Você está na página 1de 212

Tecnologia de acionamento \ Automação de acionamento \ Integração do sistema \ Serviços *25803719_0418*

Instruções de Montagem e
Operação

Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7,


SPIROPLAN® W

04/2018 25803719/PT-BR
SEW-EURODRIVE—Driving the world
Índice

Índice
1 Informações gerais...................................................................................................................   5
1.1 Utilização da documentação........................................................................................... 5
1.2 Estrutura das advertências ............................................................................................. 5
1.3 Reivindicação de direitos de garantia ............................................................................. 6
1.4 Perda de garantia ........................................................................................................... 7
1.5 Nomes dos produtos e marcas ....................................................................................... 7
1.6 Nota sobre os direitos autorais ....................................................................................... 7

2 Indicações de segurança .........................................................................................................   8


2.1 Observações preliminares .............................................................................................. 8
2.2 Deveres do operador ...................................................................................................... 8
2.3 Grupo alvo ...................................................................................................................... 8
2.4 Utilização prevista........................................................................................................... 9
2.5 Transporte/Armazenamento ........................................................................................... 9
2.6 Instalação/montagem.................................................................................................... 10
2.7 Colocação em operação/Operação .............................................................................. 10
2.8 Inspeção/Manutenção................................................................................................... 10

3 Estrutura do redutor...............................................................................................................   11


3.1 Estrutura geral do redutor de engrenagens helicoidais R..07 – R..167 ........................ 12
3.2 Estrutura geral do redutor de eixos paralelos F..27 – F..157........................................ 13
3.3 Estrutura geral do redutor de engrenagens cônicas K..19/K..29 .................................. 14
3.4 Estrutura geral de redutor de engrenagens cônicas K..39/K..49 .................................. 16
3.5 Estrutura geral de redutor de engrenagens cônicas K..37 – K..187 ............................ 17
3.6 Estrutura geral do redutor de rosca sem-fim S..37 – S..97........................................... 19
3.7 Estrutura geral de redutores SPIROPLAN® W..10 – W..30  ......................................... 20
3.8 Estrutura geral de redutores SPIROPLAN® W..37 – W..47  ......................................... 21
3.9 Plaqueta de identificação/denominação do tipo ........................................................... 22
3.10 Tipos de versão e opcionais – Redutores R, F, K, S e W............................................. 25

4 Instalação mecânica...............................................................................................................   28


4.1 Pré-requisitos para a montagem................................................................................... 28
4.2 Instalação do redutor .................................................................................................... 30
4.3 Redutor com eixo maciço ............................................................................................. 39
4.4 Braços de torção para redutor versão com eixo ........................................................... 41
4.5 Montar redutor versão com eixo oco estriado............................................................... 46
4.6 Redutor de eixo oco com rasgo de chaveta ................................................................. 47
4.7 Redutor versão com eixo com disco de contração ....................................................... 52
4.8 Redutor versão com eixo com TorqLOC® .................................................................... 55
25803719/PT-BR – 04/2018

4.9 Montagem da tampa de proteção ................................................................................. 68


4.10 Acoplamento do adaptador AM .................................................................................... 70
4.11 Acoplamento do adaptador AQ..................................................................................... 75
4.12 Adaptador EWH ............................................................................................................ 78
4.13 Tampa AD no lado do acionamento ............................................................................. 81
4.14 Montagem direta de um motor a um redutor ................................................................ 85
4.15 Equipamentos adicionais .............................................................................................. 88

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 3
Índice

5 Colocação em operação ......................................................................................................   101


5.1 Motoredutores operados por conversor...................................................................... 101
5.2 Verificar o nível de óleo .............................................................................................. 101
5.3 Vazamento aparente nas dimensões do eixo............................................................. 102
5.4 Redutores de rosca sem-fim e redutores SPIROPLAN® W  ....................................... 103
5.5 Redutores de engrenagens helicoidais/redutores de eixos paralelos/redutores de
engrenagens cônicas.................................................................................................. 104
5.6 Redutores com contra recuo....................................................................................... 105
5.7 Componentes de elastômero com borracha fluorcarbonada...................................... 106

6 Inspeção/Manutenção ..........................................................................................................   108


6.1 Peças de desgaste ..................................................................................................... 109
6.2 Intervalos de inspeção/manutenção ........................................................................... 111
6.3 Intervalos de troca de lubrificante ............................................................................... 112
6.4 Fazer a manutenção dos adaptadores AL/AM/AQ./EWH........................................... 112
6.5 Fazer a manutenção da tampa de entrada AD........................................................... 113
6.6 Trabalhos de inspeção/manutenção no redutor ......................................................... 114

7 Formas construtivas ............................................................................................................   130


7.1 Denominação das formas construtivas....................................................................... 130
7.2 Perdas por agitação no óleo e potência térmica......................................................... 131
7.3 Mudança de forma construtiva.................................................................................... 131
7.4 Forma construtiva universal M0.................................................................................. 132
7.5 Forma construtiva MX................................................................................................. 132
7.6 Folhas de formas construtivas .................................................................................... 133

8 Dados técnicos .....................................................................................................................   168


8.1 Armazenamento por longos períodos......................................................................... 168
8.2 Lubrificantes................................................................................................................ 170

9 Mal funcionamento e solução BA7er..................................................................................   189


9.1 Redutores ................................................................................................................... 190
9.2 Adaptador AM/AQ./AL/EWH ....................................................................................... 191
9.3 Tampa de entrada AD................................................................................................. 192
9.4 SEW Service............................................................................................................... 193
9.5 Descarte de resíduos.................................................................................................. 193

10 Lista de endereços ...............................................................................................................   194

Índice remissivo ...................................................................................................................   205


25803719/PT-BR – 04/2018

4 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Informações gerais
Utilização da documentação 1
1 Informações gerais
1.1 Utilização da documentação
Esta versão da documentação é uma tradução da versão original.
Essa documentação é parte integrante do produto. A documentação destina-se a to-
das as pessoas encarregadas da montagem, instalação, colocação em operação e
manutenção no produto.
Coloque a documentação de informação geral à disposição em condição legível. Cer-
tificar-se de que os responsáveis pelo sistema e pela operação, bem como pessoas
que trabalham sob responsabilidade própria na unidade, tenham lido e compreendido
inteiramente a documentação. Em caso de dúvidas ou se desejar outras informações,
consultar a SEW‑EURODRIVE.

1.2 Estrutura das advertências


1.2.1 Significado das palavras de aviso
A seguinte tabela mostra a graduação e o significado das palavras de aviso das ad-
vertências.

Palavra de aviso Significado Consequências em caso de não


observação
 PERIGO Perigo iminente Morte ou ferimentos graves
 ATENÇÃO Possível situação de risco Morte ou ferimentos graves
 CUIDADO Possível situação de risco Ferimentos ligeiros
AVISO Possíveis danos materiais Danos no produto ou no seu ambi-
ente
INFORMAÇÃO Informação útil ou dica: facilita o ma-
nuseio do produto.

1.2.2 Estrutura das advertências específicas a determinados capítulos


As advertências específicas se aplicam não somente a uma determinada ação, mas
também a várias ações dentro de um assunto específico. Os símbolos de perigo usa-
dos advertem sobre um perigo geral ou específico.
Exemplo da estrutura formal de uma advertência específica a determinados capítulos:

PALAVRA DE AVISO!
Tipo de perigo e sua fonte.
Possíveis consequências em caso de não observação.
• Medida(s) para prevenir perigos.
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 5
Informações gerais
1 Reivindicação de direitos de garantia

Significado dos símbolos de perigo


Os símbolos de perigo que se encontram nas advertências têm o seguinte significado:

Símbolo de perigo Significado


Ponto de perigo geral

Aviso de tensão elétrica perigosa

Aviso de superfícies quentes

Aviso de perigo de esmagamento

Aviso de carga suspensa

Aviso de arranque automático

1.2.3 Estrutura das advertências integradas


As advertências integradas estão diretamente integradas na ação antes do passo que
representa um eventual perigo.
Exemplo da estrutura formal de uma advertência integrada:
  PALAVRA DE AVISO! Tipo de perigo e sua fonte. Possíveis consequências em
caso de não observação. Medida(s) para prevenir perigos.

1.3 Reivindicação de direitos de garantia


É fundamental observar as instruções de segurança contidas nesta documentação.
Isso é um pré-requisito para o funcionamento perfeito da unidade e para realização
de reivindicações de direitos de garantia. Leia a documentação primeiro antes de tra-
balhar com o produto!
25803719/PT-BR – 04/2018

6 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Informações gerais
Perda de garantia 1
1.4 Perda de garantia
É fundamental observar as informações nesta documentação. Isto é o pré-requisito
para uma operação segura. Somente sob estas condições, os produtos atingem as
características específicas do produto e de desempenho. A SEW-EURODRIVE não
assume nenhuma garantia por danos em pessoas, materiais ou patrimoniais que se-
jam causados devido à não observação das instruções de operação. Nestes casos, a
SEW‑EURODRIVE não garante defeitos materiais.

1.5 Nomes dos produtos e marcas


Os nomes dos produtos citados nesta documentação são marcas ou marcas registra-
das dos respectivos proprietários.

1.6 Nota sobre os direitos autorais


© 2018 SEW‑EURODRIVE. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer repro-
dução, adaptação, divulgação ou outro tipo de reutilização total ou parcial.
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 7
Indicações de segurança
2 Observações preliminares

2 Indicações de segurança
2.1 Observações preliminares
As indicações básicas de segurança a seguir têm como objetivo prevenir lesões e da-
nos materiais e referem-se principalmente ao uso dos produtos aqui documentados.
Se você usar componentes adicionais, observe também os avisos e indicações de se-
gurança.

2.2 Deveres do operador


O operador deve certificar-se de que as indicações de segurança básicas sejam ob-
servadas e cumpridas. Certificar-se de que os responsáveis pelo sistema e pela ope-
ração, bem como pessoas que trabalham sob responsabilidade própria no produto, le-
ram e compreenderam a documentação inteiramente.
O operador deve certificar-se de que todos os trabalhos apresentados sejam realiza-
dos somente por pessoal qualificado:
• Instalação e montagem
• Instalação e conexão
• Colocação em operação
• Manutenção e conservação
• Colocação fora de operação
• Desmontagem
Certifique-se de que as pessoas que trabalham com o produto observem os seguintes
regulamentos, determinações, documentos e indicações:
• Regulamentos nacionais e regionais para segurança e prevenção de acidentes
• Etiquetas de aviso e de segurança na unidade
• Todos os documentos, instruções para instalação e colocação em operação e es-
quemas de ligação adicionais relativos ao projeto
• Não montar, instalar nem colocar unidades danificadas em operação
• Todos os requisitos e determinações específicos das instalações
Certifique-se de que o local onde a unidade estiver instalada seja equipado com dis-
positivos adicionais de monitoração e proteção. Observe as normas de segurança
aplicáveis, assim como as leis que regulamentam equipamentos técnicos e normas
de prevenção de acidentes.

2.3 Grupo alvo


Especialistas em Todos os trabalhos mecânicos só podem ser realizados exclusivamente por pessoal
25803719/PT-BR – 04/2018

trabalho mecânico técnico qualificado com treinamento adequado. Pessoal qualificado no contexto desta
documentação são pessoas que têm experiência com a montagem, instalação mecâ-
nica, eliminação de irregularidades e manutenção do produto e que possuem as se-
guintes qualificações:
• Qualificação em mecânica de acordo com as regulamentações nacionais aplicá-
veis
• Conhecimento dessa documentação

8 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Indicações de segurança
Utilização prevista 2
Especialistas em Todos os trabalhos eletrotécnicos só podem ser realizados exclusivamente por pes-
trabalho eletrotéc- soal técnico qualificado com treinamento adequado. Pessoal técnico qualificado no
nico contexto desta documentação são pessoas que têm experiência com a instalação
elétrica, colocação em operação, eliminação de irregularidades e manutenção do pro-
duto e que possuem as seguintes qualificações:
• Qualificação em eletrotécnica de acordo com as regulamentações nacionais apli-
cáveis
• Conhecimento dessa documentação
Qualificação adici- O pessoal também deve estar familiarizado com normas de segurança aplicáveis e
onal disposições legais em vigor, bem como as normas, diretrizes e leis referidas nesta do-
cumentação. A equipe deve ter recebido a autorização expressa da empresa para co-
locar em operação, programar, parametrizar, identificar e aterrar unidades, sistemas e
circuitos de corrente de acordo com os padrões da tecnologia de segurança.
Pessoal habilitado Todos os todos os trabalhos relacionados ao transporte, armazenamento, operação e
descarte de resíduos só podem ser exclusivamente realizados por pessoas devida-
mente treinadas. Esses treinamentos devem capacitar as pessoas a desempenharem
as atividades e medidas necessárias de forma segura e de acordo com as especifica-
ções.

2.4 Utilização prevista


O prodfuto destina-se à utilização em instalações industriais e comerciais.
Na ocasião da instalação em sistemas elétricos ou máquinas, a colocação em opera-
ção do produto fica proibida até que se confirme que a máquina está de acordo com
as leis e regulamentos locais. No caso da Europa, por exemplo, são aplicadas a dire-
tiva de máquinas 2006/42/CE e a diretriz EMC 2014/30/UE.
É proibida a utilização em áreas com perigo de explosão, a menos que expressamen-
te autorizado.

2.5 Transporte/Armazenamento
No ato do recebimento, inspecionar a carga para averiguar se há danos causados pe-
lo transporte. Informar danos causados pelo transporte imediatamente à empresa
transportadora. Se o produto estiver danificado, nenhum tipo de montagem, instala-
ção ou colocação em operação pode ser realizado.
Observar as instruções de armazenamento sobre as condições climáticas de acordo
com o capítulo "Condições para o armazenamento" (→ 2 168).
A temperatura de armazenamento permitida é de -30 °C a +50 °C.
Caso não seja imediatamente instalado, o produto deve ser armazenado em local se-
co e livre de poeira. É possível armazenar o produto por até 9 meses, sem a necessi-
dade de medidas especiais antes da colocação em operação. Não armazenar o pro-
25803719/PT-BR – 04/2018

duto ao ar livre.
Os olhais de suspensão fornecidos estão de acordo com DIN 580. Respeitar as car-
gas e regras ali especificadas. Nesse caso, o sentido de tração do meio de içamento
não pode exceder um ângulo de 45°, de acordo com a DIN 580.
Os olhais de suspensão são projetados somente para o peso do produto. Montar sem
nenhuma carga adicional. Se houver vários olhais de suspensão fixos no produto, to-
dos os olhais de suspensão deverão ser utilizados para o transporte. Apertar firme-
mente os olhais de suspensão aparafusados.

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 9
Indicações de segurança
2 Instalação/montagem

Os redutores K..167 e K..187 não possuem e são entregues sem olhais de suspen-
são. Utilizar um meio de içamento adequado e alternativo.
Utilizar um meio de transporte adequado e devidamente dimensionado que você po-
derá reutilizar para outros transportes.

2.6 Instalação/montagem
Observar que a montagem e refrigeração do produto sejam realizadas de acordo com
os regulamentos da documentação.
Proteger o produto contra alto esforço mecânico. O produto e seus componentes não
podem se estender sobre calçadas e estradas. Sobretudo durante o transporte e ma-
nuseio, nenhum dos componentes deve ser deformado. Componentes elétricos não
podem ser danificados mecanicamente nem inutilizados.
As seguintes utilizações são proibidas, exceto se explicitamente autorizadas:
• Uso sujeito a níveis excessivos de oscilações e impacto mecânicos, que extrapo-
lam os limites da norma EN 61800-5-1
• Uso em ambientes expostos a substâncias nocivas, como óleos, ácidos, gases,
vapores, pós, radiações, etc.
Observar o perigo de redundância estática! Os redutores com carcaça de pé (p. ex.,
KA19/29B, KA127/157B ou FA127/157B) não podem ser fixados ao mesmo tempo
através do braço de torção e da barra inferior. Da mesma forma, os motorredutores
não podem ser fixados simultaneamente na barra inferior do redutor (p. ex.,
KA19/29B, KA127/157B ou FA127/157B, redutor R com motor com pés) e na barra in-
ferior do motor.

2.7 Colocação em operação/Operação


Verificar o nível de óleo antes da colocação em operação de acordo com o capítulo
"Inspeção/Manutenção" (→ 2 108).
Verificar se o sentido de rotação está correto em estado desacoplado. Verificar se há
ruídos anormais à medida que o eixo gira.
Fixar as chavetas para a operação de teste sem os elementos de saída.
Não desativar os equipamentos de monitoração e proteção também durante a opera-
ção de teste.
Desligar sempre o motorredutor quando houver suspeitas de alterações em relação à
operação normal (p. ex., aumento da temperatura, ruídos anormais, vibrações). Bus-
car a causa. Caso necessário, consultar a SEW‑EURODRIVE.

2.8 Inspeção/Manutenção
25803719/PT-BR – 04/2018

Observar as informações no capítulo "Inspeção/Manutenção" (→ 2 108).

10 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Estrutura do redutor
3
3 Estrutura do redutor

As figuras seguintes devem ser entendidas como diagramas em blocos. Elas servem
apenas como auxílio na atribuição das listas de peças de reposição. É possível ha-
ver diferenças, dependendo do tamanho e da versão dos redutores!
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 11
Estrutura do redutor
3 Estrutura geral do redutor de engrenagens helicoidais R..07 – R..167

3.1 Estrutura geral do redutor de engrenagens helicoidais R..07 – R..167


[59]
[20]
[24]
[515] [101]
[516]
[517] [100]
[47] [1]
[102]
[2] [45]
[59]
[43]
[181]
[42] [3]
[41]
[6] [25]
[88]
[22]
[11] [17]
[12]
[9]
[19]
[521]
[522]
[8] [7] [523]

[59]
[31] [30]
[32]

[34] [4]
[5]
[37]
[506]
[39] [507]
[131] [508]
18014398528676235

[1] Pinhão [19] Chaveta [42] Rolamentos [507] Arruela de ajus-


te
[2] Engrenagem [20] Válvula de respiro [43] Chaveta [508] Arruela de ajus-
te
[3] Eixo pinhão [22] Carcaça do redutor [45] Rolamentos [515] Arruela de ajus-
te
[4] Engrenagem [24] Olhal de suspensão [47] Anel de retenção [516] Arruela de ajus-
te
[5] Eixo pinhão [25] Rolamentos [59] Bujão [517] Arruela de ajus-
te
[6] Engrenagem [30] Rolamentos [88] Anel de retenção [521] Arruela de ajus-
te
[7] Eixo de saída [31] Chaveta [100] Tampa de inspeção [522] Arruela de ajus-
te
[8] Chaveta [32] Distanciador [101] Parafuso sextavado [523] Arruela de ajus-
te
[9] Retentor [34] Rolamentos [102] Retentor
[11] Rolamentos [37] Rolamentos [131] Tampa de expansão
25803719/PT-BR – 04/2018

[12] Anel de retenção [39] Anel de retenção [181] Tampa de expansão


[17] Distanciador [41] Anel de retenção [506] Arruela de ajuste

12 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Estrutura do redutor
Estrutura geral do redutor de eixos paralelos F..27 – F..157 3
3.2 Estrutura geral do redutor de eixos paralelos F..27 – F..157

[2] [45] [20]


[515] [59]
[516] [43] [22] [1]
[517]
[3]
[41] [42]
[181] [161]
[4] [30]
[32] [59]
[31]
[5]
[506] [37]
[507] [39] [183] [165]
[131] [508]

[160]
[19]

[102]
[88]
[94]
[25] [521] [100]
[92] [522]
[93]
[91] [523] [101]
[7]
[59]

[17]
[6]
[9]
[11]
[81]

[14]
[16]

9007199274039051

[1] Pinhão [22] Carcaça do redutor [91] Anel de retenção [506] Arruela de
ajuste
[2] Engrenagem [25] Rolamentos [92] Disco [507] Arruela de
ajuste
[3] Eixo pinhão [30] Rolamentos [93] Anel de pressão [508] Arruela de
ajuste
[4] Engrenagem [31] Chaveta [94] Parafuso sextavado [515] Arruela de
ajuste
[5] Eixo pinhão [32] Distanciador [100] Tampa de inspeção [516] Arruela de
ajuste
[6] Engrenagem [37] Rolamentos [101] Parafuso sextavado [517] Arruela de
ajuste
[7] Eixo oco [39] Anel de retenção [102] Retentor [521] Arruela de
ajuste
25803719/PT-BR – 04/2018

[9] Retentor [41] Anel de retenção [131] Tampa de expansão [522] Arruela de
ajuste
[11] Rolamentos [42] Rolamentos [160] Bujão de retenção [523] Arruela de
ajuste
[14] Parafuso sextavado [43] Chaveta [161] Tampa de expansão
[16] Flange de saída [45] Rolamentos [165] Bujão de retenção
[17] Distanciador [59] Bujão [181] Tampa de expansão
[19] Chaveta [81] Anel de vedação [183] Retentor
[20] Válvula de respiro [88] Anel de retenção

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 13
Estrutura do redutor
3 Estrutura geral do redutor de engrenagens cônicas K..19/K..29

3.3 Estrutura geral do redutor de engrenagens cônicas K..19/K..29


[95]
[94]
[93]
[92]
[91]
[183]
[521]
[522] [88]
[523]
[25]
[6]

[19]
[7]

[518] [11]
[519]
[520]
[12]
[9]
[159]
[168]

[20]

[59] [538]
[22] [537]
[167] [44] [536]
[1]
[26]
[36] [43] [5]
[48] [532]
[193] [531]
[42] [530]
[141]
[45]

[163]
[2] [115]
9007206676351499
25803719/PT-BR – 04/2018

14 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Estrutura do redutor
Estrutura geral do redutor de engrenagens cônicas K..19/K..29 3
[1] Pinhão [26] Carcaça 1.º Nível [94] Parafuso sextavado [520] Arruela de ajuste
[2] Engrenagem [36] Pino roscado [95] Capa de proteção [521] Arruela de ajuste
[5] Eixo pinhão [42] Rolamento de rolos [115] Anel de retenção [522] Arruela de ajuste
cônicos
[6] Engrenagem [43] Chaveta [141] Bucha [523] Arruela de ajuste
[7] Eixo oco [44] Retentor [159] Bujão de retenção [530] Arruela de ajuste
[9] Retentor [45] Rolamento de rolos [163] Arruela de encosto [531] Arruela de ajuste
cônicos
[11] Rolamentos [50] Par cônico [167] Bujão de retenção [532] Arruela de ajuste
[12] Anel de retenção [59] Bujão [168] Capa de proteção [536] Arruela de ajuste
[19] Chaveta [88] Anel de retenção [183] Retentor [537] Arruela de ajuste
[20] Válvula de respiro [91] Anel de retenção [193] Bujão de retenção [538] Arruela de ajuste
[22] Carcaça do redu- [92] Disco [518] Arruela de ajuste
tor
[25] Rolamento de es- [93] Anel de pressão [519] Arruela de ajuste
feras
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 15
Estrutura do redutor
3 Estrutura geral de redutor de engrenagens cônicas K..39/K..49

3.4 Estrutura geral de redutor de engrenagens cônicas K..39/K..49


[521] [89]
[522] [88]
[523]
[6] [25]

[7]

[518]
[17]
[519] [11]
[520]
[12] [19]
[101]
[10]
[9] [8]

[20]

[100]
[102] [5]
[48] [1]
[45]

[43]
[59]
[22] [536]
[537] [42]
[538]
[113]
[2]
14457456395

[1] Pinhão [12] Anel de retenção [48] Arruela de encosto [518] Arruela de
ajuste
[2] Engrenagem [17] Distanciador [50] Par cônico [519] Arruela de
ajuste
[5] Eixo pinhão [19] Chaveta [59] Bujão [520] Arruela de
ajuste
[6] Engrenagem [20] Válvula de respiro [88] Anel de retenção [521] Arruela de
ajuste
[7] Eixo oco [22] Carcaça do redutor [89] Tampa de expansão [522] Arruela de
ajuste
[8] Chaveta [25] Rolamento de esferas [100] Tampa de inspeção [523] Arruela de
ajuste
[9] Retentor [42] Rolamento de rolos [101] Parafuso sextavado [536] Arruela de
cônicos ajuste
25803719/PT-BR – 04/2018

[10] Retentor [43] Chaveta [102] Retentor [537] Arruela de


ajuste
[11] Rolamento de esferas [45] Rolamento de rolos [113] Porca ranhurada [538] Arruela de
cônicos ajuste

16 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Estrutura do redutor
Estrutura geral de redutor de engrenagens cônicas K..37 – K..187 3
3.5 Estrutura geral de redutor de engrenagens cônicas K..37 – K..187

[100] [102]

[3] [20]
[536]
[43] [537] [533] [59]
[538] [534] [22]
[535]
[45] [2]
[114]

[101]
[113]
[42] [119] [59]

[116]
[523] [89] [59]
[522]
[521][88]
[25]
[84] [1]
[19]

[7] [59]
[8]

[6] [59]

[83] [17]

[11]
[12]
[9] [161]
[132]
[133]
[31]
[30] [542]
[543]
[135] [544]
[4]
[5]
[131] [37]
[506]
[507]
[137] [508]
[39]

9007199274042123
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 17
Estrutura do redutor
3 Estrutura geral de redutor de engrenagens cônicas K..37 – K..187

[1] Pinhão [25] Rolamentos [102] Retentor [522] Arruela de ajus-


te
[2] Engrenagem [30] Rolamentos [113] Porca ranhurada [523] Arruela de ajus-
te
[3] Eixo pinhão [31] Chaveta [114] Arruela dentada [533] Arruela de ajus-
te
[4] Engrenagem [37] Rolamentos [116] Rosca de fixação [534] Arruela de ajus-
te
[5] Eixo pinhão [39] Anel de retenção [119] Distanciador [535] Arruela de ajus-
te
[6] Engrenagem [42] Rolamentos [131] Tampa de expansão [536] Arruela de ajus-
te
[7] Eixo de saída [43] Chaveta [132] Anel de retenção [537] Arruela de ajus-
te
[8] Chaveta [45] Rolamentos [133] Arruela de encosto [538] Arruela de ajus-
te
[9] Retentor [59] Bujão [135] Anel de vedação [542] Arruela de ajus-
te
[11] Rolamentos [83] Anel de vedação [137] Arruela de encosto [543] Arruela de ajus-
te
[12] Anel de retenção [84] Anel de vedação [161] Tampa de expansão [544] Arruela de ajus-
te
[17] Distanciador [88] Anel de retenção [506] Arruela de ajuste
[19] Chaveta [89] Tampa de expansão [507] Arruela de ajuste
[20] Válvula de respiro [100] Tampa de inspeção [508] Arruela de ajuste
[22] Carcaça do redutor [101] Parafuso sextavado [521] Arruela de ajuste

25803719/PT-BR – 04/2018

18 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Estrutura do redutor
Estrutura geral do redutor de rosca sem-fim S..37 – S..97 3
3.6 Estrutura geral do redutor de rosca sem-fim S..37 – S..97

[59]
[101] [20]

[506] [100]
[131] [507]
[39] [137]
[37] [102]
[22]
[5]
[31] [30] [2] [61] [59]

[1]

[19]

[89]
[59]
[523] [88]
[25] [522]
[521]

[7]

[6]
[11]
[520]
[12] [519]
[518]
[9]

18014398528786187

[1] Pinhão [20] Válvula de respiro [88] Anel de retenção [518] Arruela de ajuste
[2] Engrenagem [22] Carcaça do redutor [89] Tampa de expansão [519] Arruela de ajuste
[5] Rosca sem-fim [25] Rolamentos [100] Tampa de inspeção [520] Arruela de ajuste
[6] Coroa [30] Rolamentos [101] Parafuso sextavado [521] Arruela de ajuste
[7] Eixo de saída [31] Chaveta [102] Retentor [522] Arruela de ajuste
[9] Retentor [37] Rolamentos [131] Tampa de expansão [523] Arruela de ajuste
[11] Rolamentos [39] Anel de retenção [137] Arruela de encosto
[12] Anel de retenção [59] Bujão [506] Arruela de ajuste
[19] Chaveta [61] Anel de retenção [507] Arruela de ajuste
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 19
Estrutura do redutor
3 Estrutura geral de redutores SPIROPLAN® W..10 – W..30

Estrutura
geral de
redutores
SPIROPLA
N® W..10 –
 W..30

3.7 Estrutura geral de redutores SPIROPLAN® W..10 – W..30

[100] [101]

[65]
[66]
[102] [68]
[71] [143]
[72]
[1]
[22]

[89]
[88]
[521]
[522]
[523]
[25]

[6]

[19] [250]
[251]
[17]
[8]
[7]

[11]

[518]
[519]
[12] [520]
[9]

9007199274048267

[1] Pinhão [19] Chaveta [88] Anel de retenção [518] Arruela de


ajuste
[6] Engrenagem [22] Carcaça do redutor [89] Tampa de expansão [519] Arruela de
ajuste
[7] Eixo de saída [25] Rolamentos [100] Tampa de inspeção [520] Arruela de
ajuste
[8] Chaveta [65] Retentor [101] Parafuso sextavado [521] Arruela de
ajuste
[9] Retentor [66] Rolamentos [102] Retentor [522] Arruela de
ajuste
25803719/PT-BR – 04/2018

[11] Rolamentos [68] Anel de retenção [143] Arruela de encosto [523] Arruela de
ajuste
[12] Anel de retenção [71] Arruela de encosto [250] Anel de retenção
[17] Distanciador [72] Anel de retenção [251] Anel de retenção

20 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Estrutura do redutor
Estrutura geral de redutores SPIROPLAN® W..37 – W..47 3
Estrutura
geral de
redutores
SPIROPLA
N® W..37 –
 W..47

3.8 Estrutura geral de redutores SPIROPLAN® W..37 – W..47

[521]
[89]
[522]
[523] [88]

[6] [25]

[22]

[19]
[7]

[8]
[59] [5]
[518] [33]
[519] [11]
[520] [32]
[12]
[9] [59]
[44] [133] [1]
[506] [37]
[5]
[31]
[30]
[137]
[2]

[61]
[26] [36]

18014399115354379

[1] Pinhão [22] Carcaça do redutor [59] Bujão [521] Arruela de ajus-
te
[2] Engrenagem [25] Rolamento de esfe- [61] Anel de retenção [522] Arruela de ajus-
ras te
[5] Eixo pinhão [26] Carcaça 1º estágio [88] Anel de retenção [523] Arruela de ajus-
te
[6] Engrenagem [30] Rolamento de esfe- [89] Tampa de expansão
ras
[7] Eixo de saída [31] Chaveta [133] Arruela de ajuste
[8] Chaveta [32] Distanciador [137] Arruela de ajuste
[9] Retentor [33] Anel de retenção [506] Arruela de ajuste
[11] Rolamento de esferas [36] Parafuso sextavado [518] Arruela de ajuste
[12] Anel de retenção [37] Rolamento de esfe- [519] Arruela de ajuste
ras
[19] Chaveta [44] O-ring [520] Arruela de ajuste
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 21
Estrutura do redutor
3 Plaqueta de identificação/denominação do tipo

3.9 Plaqueta de identificação/denominação do tipo


3.9.1 Plaqueta de identificação do redutor
A figura a seguir mostra um exemplo de plaqueta de identificação para redutor de en-
grenagens cônicas com adaptador no lado de entrada:

[1] 76646 Bruchsal/Germany [1]


[2] K87 AM100 [2]
[3] 01.0123456789.0001.17 [3]
[4] na r/min 1400/20 i 70,46 [4]
[5] Ma max Nm 1980 Me max Nm 41 kg 105 [5]
[6] Ma max G Nm 2700 IM M1A [6]

Made in Germany

[7] CLP HC 220 Synth. Öl / 3,71l 0641 591 1 DE [7]


20682047115

[1] • Endereço
[2] • Denominação do tipo de redutor
[3] • Número de fabricação
[4] • Rotação nominal de entrada/rotação no eixo de saída do redutor em min-1
• Relação do redutor
[5] • Torque de saída máximo permitido da combinação redutor-adaptador em Nm
• Torque de entrada máximo permitido em Nm
• Peso em kg
[6] • Torque de saída máximo permitido do redutor aberto sem componente anexo
em Nm
• Dados sobre a forma construtiva
[7] • Tipo e quantidade de óleo
• Número da plaqueta de identificação

Explicação do número de fabricação:

01. 0123456789. 0001. 17


Organização de ven- Número do pedido Número da peça em opera- Ano de
das ção fabrica-
ção

3.9.2 Denominação do tipo de redutor


Um redutor de engrenagens cônicas com adaptador AQA tem, p. ex., a seguinte de-
25803719/PT-BR – 04/2018

nominação do tipo:

Exemplo: K37/R AQA 80/1


Tipo do redutor K Redutor de engrenagens cônicas
Tamanho do redutor 37 19 – 49; 37 – 187
Opção /R por exemplo, opcional /R para
servoacionamento: Espaço rotaci-
onal reduzido

22 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Estrutura do redutor
Plaqueta de identificação/denominação do tipo 3
Exemplo: K37/R AQA 80/1
Adaptador AQA p. ex., adaptador para servoacio-
namento:
AQA: Adaptador com rasgo de
chaveta
AQH: Adaptador com disco de
contração
Tamanho do adaptador 80
Variantes /1

3.9.3 Plaqueta de identificação do motoredutor DRN..


A figura seguinte mostra um exemplo da plaqueta de identificação de um motorredu-
tor DRN..

[1] 76646 Bruchsal/Germany [1]


[2] R67 DRN90L4/BE2 [2]
[3] 01.1207730226.0001.17 Inverter duty VWPM 3~IEC60034 [3]
[4] Hz 50 r/min 1461/21 V 230/400 /Y [4]
[5] kW 1.5 s1 A 5.9/3.4 eff% 85.6 IE3 [5]
[6] Cosφ 0.74 IP 65 [6]
[7] Th.Kl. 155(F) [7]
[8] Vbr 230 AC [8]
[9] i 69.75 Nm 685 IM M1 Nm 20 [9]
[10] CLP 220 Miner. Öl / 1.1l BG 1.5 [10]
[11] kg 54.000 188 578 2 Made in Germany [11]
20683265035

[1] • Endereço
[2] • Denominação do tipo de motorredutor
[3] • Número de fabricação
• Adequação para operação com conversor
• Quantidade de fases e normas de potência e de valores nominais
[4] • Frequência nominal /Hz
• Rotação nominal do motor/rotação no eixo de saída do redutor /min-1
• Tensão nominal /V
[5] • Potência nominal /kW e modo de operação
• Corrente nominal /A
• Rendimento /%
• Classe de alto rendimento
[6] • Fator de potência
• Grau de proteção conforme IEC 60034‑5
[7] • Classe térmica
25803719/PT-BR – 04/2018

[8] • Tensão do freio /V


[9] • Relação do redutor
• Torque de saída /Nm
• Forma construtiva
• Torque de frenagem nominal /Nm
[10] • Tipo e quantidade de óleo /l
• Sistema de controle do freio
[11] • Peso /kg
• Número da plaqueta de identificação
• País de produção

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 23
Estrutura do redutor
3 Plaqueta de identificação/denominação do tipo

3.9.4 Denominação do tipo de um motorredutor DRN..


A denominação do tipo de motorredutor começa pelo componente do lado de saída.
Por exemplo, um motorredutor duplo de engrenagem cônica com sensor de tempera-
tura no enrolamento do motor tem a seguinte denominação do tipo:

Exemplo: K107R77DRN100LS4/TF
Tipo do redutor K 1.ª Redutor
Tamanho do redutor 107
Série do redutor R 2.ª Redutor
Tamanho do redutor 77
Série do motor DRN Motor
Tamanho do motor 100
Comprimento de constru- LS
ção
Número de polos 4
Opção de motor com sen- /TF Opção
sor de temperatura
Exemplo: Motorredutor DRN..

K107 R77 DRN100LS4/TF


20684745867

25803719/PT-BR – 04/2018

24 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Estrutura do redutor
Tipos de versão e opcionais – Redutores R, F, K, S e W 3
3.10 Tipos de versão e opcionais – Redutores R, F, K, S e W
A seguir, as denominações dos tipos de redutores R, F, K, S e W e suas opções são
listadas.

