Nova Iguaçu, _______ de abril de 2011 Profª Tricia M.

Carnevale Aluna (o):________________________________ Turma: _______ AVALIAÇÃO DE – 1º BIMESTRE – 8º ANO

O Iluminismo surgiu na Inglaterra, mas o centro do movimento foi na França. Os iluministas contestaram a sociedade estamental. Para eles, a desigualdade era provocada pelos próprios homens, e não por desejo de Deus (como afirmava a Igreja). O texto acima aponta a crítica que os iluministas faziam à: (A) sociedade em que a posição do indivíduo é determinada pelo seu nascimento, pela sua origem familiar. (B) sociedade dividida de acordo com o grau de instrução escolar do indivíduo. (C) sociedade onde a posição do indivíduo é determinada pelo seu vestuário e sua alimentação. (D) sociedade dos nobres e do clero. (E) sociedade onde não importa seu lugar de nascimento nem mesmo sua instrução ou vestuário.

“O príncipe é, para sociedade que governa, o que a cabeça é para o corpo; deve ver, pensar, agir por toda a comunidade, a fim de conseguir-lhe todas as vantagens... É apenas o primeiro servidor do Estado, obrigado a agir com probidade, com sabedoria, totalmente desinteressado, como se a cada momento tivesse de prestar contas de sua administração.” (Frederico II, Rei da Prússia). Tais palavras expressam: (A) O Absolutismo. (B) O Maquiavelismo. (C) O Liberalismo. (D) O Despotismo esclarecido. (E) A Democracia.

"Movimento intelectual, portador de uma visão unitária do mundo e do homem, o iluminismo, apesar das diversidades de leituras que lhe são contemporâneas, conseguiu uma grande mudança quanto à racionalidade do mundo e do homem." (Francisco FALCON, Iluminismo) O movimento iluminista do século XVIII representou uma: (A) crítica ao mecanicismo (ausência de emoções), fundamental nos dogmas do pensamento religioso católico. (B) justificativa da dominação do homem pelo homem, representada nas práticas escravistas. (C) defesa da teocracia pontifícia (poder político papal), frente aos abusos cometidos pela monarquia absoluta. (D) afirmação das idéias de progresso e de Natureza, o que permitiu o avanço do conhecimento racional. (E) subordinação ideológica do poder político civil às práticas e doutrinas da Igreja contra-reformista.

(E) O fortalecimento do estado absolutista. Sobre o texto acima é possível afirmar: (A) Os liberais radicais queriam conquistar a autonomia colonial. representou: (A) As idéias revolucionarias da burguesia. (C) apoiavam o Estado absolutista e o princípio estamental de organização social.. mas sem romper laços com a metrópole inglesa. fomentando o sonho de independência e de uma nova configuração de poder político.. (C) A revolução ideológica da aristocracia. como forma de preservar o domínio da aristocracia nas colônias. Charles. (E) repudiavam a extinção do monopólio metropolitano (domínio exclusivo da metrópole). efetuadas principalmente pelos filósofos e economistas. Um [outro] segmento da aristocracia (liberais radicais) [.. mas sem romper laços com a metrópole inglesa. McMILLEN.. Esses pensadores: (A) defendiam o intervencionismo estatal (intervenção do Estado) na área econômica.As críticas ao Antigo Regime.] trabalhava em estreito contato com os novos homens quer falavam pelas classes baixas. (B) rejeitavam as leis naturais por serem irracionais.. (E) Os liberais conservadores queriam conquistar a autonomia colonial. “Um bom número de liberais conservadores [. O lluminismo como movimento intelectual do século XVIII. (B) Os liberais conservadores apoiavam os defensores das classes baixas. MAY. deram origem a um importante movimento intelectual conhecido como iluminismo. (D) A expansão do pensamento religioso.] resistiu à independência. (B) O renascer do pensamento clássico grego-romano. defendendo a independência e pavimentando o caminho para uma nova distribuição de poder político. . como forma de preservar o domínio da aristocracia nas colônias. ao mesmo tempo restabelecendo a conexão britânica como meio de preservar o domínio dos aristocratas nas colônias. (D) Os liberais radicais apoiavam a aristocracia e a permanência dos laços com a metrópole inglesa. Alimentavam a esperança de conquistar a autonomia colonial. Neil R. Uma reavaliação da história dos Estados Unidos. (D) pregavam o respeito às liberdades individuais e a defesa da propriedade. (C) Os liberais radicais e os conservadores apoiavam a independência da colônia e o rompimento dos laços com a metrópole.2001.” SELLERS. Henry.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful