de casas de madeira velha e desbotada. Não há cor
Os senhores locais ficaram mais gordos e capri- na cidade e até a face de seus habitantes parece
chosos. Sem um governante forte, a região de cinza.
Khanduras foi rapidamente subjugada pelo rei Le-
oric que a anexou aos seus domínios e transferiu a Praça do mercado
capital de seu reino para Tristram. Atualmente, o No centro da cidade há um espaço aberto
rei vive isolado no alto dos seus domínios em uma onde se localiza uma fonte de água, esculpida em
das mais imponentes fortalezas Horadirm, O mo- meio a pedra cinzenta. É dessa fonte que vem todo
nastério. o suprimento de água da cidade. Esse local é cha-
mado de Praça do mercado, por ser o principal
A chegada a Tristram ponto comercial. Que tipos de pessoas os jogado-
res podem encontrar andando por esse lugar?
A.1 - Narração de abertura (opcional):
“O crepúsculo derrama no céu um laranja Taverna Sol Nascente
sangue que estende as sombras das arvores sobre a
estrada, as quais silenciam o dia que finda. Sob o A taverna mais parece um chiqueiro pela
crepúsculo repousa uma espada fincada no cume quantidade de homens e porcos dividindo o
de uma colina. Atraído por ela o solitário viajante mesmo espaço. Os homens bebem o que tiver, os
se dirige a colina, toca a espada, senti espasmos em porcos comem o que sobrar. Em meio a tudo isso
seus músculos, tem visões de uma morte horripi- está Guillian, uma perola de rara beleza em meio
lante, certamente a que afligiu o antigo dono da ao lixo. Porém até mesmo a feição dela parece aba-
arma. Quem poderia sê-lo? tida desde que começou a ser atormenta por terrí-
“Da colina ele vê uma pequena cidade no ho- veis pesadelos. Que segredos esses pesadelos es-
rizonte. Novamente ele retoma a penosa cami- condem? O dono da taverna se chama Ogden, ele

Produced by Lucas R. Correia


Produto sem fins comerciais. Feito de fã para fãs
Contato: lucasribeiro-up@hotmail.com
2

sabe de muitas histórias e conheceu inúmeros via- ele acredita que o que viu na catedral está trancado
jantes, sempre os atende bem, mas seus olhos sem- e selado naqueles portões malditos. O que ele dirá
pre se deviam para o que eles trazem no bolso. O ao ver novos visitantes a sua cidade?
que chamou a atenção de Ogden sobre os novos
aventureiros que chegaram a cidade. Arredores da cidade.
Tristam é cercada por florestas que escon-
Griswold, armas de qualidade dem ameaças aos viajantes incautos. Entre elas há
É o único ferreiro da região, ele tem uma pe- os lobos, ursos e os acampamentos dos caprinos
quena forja em frete a Praça do mercado. Lá são (homens-fera). Dois rios cortam os arredores da ci-
vendidos itens em metal como peças de arado, fa- dade, decida em conjunto com os jogadores o
cas domesticas e ferraduras. Dizem os boatos que nome desses rios. Também na parte externa a cia-
dade se encontra a Antiga Catedral Horadrim e o
seu dono Griswold é um ferreiro excepcional, mas
cemitério da cidade. Nos arredores da cidade tam-
por algum motivo não gosta de forjar armas. O que bém se encontram algumas fazendas de campone-
ele esconde em seu passado? ses e alguns fidalgos, além de um aqueduto subter-
râneo que leva água a fonte a Tristram.
Farnham, o mendigo.
Aparentemente Farnham não tem casa, mas Coadjuvantes e suas funções.
está por aí. Escondido em barris, atrás de matos.
Ele parece um lunático, sabe sobre tudo, já ouviu Griswold, o ferreiro.
e viu muita coisa. Farnham também é um curioso Ádria, a bruxa e vendedora de poções.
e adorará saber de onde os personagens veem. En- Derckard Cain, o último dos Horadrim.
tretanto, para quem ele venderá esse tipo de infor- Farnham, o bêbado.
mação? Guillian, a atendente da taverna.
Lester, o fazendeiro.
Wirt, Perna de madeira Ogden, o falastrão e dono da taverna local.
Pepin, o curandeiro local.
Wirt está zanzando por aí, alguns dias está Tulius Belford, o xerife local.
no mercado, noutros na taverna Sol Nascente. Ele A pequena Celia, criança com boneca de pano.
esconde um amor secreto por Guillian, mas não se Wirt Perna de madeira, O negociante de arti-
considera homem realmente para ela. Wirt tem gos duvidosos.
uma profissão admirável, ele trocar itens de valor
duvidoso. Os itens que carrega podem até parecer
mágicos, mas tenha cuidado. Você nunca sabe o Mapas
que pode comprar com o Wirt. Mas também será
tentador ouvir suas propostas. Qual a próxima
grande jogada que Wirt está planejando?

