Você está na página 1de 2

Questões: filme COMO ESTRELAS NA TERRA

1. Que Avaliação a primeira escola do garoto fez (conceitual)

A importância da avaliação reside na sua função social e


pedagógica. Segundo o professor Cipriano Carlos Luckesi ,“a
avaliação é uma apreciação qualitativa sobre dados relevantes do
processo de ensino e aprendizagem que auxilia o professor a
tomar decisões sobre o seu trabalho”. A avaliação classificatória
feita pela primeira escola do garoto é combatida pelos maiores
especialistas no assunto que se refere a métodos de avaliação, pois
prejudica diretamente quem mais necessita dessa ferramenta, o
aluno, cheia de falhas no que deveria ser um processo de
avaliação. Baseada somente na competitividade e na quantidade
de pontos atingidos esqueceu-se da mediação e da verdadeira
função da avaliação, que é a de diagnosticar possíveis
dificuldades do aluno e traçar estratégias para ajudar no seu
aprendizado. É prioridade que tenha nesse processo um
profissional com o olhar multidisciplinar que possa compreender
as dificuldades de cada um e desenvolver atividades para
melhorar o seu rendimento de aprendizagem, cabe ao professor
essa tarefa pois nele reside a esperança daqueles que já se
tornaram invisíveis para muitos.

2. Como eram realizadas as avaliações na escola interna? É


possível analisar se eram processuais? Como?
Na escola interna as avaliações ficaram ainda mais severas e
exacerbadas apesar de terem quase todas as ferramentas
necessárias para uma avaliação processual falta mediação e uma
visão multidisciplinar dos professores para entender o que ocorre
com aqueles que apresentam maior dificuldade na aprendizagem.

3. O que o grande professor fez com o garoto? Resgate o que


estudamos nas aulas: Teresinha Rios - dimensões das
competências, vídeo do Luckesi – Avaliação e aprendizagem, e o
livro O Jogo do contrário da Jussara Hoffmann ( Avaliação
diagnóstica, mediadora, processual (e não classificatória ou
meritocrática).
O professor foi além de sua disciplina para entender a causa
da dificuldade do garoto e a partir daí tomar difíceis atitudes para
ajudar uma pequena pessoa que era rotulada de indisciplinado,
burro e sem conserto usando de muito bom senso ele faz uso de
uma visão multidisciplinar e mediadora, fez as observações
necessárias nas mesmas avaliações usadas por outros docentes,
que optaram em só anotar o erro sem se perguntar o porquê,
fazendo essas avaliações de forma excludente, classificatória e
meritocrática. Diferente disso como discutido em sala a avaliação
diagnóstica foi bem explorada pelo grande professor que usou as
várias dimensões citadas pela Terezinha Rios com determinação
conseguindo êxito na sua tarefa de educador e até mesmo
conseguindo reeducar a família do pequeno ishaan, mostrando
ainda outras possibilidades para administração da escola ,que
todos têm algo de especial e muitas vezes é desse olhar também
especial que precisamos para mudar para sempre o futuro de uma
pessoa, então nosso dever é começar por nós mesmos ampliando
nossos campos de conhecimento e procurando refletir sobre nossa
prática docente e quais dimensões precisamos perceber para
sermos educadores melhores ou formadores de cidadãos.

4. Ao assistirem o filme? Qual o momento do filme que mais que


mais te tocou? Por que?

O filme inteiro e muito tocante, mas uma das cenas que mais me
emocionou foi quando o pai do garoto abraça o professor em
prantos agradecendo-o por ter ajudado o seu filho no processo de
aprendizagem, onde nem mesmo os pais sabiam mais o que fazer.
Nesse ponto é que entra a questão, muitas vezes a auto estima de
uma pessoa já vem dilacerada do seu lar e isso só tende a piorar
em ambientes que estimulam a competição e a exclusão marcando
uma pessoa para sempre, é necessária uma profunda reflexão na
maneira de avaliar e perceber sua complexidade é essencial para
que essa avaliação seja realmente mediadora ,processual e
diagnostica.