Você está na página 1de 4

Centro Educacional La Salle

Av. Dom Pedro I, 151 – Bairro Dom Pedro – Manaus/AM


Fone: (92) 3655-1200 – E-mail: lasalle.manaus@lasalle.org.br

ALUNO (A): Nº: TURMA 22 __


_
DISCIPLINA: Química TRIMESTRE: 2º

PROFESSOR (A): Suzan Padilla DATA: 21/09/ 2016

Teoria de Química – Eletroquímica – A10

“ QUE VOCÊ SEJA ALEGRE, mesmo quando vier a chorar. QUE VOCÊ SEJA SEMPRE JOVEM, mesmo quando o tempo passar. QUE
VOCÊ TENHA ESPERANÇA, mesmo quando o sol não nascer. QUE VOCÊ AME SEUS ÍNTIMOS, mesmo quando sofrer frustrações.
QUE VOCÊ JAMAIS DEIXE DE SONHAR, mesmo quando vier a fracassar. ISSO É SER FELIZ. Que ... você garimpe ouro dentro de si
mesmo. E SEJA SEMPRE APAIXONADO PELA VIDA. E descubra que você é um SER HUMANO ESPECIAL.”
Dez leis para ser feliz - Augusto Cury
ELETROQUÍMICA
Parte da química que estuda:
• os fenômenos envolvidos na produção de corrente elétrica a partir da transferência de elétrons nas reações de oxirredução.
• utilização de corrente elétrica na produção de reações de oxidorredução.

1.CÉLULAS ou CELAS: dispositivos onde ocorrem os fenômenos eletroquímicos.


 GALVÂNICA (PILHAS E BATERIAS): São dispositivos nos quais ocorrem reações de
oxidorredução espontâneas produzindo corrente elétrica.
 ELETROLÍTICA: São dispositivos nos quais são fornecida energia elétrica por uma fonte
externa provocando reações de oxidorredução não espontâneas.

2. CÉLULAS GALVÂNICA (PILHAS E BATERIAS)


São dispositivos nos quais uma reação espontânea de oxidorredução produz corrente elétrica.
1a pilha elétrica - Alessandro Volta (1800) cada placa metálica  eletrodo
a) PILHA DE DANIELL – 1836 (grego: “percurso elétrico”)

eletrodos: Cu (cátodo) unidos por um fluxo de


Zn (ânodo) fio condutor elétrons
semicelas: solução Cu2+ unidas por uma fluxo de
solução Zn2+ ponte salina íons

FIO: Circuito externo: e- fluem do polo -  polo +


PONTE cátions fluem  direita neutralização
SALINA: ânions fluem  esquerda das soluções

Semicela de Zinco (Zn) Semicela de Cobre (Cu)


 Corrosão do eletrodo de Zn  Deposição no (espessamento do) eletrodo de Cu
 Zn0 perde e-  sofre oxidação  Cu2+ ganha e-  sofre redução
 ânodo  polo -  cátodo  polo +
 Zn(S)  Zn2+(aq) + 2 e-  Cu2+(aq) + 2 e-  Cu(S)
LÂMINA SOLUÇÃO SOLUÇÃO LÂMINA
 Massa da barra diminui.  Massa da barra aumenta.

Reações da pilha:
equação anódica: Zn(S)  Zn2+(aq) + 2 e- (polo -)
equação catódica: Cu2+(aq) + 2 e-  Cu(S) (polo +)
equação global: Zn(S) + Cu2+(aq)  Zn2+(aq) + Cu(S)
Representação da pilha: ÂNODO OXIDAÇÃO CÁTODO  REDUÇÃO
A(S) | A+(aq) (1mol/L) || B+(aq) (1mol/L) | B(S) (a 25o C)
Barra PONTE SALINA Barra
separação da fase separação da fase
sólida  aquosa aquosa  sólida
b) POTENCIAL DA PILHA:
POTENCIAL DE REDUÇÃO (E0RED): grandeza relacionada à capacidade de um eletrodo de sofrer redução (ganhar e-).
POTENCIAL DE OXIDAÇÃO (E0OXI): grandeza relacionada à capacidade de um eletrodo de sofrer oxidação (perder e- ).
E0 - POTENCIAL PADRÃO OU NORMAL: Potencial medido em volts (V), medido a 25 oC, 1 atm e para concentração de 1,0 mol/L.
EOXI é numericamente igual ao ERED ; porém, com sinal contrário.
REDUÇÃO

Li+ (aq) + e- Lio (s) Eored = - 3,05 V Eooxi = + 3,05 V (p.225)


OXIDAÇÃO

FORÇA ELETROMOTRIZ OU DIFERENÇA DE POTENCIAL (ddp) (E0):