Forte da Milícia
Aqui reside o xerife Tulius Belford chefe da
milícia urbana e rural. Ele zela pela ordem da ci-
dade de Tristram. Ele é um homem corrupto que
sempre busca tirar vantagem em tudo o que faz.
Mas ultimamente está abatido, nunca na vida ele
havia testemunhado o que viu ao seguir a comitiva
do Arcebispo Lazarus. Tulius jurou nunca mais fa-
lar nisso, nunca mais pensar nisso e assim entre-
gou-se a uma bebedeira sem controle. Ainda agora
Produced by Lucas R. Correia
Produto sem fins comerciais. Feito de fã para fãs
Contato: lucasribeiro-up@hotmail.com
3

Construindo a cidade de Tris- 16 Taverna do Unicórnio (Bordel elite)


17 Banqueiro
tram 18 Mercado de pulgas (Wirt e contrabandis-
No jogo original a cidade de Tristram é tas)
uma vila bem pequena. O que não é muito útil em 19 Casa do Coveiro
termos de campanha. Já que seus personagens te- 20 Casa da Cura de Pepin
rão de passar várias vezes pela cidade e precisa-
rão interagir com uma gama maior de persona- 1 Localidade
gens. Por isso, vamos ampliar a cidade Tristram e D6
acrescentar novos elementos a ela. Veja abaixo: 1 Terreno vazio (Largo)/Monu-
1. Pegue duas folhas de papel, lápis, caneta, mento/Praça
um conjunto de dados. 2 Casa simples.
2. Junte as duas folhas de papel e em seu 3 Casa Sobrado
centro construa um pequeno circulo que 4 Aglomerado de pequenos barracos
servira para indicar a fonte da cidade que 5 Aglomerado de pequenos barracos
é o local de onde vem toda a água que 6 Aglomerado de pequenos barracos
abastece as residências. Ao redor do poço
deixe uma área aberta conde se localizara Obs1: Se tiver oportunidade construa a ci-
a feira medieval e as principais persona- dade com seus jogadores. Caso caia um número
gens da cidade. repetido ao lançar o 1D20, faça a próxima escolha
dentro dos parênteses, caso já tenha pegado todas
3. Cubra essa parte do papel com um copo.
as opções dessa escolha, pegue o número menor
E lançe 1d20 e vários d6. Após os lança- da tabela até acabar todos os números.
mentos dos dados contorne a área que Obs2: Uma dica interessante é pedir para
caiu os dados e anote as seguintes locali- os jogadores escolherem par/impar a fim de des-
zações de acordo com a tabela abaixo (se cobrir onde eles estão hospedados. Se o dado cair
necessário, faça espaços entre os dados de acordo com as escolha deles, eles rolam o
para indicar a existências de ruas): 1D20, Caso contrário rolarem o 1D6
4. Se o mapa sair muito irregular não se pre-
ocupe, cidades medievais nascidas de pe-
quenos burgos não eram conhecidas pelo
1D20 Localidade
planejamento urbanístico. Determine ao
1 Homem de ofícios (pedreiro, adestrador de
menos quatro entradas principais na ci-
animais domésticos)
dade. E peça para um jogador escolher par
2 Artesão (sapateiro, escultor em madeira,
ourives) ou ímpar, depois role um d6. Se cair um
3 Escrivão local valor de acordo com a escolha do jogador
4 Vendedor de cavalos a cidade terá muros madeira cercando a
5 Serralheria mesma.
6 Padeiro 5. Por fim, cole a duas folhas e em seu verso
7 Oficina do Ferreiro Griswold desenhe a região de Tristram e os rios que
8 Nova catedral Zakarum a cercam.
9 Casa do fazendeiro Lester
10 Casa do administrador local
11 Casa de Ádria
12 Casa da Mílicia (Xerife Tulius Belford)
13 Oficina do Mestre cervejeiro
14 Taverna Sol-Nascente (Guillian e Ogden)
15 Taverna Caldeirão borbulhante (Bordel po-
bre).
Produced by Lucas R. Correia
Produto sem fins comerciais. Feito de fã para fãs
Contato: lucasribeiro-up@hotmail.com
4

Cap. 02 - Diablo one – A câmara do tram para marcharem ao resgate do príncipe. En-
tretanto os poucos que retornaram trouxeram outra
Açogueiro mensagem.
Agora que está familiarizado com a cidade de Tristram é che-
gada a hora de viver sua primeira aventura, ou sair vivo dela. Fato introdutório
Tabela de eventos A.1 – O cidadão ferido
Missão principal
 Receber a missão de Kael Rills. Em algum ponto da cidade a escolha do mes-
 Adentrar a antiga Catedral. tre os jogadores vão se deparar com homens que
 Localizar a Câmara do açougueiro. possuem feridas horríveis de combate deitados em
 Matar o Açougueiro.
Missão Secundária macas. Todos com feridas de cortes profundos e
 Descobrir a fonte da contaminação da água. sem alguns dos membros. Um deles, o último vivo,
 Purificar as águas de Tristram. vai ver os jogadores a alucinar que eles são heróis.
Objetivo: Receber informações da existên-
Background cia do Açougueiro e sobre a traição de Lazarus.
O rei Leoric se consolidara como soberano Kael Rills, o Cidadão ferido vai reportar aos
do território de Khanduras e há pouco tempo deci- jogadores:
diu habitar na região. Ninguém sabe o real motivo “Por favor, ouça-me. O arcebispo Laza-
que o trouxe a uma região tão decadente quanto rus... Ele iria levar-nos para resgatar o prín-
esta. Leoric tem dois filhos, Aidan e Albrecht. Este cipe perdido. Mas o bastardo guiou-nos
primeiro desapareceu no deserto em uma desven- para uma armadilha! Agora estão todos
turada cruzada pela fé. Assim, Albrecht se tornou mortos... Imploro-te que mate o demônio
conhecido como o Açougueiro. Vingue-
o último herdeiro legítimo do trono. Então, Leoric
nos! Para que enfim as almas de meus
passou a viver isolado em seu "palácio". O que fo- companheiro possam repousar em paz”.
mentou os rumores de que enlouquecerá. Ele vai informar que ao fugirem eles tranca-
Repentinamente, o príncipe herdeiro foi se-
ram a catedral com medo de que o Açougueiro os
questrado, ninguém sabe ao certo o responsável
pudesse seguir. Caso retornem ele vai estar deli-
por esse crime. Mas sabemos que este fato levou
Leoric sair pela primeira vez em muito tempo de rando:
“Por favor...! Eu escapei dele... O Açou-
seu isolamento. Acompanhado por sua guarda real,
gueiro…! Ele matou… Meus amigos…
o rei foi ao resgate de seu único filho vivo. Ao lado todos mortos! Eu imploro-te que o mate...
dele seguia o Arcebispo Lazarus, braço direito do em nome dos deuses... Vingue-os!
rei, orientando os cavaleiros e soldados em uma Dica: Para acessar a rede de esgotos que se
missão desesperada. Já se passaram muitas meses estende por debaixo da Catedral é preciso recupe-
sem notícias do rei. O reino está a beira de um co-
rar a chave do local que está atualmente em posse
lapso com o trono vazio, há rumores por todos os
do xerife da cidade. Também é possível abrir o ca-
lados de agentes do Kehjistão ou de uma conspira-
ção organizada pelos burgomestres de Kahnduras. deado com uma Gazua, o mestre vai impor uma
A cidade de Tristram vivia tempos de sombrios quantidade de benes ao teste de acordo com a difi-
como nenhum outro até há poucos dias quando o culdade da fechadura.
Arcebispo Lazarus reapareceu. Cansado, ele afir-
mara ter encontrado o paradeiro do príncipe Al- B.1 - A água envenenada.
brecht. Ele disse que espiões do Kehjistão o man- Ao passarem pela praça da cidade, os joga-
tinham em cativeiro na antiga catedral. Levan- dores podem beber água ou ver alguém indo bus-
tando os ânimos da população com a promessa de car água. Rapidamente aparece Pepin, o curan-
um novo tempo quando o príncipe assumisse o pa- deiro para impedi-lo. Alertando sobre o pro-
lácio, Lazarus reuniu os últimos valentes de Tris- blema.
Objetivo: Engajar os jogadores em uma
missão para ganhar renome na cidade.

Produced by Lucas R. Correia


Produto sem fins comerciais. Feito de fã para fãs
Contato: lucasribeiro-up@hotmail.com
5

Caso Pepin conheça algum dos Personagens ninguém mais entrasse. Apesar das notícias, Bel-
dos jogadores ele dirá: ford não acredita que Lazarus seja um traidor e até
"Estou feliz por ter encontrado você em teme pela vida do arcebispo ou pelos favores que
tempo! Nossos poços de água tornaram-se
salobra e e algumas pessoas da cidade fi- poderia ganhar do sacerdote se este estiver vivo.
caram doentes só de beber. Nossas reser-
vas de água doce estão rapidamente se- B.2 - O reservatório de água da Catedral.
cando. Creio que há uma passagem nas
Qualquer local a preferência do narrador,
proximidades da catedral que leva às fon-
tes que servem a nossa cidade. Encontre o apenas auxilie os jogadores a acharem ao local.
que causou esta calamidade, ou todos nós Eles vão encontra um muro de pedra rompido por
certamente morreremos" uma grande força. Em seu interior se encontra uma
Pepin guiará os jogadores até sua casa para caverna.
mostrar um mapa da cidade, ele mapeou alguns Objetivo: Purificar as águas que alimentam
dos tuneis que os antigos Horadrim fizeram na ci- a fonte de Tristram.
dade e acredita conhecer a nascente do rio subter- Ao chegarem no reservatório de água os jo-
râneo que alimenta a cidade de Tristram. Ele passa gadores encontram um Warg chamado Rammaq
esse mapa aos jogadores. que se banha no reservatório do aqueduto para lim-
Dica: Caso os jogadores não consigam resol- par as diversas pústulas que cobrem seu corpo. As
ver o problema da fonte as pessoas começaram a orbitas de seus olhos estão vermelhas de tão acen-
aparecer doentes. E os personagens sofreram Pri- tuadas que estão suas artérias. Ele proclama no di-
vação de água. aleto sombrio.
“Saiam! Por que não sai logo!? Que
Desenvolvimento tipo de maldição é esta! Me purifiquem
águas nascentes, me purifiquem! Ahhh-
A.2 - O temor de T. Belford hhh!”
Da praça do mercado basta descer pela rua A partir do momento que ele se sente amea-
principal para dar de frente com a casa da milícia. çado ele vai emitir um rugido para convocar um
O mestre também pode fazer os jogadores encon- pequeno grupo de formorianos portando lanças e
trarem Tulius Belford por acaso. escudos de madeira. Rammaq ficou amaldiçoado
Objetivo: Recuperar a chave da Catedral e depois de se alimentar da carne que escorria dos
obter mais informações. túneis que passavam por debaixo da catedral em
A pequena construção de pedra em ruinas direção ao pântano.
que foi reparada com palha e madeira de lei. Em
A.3 - A antiga Catedral.
seu interior há comodos bem escuros e úmidos gra-
deados nos quais são guardados os prisioneiros. É Seguindo por uma antiga estrada de pedras,
nesse local pouco convidativo que trabalha Tulius talvez a melhor estrada que os personagens encon-
Belford, o xerife local. Há poucos dias ele enviou traram até agora. Eles chegam a antiga catedral de
seus melhores homens com a guarnição do Arce- Tristram.
bispo Lazarus com o intuito de ganhar alguma gra- Objetivo: Descobrir um modo de adentrar
tificação do sacerdote. Mas o que recebeu dos pou- no local.
cos homens que retornaram daquele empreita o A antiga catedral de Tristram está com seus
perturbou profundamente. Seus homens consegui- grosso portões de madeira trancadas por um pe-
ram escapar quase por milagre do que eles mesmo sado cadeado de ferro. No cadeado há o símbolo
descreveram como "um massacre". Uma única cri- da milícia de Tristram. Alguns corvos se aglome-
atura foi suficiente para exterminar uma guarnição ram nas arvores em torno dos jogadores gralhando
de quase cem homens. Os poucos que conseguiram uma risada de escarnio para eles.
escapar selaram os portões da Catedral para que Ao abrirem o portão uma horda de cadáveres
caminhantes vão sair da catedral, esse evento não

Produced by Lucas R. Correia


Produto sem fins comerciais. Feito de fã para fãs
Contato: lucasribeiro-up@hotmail.com
6

desencadeia um combate, mas essencialmente “Ah... Carne fresca!”


passa a sensação que os corpos dos soldados que Dica: Caso os jogadores falhem na batalha,
morreram naquele lugar ainda desejam fugir da- restaure a saúde deles em 2x sua taxa de recupera-
quele terreno maldito. ção, conserve a saúde do Açougueiro. E diga a eles
que estão pendurados no ar por uma corrente com
A.4 - Os esgotos da catedral. um gancho de aço, enquanto o açougueiro trabalha
Após os jogadores encontrarem uma passa- a carne de outra vítima ainda viva. Eles devem
gem que conecta aos esgotos da antiga Catedral: achar uma solução para sobreviver.
essa passagem pode ser uma escada em espiral, Caso os jogadores falhem um novo grupo
uma passagem secreta ou até um buraco. poderá enfrenta-lo novamente. Mas estes encon-
Objetivo: Localizar a Câmara onde se es- traram a Câmara vazia e vão compreender que ao
conde o Açougueiro. abrir as portas da Catedral também libertaram uma
Há um intrincado labirinto de túneis nos es- terrível criatura. Onde estará o açougueiro? E
gotos da catedral. O que deixa claro que os esgotos quais são seus planos? Por outro lado se vencerem
foram construídos com alguma funcionalidade a vão ganhar o item: Cutelo do Açougueiro (But-
mais do que escorre água e dejetos. cher’s cleave).
O caminho até a Câmara do açougueiro os
levará por corredores de uma catacumba úmida, Encerramento
com insetos, vermes e ratos. O mais horripilante é
a trilha de cadáveres que os jogadores vão encon- A.6 – O fim do Açougueiro
trar. Como por exemplo em um túnel sem saída há Ao retornarem para falar com Kael Rills
um homem sentado em posição fetal. Este morreu Objetivo: Encerrar a missão.
quando seu coração parou de bater de tanto medo Ao retornarem para avisar que o Açougueiro
que sentiu. Ou então, o cadáver, próximo a sala do foi derrotado, Kael Rills se sentira aliviado ao sa-
açougueiro, de um homem que se arrastou sem ber que seus companheiros foram vingadas. Assim
metade do corpo. Este deixará para traz um rastro sua alma parte em paz. Caso o açougueiro perma-
de sangue para a Câmara de horrores da qual ten- nece vivo, a situação na cidade vai piorar bastante,
tava fugir. com pessoas desaparecendo no calar da noite e
grandes poças de sangue em corredores e becos. O
A.5 - A câmara do Açougueiro. diabo está na cidade.
Os jogadores chegam uma porta de madeira
Cutelo (corpo a corpo, acuidade) (1d6+1 de dano,
com manchas enegrecidas de sangue. É notável de mais Desmembrar quando a jogada de ataque for
longe o cheiro desagradável daquele corredor, se 20+)
assemelhando ao despejo de um matadouro. Desmembrar Uma criatura com corpo físico for-
mado por membros deve fazer um teste desafio de
Objetivo: Derrotar o Açougueiro.
agilidade. Caso falhe, role 1d6 e veja o que acon-
A camâra é um salão retangular com alguns tece:
fossos gradeados. A pedra é escura e há pouquís- 1. O usuário corta um pedaço de qualquer coisa
simas luz no local trazida por velas de gordura hu- que esteja na cabeça da criatura (orelha, nariz,
etc).
mana que emitem um cheiro repugnante. Por toda 2. O usuário corta parte do braço esquerdo, come-
a sala há troncos de seres humanos pendurados em çando com dedos, mão, braço abaixo do coto-
ganchos de aço e em seu centro bem ao fundo está velo e, finalmente, qualquer coisa abaixo do om-
bro.
o Açougueiro desmembrando uma vítima. Em um 3. Como o 2, mas afetando o braço direito.
relance os jogadores sentem que a pobre vítima 4. O usuário corta a parte da perna esquerda, co-
ainda está viva. Ao menos estava ao receber um meçando com dedos dos pés, o pé, a perna
abaixo do joelho e, finalmente, a perna abaixo do
golpe do cutelo que dividiu seu cranio em dois. En-
quadril. Uma criatura que perde um pé ou mais
tão a desprezível criatura diz ao avistar os jogado- cai e não consegue levantar.
res: 5. Como o 4, mas afetando a perna direita.
Produced by Lucas R. Correia
Produto sem fins comerciais. Feito de fã para fãs
Contato: lucasribeiro-up@hotmail.com
7

