P. 1
Exercícios II - Interpretação e produção de textos

Exercícios II - Interpretação e produção de textos

|Views: 317|Likes:
Publicado porcavalcante10

More info:

Published by: cavalcante10 on Feb 21, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/29/2013

pdf

text

original

UNIP - Universidade Paulista

Curso: Administração Disciplina: Interpretação e Produção de Textos Professora: Ediliane Figueiredo

Exercícios
O texto a seguir é referência para as questões 01 a 03. A ÁRVORE E O HOMEM O PRIMEIRO... problema que as árvores parecem propor-nos é o de nos conformarmos com a sua mudez. Desejaríamos que falassem, como falam os animais, como falamos nós mesmos. Entretanto, elas e as pedras reservam-se o privilégio do silêncio, num mundo em que todos os seres têm pressa de se desnudar. Fiéis a si mesmas, decididas a guardar um silêncio que não está à mercê dos botânicos, procuram as árvores ignorar tudo de uma composição social que talvez se lhes afigure monstruosamente indiscreta, fundada como está na linguagem articulada, no jogo de transmissão do mais íntimo pelo mais coletivo. Grave e solitário, o tronco vive num estado de impermeabilidade ao som, a que os humanos atingem por alguns instantes e através da tragédia clássica. Não logramos comovê-lo, comunicar-lhe a nossa intemperança. Então, incapazes de trazê-lo para a nossa domesticidade, consideramo-lo um elemento da paisagem, e pintamo-lo. Ele pende, lápis ou óleo, de nossa parede, mas esse artifício não nos ilude, não incorpora a árvore à atmosfera de nossos cuidados. O fumo dos cigarros, subindo até o quadro, parece vagamente aborrecê-la, e certas árvores de Van Gogh, na sua crispação, têm algo de protesto. 1. É FALSO afirmar, a respeito do conteúdo desse texto, que: a) a capacidade da fala é atribuída a todos os seres animados; b) seu autor reforça a tese de que, para os seres humanos, a posse da linguagem articulada é um privilégio; c) o silêncio das árvores é um mistério para os cientistas; d) o desenho e a pintura são simples artifícios para integrar as árvores no ambiente social e humano; 2. No texto, a maioria das palavras e expressões refere-se basicamente a dois universos: o das árvores e o dos homens. A alternativa que reúne EXCLUSIVAMENTE palavras relativas ao universo dos homens é: a) crispação – silêncio; b) intemperança – botânicos; c) paisagem – impermeabilidade; d) cuidados – solitário;

( ) comparece ao baile de gala trajando smoking. e tinha a particularidade de amar a discussão. manteve-se estável na última década.. afirmava. 5. EXCETO pela da opção: a) propor-nos. A atribuição de características humanas às árvores vem expressa no texto por várias expressões/palavras. conforme estudo elaborado pela Organização Mundial da Meteorologia (OMM) e o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA). seria morrer nos braços de ambos. de extrema bondade e de extrema rigidez. (Carlos Drummond de Andrade) c.. Tinha quarenta anos e ainda na fronte. divulgado nesta quinta-feira. Suponha que um aluno se dirige a um colega de classe nesses termos: “Venho respeitosamente solicitar-lhe se digne emprestar-me seu livro de matemática. Expectativa é de redução de 5% na demanda de energia no horário de pico. b. embora secas. No domingo de tarde saiu apressado E não foi pra ribeira jogar Capoeira pra lá. ( ) Amar o perdido/deixa confundido/este coração. descritivo e dissertativo. as rosas da mocidade. . exceto em dois pontos que para ele estavam acima das controvérsias humanas: a religião e o marido. (Machado de Assis) ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ _____________________________________________________________________ b. João resolveu não brigar. Relógios devem ser adiantados em uma hora no Sul.. ( ) vai ao estádio de futebol de chinelo e bermuda.. Foi namorar. d) ignorar. atribua aos exemplos em questão os códigos mencionados: (D)-Denotação (C)-Conotação a./essas ficarão. ( ) vai à audiência com um juiz trajando short e camiseta. Justifique sua resposta. Era uma mistura de austeridade e meiguice. c. o escudo que protege a vida na Terra dos níveis nocivos de radiação ultravioleta. no fim da semana. a. 4. A sua melhor esperança. Classifique os parágrafos abaixo em narrativo.” A atitude desse aluno se assemelha à atitude do indivíduo que: a. ( ) A camada de ozônio. d. . Gostava muito de conversar e rir. pra ribeira. Partindo-se do pressuposto de que a linguagem é expressa por diferentes sentidos em um dado contexto.3. b. A semana passada. c) domesticidade. ( ) vai à praia de terno e gravata. Sudeste e Centro-Oeste.Mas as coisas findas/muito mais que lindas.(Fonte: Folha de são Paulo 16/09/2010) 6. ( ) Horário de verão começa à meia-noite deste sábado. b) fiéis. A mulher do coronel era o tipo de mãe de família.

b. O significado polissêmico. A sociedade desenhada nas novelas é um convite à transgressão. Como você define o leitor profissional? ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ . c. Fale sobre o papel do Administrador na atualidade.______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ c. O significado denotativo. A exaltação do sucesso sem balizas éticas. A linguagem científica busca fixar na significação das palavras: a. d. O significado figurado. O significado conotativo.“A televisão brasileira presta culto à frivolidade. a trivialização da violência e a apresentação de aberrações num clima de normalidade têm transformado adolescentes em aspirantes à contravenção. ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ 9.”(Carlos Alberto Di Franco) ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ 7. 8.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->