Eored (Cu2+| Cu) = +0,34 V
E0 = E0RED - E0RED E0 = E0RED - E0RED
Eored (Zn2+| Zn) = -0,76 V
cátodo ânodo que reduz que oxida
E = (+0,34) – (-0,76)  E = +1,1 V

c) ESPONTANEIDADE DOS PROCESSOS ELETROQUÍMICOS: ESPONTÂNEA

E > 0  PROCESSO ESPONTÂNEO


E < 0  PROCESSO NÃO ESPONTÂNEO

d) CORROSÃO NÃO ESPONTÂNEA


É a deterioração de metais através do processo eletroquímico que ocorre nas reações de oxidorredução.
20% do Fe produzido é para repor ferro corroído.
PROTEÇÃO CONTRA CORROSÃO:
 Revestimento do Fe com Zn.
 Revestimento do Fe com Sn (folha de flandres ou lata).
 Proteção com eletrodo de sacrifício.
 Alguns metais ao se oxidarem eles naturalmente formam uma
espécie de película protetora que impede que o restante do
material sofra a corrosão.
 ELETRODO DE SACRIFÍCIO
 nome dado a um metal utilizado para evitar a orrosão de outro.
 são muito empregados para evitar, principalmente, a corrosão
de peças e estruturas de ferro.

Qual ou quais metais protegeram o ferro da oxidação?


Qual ou quais metais aceleraram a oxidação do ferro?
Dentre os metais Zn, Mg e Cu, qual o melhor para ser utilizado como eletrodo de sacrifício para o ferro?
e) TIPOS DE PILHAS E BATERIAS - COMERCIAIS
PILHA DE LECLANCHÉ (1866) – PILHA SECA COMUM Ânodo:
PILHA ALCALINA Cátodo:
PILHA DE MERCÚRIO Solução eletrolítica:
PILHA DE LÍTIO – grande voltagem = 3,4 V Reação global:
PILHA DE NÍQUEL - CÁDMIO – recarregáveis Usos:
PILHA DE COMBUSTÍVEIS
BATERIAS – ACUMULADORES DE CHUMBO

3. CÉLULAS ELETROLÍTICA - ELETRÓLISE


 fenômeno de decomposição de uma substância pela ação da CORRENTE ELÉTRICA.
 ocorre com soluções onde existam íons ou com substâncias iônicas fundidas.
 a corrente elétrica é produzida por um gerador (pilha).
 os eletrodos são inertes: geralmente platina ou grafita (carvão).
 movimento dos e-: a partir do polo – do gerador.
 cátions (íons +): migram para o cátodo (polo -) (onde ocorre a redução)
 ânions (íons -): migram para o ânodo (polo +) (onde ocorre a oxidação)
ÍGNEA
ELETRÓLISE
EM MEIO AQUOSO
ELETRÓLISE ÍGNEA: as substâncias puras estão liquefeitas (fundidas) –
não existe água no sistema.
o sal é aquecido a 800,4 O C, ele se funde e seus íons ficam livres:
NaCl → Na+ + Cl-
 cátions (íons +): migram para o cátodo (polo -) ocorre a redução Na+
 ânions (íons -): migram para o ânodo (polo +) ocorre a oxidação Cl-
 Semirreação no cátodo: 2 Na+ + 2e- → 2Na (redução)
 Semirreação no ânodo: 2 C- → C2 + 2e- (oxidação)
 Reação global: 2 Na+ + 2 C- → 2 Na + C2

ELETRÓLISE EM MEIO AQUOSO: eletrólise em meio aquoso – as substâncias estão dissolvidas em água.

ELETRÓLISE DO NaC
dissociação do sal: NaC(aq) → Na+(aq) + C-(aq)
ionização da água: H2O(l) → H+(aq) + OH-(aq) Apenas um cátion e um ânion sofrerão a descarga nos eletrodos. Qual?

cátions ânions Semirreação no cátodo: 2 H+(aq) + 2e- → H2(g) (redução)


+ -
H OH Semirreação no ânodo: 2 C-(aq) → C2(g) + 2e- (oxidação)
Na+ C- Apenas um cátion e um ânion sofrerão a descarga nos eletrodos. Qual?
2NaC → 2Na+ + 2C-
2H2O → 2H+ + 2OH-
2 H+ + 2e- → H2
2 C- → C2 + 2e- (solução final com caráter básico (OH- )
2 NaC(aq) + 2 H2O(l) → 2Na (aq) + 2OH-(aq) + H2(g) + C2(g) Reação global
+

ELETRÓLISE DO CuSO4
dissociação do sal: CuSO4 (aq) → Cu2+(aq) + SO42-(aq)
ionização da água: H2O(l) → H+(aq) + OH-(aq)

cátions ânions Semirreação no cátodo: Cu2+(aq) + 2e- → Cu(S) (redução)


H+ OH- Semirreação no ânodo: 2 OH-(aq) → H2O(l) + ½ O2 (g) + 2e- (oxidação)
2+
Cu SO42-
CuSO4 → Cu2+ + SO42-
2 H2O → 2H+ + 2OH-
2 OH-(aq) → H2O(l) + ½ O2 (g) + 2e-
2 Cu2+ + 2e-→ Cu
CuSO4 (aq) + H2O(l) → 2H+(aq) + SO42-(aq) + Cu(S) + ½ O2(g)) Reação global (solução final com caráter ácido (H+ )