6. A criatura alvo recebe 1d6 de dano extra.


Uma criatura viva que perde mais do que uma mão ou
perna começa a sangrar. No final de cada rodada, a
criatura tira dano igual à metade da sua taxa de cura
do usuário da arma. Essa ou outra criatura pode usar
uma ação para estancar o sangramento.

B.3 – A fonte de Tristam.


Ao retornarem para falar com Pepin.
Objetivo: Encerra a missão.
Caso os jogadores consigam purificar as
águas do reservatório vão encontrar Pepin, o cu-
randeiro analisando a água e constatando que ela
está potável. Ele se questiona como isso ocorreu e
caso os jogadores relatem o acontecido, ele irá
agradece-los e recompensa-los com o Anel da ver-
dade.
Anel da verdade (Ring of truth) o portador do anel
deve coloca-lo por espontânea vontade. Toda vez
que o portador mentir, o anel ficara mais apertado.
Caso o usuário comece a falar a verdade o anel se
solta, caso contrário o anel.
Dica: Caso o cenário que jogue seja um pouco mais
low magic, substitua as propriedades mágicas de al-
gum item por um valor maior em dinheiro. A exemplo
deste anel ele passa a valer 2 coroas de ouro.

Antagonistas e coadjuvantes
Kael Rills, o cidadão ferido.
Rammaq, o envenenador (use os atributos de
Warg).
O Açougueiro, a ficha do açougueiro é baseada
em um criatura homônima presente no suple-
mento Exquisite Agony.

Produced by Lucas R. Correia


Produto sem fins comerciais. Feito de fã para fãs
Contato: lucasribeiro-up@hotmail.com
8

O AÇOUGUEIRO (BUT- DIFICULDADE


CHER) 25
Tamanho 1 fada horripilante (Diabo)
Percepção 14 (+4); Visão no escuro
Defesa 15 (avental de couro); Saúde 31
Força 11 (+1), Agilidade 13 (+3), Intelecto 14 (+4),
Vontade 10 (+0)
Deslocamento 12
Imune a dano de doença ou envenenamento; ganhar
insanidade, encantado, doente e envenenado.
Defesa contra magias O açougueiro sofre metade do
dano por magias e faz jogadas de desafio para re-
sistir a magias com 1 dádiva. Quando uma criatura
ataca o açougueiro com uma magia, faz suas joga-
das de ataque com 1 perdição.
Vulnerabilidade ao Ferro O açougueiro fica debili-
tado, enquanto está em contato com ferro.
OPÇÕES DE ATAQUE
Cutelo (corpo a corpo) +4 com 3 dadivas (2d6 mais
Desmembrar quando a jogada de ataque for 20+)
Desmenbrar Uma criatura com corpo físico formado
por membros deve fazer um teste desafio de agili-
dade. Caso falhe, role 1d6 e veja o que acontece:
1. A criatura recebe 2d6 de dano extra.
2. O açougueiro corta parte do braço esquerdo, co-
meçando com dedos, mão, braço abaixo do co-
tovelo e, finalmente, qualquer coisa abaixo do
ombro.
3. Como o 2, mas afetando o braço direito.
4. O açougueiro corta a parte da perna esquerda,
começando com dedos dos pés, o pé, a perna
abaixo do joelho e, finalmente, a perna abaixo do
quadril. Uma criatura que perde um pé ou mais
cai e não consegue levantar.
5. Como o 4, mas afetando a perna direita.
6. O Açougueiro corta a cabeça da criatura que
morre instantaneamente.
Uma criatura viva que perde mais do que uma mão ou
perna começa a sangrar. No final de cada rodada, a
criatura tira dano igual à metade da sua taxa de cura.
Essa ou outra criatura pode usar uma ação para es-
tancar o sangramento.
ATAQUES ESPECIAIS
Saco de membros O açougueiro usa uma ação para
esvaziar o saco sangrento que carrega no chão. Uma
bagunça de braços, pernas, mãos, pés, dedos, dedos
dos pés e cabeças cortados se torna um enxame
(como um Enxame animais com a característica hor-
rível) que pode agir imediatamente.
Corte rápido Quando uma criatura ao alcance do
Açougueiro se move, ele pode utilizar uma ação de-
sencadeada para atacar a criatura desencadeante.
Depois de ser derrotado:
“Você gosta da sensação de cortar carne fresca? A
sensação é boa, você vai gostar...há há há” –

Produced by Lucas R. Correia


Produto sem fins comerciais. Feito de fã para fãs
Contato: lucasribeiro-up@hotmail.com
9