3.10.1 Redutor de engrenagens helicoidais

Denominação Descrição
RX.. Versão com pés de um estágio, eixo de saída com chaveta
RXF.. Versão com flange B5 de um estágio, eixo de saída com cha-
veta
R.. Versão com pés, eixo de saída com chaveta
R..F Versão com pés e versão com flange B5, eixo de saída com
chaveta
RF.. Versão com flange B5, eixo de saída com chaveta
RZ.. Versão com flange B14, eixo de saída com chaveta
RM.. Versão com flange B5 com cubo do rolamento prolongado, ei-
xo de saída com chaveta

3.10.2 Redutor de eixos paralelos

Denominação Descrição
F.. Versão com pés, eixo de saída com chaveta
FA..B Versão com pés, eixo oco com rasgo de chaveta
FH..B Versão com pés, eixo oco com disco de contração
FV..B Versão com pés, eixo oco estriado segundo DIN 5480
FF.. Versão com flange B5, eixo de saída com chaveta
FAF.. Versão com flange B5, eixo oco com rasgo de chaveta
FHF.. Versão com flange B5, eixo oco com disco de contração
FVF.. Versão com flange B5, eixo oco estriado segundo DIN 5480
FA.. Eixo oco com rasgo de chaveta
FH.. Eixo oco com disco de contração
FT.. Eixo oco com sistema de montagem TorqLOC®
FV.. Eixo oco estriado segundo DIN 5480
FZ.. Versão com flange B14, eixo de saída com chaveta
FAZ.. Versão com flange B14, eixo oco com rasgo de chaveta
25803719/PT-BR – 04/2018

FHZ.. Versão com flange B14, eixo oco com disco de contração
FVZ.. Versão com flange B14, eixo oco estriado segundo DIN 5480
FM.. Versão com flange B5 com cubo do rolamento prolongado, ei-
xo de saída com chaveta
FAM.. Versão com flange B5 com cubo do rolamento prolongado, ei-
xo oco com rasgo de chaveta

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 25
Estrutura do redutor
3 Tipos de versão e opcionais – Redutores R, F, K, S e W

3.10.3 Redutor de engrenagens cônicas

Denominação
K.. Versão com pés, eixo de saída com chaveta
KA..B Versão com pés, eixo oco com rasgo de chaveta
KAF..B Versão com flange B5, versão com pés, eixo oco com rasgo
de chaveta
KF..B versão com flange B5, versão com pés, eixo de saída com
chaveta
KH..B Versão com pés, eixo oco com disco de contração
KHF..B Versão com flange B5, versão com pés, eixo oco com disco
de contração
KV..B Versão com pés, eixo oco estriado segundo DIN 5480
KF.. Versão com flange B5, eixo de saída com chaveta
KAF.. Versão com flange B5, eixo oco com rasgo de chaveta
KHF.. Versão com flange B5, eixo oco com disco de contração
KVF.. Versão com flange B5, eixo oco estriado segundo DIN 5480
KA.. Eixo oco com rasgo de chaveta
KH.. Eixo oco com disco de contração
KT.. Eixo oco com sistema de montagem TorqLOC®
KV.. Eixo oco estriado segundo DIN 5480
KZ.. Versão com flange B14, eixo de saída com chaveta
KAZ.. Versão com flange B14, eixo oco com rasgo de chaveta
KHZ.. Versão com flange B14, eixo oco com disco de contração
KVZ.. Versão com flange B14, eixo oco estriado segundo DIN 5480
KM.. Versão com flange B5 com cubo do rolamento prolongado, ei-
xo de saída com chaveta
KAM.. Versão com flange B5 com cubo do rolamento prolongado, ei-
xo oco com rasgo de chaveta

3.10.4 Redutor de rosca sem-fim

Denominação Descrição
S.. Versão com pés, eixo de saída com chaveta
SF.. Versão com flange B5, eixo de saída com chaveta
25803719/PT-BR – 04/2018

SAF.. Versão com flange B5 e eixo oco com rasgo de chaveta


SHF.. Versão com flange B5 e eixo oco com disco de contração
SA.. Eixo oco com rasgo de chaveta
SH.. Eixo oco com disco de contração
ST.. Eixo oco com sistema de montagem TorqLOC®
SAZ.. Versão com flange B14 e eixo oco com rasgo de chaveta

26 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Estrutura do redutor
Tipos de versão e opcionais – Redutores R, F, K, S e W 3
Denominação Descrição
SHZ.. Versão com flange B14 e eixo oco com disco de contração

3.10.5 Redutores SPIROPLAN®

Denominação Descrição
W.. Versão com pés, eixo de saída com chaveta
WF.. Versão com flange B5, eixo de saída com chaveta
WAF.. Versão com flange B5 e eixo oco com rasgo de chaveta
WA.. Eixo oco com rasgo de chaveta
WA..B Versão com pés e eixo oco com rasgo de chaveta
WH..B Versão com pés e eixo oco com disco de contração
WHF.. Versão com flange B5 e eixo oco com disco de contração
WH.. Eixo oco com disco de contração
WT.. Eixo oco com sistema de montagem TorqLOC®

3.10.6 Opcionais
Redutores R, F e K:

Denominação Descrição
/R Folga angular reduzida
Redutores K, S e W:

Denominação Descrição
/T Com braço de torção
Redutor F:

Denominação Descrição
/G Com bucha elástica

3.10.7 Condition Monitoring

Denominação Descrição
/DUO Diagnostic Unit Oil = sensor de vida útil do óleo
/DUV40A Diagnostic Unit Vibration = sensor de oscilação
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 27
Instalação mecânica
4 Pré-requisitos para a montagem

4 Instalação mecânica

4.1 Pré-requisitos para a montagem

Uma montagem inadequada pode resultar em danos no redutor/motorredutor


Danos materiais
• Observar as seguintes informações.

Verificar antes da montagem se foram cumpridos os seguintes pré-requisitos:


• O acionamento não foi danificado pelo transporte e o armazenamento.
• Os dados na plaqueta de identificação do motorredutor correspondem à tensão da
rede.
• Em condições ambientais abrasivas, os retentores do lado de saída devem ser
protegidos contra o desgaste.
• Os eixos de saída e as superfícies dos flanges devem estar completamente livres
de agentes anticorrosivos e de quaisquer tipos de contaminantes. Para a limpeza,
utilizar um solvente disponível no mercado. Observar que os solventes corroem o
retentor. Garantir que o solvente não entre em contato com os lábios de vedação
do retentor!
• Em redutores padrão:
– Verificar se o redutor/motorredutor foi projetado para a temperatura ambiente.
Os limites operacionais são encontrados na documentação técnica, se neces-
sários, na plaqueta de identificação ou na tabela de lubrificantes (ver capítulo
"Tabela de lubrificantes" (→ 2 171)).
– Verificar se não há substâncias perigosas (óleos, ácidos, gases, vapores, poei-
ras, etc.) ou radiação no ambiente.
• Em caso de projetos especiais:
– Verificar se o redutor/motorredutor foi projetado para a temperatura ambiente.
Os limites operacionais encontram-se na plaqueta de identificação.
• Em redutores de rosca sem-fim/SPIROPLAN®:
– Observar se não há grandes momentos de inércia da massa externos que pos-
sam exercer uma carga com momento reverso no redutor.
– Observar o autotravamento em η’ (momento reverso) < 0,5.
Cálculo de η’: η’ = 2- 1/η
• Montagem nos servomotores:
– A unidade só poderá ser montada se, após a instalação, lhe for garantida uma
ventilação adequada. A ventilação impede o sobreaquecimento interno.
25803719/PT-BR – 04/2018

28 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Pré-requisitos para a montagem 4
4.1.1 Ferramentas necessárias/Equipamentos
Para a instalação mecânica são necessárias as seguintes ferramentas e acessórios:
• Chave de boca
• Torquímetro para:
– Fixação do redutor
– Discos de contração
– Adaptador do motor AQH ou EWH
– Tampa de entrada com encaixe de centração
• Dispositivo de montagem
• Elementos de compensação (discos, anéis distanciadores)
• Elementos de fixação para elementos de entrada/saída
• Lubrificante (p. ex. NOCO®-Fluid)
• Cola para composto trava rosca para tampa de entrada com encaixe de centração
(p. ex., Loctite® 243)

Peças padrão não são fornecidas

4.1.2 Tolerâncias de instalação

Ponta do eixo Flanges


Tolerância de diâmetro de acordo com Tolerância de encaixe de centração
DIN 748 de acordo com DIN 42948
• ISO k6 para eixos maciços com Ø ≤ • ISO j6 com b1 ≤ 230 mm
50 mm • ISO h6 com b1 > 230 mm
• ISO m6 para eixos maciços com Ø >
50 mm
• ISO H7 para eixos ocos
• Furo de centração de acordo com
DIN 332, forma DR
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 29
Instalação mecânica
4 Instalação do redutor

4.2 Instalação do redutor

Risco de ferimentos devido à montagem/desmontagem inadequada


Perigo de ferimentos graves e danos materiais
• Executar trabalhos no redutor somente em estado parado.
• Proteger a unidade do acionamento contra uma ligação involuntária.
• Certificar-se de fixar os componentes pesados (p. ex., discos de contração) du-
rante a montagem/desmontagem para que não caiam.

Risco de ferimentos devido a peças salientes do redutor


Ferimentos graves
• Garantir uma distância de segurança suficiente em torno do redutor/motorredu-
tor.

Perigo devido à redundância estática quando redutores com carcaça de pé (p. ex.,
KA19/29B, KA127/157B ou FA127/157B) são fixados tanto através do braço de tor-
ção bem como utilizando a barra inferior.
Perigo de ferimentos e danos materiais
• Não é permitida a utilização simultânea das barras inferiores e do braço de tor-
ção especialmente na versão KA.9B/T.
• Fixar a versão KA.9B/T apenas através dos braços de torção.
• Fixar a versão K.9 ou KA.9B apenas nas barras inferiores.
• Se as barras inferiores e o braço de torção forem usados para a fixação, consul-
tar a SEW‑EURODRIVE.

Perigo de redundância estática se tanto o redutor na barra inferior (p. ex. KA19/29B,
KA127/157B ou FA127/157B, redutores R com motor com pés) e o motor na barra
inferior estiverem fixos a motorredutores.
Perigo de ferimentos e danos materiais
• Fixar somente o redutor ou o motor na barra inferior.
25803719/PT-BR – 04/2018

Danos ao redutor/motorredutor devido à corrente de ar frio. A água condensada no


redutor pode danificá-lo.
Danos materiais
• Proteger o redutor contra a corrente direta de ar frio.

30 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Instalação do redutor 4

Durante a instalação do redutor, observar que os bujões de nível de óleo e os bujões


e drenagem de óleo bem como as válvulas de respiro sejam facilmente acessadas!

Forma construtiva O redutor ou o motorredutor só pode ser montado ou instalado/montado na forma


construtiva especificada. Observar os dados na plaqueta de identificação. Os reduto-
res SPIROPLAN® nos tamanhos W10 – W30 não dependem da forma construtiva.
Nível de óleo Verificar o nível de óleo dependente da forma construtiva, ver capítulo "Trabalhos de
inspeção/manutenção no redutor" (→ 2 114). Os redutores são abastecidos de fábri-
ca com a quantidade necessária de óleo. É possível haver desvios desprezíveis no
bujão do nível de óleo de acordo com cada forma construtiva, que são admissíveis se
estiverem dentro das tolerâncias de acabamento.
Em caso de mudança de forma construtiva, adaptar a quantidade de enchimen-
to de lubrificante e a posição da válvula de respiro respectivamente. Para tal, ver
o capítulo Quantidades de enchimento de lubrificante e o capítulo "Formas construti-
vas" (→ 2 130).
Consultar a SEW‑EURODRIVE, no caso das seguintes alterações da forma construti-
va:
• Alteração da forma construtiva em M4: Dependendo do modo de operação do aci-
onamento, pode ser que seja necessário um tanque de expansão de óleo (consul-
tar capítulo "Tanque de expansão de óleo" (→ 2 95)).
• Alterações da forma construtiva dos redutores K em M5 ou M6 ou dentro dessas
formas construtivas
• Alterações da forma construtiva dos redutores S dos tamanhos S47 - S97 nas for-
mas construtivas M2 e M3
• Alterações da forma construtiva dos redutores R na forma construtiva M2.
Estrutura de base A estrutura de base deve apresentar as seguintes características:
• Plana
• Que absorva as vibrações
• Rígida à torção
A tabela acima mostra os máximos erros de planidade permitidos para fixação por pé
ou flange (valores recomendados com referência a DIN ISO 1101):

Tamanho do redutor Erro de planidade


≤ 67 máx. 0,4 mm
77 – 107 máx. 0,5 mm
127 – 147 máx. 0,7 mm
157 – 187 máx. 0,8 mm
Não apertar os pés da carcaça e o flange de montagem um contra o outro. Observar
as forças radiais e axiais permitidas! Observar o capítulo "Planejamento de projeto"
25803719/PT-BR – 04/2018

no catálogo de redutores e motorredutores para calcular as forças radiais e axiais per-


mitidas.

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 31
Instalação mecânica
4 Instalação do redutor

Classe de rigidez Para a fixação dos motorredutores, utilizar basicamente os parafusos da classe de
dos parafusos rigidez 8.8. Uma exceção são os motorredutores na versão com flange e na versão
com pés/flange da tabela seguinte. Nos motorredutores, utilizar os parafusos da clas-
se de rigidez 10.9. Utilizar as arruelas adequadas correspondentes.

Redutor Ø do flange em mm Classe de rigidez dos


parafusos
RF37/R37F 120 10.9
RF47/R47F 140
RF57/R57F 160
FF/FAF77 250
KF/KAF77
FM/FAM67, FM/FAM77 300
KM/KAM67, KM/KAM77
FM/FAM87 350
KM/KAM87
FM/FAM97 400
KM/KAM97
RF147 450
FM/FAM107
KM/KAM107
RF167 550
FM/FAM127
KM/KAM127
FM/FAM157 660
KM/KAM157
RZ37 – RZ87 60ZR – 130ZR

Prevenção de cor- Em caso de perigo de corrosão eletroquímica, utilizar isolantes de plástico de 2 –


rosão nas cone- 3 mm entre o redutor e a máquina acionada. O material plástico utilizado deve possuir
xões de parafusos uma resistência de derivação elétrica < 109 Ω. É possível ocorrer corrosão eletroquí-
mica entre diversos metais, como p. ex., ferro fundido e aço inoxidável. Os parafusos
também devem ser protegidos com arruelas planas de plástico! Além disso, aterrar a
carcaça. Utilizar o terminal para aterramento no motor.
25803719/PT-BR – 04/2018

32 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Instalação do redutor 4
4.2.1 Torques de aperto para parafusos de fixação
Aparafusar os motorredutores com os seguintes torques de aperto:

Parafuso/porca Torque de aperto ±10%


Classe de rigidez 8.8
Nm
M6 11
M8 27
M10 54
M12 93
M16 230
M20 464
M24 798
M30 1597
M36 2778
M42 3995
M48 6022
M56 9650
Aparafusar os motorredutores especificados, na versão com flange, com os seguintes
torques de aperto elevados:

Ø do flan- Redutor Parafuso/ Torque de aperto ±10%


ge porca Classe de rigidez 10.9
mm
Nm
120 RF37 M6 17
140 RF37/RF47 M8 40
160 RF57 M8 40
FM/FAM67,
FM/FAM77
300 M12 137
KM/KAM67,
KM/KAM77
FM/FAM87
350 M16 338
KM/KAM87
FM/FAM97
400 M16 338
KM/KAM97
25803719/PT-BR – 04/2018

FM/FAM107
450 M16 338
KM/KAM107
450 RF147 M20 661
FM/FAM127
550 M16 338
KM/KAM127
550 RF167 M20 661

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 33
Instalação mecânica
4 Instalação do redutor

Ø do flan- Redutor Parafuso/ Torque de aperto ±10%


ge porca Classe de rigidez 10.9
mm
Nm
FM/FAM157
660 M20 661
KM/KAM157
60ZR RZ37 M8 40
70ZR RZ47 M8 40
80ZR RZ57 M10 79
95ZR RZ67 M10 79
110ZR RZ77 M10 79
130ZR RZ87 M12 137
250 FF77/KF77/FAF77/ M12 137
KAF77

4.2.2 Torques de aperto para bujões do nível de óleo, drenos de óleo e bujões, válvulas de
respiro e visores do nível de óleo
Ao apertar, observar os torques de aperto na tabela abaixo:

Rosca Torque de aperto


Nm
M10 × 1 8
M12 × 1,5 14
M22 × 1,5 45
M33 × 2 100
M42 × 2 160

25803719/PT-BR – 04/2018

34 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Instalação do redutor 4
4.2.3 Fixação do redutor

Se estiver usando redutores na versão com flange ou na versão com pés/flange em


conjunto com o variador mecânico de velocidade VARIBLOC®, utilizar parafusos de
qualidade 10.9 e arruelas adequadas para a montagem do flange pelo cliente.
Para uma melhor conexão friccional entre o flange e a superfície de montagem, a
SEW‑EURODRIVE recomenda uma arruela de vedação de superfície anaeróbica ou
um adesivo anaeróbico.

Nos redutores KAZ/KZ/FAZ/FZ 107-157, remover as 4 proteções para transporte do


flange B14. Os 2 parafusos escareados devem permanecer no flange B14.

Redutor, versão com pés


A tabela a seguir mostra os tamanhos de rosca dos redutores na versão com pés de-
pendendo do tipo de redutor e do seu tamanho:

Tipo do redutor
Parafuso R/R..F RX F/FH..B/ K/KH..B/KV..B/ S W
FA..B KA..B
M6 07 – – 19 – 10/20
M8 17/27/37 – 27/37 29 37 30/37/47
M10 – 57 47 37/39/47/49 47/57 –
M12 47/57/67 67 57/67 57/67 67 –
M16 77/87 77/87 77/87 77 77 –
M20 97 97/107 97 87 87 –
M24 107 – 107 97 97 –
M30 127/137 – 127 107/167 – –
M36 147/167 – 157 127/157/187 – –

Redutor na versão com flange B14 e/ou eixo oco


A tabela a seguir mostra os tamanhos de rosca dos redutores com flange B14 e/ou ei-
xo oco dependendo do tipo de redutor e do seu tamanho:

Parafuso Tipo do redutor


RZ FZ/FAZ/FHZ/ KZ/KAZ/KHZ/ SA/SAZ/SHZ WA
FVZ KVZ
25803719/PT-BR – 04/2018

M6 07/17/27 – – 37 10/20/301)
M8 37/47 27/37/47 37/47 47/57 37
M10 57/67 – – – 47
M12 77/87 57/67/77 57/67/77 67/77 –
M16 – 87/97 87/97 87/97 –
M20 – 107/127 107/127 – –

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 35
Instalação mecânica
4 Instalação do redutor

Parafuso Tipo do redutor


RZ FZ/FAZ/FHZ/ KZ/KAZ/KHZ/ SA/SAZ/SHZ WA
FVZ KVZ
M24 – 157 157 – –
1) Na versão W30 para montagem direta em um motor CMP.. ou montagem via adaptador EWH.. o tama-
nho da rosca muda para M8.

Redutor na versão com flange B5


A tabela a seguir mostra os tamanhos de rosca dos redutores com flange B5 depen-
dendo do tipo de redutor, do seu tamanho e do diâmetro do flange:

Tipo do redutor
Ø do flan- Parafuso RF/R..F/RM FF/FAF/ FM/FAM KF/KAF/ SF/SAF/ WF/WAF/
ge FHF/FVF KM/KAM KHF/KVF SHF WHF
mm
80 M6 – – – – – 10
110 M8 – – – – – 20
120 M6 07/17/27 – – – 37 10/20/30/37
120 M8 – – – 19 – –
140 M8 07/17/27/37/47 – – – – –
160 M8 07/17/27/37/47 27/37 – 19/37 37/47 30/37/47
160 M10 – – – 29/39 – –
200 M10 37/47/57/67 47 – 29/47 57/67 –
200 M12 – – – 49 – –
250 M12 57/67/77/87 57/67 – 57/67 77 –
300 M12 67/77/87 77 67/77 77 – –
350 M16 77/87/97/107 87 87 87 87 –
400 M16 – – 97 – – –
97/107/127/137/
450 M16 97/107 107 97/107 97 –
147
107/127/137/
550 M16 127 127 127 – –
147/167
660 M20 147/167 157 157 157 – –

4.2.4 Instalação em áreas úmidas ou locais abertos


25803719/PT-BR – 04/2018

A tinta bloqueia a válvula de respiro e envolve os lábios de vedação dos retentores.


Danos materiais
• Cobrir com fita protetora as válvulas de respiro e os lábios de vedação dos re-
tentores cuidadosamente antes/após a pintura.
• Remover a fita protetora após terminar os trabalhos de pintura.

36 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Instalação do redutor 4
Acionamentos podem ser fornecidos na versão anticorrosão com a respectiva cama-
da de proteção da superfície para o uso em áreas úmidas ou em locais abertos.
• Os danos na superfície pintada (p. ex., na válvula de respiro ou nos olhais de sus-
pensão) devem ser reparados.
• Se motores forem montados nos adaptadores AM, AQ e em acoplamentos de par-
tida e acoplamento de deslocamento AR, AT, as superfícies dos flanges devem
ser vedadas com um material para vedação adequado (p. ex., Loctite® 574).
• Ao serem instalados no exterior, as unidades não devem ser expostas diretamen-
te à luz solar. Montar um dispositivo de proteção adequado, p. ex. uma tampa ou
cobertura. O dispositivo de proteção não pode acumular calor.
• O operador da instalação deve garantir que nenhum corpo estranho (z. B. queda
de objetos ou vazamento) prejudique o funcionamento do redutor.

4.2.5 Alívio de pressão interna do redutor

Sujeira e poeira no ambiente afetam o funcionamento das válvulas de respiro.


Possíveis danos materiais!
• Verificar regularmente o funcionamento da válvula de respiro e, se necessário,
substituir.
• Utilizar um filtro de ventilação no lugar da válvula de ventilação em caso de altas
quantidades de poeira e sujeira.

São listados na tabela seguinte os redutores que não necessitam de respiro:

Redutor Forma construtiva


R..07 M1/M2/M3/M5/M6
R..17/R..27/F..27 M1/M3/M5/M6
W..10/W..20/W..30 M1 – M6
W..37/W..47 M1/M2/M3/M5/M6
K..19/K..29 M1/M2/M3/M5/M6
Todos os outros redutores são fornecidos com uma válvula de respiro montada na po-
sição correta e ativada.
Exceções:
• Os redutores seguintes são fornecidos com bujão no orifício de ventilação destina-
do:
– Redutores com posição de montagem articulada (dinâmico)
– Redutores para montagem em posição inclinada (estacionário)
25803719/PT-BR – 04/2018

– Forma construtiva MX
Uma válvula de respiro é fornecido em uma sacola plástica separada no redutor.
Antes da colocação em operação, substituir o bujão mais elevado pela válvula de
respiro fornecida. Para tal, observar os torques de aperto no capítulo "Torques de
aperto para bujões do nível de óleo, drenos de óleo e bujões, válvulas de respiro e
visores do nível de óleo" (→ 2 34).
• Redutor principal e redutor com posição de montagem articulada, que são
ventilados pelo lado da entrada, são fornecidos com uma válvula de respiro em
uma embalagem plástica.

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 37
Instalação mecânica
4 Instalação do redutor

• Os redutores de tipo fechado são fornecidos sem válvulas de respiro.


• Os redutores com alívio de pressão interna do redutor na tubulação fixa, com re-
servatório de compensação e com filtro de ventilação, são fornecidos sem válvula
de respiro.
• Em determinados países, a válvula de respiro está instalada, mas devido a possí-
veis oscilações de pressão durante o transporte ainda não está ativada. Nestes
casos, é necessário remover a proteção para transporte. Assim, a válvula de res-
piro é ativada (ver capítulo "Ativar a válvula de respiro" (→ 2 38)).

Ativar a válvula de respiro


1. Antes da colocação em operação, verificar se a proteção para transporte na válvu-
la de respiro foi removida e se a válvula foi ativada. A figura a seguir mostra uma
válvula de respiro com proteção para transporte:

2. Remover a proteção para transporte.

ð A figura a seguir mostra uma válvula de respiro ativada:

4.2.6 Pintura do redutor

A tinta bloqueia a válvula de respiro e envolve os lábios de vedação dos retentores.


Danos materiais
25803719/PT-BR – 04/2018

• Cobrir com fita protetora as válvulas de respiro e os lábios de vedação dos re-
tentores cuidadosamente antes/após a pintura.
• Remover a fita protetora após terminar os trabalhos de pintura.

38 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Redutor com eixo maciço 4
4.3 Redutor com eixo maciço

4.3.1 Montagem de elementos de acionamento e de saída

Danos ao rolamento, carcaça e eixos causados pela montagem incorreta


Possíveis danos materiais.
• Os elementos de entrada e de saída só devem ser montados com um dispositivo
de montagem (ver capítulo "Utilizar dispositivo de montagem"  (→  2  39)). Para
fixação, utilize o furo de centração com rosca que está localizado na ponta de ei-
xo.
• Nunca instalar polias, acoplamentos, pinhões etc. na ponta de eixo batendo com
um martelo.
• No caso de montagem de polias, certificar-se de que a correia está tensionada
corretamente, de acordo com as instruções do fabricante.
• Garantir que os elementos de transmissão estão equilibrados e não causem for-
ças radiais ou axiais não permitidas. Os valores admissíveis podem ser encon-
tradas no catálogo "Motorredutores" ou "Unidades à prova de explosão".

Se o elemento de saída for pintado com um lubrificante ou aquecido a pouco mais


de 80 °C – 100 °C, a montagem será facilitada.

Utilização de dispositivo de montagem


A figura abaixo mostra um dispositivo de montagem para montar os acoplamentos ou
cubos em extremidades do eixo do redutor ou do motor. Se o parafuso puder ser
apertado sem problemas, talvez seja possível dispensar o rolamento axial no disposi-
tivo de montagem.
[1] [2]

[3]

211368587

[1] Extremidade do eixo do [3] Cubo de acoplamento


25803719/PT-BR – 04/2018

redutor
[2] Rolamento axial

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 39
Instalação mecânica
4 Redutor com eixo maciço

Evitar forças radiais elevadas


Para evitar elevadas forças radiais, montar se possível as rodas dentadas segundo a
figura B.
[1] [1]

[A] [B]
211364235

[1] Cubo FX1 Força radial no ponto X1


[A] Montagem inadequada [B] Montagem correta

4.3.2 Montagem de acoplamentos

Perigo de ferimentos devido à presença de elementos de entrada e saída que se


movem durante a operação, como por exemplo, polias ou acoplamentos.
Perigo de ser imprensado e de esmagamento!
• Cobrir os elementos de acionamento e de saída com proteção contra contato
acidental.

Durante a montagem de acoplamentos, executar a seguinte compensação, de acordo


com as especificações do fabricante de acoplamentos:
a) Distância máxima e mínima
b) Desalinhamento axial
c) Desalinhamento angular
a) b) c)

211395595
25803719/PT-BR – 04/2018

40 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Braços de torção para redutor versão com eixo 4
4.4 Braços de torção para redutor versão com eixo

Danos aos redutores devido à montagem inadequada


Danos ao redutor
• Não aplicar tensão sobre os braços de torção durante a montagem!
• Para a fixação dos braços de torção, por princípio utilizar parafusos com classe
de resistência 8.8.

O gráfico abaixo mostra um braço de torção montado sem tensão:


> 0 mm > 0 mm

4.4.1 Montar os braços de torção para redutor de eixos paralelos


A figura a seguir mostra a fixação da carcaça para redutores de eixos paralelos em
estado relaxado.
c
a
[4] [5]
[1] [3]
ød

øb +0.5

[2]

36028797230330379

[1] Parafuso a Largura da arruela


[2] Arruela b Diâmetro interno da bucha elástica
[3] Porcas c Comprimento da bucha elástica em condi-
ções sem tensão
[4] Bucha elástica d Diâmetro da bucha elástica
[5] Lado metálico da bucha elásti- ΔL Pré-carga em cada batente de borracha
ca em condições sem tensão

Proceder da seguinte forma:


25803719/PT-BR – 04/2018

1. Certificar-se de que os lados metálicos dos batentes de borracha estejam no redu-


tor.
2. Usar parafusos [1] e arruelas [2] de acordo com a tabela abaixo.
3. Apertar o parafuso com uma porca [3].
4. Apertar o parafuso [1] até que a pré-carga "ΔL" dos batentes de borracha seja
atingida de acordo com a tabela:

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 41
Instalação mecânica
4 Braços de torção para redutor versão com eixo

Redutor Arruela Bucha elástica


a d b c ΔL
mm mm mm mm mm
F..27 /G 5 40 12,5 20 1
F..37 /G 5 40 12,5 20 1
F..47 /G 5 40 12,5 20 1,5
F..57 /G 5 40 12,5 20 1,5
F..67 /G 5 40 12,5 20 1,5
F..77 /G 10 60 21,0 30 1,5
F..87 /G 10 60 21,0 30 1,5
F..97 /G 12 80 25,0 40 2
F..107 /G 12 80 25,0 40 2
F..127 /G 15 100 32,0 60 3
F..157 /G 15 120 32,0 60 3

4.4.2 Montar os braços de torção para redutor de engrenagens cônicas K..19 – K..49


A figura a seguir mostra o braço de torção nos redutores de engrenagens cônicas
K..19 – K..49:

B A
45°

[1]

[1] Bucha A Lado de conexão


B Lado de conexão
Observar os seguintes pontos durante a montagem:
• Montar a bucha [1] nos dois lados.
• Montar o lado de conexão B similar ao lado A.
• Utilizar os parafusos e o torque de aperto segundo a tabela seguinte:
25803719/PT-BR – 04/2018

Redutor Parafusos Torque de aperto ±10%


Nm
K..19 /T 4 x M8 × 20 – 8.8 27
K..29 /T 4 x M8 × 22 – 8.8 27
K..39 /T 4 x M10 × 30 – 8.8 54
K..49 /T 4 x M12 × 35 – 8.8 93

42 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Braços de torção para redutor versão com eixo 4
4.4.3 Montar os braços de torção para redutor de engrenagens cônicas K..37 – K..157
A figura seguinte mostra a fixação da carcaça no redutor de engrenagens cônicas
K..37 – K..157.

B A

[1]

27021597975585035

[1] Bucha A Lado de conexão


B Lado de conexão

Proceder da seguinte maneira:


1. Montar a bucha [1] nos dois lados.
2. Monte o lado de conexão B similar ao lado A.
3. Utilizar os parafusos e o torque de aperto segundo a tabela seguinte:

Redutor Parafusos Torque de aperto ±10%


Nm
K..37 /T 4 × M10 × 25 – 8.8 54
K..47 /T 4 × M10 × 30 – 8.8 54
K..57 /T 4 × M12 × 35 – 8.8 93
K..67 /T 4 × M12 × 35 – 8.8 93
K..77 /T 4 × M16 × 40 – 8.8 230
K..87 /T 4 × M16 × 40 – 8.8 230
K..97 /T 4 × M20 × 50 – 8.8 464
K..107 /T 4 × M24 × 60 – 8.8 796
K..127 /T 4 × M36 × 130 – 8.8 2778
K..157 /T 4 × M36 × 130 – 8.8 2778
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 43
Instalação mecânica
4 Braços de torção para redutor versão com eixo

4.4.4 Montar os braços de torção para redutor de rosca sem-fim


A figura seguinte mostra a fixação da carcaça para redutores de rosca sem-fim.

45º

[1]

18014398720973707

[1] Bucha

Proceder da seguinte forma:


1. Montar a bucha [1] nos dois lados.
2. Utilizar os parafusos e o torque de aperto segundo a tabela seguinte:

Redutor Parafusos Torque de aperto ±10%


Nm
S..37 /T 4 x M6 × 16 – 8.8 11
S..47 /T 4 x M8 × 25 – 8.8 27
S..57 /T 6 x M8 × 25 – 8.8 27
S..67 /T 4 x M12 × 35 – 8.8 93
S..77 /T 4 x M12 × 35 – 8.8 93
S..87 /T 4 x M16 × 45 – 8.8 230
S..97 /T 4 x M16 × 50 – 8.8 230
25803719/PT-BR – 04/2018

44 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Braços de torção para redutor versão com eixo 4
4.4.5 Montar os braços de torção para redutores SPIROPLAN® W
A figura abaixo mostra a fixação da carcaça para redutores SPIROPLAN® W.

4 5º

[1]

18014398720971531

[1] Bucha

Proceder da seguinte forma:


1. Montar a bucha [1] nos dois lados.
2. Utilizar os parafusos e o torque de aperto segundo a tabela seguinte:

Redutor Parafusos Torque de aperto ±10%


Nm
W..10 /T 4 x M6 × 16 – 8.8 11
W..20 /T 4 x M6 × 16 – 8.8 11
W..30 /T 4 x M6 × 16 – 8.8 11
W..37 /T 4 x M8 × 20 – 8.8 27
W..47 /T 4 x M10 × 20 – 8.8 54
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 45
Instalação mecânica
4 Montar redutor versão com eixo oco estriado

4.5 Montar redutor versão com eixo oco estriado

Para a estrutura do eixo do cliente, observar também a informação de construção no


catálogo "Motorredutores".

Proceder da seguinte forma:


1. Aplicar o fluído NOCO®. Espalhe-o cuidadosamente.

®
O
C
O I
N U
L
F

®
O
C
O I
N U
L
F

20685469067

2. Instalar o eixo e fixá-lo axialmente. Para facilitar a montagem, utilizar um dispositi-


vo de montagem.

[1]

[2]
[3]
[4]
[5]

[6]
20685473931

[1] Bujão de retenção [4] Anel de retenção


[2] Parafuso cilíndrico [5] Disco
[3] Arruela de encosto
25803719/PT-BR – 04/2018

46 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Redutor de eixo oco com rasgo de chaveta 4
4.6 Redutor de eixo oco com rasgo de chaveta

Para a estrutura do eixo do cliente, observar também a informação de construção no


catálogo "Motoredutores".

4.6.1 Montar redutor versão com eixo com rasgo de chaveta


Proceder da seguinte forma:
1. Aplicar o fluído NOCO®. Espalhe-o cuidadosamente.

®
O
C
O I
N U
L
F

®
O
C
O I
N U
L
F

9007199466257163

2. Instalar o eixo e fixá-lo axialmente. Para facilitar a montagem, utilizar um dispositi-


vo de montagem. Dependendo do escopo de fornecimento, proceder de acordo
com um dos 3 tipos de montagem.

A) Montar eixo do cliente (escopo de fornecimento padrão):

[1]
[2]
[3]
[4]

[5]
9007199466259339

[1] Parafuso de fixação curto [3] Arruela


(escopo de fornecimento padrão) [4] Anel de retenção
[2] Anel de pressão [5] Eixo do cliente
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 47
Instalação mecânica
4 Redutor de eixo oco com rasgo de chaveta

B) Montar o eixo do cliente com ressalto com o kit de montagem/desmontagem


da SEW‑EURODRIVE:

[1]
[2]
[3]
[4]

[5]
9007199466261515

[1] Parafuso de fixação [4] Anel de retenção


[2] Anel de pressão [5] Eixo do cliente com ressalto
[3] Arruela

C) Montar o eixo do cliente com ressalto com o conjunto de montagem/


desmontagem da SEW‑EURODRIVE:

[1]
[2]
[3]
[4]
[5]

[6]
9007199466263691

[1] Parafuso de fixação [4] Anel de retenção


[2] Anel de pressão [5] Tubo distanciador
[3] Arruela [6] Eixo do cliente sem ressalto

3. Apertar o parafuso de fixação com o respectivo torque. Observar os torques de


aperto na tabela abaixo.
25803719/PT-BR – 04/2018

9007199466265867

48 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Redutor de eixo oco com rasgo de chaveta 4
Parafuso Torque de aperto
Nm
M5 5
M6 8
M10/12 20
M16 40
M20 80
M24 200

Para evitar a corrosão por contato, a SEW‑EURODRIVE recomenda que o eixo do


cliente gire livremente entre as 2 superfícies de contato.

4.6.2 Desmontar o redutor versão com eixo


Essa descrição só é válida para redutores que foram montados com o kit de monta-
gem/desmontagem SEW-EURODRIVE (ver "Montar o redutor versão com ei-
xo" (→ 2 47), passo 2).

[1]
[2]
[3]
[4]
[5]

[6]

9007199466268043

[1] Parafuso de fixação [4] Anel de retenção


[2] Anel de pressão [5] Tubo distanciador
[3] Arruela [6] Eixo do cliente

Proceder da seguinte maneira:


1. Soltar o parafuso de fixação [1].
2. Retirar as peças [2] a [4] e o distanciador [5], se instalado.
3. Inserir a arruela para desmontagem [8] e a porca fixa [7] do kit de montagem/des-
25803719/PT-BR – 04/2018

montagem entre o eixo do cliente [6] e o anel de retenção [4] (ver "Kit de monta-
gem/desmontagem da SEW-EURODRIVE" (→ 2 51)).