A ESTEQUIOMETRIA DAS PILHAS E DA ELETRÓLISE


Michael Faraday - 1834 - estabeleceu a relação entre o número de elétrons transferidos e a quantidade de matéria oxidada ou
reduzida.
1 Ag+(aq) + 1 e-  1 Ag(S) 1 Cu2+(aq) + 2 e-  1 Cu(S) 1 Al+(aq) + 3 e-  1 Al (S)
1 mol 1 mol 1 mol 1 mol 2 mol 1 mol 1 mol 3 mol 1 mol
Robert A. Millikan - 1909 - determinou a carga de um elétron = 1,6 .10 -19 C
1 mol elétrons = 6,02 . 10 23 e-
1,6 .10 -19 C . 6,02 . 10 23 e- = 9,65 . 10 4 C = 96 500 C
Constante de Faraday (1 F) = 9,65 . 10 4 C = 96 500 C : quantidade de carga elétrica transportada por 1 mol de elétrons.

1 mol de e- transporta
9,65 . 104 C = 1 F

a quantidade de carga elétrica Q que circula num circuito elétrico, está relacionada com a intensidade da corrente
elétrica (i) e ao tempo (t)

Q=i.t Q = carga elétrica (C)


i = intensidade da corrente elétrica (A)
t = tempo (s)
Ex 1. Uma peça de bijuteria recebeu um “banho de prata” (prateação) por um processo eletrolítico. Sabendo que nessa
deposição o Ag+ se reduz a Ag e que a quantidade de carga envolvida no processo foi de 0,01 faraday, qual é a massa de prata
depositada.
1 Ag+(aq) + 1 e-  1 Ag(S) (MAg = 108 g/mol)
1 mol 1 mol 1 mol
1 mol de e- transporta 9,65 . 104 C = 1 F
1 mol de e-  1 mol Ag
1 faraday  108 g m = 1,08 g
0,01 faraday  m
Ex 2. Se considerarmos que uma quantidade de carga igual a 9.650 C é responsável pela deposição de cobre quando é feita
uma eletrólise de CuSO4 , qual será a massa de cobre depositada? (MCu = 64 g/mol)
CuSO4  Cu2+ + SO42-
1 Cu2+(aq) + 2 e-  1 Cu(S)
1 mol 2 mol 1 mol
1 mol de e- transporta 96.500 C = 1 F
2 mol de e-  1 mol Cu
2 (96.500)C  64 g
9.650 C  m m = 3,2 g
Ex 3. Em uma pilha de flash antiga, o eletrólito está contido em uma lata de zinco, que funciona como um dos eletrodos. Que
massa de Zn é oxidada a Zn2+ durante a descarga desse tipo de pilha, por um período de 30 min, envolvendo uma corrente de
5,36 . 10-1 A?
t = 30 min = 1.800 s (MZn = 65 g/mol)
i = 5,36 . 10-1 A
m=? Q = i . t  Q = 5,36 . 10-1 . 1 800  Q = 965 C
1 Zn2+(aq) + 2 e-  1 Zn(S)
1 mol 2 mol 1 mol
1 mol de e- transporta 96.500 C = 1 F
2 mol de e-  1 mol Zn
2 (96.500)C  65 g
965 C  m m = 0,325 g

Eletrólise em série
Ex. 4. Quais serão as massas dos metais depositadas em cada cuba eletrolítica,
considerando que elas foram submetidas a uma corrente de 10 A, durante 45 minutos?
Cu = 63,5 g/mol, Ag = 108 g/mol; Fe = 56g/mol
Q = i . t  Q = 10 A . 2700 s  Q = 27000 C
1ª Cuba Eletrolítica: 2ª Cuba Eletrolítica: 3ª Cuba Eletrolítica:
2+ - 3+ -
Cu + 2e → Cu Fe + 3e → Fe Ag+ + 1e- → Ag
1 mol 2 mol 1 mol 1 mol 3 mol 1 mol 1 mol 1 mol 1 mol
2. 96500 C ----- 63,5 g 3. 96500 C ----- 56 g 1. 96500 C ----- 108 g
27000 C---------- x 27000 C---------- y 27000 C---------- z
x ≈ 8,884 g y ≈ 5,223g z ≈30,22g

Exercícios:
1) Dar as equações das: a) eletrólise em meio aquoso – NiBr2 b) eletrólise em meio aquoso – KOH
2) Duas células eletroquímicas, ligadas em série, contém respectivamente, soluções aquosas de NiC2 e CuSO4. Após certo
tempo de eletrólise houve depósito de 50,8 g de cobre. Qual a massa de níquel depositada na outra célula eletroquímica?
3) Há três cubas eletrolíticas ligadas em série, contendo respectivamente AgNO3, CuSO4 e ZnCℓ2. Sabendo-se que na
primeira cuba foram depositadas 108 g de prata metálica, qual a massa dos metais em cada cuba que foram depositados?