Você está na página 1de 23

Bioquímica II

CBS01032

Profa Cristiane Matté


Departamento de Bioquímica
Características do RNA
Bases: A, U, G e C
Pentose hidroxilada na posição 2’
Desempenha suas funções como fita
simples
Armazenamento da informação
genética
Catálise enzimática (ribozimas)
A transcrição é mais específica
que a replicação, somente os genes
de interesse são copiados
Transcriptoma = conjunto de RNAs
de uma célula = mRNA + tRNA +
rRNA + RNAs especiais
DNA → mRNA
TRANSCRIÇÃO
O mRNA atua como intermediário “carregando” a
informação genética do núcleo para o citosol a fim de
haver a síntese de proteínas pelos ribossomos
Procariotos  mono e policistrônicos
Eucariotos  maioria monocistrônicos

Monocistrônico  1
mRNA codifica 1 peptídeo
Policistrônico  1 mRNA
codifica 2 ou + peptídeos
Fita simples no sentido da mão
direita estabilizada por interações
do tipo empilhamento de bases
mRNA pode parear com outro
RNA ou com fita de DNA (AU,
CG)
Pareamento entre G e U é comum
Quando há
pareamento → fitas
antiparalelas
Estruturas secundárias
pouco estáveis
Hairpin
Estrutura:
Cap de 7-metilguanosina ligada através de uma
ligação trifosfato à região 5’
Sequência longa de nucleotídeos adenina (cauda
poliA) na extremidade 3’
5 % do RNA da célula
Transporte de AA para os
ribossomos durante a síntese
proteica
Pareamento do anticódon
(tRNA) com o códon
(mRNA) nos ribossomos
15% RNA da célula
Ao menos 1 tRNA para cada
AA
Fazem parte dos ribossomos,
presentes no citosol, núcleo e
mitocôndria
80% RNA célula
SÍNTESE DE RNA
DEPENDENTE DE DNA
RNA-polimerase Sentido da síntese é 5’→3’
DNA molde (Fita sense) copiada na Pareamento: AU(T) CG
direção 3’→5’ Não requer iniciador
Ribonucleotídeos: ATP, GTP, UTP e CTP Formação de híbrido DNA-RNA
Mg2+ e Zn2+ (8pb)
Bolha de transcrição (17 pb Topoisomerases aliviam a tensão
desenoveladas) na fita do DNA
(NMP)n + NTP  (NMP)n+1 + PPi
Fita não-molde = Fita não-sense = Fita codificadora
Fita molde = Fita sense

Sequência do RNA = Sequência da fita codificadora do DNA


Subunidades responsáveis pela atividade
polimerase: 2 α, 1 β, 1 β’ e 1  →
ENZIMA CENTRAL
Subunidade  reconhece o promotor no
DNA direcionando a síntese do RNA
(bacteriana)
Não possui atividade exonucleásica
3’→5’
Maior taxa de erros (1:104 ou 105)

Eucariotos
RNA-polimerase I, II e III (+ complexas)
Pol I: transcrição pré-rRNA (nucléolo)
Pol II: transcrição mRNA e de pequenos RNAs especializados  possui um
domínio carboxila terminal (CDT) contendo repetições de 7 AA, requer
fatores de transcrição (nucleoplasma)
Pol III: transcrição tRNA, rRNA 5S e pequenos RNAs especializados
(nucleoplasma)
A RNA-polimerase utiliza
NTP como precursores e
adiciona NMP à
extremidade 3´ da ribose
da cadeia de RNA em
crescimento

Os nucleotídeos se
unem através de A liberação do PPi e
uma a sua posterior
ligação 3´- hidrólise por uma
5´fosfodiéster, pirofosfatase fornece
entre -OH de C3’ da a energia para a
ribose de um síntese de RNA
nucleotídeo e -PO4-
do nucleotídeo
adjacente (C5’)
Região do DNA próxima ao início da transcrição
(zero=início da transcrição)
Reconhecimento do DNA pela RNA-polimerase II
1. Formação do
complexo fechado:
Proteína de ligação à
TATA (TBP) liga-se
ao TATA box
Ligação dos fatores de
transcrição
Recrutamento da
RNA Pol II pelos
fatores de transcrição
2. Formação da bolha
de transcrição:
TFIIH  Helicase
desenovela o DNA
3. Iniciação da fita de
RNA e a desobstrução
do promotor:
TFIIH e outras cinases
fosforilam a Pol II na
CTD (domínio C
terminal)
RNA-polimerase sai da
região promotora e
inicia a transcrição
4. Liberação dos fatores
de transcrição (TFIIE e
TFIIH)  entrada na
fase de alongamento
5. Alongamento,
terminação e liberação:
TFIIF permanece
associado durante o
alongamento: impede a
associação da RNA-Pol a
sequências não específica
de DNA
Potenciação da atividade
da Pol II pelos fatores de
alongamento
Ao final da transcrição a
polimerase é
desfosforilada e reciclada
para um novo ciclo
Regulação cuidadosa a fim de coordenar a
quantidade de proteínas sintetizada em cada
momento celular
A regulação ocorre em qualquer etapa da transcrição
Ligação de proteínas em regiões promotoras
(Ativadores e Repressores)
Fatores de transcrição regulam a atividade da RNA-
polimerase
“Pílulas bioquímicas”
Actinomicina D
Antibiótico, utilizado como quimioterápico
Intercala no DNA entre CG
Inibe a RNA-polimerase por impedir a sua passagem
Acridina
Agente intercalante utilizado em pesquisa
Inibe a RNA-polimerase por impedir a sua passagem
Rifampicina
Tratamento de tuberculose e hanseníase
Liga subunidade  da RNA-polimerase
Impede saída do promotor
-amanitina
Cogumelo Amanita phalloides
Inibe a RNA polimerase II de animais
Bibliografia
 Princípios de Bioquímica de Lehninger.
 Michael M. Cox, David L. Nelson. 6ª Ed. Editora Artmed. Capítulo 26.
 Lehninger. Principles of Biochemistry.
 Michael M. Cox, David L. Nelson. 7ª Ed. Editora MacMillan. Capítulo 26.
 Bioquímica.
 Donald Voet, Judith G. Voet. 4ª Ed. Editora Artmed. Capítulo 31.