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 49
Instalação mecânica
4 Redutor de eixo oco com rasgo de chaveta

4. Voltar a inserir o anel de retenção [4].


5. Voltar a apertar o parafuso de fixação [1]. Agora é possível retirar o redutor do ei-
xo apertando o parafuso.

[1]

[4]
[7]
[8]

[6]

9007199466270219

[1] Parafuso de fixação [7] Porca de proteção anti-torção


[4] Anel de retenção [8] Arruela para desmontagem
[6] Eixo do cliente

25803719/PT-BR – 04/2018

50 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Redutor de eixo oco com rasgo de chaveta 4
4.6.3 Kit de montagem/desmontagem do SEW‑EURODRIVE
Aplica-se somente se o kit de instalação/remoção tiver sido utilizado anteriormente
para instalação.
1. Soltar o parafuso de fixação [5].
2. Remover o anel de retenção [4] e, se utilizado, o distanciador.
3. Inserir a arruela para desmontagem [2] e a porca fixa [3] entre o eixo do cliente [1]
e o anel de retenção [4], conforme figura.
4. Voltar a inserir o anel de retenção [4].
5. Reinstalar o parafuso de retenção [5]. Agora é possível tirar o eixo do redutor.
A figura seguinte mostra o kit de montagem/desmontagem da SEW‑EURODRIVE.

[3]

[1] [2] [3] [4] [5]

27021606946895115

[1] Eixo do cliente [4] Anel de retenção


[2] Arruela para desmontagem [5] Parafuso de fixação
[3] Porca de proteção antitorção para
desmontagem

Dimensões e código do kit de montagem/desmontagem:


Tipo DH7 M1) C4 C5 C6 U-0,5 T -0,5 D3-0,5 L4 Código do kit de monta-
mm mm mm mm mm mm mm mm gem/desmontagem
WA..10 16 M5 5 5 12 4,5 18 15,7 50 6437125
WA..20 18 M6 5 6 13,5 5,5 20,5 17,7 25 643682X
WA..20, WA..30, SA..37, 20 M6 5 6 15,5 5,5 22,5 19,7 25 6436838
WA..37, KA..19
FA..27, SA..47, WA..47, 25 M10 5 10 20 7,5 28 24,7 35 6436846
KA..29
FA..37, KA..29, KA..37, 30 M10 5 10 25 7,5 33 29,7 35 6436854
KA..39, SA..47, SA..57,
WA..47,
FA..47, KA..39, KA..47, 35 M12 5 12 29 9,5 38 34,7 45 6436862
KA..49, SA..57
FA..57, KA..57, FA..67, 40 M16 5 12 34 11,5 41,9 39,7 50 6436870
25803719/PT-BR – 04/2018

KA..49, KA..67, SA..67


SA..67 45 M16 5 12 38,5 13,5 48,5 44,7 50 6436889
FA..77, KA..77, SA..77 50 M16 5 12 43,5 13,5 53,5 49,7 50 6436897
FA..87, KA..87, SA..77, 60 M20 5 16 56 17,5 64 59,7 60 6436900
SA..87
FA..97, KA..97, SA..87, 70 M20 5 16 65,5 19,5 74,5 69,7 60 6436919
SA..97
FA..107, KA..107, SA..97 90 M24 5 20 80 24,5 95 89,7 70 6436927
1) Parafuso de fixação

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 51
Instalação mecânica
4 Redutor versão com eixo com disco de contração

4.7 Redutor versão com eixo com disco de contração

4.7.1 Montar o redutor versão com eixo

Deformação do eixo oco ao apertar os parafusos sem eixo instalado.


Danos ao eixo oco.
• Apertar os parafusos de retenção somente quando o eixo estiver montado.

Proceder da seguinte forma:


1. Soltar ligeiramente os parafusos de aperto. Não desaparafusar totalmente os pa-
rafusos de aperto.

A B

9007199466274571

2. Remover cuidadosamente a graxa do orifício do eixo oco e do eixo de entrada


com solventes disponíveis no mercado.

9007199466276747
®
3. Aplicar a pasta fluído NOCO no eixo de entrada apenas na área da bucha.
25803719/PT-BR – 04/2018

Sistema de montagem ineficaz, se a pasta fluído NOCO® for aplicada diretamente


na bucha. Ao fixar o eixo de entrada, o fluído NOCO® poderá penetrar na área de fi-
xação do disco de contração.
Possíveis danos materiais
• Nunca aplicar fluído NOCO® diretamente na bucha. A área de fixação do disco
de contração deve permanecer sem graxa.

52 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Redutor versão com eixo com disco de contração 4

9007199466281099

4. Instalar o eixo de entrada. Proceder da seguinte maneira:


• Certificar-se de que os anéis externos do disco de contração estejam em plano
paralelo.
• Se houver uma carcaça do redutor com rebaixo do eixo, então o disco de contra-
ção deverá ser montado até a parada no rebaixo do eixo.
• Se houver uma carcaça do redutor sem rebaixo do eixo, então o disco de contra-
ção deverá ser montado a uma distância de 1 mm – 2 mm da carcaça do redutor.
• Aperte os parafusos de aperto com um torque de aperto de acordo com a tabela
seguinte. Aperte muito bem os parafusos. Gire os parafusos sequencialmente e
não transversalmente.

1-2mm s>0mm

211542283

Os valores exatos dos torques de aperto encontram-se no disco de contração.


25803719/PT-BR – 04/2018

Discos de contração padrão e discos de contração de aço inoxidável possuem os


mesmos torques de aperto.

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 53
Instalação mecânica
4 Redutor versão com eixo com disco de contração

Tipo do redutor Parafuso de aperto Torque de


ISO 4014/ISO 4017/ aperto ± 4%
KH.. FH.. SH.. WH..
ISO 4762 Nm
19/29 27 37 37 M5 5
37/39/47/49/57/67/77 37/47/57/67/77 47/57/67/77 47 M6 12
87/97 87/97 87/97 – M8 30
107 107 – – M10 59
127/157 127/157 – – M12 100
167 – – – M16 250
187 – – – M20 470
5. Após a montagem, verificar se a folga restante "s" entre os anéis externos do dis-
co de contração é > 0 mm.
6. Para evitar a corrosão, lubrificar a superfície exterior do eixo oco no disco de con-
tração.

4.7.2 Desmontar o redutor versão com eixo


Proceder da seguinte forma:
1. Para evitar a inclinação do anel externo, soltar os parafusos de aperto sequencial-
mente com um quarto de volta.
2. Soltar os parafusos de aperto uniformemente e em sequência, mas não desapara-
fusá-los totalmente.
3. Remover os resíduos de ferrugem no eixo em frente ao cubo.
4. Desmontar o eixo ou retirar o cubo do eixo.
5. Retirar o disco de contração do cubo.

Não é necessário separar os discos de contração desmontados antes de montá-los


novamente.

4.7.3 Limpar e lubrificar o redutor versão com eixo


Proceder da seguinte forma:
1. Se o disco de contração estiver sujo, limpar e lubrificar o disco de contração.
2. Lubrificar a superfície cônica. Utilizar um dos seguintes lubrificantes sólidos:

Lubrificante (Mo S2) Apresentação comercial


Molykote 321 (revestimento lubrificante) Spray
25803719/PT-BR – 04/2018

Molykote Spray (spray de pó) Spray


Molykote G Rapid Spray ou pasta
Aemasol MO 19P Spray ou pasta
Aemasol DIO-sétral 57 N (revestimento Spray
lubrificante)
3. Lubrificar os parafusos de aperto com graxa universal, p. ex. Molykote BR 2.

54 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Redutor versão com eixo com TorqLOC® 4
Redutor
versão
eixo com
com
TorqLOC®

4.8 Redutor versão com eixo com TorqLOC®

Em uma fixação mais apertada do flange ou pé podem ocorrer distorções no siste-


ma de transmissão por meio de compensação de tolerância de onda TorqLOC®.
Danos materiais
• Apenas quando for assegurado que nenhuma redundância estática possa acon-
tecer, poderá ocorrer uma fixação com o flange ou pés na montagem de
TorqLOC®. Deve ser possível uma compensação de tolerância de onda.

Na fixação no flange, dependendo do tamanho do anel de borne, poderá não ser


mais possível.

4.8.1 Montar o eixo do cliente sem ressalto


Proceder da seguinte forma:
1. Limpar o eixo do cliente e o lado interior do eixo oco. Certificar-se de todos os re-
síduos de graxa e óleo sejam removidos.
2. Montar o anel de encosto e a bucha no eixo do cliente.

211941003

3. Fixar os braços de torção na unidade de acionamento. Observar as instruções no


capítulo "Braços de torção para redutor versão com eixo" (→ 2 41).
25803719/PT-BR – 04/2018

K..7 S../W../K..9
20622111627

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 55
Instalação mecânica
4 Redutor versão com eixo com TorqLOC®

4. Nunca aplicar fluído NOCO® diretamente na bucha. Espalhe-o cuidadosamente.


O
C
®

O D
N UI
L
F

211938827

5. Introduzir o redutor no eixo do cliente.

9007199466677643

6. Pré-montar o braço de torção. Não apertar novamente os parafusos.

K..7
F..

S../ W .. /K..9

36028797230907147

7. Inserir a bucha no redutor até a parada. 25803719/PT-BR – 04/2018

9007199466686347

56 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Redutor versão com eixo com TorqLOC® 4
8. Fixar a bucha com o anel de encosto. Fixar o anel de parada na bucha com o tor-
que de aperto correspondente. O torque de aperto adequado encontra-se na tabe-
la a seguir.

9007199466741899

Tipo do redutor Torque de aperto


Nm
FT.. KT.. ST.. WT.. Padrão Aço inoxidável
– – 37 37 10 10
37 37 47 47 10 10
47 39/47 57 – 10 10
57/67 49/57/67 67 – 25 25
77 77 77 – 25 25
87 87 87 – 25 25
97 97 97 – 25 25
107 107 – – 38 38
127 127 – – 65 65
157 157 – – 150 150
9. Certificar-se de que todos os parafusos estejam soltos e inserir o disco de contra-
ção no eixo oco.
25803719/PT-BR – 04/2018

9007199466744075

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 57
Instalação mecânica
4 Redutor versão com eixo com TorqLOC®

10. Introduzir a contrabucha no eixo do cliente e no eixo oco.

UID O
®
FL OC
N
9007199466746251

11. Se houver um redutor com rebaixo do eixo então o disco de contração deverá
ser montado até a parada no rebaixo do eixo. Se houver um redutor sem rebaixo
do eixo então o disco de contração deverá ser montado a uma distância de
1 mm – 2 mm da carcaça do redutor.
12. Bater levemente no flange da contrabucha para certificar-se de que a bucha este-
ja firmemente assentada no eixo oco.

9007199466748427

13. Verificar se o eixo do cliente está assentado na contrabucha.

9007199466750603
25803719/PT-BR – 04/2018

58 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Redutor versão com eixo com TorqLOC® 4
14. Apertar bem os parafusos do disco de contração apenas de forma manual. Certifi-
car-se de que os anéis externos do disco de contração estejam em plano paralelo.

9007199466752779

15. Apertar os parafusos de aperto com um torque de aperto de acordo com a tabela
seguinte. Apertar os parafusos dando várias voltas sequencialmente (não em se-
quência cruzada).

> 0mm

18014398721495947

Os valores exatos dos torques de aperto encontram-se no disco de contração.

Discos de contração padrão e discos de contração de aço inoxidável possuem os


mesmos torques de aperto.

Tipo do redutor Parafuso de aperto Torque de aperto ± 4%


FT.. KT.. ST.. WT.. ISO 4762 Nm
– – 37 37 M5 4
37 37 47 47 M6 12
25803719/PT-BR – 04/2018

47/57/67 39/47/49/57/67 57/67 – M6 12


77/87/97 77/87/97 77/87/97 – M8 30
107 107 – – M10 59
127/157 127/157 – – M12 100
16. Após a montagem, verificar se a folga restante "s" entre os anéis externos do dis-
co de contração é > 0 mm.

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 59
Instalação mecânica
4 Redutor versão com eixo com TorqLOC®

17. Verificar se a folga restante entre a contrabucha e a extremidade do eixo oco e


entre a extremidade do eixo oco e o anel de parada é > 0 mm.
> 0 mm

> 0 mm

s
> 0 mm
27021600112884107

18. Apertar bem os braços de torção. Observar as instruções no capítulo "Braços de


torção para redutor versão com eixo" (→ 2 41).

20623147019

25803719/PT-BR – 04/2018

60 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Redutor versão com eixo com TorqLOC® 4
4.8.2 Montar o eixo do cliente com ressalto
1. Limpar o eixo do cliente e o lado interior do eixo oco. Certificar-se de todos os re-
síduos de graxa e óleo sejam removidos.

9007214342258187

2. Fixar os braços de torção na unidade de acionamento. Observar as instruções no


capítulo "Braços de torção para redutor versão com eixo" (→ 2 41).

K..7 S../W../K..9
20622111627

3. Montar a bucha no eixo do cliente.

0 mm

2349377035

4. Nunca aplicar fluído NOCO® diretamente na bucha. Espalhe-o cuidadosamente.

O
C
®

O D
N UI
L
F
25803719/PT-BR – 04/2018

2349367435

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 61
Instalação mecânica
4 Redutor versão com eixo com TorqLOC®

5. Introduzir o redutor no eixo do cliente.

5129650443

6. Certificar-se de que todos os parafusos estejam soltos. Inserir o disco de contra-


ção no eixo oco.

9007199466744075

7. Introduzir a contrabucha no eixo do cliente e no eixo oco.


UID O
®
FL OC
N

25803719/PT-BR – 04/2018

9007199466746251

8. Se houver um redutor com rebaixo do eixo então o disco de contração deverá


ser montado até a parada no rebaixo do eixo. Se houver um redutor sem rebaixo
do eixo então o disco de contração deverá ser montado a uma distância de
1 mm – 2 mm da carcaça do redutor.

62 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Redutor versão com eixo com TorqLOC® 4
9. Bater levemente no flange da contrabucha para certificar-se de que a bucha este-
ja firmemente assentada no eixo oco.

9007199466748427

10. Verificar se o eixo do cliente está assentado na contrabucha.

9007199466750603

11. Apertar bem os parafusos do disco de contração apenas de forma manual. Certifi-
car-se de que os anéis externos do disco de contração estejam em plano paralelo.

9007199466752779
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 63
Instalação mecânica
4 Redutor versão com eixo com TorqLOC®

12. Apertar os parafusos de aperto com um torque de aperto de acordo com a tabela
seguinte. Apertar os parafusos dando várias voltas sequencialmente (não em se-
quência cruzada).

> 0mm

18014398721495947

Os valores exatos dos torques de aperto encontram-se no disco de contração.

Discos de contração padrão e discos de contração de aço inoxidável possuem os


mesmos torques de aperto.

Tipo do redutor Parafuso de aperto Torque de aperto ± 4%


FT.. KT.. ST.. WT.. ISO 4762 Nm
– – 37 37 M5 4
37 37 47 47 M6 12
47/57/67 39/47/49/57/67 57/67 – M6 12
77/87/97 77/87/97 77/87/97 – M8 30
107 107 – – M10 59
127/157 127/157 – – M12 100
13. Após a montagem, controlar se a folga restante "s" entre os anéis externos do dis-
co de contração é > 0 mm.
25803719/PT-BR – 04/2018

64 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Redutor versão com eixo com TorqLOC® 4
14. Verificar se a folga restante entre a contrabucha e a extremidade do eixo oco e
entre a extremidade do eixo oco e o ressalto do eixo do cliente é > 0 mm.
> 0 mm

> 0 mm

s
> 0 mm

22017650059

15. Montar o braço de torção e apertá-lo bem. Observar as instruções no capítulo


"Braços de torção para redutor versão com eixo" (→ 2 41).

20623147019
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 65
Instalação mecânica
4 Redutor versão com eixo com TorqLOC®

4.8.3 Desmontar o redutor versão com eixo

Perigo de queimaduras devido a superfícies quentes


Ferimentos graves
• Deixar as unidades esfriarem o suficiente, antes de operá-las.

Proceder da seguinte forma:


1. Para evitar a inclinação do anel externo, soltar os parafusos de aperto sequencial-
mente com um quarto de volta.

2903644171

2. Soltar os parafusos de aperto uniformemente, um após o outro. Não soltar total-


mente os parafusos de aperto.
3. Montar a bucha de aço cônica. Se for necessário utilizar os anéis externos como
dispositivo de extração, como segue. Proceder da seguinte maneira:
• Remover todos os parafusos de aperto.
• Aparafusar a quantidade correspondente de parafusos nos furos roscados do dis-
co de contração.
• Apoiar o anel interno contra a carcaça do redutor.
• Remover a bucha cônica de aço apertando os parafusos.
4. Remover o redutor do eixo.
25803719/PT-BR – 04/2018

9007202158521227

5. Retirar o disco de contração do cubo.

Não é necessário separar os discos de contração desmontados antes de montá-los


novamente.

66 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Redutor versão com eixo com TorqLOC® 4
4.8.4 Limpar e lubrificar o redutor versão com eixo
• Se o disco de contração estiver sujo, limpar e lubrificar o disco de contração.
• Lubrificar as superfícies cônicas com um dos seguintes lubrificantes sólidos:

Lubrificante (Mo S2) Apresentação comercial


Molykote 321 (revestimento lubrificante) Spray
Molykote Spray (spray de pó) Spray
Molykote G Rapid Spray ou pasta
Aemasol MO 19P Spray ou pasta
Aemasol DIO-sétral 57 N (revestimento Spray
lubrificante)
• Lubrificar os parafusos de aperto com graxa universal, p. ex. Molykote BR 2.
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 67
Instalação mecânica
4 Montagem da tampa de proteção

4.9 Montagem da tampa de proteção

Ferimentos durante a montagem quando estiver em funcionamento.


Risco de ferimento
• Desligar o motor antes de iniciar as operações. Proteger a unidade contra liga-
ção involuntária.

4.9.1 Montagem da tampa de proteção que gira juntamente com o eixo de saída

1
662284299

1. Inserir a tampa de proteção que gira juntamente com o eixo de saída no disco de
contração até travar.

4.9.2 Montagem da tampa de proteção fixa


Proceder da seguinte maneira:
1. Retirar os bujões de plástico da carcaça do redutor (ver figura 1).

25803719/PT-BR – 04/2018

1 2
9007199273238539

2. Fixar a tampa de proteção na carcaça do redutor com os parafusos fornecidos


(ver figura 2).

68 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Montagem da tampa de proteção 4
4.9.3 Operação sem tampa de proteção
Em casos de utilização especiais, p. ex., eixos transpassantes, não é possível instalar
a tampa de proteção. Se, através dos acessórios correspondentes, o fabricante da
unidade ou equipamento garantir que o grau de proteção seja cumprido a tampa de
proteção não necessita ser colocada. Se esta solução exigir tarefas de manutenção
especiais, estas devem ser descritas pelo fabricante nas instruções de operação do
sistema ou dos componentes.
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 69
Instalação mecânica
4 Acoplamento do adaptador AM

4.10 Acoplamento do adaptador AM

4.10.1 Montar adaptador IEC AM63 – 280/adaptador NEMA AM56 – 365

Danos ao adaptador devido à penetração de umidade ou sujeira (p. ex., poeira) ao


montar um motor/acionamento no adaptador.
Danos ao adaptador
• Vedar o adaptador com líquidos de vedação anaeróbicos.
• Se o motor/acionamento a ser montado tiver aberturas ou orifícios com acesso
ao interior do adaptador, fechá-los com vedação à prova de pó ou líquidos.

Para evitar a corrosão por contato, a SEW‑EURODRIVE recomenda a aplicação da


pasta de montagem fluído NOCO® no eixo do motor antes da montagem dos semia-
coplamentos.

479

481

484

491

A
A IEC AM63 – 280
NEMA ≥ AM182 NEMA ≤ AM145

20577139211

[1] Eixo do motor [484] Chaveta


[479] Semiacoplamento [491] Tubo distanciador
[481] Parafuso de fixação
25803719/PT-BR – 04/2018

Proceder da seguinte forma:


1. Limpar o eixo do motor e as superfícies do flange do motor e do adaptador.
2. Retirar a chaveta do eixo do motor. Substitui-la com a chaveta fornecida [484]
(não a AM63 e AM250).
3. Aquecer o semiacoplamento [479] até aprox. 80 °C – 100 °C e introduzir o semia-
coplamento no eixo do motor. Posicionar da seguinte forma:
• Adaptador IEC AM63 – 225 até a parada no ressalto do eixo do motor.

70 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Acoplamento do adaptador AM 4
• Adaptador IEC AM250 – 280 a uma distância "A". Os valores para a distância "A"
são encontrados na tabela seguinte.
• Adaptador NEMA com distanciador [491] para a distância "A". Os valores para a
distância "A" são encontrados na tabela seguinte.
4. Fixar a chaveta e o semiacoplamento com o parafuso de fixação [481] no eixo do
motor. O torque de aperto requerido "TA" é encontrado na tabela seguinte.
5. Verificar a posição do semiacoplamento. Os valores para a distância "A" são en-
contrados na tabela seguinte.
6. Vedar as superfícies de contato entre o adaptador e o motor com um vedante de
superfícies adequado.
7. Montar o motor no adaptador garantindo que os acoplamentos elásticos do eixo
adaptador engrenem no anel de came de plástico.

AM..IEC 63/71 80/90 100/112 132 160/180 200 225 250/280


A /mm 24,5 31,5 41,5 54 76 78,5 93,5 139
TA /Nm 1,5 1,5 4,8 4,8 10 17 17 17
Rosca M4 M4 M6 M6 M8 M10 M10 M10
AM..NEMA 56 143/145 182/184 213/215 254/256 284/286 324/326 364/365
A /mm 46 43 55 63,5 78,5 85,5 107 107
TA /Nm 1,5 1,5 4,8 4,8 10 17 17 17
Rosca M4 M4 M6 M6 M8 M10 M10 M10

Cargas admissíveis

Sobrecarga do redutor devido a elevada força do peso ou potência excessiva de um


motor montado.
Danos no redutor
• Certificar-se de que os dados da carga especificados na tabela a seguir não se-
jam excedidos.
• Certificar-se de que a potência permitida (torque e rotação) no adaptador seja
cumprida conforme especificado na plaqueta de identificação.

Perigo devido à redundância estática se os motores também forem fixados através


de uma barra inferior.
Danos materiais
25803719/PT-BR – 04/2018

• Um motor montado no pé alivia a interface no adaptador, mas você deve se cer-


tificar de que o motor com pés instalado está montado sem tensão no projeto do
cliente.

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 71
Instalação mecânica
4 Acoplamento do adaptador AM

FR

9007199273254411

Centro de gravidade do motor FR Força radial


X Distância Flange adaptador – Centro do
motor

Cargas admissíveis para redutores de série R..7, F..7, K..7, K..9 e S..7:

Tipo do adaptador x1) FR1)


N
IEC NEMA mm Adaptador IEC Adaptador
NEMA
AM63/71 AM56 77 530 410
AM80/90 AM143/145 113 420 380
AM100/112 AM182/184 144 2000 1760
AM1322) AM213/21522) 186 1600 1250
AM132.. AM213/215 4700 3690
AM160/180 AM254/286 251 4600 4340
AM200/225 AM324-AM365 297 5600 5250
AM250/280 – 390 11200 –

1) Se a distância do centro de gravidade x aumenta, o peso máximo permitido FR_max


do motor acoplado terá que ser reduzido de forma linear. Em caso de redução da
distância do centro de gravidade x, não é admissível um aumento da força de pe-
so máxima FR_max permitida.
2) Diâmetro do flange de saída do adaptador: 160 mm

Cargas admissíveis para redutores de série SPIROPLAN® W37 – W47

Tipo do adaptador  x1) FR1)


N
25803719/PT-BR – 04/2018

IEC NEMA mm Adaptador IEC Adaptador


NEMA
AM63/71 AM56 115 140 120
AM80/90 AM143/145 151 270 255

72 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Acoplamento do adaptador AM 4
1) Se a distância do centro de gravidade x aumenta, o peso máximo permitido FR_max
do motor acoplado terá que ser reduzido de forma linear. Em caso de redução da
distância do centro de gravidade x, não é admissível um aumento da força de pe-
so máxima FR_max permitida.

Potências permitidas e momentos de inércia da massa


A tabela a seguir mostra as potências e momentos de inércia da massa permitidos:

Tipo do adaptador Pm1) JAdaptador


IEC NEMA kW kg × m²
AM63 – 0,25 0,44 x 10-4
AM71 AM56 0,37 0,44 x 10-4
AM80 AM143 0,75 1,9 x 10-4
AM90 AM145 1,5 1,9 x 10-4
AM100 AM182 3 5,2 x 10-4
AM112 AM184 4 5,2 x 10-4
AM132S/M AM213/215 7,5 19 x 10-4
AM132ML – 9,2 19 x 10-4
AM160 AM254/256 15 91 x 10-4
AM180 AM284/286 22 90 x 10-4
AM200 AM324/326 30 174 x 10-4
AM225 AM364/365 45 174 x 10-4
AM250 – 55 173 x 10-4
AM280 – 90 685 x 10-4
1) Potência nominal máxima do motor elétrico padrão montado a 1400 min-1

4.10.2 Adaptador AM com contra recuo AM../RS


Verificar o sentido de rotação do acionamento antes da montagem ou colocação em
operação do sistema. Em caso de um sentido de rotação incorreto, consultar sempre
a SEW‑EURODRIVE.
O contra recuo está livre de manutenção durante a operação. Dependendo do tama-
nho, os contra recuos possuem as chamadas rotações de desbloqueio/rotações na
partida (ver a tabela seguinte).

Se a unidade estiver abaixo do valor de rotação de desbloqueio/rotação na partida


25803719/PT-BR – 04/2018

mínimo, então o contra recuo estará sujeito a desgaste e irá sobreaquecer.


Possíveis danos materiais!
• A unidade não deve ter um valor inferior de rotação de desbloqueio/rotação na
partida mínima indicada na operação nominal.
• Durante o acionamento ou frenagem, a unidade pode ter um valor de rotação de
desbloqueio/rotação na partida abaixo do mínimo.

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 73
Instalação mecânica
4 Acoplamento do adaptador AM

Tipo Torque máximo de bloqueio Rotação de desbloqueio/rota-


do contra recuo ção na partida mínima
Nm min-1
AM80/90/RS
65 820
AM143/145/RS
AM100/112/RS
425 620
AM182/184/RS
AM132/RS
850 530
AM213/215/RS
AM160/180/RS
1450 480
AM254/286/RS
AM200/225/RS
1950 450
AM324-365/RS
AM250/280/RS 1950 450

4.10.3 Montagem de motor (es) não SEW no adaptador AM ou AL


Ao montar um motor não SEW, o cliente deve garantir que o peso permitido e a po-
tência do adaptador sejam respeitados de acordo com as instruções de operação. As
cargas permitidas se encontram no capítulo "Cargas admissíveis" (→ 2 71).

4.10.4 Adaptador AM com motor com pedal montado


Um motor com fixação por pé alivia a interface no adaptador. O motor com pedal
montado no adaptador deve ser construído sem tensão aplicada ao projeto do cliente.

25803719/PT-BR – 04/2018

74 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Acoplamento do adaptador AQ. 4
4.11 Acoplamento do adaptador AQ.

4.11.1 Montar o adaptador AQA80 – 190 (com rasgo de chaveta)/adaptador AQH80 – 190 (sem


rasgo de chaveta)

Danos ao adaptador devido à penetração de umidade ou sujeira (p. ex., poeira) ao


montar um motor/acionamento no adaptador.
Danos ao adaptador
• Vedar o adaptador com líquidos de vedação anaeróbicos.
• Se o motor/acionamento a ser montado tiver aberturas ou orifícios com acesso
ao interior do adaptador, fechá-los com vedação à prova de pó ou líquidos.

No AQA: Para evitar a corrosão por contato, a SEW‑EURODRIVE recomenda a apli-


cação do fluído NOCO® no eixo do motor antes da montagem dos semiacoplamen-
tos.
No AQH: A utilização do fluído NOCO® não é permitido.

AQA AQH

[479]
[479]

[1]
[1]

[2] [3]

A A

9007199466855947

[1] Eixo do motor [3] Arruela


[2] Anel de pressão [479] Semiacoplamento

Proceder da seguinte forma:


25803719/PT-BR – 04/2018

1. Limpar o eixo do motor e as superfícies do flange do motor e do adaptador.


2. Versão AQH: Soltar os parafusos do semiacoplamento [479] e afrouxar a ligação
cônica.
3. Versão AQA/AQH: Aquecer o semiacoplamento até aprox. 80 °C – 100 °C e in-
troduzir o semiacoplamento no eixo do motor até a distância "A". Os valores para
a distância "A" são encontrados na tabela do capítulo "Padrão de ajuste e torques
de aperto" (→ 2 76).

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 75
Instalação mecânica
4 Acoplamento do adaptador AQ.

4. Versão AQH: Apertar os parafusos do semiacoplamento de modo uniforme em


sequência cruzada, dando várias voltas. Os valores para o torque de aperto "TA"
são encontrados na tabela do capítulo "Padrão de ajuste e torques de aper-
to" (→ 2 76).
5. Versão AQA: Travar o semiacoplamento com o parafuso de fixação (ver gráfico).
6. Verificar a posição do semiacoplamento. Os valores para a distância "A" são en-
contrados na tabela do capítulo "Padrão de ajuste e torques de aperto" (→ 2 76).
7. Instalar o motor no adaptador garantindo que os dentes de ambos os semiacopla-
mentos engrenem corretamente entre si.
ð A força necessária para unir ambos os semiacoplamentos é suspensa no final
da montagem, sem riscos de causar esforços axiais perigosos nos rolamentos
adjacentes.

4.11.2 Padrão de ajuste e torques de aperto

Tipo Ø do aco- Distância A Parafusos Torque de aperto TA


plamento Nm
mm mm AQA AQH AQA AQH
AQA /AQH 80 /1 /2 /3 44,5
AQA /AQH 100 /1 /2 39
19 M5 6 x M4 2 4
AQA /AQH 100 /3 /4 53
AQA /AQH 115 /1 /2 62
AQA /AQH 115 /3 62
24 M5 4 x M5 2 9
AQA /AQH 140 /1 /2 62
AQA /AQH 140 /3 /4 74,5
AQA /AQH 160 /1 28 74,5 M8 8 x M5 10 9
AQA /AQH 190 /1 /2 76,5
AQA /AQH 190 /3 38 100 M8 8 x M6 10 14

4.11.3 Cargas admissíveis

Sobrecarga do redutor devido a elevada força do peso ou potência excessiva de um


motor montado.
Danos no redutor
• Certificar-se de que os dados da carga especificados na tabela a seguir não se-
jam excedidos.
25803719/PT-BR – 04/2018

• Certificar-se de que a potência permitida (torque e rotação) no adaptador seja


cumprida conforme especificado na plaqueta de identificação.

76 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Acoplamento do adaptador AQ. 4

Perigo devido à redundância estática se os motores também forem fixados através


de uma barra inferior.
Danos materiais
• Um motor montado no pé alivia a interface no adaptador, mas você deve se cer-
tificar de que o motor com pés instalado está montado sem tensão no projeto do
cliente.

A figura abaixo mostra os pontos de aplicação de força permitidos dos pesos máxi-
mos admissíveis:
X

FR

9007199273254411

Centro de gravidade do motor FR Força radial


X Distância Flange adaptador –
Centro do motor

Tipo x1) FR1)


mm N
AQ80 77 370
AQ100/1/2 113 350
AQ100/3/4 113 315
AQ115 113 300
AQ140/1/2 144 1550
AQ140/3 144 1450
AQ160 144 1450
2)
AQ190/1/2 186 1250
AQ190/32) 186 1150
AQ190/1/2 186 3750
AQ190/3 186 3400
25803719/PT-BR – 04/2018

1) Valores de carga máxima para os parafusos de união com classe de rigidez 8.8.
Se a distância do centro de gravidade x aumenta, o peso máximo permitido
FR_max do motor acoplado terá que ser reduzido de forma linear. Se a distância do
centro de gravidade x diminui, o peso máximo permitido FR_max não deverá ser
aumentado.
2) Diâmetro do flange de saída do adaptador: 160 mm

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 77
Instalação mecânica
4 Adaptador EWH

4.12 Adaptador EWH

4.12.1 Adaptador EWH01 – 03

Danos ao adaptador devido à penetração de umidade ou sujeira (p. ex., poeira) ao


montar um motor/acionamento no adaptador.
Danos ao adaptador
• Vedar o adaptador com líquidos de vedação anaeróbicos.
• Se o motor/acionamento a ser montado tiver aberturas ou orifícios com acesso
ao interior do adaptador, fechá-los com vedação à prova de pó ou líquidos.

[479]

[229]

[230]

°
[1] 60

4557485195

[1] Eixo do motor [230] Bucha do eixo do motor


[229] Parafusos de aperto [479] Semiacoplamento

1. Limpar e eliminar a graxa do orifício do eixo oco do eixo do semiacoplamento


[479], a bucha do eixo do motor [230] e o eixo do motor [1].
2. Colocar a bucha do eixo do motor [230] no semiacoplamento [479] de modo que a
ranhura do bucha do eixo do motor [230] esteja num ângulo de 60° em relação
25803719/PT-BR – 04/2018

aos dois parafusos de aperto [229].


3. Empurrar o semiacoplamento [479] até a parada no resssalto do eixo do motor.
4. Apertar sucessivamente os parafusos de aperto [229] com um torquímetro ade-
quado primeiro com 25% do torque de aperto especificado conforme a tabela a
seguir.
5. Apertar os dois parafusos de aperto [229] com o torque de aperto integral especifi-
cado.

78 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Adaptador EWH 4
Tipo do adapta- Diâmetro do ei- Quantidade de para- Torque de aperto do Tamanho da chave
dor xo do motor fusos de aperto parafuso de aperto
mm Nm mm
EWH01 9 2 6 3
EWH01 11 2 10 4
EWH02 11; 14; 16 2 10 4
EWH03 11; 14; 16 2 10 4

4.12.2 Cargas admissíveis

Sobrecarga do redutor devido a elevada força do peso ou potência excessiva de um


motor montado.
Danos no redutor
• Certificar-se de que os dados da carga especificados na tabela a seguir não se-
jam excedidos.
• Certificar-se de que a potência permitida (torque e rotação) no adaptador seja
cumprida conforme especificado na plaqueta de identificação.

Perigo devido à redundância estática se os motores também forem fixados através


de uma barra inferior.
Danos materiais
• Um motor montado no pé alivia a interface no adaptador, mas você deve se cer-
tificar de que o motor com pés instalado está montado sem tensão no projeto do
cliente.

A figura abaixo mostra os pontos de aplicação de força permitidos dos pesos máxi-
mos admissíveis:
X
25803719/PT-BR – 04/2018

FR

9007199273254411

Centro de gravidade do motor FR Força radial


X Distância Flange adaptador – Centro do
motor

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 79
Instalação mecânica
4 Adaptador EWH

Tipo x1) FR1)


mm N
EWH01 113 40
EWH02 120 56
EWH03 120 56

1) Valores de carga máxima para os parafusos de união com classe de rigidez 8.8.
Se a distância do centro de gravidade x aumenta, o peso máximo permitido
FR_max do motor acoplado terá que ser reduzido de forma linear. Se a distância do
centro de gravidade x diminui, o peso máximo permitido FR_max não deverá ser
aumentado.

25803719/PT-BR – 04/2018

80 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Tampa AD no lado do acionamento 4
4.13 Tampa AD no lado do acionamento
Na montagem de elementos de acionamento, observar o capítulo ""Montagem de ele-
mentos de acionamento e elementos de saída"" (→ 2 39).

4.13.1 Montar a tampa com plataforma de montagem do motor AD../P

212119307

[1] Plataforma de montagem do motor [4] Porca


[2] Furos roscados (somente AD6/P ou AD7/ [5] Coluna roscada
P)
[3] Suporte (somente AD6/P ou AD7/P)

Para montar o motor e ajustar a plataforma de montagem do motor, proceder da se-


guinte maneira:
1. Ajustar a plataforma de montagem do motor [1] para a posição de montagem re-
querida apertando igualmente as porcas de ajuste [4].
2. Se necessário, retirar o redutor de engrenagens helicoidais para alcançar a posi-
ção de ajuste mais baixa dos olhais de suspensão. Retocar as superfícies de pin-
tura danificadas.
3. Alinhar o motor sobre a plataforma de montagem do motor [1] de modo que as
pontas de eixo estejam niveladas. Fixar o motor.
4. Montar o elemento de acionamento sobre a ponta de eixo e dos eixos do motor de
entrada.
5. Alinhar os elemento de acionamento, pontas de eixo e eixo do motor um ao outro.
25803719/PT-BR – 04/2018

Corrija novamente a posição do motor.


6. Instalar os mecanismos de tração (correias em V, correntes, etc.) e apertá-los
ajustando a plataforma de montagem do motor [1]. Não apoiar a plataforma de
montagem do motor e as colunas uma debaixo da outra.
7. Para fixar as colunas roscadas [5], apertar bem as porcas não utilizadas para
ajuste [4].

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 81
Instalação mecânica
4 Tampa AD no lado do acionamento

4.13.2 Características especiais para AD6/P e AD7/P


Proceder da seguinte maneira:
1. Solte as porcas dos pinos roscados [2] antes de reajustá-las para que os pinos
roscados [2] estejam livre para se mover axialmente no suporte [3].
2. Somente quando a posição de reajuste final for alcançada, aperte as porcas.

Não ajuste a plataforma de montagem do motor [1] sobre o suporte [3].

4.13.3 Tampa com encaixe de centração AD../ZR


Montagem de componentes na tampa de entrada com encaixe de centração
1. Para garantir a instalação, utilizar parafusos com o comprimento adequado. Como
mostrado na figura a seguir, o comprimento é determinado por l = t + a. Arredon-
de o comprimento calculado do parafuso para o próximo comprimento pa-
drão mais baixo.

18014398721603467

a Força do elemento de montagem s Suporte de fixação (ver tabela)


t Comprimento do parafuso (ver tabe-
la)

2. Remover o parafuso de fixação do encaixe de centração


3. Limpar a superfície de contato e o encaixe de centração.
4. Limpar as roscas dos novos parafusos e umedecer as primeiras roscas com um
composto trava rosca (p. ex., Loctite® 243).
5. Colocar o componente no encaixe de centração. Aperte os parafusos de fixação
com o torque de aperto "TA" especificado (ver a tabela seguinte).

Tipo Compri- Rosca de fixa- Torque de aperto TA


25803719/PT-BR – 04/2018

mento do ção para os parafusos de união


parafuso t com classe de rigidez 8.8
mm Nm
AD2/ZR 25,5 M8 27
AD3/ZR 31,5 M10 54
AD4/ZR 36 M12 93

82 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Tampa AD no lado do acionamento 4
Tipo Compri- Rosca de fixa- Torque de aperto TA
mento do ção para os parafusos de união
parafuso t com classe de rigidez 8.8
mm Nm
AD5/ZR 44 M12 93
AD6/ZR 48,5 M16 230
AD7/ZR 49 M20 464
AD8/ZR 42 M12 93

Cargas admissíveis
A figura abaixo mostra os pontos de aplicação de força permitidos dos pesos máxi-
mos admissíveis:

Sobrecarga do redutor devido a elevada força do peso ou potência excessiva de um


motor montado.
Danos no redutor
• Certificar-se de que os dados da carga especificados na tabela a seguir não se-
jam excedidos.
• Certificar-se de que a potência permitida (torque e rotação) no adaptador seja
cumprida conforme especificado na plaqueta de identificação.

Perigo devido à redundância estática se os motores também forem fixados através


de uma barra inferior.
Danos materiais
• Um motor montado no pé alivia a interface no adaptador, mas você deve se cer-
tificar de que o motor com pés instalado está montado sem tensão no projeto do
cliente.

FR
25803719/PT-BR – 04/2018

Centro de gravidade do motor FR Força radial


X Distância Flange adaptador – Centro do
motor

Tipo x1) FR1)


mm N
AD2/ZR 193 330

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 83
Instalação mecânica
4 Tampa AD no lado do acionamento

Tipo x1) FR1)


mm N
AD3/ZR 274 1400
2)
AD4/ZR 1120
361
AD4/ZR 3300
AD5/ZR 487 3200
AD6/ZR 567 3900
AD7/ZR 663 10000
AD8/ZR 516 4300

1) Valores de carga máxima para os parafusos de união com classe de rigidez 8.8.
Se a distância do centro de gravidade x aumenta, o peso máximo permitido
FR_max do motor acoplado terá que ser reduzido de forma linear. Se a distância do
centro de gravidade x diminui, o peso máximo permitido FR_max não deverá ser
aumentado.
2) Diâmetro do flange de saída do adaptador: 160 mm

4.13.4 Tampa com contra recuo AD../RS


Verificar o sentido de rotação do acionamento antes da montagem ou colocação em
operação do sistema. Em caso de um sentido de rotação incorreto, consultar sempre
a SEW‑EURODRIVE.
O contra recuo está livre de manutenção durante a operação. Dependendo do tama-
nho, os contra recuos possuem as chamadas rotações de desbloqueio/rotações na
partida (ver a tabela seguinte).

Se a unidade estiver abaixo do valor de rotação de desbloqueio/rotação na partida


mínimo, então o contra recuo estará sujeito a desgaste e irá sobreaquecer.
Possíveis danos materiais!
• A unidade não deve ter um valor inferior de rotação de desbloqueio/rotação na
partida mínima indicada na operação nominal.
• Durante o acionamento ou frenagem, a unidade pode ter um valor de rotação de
desbloqueio/rotação na partida abaixo do mínimo.

Tipo Torque máximo de bloqueio do Rotação de desbloqueio/rota-


contra recuo ção na partida mínima
Nm min-1
AD2/RS 65 820
25803719/PT-BR – 04/2018

AD3/RS 425 620


AD4/RS 850 530
AD5/RS 1450 480
AD6/RS 1950 450
AD7/RS 1950 450
AD8/RS 1950 450

84 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Montagem direta de um motor a um redutor 4
4.14 Montagem direta de um motor a um redutor

Fixar todos os pinhões no eixo do motor ou eixo de entrada com Loctite® 649, mes-
mo que também haja um anel de retenção.
Se o pinhão já estiver montado no eixo, iniciar a limpeza da superfície de vedação
(passo 6).

Inserção do pi- 1. Limpar e remover a graxa do eixo e orifício do pinhão.


nhão no eixo do 2. Aplicar Loctite® 649 em toda a circunferência do eixo após o ponto de segurança.
motor ou eixo de
entrada
9
ite
64

®
ct
Lo

22763067787

3. Aquecer o pinhão a pelo menos 100 °C até no máximo 130 °C.


4. Introduzir o pinhão no eixo.
5. Fixar o pinhão com o anel de retenção no eixo.
Limpar as super- 6. Remover óleos, graxas, irregularidades, ferrugem e resíduos antigos de Loctite®
fícies de vedação das superfícies do flange.
Vedação de ros- Para evitar que o óleo vaze após a instalação, as roscas do flange que levam ao inte-
cas que conduzem rior da carcaça devem ser vedadas!
ao interior da car-
7. Limpar e remover a graxa dos orifícios rosqueados que levam ao interior da carca-
caça
ça e seus pinos roscados.
8. Aplicar o Loctite® 574 ou Loctite® 5188 (seleção de acordo com a tabela no final
do capítulo) em um anel contínuo nas voltas da rosca superiores da rosca do flan-
ge e do pino roscado.
[*]

ite ®
ct
Lo tit

c
Lo
25803719/PT-BR – 04/2018

22795758347
®
[*] Loctite de acordo com a tabela no final do capítulo

Aparafusar os pi- 9. Aparafusar os pinos roscados nas roscas até o ressalto.


nos roscados

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 85
Instalação mecânica
4 Montagem direta de um motor a um redutor

10. Remover qualquer excesso de Loctite® (ver gráfico a seguir) da superfície de ve-
dação por um máximo de 60 minutos após o aparafusamento.

22347379211
Vedar a superfície
do flange

Nos pontos de estrangulamento e nos redutores R97, R107, R127, F97 ou F107,
aplicar sempre o material para vedação sobre uma área ampla.

                                          

11. Distribuir o Loctite® 574 ou Loctite® 5188 (seleção de acordo com a tabela no final
do capítulo) somente em uma das superfícies de vedação. Aplicar o material para
vedação completamente em forma de cordão ou em superfícies amplas. Utilizar
uma ferramenta de aplicação adequada que não contamine a superfície de veda-
ção, p. ex., como uma escova que não seja escova de cabelo ou um rolo de pele
de carneiro de pelo curto.
Juntar as superfíci- 12. Juntar as superfícies do flange. Em seguida, apertar imediatamente as porcas
es do flange com o torque especificado (ver tabela abaixo). Se você apertar as porcas muito
tarde, o filme de vedação poderá romper.
13. O material para vedação deve curar por 30 minutos e não deve entrar em contato
com o óleo do redutor durante esse tempo.

Torques de aperto

Parafuso/porca Torque de aperto


Nm
M6 11,3
M8 27,3
M10 54
25803719/PT-BR – 04/2018

M12 93
M16 230

86 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Montagem direta de um motor a um redutor 4
Seleção e utilização do Loctite®

Material pa- Utilização Adequação Quantida- Código


ra vedação de de em-
balagens
Loctite® 649 Agente de união pa- Todos os redutores
50 ml 09120998
ra pinhão
Todos os redutores,
Loctite® 574 exceto R97 – R127, 7 ml 09102558
Massa de vedação F97, F107
R97 – R127, F97,
Loctite® 5188 50 ml 03207013
F107
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 87
Instalação mecânica
4 Equipamentos adicionais

4.15 Equipamentos adicionais

4.15.1 Embreagens de partida e atrito AR.. e AT..

Embreagem de atrito AR..


Os acionamentos com acoplamento de deslocamento são compostos por um redutor
com rodas dentadas padrão e um motor/variador mecânico de velocidade, entre os
quais é montado um adaptador. O acoplamento de deslocamento é instalado neste
adaptador. Em caso de motoredutores com redutores duplos, é possível instalar o
acoplamento de deslocamento entre o primeiro e o segundo redutor. O torque de des-
locamento é ajustado individualmente na fábrica, de acordo com a seleção de aciona-
mento concreta.
A figura a seguir mostra um acionamento com embreagem de atrito e monitor de rota-
ção W:
[1] [2] [3] [4] [5] [6] [7] [8]

1901048587

[1] Came de contato [4] Revestimento de fricção [7] Cubo de atrito


[2] Encoder incremental [5] Mola de disco [8] Monitor de rotação
[3] Disco de arrastamento [6] Porca ranhurada
Monitor de rotação W:
O controle de rotação é utilizado nos motoredutores de rotação constante e conecta-
do ao encoder incremental no adaptador.
Monitor de deslize WS:
O monitor de deslize é utilizado nos seguintes componentes:
• Motores de controle de rotação com sensor de rotação
• Variador mecânico de velocidade VARIBLOC®

Demais informações sobre o acoplamento AR.. encontram-se nas instruções de ope-


ração "Acoplamentos de partida e de deslocamento AR.. e AT..".
25803719/PT-BR – 04/2018

Embreagem hidráulica de partida AT..


Os acoplamentos de partida hidráulica são acoplamentos de fluido que operam de
acordo com o princípio de Föttinger. Compõem-se de 2 semi-coroas anulares girató-
rias com pás opostas uma a outra através de uma abertura estreita.
O torque aplicado é transmitido pelas forças de massa do fluxo de fluido. Este fluido
circula em um circuito fechado entre o impulsor (lado primário) [12] no eixo de aciona-
mento (eixo do motor) e a roda da turbina (lado secundário) [9] do eixo acionado (eixo
de entrada do redutor).

88 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Equipamentos adicionais 4
A figura a seguir mostra a estrutura de uma unidade com acoplamento de partida hi-
dráulica:
[8] [9] [10] [11] [12] [13] [14]

[15]

[1] [2] [3] [4] [5] [6] [7]

9007201155884683

[1] Redutores [6] Lanterna completa [11] Fluido operacional (óleo hidráulico)
[2] Flange básica, completa [7] Motor [12] Impulsor
[3] Contra recuo (opcional) [8] Bujão de abastecimento [13] Componente elástico
[4] Flange intermediário [9] Roda da turbina [14] Acoplamento de conexão elástica

Demais informações sobre o acoplamento AT.. encontram-se nas instruções de ope-


ração "Acoplamentos de partida e deslocamento AR.. e AT.."

4.15.2 Unidades de diagnóstico /DUO e /DUV

Unidade de diagnóstico /DUO


A DUO10A é composta de uma unidade de diagnóstico e um sensor de temperatura.
O sensor de temperatura (sensor de resistência PT100 ou PT1000) se encontra no
óleo do redutor e permite detectar a temperatura do óleo do redutor. A partir das tem-
peraturas medidas do óleo, a unidade de diagnóstico calcula a vida útil residual do
óleo do redutor.
Ela mede continuamente a temperatura do óleo do redutor e calcula imediatamente a
vida útil residual do tipo de óleo ajustado. Para isso, a unidade de diagnóstico requer
uma rede de tensão de alimentação de 24 V. Os períodos nos quais a unidade de di-
agnóstico permanece desligada não são considerados no prognóstico.
A figura seguinte mostra a unidade de diagnóstico DUO10A:
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 89
Instalação mecânica
4 Equipamentos adicionais

Demais informações sobre a unidade de avaliação encontram-se no manual "Unida-


de de diagnóstico DUO10A".

Vibration SmartCheck /DUV40A


O sistema de monitoramento de vibração Vibration SmartCheck é usado para a de-
tecção antecipada de danos (p. ex., danos nos rolamentos ou desbalanceamento) em
redutores e motorredutores. Para este propósito, o motorredutor é permanentemente
monitorado com seletividade de frequências. Além da análise de vibração, os valores
medidos podem ser detectados, gravados e analisados por até 3 outros encoders de
sinal. Os sinais adicionais podem servir como valores de controle para uma análise
de sinal dependente para, p. ex., iniciar tarefas de medição controladas por tempo ou
evento. Após a análise, o sistema pode alternar as saídas dependendo dos limites de
alarme definidos pelo usuário e exibir o status através dos LEDs.
O Vibration SmartCheck é configurado através do software FAG SmartWeb. Se forem
utilizados vários sistemas Vibration SmartCheck, você poderá administrá-los central-
mente com o Software FAG SmartUtility Light a partir de um PC.
Com a versão completa do FAG SmartUtility, você também pode abrir os sensores di-
retamente no software FAG SmartWeb, analisar os dados da medição no SmartUtility
Viewer e baixar configurações ou reproduzi-las em outras unidades.
485
RS
RESET

SmartCheck
TEACH

ETH

Mais informações sobre a unidade de avaliação e os acessórios podem ser encon-


tradas no "Vibration SmartCheck" (instruções de instalação).

25803719/PT-BR – 04/2018

90 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Equipamentos adicionais 4
4.15.3 Aquecedor para redutores das séries R..7, F..7 e K..7
Um aquecedor de redutor pode se tornar necessário para garantir uma partida sem
problemas em caso de partida a frio dos redutores em temperaturas ambiente baixas.
O aquecimento do óleo está disponível de acordo com a utilização do redutor com ter-
mostato externo ou integrado.
O aquecedor é aparafusado na carcaça do redutor, sendo regulado por um termosta-
to. A temperatura limite no termostato, valor este que não pode ser excedido no aque-
cimento do óleo, depende do lubrificante utilizado na fábrica.
A figura baixo mostra o redutor com aquecedor e termostato externo:

[1]

[2]

2060553483

[1] Termostato [2] Unidade de aquecimento

Demais informações sobre o aquecimento nos redutores consulte o capítulo adicio-


nal "Aquecimento dos redutores para redutores de série R..7, F..7 e K..7" e as instru-
ções de operação "Redutores de série R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W".
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 91
Instalação mecânica
4 Equipamentos adicionais

4.15.4 Acoplamento flangeado


Acoplamentos do tipo flange rígido [1] são acoplamentos fixos para a ligação de dois
eixos [2].
Os acoplamento do tipo flange rígido são adequados para a operação nos dois senti-
dos de rotação, porém não podem compensar nenhum desalinhamento do eixo.
O torque entre o eixo e o acoplamento é transmitido através de um ajuste transversal
cilíndrico de interferência. Os dois semiacoplamentos são aparafusados entre si nos
seus flanges. Os acoplamentos são fornecidos com vários orifícios de desmontagem
[3] para a desmontagem hidráulica do ajuste de interferência.
[2] [1] [2]

[3]

27021601961007627

[1] Acoplamento do tipo flange rígido [3] Orifícios de desmontagem


[2] Eixo do cliente e eixo do redutor

Demais informações sobre o acoplamento do tipo flange rígido encontram-se no


adendo das instruções de operação "Redutores de série R..7, F..7, K..7, S..7 e
SPIROPLAN® W acoplamento do tipo flange rígido".

25803719/PT-BR – 04/2018

92 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Equipamentos adicionais 4
4.15.5 Relubrificação da vedação tipo labirinto
As vedações de labirinto são usadas para proteger o retentor da grande quantidade
de poeira ou outras substâncias abrasivas.

Eixo de saída
A figura seguinte mostra um exemplo de vedação tipo labirinto radial (Taconite) que
pode ser relubrificada:
• Retentor individual com vedação tipo labirinto radial
• Utilização em caso de elevada quantidade de pós com partículas abrasivas

9007204406135947

Pode-se girar o eixo do redutor através do anel de relubrificação.

Posição dos pontos de lubrificação


Em sistemas de vedação que podem ser relubrificados são utilizados por padrão ni-
ples de lubrificação abaulado de acordo com DIN 71412 A. A relubrificação deve ser
executada em períodos regulares. Os pontos de lubrificação encontram-se na área do
eixo de saída. Ver a figura a seguir:
25803719/PT-BR – 04/2018

4986644747

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 93
Instalação mecânica
4 Equipamentos adicionais

Abastecimento de graxa
Os sistemas de vedação relubrificáveis podem ser abastecidos com uma graxa. Pres-
sionar a graxa com pressão moderada em cada ponto de lubrificação até a graxa no-
va sair da fenda de vedação.
Assim, a graxa usada é pressionada para fora da fenda de vedação trazendo consigo
sujeira e areia.

Remover imediatamente a graxa usada excedente.

Intervalos de inspeção e manutenção


Observar os seguintes intervalos de inspeção e manutenção para o anel de relubrifi-
cação da vedação tipo labirinto:

Frequência O que fazer?


A cada 3000 horas de operação, Abastecer de graxa os sistemas de vedação re-
pelo menos a cada 6 meses lubrificáveis.

Dados técnicos

Graxa e graxa para rolamentos


A tabela mostra os lubrificantes recomendados pela SEW‑EURODRIVE:

Zona de utilização Temperatura ambiente Fabricante Tipo


Padrão -40 °C até +80 °C Fuchs Renolit CX-TOM 151)
-40 °C até +80 °C Klüber Petamo GHY 133 N

2)
-40 °C até +40 °C Bremer & Cassida Grease
Leguil GTS 2
-20 °C até +40 °C Fuchs Plantogel 2S
Oil 3)

1) Graxa para rolamentos com óleo de base semissintético


2) Lubrificante para a indústria de processamento de alimentos
3) Lubrificante facilmente biodegradável para áreas ecológicas

São necessárias as quantidades de graxa a seguir:


• Para rolamentos de alta rotação (lado de entrada do redutor): Preencher com
graxa 1/3 da cavidade entre as esferas de rolamento.
• Para rolamentos de baixa rotação (lado de saída do redutor): Preencher com
25803719/PT-BR – 04/2018

graxa 2/3 da cavidade entre as esferas de rolamento.

Se o cliente quiser utilizar uma graxa que não consta desta lista, a verificação se a
graxa é adequada para a utilização prevista fica sob sua inteira responsabilidade.

94 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Equipamentos adicionais 4
4.15.6 Válvula de dreno
Por padrão, os redutores são equipados com um bujão e drenagem de óleo. Opcio-
nalmente pode ser fornecida uma válvula de dreno que permite a instalação de uma
linha de drenagem para trocar o óleo dos redutores.

4984750475

4.15.7 Tanque de expansão de óleo


O tanque de expansão de óleo permite a expansão para o lubrificante ou para o vão
do redutor. Desse modo, a saída de lubrificante para a válvula de purga é evitada de-
vido a altas temperaturas de operação.
A SEW-EURODRIVE recomenda a utilização de tanques de expansão de óleo para
redutores e motorredutores na forma construtiva M4 e em rotações de entrada >
2000 rpm.
A figura a seguir mostra o tanque de expansão de óleo de um motorredutor.

4979181323

O reservatório de óleo é fornecido como um kit de montagem na montagem do motor-


redutor. Em espaços confinados ou em redutores sem motor, o reservatório de óleo
do também pode ser montado em peças de máquinas vizinhas.

Em redutores com reservatório de compensação com encanamento fixo para moto-


res não listados ou servomotores, as acelerações transversais não são permitidas.
25803719/PT-BR – 04/2018

Contate a SEW-EURODRIVE para mais informações sobre vendas locais.

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 95
Instalação mecânica
4 Equipamentos adicionais

4.15.8 Refrigeração por óleo/ar com lubrificação por salpico /OAC


Quando a potência térmica limite do redutor refrigerado naturalmente não for suficien-
te, é possível utilizar um sistema de refrigeração por óleo/ar.
O sistema de refrigeração é fornecido sem instalação elétrica e sem tubulação como
unidade completa em um quadro básico para instalação separada.
O fornecimento do sistema de refrigeração na versão básica inclui:
• uma bomba com motor assíncrono montado diretamente
• um trocador de calor óleo-ar
• um interruptor de temperatura com 2 pontos de comutação
A SEW-EURODRIVE utiliza sistemas de refrigeração por óleo-ar para redutores pa-
drão nos tamanhos OAC 005 e OAC 010.
A figura abaixo mostra um exemplo de redutor padrão de eixos paralelos ao lado de
uma refrigeração por óleo/ar.
[5]

[2]

[6]
[5]

[4]

[4] [3]

[1]
9007208235792395

[1] Motor para bomba e ventilador [4] Conexões da linha de sucção


[2] Trocador de calor óleo/ar [5] Conexões de linha de pressão
[3] Interruptor de temperatura com [6] Opcional: Conexão do tanque de ex-
2 pontos de comutação pansão de óleo

Maiores informações sobre o sistema de refrigeração encontram-se no adendo das


instruções de operação "Redutores de série R..7, F..7, K..7, K..9, S..7 e
SPIROPLAN® W: Trocador de calor por óleo-ar com lubrificação por salpico /OAC".
25803719/PT-BR – 04/2018

96 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Equipamentos adicionais 4
4.15.9 Versão do agitador

Relubrificação da versão do agitador


Para os redutores do agitador FM.., FAM.., KM.. e KAM.. é oferecida uma relubrifica-
ção do rolamento do eixo de saída.

Posição dos pontos de lubrificação

O eixo do redutor deve girar durante a relubrificação.

Em sistemas de vedação que podem ser relubrificados são utilizados por padrão ni-
ples de lubrificação abaulado de acordo com DIN 71412 A. O gráfico a seguir exibe a
posição dos pontos de lubrificação:

23563258507

Intervalo de manutenção e quantidades de graxa


Realizar a relubrificação da versão do agitador após 5000 horas de serviço. A quanti-
dade de relubrificações está limitada a 5x. Observar as informações sobre as quanti-
dades de graxa necessárias na tabela a seguir:

Tamanho Quantidade de graxa para


relubrificação
g
67 7
77 15
87 15
97 23
25803719/PT-BR – 04/2018

107 72
127 48
157 66

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 97
Instalação mecânica
4 Equipamentos adicionais

A tabela mostra os lubrificantes recomendados pela SEW‑EURODRIVE:

Zona de utilização Temperatura ambiente Fabricante Tipo


Padrão -40 °C até +80 °C Fuchs Renolit CX-TOM 151)
-40 °C até +80 °C Klüber Petamo GHY 133 N

2)
-40 °C até +40 °C Bremer & Cassida Grease
Leguil GTS 2
-20 °C até +40 °C Fuchs Plantogel 2S
Oil 3)

1) Graxa para rolamentos com óleo de base semissintético


2) Lubrificante para a indústria de processamento de alimentos
3) Lubrificante facilmente biodegradável para áreas ecológicas

Se o cliente quiser utilizar uma graxa que não consta desta lista, a verificação se a
graxa é adequada para a utilização prevista fica sob sua inteira responsabilidade.

Sensor de vazamento (versão Drywell) na versão do agitador


Para os redutores do agitador FM.., FAM.., KM.. e KAM.. está disponível uma versão
Drywell opcional com sensor de nível de enchimento.
Dependendo do tamanho do redutor, um dos dois sensores a seguir é usado:

Sensor do nível de enchimento para tamanhos 67 – 97


Conexão elétrica

[1]

[2]
[3]
[4]

23527583115

[1] 12 V – 32 VCC
[2] Saída
[3] Carga
[4] 0 V

Atribuição dos pinos


[1]

[4]
4
3
25803719/PT-BR – 04/2018

[3]
23527590411

[1] 12 V – 32 VCC
[4] Saída
[3] Carga

98 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Instalação mecânica
Equipamentos adicionais 4
Dimensões
32.7 10
[2] [4]

Ø 8.3

Ø 30
G
[1]

[3]
23563256075

[1] Indicação de função LED


[2] Conector circular M8×1; 3 polos (conexão do cabo alternativa)
[3] Tamanho de chave 30
[4] Prisma de vidro

Dados técnicos

Precisão da medição ± 0,5 mm


Distância mínima da ponta do vidro até ≥ 10 mm
uma superfície oposta
Forma construtiva Aleatória
Indicação óptica do estado de comutação 1 LED
Ligação para o processo Rosca externa G3/8’’, G 1/2’’ ou M12x1
Para outras formas construtivas, entre em contato com a SEW‑EURODRIVE.

Sensor do nível de enchimento para tamanhos 107 – 157


Conexão elétrica
Conexão M12:

1 BN
L+
2 1
2 WH
OUT2

3 BK
OUT1
3 4
4 BU
25803719/PT-BR – 04/2018

L-
23527585547

OUT1: Saída de comutação/IO-Link/Teach


OUT2: Saída de comutação

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 99
Instalação mecânica
4 Equipamentos adicionais

Dimensões
113
98
46
11

M12 x 1
Ø 30

Ø 18
[1] [2] [3]
23563253643

[1] LED
[2] Torque de aperto 20 – 25 Nm
[3] G 1/2

Torque de aperto 20 – 25 Nm


Dados técnicos
• Conexão
• Ligação para o processo G 1/2 A
• Contatos dourados
• 2 saídas de comutação

25803719/PT-BR – 04/2018

100 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Colocação em operação
Motoredutores operados por conversor 5
5 Colocação em operação

A colocação em operação inadequada pode resultar em danos nos redutores.


Possíveis danos materiais.
• Observar as informações a seguir.

• Antes da colocação em operação, verificar o nível de óleo correto, ver capítulo


"Trabalhos de inspeção/manutenção no redutor" (→ 2 114).
• Os bujões de nível e de drenagem de óleo, bem como os respiros, devem ser fa-
cilmente acessados.
• Durante a colocação em operação dos redutores com servomotor, observar os va-
lores máximos e efetivos do planejamento de projeto. O comprador é obrigado a
disponibilizar os dados ao operador final.
• Os dados técnicos mais importantes encontram-se na plaqueta de identificação.
Dados adicionais de relevância para a operação são apresentados em desenhos
e na confirmação do pedido.
• Após a instalação dos redutores, verificar se todos os parafusos de fixação estão
apertados com firmeza.
• Após apertar os elementos de fixação, verificar se o alinhamento não se alterou.
• Antes da colocação em operação, certificar-se de que os eixos e acoplamentos
em operação estejam protegidos com tampas protetoras adequadas.
• Se o visor do nível de óleo dos redutores estiver disponível para a monitoração do
nível de óleo, proteger o visor de óleo de danos.
• Durante todos os trabalhos no redutor, é fundamental evitar chamas abertas ou a
formação de fagulhas.
• Proteger o redutor contra objetos que possam cair sobre ele.
• Antes da colocação em operação, retirar todos os dispositivos de proteção para
transporte.
• Observar as indicações de segurança nos diversos capítulos.

5.1 Motoredutores operados por conversor


Ao colocar em operação os redutores com servomotor, os valores máximos e efetivos
do planejamento de projeto devem ser observados. O comprador é obrigado a dispo-
nibilizar os dados ao operador.

5.2 Verificar o nível de óleo


25803719/PT-BR – 04/2018

Antes da colocação em operação, verificar se o nível do óleo é adequado para a for-


ma construtiva. Para tal, observar o capítulo "Controle do nível de óleo e troca de
óleo" (→ 2 114).
Se o redutor tiver um visor de nível de óleo, é possível determinar o nível de óleo
através dele.

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 101
Colocação em operação
5 Vazamento aparente nas dimensões do eixo

Danos no redutor devido ao vazamento de óleo do redutor no visor do nível de óleo


danificado.
Possíveis danos na unidade
• Instale um dispositivo de proteção que evita danos por defeitos mecânicos ao vi-
sor.

1. Observar as informações no capítulo Informações gerais.


2. Verificar o nível de óleo no visor do nível de óleo de acordo com a figura a abaixo:

[1]

4158756363
[1] O nível de óleo deve estar nesta faixa.
3. Se o nível de óleo estiver baixo demais, proceder da seguinte maneira:
• Abrir o respectivo bujão de abastecimento de óleo; ver capítulo "Trabalhos de
inspeção/manutenção no redutor" (→ 2 114).
• Abastecer com óleo novo do mesmo tipo através do bujão de abastecimento
de óleo até atingir o marcador.
• Aparafusar o bujão de abastecimento de óleo.
Antes da colocação em operação, verificar se o nível do óleo é adequado para a for-
ma construtiva. Para tal, observar o capítulo "Controle do nível de óleo e troca de
óleo" (→ 2 114).

5.3 Vazamento aparente nas dimensões do eixo


Devido ao seu princípio de operação, os retentores entre superfícies de vedação em
movimento nas passagens de eixo não podem ser completamente vedadas, uma vez
que há a formação de uma película lubrificante durante a operação. A película lubrifi-
cante entre o eixo e o lábio de vedação mantém o desenvolvimento de calor e o des-
gaste em um nível mínimo, garantindo os pré-requisitos para a vida útil prevista. As
propriedades ideais de vedação são atingidas após a fase de amaciamento.
25803719/PT-BR – 04/2018

102 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Colocação em operação
Redutores de rosca sem-fim e redutores SPIROPLAN W 5
Redutores
deWroscae
sem-fim
redutores
SPIROPLA
N

5.4 Redutores de rosca sem-fim e redutores SPIROPLAN® W


5.4.1 Período de deslocamento
Os redutores SPIROPLAN® e de rosca sem-fim requerem um período de desloca-
mento de pelo menos 48 horas antes de atingirem o seu rendimento máximo. Se o re-
dutor funcionar nos dois sentidos de rotação, para cada sentido há um próprio perío-
do de deslocamento. A tabela mostra a redução média da potência durante o período
de deslocamento.

Redutor de rosca sem-fim

Rosca sem-fim
Faixa i Redução η
1 entrada aprox. 50 ... 280 aprox. 12%
2 entradas aprox. 20 ... 75 aprox. 6%
3 entradas aprox. 20 ... 90 aprox. 3%
4 entradas – –
5 entradas aprox. 6 ... 25 aprox. 3%
6 entradas aprox. 7 ... 25 aprox. 2%

Redutores SPIROPLAN®

W10/W20/W30 W37/W47
Faixa i Redução η Faixa i Redução η
aprox. 35 ... 75 aprox. 15%
aprox. 20 ... 35 aprox. 10%
aprox. 10 ... 20 aprox. 8% aprox. 30 ... 70 aprox. 8%
aprox. 8 aprox. 5% aprox. 10 ... 30 aprox. 5%
aprox. 6 aprox. 3% aprox. 3 ... 10 aprox. 3%

5.4.2 Redutor de rosca sem-fim com eixo sem-fim guiado

Risco de ferimentos devido a peças em movimento


Ferimentos
• Antes de confirmar o redutor de rosca sem-fim no volante ou manivela, desligar
a unidade.
25803719/PT-BR – 04/2018

• Se o volante ou a manivela permanece em operação no eixo, tomar as medidas


apropriadas para evitar lesões.

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 103
Colocação em operação
5 Redutores de engrenagens helicoidais/redutores de eixos paralelos/redutores de engrenagens cônicas

A figura a seguir mostra um motorredutor de rosca sem fim com um eixo sem-fim gui-
ado:

15050784011

5.5 Redutores de engrenagens helicoidais/redutores de eixos paralelos/


redutores de engrenagens cônicas
Se os redutores forem montados de acordo com o capítulo "Instalação mecâni-
ca" (→ 2 28), não é necessário observar instruções especiais de colocação em ope-
ração para redutores de engrenagem helicoidal, eixos paralelos e engrenagens côni-
cas.

25803719/PT-BR – 04/2018

104 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Colocação em operação
Redutores com contra recuo 5
5.6 Redutores com contra recuo

Operar o motor no sentido de bloqueio pode destruir o contra recuo.


Possíveis danos materiais
• O motor não deve operar no sentido de bloqueio. Antes de iniciar o motor, verifi-
car se a alimentação de corrente do motor corresponde ao sentido de rotação.
• Para fins de teste, é permitida uma única vez a operação no sentido de bloqueio
com meio torque de saída.

O contra recuo serve para evitar um sentido de rotação indesejado. Durante a opera-
ção, o contra recuo permite apenas um sentido de rotação.

CCW CW
A
CW
CCW
659173899

O sentido de rotação admissível é marcado por uma seta de direção na carcaça:

15985405835

Uma placa de substituição fica à livre disposição do cliente.


25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 105
Colocação em operação
5 Componentes de elastômero com borracha fluorcarbonada

Nos redutores de ângulo reto, é necessário especificar adicionalmente se a direção


de rotação é especificada com vista a partir do lado A ou lado B.

[1]

[5]

[4]

[3]

[2]

16117549579

[1] Vista da direção de rotação a partir do [2] Vista da direção de rotação a partir do
lado de saída B lado de saída A e A+B
[3] Vista da direção de rotação [4] Redutor
lado do acionamento
[5] Adaptador/tampa com opção RS

5.7 Componentes de elastômero com borracha fluorcarbonada

Danos à saúde através de gases, vapores e resíduos perigosos que surgem com o
aquecimento de borracha fluorcarbonada > 200 °C.
Danos à saúde.
• Garanta que componentes com borracha fluorcarbonada não seja expostos a
temperaturas acima de 200 °C. Caso necessário, remova um dos componentes.
• É imprescindível evitar que se respire gases e vapores de borracha fluorcarbo-
nada ou o contato com os olhos e com a pele.
• Também evite o contato com borracha fluorcarbonada resfriada, pois em caso
de tensões térmicas existe a formação de resíduos perigosos.
25803719/PT-BR – 04/2018

Em condições normais de operação e temperaturas < 200 °C, a borracha fluorcarbo-


nada é bastante estável e não apresenta perigos. Porém, se houver um aquecimento
superior a 300 °C da borracha fluorcarbonada, p. ex., através de fogo ou chama de
um maçarico, há formação de gases e vapores nocivos à saúde, bem como de resí-
duos nocivos.
Nos redutores R..7, F..7, K..7, K..9, S..7 e SPIROPLAN® W podem estar presentes
elastômeros de borracha fluorcarbonada nos seguintes componentes:
• Retentor

106 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Colocação em operação
Componentes de elastômero com borracha fluorcarbonada 5
• Válvula de respiro
• Tampões
O operador é responsável pelo manuseio seguro durante a vida útil, inclusive a elimi-
nação ecológica.
A SEW-EURODRIVE não é responsável por danos causados pelo manuseio incorre-
to.
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 107
Inspeção/Manutenção
6
6 Inspeção/Manutenção

25803719/PT-BR – 04/2018

108 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Inspeção/Manutenção
Peças de desgaste 6
6.1 Peças de desgaste
Engrenamento Se você observar os critérios do projeto da SEW‑EURODRIVE e os intervalos de ins-
peção e manutenção, os componentes do engrenamento dos redutores estarão livres
de desgaste após a operação. Devido à estrutura, a engrenagem da rosca sem-fim é
uma exceção. Dependendo das condições de operação, o material é removido em ní-
veis diferentes nos perfis de um dente da coroa. As principais análises fatoriais para
isso são:
• Rotação
• Carga
• Temperatura de operação
• Lubrificante (tipo, viscosidade, aditivos, contaminação)
• Frequência de comutação
Manter sempre contato com a SEW‑EURODRIVE, no que diz respeito à informação
sobre a vida útil da engrenagem da rosca sem-fim em condições concretas de utiliza-
ção.
Rolamentos Os rolamentos nos redutores, adaptadores e tampa de entrada têm uma vida útil finita
mesmo em condições de operação ideais. Esta vida útil nominal do rolamento é um
valor meramente estatístico. A vida útil real de um único rolamento pode divergir gran-
demente. As principais análises fatoriais para isso são:
• Rotação
• Carga dinâmica equivalente do rolamento
• Temperatura de operação
• Lubrificante (tipo, viscosidade, aditivos, contaminação)
• Fornecimento de lubrificante do rolante
• Desalinhamento sob carga operacional
A inspeção regular dos rolamentos é, portanto, necessária. Observar os intervalos de
inspeção e manutenção correspondentes nos capítulos "Intervalos de inspeção/manu-
tenção" (→ 2 111), "Intervalos de troca de lubrificante" (→ 2 112), "Fazer a manuten-
ção dos adaptadores AL/AM/AQ./EWH" (→ 2 112) e "Fazer a manutenção da tampa
de entrada AD" (→ 2 113).
Manter sempre contato com a SEW‑EURODRIVE, no que diz respeito à informação
sobre a vida útil nominal do rolamento em condições concretas de utilização.
Lubrificantes Os lubrificantes estão sujeitos ao envelhecimento. Eles têm uma vida útil finita que
depende das condições de carga.
A vida útil de serviço depende essencialmente da temperatura operacional do óleo. A
dependência dos intervalos de troca de lubrificantes da temperatura de operação é
mostrada no gráfico no capítulo "Intervalos de troca de lubrificante" (→ 2 112).
Retentores Os retentores (RWDR) são vedações de contato que são utilizadas para vedar a car-
caça da máquina nos elementos salientes, tais como os eixos para que não entrem
em contato com o ambiente. Os retentores são peças de desgaste cuja vida útil é de-
25803719/PT-BR – 04/2018

terminada pelas seguintes análises fatoriais:


• Rotação do eixo e velocidade periférica no lábio de vedação
• Condições ambientais (temperatura, poeira, umidade, pressão, produtos quími-
cos, radiação)
• Lubrificante (tipo, viscosidade, aditivos, contaminação)
• Qualidade da superfície do local de vedação

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 109
Inspeção/Manutenção
6 Peças de desgaste

• Fornecimento de lubricante do local de vedação


• Material do retentor
Não é possível fazer uma previsão do tempo de vida útil devido às numerosas análi-
ses fatoriais. A inspeção regular dos rolamentos é, portanto, necessária. Observar os
intervalos de inspeção e manutenção correspondentes nos capítulos "Intervalos de
inspeção/manutenção"  (→  2  111), "Intervalos de troca de lubrificante"  (→  2  112),
"Fazer a manutenção dos adaptadores AL/AM/AQ./EWH" (→ 2 112) e "Fazer a ma-
nutenção da tampa de entrada AD" (→ 2 113).
Anel de came/ Os acoplamentos instalados nos adaptadores AM, AL, AQ. e EWH são concebidos
Anel de acopla- como acoplamentos de garras positivos, à prova de choque e de baixa manutenção
mento com anel came (AM, EWH) de absorção de choque e de vibrações ou anel de acopla-
mento (AQ., AL). A vida útil é determinada pelas seguintes análises fatoriais:
• Condições ambientais (temperatura, produtos químicos, radiação)
• Condições de funcionamento (frequência de comutação, características de cho-
que)
Observar os intervalos de inspeção e manutenção correspondentes no capítulo "Fa-
zer a manutenção dos adaptadores AL/AM/AQ./EWH" (→ 2 112).
Bucha elástica O batente de borracha é necessário em redutores versão com eixo do tipo F e W para
fixação da carcaça. Batentes de borracha são peças de desgaste cuja vida útil é de-
terminada pelas seguintes análises fatoriais:
• Carga
• Condições ambientais
– Temperatura
– Umidade
– Produtos químicos agressivos, p. ex., ozônio
• Frequência de comutação
• Características de choque
Bucha elástica Uma bucha elástica é necessária para o braço de torção dos redutores tipo S e K. Bu-
chas elásticas são peças de desgaste cuja vida útil é determinada pelas seguintes
análises fatoriais:
• Carga
• Condições ambientais
– Temperatura
– Umidade
– Produtos químicos agressivos, p. ex., ozônio
• Frequência de comutação
• Características de choque
25803719/PT-BR – 04/2018

110 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Inspeção/Manutenção
Intervalos de inspeção/manutenção 6
6.2 Intervalos de inspeção/manutenção
A tabela a seguir mostra os intervalos de tempo a serem cumpridos e as respectivas
medidas:

Intervalo de tempo O que fazer?


