Você está na página 1de 13

INSTITUTO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, I. P.

Delegação Regional Norte

Operador de distribuição
EFA – B3

9050 - Venda de medicamentos não sujeitos a receita


médica
Medicamentos
sujeitos a receita
médica
Medicamentos não
sujeitos a receita
médica
Medicamentos que
exigem prescrição e
utilização sob Adquiridos sem
supervisão médica necessidade de
receita médica.
O que são medicamentos não sujeitos a
receita médica?
 São medicamentos que se destinam ao tratamento de
problemas de saúde ligeiros e sem gravidade.

 Devem ser utilizados de acordo com a informação disponível


na embalagem e no folheto informativo. Em caso de dúvida,
deve aconselhar-se com o seu médico ou farmacêutico.

 São utilizados há longos anos e têm um perfil de segurança


bem conhecido, pelo que podem ser publicitados junto do
público, ser escolhidos livremente e comprados sem receita
médica.

 Os medicamentos têm de obedecer a critérios muito


rigorosos de qualidade, segurança e eficácia para estarem
disponíveis no mercado.
Precauções
 Os medicamentos não sujeitos a receita médica, em geral,
não devem ser utilizados por um período superior a 5 dias. Se
os sintomas persistirem ou agravarem, durante o
tratamento, deverá consultar o seu médico ou farmacêutico.

 A automedicação não é aconselhável em crianças, grávidas e


mães a amamentar sem acompanhamento médico ou
farmacêutico.

 No caso de ter uma doença crónica tenha em atenção outros


medicamentos que esteja a tomar.
Vantagens

 Os medicamentos não sujeitos a receita médica têm benefícios


que revertem directamente para as pessoas e para a sociedade:

 Para as pessoas resolvem problemas de saúde sem gravidade de


forma mais rápida e com menor custo, uma vez que evita o
tempo de espera para a consulta médica, os respectivos
encargos e faltas ao trabalho.
 Para a sociedade permitem libertar recursos do Serviço
Nacional de Saúde (SNS), que podem ser utilizados para
tratar doentes mais graves, evitando consultas
desnecessárias e libertando os médicos e outros
profissionais de saúde para se dedicarem a doentes com
maiores necessidades de cuidados.
SITUAÇÕES PASSÍVEIS DE
AUTOMEDICAÇÃO

 Sistema Respiratório
Estados gripais e constipações
Dores de Garganta
Odinofagia (dificuldade em engolir), faringite (excluindo
amigdalite)
Rinorreia (corrimento) e congestão nasal
Tosse e rouquidão
Adjuvante mucolítico (que torna o muco menos viscoso
e mais fluido) em infecções respiratórias
Rinite alérgica perene ou sazonal
 Sistema Digestivo
 Diarreia  Perda de peso em adultos
com excesso de peso
 Hemorróidas
 Pirose (azia) , enfartamento,  Odontalgias (dor de dentes)
gases  Candidíase oral recorrente
(diagnóstico médico prévio –
 Ardor
DMP)
 Prisão de Ventre
 Estomatite aftosa (Inflamação
 Vómitos, enjoo do movimento da membrana mucosa da
 Profilaxia da cárie dentária boca)
(prevenção)  Aftas
 Higiene oral e da orofaringe  Estomatites (não graves) e
 Endoparasitoses intestinais gengivites​
(infecções intestinais
provocadas por parasitas, ex:
lombrigas)
 Sistema Cutâneo
 Ectoparasitoses (parasitas
 Queimaduras de 1º grau, externos ex: piolhos, pulgas)
incluindo solares  Picadas de insectos
 Acne ligeiro a moderado  Caspa
 Desinfecção e higiene da pele e  Feridas superficiais
mucosas (membranas que  Calos e calosidades
segregam muco)  Frieiras
 Dermatite das fraldas  Tratamento da pitiríase
(assaduras) versicolor (Doença cutânea
 Seborreia (Erupção de pele na caracterizada por pequenas
base dos cabelos) manchas escamosas e rosadas)
 Herpes labial  Anestesia tópica das mucosas e
 Candidíase balânica pele
 Urticária crónica (taduzida em  Eczema e dermatite (DMP)
comichão)  Verrugas vulgares, juvenis
 Alopécia (queda de cabelo) planas, plantares e seborreicas
 Micoses interdigitais (lesões  Anestesia tópica
cutâneas entre os dedos dos
pés)
 Outras patologias

 Enjoo do movimento
 Insónia
 Pernas pesadas e varizes
 Inflamação e irritação da pele
 Tratamento de feridas
 Infeções fúngicas – micose de pé e das unhas; micose
da pele e do couro cabeludo; micose vaginal
 Herpes labial
 Pediculose
 Tabagismo
 Contraceção oral de emergência
Decreto – Lei nº 209/94 de 6 de Agosto
 Os medicamentos não sujeitos a receita médica (MNSRM)
podem ser vendidos fora das farmácias, em locais que
cumpram os requisitos legais e regulamentares.Os locais de
venda de medicamentos não sujeitos a receita médica
(LVMNSRM) estão sujeitos ao registo prévio junto do
INFARMED, I.P., de acordo com o Decreto-Lei n.º 134/2005, de
16 de agosto.

 A venda de medicamentos não sujeitos a receita médica


(MNSRM) deverá ser efetuada por pessoal qualificado
(farmacêutico ou técnico de farmácia) ou sob a sua
responsabilidade..