Você está na página 1de 1

SIMBOLISMO

AULA 1 - CONTEXTO HISTÓRICO AULA 4 - AUTORES BRASILEIROS

O Simbolismo surgiu paralelamente ao Realismo, Cruz e Souza


Naturalismo e Parnasianismo.
Características:
Teve inicio na França, no final do século XIX, com a obra
As Flores do Mal, de Charles Baudelaire, em 1857.  Representante mundial do Simbolismo;
 Fascínio pela cor branca, talvez pelo fato de ser
Essa escola surgiu em um momento em que a Europa negro, filho de escravos e ter sofrido preconceito
passava por um período de grande tensão, juntamente racial;
com as evoluções que o mundo vivenciava. E essas  Temas espirituais;
evoluções e revoluções foram refletidas também na  Retratação da dor e do sofrimento;
literatura, gerando essas ramificações de escolas literárias  Exposição da condição do negro na época;
contemporâneas.  Erotismo.

Assim, em meio aos Realistas e Naturalistas, surgem os


Simbolistas, totalmente avessos a essas duas escolas e
também ao Parnasianismo. Em suma, eles buscavam Alphonsus de Guimarães
resgatar os valores românticos já esquecidos, trabalhando
bastante a questão da individualidade, em oposição ao Características:
Realismo e Naturalismo, que trabalhavam a coletividade.
 Temas melancólicos, envolvendo a dor da perda,
devido à morte de sua noiva;
 Presença de traços de paisagens;
AULA 2 - CACARTERÍSTICAS GERAIS  Religiosidade;
 Idealização do amor.
 Visão intuitiva da realidade / exposição do
sensorial;
 Busca do interior, do inconsciente, da
individualidade;
 Subjetividade, egocentrismo;
 Temas envolvendo a espiritualidade e o
misticismo;
 Presença de sonhos e sexualidade;
 Fascínio pela cor branca;
 Letras maiúsculas enfatizando alguns termos;
 Musicalidade, demarcada pela presença de
rimas, assonâncias e aliterações.

AULA 3 - SIMBOLISMO EM PORTUGAL E NO BRASIL

Tanto em Portugal quanto no Brasil, o Simbolismo não


teve tanta relevância quanto na França.

Em Portugal essa escola teve inicio com a obra Oaristos,


de Eugênio de Castro, em 1890.

Outros importantes simbolistas portugueses foram Camilo


Pessanha, Antônio Nobre e Augusto Gil.

Já no Brasil, o marco inicial é a publicação das obras


Missal (prosa) e Broquéis (poesia), ambas de Cruz e
Sousa, o maior representante desse movimento em nosso
país, em 1893.

Outros nomes do Simbolismo brasileiro são Alphonsus de


Guimarães e Augusto dos Anjos, estando este último já
numa transição para o Modernismo.

Copyright © 2014 Stoodi Ensino e Treinamento à Distância


www.stoodi.com.br
1