• A cada 3000 horas de operação, pelo • Verificar o óleo e o nível de óleo
menos a cada seis meses
• Verificar se há ruídos de funciona-
mento que indiquem danos nos ro-
lamentos
• Inspeção visual da existência de va-
zamento nas vedações
• Verificar se todos os bujões, um
eventual visor do nível de óleo, a
válvula de respiro e os parafusos da
tampa de inspeção estão apertados
com firmeza
• Em redutores com braço de torção:
Verificar o batente de borracha, tro-
car quando necessário
• Dependendo das condições de opera- • Trocar o óleo mineral
ção (ver gráfico no capítulo "Intervalos
• Substituir a graxa dos rolamentos
de troca de lubrificante" (→ 2 112)), pe-
(recomendação)
lo menos a cada 3 anos
• Substituir o retentor (não montar na
• De acordo com a temperatura do óleo
mesma posição)
• Dependendo das condições de opera- • Trocar o óleo sintético
ção (ver gráfico no capítulo "Intervalos
• Substituir a graxa dos rolamentos
de troca de lubrificante" (→ 2 112)), pe-
(recomendação)
lo menos a cada 5 anos
• Substituir o retentor (não montar na
• De acordo com a temperatura do óleo
mesma posição)
• Variável (depende de influências exter- • Retocar/refazer a pintura de prote-
nas) ção anticorrosiva

Exceções
Os seguintes redutores são lubrificados para toda a vida. Não é necessária uma troca
de óleo programada:
• Redutores de engrenagens helicoidais R07, R17, R27
• Redutores de eixos paralelos F27
• Redutores SPIROPLAN®
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 111
Inspeção/Manutenção
6 Intervalos de troca de lubrificante

6.3 Intervalos de troca de lubrificante


A figura a seguir mostra os intervalos de troca para redutores padrão em condições
normais do meio-ambiente. Para os projetos especiais, trocar frequentemente o lubri-
ficante diante de condições ambientais difíceis/agressivas.
30000
h
25000
[3]

[1] 20000

[4]
15000

10000
[5]

5000

0
70 80 90 100 110 115 120
[2]
°C
18014398528211595

[1] Horas de serviço [3] CLP PG/CLP PG NSF H1


[2] Temperatura do banho de [4] CLP HC/CLP HC NSF H1
óleo em regime permanen-
te
• Valor médio por tipo de [5] CLP (CC)/E
óleo a 70 °C

6.4 Fazer a manutenção dos adaptadores AL/AM/AQ./EWH


A tabela a seguir mostra os intervalos de tempo a serem cumpridos e as respectivas
medidas:

Intervalo de tempo O que fazer?


• A cada 3000 horas de • Verificar os ruídos de funcionamento a fim de de-
operação, pelo menos a tectar um possível dano nos rolamentos.
cada seis meses • Inspecionar visualmente para verificar a presen-
ça de vazamentos.
• Após 10000 horas de ser- • Verificar o espaço rotacional.
viço • Inspecionar visualmente o anel de came (AM,
25803719/PT-BR – 04/2018

EWH) ou o anel de acoplamento (AQ., AL).


• Após 10000 horas de ser-
viço em retentores NBR-/ • Trocar o óleo dos rolamentos.
FKM: • Trocar o retentor. Para retentores NBR ou FKM
• Após 20000 horas de ser- padrão, o novo retentor não pode ser instalado
viço em retentor do adap- na posição anterior. Isso é permitido em retento-
tador Premium Sine Sea- res do adaptador Premium Sine Sealing (PSS).
ling (PSS):

112 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Inspeção/Manutenção
Fazer a manutenção da tampa de entrada AD 6
6.5 Fazer a manutenção da tampa de entrada AD
A seguinte tabela mostra os intervalos de tempo a serem cumpridos e as respectivas
medidas:

Frequência O que fazer?


• A cada 3000 horas de • Verificar os ruídos de funcionamento a fim de de-
operação, pelo menos a tectar um possível dano nos rolamentos.
cada 6 meses • Inspecionar visualmente para verificar a presen-
ça de vazamentos.
• Após 10000 horas de ope- • Alterar o óleo dos rolamentos.
ração • Troque o retentor. Não o construa novamente na
mesma posição.
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 113
Inspeção/Manutenção
6 Trabalhos de inspeção/manutenção no redutor

6.6 Trabalhos de inspeção/manutenção no redutor

6.6.1 Controle do nível de óleo e troca de óleo


O processo de controle do nível de óleo e da troca de óleo depende do tipo dos redu-
tores, tamanho e forma construtiva. Em primeiro lugar, determinar na tabela seguinte
as letras de identificação (A, B, C, D ou E) com base no tipo dos redutores e tama-
nho. Por meio das letras de identificação, pode-se encontrar na 2ª tabela a referência
para os procedimentos para os redutores correspondentes.

Tipo do redu- Tamanho Letra de identificação para o capítulo "Controle do nível do óleo e tro-
tor ca de óleo"
M1 M2 M3 M4 M5 M6
R..07 – 27 B
R..37/R..67 A
R R..47/R..57 A B A
R..77 – 167 A
RX..57 – 107 A
F..27 B
F
F..37 – 157 A
K..19 / K..29 C
K K..39 / K49 A
K..37 – 187 A
S..37 C
S
S..47 – 97 A
W..10 – 30 B
W
W..37 – 47 D E D

Letra de identifi- Capítulo "Controle do nível do óleo e troca de óleo" Referência


cação
• Redutor de engrenagens helicoidais...
• Redutor de eixos paralelos...
A: • Redutor de engrenagens cônicas...K..39 / K..49, K..37 – 187  (→ 2 115)
• Redutor de rosca sem-fim... S..47 – 97
com bujão do nível de óleo
• Redutor de engrenagens helicoidais...
25803719/PT-BR – 04/2018

• Redutor de eixos paralelos...


B:  (→ 2 118)
• Redutores SPIROPLAN®...
sem bujão do nível de óleo com tampa de montagem
• Redutores de rosca sem-fim S..37
C: • Redutores de engrenagens cônicas K..19 / K..29  (→ 2 122)
sem bujão do nível de óleo e tampa de montagem

114 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Inspeção/Manutenção
Trabalhos de inspeção/manutenção no redutor 6
Letra de identifi- Capítulo "Controle do nível do óleo e troca de óleo" Referência
cação
• SPIROPLAN® W..37 / W..47
D: nas formas construtivas M1, M2, M3, M5, M6 com bujão do nível de  (→ 2 125)
óleo
• SPIROPLAN® W..37 / W..47...
E: na forma construtiva M4 sem bujão do nível de óleo e tampa de  (→ 2 127)
montagem
As notas sobre as formas construtivas encontram-se no capítulo "Formas construti-
vas" (→ 2 130).
Em redutores na posição de montagem articulada não é possível executar um contro-
le do nível de óleo. Os redutores são fornecidos com a correta quantidade de preen-
chimento de óleo. Em caso de troca de óleo, observar as especificações e quantida-
des de enchimento de óleo na plaqueta de identificação.

6.6.2 A: Redutores de engrenagem helicoidal, paralela, cônica e de rosca sem-fim com bujão do
nível de óleo

Verificar o nível de óleo através do bujão do nível de óleo


Para verificar o nível de óleo do redutor, proceder da seguinte maneira:
1. Observar as informações no capítulo Informações sobre os trabalhos de inspeção/
manutenção no redutor.
2. Determinar as posições do bujão do nível de óleo e da válvula de respiro utilizan-
do as folhas de formas construtivas. Ver capítulo "Formas construti-
vas" (→ 2 130).
3. Colocar um recipiente embaixo do bujão do nível de óleo.
4. Remover o bujão do nível de óleo lentamente. Nesse processo, é possível que
saia uma pequena quantidade de óleo, visto que o nível máximo permitido de
abastecimento de óleo está acima da aresta inferior do bujão de nível de óleo.
5. Verificar o nível de óleo de acordo com a figura seguinte e a respectiva tabela.

[1]

[2]
Ø
Oil X max.
min. X
25803719/PT-BR – 04/2018

634361867

[1] Bujão de nível de óleo X Nível de óleo mín./máx.


[2] Nível de referência de óleo

Ø do bujão de nível de óleo Variação permitida "x" do nível de óleo


mm
M10 × 1 1,5

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 115
Inspeção/Manutenção
6 Trabalhos de inspeção/manutenção no redutor

Ø do bujão de nível de óleo Variação permitida "x" do nível de óleo


mm
M12 × 1,5 2
M22 × 1,5 3
M33 × 2 4
M42 × 2 5
6. Se o nível de óleo estiver baixo demais, proceder da seguinte maneira:
• Encher com óleo novo do mesmo tipo (se necessário, consultar a
SEW‑EURODRIVE) através do orifício de respiro até a extremidade inferior do
bujão de nível de óleo.
• Voltar a aparafusar a válvula de respiro. Para tal, observar os torques de aper-
to no capítulo "Torques de aperto para bujões do nível de óleo, drenos de óleo
e bujões, válvulas de respiro e visores do nível de óleo" (→ 2 34).
7. Voltar a aparafusar o bujão do nível de óleo. Para tal, observar os torques de
aperto no capítulo "Torques de aperto para bujões do nível de óleo, drenos de
óleo e bujões, válvulas de respiro e visores do nível de óleo" (→ 2 34).

Verificar o óleo através do bujão e drenagem de óleo


Para verificar o óleo dos redutores, proceder do seguinte modo:
1. Observar as informações no capítulo Informações sobre os trabalhos de inspeção/
manutenção no redutor.
2. Identificar a posição do bujão e drenagem de óleo utilizando as folhas de formas
construtivas. Ver o capítulo "Formas construtivas" (→ 2 130).
3. Retirar um pouco de óleo pelo bujão e drenagem de óleo.
4. Verificar a qualidade do óleo:
• Viscosidade
• Se o óleo apresentar alto grau de impurezas, é recomendável substituir o óleo
mesmo fora dos intervalos de manutenção especificados em "Intervalos de ins-
peção e manutenção " (→ 2 111).
5. Verificar o nível de óleo. Ver o capítulo "Verificar o nível do óleo através do bujão
do nível de óleo" (→ 2 115).

Troca de óleo através do bujão e drenagem de óleo e da válvula de respiro

Perigo de queimaduras devido ao redutor quente e óleo de redutor quente.


Ferimentos graves.
• Antes de iniciar os trabalhos, deixar o redutor esfriar! O óleo do redutor ainda de-
25803719/PT-BR – 04/2018

ve estar quente durante o seu escoamento por causa da melhor fluidez para que
o redutor possa ser mais facilmente esvaziado.

1. Observar as informações no capítulo Informações sobre os trabalhos de inspeção/


manutenção no redutor.
2. Determinar as posições do bujão e drenagem de óleo, bujão do nível de óleo e
válvula de respiro utilizando as folhas de formas construtivas. Ver o capítulo "For-
mas construtivas" (→ 2 130).

116 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Inspeção/Manutenção
Trabalhos de inspeção/manutenção no redutor 6
3. Colocar um recipiente embaixo do dreno de óleo.
4. Remover o bujão do nível de óleo, a válvula de respiro e o bujão e drenagem de
óleo.
5. Drenar o óleo completamente.
6. Voltar a apertar o bujão e drenagem de óleo. Para tal, observar os torques de
aperto no capítulo "Torques de aperto para bujões do nível de óleo, drenos de
óleo e bujões, válvulas de respiro e visores do nível de óleo" (→ 2 34).
7. Encher com óleo novo do mesmo tipo (se necessário, consultar a
SEW‑EURODRIVE) através do orifício de respiro. Não misture diferentes lubrifi-
cantes sintéticos!
• Encher com a quantidade de óleo de acordo com as especificações na plaque-
ta de identificação ou de acordo com a respectiva forma construtiva. Ver capí-
tulo "Quantidade de enchimento de lubrificante".
• Verificar o nível de óleo no bujão do nível de óleo.
8. Reinserir o bujão do nível de óleo e a válvula de respiro. Para tal, observar os tor-
ques de aperto no capítulo "Torques de aperto para bujões do nível de óleo, dre-
nos de óleo e bujões, válvulas de respiro e visores do nível de óleo" (→ 2 34).
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 117
Inspeção/Manutenção
6 Trabalhos de inspeção/manutenção no redutor

6.6.3 B: Redutores com engrenagem helicoidal, paralela e SPIROPLAN® sem bujão do nível de
óleo com tampa de montagem

Verificar o nível do óleo através da tampa de montagem


Em redutores sem bujão de nível de óleo, verifica-se o nível de óleo através da aber-
tura da tampa de montagem. Proceder da seguinte forma:
1. Observar as informações no capítulo Informações sobre os trabalhos de inspeção/
manutenção no redutor.
2. Para que a tampa de montagem esteja na parte superior, colocar o redutor na for-
ma construtiva seguinte:
• R07 - R57 na forma construtiva M1
• F27 na forma construtiva M3
• W10 - W30 na forma construtiva M1
3. Soltar os parafusos [1] da tampa de montagem [2] e remover a tampa de monta-
gem [2] com o respectivo retentor [3] (ver figura abaixo).

[1] [2]

[3]

9007199273384203

4. Determinar a distância horizontal "x" entre o nível de óleo e a superfície de veda-


ção da carcaça do redutor (ver figura seguinte).

90°

X
25803719/PT-BR – 04/2018

9007199273387275

118 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Inspeção/Manutenção
Trabalhos de inspeção/manutenção no redutor 6
5. Comparar o valor da distância "x" determinado com a distância máxima entre nível
de óleo e superfície de vedação da carcaça do redutor definida na tabela seguinte
de acordo com cada forma construtiva. Corrigir o nível de abastecimento, se ne-
cessário.

Tipo do redutor Distância máxima x em mm entre o nível de óleo e a super-


fície de vedação da carcaça do redutor para a forma cons-
trutiva
M1 M2 M3 M4 M5 M6
R07 2 está- 52 ± 1 27 ± 1 27 ± 1 27 ± 1 27 ± 1 27 ± 1
gios
3 está- 49 ± 1 21 ± 1 21 ± 1 21 ± 1 21 ± 1 21 ± 1
gios
R17 2 está- 63 ± 1 18 ± 1 46 ± 1 18 ± 1 46 ± 1 46 ± 1
gios
3 está- 58 ± 1 11 ± 2 40 ± 2 11 ± 2 40 ± 2 40 ± 2
gios
R27 2 está- 74 ± 1 22 ± 1 45 ± 1 22 ± 1 45 ± 1 45 ± 1
gios
3 está- 76 ± 1 19 ± 1 42 ± 1 19 ± 1 42 ± 1 42 ± 1
gios
R47 2 está- – – – – 39 ± 1 –
gios
3 está- – – – – 32 ± 1 –
gios
R57 2 está- – – – – 32 ± 1 –
gios
3 está- – – – – 28 ± 1 –
gios
F27 2 está- 78 ± 1 31 ± 1 72 ± 1 56 ± 1 78 ± 1 78 ± 1
gios
3 está- 71 ± 1 24 ± 1 70 ± 1 45 ± 1 71 ± 1 71 ± 1
gios
Independente da forma construtiva
W10 12 ± 1
W20 19 ± 1
W30 31 ± 1
6. Fechar o redutor após a verificação do nível de óleo:
• Voltar a colocar o retentor da tampa de montagem. Garantir que as superfícies
25803719/PT-BR – 04/2018

de vedação estejam limpas e secas.


• Montar a tampa da montagem. Apertar os parafusos da tampa de dentro para
fora. Apertar os parafusos da tampa seguindo a ordem indicada na figura a se-
guir. Apertar os parafusos da tampa com um torque de aperto de acordo com a
tabela seguinte. Repetir o processo de aparafusamento até que os parafusos
estejam firmemente apertados. Para que a tampa de montagem não seja dani-
ficada, utilizar apenas um berbequim de impulso ou um torquímetro. Não utili-
zar uma chave de fenda de impacto.

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 119
Inspeção/Manutenção
6 Trabalhos de inspeção/manutenção no redutor

7 8

1 2

5 6 1 2 6 8
7

3 4 1
1 2
1 2
2

3 4
4 3 5
5 6 3 4
A B C D E
27021597782872715

Tipo do redu- Figura Rosca de fixa- Torque de aper- Torque de aperto


tor ção to TN mínimo Tmin
Nm Nm
R/RF07/17 E
R/RF27 D
M6 11 7
R/RF47/57 A
F27 B
W10 C M5 6 4
W20 C
M6 11 7
W30 A

Verificação do óleo através da tampa de montagem


Para verificar o óleo dos redutores, proceder do seguinte modo:
1. Observar as informações no capítulo Informações sobre os trabalhos de inspeção/
manutenção no redutor.
2. Abrir a tampa de montagem do redutor de acordo com o capítulo "Verificar o nível
de óleo através da tampa de montagem" (→ 2 118).
3. Retirar um pouco de óleo através do orifício da tampa de montagem.
4. Verificar a qualidade do óleo.
• Viscosidade
• Se o óleo apresentar alto grau de impurezas, você deve substituir o óleo mes-
mo fora dos intervalos de manutenção especificados em "Intervalos de inspe-
ção e manutenção" (→ 2 114).
25803719/PT-BR – 04/2018

5. Verificar o nível de óleo. Ver o capítulo "Verificar o nível de óleo através da tampa
de montagem" (→ 2 118).
6. Aparafusar a tampa da montagem. Observar a sequência e os torques de aperto
de acordo com o capítulo "Verificar o nível do óleo através da tampa de monta-
gem" (→ 2 118).

120 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Inspeção/Manutenção
Trabalhos de inspeção/manutenção no redutor 6
Troca de óleo através da tampa de montagem

Perigo de queimaduras devido ao redutor quente e óleo de redutor quente.


Ferimentos graves.
• Antes de iniciar os trabalhos, deixar o redutor esfriar! O óleo do redutor ainda de-
ve estar quente durante o seu escoamento por causa da melhor fluidez para que
o redutor possa ser mais facilmente esvaziado.

1. Observar as informações no capítulo Informações sobre os trabalhos de inspeção/


manutenção no redutor.
2. Abrir a tampa de montagem do redutor de acordo com o capítulo "Verificar o nível
de óleo através da tampa de montagem".
3. Drenar o óleo completamente em um recipiente através do orifício da tampa de
montagem.
4. Encher com óleo novo do mesmo tipo (se necessário, consultar a
SEW‑EURODRIVE) através do orifício da tampa de montagem. Não é autorizada
a mistura de diferentes tipos de lubrificantes sintéticos.
• Abastecer a quantidade de óleo de acordo com as especificações na plaqueta
de identificação ou de acordo com a confirmação do pedido.
5. Verificar o nível de óleo.
6. Aparafusar a tampa da montagem. Observar a sequência e os torques de aperto
de acordo com o capítulo "Verificar o nível do óleo através da tampa de monta-
gem" (→ 2 118).
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 121
Inspeção/Manutenção
6 Trabalhos de inspeção/manutenção no redutor

6.6.4 C: Redutor de rosca sem fim S..37 e redutor de engrenagens cônicas K..19/K..29 sem bujão
de nível de óleo e tampa de montagem

Verificar o nível de óleo através do bujão


Os redutores S..37, K..19 e K..29 não têm um bujão de nível de óleo nem tampa de
montagem. Por essa razão, eles são controlados através do orifício de controle.
1. Observar as informações no capítulo Informações sobre os trabalhos de inspeção/
manutenção no redutor.
2. Colocar o redutor na forma construtiva, conforme indicado na tabela seguinte. O
orifício de controle sempre está sempre virado para cima.

Redutor Forma construtiva


S..37 M5/M6
K19/29 M6
3. Desaparafusar o bujão [1], conforme a imagem seguinte.

[1]

18655371

4. Introduzir a vareta de medição na vertical através do bujão de controle até o fundo


da carcaça do redutor. Retirar verticalmente a vareta de medição do orifício de
controle, como indicado na figura seguinte.

90°
25803719/PT-BR – 04/2018

18658699

122 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Inspeção/Manutenção
Trabalhos de inspeção/manutenção no redutor 6
5. Determinar o tamanho da seção "x" coberta com lubrificante na vareta de medição
utilizando um paquímetro, conforme indicado na figura seguinte.

18661771

6. Comparar o valor "x" determinado com o valor mínimo definido na tabela seguinte
de acordo com cada forma construtiva. Corrigir o nível de abastecimento, se ne-
cessário.

Nível do óleo = região úmida "x" em mm coberta de lubrificante na


vareta de medição
Tipo do
redutor Forma construtiva
M1 M2 M3 M4 M5 M6
K..19 33 ± 1 33 ± 1 33 ± 1 35 ± 1 33 ± 1 33 ± 1
K..29 50 ± 1 50 ± 1 50 ± 1 63 ± 1 50 ± 1 50 ± 1
S..37 10 ± 1 24 ± 1 34 ± 1 37 ± 1 24 ± 1 24 ± 1
7. Voltar a apertar bem o bujão. Para tal, observar os torques de aperto no capítulo
"Torques de aperto para bujões do nível de óleo, drenos de óleo e bujões, válvu-
las de respiro e visores do nível de óleo" (→ 2 34).

Verificação do óleo através do bujão


1. Observar as informações no capítulo Informações sobre os trabalhos de inspeção/
manutenção no redutor.
2. Abrir o bujão do redutor de acordo com o capítulo "Verificar o nível de óleo atra-
vés do bujão" (→ 2 122).
3. Retirar um pouco de óleo através do furo do bujão.
4. Verificar a qualidade do óleo.
• Viscosidade
• Se o óleo apresentar alto grau de impurezas, você deve substituir o óleo mes-
mo fora dos intervalos de manutenção especificados em "Intervalos de inspe-
ção e manutenção" (→ 2 111).
5. Verificar o nível de óleo. Ver capítulo "Verificar o nível de óleo através do bu-
jão" (→ 2 122).
25803719/PT-BR – 04/2018

6. Voltar a aparafusar o bujão. Para tal, observar os torques de aperto no capítulo


"Torques de aperto para bujões do nível de óleo, drenos de óleo e bujões, válvu-
las de respiro e visores do nível de óleo" (→ 2 34).

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 123
Inspeção/Manutenção
6 Trabalhos de inspeção/manutenção no redutor

Troca do óleo através do bujão

Perigo de queimaduras devido ao redutor quente e óleo de redutor quente.


Ferimentos graves.
• Antes de iniciar os trabalhos, deixar o redutor esfriar! O óleo do redutor ainda de-
ve estar quente durante o seu escoamento por causa da melhor fluidez para que
o redutor possa ser mais facilmente esvaziado.

1. Observar as informações no capítulo Informações sobre os trabalhos de inspeção/


manutenção no redutor.
2. Abrir o bujão do redutor de acordo com o capítulo "Verificar o nível de óleo atra-
vés do bujão".
3. Drenar o óleo completamente através do furo do bujão.
4. Encher com óleo novo do mesmo tipo (se necessário, consultar a
SEW‑EURODRIVE) através do orifício de controle. Não é autorizada a mistura de
diferentes tipos de lubrificantes sintéticos.
• Encher com a quantidade de óleo de acordo com as especificações na plaque-
ta de identificação ou de acordo com a respectiva forma construtiva. Observar
o capítulo "Quantidade de enchimento de lubrificante".
5. Verificar o nível de óleo.
6. Voltar a aparafusar o bujão. Para tal, observar os torques de aperto no capítulo
"Torques de aperto para bujões do nível de óleo, drenos de óleo e bujões, válvu-
las de respiro e visores do nível de óleo" (→ 2 34).

25803719/PT-BR – 04/2018

124 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Inspeção/Manutenção
Trabalhos de inspeção/manutenção no redutor 6
6.6.5 D: SPIROPLAN® W..37 / W..47 na forma construtiva M1, M2, M3, M5, M6 com bujão do nível
de óleo

Verificar o nível de óleo através do bujão do nível de óleo


Para verificar o nível de óleo do redutor, proceder da seguinte maneira:
1. Observar as informações no capítulo Informações sobre os trabalhos de inspeção/
manutenção no redutor.
2. Montar o redutor na forma construtiva M1.
3. Desaparafusar o bujão do nível de óleo lentamente (ver a figura seguinte). Nesse
processo, é possível que saia uma pequena quantidade de óleo.

787235211

4. Verificar o nível de óleo de acordo com a figura abaixo.

[1]

[2]
Ø
Oil X max.
min. X

634361867

[1] Bujão de nível de óleo [2] Nível de referência de óleo

Ø do bujão de nível de óleo Variação "x" para o nível de enchimento mínimo e


máximo em mm
M10 × 1 1,5
5. Se o nível do óleo está muito baixo, encher com óleo novo do mesmo tipo (se ne-
25803719/PT-BR – 04/2018

cessário, consultar a SEW‑EURODRIVE) através do bujão de nível de óleo até a


extremidade inferior do orifício.
6. Voltar a aparafusar o bujão do nível de óleo. Para tal, observar os torques de
aperto no capítulo "Torques de aperto para bujões do nível de óleo, drenos de
óleo e bujões, válvulas de respiro e visores do nível de óleo" (→ 2 34).

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 125
Inspeção/Manutenção
6 Trabalhos de inspeção/manutenção no redutor

Verificar o óleo através do bujão do nível de óleo


Para verificar o óleo do redutor, proceder da seguinte maneira:
1. Observar as informações no capítulo Informações sobre os trabalhos de inspeção/
manutenção no redutor.
2. Retirar um pouco de óleo pelo bujão do nível de óleo.
3. Verificar a qualidade do óleo.
• Viscosidade
• Se o óleo apresentar alto grau de impurezas, você deve substituir o óleo mes-
mo fora dos intervalos de manutenção especificados em "Intervalos de inspe-
ção e manutenção" (→ 2 111).
4. Verificar o nível de óleo. Ver o capítulo anterior.

Troca do óleo através do bujão do nível de óleo

Perigo de queimaduras devido ao redutor quente e óleo de redutor quente.


Ferimentos graves.
• Antes de iniciar os trabalhos, deixar o redutor esfriar! O óleo do redutor ainda de-
ve estar quente durante o seu escoamento por causa da melhor fluidez para que
o redutor possa ser mais facilmente esvaziado.

1. Observar as informações no capítulo Informações sobre os trabalhos de inspeção/


manutenção no redutor.
2. Colocar o redutor na forma construtiva M5 ou M6. Ver o capítulo "Formas constru-
tivas" (→ 2 130).
3. Colocar um recipiente embaixo do bujão do nível de óleo.
4. Remover o bujão do nível de óleo no lado A e lado B do redutor.
5. Drenar o óleo completamente.
6. Reinserir o bujão do nível de óleo localizado na parte inferior. Para tal, observar
os torques de aperto no capítulo "Torques de aperto para bujões do nível de óleo,
drenos de óleo e bujões, válvulas de respiro e visores do nível de óleo" (→ 2 34).
7. Encher com óleo novo do mesmo tipo (se necessário, consultar a
SEW‑EURODRIVE) através do bujão do nível de óleo localizado na parte superi-
or. Não é autorizada a mistura de diferentes tipos de lubrificantes sintéticos.
• Encher com a quantidade de óleo de acordo com as especificações na plaque-
ta de identificação ou de acordo com a respectiva forma construtiva. Ver capí-
tulo "Quantidade de enchimento de lubrificante".
• Verificar o nível de óleo de acordo com o capítulo "Verificar o nível de óleo
através do bujão do nível de óleo".
25803719/PT-BR – 04/2018

8. Reinserir o bujão do nível de óleo localizado na parte superior. Para tal, observar
os torques de aperto no capítulo "Torques de aperto para bujões do nível de óleo,
drenos de óleo e bujões, válvulas de respiro e visores do nível de óleo" (→ 2 34).

126 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Inspeção/Manutenção
Trabalhos de inspeção/manutenção no redutor 6
6.6.6 E: SPIROPLAN® W..37 / W..47 na forma construtiva M4 sem bujão do nível de óleo e tampa
de montagem

Verificar o nível de óleo através do bujão


Os redutores W37/W47 não têm um bujão do nível de óleo nem tampa de montagem.
Por essa razão, eles são controlados através do orifício de controle.
1. Observar as informações no capítulo Informações sobre os trabalhos de inspeção/
manutenção no redutor.
2. Colocar o redutor na forma construtiva M5 ou M6. Ver o capítulo "Formas constru-
tivas" (→ 2 130).
3. Remover o bujão.
4. Introduzir verticalmente a vareta de medição através do bujão de controle até o
fundo da carcaça do redutor. Marcar a posição na vareta de medição onde ela sai
do redutor. Retirar a vareta de medição do bujão de controle na vertical (ver figura
seguinte).

A B

784447371

5. Determinar o tamanho da seção "x" entre a parte coberta por óleo e o marcador
na vareta de medição utilizando um paquímetro (ver figura seguinte).

9007200039761803

6. Comparar o valor "x" determinado com o valor mínimo definido na tabela seguinte
de acordo com cada forma construtiva. Corrigir o nível de enchimento, se neces-
25803719/PT-BR – 04/2018

sário.

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 127
Inspeção/Manutenção
6 Trabalhos de inspeção/manutenção no redutor

Nível de óleo = Distância x em mm na vareta de me-


dição
Forma construtiva durante a verificação

Tipo do redutor M5 M6
Posição horizontal sobre Posição horizontal sobre
o lado A o lado B
W37 na forma construtiva 37 ± 1 29 ± 1
M4
W47 na forma construtiva 41 ± 1 30 ± 1
M4
7. Voltar a apertar bem o bujão. Para tal, observar os torques de aperto no capítulo
"Torques de aperto para bujões do nível de óleo, drenos de óleo e bujões, válvu-
las de respiro e visores do nível de óleo" (→ 2 34).

Verificação do óleo através do bujão


Para verificar o óleo do redutor, proceder da seguinte maneira:
1. Observar as informações no capítulo Informações sobre os trabalhos de inspeção/
manutenção no redutor.
2. Retirar um pouco de óleo pelo bujão.
3. Verificar a qualidade do óleo.
• Viscosidade
• Se o óleo apresentar alto grau de impurezas, você deve substituir o óleo mes-
mo fora dos intervalos de manutenção especificados em "Intervalos de inspe-
ção e manutenção" (→ 2 111).
4. Verificar o nível de óleo. Ver o capítulo anterior.

Troca do óleo através do bujão

Perigo de queimaduras devido ao redutor quente e óleo de redutor quente.


Ferimentos graves.
• Antes de iniciar os trabalhos, deixar o redutor esfriar! O óleo do redutor ainda de-
ve estar quente durante o seu escoamento por causa da melhor fluidez para que
o redutor possa ser mais facilmente esvaziado.

1. Observar as informações no capítulo Informações sobre os trabalhos de inspeção/


manutenção no redutor.
2. Colocar o redutor na forma construtiva M5 ou M6. Ver o capítulo "Formas constru-
25803719/PT-BR – 04/2018

tivas" (→ 2 130).
3. Colocar um recipiente embaixo do bujão.
4. Remover o bujão no lado A e lado B do redutor.
5. Drenar o óleo completamente.
6. Reinserir o bujão localizado na parte inferior. Para tal, observar os torques de
aperto no capítulo "Torques de aperto para bujões do nível de óleo, drenos de
óleo e bujões, válvulas de respiro e visores do nível de óleo" (→ 2 34).

128 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Inspeção/Manutenção
Trabalhos de inspeção/manutenção no redutor 6
7. Encher com óleo novo do mesmo tipo (se necessário, consultar a
SEW‑EURODRIVE) através do bujão localizado na parte superior. Não é autoriza-
da a mistura de diferentes tipos de lubrificantes sintéticos.
• Abastecer a quantidade de óleo de acordo com as especificações na plaqueta
de identificação ou de acordo com as especificações do capítulo "Quantidade
de enchimento de lubrificante".
• Verificar o nível de óleo de acordo com o capítulo "Verificar o nível de óleo
através do bujão do nível de óleo".
8. Reinserir o bujão localizado na parte superior. Para tal, observar os torques de
aperto no capítulo "Torques de aperto para bujões do nível de óleo, drenos de
óleo e bujões, válvulas de respiro e visores do nível de óleo" (→ 2 34).

6.6.7 Trocar o retentor

Danos ao retentor através da montagem com temperatura abaixo de 0 °C.


Danos aos retentores
• Armazenar os retentores a uma temperatura ambiente superior a 0 °C.
• Se necessário, aquecer o retentor antes da montagem.

Proceder da seguinte maneira:


1. Garantir que haja uma quantidade suficiente de graxa entre os lábios de vedação
do óleo e os lábios de pó, de acordo com cada versão.
2. Em caso de utilização de retentores duplos, abastecer um terço do espaço vazio
com graxa.

6.6.8 Pintura do redutor

A tinta bloqueia a válvula de respiro e envolve os lábios de vedação dos retentores.


Danos materiais
• Cobrir com fita protetora as válvulas de respiro e os lábios de vedação dos re-
tentores cuidadosamente antes/após a pintura.
• Remover a fita protetora após terminar os trabalhos de pintura.
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 129
Formas construtivas
7 Denominação das formas construtivas

7 Formas construtivas

7.1 Denominação das formas construtivas


As seguintes representação mostram as formas construtivas SEW-EURODRIVE M1
–  M6.

M6
M6
M2 M2

M1 M1

M5 M5

M4 M4

M3 M3

R..

M6 M6
M1 M1
M2 M2

M5 M5
M4 M4

M3 M3

F..