Cap. 03 - Diablo one – A Maldição Fato introdutório


do rei Leoric Retome o que aconteceu na última sessão e
questione o que os jogadores fizeram nesse meio
Nessa missão os jogadores vão confrontar o Rei esqueleto e a tempo.
maldição que este traz sobre a cidade de Tristram, Mas que
manda-lo de volta para o tumulo os jogadores tem o desafio de A.1 – O presságio
garantir a sobrevivência dos moradores locais das incursões de Objetivo: Dar início a missão.
mortos vivos que se tornam cada vez mais numerosas. Esta é Diablo não alcançou a totalidade de seu po-
uma missão para personagens Novatos de nível 1-2. deres e planeja aterrorizar novamente a população
Tabela de eventos de Khanduras. Para tanto, ele realizou um dos ritu-
Missão principal ais do Odium com a finalidade de convocar as for-
 Proteger os habitantes da cidade de Tristram das ças do vazio sobre os portões do submundo. Impe-
hordas de mortos-vivos.. dindo que as almas encontrem repouso. Agora, Ce-
 Conceder o descanso a alma atormentada de Le- mitérios vomitam hordas de mortos-vivos irracio-
oric.
nais revividos pelas almas presas nos corpos apo-
drecidos. A turba cambaleante não se lembra de
Background sua existência mortal. Eles são levados por uma
Quando Diablo foi despertado, ele ainda inexplicável fome por cérebros dos vivos, e cada
estava fraco e precisava de um receptáculo para re- morte aumenta seus números. Assim, Diablo en-
tornar ao mundo mortal. Assim ele escolheu Leo- grena seu plano de trazer mais uma vez Leoric a
ric como sua primeira vítima. Porém o rei demons- terra com o intuito de repetir A noite do expurgo.
trou ser mais resistente do que o Senhor das trevas Tristram se vê assolada por mortos vivos, cabe aos
imaginava. Assim, em vez de possuir Leoric, Dia- jogadores montarem as defesas da cidade e sobre-
blo começou a brincar com a mente do regente. Ele viver as incursões dos mortos.
corrompeu o coração do senhor de Kahnduras, se- O jogo deve seguir clima de terror crescente
meou alucinações e pesadelos em sua mente e con- com a soma de boatos de mortos saindo dos túmu-
sequentemente o enlouqueceu. los até a constatação da ameaça. Abaixo segue uma
A cartada final do joguete da nefasta enti- dica de como construir esses presságios:
dade veio com o sequestro do príncipe herdeiro. Tabela de eventos
Então, Leoric caiu vertiginosamente em meio as Pressárigos da ameaça de mortos vivos
trevas que o cercavam. Ele estava sob o controle  O lenhador desapareceu a algumas semanas e nin-
guém tem notícias dele.
de Diablo. A criatura poderia retornar mais uma  Rodrick, o pastor, encontroou os cadáveres de
vez a vida, entretanto precisava primeiro reaver suas ovelhas com vísceras arrancadas e decoradas
parte de seus poderes. Para tanto, Diablo guiou o por algum animal.
rei até Tristram. Ele fez o regente acreditar que o  Lester, o fazendeiro informa que todas as suas va-
povo daquela cidade poderia ter informações sobre cas desapareceram (Este é o gancho para a histó-
ria das vacas, aguarde até o momento certo para
o paradeiro de seu filho. Leoric acreditou cega- usá-lo novamente).
mente nessas mentiras e emergiu a cidade em três  Próximo ao crepúsculo, É encontrado o corpo do
dia e três noite de terror. Caçando inocentes, tortu- amigo de Rodrick, no mesmo estado de suas ove-
rando citadinos, todos pareciam ter uma parcela de lhas.
culpa aos olhos do rei.  O cadáver desaparece, uma criança afirma ter
visto o amigo de Rodrick caminhando para a flo-
Seus mais devotos sacerdotes e cavaleiros resta.
tentavam desfazer a ilusão que permanecia sob  Um grupo de citadinos decidi examinar a floresta.
seus olhos, mas tudo se mostro em vão no último  Alguém morre atacado por um animal.
dia. Quando Leoric prendeu centenas de pessoas  São encontradas várias pegadas que desaparecem
em cruzes sautor e queimou-as vivas durante o cair no meio de uma clareira. As pegadas vem do
mausoléu.
crepúsculo. Desde então aquele dia ficou conhe-  As tumbas próximas ao mausoléu foram violadas.
cido como A noite do expurgo.  O NPC que morreu atacado pelo animal ressus-
cita como cadáver animado.

Produced by Lucas R. Correia


Produto sem fins comerciais. Feito de fã para fãs
Contato: lucasribeiro-up@hotmail.com
10

