Você está na página 1de 8

Pensamento:

“A Matemática é o alfabeto que Deus


utilizou para escrever o Universo”

(Galileu Galilei)

Matemática
Equações
9º Ano
2015/2016 & 2016/2017

Diogo Alexandre

DIOGO ALEXANDRE 1
Índice
CONCEITOS ESSENCIAIS

 REGRAS BÁSICAS PARA A RESOLUÇÃO DE ESQUAÇÕES…………………………………………………………4

1. OPERAÇÕES COM POLINÓMIOS. DECOMPOSIÇÃO EM FATORES. .............. 4

1.1. ESCRITA DE POLINÓMIOS NA SUA FORMA REDUZIDA. (Página 84/85) ............................. 4


1.2. CASOS NOTÁVEIS DA MULTIPLICAÇÃO. (Página 84/85)..................................................... 4
1.3. FATORIZAÇÃO DE POLINÓMIOS. (Página 86/87) ............................................................... 5

2. LEI DO ANULAMENTO DO PRODUTO (Página 88/89) ........................................ 5

3. EQUAÇÕES DE 2º GRAU ......................................................................................... 5

3.1. EQUAÇÕES DE 2º GRAU INCOMPLETAS. .................................................................................... 5


3.2. EQUAÇÕES DE 2º GRAU COMPLETAS ......................................................................................... 6
3.2.1. RESOLUÇÃO DE EQUAÇÕES DE 2º GRAU COMPLETAS – FÓRMULA RESOLVENTE ........... 6

DIOGO ALEXANDRE 2
REGRAS PARA A RESOLUÇÃO DE EQUAÇÕES – CONCEITOS ESSENCIAIS

PASSOS BÁSICOS PARA A RESOLUÇÃO DE EQUAÇÕES.


 1º passo – Colocar no 1º membro todos os termos que possuem incógnita;
Ex: 7𝑥 + 80 = 4𝑥 − 7 ↔ 7𝑥 − 4𝑥 + 80 = −7
antes do 1º passo depois do 1º passo

 2º passo – Colocar no 2º membro todos os termos que não possuem


incógnita;
Ex: 7𝑥 − 4𝑥 + 80 = −7 ↔ 7𝑥 − 4𝑥 = −7 − 80
antes do 2º passo depois do 2º passo

 3º passo – Simplificar as expressões de cada membro;


Ex: 7𝑥 − 4𝑥 = −7 − 80 ↔ 3𝑥 = −87
antes do 3º passo depois do 3º passo

 4º passo – Isolar a incógnita no primeiro membro e identificar o seu valor;


87
Ex: 3𝑥 = −87 ↔ 𝑥 = − ↔ 𝑥 = −29
3
antes do 4º passo
depois do 4º passo

 5º passo – Indicar a solução (S).


Ex: 𝑆 = (−29)

REGRA DAS PRIORIDADES DAS ESQUAÇÕES.

Esta regra serve para nos informar o que é que, numa equação, tem
prioridade resolução, ou seja aquilo que se deve resolver primeiro.

1º Desembaraçar de raízes e de quadrados, se existires e cajo seja possível;


2ª Desembaraçar parênteses, se existirem e cajo seja possível;
3º Resolver as multiplicações e as divisões;

DIOGO ALEXANDRE 3
4º Resolver as somas e subtrações.

EQUAÇÕES - MATEMÁTICA, 1º TESTE DO 2º PERIODO

1. OPERAÇÕES COM POLINÓMIOS. DECOMPOSIÇÃO EM FATORES.


1.1. ESCRITA DE POLINÓMIOS NA SUA FORMA REDUZIDA. (Página 84/85)
Quando falamos em escrever um polinómio na sua forma reduzida,
falamos na simplificação máxima desse mesmo polinómio.
Ex: (1 − 𝑥)(2𝑥 + 3) =
= 2𝑥 + 3 − 2𝑥 2 + 3𝑥 =
= 2𝑥 2 + 5𝑥 + 3

* Nota: Utiliza-se o sinal “igual” (=) e não o sinal “semelhante” (⇔) pois a escrita
de um polinómio na sua forma reduzida trata-se apenas de uma simplificação do
polinómio e não de uma equação (não tem dois membros).
1.2. CASOS NOTÁVEIS DA MULTIPLICAÇÃO. (Página 84/85)
Os casos notáveis da multiplicação são regras que servem para nos ajudar
a resolver certos problemas matemáticos e de forma mais rápida. Nós já
estudamos dois casos notáveis, o Quadrado do Binómio e a Diferença de
Quadrados.
Quadrado do Binómio:

(𝑎 + 𝑏)2 = 𝑎2 + 2𝑎𝑏 + 𝑏 2
1 𝟐
Ex: ( 𝑥 + 3) =
2

= 𝑎2 + 2𝑎𝑏 + 𝑏 2 =
1 1
= 𝑥2 + 2 × 𝑥 × 3 + 32 =
4 2

1 2
= 𝑥 + 3𝑥 + 9
4
Diferença de Quadrados:
(𝑎 + 𝑏) × (𝑎 − 𝑏) = 𝑎2 − 𝑏 2 𝑜𝑢 (𝑎 + 𝑏) × (−𝑎 + 𝑏) = −𝑎2 + 𝑏 2
Ex: (2𝑥 − 1)( 2𝑥 + 1) =

DIOGO ALEXANDRE 4
= 𝑎2 − 𝑏2 =
= 4𝑥 2 − 1
1.3. FATORIZAÇÃO DE POLINÓMIOS. (Página 86/87)
Fatorizar um polinómio é escrevê-lo na forma de um produto
(multiplicação) de um polinómio, em que pelo menos um dos fatores não é uma
constante.
Ex: 𝑥2 − 𝑥 =
= 𝑥 (𝑥 − 1)

2. LEI DO ANULAMENTO DO PRODUTO. (Página 88/89)


𝑥𝑦 = 𝑂 ⇔ 𝑥 = 0 ∨ 𝑥 = 0

Ex: (𝑥 − 1)(𝑥 + 2) = 𝑂 ⇔
⇔𝑥−1=0 ∨𝑥+2= 𝑂 ⇔
⇔ 𝑥 = 1 ∨ 𝑥 = −2 𝑆 = { −2 ; 1 }

3. EQUAÇÕES DE 2º GRAU
Uma equação diz se de segundo grau quando e apenas quando existe um
monómio de grau dois na equação.

Ex: 3𝑥 2 + 2𝑥 = 5

3.1. EQUAÇÕES DE 2º GRAU INCOMPLETAS.


Uma equação de 2º grau é incompleta, quando não apresenta uma
variável ou um termo independente.
Exemplo: 𝑥 2 + 4 = 0 𝒐𝒖 𝑥 2 + 2𝑥 = 0
Têm o termo Têm a variável (2𝑥),
independente (4), mas não tem o termo
mas não tem variável independente.

DIOGO ALEXANDRE 5
3.2. EQUAÇÕES DE 2º GRAU COMPLETAS

Uma equação de 2º grau é completa, quando apresenta variável e termo


independente (𝑎𝑥 2 + 𝑏𝑥 + 𝑐 = 0)
Exemplo: 𝑥 2 + 2𝑥 + 4 = 0

Termo Independente
Variável

Variável de grau 2

3.2.1. RESOLUÇÃO DE EQUAÇÕES DE 2º GRAU COMPLETAS – FÓRMULA


RESOLVENTE

A fórmula resolvente é uma fórmula que, tal como o nome diz, serve para
nós resolvermos, com maior destreza e facilidade as equações de 2º grau
completas.
−𝑏 ± √𝑏2 −4𝑎𝑐
Fórmula Resolvente: 𝑥 =
2𝑎

Passos para a aplicação e resolução através da fórmula resolvente:


1º Passo – Escrever a equação na forma canónica (𝑎𝑥 2 + 𝑏𝑥 + 𝑐 = 0) e atribuir
o respetivo número às letras a, b e c;
−𝑏 ± √𝑏2 −4𝑎𝑐
2º Passo – Substituir a expressão pela fórmula resolvente (𝑥 =
2𝑎
);

3º Passo – Substituir a, b e c pelo número correspondente;


4º Passo – Resolver a equação segundo as regras de resolução de equações e
resolver o que está dentro da raiz com a calculadora de uma só vez;
5º Passo – Apresentar a Solução (S).

DIOGO ALEXANDRE 6
Exemplo:

−𝑏 ± √𝑏2 −4𝑎𝑐
𝑥 2 − 5𝑥 = −6 ⇔ 𝑥 2 − 5𝑥 + 6 = 0 ⇔ 𝑥 = ⇔ 𝒂=1
2𝑎 𝒃 = −5
𝒄=6
−(−5)± √−52 −4 × 1 × 6 5 ± √1 5±1
⇔ 𝑥= ⇔ 𝑥= ⇔ 𝑥= ⇔
2 ×1 2 2

5+ 1 5− 1
⇔ 𝑥= ∨ 𝑥= ⇔𝑥 =3 ∨𝑥 =2
2 2

𝑆 = {2 ; 3}

Para fazer:
Exercícios:
Manual – Págs. 82 e 83 (8º Ano); 85 até 103; 104 até 113; 114 a 117 (9º Ano).

DIOGO ALEXANDRE 7
Caderno de Atividades – Págs. 29 até 42.

DIOGO ALEXANDRE 8