M2 M2

M1
M1
M6 M6

M5 M5

M4 M4
25803719/PT-BR – 04/2018

K..
M3 M3
S..
W..
15649312267

130 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Formas construtivas
Perdas por agitação no óleo e potência térmica 7
7.2 Perdas por agitação no óleo e potência térmica

(→ Nas seguintes condições, podem ocorrer maiores perdas por agitação no óleo que
X)
devem ser consideradas na análise térmica:
• Uma forma construtiva em que o 1.º nível do redutor esteja totalmente imerso no
lubrificante. As formas construtivas correspondentes dos redutores são identifica-
das no capítulo "Folhas de formas construtivas" (→ 2 133) com um *.
• Uma rotação de entrada média elevada e, portanto, uma velocidade periférica ele-
vada das rodas dentadas do estágio de entrada.
Se uma ou ambas as condições forem aplicadas, determinar os requisitos da aplica-
ção e as condições de operação correspondentes (ver capítulo "Dados para calcular a
potência térmica" (→ 2 131)) e consultar a SEW‑EURODRIVE. Ali, a potência térmica
pode ser calculada com base nas situações operacionais reais. Se necessário, a po-
tência térmica do redutor pode ser aumentada tomando as medidas apropriadas, p.
ex., usando um lubrificante sintético com maior resistência térmica.

Para minimizar as perdas por agitação no óleo, utilizar os redutores preferencialmen-


te na forma construtiva M1.

7.2.1 Dados para calcular a potência térmica


As seguintes informações são necessárias para calcular a potência térmica:
Tipo e versão do redutor:
• Relação do redutor i
• Rotação de entrada média ne_m ou rotação de saída média na_m cada uma em min-1
• Torque do motor efetivo Meff em Nm
• Potência do motor de entrada Pe em kW
• Forma construtiva M1 – M6 ou ângulo de inclinação
Local de instalação:
• Temperatura ambiente Tamb em °C
• Em pequenas salas fechadas ou em grandes salas (salões) ou no exterior
Situação de instalação:
• Apertada ou bem ventilada
• Fundação de aço ou concreto

7.3 Mudança de forma construtiva


Se você colocar o motorredutor em uma forma construtiva diferente do que a enco-
25803719/PT-BR – 04/2018

mendada, por favor, observe as seguintes informações:


• Ajuste a quantidade de enchimento de lubrificante à forma construtiva alterada.
• Ajuste a posição da válvula de alívio.
• Na troca de forma construtiva para M4: Consultar a SEW‑EURODRIVE. Depen-
dendo do modo de funcionamento do atuador, pode ser necessário um recipiente
de compensação (ver capítulo "Tanque de expansão de óleo" (→ 2 95)).

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 131
Formas construtivas
7 Forma construtiva universal M0

• Em motorredutores de engrenagens cônicas: Quando você desejar trocar para as


formas construtivas M5 e M6, independente da forma construtiva de saída, con-
sulte a SEW‑EURODRIVE.
• Em motorredutores de rosca sem-fim: Na troca para as formas redutoras M2 ou
M3 consulte a SEW‑EURODRIVE.
• Em motorredutores de engrenagens helicoidais: Na troca para as formas reduto-
ras M2, consultar a SEW‑EURODRIVE.
• Em uma modificação de forma construtiva para uma forma construtiva com maior
quantidade de óleo, a SEW‑EURODRIVE recomenda uma nova verificação/proje-
ção térmica.

7.4 Forma construtiva universal M0


Os redutores SPIROPLAN® W10 – W30 podem ser encomendados na forma constru-
tiva universal M0. Esses redutores SPIROPLAN® menores são inteiramente fechados
e não possuem uma válvula de respiro, devido ao seu tamanho reduzido. Você pode
ajustar qualquer forma construtiva de M1 – M6, sem ter que fazer ajustes para a
transmissão.
Todos os redutores de forma construtiva W10 até W30 possuem a mesma quantidade
de óleo.

7.5 Forma construtiva MX


A forma construtiva MX está disponível para todos os redutores de formas construti-
vas R..7, F..7, K..7, K..9, S..7 e SPIROPLAN® W..7.
Em contraste com a forma construtiva M0, independente de suas formas construtivas,
devem ser ajustados para formas construtivas MX antes da colocação em operação.
Na forma construtiva MX, os redutores são fornecidos com a máxima quantidade de
óleo permitida e selados completamente com bujões de óleo. Uma válvula de respiro
é fornecida em cada acionamento. Você deve ajustar a quantidade de óleo do redutor
de acordo com a forma construtiva em que o redutor é operado (ver capítulo "Quanti-
dades de lubrificantes"). A válvula de respiro fornecida também deve ser montada na
posição dependente da forma construtiva, ver capítulo "Folhas de formas construti-
vas". Para o aparafusamento, observar a válvula de respiro do torque de aperto cor-
respondente no capítulo "Torques de aperto para bujões do nível de óleo, drenos de
óleo e bujões, válvulas de respiro e visores do nível de óleo" (→ 2 34).
Verificar o nível de óleo correto como descrito no capítulo "Controle do nível de óleo e
troca de óleo".

7.5.1 Redutores duplos na forma construtiva MX


25803719/PT-BR – 04/2018

Na forma construtiva MX encontram-se ambos redutores (a montante e a jusante) na


mesma forma construtiva.

132 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Formas construtivas
Folhas de formas construtivas 7
7.6 Folhas de formas construtivas
7.6.1 Legendas para as folhas de formas construtivas

As posições da válvula de respiro dadas nas folhas de formas construtivas, do bujão


de nível de óleo e do dreno de óleo são vinculativas e montadas de acordo com as
instruções de instalação.
Os motores representados nas folhas de formas construtivas são apenas simbólicos.

Para redutores com eixo maciço: O eixo sempre é mostrado no lado A.


Para redutores, execução com eixo oco: O eixo com linha tracejada representa o
eixo do cliente. O lado de saída (posição do eixo de saída) sempre é mostrado no la-
do A.

Os motorredutores SPIROPLAN® não mudam em função da sua forma construtiva,


com exceção do W..37 e W..47 na forma construtiva M4. Entretanto, as formas cons-
trutivas M1 à M6 também são mostradas para os motorredutores SPIROPLAN® para
auxiliar no trabalho com esta documentação.

Nenhuma válvula de respiro, bujão de nível de óleo ou dreno de óleo pode ser fixado
nos motorredutores SPIROPLAN® nos tamanhos W..10 até W..30.
Os motorredutores SPIROPLAN® W..37 e W..47 serão equipados na forma construti-
va M4 com válvula de respiro e na forma construtiva M2 com dreno de óleo.

Alguns redutores estão disponíveis na forma construtiva M0. Neste caso, o redutor é
fornecido numa forma construtiva universal e pode ser adaptado a diferentes formas
construtivas por parte do cliente. Caso necessário, consultar a SEW–EURODRIVE.

Símbolos utilizados
A tabela abaixo explica os símbolos utilizados nas páginas das formas construtivas:

Símbolo Significado
Válvula de respiro
25803719/PT-BR – 04/2018

Drenagem do nível de óleo1)


"Arranjo do bujão de nível
de óleo em redutores du-
plos". �
Bujão e drenagem de óleo

1) Não se aplica ao 1º Redutor (redutor grande) em redutores duplos.


Ver o capítulo

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 133
Formas construtivas
7 Folhas de formas construtivas

7.6.2 Arranjo do bujão de nível de óleo em redutores duplos


Para redutores duplos, garantir uma lubrificação suficiente do 1º redutor (redutor mai-
or), os seguintes redutores têm um elevado nível de óleo na forma construtiva dada:
• Redutor helicoidal do tipo R..R.. nas formas construtivas M1 ou M2
• Redutor de rosca do tipo S..R.. na forma construtiva M3
Os bujões de nível de óleo encontram-se em desacordo com as informações forneci-
das nas folhas de formas construtivas, nos seguintes locais:
R..R.. S..R.. SF..R.., S.F..R..,
SA..R..

2
15987248395

Símbolo Significado
Bujão do nível de óleo

25803719/PT-BR – 04/2018

134 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Formas construtivas
Folhas de formas construtivas 7
7.6.3 Formas construtivas dos motoredutores de engrenagem helicoidal

RX57-RX107
25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 135
Formas construtivas
7 Folhas de formas construtivas

RXF57-RXF107

25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

136 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Formas construtivas
Folhas de formas construtivas 7
R07-R167
25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 137
Formas construtivas
7 Folhas de formas construtivas

RF07-RF167, RZ07-RZ87

25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

138 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Formas construtivas
Folhas de formas construtivas 7
R07F-R87F
25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 139
Formas construtivas
7 Folhas de formas construtivas

7.6.4 Formas construtivas dos motoredutores de eixos paralelos

F/FA..B/FH27B-157B, FV27B-107B

25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

140 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Formas construtivas
Folhas de formas construtivas 7
FF/FAF/FHF/FZ/FAZ/FHZ27-157, FVF/FVZ27-107, FM/FAM67-157
25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 141
Formas construtivas
7 Folhas de formas construtivas

FA/FH27-157, FV27-107, FT37-97

25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

142 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Formas construtivas
Folhas de formas construtivas 7
7.6.5 Formas construtivas dos motoredutores de engrenagens cônicas

K/KA..B/KH19B-29B
25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 143
Formas construtivas
7 Folhas de formas construtivas

KF..B/KAF..B/KHF19B-29B

25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

144 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Formas construtivas
Folhas de formas construtivas 7
KA..B/KH19B-29B
25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 145
Formas construtivas
7 Folhas de formas construtivas

KF/KAF/KHF19-29

25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

146 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Formas construtivas
Folhas de formas construtivas 7
KA/KH19-29
25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 147
Formas construtivas
7 Folhas de formas construtivas

K/KA..B39-49

25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

148 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Formas construtivas
Folhas de formas construtivas 7
KF/KAF/KHF39-49
25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 149
Formas construtivas
7 Folhas de formas construtivas

KA/KH/KT39-49

25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

150 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Formas construtivas
Folhas de formas construtivas 7
K/KA..B/KH47B-157B, KV47B-107B
25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 151
Formas construtivas
7 Folhas de formas construtivas

K167-187, KH167B-187B

25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

152 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Formas construtivas
Folhas de formas construtivas 7
KF/KAF/KHF/KZ/KAZ/KHZ37-157, KVF/KVZ37-107, KM/KAM 67-157
25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 153
Formas construtivas
7 Folhas de formas construtivas

KA/KH37-157, KV37-107, KT37-97

25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

154 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Formas construtivas
Folhas de formas construtivas 7
KH167-187
25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 155
Formas construtivas
7 Folhas de formas construtivas

7.6.6 Formas construtivas dos motoredutores de rosca sem fim

S37

25803719/PT-BR – 04/2018

156 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Formas construtivas
Folhas de formas construtivas 7
S47-S97
25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 157
Formas construtivas
7 Folhas de formas construtivas

SF/SAF/SHF37

25803719/PT-BR – 04/2018

158 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Formas construtivas
Folhas de formas construtivas 7
SF/SAF/SHF/SAZ/SHZ47-97
25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 159
Formas construtivas
7 Folhas de formas construtivas

SA/SH/ST37

25803719/PT-BR – 04/2018

160 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Formas construtivas
Folhas de formas construtivas 7
SA/SH/ST47-97
25803719/PT-BR – 04/2018

* (→ 2 131)

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 161
Formas construtivas
7 Folhas de formas construtivas

7.6.7 Formas construtivas dos motoredutores SPIROPLAN®

W10-30

25803719/PT-BR – 04/2018

162 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Formas construtivas
Folhas de formas construtivas 7
WF10-30
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 163
Formas construtivas
7 Folhas de formas construtivas

WA10-30

25803719/PT-BR – 04/2018

164 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Formas construtivas
Folhas de formas construtivas 7
W/WA..B/WH37B-47B
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 165
Formas construtivas
7 Folhas de formas construtivas

WF/WAF/WHF37-47

25803719/PT-BR – 04/2018

166 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Formas construtivas
Folhas de formas construtivas 7
WA/WH/WT37-47
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 167
Dados técnicos
8 Armazenamento por longos períodos

8 Dados técnicos

8.1 Armazenamento por longos períodos

Em caso de armazenamento por mais de 9 meses, a SEW-EURODRIVE recomenda


um redutor na versão "Armazenamento por longos períodos". Tais redutores são res-
pectivamente identificados com uma etiqueta.

Os redutores devem permanecer vedados firmemente até serem colocados em ope-


ração para prevenir a evaporação do agente anticorrosivo VCI.

Para redutores na versão "armazenamento por longos períodos" são tomadas as se-
guintes medidas:
• Neste caso, é acrescentado o agente anticorrosivo VCI (volatile corrosion inhibi-
tor) ao lubrificante para estes redutores.
Observar que este agente anticorrosivo VCI só é efetivo na faixa de temperatura
-25 °C até +50 °C.
• As superfícies de contato do flange e as pontas de eixo são cobertas com um
agente anticorrosivo.
Observar as condições de armazenagem por longo período especificadas na tabela a
seguir:

8.1.1 Condições para o armazenamento

Zona climática Embalagem1) Local de armazenagem2) Tempo de armazenamento


Embalagem em con-
Máx. 3 anos, com verificação regu-
tentor, coberto com fil- Local coberto, protegido
lar da embalagem e do indicador
me plástico e com contra chuva, neve e vibra-
de umidade (umidade relativa do
agente secante e indi- ções.
ar < 50%).
cador de umidade.
Temperada (Eu-
Local coberto e fechado,
ropa, EUA, Ca-
com temperatura e umida-
nadá, China e
de do ar constantes (5 °C <
Rússia, com ex-
ϑ < 50 °C, < 50% de umida- 2 anos ou mais, com inspeções re-
ceção de suas
de relativa do ar). gulares. Na inspeção, verificar a
regiões tropi-
cais) Aberto Protegido contra variações limpeza e se há danos mecânicos.
de temperatura repentinas Verificar se a proteção anticorrosi-
25803719/PT-BR – 04/2018

e ventilação controlada com va está intacta.


filtro (livre de pó e sujeira).
Sem ocorrência de vapores
agressivos e impulsos.

168 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Dados técnicos
Armazenamento por longos períodos 8
Zona climática Embalagem1) Local de armazenagem2) Tempo de armazenamento
Embalagem em con-
tentor, coberto com fil-
me plástico e com
agente secante e indi- Máx. 3 anos, com verificação regu-
cador de umidade. Local coberto, protegido lar da embalagem e do indicador
contra chuva e vibrações. de umidade (umidade relativa do
Protegido contra danos ar < 50%).
causados por insetos e
mofo, através de trata-
Tropical (Ásia, mento químico.
África, América
do Sul e Cen- Local coberto e fechado,
tral, Austrália, com temperatura e umida-
Nova Zelândia, de do ar constantes
com exceção de (5 °C < ϑ < 50 °C,
suas regiões umidade relativa do
ar < 50%). 2 anos ou mais, com inspeções re-
temperadas)
gulares. Na inspeção, verificar a
Aberto Protegido contra variações limpeza e se há danos mecânicos.
de temperatura repentinas Verificar se a proteção anticorrosi-
e ventilação controlada com va está intacta.
filtro (livre de pó e sujeira).
Sem ocorrência de vapores
agressivos e impulsos. Pro-
tegido contra danos causa-
dos por insetos.
1) A embalagem deve ser realizada por uma empresa experiente, utilizando materiais de embalagem expressamente qualificados pa-
ra a aplicação.
2) A SEW‑EURODRIVE recomenda armazenar os redutores de acordo com a forma construtiva.
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 169
Dados técnicos
8 Lubrificantes

8.2 Lubrificantes
A menos que tenha sido feito um acordo especial, a SEW‑EURODRIVE fornece as
unidades com abastecimento de lubrificante específico para o redutor e para a forma
construtiva. O fator decisivo é a forma construtiva (M1 – M6, ver o capítulo "Formas
construtivas"  (→  2  130)) quando encomendar a unidade. Em caso de mudança da
forma construtiva, é necessário adaptar a quantidade de lubrificante à forma construti-
va modificada (ver capítulo Quantidades de enchimento de lubrificante).

8.2.1 Graxas para rolamentos


Os rolamentos dos redutores são lubrificados de fábrica com as graxas indicadas
abaixo. A SEW‑EURODRIVE também recomenda a relubrificação dos rolamentos por
ocasião da troca de óleo.
A tabela mostra os lubrificantes recomendados pela SEW‑EURODRIVE:

Zona de utilização Temperatura ambiente Fabricante Tipo


Padrão -40 °C até +80 °C Fuchs Renolit CX-TOM 151)
-40 °C até +80 °C Klüber Petamo GHY 133 N

2)
-40 °C até +40 °C Bremer & Cassida Grease
Leguil GTS 2
-20 °C até +40 °C Fuchs Plantogel 2S
Oil 3)

1) Graxa para rolamentos com óleo de base semissintético


2) Lubrificante para a indústria de processamento de alimentos
3) Lubrificante facilmente biodegradável para áreas ecológicas

São necessárias as quantidades de graxa a seguir:


• Para rolamentos de alta rotação (lado de entrada do redutor): Preencher com
graxa 1/3 da cavidade entre as esferas de rolamento.
• Para rolamentos de baixa rotação (lado de saída do redutor): Preencher com
graxa 2/3 da cavidade entre as esferas de rolamento.

25803719/PT-BR – 04/2018

170 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Dados técnicos
Lubrificantes 8
8.2.2 Tabela de lubrificantes

Uma seleção incorreta de lubrificante pode resultar em danos no redutor.


Possíveis danos materiais.
• Observar as informações a seguir.

• A viscosidade do óleo e o tipo de óleo (mineral/sintético) a serem utilizados são


determinados pela SEW‑EURODRIVE de acordo com o pedido, constando na
confirmação do pedido e na plaqueta de identificação do redutor.
Se forem utilizados lubrificantes diferentes nos redutores e/ou lubrificantes em fai-
xas de temperatura distintas das que foram recomendadas, a SEW‑EURODRIVE
não dá qualquer garantia para tal.
Esta recomendação para lubrificantes na tabela de lubrificantes não representa de
modo algum uma garantia pela qualidade do lubrificante fornecido pelo respectivo
fabricante. Cada fabricante de lubrificante é responsável pela qualidade de seu
produto.
• Não misturar lubrificantes sintéticos entre si!
• Não misture lubrificantes sintéticos com lubrificantes minerais!
• Os óleos de mesmos graus de viscosidade de diferentes fabricantes não têm as
mesmas propriedades. Em particular, as temperaturas mínimas e máximas permi-
tidas em banho de óleo são específicas do fornecedor. Estas temperaturas são
mostradas na tabela de lubrificantes.
• Os valores mencionados nas tabelas de lubrificantes são válidos no momento da
impressão. Os dados dos lubrificantes são sujeitos a uma mudança dinâmica dos
misturadores de lubrificantes. Você encontra informações atualizadas sobre os lu-
brificantes em:
www.sew-eurodrive.de/schmierstoffe
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 171
Dados técnicos
8 Lubrificantes

Notas sobre a estrutura da tabela


[1] [2] [3]

ISO, SAE
NLGI
°C -50 0 +50 +100

CLP HC - NSF H1 - PSS


R..
-15 +40 VG 460

-25 +30 VG 220

[4] [5]
18014416412986635

[1] Tipo do redutor


[2] Faixa de temperatura ambiente
[3] Classe de viscosidade
[4] Informação sobre aprovações especiais
[5] Tipo de lubrificantes

As temperaturas ambientes indicadas servem como diretrizes gerais para a seleção


de um lubrificante adequado. O limite exato de temperatura inferior e superior para a
configuração deve ser retirado da tabela, com os respectivos nomes comerciais.

25803719/PT-BR – 04/2018

172 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Dados técnicos
Lubrificantes 8
Notas sobre os lubrificantes individuais

9007217272258699

[1] Temperatura mais baixo do reservatório de óleo em °C que não pode ter o li-
mite inferior ultrapassado durante a operação
[2] Nome comercial
[3] Enchimento de fábrica para os países listados
BR: Brasil
CN: China
DE: Alemanha
FR: França
US: Estados Unidos
[4] Fabricante
[5] Temperatura mais alta do reservatório de óleo em °C. Se excedida, a vida útil
será significativamente reduzida. Os intervalos da troca de lubrificante devem
ser observados conforme o capítulo "Intervalos de troca de lubrifican-
te" (→ 2 112).
[6] Aprovações em relação à compatibilidade do lubrificante com retentores aciona-
dos

Compatibilidade do lubrificante com retentores

Aprovação Explicação
SEW07004_ _13: Lubrificante especialmente recomendado, tendo em vista a com-
patibilidade com retentores acionados. O lubrificante excede os
requisitos da tecnologia mais atual no que diz respeito à compati-
bilidade de elastômeros.
Faixa de temperatura permitida dos retentores

Retentor Temperatura do reservatório de óleo


Classe de materiais permitida
NBR -45 °C até +80 °C
FKM -25 °C até +115 °C
25803719/PT-BR – 04/2018

FKM-PSS -25 °C até +115 °C

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 173
Dados técnicos
8 Lubrificantes

Limitações de uso de retentores com os lubrificantes específicos são descritos na


tabela a seguir:

Classe de materiais Fabricante Material


1 Freudenberg 72 NBR 902
1 NBR
2 Trelleborg 4NV11

S 1 75 FKM 585
1 Freudenberg
2 FKM 2 75 FKM 170055
2 Trelleborg 1 VCBVR
Exemplos:
S11: O lançamento preenche, em conjunto com o lubrificante específico, apenas o
elastômero 72NBR902 da empresa Freudenberg.
S2: O lançamento preenche, em conjunto com o lubrificante específico, apenas o
elastômero FKM.

Legenda
A tabela abaixo mostra as abreviações e símbolos utilizados na tabela de lubrificante
e seus significados:

Abreviação/ Significado
símbolo
Lubrificante sintético (em cinza)
Lubrificantes minerais
CLP Óleo mineral
CLP PG Poliglicol (PG)
CLP HC Hidrocarbonetos sintéticos - polialfaolefinas (PAO)
E Óleo à base de ésteres
Lubrificante para a indústria de processamento de alimentos confor-
me NSF H1

Oil
Óleo facilmente biodegradável para áreas ecológicas

Lubrificante adequado para ambiente ATEX

1) Redutor de rosca com CLP-PG: Consultar a SEW‑EURODRIVE


2) Lubrificante especial somente para redutores SPIROPLAN®
3) SEW fB ≥ 1,2 é necessário
4) Observar o comportamento crítico na partida sob baixas temperatu-
25803719/PT-BR – 04/2018

ras
RWDR Retentor radial
PSS Retentor da forma construtiva PSS (Premium Sine Seal). A adição
"PSS" para o tipo de lubrificante indica a compatibilidade com o sis-
tema de vedação.

174 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
25803719/PT-BR – 04/2018

[4]
[3]
[2]
[1]

Padrão
Tipo de óleo
[3]
[1] [2] ISO,SAE remer & egui FUCHS Mobil®
R.. NLGI LUBRICATION TO T A L
°C -50 0 +50 +100 Sh ell
Tabela de lubrificante para redutores R.., F.. e K..7

RES -15 +80 -15 +80 -15 +80 -15 +80 -15 +80 -15 +80
K..7 [4] Mobilgear 600 Shell Omala
Optigear Renolin Klüberoil
-15 +40 VG 220 XP 220 S2 G 220 Cater EP 220
KES BM 220 CLP220 GEM 1-220 N
DE, FR CN, US

Faixa de temperatura ambiente


HK.. SEW070040013
-20 +70 -20 +70 -20 +70 -20 +70 -20 +70 -20 +70

CLP
F..
4) Optigear Renolin Mobilgear 600 Klüberoil Shell Omala
-20 +30 XP 150 Cater EP 150
VG 150 BM 150 CLP150 GEM 1-150 N S2 G 150
DE, FR

Informação sobre aprovações especiais


SEW070040013
-25 +115 -25 +115 -25 +115 -25 +115 -25 +115 -25 +115
Renolin Mobil Klübersynth Shell Omala
Optigear Synthetic Cater SY 220
-25 +80 VG 220 GLyoyle 220 S4 WE 220
tibilidade do lubrificante com retentores" (→ 2 173)!

800/220 PG220 GH 6-220


DE, FR CN, US

CLP PG
-25 +115
-25 +80 Klübersynth
VG 220 GH 6-220

PSS
DE, FR, US, BR,CN

CLP PG
atual encontra-se em www.sew-eurodrive.de/schmierstoffe.

18014416885322635
Lubrificantes

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Dados técnicos

A tabela de lubrificantes aplica-se à data de publicação deste documento. A tabela

Observar o limite térmico de aplicação dos materiais do retentor, ver capítulo "Compa-
8

175
176
8
Lubrificantes
Dados técnicos

[4]
[3]
[2]
[1]

Padrão
Tipo de óleo
[3]
[1] [2] ISO,SAE remer & egui FUCHS Mobil®
NLGI LUBRICATION TO T A L
°C -50 0 +50 +100 Sh ell
-30 +110 -25 +110 -25 +110 -25 +110 -25 +110 -25 +110
[4] Mobil Klübersynth Shell Omala
Optigear Syntetic Renolin Unisyn
R.. -25 +60 VG 220 SHC 630 GEM 4-220 N S4 GX 220 Cater SH 220
PD220 CLP220
DE, FR BR CN, US
RES
K..7 -30 +100 -30 +95 -30 +100 -30 +100 -30 +100 -30 +95
KES 4) Mobil Klübersynth Shell Omala
Optigear Syntetic Renolin Unisyn
-30 +70 SHC 629 Cater SH 150
HK.. VG 150 PD150 CLP150 GEM 4-150 N S4 GX 150
DE, FR

Faixa de temperatura ambiente


F..
-35 +75 -40 +75 -40 +75
4) Mobil

CLP HC
Renolin Unisyn Shell Omala
-40 +20 VG 68 CLP68 SHC 626
DE, FR S4 GX 68

Informação sobre aprovações especiais


-40 +50 -40 +50 -40 +50
4) Mobil
Renolin Unisyn
-40 +20 SHC 624 Dacnis SH 321
VG 32 OL32
tibilidade do lubrificante com retentores" (→ 2 173)!

DE, FR

-25 +110
Mobil
-25 +60 VG 220 SHC 630
DE, FR, US, BR, CN
atual encontra-se em www.sew-eurodrive.de/schmierstoffe.

-30 +100
4) Mobil
-30 +70 SHC 629
VG 150

CLP HC - PSS
DE, FR, US, BR, CN

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
18014416885325323
A tabela de lubrificantes aplica-se à data de publicação deste documento. A tabela

Observar o limite térmico de aplicação dos materiais do retentor, ver capítulo "Compa-

25803719/PT-BR – 04/2018
25803719/PT-BR – 04/2018

[4]
[3]
[2]
[1]

Padrão
[3]
[1] [2] ISO,SAE remer & egui FUCHS Mobil®
NLGI

Tipo de óleo
LUBRICATION TO T A L
°C -50 0 +50 +100 Sh ell
-15 +100 -15 +100 -15 +105
[4] Optileb
Cassida Klüberoil
R.. -15 +40 VG 460 Fluid GL 460 GT 460 4UH1-460 N
DE, FR
RES SEW070040013
K..7 -25 +80 -25 +80 -25 +80
KES Cassida Optileb Klüberoil
-25 +30 GT 220
HK.. VG 220 Fluid GL 220 4UH1-220 N
DE, FR
F.. SEW070040013
-40 +50 -35 +50 -35 +50

Faixa de temperatura ambiente


4) Optileb Klüberoil
-35 +20 Cassida
VG 68 Fluid HF 68 HY 68 4UH1-68 N
DE, FR

CLP HC - NSF H1
-40 +30 -40 +30 -40 +30
4)

Informação sobre aprovações especiais


Cassida Optileb KlüberSummit
-40 +10 VG 32 HY 32 HySynFG32
Fluid HF 32
DE, FR
tibilidade do lubrificante com retentores" (→ 2 173)!

-15 +100
Optileb
-15 +40 VG 460 GT 460
DE, FR, US, BR, CN
SEW070040013
-25 +80
Optileb
atual encontra-se em www.sew-eurodrive.de/schmierstoffe.

-25 +30 GT 220


VG 220
DE, FR, US, BR, CN

CLP HC - NSF H1 - PSS


SEW070040013
-20 +80 -20 +80
Plantogear Klüberbio

E
-20 +40 VG 460 460 S CA2-460
DE, FR
Oil

22849825931
Lubrificantes

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Dados técnicos

A tabela de lubrificantes aplica-se à data de publicação deste documento. A tabela

Observar o limite térmico de aplicação dos materiais do retentor, ver capítulo "Compa-
8

177
Dados técnicos
8 Lubrificantes

Tabela de lubrificante para redutor K..9


A tabela de lubrificantes aplica-se à data de publicação deste documento. A tabela
atual encontra-se em www.sew-eurodrive.de/schmierstoffe.
Observar o limite térmico de aplicação dos materiais do retentor, ver capítulo "Compa-
tibilidade do lubrificante com retentores" (→ 2 173)!

TO T A L
Sh ell

DE, FR, US, BR,CN

DE, FR, US, BR,CN

DE, FR, US, BR,CN

DE, FR, US, BR,CN

DE, FR, US, BR,CN

DE, FR, US, BR,CN

DE, FR, US, BR,CN

DE, FR, US, BR,CN


+115

+115
+95

+95
Klübersynth

Klübersynth

Klübersynth

Klübersynth

Klübersynth

Klübersynth

Klübersynth

Klübersynth
+70

+60

+70

+60
UH1 6-460

UH1 6-680

UH1 6-220

UH1 6-150
GH 6-460

GH 6-680

GH 6-220

GH 6-150
LUBRICATION

-20

-15

-25

-30

-20

-15

-25

-30
Mobil®
FUCHS
remer & egui

4)

4)
ISO,SAE

VG 680

VG 460

VG 680

VG 220

VG 150
VG 460

VG 220

VG 150
NLGI
[1] [2]

CLP PG (-PSS) CLP PG - H1 (-PSS)


+80

+80
+50 +100

+60

+60
+40

+40
+30

+30
[3]

-15
-15
-20

-20

-25
-25
°C -50

-30

-30
[4]

[4]
K.9

18014416450433419
25803719/PT-BR – 04/2018

[1] Informação sobre aprovações especiais


[2] Tipo de óleo
[3] Faixa de temperatura ambiente
[4] Padrão

178 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
25803719/PT-BR – 04/2018

[4]
[3]
[2]
[1]

Padrão
Tipo de óleo
[3]
Tabela de lubrificante para redutores S..

[1] [2] ISO,SAE remer & egui FUCHS Mobil®


NLGI LUBRICATION TO T A L
°C -50 0 +50 +100 Sh ell
0 +80 0 +80 0 +80 0 +80 0 +80 0 +80
[4] Renolin Klüberoil Shell Omala
Optigear Mobilegear 600 Carter EP 680
0 +40 VG 680 SEW 680 GEM 1-680 N S2 G 680
BM 680 DE, FR XP 680 US
SEW070040013 SEW070040013

CLP
-20 +65 -20 +65 -20 +65 -20 +65 -20 +65 -20 +65
Optigear Renolin Mobilegear 600 Klüberoil Shell Omala
-20 +25 VG 150 XP 150 S2 G 150 Carter EP 150
BM150 CLP 150 GEM 1-150 N
S.. DE, FR US

Faixa de temperatura ambiente


HS.. SEW070040013
-15 +115 -15 +115 -15 +115 -15 +115 -15 +115
[4] 1) Mobil Klübersynth
Optigear Renolin Shell Omala
-15 +80 VG 680 Glygoyle 680 GH 6-680
Synthetic 800/680 PG 680 S4 WE 680
DE, FR

Informação sobre aprovações especiais


-25 +90 -25 +95 -25 +100 -25 +100 -25 +90 -25 +90
1)

CLP PG
Mobil
Optigear Renolin Klübersynth Shell Omala
-25 +40 VG 220 Glygoyle 220 Carter SY 220
Synthetic 800/220 PG 220 GH 6-220 S4 WE 220
tibilidade do lubrificante com retentores" (→ 2 173)!

DE, FR

-15 +115
[4] 1)
Klübersynth
-15 +80 VG 680 GH 6-680
DE, FR, US, BR, CN
atual encontra-se em www.sew-eurodrive.de/schmierstoffe.

-25 +100
1)
Klübersynth
-25 +40 VG 220 GH 6-220

CLP PG - PSS
DE, FR, US, BR, CN

22849829131
Lubrificantes

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Dados técnicos

A tabela de lubrificantes aplica-se à data de publicação deste documento. A tabela

Observar o limite térmico de aplicação dos materiais do retentor, ver capítulo "Compa-
8

179
180
8
Lubrificantes
Dados técnicos

[4]
[3]
[2]
[1]

Padrão
Tipo de óleo
[3]
ISO,SAE remer & egui FUCHS Mobil®
[1] [2] NLGI LUBRICATION TO T A L
°C -50 0 +50 +100 Sh ell
-20 +110 -15 +100 -20 +105 -15 +105 -15 +105 -15 +105
[4] Mobil
Optigear Renolin Unisyn Klübersynth Shell Omala Carter SH 460
-15 +60 VG 460 SHC 634
Synthetic PD 460 CLP 460 DE, FR GEM 4-460 N S4 GX 460

-30 +75 -30 +70 -30 +75 -30 +70 -30 +75 -30 +70
4) Optigear Mobil Klübersynth Shell Omala
Renolin Unisyn Carter SH 150
-30 +40 VG 150 Synthetic PD 150 SHC 629 GEM 4-150 N S4 GX 150
S.. CLP 150 DE, FR

Faixa de temperatura ambiente


HS..
-35 +50 -40 +55 -40 +50
4) Mobil

CLP HC
Renolin Unisyn Shell Omala
-40 +30 VG 68 SHC 626
CLP 68 DE, FR S4 GX 68

Informação sobre aprovações especiais


-40 +30 -40 +30 -40 +30
4) Mobil
Renolin Unisyn Dacnis SH 32
-40 +10 VG 32 OL 32 SHC 624
tibilidade do lubrificante com retentores" (→ 2 173)!

DE, FR

-20 +105
[4] Mobil
-15 +60 VG 460 SHC 634
DE, FR, US, BR, CN
atual encontra-se em www.sew-eurodrive.de/schmierstoffe.

-30 +75
4) Mobil
-30 +40 VG 150 SHC 629

CLP HC - PSS
DE, FR, US, BR, CN

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
22849831563
A tabela de lubrificantes aplica-se à data de publicação deste documento. A tabela

Observar o limite térmico de aplicação dos materiais do retentor, ver capítulo "Compa-

25803719/PT-BR – 04/2018
25803719/PT-BR – 04/2018

[4]
[3]
[2]
[1]

Padrão
[3]
[1] [2] ISO,SAE remer & egui FUCHS Mobil®

Tipo de óleo
NLGI LUBRICATION TO T A L
°C -50 0 +50 +100 Sh ell
-15 +85 -15 +90 -15 +90
[4] Cassida Optileb Klüberoil
-15 +40 VG 460 GT 460
Fluid GL 460 4UH1-460 N
DE, FR
SEW070040013
-25 +75 -25 +70 -25 +70
Optileb
Cassida Klüberoil
-25 +30 VG 220 GT 220
S.. Fluid GL 220 4UH1-220 N
DE, FR
HS.. SEW070040013
-35 +40 -35 +40 -35 +25

Faixa de temperatura ambiente


[4] 4) Optileb
Cassida Klüberoil
-35 +10 VG 68 HY 68
Fluid HF 68 4UH1-68 N
DE, FR

CLP HC - NSF H1
-40 +25 -40 +20 -40 +25
4)

Informação sobre aprovações especiais


Cassida Optileb
KlüberSummit
-40 0 VG 32 Fluid HF 32 HY 32
HySyn FG 32
DE, FR
tibilidade do lubrificante com retentores" (→ 2 173)!

-15 +90
[4] Optileb
-15 +40 VG 460 GT 460
DE, FR, US, BR, CN
SEW070040013
-15 +90
Optileb
VG 220 GT 220
atual encontra-se em www.sew-eurodrive.de/schmierstoffe.

-25 +30
DE, FR, US, BR, CN

CLP HC - NSF H1 - PSS


SEW070040013
-20 +80 -20 +80
Plantogear
Klüberbio

E
-20 +40 VG 460 460 S
DE, FR CA2-460
Oil

22849833995
Lubrificantes

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Dados técnicos

A tabela de lubrificantes aplica-se à data de publicação deste documento. A tabela

Observar o limite térmico de aplicação dos materiais do retentor, ver capítulo "Compa-
8

181
Dados técnicos
8 Lubrificantes

Tabela de lubrificante para redutores W..


A tabela de lubrificantes aplica-se à data de publicação deste documento. A tabela
atual encontra-se em www.sew-eurodrive.de/schmierstoffe.
Observar o limite térmico de aplicação dos materiais do retentor, ver capítulo "Compa-
tibilidade do lubrificante com retentores" (→ 2 173)!

TO T A L1
Sh ell

DE, FR, US, BR, CN

DE, FR, US, BR, CN


+115
+80

Klübersynth
Klüber SEW

UH1 6-460
HT-460-5
LUBRICATION

-20

-20
S1

DE, FR, US, BR, CN


Mobil Synth Gear
Mobil®

+65

Oil 75 W90
-40
FUCHS
remer & egui

(~VG 100)
2)

3)

SAE 4)
ISO,SAE

VG 460
VG 460

75W90
NLGI
[1] [2]

NSF H1(-PSS) GL5


CLP PG
CLP PG API
+50 +100

+60
+40

+30
[3]

-20
-20
°C -50

-40
[4]
HW..
W..

9007217630712971

[1] Informação sobre aprovações especiais


[2] Tipo de óleo
[3] Faixa de temperatura ambiente
25803719/PT-BR – 04/2018

[4] Padrão

182 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Dados técnicos
Lubrificantes 8
8.2.3 Quantidades de enchimento de lubrificante

As quantidades de enchimento especificadas são valores recomendados. Os valo-


res exatos dependem do número de estágios e da redução. Ao abastecer, é funda-
mental prestar atenção ao bujão do nível de óleo como indicação da quantidade
exata de óleo.

A SEW‑EURODRIVE fornece os acionamentos com o lubrificante específico para a


forma construtiva em quantidade apropriada para a redução, exceto se um acordo
especial for feito. O fator decisivo é a forma construtiva (ver capítulo quando enco-
mendar o acionamento).
Em caso de alteração da forma construtiva é necessário adaptar a quantidade de lu-
brificante à nova forma (ver capítulos seguintes). Uma forma construtiva só pode
ser alterada após consulta prévia com a SEW‑EURODRIVE. Caso contrário os di-
reitos da garantia tornam-se inválidos.

As tabelas a seguir mostram os valores recomendados para a quantidade de enchi-


mento de lubrificante, dependendo da forma construtiva M1 – M6.
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 183
Dados técnicos
8 Lubrificantes

Redutores de engrenagens helicoidais (R)


R.., R..F
Redutor Quantidade de enchimento em litros
M11) M2 M3 M4 M5 M6
R07 0.12 0.20
R17 0.25 0.55 0.35 0.55 0.35 0.40
R27 0.25/0.40 0.70 0.50 0.70 0.50
R37 0.30/0.95 0.85 0.95 1.05 0.75 0.95
R47 0.70/1.50 1.60 1.50 1.65 1.50
R57 0.80/1.70 1.90 1.70 2.10 1.70
R67 1.10/2.30 2.40 2.80 2.90 1.80 2.00
R77 1.20/3.00 3.30 3.60 3.80 2.50 3.40
R87 2.30/6.0 6.4 7.2 6.3 6.5
R97 4.60/9.8 11.7 13.4 11.3 11.7
R107 6.0/13.7 16.3 16.9 19.2 13.2 15.9
R127 6.4/17 18.3 18.2 22.0 16.8 17.9
R137 10.0/25.0 28.0 29.5 31.5 25.0
R147 15.4/40.0 46.5 48.0 52.0 39.5 41.0
R167 27.0/70.0 82.0 78.0 88.0 66.0 69.0
1) Em caso de redutores duplos, o maior redutor deve ser preenchido com a maior quantidade de óleo.

RF.., RZ..
Redutor Quantidade de enchimento em litros
M11) M2 M3 M4 M5 M6
RF07 0.12 0.20
RF17 0.25 0.55 0.35 0.55 0.35 0.40
RF27 0.25/0.40 0.70 0.50 0.70 0.50
RF37 0.35/0.95 0.90 0.95 1.05 0.75 0.95
RF47 0.65/1.50 1.60 1.50 1.65 1.50
RF57 0.80/1.70 1.80 1.70 2.00 1.70
RF67 1.20/2.50 2.50 2.70 2.80 1.90 2.10
RF77 1.20/2.60 3.10 3.30 3.60 2.40 3.00
RF87 2.40/6.0 6.4 7.1 7.2 6.3 6.4
RF97 5.1/10.2 11.9 11.2 14.0 11.2 11.8
RF107 6.3/14.9 15.9 17.0 19.2 13.1 15.9
RF127 6.6/16.0 18.3 18.2 21.4 15.9 17.0
RF137 9.5/25.0 27.0 29.0 32.5 25.0
RF147 16.4/42.0 47.0 48.0 52.0 42.0 42.0
RF167 26.0/70.0 82.0 78.0 88.0 65.0 71.0
1) Em caso de redutores duplos, o maior redutor deve ser preenchido com a maior quantidade de óleo.

RX..
Redutor Quantidade de enchimento em litros
M1 M2 M3 M4 M5 M6
RX57 0.60 0.80 1.30 0.90
RX67 0.80 1.70 1.90 1.10
25803719/PT-BR – 04/2018

RX77 1.10 1.50 2.60 2.70 1.60


RX87 1.70 2.50 4.80 2.90
RX97 2.10 3.40 7.4 7.0 4.80
RX107 3.90 5.6 11.6 11.9 7.7

RXF..
Redutor Quantidade de enchimento em litros
M1 M2 M3 M4 M5 M6
RXF57 0.50 0.80 1.10 0.70

184 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Dados técnicos
Lubrificantes 8
Redutor Quantidade de enchimento em litros
M1 M2 M3 M4 M5 M6
RXF67 0.70 0.80 1.50 1.40 1.00
RXF77 0.90 1.30 2.40 2.00 1.60
RXF87 1.60 1.95 4.90 3.95 2.90
RXF97 2.10 3.70 7.1 6.3 4.80
RXF107 3.10 5.7 11.2 9.3 7.2

Redutores de eixos paralelos (F)


F.., FA..B, FH..B, FV..B
Redutor Quantidade de enchimento em litros
M1 M2 M3 M4 M5 M6
F..27 0.60 0.80 0.65 0.70 0.60 0.60
F..37 0.95 1.25 0.70 1.25 1.00 1.10
F..47 1.50 1.80 1.10 1.90 1.50 1.70
F..57 2.60 3.50 2.10 3.50 2.80 2.90
F..67 2.70 3.80 1.90 3.80 2.90 3.20
F..77 5.90 7.30 4.30 8.00 6.00 6.30
F..87 10.8 13.0 7.70 13.8 10.8 11.0
F..97 18.5 22.5 12.6 25.2 18.5 20.0
F..107 24.5 32.0 19.5 37.5 27.0 27.0
F..127 39.5 51.7 31.5 60.1 45.6 44.2
F..157 69.0 104.0 63.0 105.0 86.0 78.0

FF..
Redutor Quantidade de enchimento em litros
M1 M2 M3 M4 M5 M6
FF27 0.60 0.80 0.65 0.70 0.60 0.60
FF37 1.00 1.25 0.70 1.30 1.00 1.10
FF47 1.60 1.85 1.10 1.90 1.50 1.70
FF57 2.30 3.10 1.70 3.10 2.30 2.40
FF67 2.70 3.80 1.90 3.80 2.90 3.20
FF77 5.90 7.30 4.30 8.10 6.00 6.30
FF87 10.8 13.2 7.80 14.1 11.0 11.2
FF97 19.0 22.5 12.6 25.6 18.9 20.5
FF107 25.5 32.0 19.5 38.5 27.5 28.0
FF127 40.6 51.6 31.5 61.2 46.3 44.9
FF157 72.0 105.0 64.0 106.0 87.0 79.0

FA.., FH.., FV.., FAF.., FAZ.., FHF.., FZ.., FHZ.., FVF.., FVZ.., FT.., FM.., FAM..
Redutor Quantidade de enchimento em litros
M1 M2 M3 M4 M5 M6
F..27 0,60 0,80 0,65 0,70 0,60 0,60
F..37 0,95 1,25 0,70 1,25 1,00 1,10
F..47 1,50 1,80 1,10 1,90 1,50 1,70
25803719/PT-BR – 04/2018

F..57 2,70 3,50 2,10 3,40 2,90 3,00


F..67 2,70 3,80 1,90 3,80 2,90 3,20
F..77 5,90 7,30 4,30 8,00 6,00 6,30
F..87 10,8 13,0 7,70 13,8 10,8 11,0
F..97 18,5 22,5 12,6 25,2 18,5 20,0
F..107 24,5 32,0 19,5 37,5 27,0 27,0
F..127 38.3 50.9 31.5 59.7 44.7 43.3
F..157 68.0 103.0 62.0 104.0 85.0 77.0

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 185
Dados técnicos
8 Lubrificantes

Redutores de engrenagens cônicas (K)

Os redutores K..19 e K..29 têm uma forma construtiva universal sendo preenchidos
na mesma versão e forma construtiva – com exceção de M4 – com a mesma quanti-
dade de óleo.

K.., KA..B, KH..B, KV..B


Redutor Quantidade de enchimento em litros
M1 M2 M3 M4 M5 M6
K..19. 0.40 0.45 0.40
K..29 0.70 0.85 0.70
K..39 0.90 1.70 1.55 1.9 1.55 1.30
K..49 1.70 3.40 2.80 4.20 3.15 2.80
K..37 0.50 1.00 1.25 0.95
K..47 0.80 1.30 1.50 2.00 1.60
K..57 1.10 2.20 2.80 2.30 2.10
K..67 1.10 2.40 2.60 3.45 2.60
K..77 2.20 4.10 4.40 5.80 4.20 4.40
K..87 3.70 8.0 8.70 10.90 8.0
K..97 7.0 14.0 15.70 20.0 15.70 15.50
K..107 10.0 21.0 25.50 33.50 24.0
K..127 21.0 41.50 44.0 54.0 40.0 41.0
K..157 31.0 65.0 68.0 90.0 62.0 63.0
K..167 33.0 97.0 109.0 127.0 89.0 86.0
K..187 53.0 156.0 174.0 207.0 150.0 147.0

KF..
Redutor Quantidade de enchimento em litros
M1 M2 M3 M4 M5 M6
KF19 0.40 0.45 0.40
KF29 0.70 0.85 0.70
KF39 0.90 1.70 1.55 1.9 1.55 1.30
KF49 1.70 3.40 2.80 4.20 3.15 2.80
KF37 0.50 1.10 1.50 1.00
KF47 0.80 1.30 1.70 2.20 1.60
KF57 1.20 2.20 2.40 3.15 2.50 2.30
KF67 1.10 2.40 2.80 3.70 2.70
KF77 2.10 4.10 4.40 5.90 4.50
KF87 3.70 8.20 9.0 11.90 8.40
KF97 7.0 14.70 17.30 21.50 15.70 16.50
KF107 10.0 21.80 25.80 35.10 25.20
KF127 21.0 41.50 46.0 55.0 41.0
KF157 31.0 66.0 69.0 92.0 62.0 63.0

KA.., KH.., KV.., KAF.., KHF.., KVF.., KZ.., KAZ.., KHZ.., KVZ.., KT.., KM.., KAM..
25803719/PT-BR – 04/2018

Redutor Quantidade de enchimento em litros


M1 M2 M3 M4 M5 M6
K..19. 0.40 0.45 0.40
K..29 0.70 0.85 0.70
K..39 0.90 1.70 1.55 1.9 1.55 1.30
K..49 1.70 3.40 2.80 4.20 3.15 2.80
K..37 0.50 1.00 1.40 1.00
K..47 0.80 1.30 1.60 2.15 1.60
K..57 1.20 2.20 2.40 3.15 2.70 2.40

186 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Dados técnicos
Lubrificantes 8
Redutor Quantidade de enchimento em litros
M1 M2 M3 M4 M5 M6
K..67 1.10 2.40 2.70 3.70 2.60
K..77 2.10 4.10 4.60 5.90 4.40
K..87 3.70 8.20 8.80 11.10 8.0
K..97 7.0 14.70 15.70 20.0 15.70
K..107 10.0 20.50 24.0 32.40 24.0
K..127 21.0 41.50 43.0 52.0 40.0
K..157 31.0 65.0 68.0 90.0 62.0 63.0
K..167 33.0 97.0 109.0 127.0 89.0 86.0
K..187 53.0 156.0 174.0 207.0 150.0 147.0

Redutores de rosca sem-fim (S)


S..
Redutores Quantidade de preenchimento em litros
M1 M2 M31) M4 M5 M6
S37 0.25 0.40 0.50 0.55 0.40
S47 0.35 0.80 0.70/0.90 1.00 0.80
S57 0.50 1.20 1.00/1.20 1.45 1.30
S67 1.00 2.00 2.20/3.10 3.10 2.60 2.60
S77 1.90 4.20 3.70/5.4 5.9 4.40
S87 3.30 8.1 6.9/10.4 11.3 8.4
S97 6.8 15.0 13.4/18.0 21.8 17.0
1) Em caso de redutores duplos, o maior redutor deve ser preenchido com a maior quantidade de óleo.

SF..
Redutores Quantidade de preenchimento em litros
M1 M2 M31) M4 M5 M6
SF37 0.25 0.40 0.50 0.55 0.40
SF47 0.40 0.90 0.90/1.05 1.05 1.00
SF57 0.50 1.20 1.00/1.50 1.55 1.40
SF67 1.00 2.20 2.30/3.00 3.20 2.70
SF77 1.90 4.10 3.90/5.8 6.5 4.90
SF87 3.80 8.0 7.1/10.1 12.0 9.1
SF97 7.4 15.0 13.8/18.8 22.6 18.0
1) Em caso de redutores duplos, o maior redutor deve ser preenchido com a maior quantidade de óleo.

SA.., SH.., SAF.., SHZ.., SAZ.., SHF.., ST..


Redutores Quantidade de preenchimento em litros
M1 M2 M31) M4 M5 M6
S..37 0.25 0.40 0.50 0.40
S..47 0.40 0.80 0.70/0.90 1.00 0.80
S..57 0.50 1.10 1.00/1.50 1.50 1.20
S..67 1.00 2.00 1.80/2.60 2.90 2.50
S..77 1.80 3.90 3.60/5.0 5.8 4.50
S..87 3.80 7.4 6.0/8.7 10.8 8.0
25803719/PT-BR – 04/2018

S..97 7.0 14.0 11.4/16.0 20.5 15.7


1) Em caso de redutores duplos, o maior redutor deve ser preenchido com a maior quantidade de óleo.

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 187
Dados técnicos
8 Lubrificantes

Redutores SPIROPLAN® (W)

Os redutores SPIROPLAN® W..10 até W..30 têm uma forma construtiva universal
sendo preenchidos na mesma versão e forma construtiva com a mesma quantidade
de óleo.
Nos redutores SPIROPLAN® W..37 e W..47 a quantidade de enchimento de óleo na
forma construtiva M4 difere da quantidade de óleo das formas construtivas remanes-
centes.

W.., WA..B, WH..B


Redutor Quantidade de enchimento em litros
M1 M2 M3 M4 M5 M6
W..10 0.16
W..20 0.24
W..30 0.40
W..37 0.50 0.70 0.50
W..47 0.90 1.40 0.90

WF..
Redutor Quantidade de enchimento em litros
M1 M2 M3 M4 M5 M6
WF10 0.16
WF20 0.24
WF30 0.40
WF37 0.50 0.70 0.50
WF47 0.90 1.55 0.90

WA.., WAF.., WH.., WT.., WHF..


Redutor Quantidade de enchimento em litros
M1 M2 M3 M4 M5 M6
W..10 0.16
W..20 0.24
W..30 0.40
W..37 0.50 0.70 0.50
W..47 0.80 1.40 0.80
25803719/PT-BR – 04/2018

188 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Mal funcionamento e solução BA7er
9
9 Mal funcionamento e solução BA7er

Morte ou perigo de lesões devido à partida involuntária do acionamento.


Morte ou ferimentos graves.
• Antes de iniciar as operações, desligar o motor da alimentação.
• Proteger o motor contra ligação involuntária.

Perigo de queimaduras devido ao redutor quente e óleo de redutor quente.


Ferimentos graves.
• Antes de iniciar os trabalhos, deixar o redutor esfriar.
• Retirar com cuidado o bujão do nível de óleo e o bujão e drenagem de óleo.

Danos aos redutores/motorredutor devido a operações inadequadas.


Danos aos redutores/motorredutor.
• As operações de reparo nos equipamentos da SEW‑EURODRIVE devem ser so-
mente realizadas pelo pessoal qualificado. Neste contexto, o pessoal qualificado
são as pessoas que possuem conhecimentos das der "Regulamentações técni-
cas para segurança operacional" (TRBS).
• O equipamento e o motor somente poderão ser interrompidos por pessoal quali-
ficado.
• Consultar a SEW‑EURODRIVE.
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 189
Mal funcionamento e solução BA7er
9 Redutores

9.1 Redutores

Falha Possível causa Ação


Ruído de funcionamen- • Ruído de engrenagens/tritura- • Verificar a qualidade do óleo, substituir
to anormal e uniforme ção: danos nos rolamentos o rolamento
• Ruído de batimento: irregularida- • Consultar a SEW‑EURODRIVE.
des nas engrenagens
• Torção da carcaça na fixação • Verificar se há torção na fixação do re-
dutor e se necessário corrigir
• Geração de ruídos através de ri- • Reforçar a fundação do redutor
gidez insuficiente da fundação
do redutor
Ruído de funcionamen- • Corpos estranhos no óleo • Verificar a qualidade do óleo
to anormal e irregular • Desligar a máquina, consultar a
SEW‑EURODRIVE.
Vazamento de óleo na • O retentor da tampa de inspeção • Reapertar os parafusos na tampa de
tampa de inspeção vaza inspeção e observar o redutor. Se ain-
da há vazamento de óleo, consultar a
SEW‑EURODRIVE.
• Retentor com defeito • Consultar a SEW‑EURODRIVE.
Pequenas quantidades • Vazamento aparente relacionado • Não há nenhuma falha. Limpar com um
de óleo saem durante a à função pano macio que não solte fiapos e
fase de deslocamento manter sob observação.
no retentor.
Película de umidade na • Vazamento aparente relacionado • Não há nenhuma falha. Limpar com um
área do lábio de poeira à função pano macio que não solte fiapos e
do retentor manter sob observação.
O óleo sai do retentor. • O retentor apresenta vazamento/ • Verificar o sistema de vedação. Caso
defeito necessário, consultar a
SEW‑EURODRIVE.
O óleo sai do motor • Excesso de óleo • Verificar o nível de óleo e, se necessá-
(por exemplo, da caixa rio, reabastecer
de ligação ou ventila- • Redutor sem válvula de respiro • Colocar a válvula de respiro
dor)
• O retentor apresenta vazamento/ • Verificar o sistema de vedação. Caso
defeito necessário, consultar a
SEW‑EURODRIVE.
Vazamento de óleo no • A junta de vedação apresenta • Verificar o sistema de vedação. Caso
flange vazamento/defeito necessário, consultar a
SEW‑EURODRIVE.
• Excesso de óleo • Verificar o nível de óleo e, se necessá-
rio, reabastecer
25803719/PT-BR – 04/2018

• Redutor sem válvula de respiro • Colocar a válvula de respiro

190 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Mal funcionamento e solução BA7er
Adaptador AM/AQ./AL/EWH 9
Falha Possível causa Ação
Vazamento de óleo pe- • Excesso de óleo. • Controlar a quantidade de óleo e, se
la válvula de respiro. necessário, corrigir
• Névoa de óleo relacionada à fun- • Não há nenhuma falha.
ção
• Acionamento operado na forma • Instalar corretamente a válvula de res-
construtiva errada. piro e corrigir o nível de óleo.
• Partidas a frio frequentes (óleo • Utilizar um tanque de expansão de
com espuma) e/ou alto nível de óleo.
óleo.
O eixo de saída não gi- • Acoplamento entre servomotor e • Mandar o redutor/motoredutor ao repa-
ra, apesar de o motor redutor interrompido no redutor. ro.
estar girando ou o eixo
de entrada estar giran-
do.

9.2 Adaptador AM/AQ./AL/EWH

Falha Possível causa Ação


Ruído de funcionamen- • Ruído de engrenagens/tritura- • Consultar a SEW-EURODRIVE.
to anormal e uniforme ção: danos nos rolamentos
Vazamento de óleo • Retentor com defeito • Consultar a SEW-EURODRIVE.
O eixo de saída não gi- • Acoplamento entre servomotor e • Enviar o redutor/motoredutor para re-
ra, apesar de o motor redutor interrompido no redutor. paro.
estar girando ou o eixo
de entrada estar giran-
do.
Alteração dos ruídos de • Desgaste do elemento elástico, • Substituir o elemento elástico.
funcionamento e/ou transmissão de torque devido ao
ocorrência de vibrações contato com o metal
• Parafusos de fixação axial do cu- • Apertar os parafusos
bo soltos
Desgaste precoce da • Contato com óleos/fluidos agres- • Consultar a SEW-EURODRIVE.
coroa dentada sivos, influência de ozônio, tem-
peratura ambiente muito alta etc.
que provocam uma alteração
física do elemento elástico.
• Temperatura de contato ou tem- • Consultar a SEW-EURODRIVE.
peratura ambiente muito alta,
inadmissível para a coroa denta-
25803719/PT-BR – 04/2018

da; temperatura máxima permiti-


da: de –20 °C a +80 °C.
• Sobrecarga • Consultar a SEW-EURODRIVE.

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 191
Mal funcionamento e solução BA7er
9 Tampa de entrada AD

9.3 Tampa de entrada AD

Falha Possível causa Ação


Ruídos de funciona- • Ruído de engrenagens/tritura- • Consultar a SEW-EURODRIVE.
mento anormais e regu- ção: danos nos rolamentos.
lares.
Vazamento de óleo • Retentor com defeito. • Consultar a SEW-EURODRIVE.
O eixo de saída não gi- • Acoplamento entre servomotor e • Enviar os redutores à
ra, apesar de o eixo de redutor interrompido nos reduto- SEW‑EURODRIVE para reparo.
entrada estar girando. res ou na tampa.

25803719/PT-BR – 04/2018

192 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Mal funcionamento e solução BA7er
SEW Service 9
9.4 SEW Service
Caso necessite ajuda do SEW Service, passar as seguintes informações:
• Dados da plaqueta de identificação (completos)
• Tipo e natureza da falha
• Quando e em que circunstâncias ocorreu a falha
• Possível causa
• Se possível faça uma imagem digital da falha

9.5 Descarte de resíduos


Elimine os redutores de acordo com a sua natureza e com as normas em vigor:
• Como sucata de aço
– Peças da carcaça
– Rodas dentadas
– Eixos
– Rolamentos
• Algumas coroas são feitas de metais não ferrosos. Eliminar as coroas de modo
apropriado.
• Recolha o óleo usado e elimine-o de forma responsável.
25803719/PT-BR – 04/2018

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 193
Lista de endereços
10
10 Lista de endereços
Egipto
Vendas Cairo Copam Egypt Tel. +202 44812673 / 79 (7 lines)
Serviço de assistência for Engineering & Agencies Fax +202 44812685
Building 10, Block 13005, First Industrial Zone, http://www.copam-egypt.com
Obour City Cairo copam@copam-egypt.com

Argélia
Vendas Argel REDUCOM Sarl Tel. +213 21 8214-91
16, rue des Frères Zaghnoune Fax +213 21 8222-84
Bellevue http://www.reducom-dz.com
16200 El Harrach Alger info@reducom-dz.com

Argentina
Centro de montagem Buenos Aires SEW EURODRIVE ARGENTINA S.A. Tel. +54 3327 4572-84
Vendas Ruta Panamericana Km 37.5, Lote 35 Fax +54 3327 4572-21
(B1619IEA) Centro Industrial Garín http://www.sew-eurodrive.com.ar
Prov. de Buenos Aires sewar@sew-eurodrive.com.ar

Austrália
Centro de montagem Melbourne SEW-EURODRIVE PTY. LTD. Tel. +61 3 9933-1000
Vendas 27 Beverage Drive Fax +61 3 9933-1003
Serviço de assistência Tullamarine, Victoria 3043 http://www.sew-eurodrive.com.au
enquires@sew-eurodrive.com.au
Sydney SEW-EURODRIVE PTY. LTD. Tel. +61 2 9725-9900
9, Sleigh Place, Wetherill Park Fax +61 2 9725-9905
New South Wales, 2164 enquires@sew-eurodrive.com.au

Bangladesh
Vendas Bangladesh SEW-EURODRIVE INDIA PRIVATE LIMITED Tel. +88 01729 097309
345 DIT Road salesdhaka@seweurodrivebangladesh.com
East Rampura
Dhaka-1219, Bangladesh

Bélgica
Centro de montagem Bruxelas SEW-EURODRIVE n.v./s.a. Tel. +32 16 386-311
Vendas Researchpark Haasrode 1060 Fax +32 16 386-336
Serviço de assistência Evenementenlaan 7 http://www.sew-eurodrive.be
3001 Leuven info@sew-eurodrive.be
Assistência Centros de Redutor indus- SEW-EURODRIVE n.v./s.a. Tel. +32 84 219-878
competência trial Rue de Parc Industriel, 31 Fax +32 84 219-879
6900 Marche-en-Famenne http://www.sew-eurodrive.be
service-IG@sew-eurodrive.be

Brasil
Fábrica de produção São Paulo SEW-EURODRIVE Brasil Ltda. Tel. +55 19 3835-8000
Vendas Estrada Municipal José Rubim, 205 – Rodovia sew@sew.com.br
Serviço de assistência Santos Dumont Km 49
Indaiatuba – 13347-510 – SP
Centro de montagem Rio Claro SEW-EURODRIVE Brasil Ltda. Tel. +55 19 3522-3100
Vendas Rodovia Washington Luiz, Km 172 Fax +55 19 3524-6653
Serviço de assistência Condomínio Industrial Conpark montadora.rc@sew.com.br
Caixa Postal: 327
13501-600 – Rio Claro / SP
Joinville SEW-EURODRIVE Brasil Ltda. Tel. +55 47 3027-6886
Rua Dona Francisca, 12.346 – Pirabeiraba Fax +55 47 3027-6888
89239-270 – Joinville / SC filial.sc@sew.com.br
25803719/PT-BR – 04/2018

Bulgária
Vendas Sofia BEVER-DRIVE GmbH Tel. +359 2 9151160
Bogdanovetz Str.1 Fax +359 2 9151166
1606 Sofia bever@bever.bg

194 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Lista de endereços
10
Chile
Centro de montagem Santiago SEW-EURODRIVE CHILE LTDA Tel. +56 2 2757 7000
Vendas Las Encinas 1295 Fax +56 2 2757 7001
Serviço de assistência Parque Industrial Valle Grande http://www.sew-eurodrive.cl
LAMPA ventas@sew-eurodrive.cl
Santiago de Chile
Endereço postal
Casilla 23 Correo Quilicura - Santiago - Chile

China
Fábrica de produção Tianjin SEW-EURODRIVE (Tianjin) Co., Ltd. Tel. +86 22 25322612
Centro de montagem No. 78, 13th Avenue, TEDA Fax +86 22 25323273
Vendas Tianjin 300457 http://www.sew-eurodrive.cn
Serviço de assistência info@sew-eurodrive.cn
Centro de montagem Suzhou SEW-EURODRIVE (Suzhou) Co., Ltd. Tel. +86 512 62581781
Vendas 333, Suhong Middle Road Fax +86 512 62581783
Serviço de assistência Suzhou Industrial Park suzhou@sew-eurodrive.cn
Jiangsu Province, 215021
Guangzhou SEW-EURODRIVE (Guangzhou) Co., Ltd. Tel. +86 20 82267890
No. 9, JunDa Road Fax +86 20 82267922
East Section of GETDD guangzhou@sew-eurodrive.cn
Guangzhou 510530
Shenyang SEW-EURODRIVE (Shenyang) Co., Ltd. Tel. +86 24 25382538
10A-2, 6th Road Fax +86 24 25382580
Shenyang Economic Technological Develop- shenyang@sew-eurodrive.cn
ment Area
Shenyang, 110141
Taiyuan SEW-EURODRIVE (Taiyuan) Co,. Ltd. Tel. +86-351-7117520
No.3, HuaZhang Street, Fax +86-351-7117522
TaiYuan Economic & Technical Development taiyuan@sew-eurodrive.cn
Zone
ShanXi, 030032
Wuhan SEW-EURODRIVE (Wuhan) Co., Ltd. Tel. +86 27 84478388
10A-2, 6th Road Fax +86 27 84478389
No. 59, the 4th Quanli Road, WEDA wuhan@sew-eurodrive.cn
430056 Wuhan
Xian SEW-EURODRIVE (Xi'An) Co., Ltd. Tel. +86 29 68686262
No. 12 Jinye 2nd Road Fax +86 29 68686311
Xi'An High-Technology Industrial Development xian@sew-eurodrive.cn
Zone
Xi'An 710065
Vendas Hong Kong SEW-EURODRIVE LTD. Tel. +852 36902200
Serviço de assistência Unit No. 801-806, 8th Floor Fax +852 36902211
Hong Leong Industrial Complex contact@sew-eurodrive.hk
No. 4, Wang Kwong Road
Kowloon, Hong Kong

Dinamarca
Centro de montagem Copenhaga SEW-EURODRIVEA/S Tel. +45 43 95 8500
Vendas Geminivej 28-30 Fax +45 43 9585-09
Serviço de assistência 2670 Greve http://www.sew-eurodrive.dk
sew@sew-eurodrive.dk

Alemanha
Direcção principal Bruchsal SEW-EURODRIVE GmbH & Co KG Tel. +49 7251 75-0
Fábrica de produção Ernst-Blickle-Straße 42 Fax +49 7251 75-1970
Vendas 76646 Bruchsal http://www.sew-eurodrive.de
sew@sew-eurodrive.de
25803719/PT-BR – 04/2018

Fábrica de produção / Bruchsal SEW-EURODRIVE GmbH & Co KG Tel. +49 7251 75-0
Redutor industrial Christian-Pähr-Str. 10 Fax +49 7251 75-2970
76646 Bruchsal
Fábrica de produção Graben SEW-EURODRIVE GmbH & Co KG Tel. +49 7251 75-0
Ernst-Blickle-Straße 1 Fax +49 7251-2970
76676 Graben-Neudorf
Östringen SEW-EURODRIVE GmbH & Co KG, Werk Tel. +49 7253 9254-0
Östringen Fax +49 7253 9254-90
Franz-Gurk-Straße 2 oestringen@sew-eurodrive.de
76684 Östringen

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 195
Lista de endereços
10
Alemanha
Assistência Centros de Mechanics / SEW-EURODRIVE GmbH & Co KG Tel. +49 7251 75-1710
competência Mechatronics Ernst-Blickle-Straße 1 Fax +49 7251 75-1711
76676 Graben-Neudorf scc-mechanik@sew-eurodrive.de
Electrónica SEW-EURODRIVE GmbH & Co KG Tel. +49 7251 75-1780
Ernst-Blickle-Straße 42 Fax +49 7251 75-1769
76646 Bruchsal scc-elektronik@sew-eurodrive.de
Drive Technology Região Norte SEW-EURODRIVE GmbH & Co KG Tel. +49 5137 8798-30
Center Alte Ricklinger Straße 40-42 Fax +49 5137 8798-55
30823 Garbsen (Hannover) dtc-nord@sew-eurodrive.de
Região Este SEW-EURODRIVE GmbH & Co KG Tel. +49 3764 7606-0
Dänkritzer Weg 1 Fax +49 3764 7606-30
08393 Meerane (Zwickau) dtc-ost@sew-eurodrive.de
Região Sul SEW-EURODRIVE GmbH & Co KG Tel. +49 89 909552-10
Domagkstraße 5 Fax +49 89 909552-50
85551 Kirchheim (München) dtc-sued@sew-eurodrive.de
Região Oeste SEW-EURODRIVE GmbH & Co KG Tel. +49 2173 8507-30
Siemensstraße 1 Fax +49 2173 8507-55
40764 Langenfeld (Düsseldorf) dtc-west@sew-eurodrive.de
Drive Center Berlim SEW-EURODRIVE GmbH & Co KG Tel. +49 306331131-30
Alexander-Meißner-Straße 44 Fax +49 306331131-36
12526 Berlin dc-berlin@sew-eurodrive.de
Ludwigshafen SEW-EURODRIVE GmbH & Co KG Tel. +49 7251 75 3759
c/o BASF SE Fax +49 7251 75 503759
Gebäude W130 Raum 101 dc-ludwigshafen@sew-eurodrive.de
67056 Ludwigshafen
Sarre SEW-EURODRIVE GmbH & Co KG Tel. +49 6831 48946 10
Gottlieb-Daimler-Straße 4 Fax +49 6831 48946 13
66773 Schwalbach Saar – Hülzweiler dc-saarland@sew-eurodrive.de
Ulm SEW-EURODRIVE GmbH & Co KG Tel. +49 7348 9885-0
Dieselstraße 18 Fax +49 7348 9885-90
89160 Dornstadt dc-ulm@sew-eurodrive.de
Würzburg SEW-EURODRIVE GmbH & Co KG Tel. +49 931 27886-60
Nürnbergerstraße 118 Fax +49 931 27886-66
97076 Würzburg-Lengfeld dc-wuerzburg@sew-eurodrive.de
Drive Service Hotline / Serviço de Assistência a 24-horas 0 800 SEWHELP
0 800 7394357

Costa do Marfim
Vendas Abidjan SEW-EURODRIVE SARL Tel. +225 21 21 81 05
Ivory Coast Fax +225 21 25 30 47
Rue des Pêcheurs, Zone 3 info@sew-eurodrive.ci
26 BP 916 Abidjan 26 http://www.sew-eurodrive.ci

Emirados Árabes Unidos


Vendas Dubai SEW-EURODRIVE FZE Tel. +971 (0)4 8806461
Serviço de assistência PO Box 263835 Fax +971 (0)4 8806464
Office No. S3A1SR03 http://www.sew-eurodrive.ae
Jebel Ali Free Zone – South, info@sew-eurodrive.ae
Dubai, United Arab Emirates

Estónia
Vendas Tallin ALAS-KUUL AS Tel. +372 6593230
Reti tee 4 Fax +372 6593231
75301 Peetri küla, Rae vald, Harjumaa http://www.alas-kuul.ee
veiko.soots@alas-kuul.ee
25803719/PT-BR – 04/2018

Finlândia
Centro de montagem Hollola SEW-EURODRIVE OY Tel. +358 201 589-300
Vendas Vesimäentie 4 Fax +358 3 780-6211
Serviço de assistência 15860 Hollola http://www.sew-eurodrive.fi
sew@sew.fi
Serviço de assistência Hollola SEW-EURODRIVE OY Tel. +358 201 589-300
Keskikankaantie 21 Fax +358 3 780-6211
15860 Hollola http://www.sew-eurodrive.fi
sew@sew.fi

196 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Lista de endereços
10
Finlândia
Fábrica de produção Karkkila SEW Industrial Gears Oy Tel. +358 201 589-300
Centro de montagem Santasalonkatu 6, PL 8 Fax +358 201 589-310
03620 Karkkila, 03601 Karkkila http://www.sew-eurodrive.fi
sew@sew.fi

França
Fábrica de produção Haguenau SEW-USOCOME Tel. +33 3 88 73 67 00
Vendas 48-54 route de Soufflenheim Fax +33 3 88 73 66 00
Serviço de assistência B. P. 20185 http://www.usocome.com
67506 Haguenau Cedex sew@usocome.com
Fábrica de produção Forbach SEW-USOCOME Tel. +33 3 87 29 38 00
Zone industrielle
Technopôle Forbach Sud
B. P. 30269
57604 Forbach Cedex
Brumath SEW-USOCOME Tel. +33 3 88 37 48 00
1 Rue de Bruxelles
67670 Mommenheim Cedex
Centro de montagem Bordeaux SEW-USOCOME Tel. +33 5 57 26 39 00
Vendas Parc d'activités de Magellan Fax +33 5 57 26 39 09
Serviço de assistência 62 avenue de Magellan – B. P. 182
33607 Pessac Cedex
Lyon SEW-USOCOME Tel. +33 4 74 99 60 00
75 rue Antoine Condorcet Fax +33 4 74 99 60 15
38090 Vaulx-Milieu
Nantes SEW-USOCOME Tel. +33 2 40 78 42 00
Parc d’activités de la forêt Fax +33 2 40 78 42 20
4 rue des Fontenelles
44140 Le Bignon
Paris SEW-USOCOME Tel. +33 1 64 42 40 80
Zone industrielle Fax +33 1 64 42 40 88
2 rue Denis Papin
77390 Verneuil I'Étang

Gabão
Vendas Libreville SEW-EURODRIVE SARL Tel. +241 03 28 81 55
183, Rue 5.033.C, Lalala à droite +241 06 54 81 33
P.O. Box 15682 http://www.sew-eurodrive.cm
Libreville sew@sew-eurodrive.cm

Grécia
Vendas Atenas Christ. Boznos & Son S.A. Tel. +30 2 1042 251-34
12, K. Mavromichali Street Fax +30 2 1042 251-59
P.O. Box 80136 http://www.boznos.gr
18545 Piraeus info@boznos.gr

Grã-Bretanha
Centro de montagem Normanton SEW-EURODRIVE Ltd. Tel. +44 1924 893-855
Vendas DeVilliers Way Fax +44 1924 893-702
Serviço de assistência Trident Park http://www.sew-eurodrive.co.uk
Normanton info@sew-eurodrive.co.uk
West Yorkshire
WF6 1GX
Drive Service Hotline / Serviço de Assistência a 24-horas Tel. 01924 896911