 Os jogadores testemunham a horda dos mortos vi- 3. Pip é uma criança que surge aos prantos
vos marchando pela primeira vez.
na cidade. Ele esta em busca de sua mãe,
mal sabem os jogadores que a criança é
Após esses eventos, jogue escondido
2d6+2, o número que sair será o tempo que os jo- um revenant e que sua mãe já falecida se
gadores terão para armar as defesas da cidade e tornou um zumbi sem consciência.
convencer os habitantes da iminente invasão dos
mortos-vivos. Mostre o mapa da região aos joga- A.3 – A incursão dos mortos vivos
dores e pergunte a eles como desejam se preparar Retorno a cidade.
para o ataque. Como montaram as defesas? Como Objetivo: Montar as defesas de Tristram
salvaram os habitantes? Um detalhe importante é para resistir a falange de mortos vivos que se apro-
que muito depende da credibilidade que a popula- xima da cidade.
ção de Tristram tem para com os aventureiros. A partir desse ponto, o desafio é garantir a
Caso os jogadores não consigam convencer a po- sobrevivência dos moradores da cidade armando
pulação, a situação pode ficar bem tensa. as defesas da mesma contra as hordas de mortos
Ajude-os a executar esses planos, mas esti- vivos que começam a vir.
pule desafios para conseguirem realizar esses fei- Após a primeira horda de mortos vivos que
tos (um teste de desafio já é suficiente, mas faça se dissipará ao amanhecer os personagens poderão
uma narração bem imersiva) Conte os dias que eles ver dezenas de cruzes sautor contornando a cidade.
vão trabalhando para preparar as defesas da ci- Rapidamente os habitantes se enchem de terror re-
dade. Quando o tempo até achegada dos Mortos- conhecendo, então, o responsável por essa des-
vivos terminar, mostre a localização e por onde es- graça. A cidade foi amaldiçoada por Leoric. A
tão vindo cada uma das incursões de mortos-vivos1 questão é: Onde ele está?
que pretendem invadir e consumir toda a cidade de
Tristram. A.4 – O segredo de Ogden
Qualquer momento que os personagens ve-
Desenvolvimento nham a encontrar Ogden.
A.2 – Os revenants (opcional) Objetivo: Descobrir a localização da tumba
do rei esqueleto e a verdade por traz da maldição.
Está cena pode ocorrer a qualquer momento
Ogden revela o terrível segredo sobre a loca-
na cidade de Tristram ou em seus arredores.
lização da tumba do rei Leoric. Ele conta aos joga-
Objetivo: Ampliar o clima de herror.
dores que participou da conspiração para assassi-
Nem todos os que retornaram dos mortos são
nar o rei. Fala sobre o pacto firmado entre ele, dois
criaturas sedentas de carne humana. Alguns retor-
sacerdotes Zakarum e alguns dos cavaleiros do rei,
naram para realizar um desejo que não puderam ter
todos liderados por Lachdanan. Ele informa que
em vida, role 1d3 ou escolha uma das opções
Leoric foi assassinado na catedral quando seus ca-
abaixo:
valeiros o enganaram sobre terem pistas de seu fi-
1. Sid retornou como revenant para se vin-
lho desaparecido. Após isso eles esconderam seu
gar de sua mulher, pois está o traia com o
corpo numa tumba abaixo dos esgotos. Um local
Burgomestre da cidade.
conhecido como a antiga Necrópole construída pe-
2. Beth é uma donzela virgem e formosa que
los Horadrim, porém nenhum deles imaginava que
morreu em decorrência de uma doença.
a catedral era um solo amaldiçoado que traria os
Ela nunca conheceu o amor verdadeiro,
mortos de volta ao mundo. Se questionado sobre o
mas agora retornou como uma revenant
paradeiro de Lachdanan, Ogden afirma desconhe-
para ter uma nova chance.
cer o que aconteceu com ele. O Taverneiro apenas
informa que última vez que o viu eles discutiam

1
Quando joguei essa missão com meus amigos, só Meus jogadores detiveram três dessas legiões simplesmente
criei três legiões invadindo a cidade por diferente francos. derrubando as pontes que levavam ao interior do território.
Produced by Lucas R. Correia
Produto sem fins comerciais. Feito de fã para fãs
Contato: lucasribeiro-up@hotmail.com
11

sobre realizar uma marcha de penitência. Porém sobreviver, mas a cidade vai estar em ruínas. Os
Ogden desconhece o local por onde eles marcha- personagens principais vão sobreviver para dar se-
ram. guimento a história, mas Tristram não será mais do
que uma sobre do que um dia já foi. Quanto ao
A.4 – A Necrópole exército dos mortos vai prosseguir sua marcha de
Os jogadores encontram uma forma de des- destruição. Assim eles se tornam um elemento da
cer a Necrópole, seja por um túnel escavado pelos narrativa do jogo. A temida Falange dos mortos.
mortos vivos, por uma porta de ferro em meio as Dica: Aproveite para demonstrar o peso que
passagens do esgoto da catedral ou por algum tipo as decisões dos jogadores tiveram na trama. Faça
de magia. eles sentirem que a forma como lidam com o
Objetivo: Confrontar Leoric, seja para detê- mundo pode altera-lo. Então faça as decisões deles
lo, barganhar com ele, ou servi-lo no pós-vida. terem efeito narrativo, mesmo que contrarie o que
O rei esqueleto se encontra no centro da ne- você conhece da história do jogo virtual.
crópole. A necrópole possui algumas armadilhas
dos antigos Horadrim.
As catacumbas são formadas por corredores Antagonistas e coadjuvantes
de teto baixo e parede de alvenaria. Não há ilumi-
nação, mas é fácil achar tochas nesse lugar. A câ- Mortos-vivos, os mortos vivos sem consciência
mara onde o rei esqueleto foi sepultado é certa- deve ser utilizado as estatísticas dos zumbis, en-
mente a mais intrigante em questão de arquitetura, quanto os que tem alguma consciência deve ser
pois no lugar de tijolos foram usados esqueletos utilizado as estatísticas dos Manes. Caso os joga-
humanos para construir as paredes. O restos mor- dores venham a enfrentar mais de três ao mesmo
tais de Leoric estão sepultados em um caixão de tempo utilize as estatísticas de Turba de Cadá-
pedra sem nome coberto com um estandarte de li- veres animados.
nho e lã. Rei Leoric, o rei esqueleto. Utilize as estatísticas
Dica: Leoric retornou por influência de uma do vulto do sepulcro e lembre-se que Leoric pos-
sui uma arma própria (espada bastarda ou uma
força maligna para disseminar ainda mais terror
arma de haste semelhante a uma alabarda).
entre o povo de Tristram. Então existem meios de
quebrar a maldição sem a necessidade de um com- DIFICULDADE 10
bate direto. Turba de cadáveres
animados
Encerramento Turba de Mortos-vivos Horripilante Tamanho 3
Percepção 5 (-5); percepção às cegas
Defesa 8 ; Saúde 40
A.6 – O Réquiem de Leoric
Força 10 (+0), Agilidade 8 (-2), Intelecto -, Vontade
Após o confronto com Leoric. 15 (+5)
Objetivo: Recompensar os jogadores. Deslocamento 6
Imune a dano por doença, frio e veneno; ganhar insa-
Se Leoric for impedido, os jogadores rece-
nidade; adormecido, assustado, atordoado, cego,
bem sua recompensa de Ogden. Eles também po- doente, encantado, envenenado, fatigado, pasmo,
dem ganhar algum espolio do antigo rei como sua surdo.
coroa. Crie o item A coroa dos mortos (The Turba sofre metade do dano por ataques que se fo-
cam em criaturas individuais e o dobro de dano de
undead Crown), depois acrescente ao item um en- ataques que atingem uma área. A turba age como
canto magico da tabela Propriedades do objeto en- uma única criatura, mas ela conta como dez criatu-
cantado da página 216 do livro Shadow of the De- ras para fns de escolha de alvos. Uma turba faz jo-
gadas de desafo de Força, Intelecto e Vontade com
mon Lord. 1 dádiva. Passar pela turba é considerado terreno
Caso Leoric não seja detido, seu exército vai difícil.
recair sobre a cidade de Tristram Aniquilando boa Convocar Quando a turba fca incapacitada, ela se
parte da população. Alguns dos personagens vão dissipa e 1d6 criaturas base que formavam a turba

