Você está na página 1de 21

Introdução à

Citologia Clínica
Conteúdo Programático
1. Exame ginecológico de citologia cervical ou exame de Papanicolau.
2. Citologia hormonal simples e seriada. Anatomia do aparelho reprodutor
feminino.
3. Índices cito-hormonais.
4. Flora normal do trato genital feminino.
5. Citologia dos processos inflamatórios. Vacuolização. Granulações. Halo
perinuclear.
6. Infecções bacterianas.
7. Alterações citopatológicas no esfregaço cérvico-vaginal causada por fungos,
vírus e protozoário.
Conteúdo Programático

8. Reações proliferativas benignas e pré-malignas do colo de útero: ASCUS/AGUS, LSIL,


HSIL.
9. Reações degenerativas e destrutivas cervicais e suas associações com os principais
agentes etiológicos.
10. Neoplasias escamosas..
11. Neoplasias glandulares.
12. Citologia mamária. Punção aspirativa por agulha fina
13. Aspectos funcionais do sistema genital masculino. Espermatocitogênese. Espermograma.
14. Líquidos corporais. Citologia dos líquidos cavitários: pleural, pericárdico e peritoneal,
transudatos e exsudatos, líquido sinovial, líquido cefalorraquidiano (líquor).
Conteúdo Programático
AP1
 Avaliação Prática (0 a 3,0)
 Avaliação (0 a 7,0)

AP2
 Confecção de Laudo (0 a 1,0)
 Avaliação (0 a 9,0)

AP3
 Avaliação objetiva (0 a 1,0)
Conteúdo Programático

Bibliografia Básica

 STRASINGER, S.K.; LORENZO, M.S.D. Urianálise e fluidos corporais. São Paulo: LMP, 2009.

 PIVA, S. Espermograma: análises e técnicas. São Paulo: Santos, 1985.

 KOSS, L.G.; GOMPEL, C. Introdução à citopatologia ginecológica com correlações


histológicas e clínicas. São Paulo: Roca, 2006.
Conteúdo Programático
Bibliografia Complementar

 MCKEE, G.T. Citopatologia. São Paulo: Artes Médicas, 2001.

 SCHNEIDER, M. L.. Atlas de diagnóstico diferencial em citologia ginecológica. Rio de Janeiro:


Revinter, 1998.

 BIBBO, M.; LONGATTO, A. Derrames cavitários: aspectos clínicos e laboratoriais. Rio de Janeiro:
Revinter, 2001.

 SACHER, R.A.; McPHERSON, R.A. Interpretação clínica dos exames laboratoriais. Barueri, SP:
Manole, 2002.

 LIMA, A. O. et al Métodos laboratoriais aplicados à clínica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan,


2001.
Sondagem
1- Qual a importância da Citologia clínica para a prevenção do câncer de
colo uterino?
2- Quais áreas do corpo humano pode ser investigada através da citologia
clínica?
3- Comente sobre a anatomia do Trato Genital Feminino.
4- O que o Exame de Papanicolaou?
5- O que um esfregaço cérvico-vaginal?
6- O que caracteriza uma neoplasia benigna e uma maligna?
7- Um laudo de citologia ginecológica cujo diagnóstico é: CITOLOGIA
INFLAMATÓRIA, é positivo ou negativo para malignidade? Porquê?
CITOLOGIA CLÍNICA
CITOLOGIA CLÍNICA

Ginecológica (cérvico-vaginal)
Mamária
Glândula Tireoide
Anorretal
Fígado, pâncreas, baço
Líquidos cavitários (Pleural, ascítico, pericárdico, líquor, urinário, sinovial.
............
CITOLOGIA CÉRVICO-VAGINAL
CITOLOGIA CÉRVICO-VAGINAL
George Papanicolaou

GEORGE PAPANICOLAOU (1883-1962)


O Exame de Papanicolaou
O Exame de Papanicolaou
CITOLOGIA CÉRVICO-VAGINAL Anatomia do TGF

CÉRVIX (Ectocérvice e Endocérvice


CITOLOGIA CÉRVICO-VAGINAL

Endocérvice Ectocérvice
CITOLOGIA CÉRVICO-VAGINAL

Estroma
CITOLOGIA CÉRVICO-VAGINAL
CITOLOGIA DE MAMA

 Permite detectar alterações benignas e


malignas (carcinoma)

 Obtenção de amostras citopatológicas:


secreções de mamilo e punção aspirativa
por agulha fina
CITOLOGIA DE MAMA

 Punção Aspirativa por Agulha Fina


OBRIGADA