Índia
Escritório Registado Vadodara SEW-EURODRIVE India Private Limited Tel. +91 265 3045200
25803719/PT-BR – 04/2018

Centro de montagem Plot No. 4, GIDC Fax +91 265 3045300


Vendas POR Ramangamdi • Vadodara - 391 243 http://www.seweurodriveindia.com
Serviço de assistência Gujarat salesvadodara@seweurodriveindia.com
Centro de montagem Chennai SEW-EURODRIVE India Private Limited Tel. +91 44 37188888
Vendas Plot No. K3/1, Sipcot Industrial Park Phase II Fax +91 44 37188811
Serviço de assistência Mambakkam Village saleschennai@seweurodriveindia.com
Sriperumbudur - 602105
Kancheepuram Dist, Tamil Nadu

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 197
Lista de endereços
10
Índia
Pune SEW-EURODRIVE India Private Limited Tel. +91 21 35 628700
Plant: Plot No. D236/1, Fax +91 21 35 628715
Chakan Industrial Area Phase- II, salespune@seweurodriveindia.com
Warale, Tal- Khed,
Pune-410501, Maharashtra

Indonésia
Vendas Medan PT. Serumpun Indah Lestari Tel. +62 61 687 1221
Jl.Pulau Solor no. 8, Kawasan Industri Medan Fax +62 61 6871429 / +62 61 6871458 / +62
II 61 30008041
Medan 20252 sil@serumpunindah.com
serumpunindah@yahoo.com
http://www.serumpunindah.com
Jacarta PT. Cahaya Sukses Abadi Tel. +62 21 65310599
Komplek Rukan Puri Mutiara Blok A no 99, Fax +62 21 65310600
Sunter csajkt@cbn.net.id
Jakarta 14350
Jacarta PT. Agrindo Putra Lestari Tel. +62 21 2921-8899
JL.Pantai Indah Selatan, Komplek Sentra In- Fax +62 21 2921-8988
dustri Terpadu, Pantai indah Kapuk Tahap III, aplindo@indosat.net.id
Blok E No. 27 http://www.aplindo.com
Jakarta 14470
Surabaia PT. TRIAGRI JAYA ABADI Tel. +62 31 5990128
Jl. Sukosemolo No. 63, Galaxi Bumi Permai Fax +62 31 5962666
G6 No. 11 sales@triagri.co.id
Surabaya 60111 http://www.triagri.co.id
Surabaia CV. Multi Mas Tel. +62 31 5458589
Jl. Raden Saleh 43A Kav. 18 Fax +62 31 5317220
Surabaya 60174 sianhwa@sby.centrin.net.id
http://www.cvmultimas.com

Irlanda
Vendas Dublin Alperton Engineering Ltd. Tel. +353 1 830-6277
Serviço de assistência 48 Moyle Road Fax +353 1 830-6458
Dublin Industrial Estate http://www.alperton.ie
Glasnevin, Dublin 11 info@alperton.ie

Islândia
Vendas Reykjavik Varma & Vélaverk ehf. Tel. +354 585 1070
Knarrarvogi 4 Fax +354 585)1071
104 Reykjavík http://www.varmaverk.is
vov@vov.is

Israel
Vendas Tel-Aviv Liraz Handasa Ltd. Tel. +972 3 5599511
Ahofer Str 34B / 228 Fax +972 3 5599512
58858 Holon http://www.liraz-handasa.co.il
office@liraz-handasa.co.il

Itália
Centro de montagem Milão SEW-EURODRIVE di R. Blickle & Co.s.a.s. Tel. +39 02 96 980229
Vendas Via Bernini,14 Fax +39 02 96 980 999
Serviço de assistência 20020 Solaro (Milano) http://www.sew-eurodrive.it
milano@sew-eurodrive.it

Japão
Centro de montagem Iwata SEW-EURODRIVE JAPAN CO., LTD Tel. +81 538 373811
25803719/PT-BR – 04/2018

Vendas 250-1, Shimoman-no, Fax +81 538 373814


Serviço de assistência Iwata http://www.sew-eurodrive.co.jp
Shizuoka 438-0818 sewjapan@sew-eurodrive.co.jp
hamamatsu@sew-eurodrive.co.jp

Camarões
Vendas Douala SEW-EURODRIVE S.A.R.L. Tel. +237 233 39 02 10
Ancienne Route Bonabéri Fax +237 233 39 02 10
Endereço postal sew@sew-eurodrive-cm
B.P 8674
Douala-Cameroun

198 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Lista de endereços
10
Canadá
Centro de montagem Toronto SEW-EURODRIVE CO. OF CANADA LTD. Tel. +1 905 791-1553
Vendas 210 Walker Drive Fax +1 905 791-2999
Serviço de assistência Bramalea, ON L6T 3W1 http://www.sew-eurodrive.ca
l.watson@sew-eurodrive.ca
Vancouver SEW-EURODRIVE CO. OF CANADA LTD. Tel. +1 604 946-5535
Tilbury Industrial Park Fax +1 604 946-2513
7188 Honeyman Street b.wake@sew-eurodrive.ca
Delta, BC V4G 1G1
Montreal SEW-EURODRIVE CO. OF CANADA LTD. Tel. +1 514 367-1124
2555 Rue Leger Fax +1 514 367-3677
Lasalle, PQ H8N 2V9 a.peluso@sew-eurodrive.ca

Cazaquistão
Vendas Almaty SEW-EURODRIVE LLP Tel. +7 (727) 350 5156
291-291A, Tole bi street Fax +7 (727) 350 5156
050031, Almaty http://www.sew-eurodrive.kz
sew@sew-eurodrive.kz

Tashkent SEW-EURODRIVE LLP Tel. +998 71 2359411


Representative office in Uzbekistan Fax +998 71 2359412
96A, Sharaf Rashidov street, http://www.sew-eurodrive.uz
Tashkent, 100084 sew@sew-eurodrive.uz
Ulan Bator IM Trading LLC Tel. +976-77109997
Narny zam street 62 Fax +976-77109997
Sukhbaatar district, imt@imt.mn
Ulaanbaatar 14230

Quénia
Vendas Nairóbi SEW-EURODRIVE Pty Ltd Tel. +254 791 398840
Transnational Plaza, 5th Floor http://www.sew-eurodrive.co.tz
Mama Ngina Street info@sew.co.tz
P.O. Box 8998-00100
Nairobi

Colômbia
Centro de montagem Bogotá SEW-EURODRIVE COLOMBIA LTDA. Tel. +57 1 54750-50
Vendas Calle 17 No. 132-18 Fax +57 1 54750-44
Serviço de assistência Interior 2 Bodega 6, Manzana B http://www.sew-eurodrive.com.co
Santafé de Bogotá sew@sew-eurodrive.com.co

Croácia
Vendas Zagreb KOMPEKS d. o. o. Tel. +385 1 4613-158
Serviço de assistência Zeleni dol 10 Fax +385 1 4613-158
10 000 Zagreb kompeks@inet.hr

Letónia
Vendas Riga SIA Alas-Kuul Tel. +371 6 7139253
Katlakalna 11C Fax +371 6 7139386
1073 Riga http://www.alas-kuul.lv
info@alas-kuul.com

Libano
Vendas (Libano) Beirute Gabriel Acar & Fils sarl Tel. +961 1 510 532
B. P. 80484 Fax +961 1 494 971
Bourj Hammoud, Beirut ssacar@inco.com.lb
Vendas (Jordânia, Beirute Middle East Drives S.A.L. (offshore) Tel. +961 1 494 786
Kuwait , Arábia Saudi- Sin El Fil. Fax +961 1 494 971
25803719/PT-BR – 04/2018

ta, Síria) B. P. 55-378 http://www.medrives.com


Beirut info@medrives.com

Lituânia
Vendas Alytus UAB Irseva Tel. +370 315 79204
Statybininku 106C Fax +370 315 56175
63431 Alytus http://www.irseva.lt
irmantas@irseva.lt

Luxemburgo
representação: Bélgica

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 199
Lista de endereços
10
Malásia
Centro de montagem Johor SEW-EURODRIVE SDN BHD Tel. +60 7 3549409
Vendas No. 95, Jalan Seroja 39, Taman Johor Jaya Fax +60 7 3541404
Serviço de assistência 81000 Johor Bahru, Johor sales@sew-eurodrive.com.my
West Malaysia

Marrocos
Vendas Bouskoura SEW-EURODRIVE Morocco Tel. +212 522 88 85 00
Serviço de assistência Parc Industriel CFCIM, Lot 55 and 59 Fax +212 522 88 84 50
Bouskoura http://www.sew-eurodrive.ma
sew@sew-eurodrive.ma

Macedónia
Vendas Skopje Boznos DOOEL Tel. +389 23256553
Dime Anicin 2A/7A Fax +389 23256554
1000 Skopje http://www.boznos.mk

México
Centro de montagem Quéretaro SEW-EURODRIVE MEXICO S.A. de C.V. Tel. +52 442 1030-300
Vendas SEM-981118-M93 Fax +52 442 1030-301
Serviço de assistência Tequisquiapan No. 102 http://www.sew-eurodrive.com.mx
Parque Industrial Quéretaro scmexico@seweurodrive.com.mx
C.P. 76220
Querétaro, México
Vendas Puebla SEW-EURODRIVE MEXICO S.A. de C.V. Tel. +52 (222) 221 248
Serviço de assistência Calzada Zavaleta No. 3922 Piso 2 Local 6 http://www.sew-eurodrive.com.mx
Col. Santa Cruz Buenavista scmexico@seweurodrive.com.mx
C.P. 72154
Puebla, México

Mongólia
Escritório técnico Ulan Bator IM Trading LLC Tel. +976-77109997
Narny zam street 62 Tel. +976-99070395
Union building, Suite A-403-1 Fax +976-77109997
Sukhbaatar district, http://imt.mn/
Ulaanbaatar 14230 imt@imt.mn

Namíbia
Vendas Swakopmund DB Mining & Industrial Services Tel. +264 64 462 738
Einstein Street Fax +264 64 462 734
Strauss Industrial Park anton@dbminingnam.com
Unit1
Swakopmund

Nova Zelândia
Centro de montagem Auckland SEW-EURODRIVE NEW ZEALAND LTD. Tel. +64 9 2745627
Vendas P.O. Box 58-428 Fax +64 9 2740165
Serviço de assistência 82 Greenmount drive http://www.sew-eurodrive.co.nz
East Tamaki Auckland sales@sew-eurodrive.co.nz
Christchurch SEW-EURODRIVE NEW ZEALAND LTD. Tel. +64 3 384-6251
30 Lodestar Avenue, Wigram Fax +64 3 384-6455
Christchurch sales@sew-eurodrive.co.nz

Holanda
Centro de montagem Rotterdam SEW-EURODRIVE B.V. Tel. +31 10 4463-700
Vendas Industrieweg 175 Fax +31 10 4155-552
Serviço de assistência 3044 AS Rotterdam Serviço de assistência: 0800-SEWHELP
Postbus 10085 http://www.sew-eurodrive.nl
3004 AB Rotterdam info@sew-eurodrive.nl
25803719/PT-BR – 04/2018

Nigéria
Vendas Lagos Greenpeg Nig. Ltd Tel. +234-701-821-9200-1
Plot 296A, Adeyemo Akapo Str. Omole GRA http://www.greenpegltd.com
Ikeja Lagos-Nigeria bolaji.adekunle@greenpegltd.com

Noruega
Centro de montagem Moss SEW-EURODRIVE A/S Tel. +47 69 24 10 20
Vendas Solgaard skog 71 Fax +47 69 24 10 40
Serviço de assistência 1599 Moss http://www.sew-eurodrive.no
sew@sew-eurodrive.no

200 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Lista de endereços
10
Áustria
Centro de montagem Viena SEW-EURODRIVE Ges.m.b.H. Tel. +43 1 617 55 00-0
Vendas Richard-Strauss-Straße 24 Fax +43 1 617 55 00-30
Serviço de assistência 1230 Wien http://www.sew-eurodrive.at
sew@sew-eurodrive.at

Paquistão
Vendas Carachi Industrial Power Drives Tel. +92 21 452 9369
Al-Fatah Chamber A/3, 1st Floor Central Com- Fax +92-21-454 7365
mercial Area, seweurodrive@cyber.net.pk
Sultan Ahmed Shah Road, Block 7/8,
Karachi

Paraguai
Vendas Fernando de la SEW-EURODRIVE PARAGUAY S.R.L Tel. +595 991 519695
Mora De la Victoria 112, Esquina nueva Asunción Fax +595 21 3285539
Departamento Central sewpy@sew-eurodrive.com.py
Fernando de la Mora, Barrio Bernardino

Peru
Centro de montagem Lima SEW EURODRIVE DEL PERU S.A.C. Tel. +51 1 3495280
Vendas Los Calderos, 120-124 Fax +51 1 3493002
Serviço de assistência Urbanizacion Industrial Vulcano, ATE, Lima http://www.sew-eurodrive.com.pe
sewperu@sew-eurodrive.com.pe

Filipinas
Vendas Makati P.T. Cerna Corporation Tel. +63 2 519 6214
4137 Ponte St., Brgy. Sta. Cruz Fax +63 2 890 2802
Makati City 1205 mech_drive_sys@ptcerna.com
http://www.ptcerna.com

Polónia
Centro de montagem Łódź SEW-EURODRIVE Polska Sp.z.o.o. Tel. +48 42 293 00 00
Vendas ul. Techniczna 5 Fax +48 42 293 00 49
Serviço de assistência 92-518 Łódź http://www.sew-eurodrive.pl
sew@sew-eurodrive.pl
Serviço de as- Tel. +48 42 293 0030 Serviço de Assistência a 24-horas
sistência Fax +48 42 293 0043 Tel. +48 602 739 739 (+48 602 SEW SEW)
serwis@sew-eurodrive.pl

Portugal
Centro de montagem Coimbra SEW-EURODRIVE, LDA. Tel. +351 231 20 9670
Vendas Av. da Fonte Nova, n.º 86 Fax +351 231 20 3685
Serviço de assistência 3050-379 Mealhada http://www.sew-eurodrive.pt
infosew@sew-eurodrive.pt

Ruménia
Vendas Bucareste Sialco Trading SRL Tel. +40 21 230-1328
Serviço de assistência str. Brazilia nr. 36 Fax +40 21 230-7170
011783 Bucuresti sialco@sialco.ro

Rússia
Centro de montagem São Petersbur- ЗАО «СЕВ-ЕВРОДРАЙФ» Tel. +7 812 3332522 / +7 812 5357142
Vendas go а. я. 36 Fax +7 812 3332523
Serviço de assistência 195220 Санкт-Петербург http://www.sew-eurodrive.ru
sew@sew-eurodrive.ru

Zâmbia
representação: África do Sul
25803719/PT-BR – 04/2018

Suécia
Centro de montagem Jönköping SEW-EURODRIVE AB Tel. +46 36 34 42 00
Vendas Gnejsvägen 6-8 Fax +46 36 34 42 80
Serviço de assistência 553 03 Jönköping http://www.sew-eurodrive.se
Box 3100 S-550 03 Jönköping jonkoping@sew.se

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 201
Lista de endereços
10
Suíça
Centro de montagem Basiléia Alfred lmhof A.G. Tel. +41 61 417 1717
Vendas Jurastrasse 10 Fax +41 61 417 1700
Serviço de assistência 4142 Münchenstein bei Basel http://www.imhof-sew.ch
info@imhof-sew.ch

Senegal
Vendas Dakar SENEMECA Tel. +221 338 494 770
Mécanique Générale Fax +221 338 494 771
Km 8, Route de Rufisque http://www.senemeca.com
B.P. 3251, Dakar senemeca@senemeca.sn

Sérvia
Vendas Belgrado DIPAR d.o.o. Tel. +381 11 347 3244 / +381 11 288 0393
Ustanicka 128a Fax +381 11 347 1337
PC Košum, IV floor office@dipar.rs
11000 Beograd

Singapura
Centro de montagem Singapura SEW-EURODRIVE PTE. LTD. Tel. +65 68621701
Vendas No 9, Tuas Drive 2 Fax +65 68612827
Serviço de assistência Jurong Industrial Estate http://www.sew-eurodrive.com.sg
Singapore 638644 sewsingapore@sew-eurodrive.com

Eslováquia
Vendas Bratislava SEW-Eurodrive SK s.r.o. Tel.+421 2 33595 202, 217, 201
Rybničná 40 Fax +421 2 33595 200
831 06 Bratislava http://www.sew-eurodrive.sk
sew@sew-eurodrive.sk
Košice SEW-Eurodrive SK s.r.o. Tel. +421 55 671 2245
Slovenská ulica 26 Fax +421 55 671 2254
040 01 Košice Celular +421 907 671 976
sew@sew-eurodrive.sk

Eslovénia
Vendas Celje Pakman - Pogonska Tehnika d.o.o. Tel. +386 3 490 83-20
Serviço de assistência UI. XIV. divizije 14 Fax +386 3 490 83-21
3000 Celje pakman@siol.net

Espanha
Centro de montagem Bilbao SEW-EURODRIVE ESPAÑA, S.L. Tel. +34 94 43184-70
Vendas Parque Tecnológico, Edificio, 302 http://www.sew-eurodrive.es
Serviço de assistência 48170 Zamudio (Vizcaya) sew.spain@sew-eurodrive.es

Sri Lanka
Vendas Colombo SM International (Pte) Ltd Tel. +94 1 2584887
254, Galle Raod Fax +94 1 2582981
Colombo 4, Sri Lanka

África do Sul
Centro de montagem Johannesburg SEW-EURODRIVE (PROPRIETARY) LIMITED Tel. +27 11 248-7000
Vendas Eurodrive House Fax +27 11 248-7289
Serviço de assistência Cnr. Adcock Ingram and Aerodrome Roads http://www.sew.co.za
Aeroton Ext. 2 info@sew.co.za
Johannesburg 2013
P.O.Box 90004
Bertsham 2013
Cidade do Ca- SEW-EURODRIVE (PROPRIETARY) LIMITED Tel. +27 21 552-9820
bo Rainbow Park Fax +27 21 552-9830
25803719/PT-BR – 04/2018

Cnr. Racecourse & Omuramba Road Telex 576 062


Montague Gardens bgriffiths@sew.co.za
Cape Town
P.O.Box 36556
Chempet 7442
Durban SEW-EURODRIVE (PROPRIETARY) LIMITED Tel. +27 31 902 3815
48 Prospecton Road Fax +27 31 902 3826
Isipingo cdejager@sew.co.za
Durban
P.O. Box 10433, Ashwood 3605

202 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Lista de endereços
10
África do Sul
Nelspruit SEW-EURODRIVE (PROPRIETARY) LIMITED Tel. +27 13 752-8007
7 Christie Crescent Fax +27 13 752-8008
Vintonia robermeyer@sew.co.za
P.O.Box 1942
Nelspruit 1200

Coreia do Sul
Centro de montagem Ansan SEW-EURODRIVE KOREA CO., LTD. Tel. +82 31 492-8051
Vendas 7, Dangjaengi-ro, Fax +82 31 492-8056
Serviço de assistência Danwon-gu, http://www.sew-eurodrive.kr
Ansan-si, Gyeonggi-do, Zip 425-839 master.korea@sew-eurodrive.com
Busan SEW-EURODRIVE KOREA CO., LTD. Tel. +82 51 832-0204
28, Noksansandan 262-ro 50beon-gil, Fax +82 51 832-0230
Gangseo-gu,
Busan, Zip 618-820

Suazilândia
Vendas Manzini C G Trading Co. (Pty) Ltd Tel. +268 2 518 6343
PO Box 2960 Fax +268 2 518 5033
Manzini M200 engineering@cgtrading.co.sz

Taiwan (R.O.C.)
Vendas Taipei Ting Shou Trading Co., Ltd. Tel. +886 2 27383535
6F-3, No. 267, Sec. 2 Fax +886 2 27368268
Tung Huw S. Road Telex 27 245
Taipei sewtwn@ms63.hinet.net
http://www.tingshou.com.tw
Nan Tou Ting Shou Trading Co., Ltd. Tel. +886 49 255353
No. 55 Kung Yeh N. Road Fax +886 49 257878
Industrial District sewtwn@ms63.hinet.net
Nan Tou 540 http://www.tingshou.com.tw

Tanzânia
Vendas Dar es Salaam SEW-EURODRIVE PTY LIMITED TANZANIA Tel. +255 0 22 277 5780
Plot 52, Regent Estate Fax +255 0 22 277 5788
PO Box 106274 http://www.sew-eurodrive.co.tz
Dar Es Salaam info@sew.co.tz

Tailândia
Centro de montagem Chonburi SEW-EURODRIVE (Thailand) Ltd. Tel. +66 38 454281
Vendas 700/456, Moo.7, Donhuaroh Fax +66 38 454288
Serviço de assistência Muang sewthailand@sew-eurodrive.com
Chonburi 20000

República Checa
Centro de montagem Hostivice SEW-EURODRIVE CZ s.r.o. Tel. +420 255 709 601
Vendas Floriánova 2459 Fax +420 235 350 613
Serviço de assistência 253 01 Hostivice http://www.sew-eurodrive.cz
sew@sew-eurodrive.cz
Drive Service +420 800 739 739 (800 SEW SEW) Serviço de assistência
Hotline / Servi- Tel. +420 255 709 632
ço de Assis- Fax +420 235 358 218
tência a 24-ho- servis@sew-eurodrive.cz
ras

Tunísia
Vendas Tunis T. M.S. Technic Marketing Service Tel. +216 79 40 88 77
25803719/PT-BR – 04/2018

Zone Industrielle Mghira 2 Fax +216 79 40 88 66


Lot No. 39 http://www.tms.com.tn
2082 Fouchana tms@tms.com.tn

Turquia
Centro de montagem Kocaeli-Gebze SEW-EURODRİVE Hareket Tel. +90 262 9991000 04
Vendas Sistemleri San. Ve TIC. Ltd. Sti Fax +90 262 9991009
Serviço de assistência Gebze Organize Sanayi Böl. 400 Sok No. 401 http://www.sew-eurodrive.com.tr
41480 Gebze Kocaeli sew@sew-eurodrive.com.tr

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 203
Lista de endereços
10
Ucrânia
Centro de montagem Dnipropetrovsk ООО «СЕВ-Евродрайв» Tel. +380 56 370 3211
Vendas ул. Рабочая, 23-B, офис 409 Fax +380 56 372 2078
Serviço de assistência 49008 Днепр http://www.sew-eurodrive.ua
sew@sew-eurodrive.ua

Hungria
Vendas Budapeste SEW-EURODRIVE Kft. Tel. +36 1 437 06-58
Serviço de assistência Csillaghegyí út 13. Fax +36 1 437 06-50
1037 Budapest http://www.sew-eurodrive.hu
office@sew-eurodrive.hu

Uruguai
Centro de montagem Montevideo SEW-EURODRIVE Uruguay, S. A. Tel. +598 2 21181-89
Vendas Jose Serrato 3569 Esqina Corumbe Fax +598 2 21181-90
CP 12000 Montevideo sewuy@sew-eurodrive.com.uy

EUA
Fábrica de produção Região Sudes- SEW-EURODRIVE INC. Tel. +1 864 439-7537
Centro de montagem te 1295 Old Spartanburg Highway Fax Vendas +1 864 439-7830
Vendas P.O. Box 518 Fax Fábrica de produção +1 864 439-9948
Serviço de assistência Lyman, S.C. 29365 Fax Centro de montagem +1 864 439-0566
Fax Confidential/HR +1 864 949-5557
http://www.seweurodrive.com
cslyman@seweurodrive.com
Centro de montagem Região Nor- SEW-EURODRIVE INC. Tel. +1 856 467-2277
Vendas deste Pureland Ind. Complex Fax +1 856 845-3179
Serviço de assistência 2107 High Hill Road, P.O. Box 481 csbridgeport@seweurodrive.com
Bridgeport, New Jersey 08014
Região Centro- SEW-EURODRIVE INC. Tel. +1 937 335-0036
Oeste 2001 West Main Street Fax +1 937 332-0038
Troy, Ohio 45373 cstroy@seweurodrive.com
Região Sudo- SEW-EURODRIVE INC. Tel. +1 214 330-4824
este 3950 Platinum Way Fax +1 214 330-4724
Dallas, Texas 75237 csdallas@seweurodrive.com
Região Oeste SEW-EURODRIVE INC. Tel. +1 510 487-3560
30599 San Antonio St. Fax +1 510 487-6433
Hayward, CA 94544 cshayward@seweurodrive.com
Wellford SEW-EURODRIVE INC. Tel. +1 864 439-7537
148/150 Finch Rd. Fax +1 864 661 1167
Wellford, S.C. 29385 IGOrders@seweurodrive.com

Para mais endereços consulte os serviços de assistência nos.

Vietname
Vendas Cidade de Ho Nam Trung Co., Ltd Tel. +84 8 8301026
Chi Minh Huế - Vietname do Sul / Material de Constru- Fax +84 8 8392223
ção khanh-nguyen@namtrung.com.vn
250 Binh Duong Avenue, Thu Dau Mot Town, http://www.namtrung.com.vn
Binh Duong Province
HCM office: 91 Tran Minh Quyen Street
District 10, Ho Chi Minh City
Hanói MICO LTD Tel. +84 4 39386666
Quảng Trị - Vietname do Norte / Todos os ra- Fax +84 4 3938 6888
mos excepto Material de Construção nam_ph@micogroup.com.vn
8th Floor, Ocean Park Building, 01 Dao Duy http://www.micogroup.com.vn
Anh St, Ha Noi, Viet Nam
25803719/PT-BR – 04/2018

Bielorússia
Vendas Minsk Foreign unitary production enterprise SEW- Tel. +375 17 298 47 56 / 298 47 58
EURODRIVE Fax +375 17 298 47 54
RybalkoStr. 26 http://www.sew.by
220033 Minsk sales@sew.by

204 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Índice remissivo

Índice remissivo
Icons B
/DUO, unidade de diagnóstico ............................  89 Borracha fluorcarbonada ...................................  106
A Braços de torção .................................................  41
Braços de torção para redutor versão com eixo .  41
Abastecimento de graxa....................................  170 Redutor de eixos paralelos.............................  41
Acionamento do agitador Redutor de rosca sem-fim ..............................  44
Classe de rigidez dos parafusos ....................  32 Redutores SPIROPLAN® W ...........................  45
Acoplamento de deslocamento AR.. ...................  88 Bujão do nível de óleo
Acoplamento de partida AT.. ...............................  88 Redutor duplo...............................................  134
Acoplamento do adaptador AM ...........................  70 Bujão e drenagem de óleo
Acoplamento do adaptador AQ. ..........................  75 Redutor duplo...............................................  134
Acoplamento do tipo flange rígido .......................  92
C
Acoplamento, acoplamento do tipo flange rígido  92
Acoplamentos de fluido .......................................  88 Classe de rigidez
AD, tampa de entrada .........................................  81 Fixação do redutor .........................................  32
Adaptador AM .....................................................  70 Colocação em operação ...................................  101
Carga admissível............................................  74 Condições ambientais .......................................  106
Montagem de motor não SEW .......................  74 Condition Monitoring .....................................  27, 90
Motor com pés................................................  74 Contra recuo......................................................  105
Adaptador AQ......................................................  75 Controle do nível de óleo ..................................  114
Cargas admissíveis ........................................  76 Controle do óleo ................................................  114
Padrão de ajuste e torques de aperto ............  76 D
Adaptador EWH ..................................................  78
Adaptador IEC AM ..............................................  70 Dados de desempenho .......................................  22
Adaptador NEMA AM ..........................................  70 Dados técnicos ..................................................  168
Advertências Denominação do tipo ....................................  22, 24
Estrutura das ...................................................  6 Opcionais .......................................................  27
Estrutura das advertências relacionadas .........  5 Redutor de eixos paralelos.............................  25
Identificação na documentação........................  5 Redutor de engrenagens cônicas ..................  26
Advertências específicas da seção .......................  5 Redutor de engrenagens helicoidais..............  25
Advertências integradas ........................................  6 Redutor de rosca sem-fim ..............................  26
Agitador Redutores SPIROPLAN® ................................  27
Intervalos de manutenção ..............................  97 Descarte de resíduos ........................................  193
Relubrificação.................................................  97 E
Alívio de pressão interna do redutor ...................  37
Eixo maciço .........................................................  39
Alteração da forma construtiva..........................  170
Elastômeros ......................................................  106
Anel de relubrificação ..........................................  93
25803719/PT-BR – 04/18

Elementos de acionamento e de saída


Aquecedor ...........................................................  91
Evitar forças radiais elevadas ........................  40
Aquecedor de redutor..........................................  91
Utilização de dispositivo de montagem ..........  39
Armazenamento ....................................................  9
Elementos de entrada e de saída
Armazenamento por longos períodos ...............  168
Montar ............................................................  39
AT, acoplamento de partida ................................  88
Equipamentos ...............................................  29, 88
Avisos
Equipamentos opcionais .....................................  88
Significado dos símbolos de perigo..................  6

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 205
Índice remissivo

Erro de planidade ................................................  31 I


Estrutura
Indicações de segurança
Redutor de eixos paralelos.............................  13
Armazenamento ...............................................  9
Redutor de engrenagens helicoidais..............  12
Instalação .......................................................  10
Redutor de rosca sem-fim ..............................  19
Montagem ......................................................  10
Redutores de engrenagens cônicas K..7 .......  17
Observações preliminares................................  8
Redutores de engrenagens cônicas K..9 .  14, 16
Transporte ........................................................  9
Redutores SPIROPLAN® W..10 – W..30........  20
Utilização prevista ............................................  9
Redutores SPIROPLAN® W..37 – W..47........  21
Informações
Estrutura do redutor ............................................  11
Identificação na documentação........................  5
Redutor de eixos paralelos.............................  13
Inspeção ............................................................  108
Redutor de engrenagens helicoidais..............  12
Instalação
Redutor de rosca sem-fim ..............................  19
Mecânico ........................................................  28
Redutores de engrenagens cônicas K..7 .......  17
Instalação do redutor...........................................  30
Redutores de engrenagens cônicas K..9 .  14, 16
Instalação mecânica............................................  28
Redutores SPIROPLAN® W..10 – W..30........  20
Instruções
Redutores SPIROPLAN® W..37 – W..47........  21
Significado dos símbolos de perigo..................  6
F Intervalos de inspeção
Falha Redutor.........................................................  111
Ruído de funcionamento ......................  190, 191 Intervalos de manutenção
Falhas................................................................  189 Redutor.........................................................  111
Ferramentas ........................................................  29 Intervalos de troca do lubrificante .....................  112
Fixação do redutor ..............................................  35 Irregularidades operacionais
Classe de rigidez............................................  32 Adaptador AM/AQ./AL/EWH ........................  191
Folhas de formas construtivas ..........................  130 Redutores.....................................................  190
Forma construtiva Tampa de entrada AD ..................................  192
Forma construtiva M0...................................  132 L
Forma construtiva MX ..................................  132
Legenda das folhas de formas construtivas ......  133
Forma construtiva universal M0 ........................  132
Lubrificante
Formas construtivas ..........................................  130
Compatibilidade com retentor ......................  173
Denominação ...............................................  130
Determinar o intervalo de troca ....................  112
Motoredutores de eixos paralelos ................  140
Tabela de lubrificantes .................................  171
Motoredutores de engrenagens cônicas ......  143
Lubrificantes ......................................................  170
Motoredutores de engrenagens helicoidais .  135
Motoredutores de rosca sem-fim..................  156 M
Motoredutores SPIROPLAN® .......................  162 Mal funcionamento ............................................  189
Furo do bujão Manutenção.......................................................  108
Redutor duplo...............................................  134 Agitador ..........................................................  97
25803719/PT-BR – 04/18

G Marcas...................................................................  7
Montagem
Graxas para rolamentos ....................................  170
Indicações de segurança ...............................  10
Grupo alvo .............................................................  8
Montagem direta .................................................  85
Montagem do motor ............................................  85
Montagem do redutor ..........................................  85

206 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
Índice remissivo

Montar Redutor de engrenagens cônicas .................  14, 16


Acoplamentos.................................................  40 Denominação do tipo .....................................  26
Elementos de entrada e de saída ..................  39 Redutor de engrenagens helicoidais ...................  12
Montar redutor versão com eixo com rasgo de cha- Denominação do tipo .....................................  25
veta.................................................................  47 Redutor de rosca sem-fim ...................................  19
Montar redutor versão com eixo oco estriado .....  46 Denominação do tipo .....................................  26
Motoredutores de eixos paralelos Redutor duplo
Formas construtivas .....................................  140 Bujão do nível de óleo..................................  134
Motoredutores de engrenagens cônicas Bujão e drenagem de óleo ...........................  134
Formas construtivas .....................................  143 Furo do bujão ...............................................  134
Motoredutores de engrenagens helicoidais Válvula de respiro.........................................  134
Formas construtivas .....................................  135 Redutor versão com eixo ....................................  41
Motoredutores de rosca sem-fim Disco de contração.........................................  52
Formas construtivas .....................................  156 Eixo oco estriado............................................  47
Motoredutores SPIROPLAN® Rasgo de chaveta ..........................................  47
Formas construtivas .....................................  162 TorqLOC® .......................................................  55
Mudança de forma construtiva ....................  31, 131 Redutores de engrenagens cônicas K..7 ............  17
N Redutores SPIROPLAN®
Denominação do tipo .....................................  27
Nomes dos produtos .............................................  7
Forma construtiva M0...................................  132
Nota sobre os direitos autorais..............................  7
Redutores SPIROPLAN® W..10 – W..30 .............  20
O Redutores SPIROPLAN® W..37 – W..47 .............  21
Opcionais ............................................................  88 Reivindicação de direitos de garantia ...................  6
Denominação do tipo .....................................  27 Rendimento ...............................................  103, 131
Reparo.......................................................  189, 193
P Respiro ................................................................  37
Palavras de aviso nas advertências ......................  5 Retentor...............................................................  28
Perda de garantia ..................................................  7 Retentor radial
Perdas por agitação no óleo .............................  131 Compatibilidade do lubrificante ....................  173
Período de deslocamento .................................  103 Retentores .........................................................  102
Pintura do redutor........................................  38, 129 S
Plaqueta de identificação ....................................  22
Potência térmica................................................  131 SEW Service .....................................................  193
Princípio de Föttinger ..........................................  88 Símbolos de perigo
Pulsos de torque para redutor versão com eixo Significado........................................................  6
Redutor de engrenagens cônicas K..37 – K..157 T
.......................................................................  43
Tabela de lubrificantes
Q Informações..................................................  171
25803719/PT-BR – 04/18

Quantidade de óleo ...........................................  183 Tampa AD ...........................................................  81


Quantidades de enchimento de lubrificante ......  183 Tampa de entrada AD .........................................  81
Tanque de expansão de óleo ..............................  95
R
Tolerâncias de instalação....................................  29
Redutor com eixo maciço ....................................  39 TorqLOC® ............................................................  55
Redutor de eixos paralelos..................................  13 Torques de aperto ...............................................  33
Denominação do tipo .....................................  25

Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W 207
Índice remissivo

Trabalhos de inspeção Vibration SmartCheck ....................................  90


Adaptadores AL/AM/AQ./EWH.....................  112 Utilização de dispositivo de montagem ...............  39
Controle do nível de óleo .............................  114 Utilização prevista .................................................  9
Controle do óleo ...........................................  114 V
Redutores.....................................................  114
Tampa de entrada AD ..................................  113 Válvula de dreno .................................................  95
Troca de óleo ...............................................  114 Válvula de respiro................................................  31
Trabalhos de manutenção Redutor duplo...............................................  134
Adaptadores AL/AM/AQ./EWH.....................  112 Vazamento ........................................................  102
Controle do nível de óleo .............................  114 Vazamento aparente .........................................  102
Controle do óleo ...........................................  114 Vedação tipo labirinto ..........................................  93
Redutores.....................................................  114 Ventilação............................................................  37
Tampa de entrada AD ..................................  113 Verificar o nível de óleo .....................................  101
Troca de óleo ...............................................  114 Através da tampa de montagem ..................  118
Transporte .............................................................  9 Através do bujão do nível de óleo.
.............................................  115, 125, 126, 129
Troca de forma construtiva..................................  31
Através do respiro ................................  122, 127
Troca de óleo ....................................................  114
Vibration SmartCheck .........................................  90
U Visor do nível de óleo ........................................  101
Unidade de diagnóstico
/DUO ..............................................................  89

25803719/PT-BR – 04/18

208 Instruções de Montagem e Operação – Redutores de séries R..7, F..7, K..7, K..9, S..7, SPIROPLAN® W
SEW-EURODRIVE—Driving the world

SEW-EURODRIVE GmbH & Co KG


Ernst-Blickle-Str. 42
76646 BRUCHSAL
GERMANY
Tel. +49 7251 75-0
Fax +49 7251 75-1970
sew@sew-eurodrive.com
www.sew-eurodrive.com