Produced by Lucas R. Correia


Produto sem fins comerciais. Feito de fã para fãs
Contato: lucasribeiro-up@hotmail.com
12

surgem em espaços aleatórios dentro do espaço Quando Leoric se levanta ele está acompanhado
que a turba ocupava. Elas podem fazer o próximo de dois cadáveres animados. Em sua primeira ro-
turno disponível.
OPÇÕES DE ATAQUE
dada Leoric fara os cadáveres animados investi-
Dentes (corpo a corpo) +0 com duas dádivas (3d6+1) rem sobre os jogadores mais fortes para ele exe-
FIM DA RODADA cutar um ataque com seu Corcel animado sobre o
Atropelar Caso a turba não esteja ferida, cada cria- personagem mais fraco, assim o afastando do
tura, exceto enxames e turbas, que está no espaço da grupo.
turba ou a 1 metro dela, deve fazer uma jogada de
desafo de Agilidade. Caso fracasse, a criatura sofre Rei Leoric (Vulto do DIFICULDADE 25
2d6 de dano.
sepulcro)
Turba de Mortos-vivos Horripilante Tamanho 1
Percepção 13 (+3); visão no escuro
Defesa 16 (cota de malha e escudo de metal); Saúde
35
Força 13 (+3), Agilidade 11 (+1), Intelecto 10(+0),
Vontade 13 (+3)
Deslocamento 10
Imune a dano por doença, frio e veneno; ganhar insa-
nidade; adormecido, doente, encantado, envene-
nado, fatigado.
Vulnerabilidade à luz do sol Um vulto do sepulcro
fica debilitado, enquanto está em área iluminada
pela luz do sol.
OPÇÕES DE ATAQUE
Garras (corpo a corpo) +3 com 3 dádivas (2d6 mais
dreno de vida).
Lança de cavalaria (corpo a corpo) +3 com 3 dádivas
(2d6+1 mais dreno de vida).
Dreno de vida Caso seja um ser vivo, o alvo deve
fazer uma jogada de desafio de Força com 1 perdição.
Caso fracasse, ele fica debilitado por 1 minuto.
Quando uma criatura debilitada por este efeito fica in-
capacitada, ela morre instantaneamente e volta como
um cadáver animado compelido depois de 1D6 roda-
das.
FIM DA RODADA
Erguer a legião O rei Leoric pode erguer um novo ca-
dáver animado ao final de sua terceira rodada,
quando está em um terreno que seja o túmulo de mui-
tos guerreiros.

DIFICULDADE 1
Corcel Animado
Turba de Mortos-vivos Horripilante Tamanho 3
Percepção 5 (-5); percepção às cegas
Defesa 9 ; Saúde 10
Força 14 (+4), Agilidade 9 (-1), Intelecto -, Vontade
14 (+4)
Deslocamento 6
Imune a dano por doença, frio e veneno; ganhar insa-
nidade; adormecido, assustado, atordoado, cego,
doente, encantado, envenenado, fatigado, pasmo,
OPÇÕES DE ATAQUE
Cascos (corpo a corpo) +0 com duas dádivas (3d6+1)
FIM DA RODADA
Galopar O cavalo se move três vezes seu Desloca-
mento.

Produced by Lucas R. Correia


Produto sem fins comerciais. Feito de fã para fãs
Contato: lucasribeiro-up@hotmail.com