Você está na página 1de 2

1. Para a argumentação filosófica, a conclusão surge de que forma ?

a) Através de análises sintáticas textuais e processuais


b) Pela intrangugência argumentativa
c) Pela negação de fatos conclusivos e depois chega-se a determinação
d) Por um processo reflexivo

2. As informações presentes no texto _____científico são dados de pesquisas baseadas em ____registros,


_____índices etc., e pautam-se em _______ números, porcentagens e________datas, entre outros. Complete
as lacunas com as sequencias:
a) Filosóficos, datas, índices, registros, porcentagens
b) Científico, registros, índices, números, datas
c) Analítico, registros, preâmbulos, números, períodos
d) Periódico, datas, cabeçalho, datas, números

3. Assinale aquilo que for devido à Filosofia com F e à Ciência com C :


( F ) Diversos gêneros textuais
( C ) Relatório de pesquisa
( F ) Cartas, poemas, diálogos, ensaios.
( C ) Artigos experimentais e comprovacionais.
( F ) Questiona métodos e finalidades das comprovações
( C ) Utiliza instrumentações para construção de dados tangíveis

4. Complete as lacunas:
___________________ é individual, válido para cada sujeito; baseado em valores, preferências, limites e
possibilidades individuais. ____________________o que tem validade para todos os indivíduos, não
somente para este ou aquele; diz-se do conhecimento que é fundado sobre a observação do objeto.
a) belo, feio
b) estética, arte
c) subjetivo, objetivo
d) beleza, atitude

5. É a maneira peculiar de abordar seus objetos que diferencia essencialmente a Ciência da Filosofia ou
de qualquer outra espécie de conhecimento. Se, de um lado, a posição característica assumida ante seus
objetos não acarreta para o pensamento científico a unidade de um método, por outro lado, há apenas um
espírito e um só tipo de visão propriamente científica.
Assinale a seguir os traços gerais que caracterizam corretamente o ideal de cientificidade.
I. A ciência é uma representação abstrata do real.
II. A ciência visa a objetos para descrever e explicar, não diretamente para agir.
III. A ciência constrói seus objetos com base na experimentação e na observação, assumindo uma
preocupação constante com critérios de validação.
IV. A ciência produz necessariamente um sentido completo para cada um de seus enunciados tomados
isoladamente.
Das assertivas acima, quais são verdadeiras?
a) As assertivas III e IV são verdadeiras.
b) As assertivas I, II e III são verdadeiras.
c) As assertivas II, III e IV são verdadeiras.
d) As assertivas II e IV são verdadeiras
6. O valor e a utilidade da filosofia têm sido, não raras vezes, postos sob suspeita. Uma visão acerca do
filósofo é que ele divaga e perde-se em reflexões sobre questões abstratas que nada têm a ver com o cotidiano
das pessoas. Em relação à natureza e à finalidade da filosofia, assinale o que for correto.
a) A filosofia é, em termos gerais, um esforço intelectual para se interpretar o mundo e os eventos que
nele se passam, compreender o próprio homem e iluminar o agir que do homem se espera.
b) O termo filosofia foi utilizado durante vários séculos como nome geral para diferentes ramos do saber,
como matemática, geometria, astronomia; isso muda a partir do século XVII com a revolução metodológica
iniciada por Galileu e com o estabelecimento das ciências particulares pela delimitação de campos
específicos de pesquisa.
c) Refletir sobre os valores, sobre os conceitos como liberdade e virtude faz parte da atividade do filósofo.
d) Nessa medida, a filosofia apresenta-se como uma sabedoria prática que auxilia na orientação da vida
moral e política, proporcionando o bem viver.
e) É consenso entre os cientistas que, porque na investigação filosófica o filósofo não verifica suas
hipóteses, baseando-se na observação empírica, a filosofia não contribui para o progresso do conhecimento.
f) A história da filosofia constitui-se de teorias que se contradizem. Os filósofos discordam de tudo e uns
dos outros, de modo que o pensamento crítico próprio da filosofia consiste em pôr em dúvida toda afirmação,
jamais chegando a conclusões.

7. Acerca da filosofia política de Rousseau, é correto afirmar que


a) o estado de natureza é um estado de guerra de todos contra todos.
b) a democracia direta ou participativa é a forma mais justa de governo.
c) a soberania do governo é ilimitada.
d) as leis impedem a realização da liberdade humana

8. Pelas relações e transformações que se estabelecem na práxis social constitui-se:


a) a superestrutura responsável pelo desenvolvimento científico da sociedade moderna;
b) o materialismo econômico que se contrapõe ao materialismo dialético e ao determinismo histórico;
c) a divisão do trabalho e o modo de produção capitalista, expressão máxima da História;
d) a infraestrutura econômica sobre a qual se erigem os demais níveis da estruturação social;

9. Determinismo é:
a) Definição daquilo em que se impõe ao sujeito, sem ao menos contar com suas percepções ideais, de
modo a provocar à inércia das ações
b) É aquilo que se determina, tanto na fala como em ações, assim , o sujeito é convencido idiomaticamente
à realização
c) É uma linguagem determinitiva, ou seja, tipo de sabedoria contida no fazer realizar com propósitos
distintos
d) Definição pode compreender a ideia de ação que se impõe ao sujeito independentemente de sua vontade
ou de ação provocada por fatores alheios à vontade do sujeito que age

10. É a associação de ideia de um todo formado por partes que se opõem, e que estão em constante conflito.
Por meio da contradição, há uma transformação nas partes, dando origem a um novo todo. É a explicação da
(o):
a) Dialética
b) Lógica
c) Inferência.
d) Contratualismo