Você está na página 1de 2

ATIVIDADES DE LÍNGUA PORTUGUESA

expressão mais visível do compromisso solidário da comunidade


1. (Fuvest 2014 - Primeira Fase) A civilização “pós-moderna” internacional com a promoção da paz e da segurança.
culminou em um progresso inegável, que não foi percebido
antecipadamente, em sua inteireza. Ao mesmo tempo, sob o “mau Embora não estejam expressamente mencionadas na Carta da ONU,
uso” da ciência, da tecnologia e da capacidade de invenção nos elas funcionam como instrumento para assegurar a presença dessa
precipitou na miséria moral inexorável. Os que condenam a ciência, organização em áreas conflagradas, de modo a incentivar as partes
a tecnologia e a invenção criativa por essa miséria ignoram os em conflito a superar suas disputas por meio pacífico – razão pela
desafios que explodiram com o capitalismo monopolista de sua qual não devem ser vistas como forma de intervenção armada."
terceira fase.
Historicamente, o Brasil envia soldados para participar de
Em páginas secas premonitórias, E. Mandel1 apontara tais riscos. O operações de paz. Em 2004, foi criada pelo Conselho de Segurança
“livre jogo do mercado” (que não é e nunca foi “livre”) rasgou o da ONU a Missão das Nações Unidas para Estabilização do Haiti
ventre das vítimas: milhões de seres humanos nos países ricos e (Minustah).
uma carrada maior de milhões nos países pobres. O centro acabou
fabricando a sua periferia intrínseca e apossou-se, como não De acordo com o texto, essa missão foi criada para:
sucedeu nem sob o regime colonial direto, das outras periferias
externas, que abrangem quase todo o “resto do mundo”. a) atacar os garimpos ilegais de diamantes no interior do Haiti, que
usavam mão de obra infantil nas minas onde esse minério é
1: Ernest Ezra Mandel (1923-1995): economista e militante político encontrado.
belga. b) restabelecer a segurança e normalidade institucional do Haiti
após sucessivos episódios de turbulência política e de violência,
O emprego de aspas em uma dada expressão pode servir, inclusive, que marcaram esse país no início do século XXI.
para indicar que ela: c) combater o narcotráfico comandado pelo Cartel de Medelin, que
a partir do Haiti distribuía drogas para todos os países da América
I. foi utilizada pelo autor com algum tipo de restrição; Latina.
II. pertence ao jargão de uma determinada área do conhecimento; d) acabar com os problemas ambientais crônicos no Haiti, pois esse
III. contém sentido pejorativo, não assumido pelo autor. país era o principal responsável pela poluição ambiental no Caribe.

Considere as seguintes ocorrências de emprego de aspas 4-Texto 1


presentes no texto:
A. “pós-moderna” (L. 1); B. “mau uso” (L. 2); Porque morrer é uma ou outra destas duas coisas: ou o morto não
C. “livre jogo do mercado” (L.6); D. “livre” (L. 7); tem absolutamente nenhuma existência, nenhuma consciência do
E. “resto do mundo” (L. 9). que quer que seja, ou, como se diz, a morte é precisamente uma
As modalidades I, II e III de uso de aspas, elencadas acima, mudança de existência e, para a alma, uma migração deste lugar
verificam-se, respectivamente, em para um outro. Se, de fato, não há sensação alguma, mas é como um
a) A, C e E b) B, C e D c) C, D e E d) A, B e E sono, a morte seria um maravilhoso presente. […] Se, ao contrário,
a morte é como uma passagem deste para outro lugar, e, se é
2-Leia com atenção e responda: verdade o que se diz que lá se encontram todos os mortos, qual o
bem que poderia existir, ó juízes, maior do que este? Porque, se
chegarmos ao Hades, libertando-nos destes que se vangloriam
serem juízes, havemos de encontrar os verdadeiros juízes, os quais
nos diria que fazem justiça acolá: Monos e Radamante, Éaco e
Triptolemo, e tantos outros deuses e semideuses que foram justos
na vida; seria então essa viagem uma viagem de se fazer pouco
caso? Que preço não seríeis capazes de pagar, para conversar com
Orfeu, Museu, Hesíodo e Homero?
(Platão. Apologia de Sócrates, 2000.)

Texto 2

Ninguém sabe quando será seu último passeio, mas agora é


possível se despedir em grande estilo. Uma 300C Touring, a versão
perua do sedã de luxo da Chrysler, foi transformada no primeiro
carro funerário customizado da América Latina. A mudança levou
sete meses, custou R$ 160 mil e deixou o carro com oito metros de
comprimento e 2 340 kg, três metros e 540 kg além da original. O
No fragmento, o narrador adota um ponto de vista que Funeral Car 300C tem luzes piscantes na já imponente dianteira e
acompanha a perspectiva de Fortunato. O que singulariza esse enormes rodas, de aro 22, com direito a pequenos caixões
procedimento narrativo é o registro do (a): estilizados nos raios. Bandeiras nas pontas do capô, como nos
a) indignação face à suspeita do adultério da esposa. carros de diplomatas, dão um toque refinado. Com o chassi mais
b) tristeza compartilhada pela perda da mulher amada. longo, o banco traseiro foi mantido para familiares acompanharem
c) espanto diante da demonstração de afeto de Garcia. o cortejo dentro do carro. No encosto dos dianteiros, telas exibem
d) prazer da personagem em relação ao sofrimento alheio. mensagens de conforto. O carro faz parte de um pacote de
Agora, justifique sua resposta utilizando elementos do texto: cerimonial fúnebre que inclui, além do cortejo no Funeral Car 300C,
________________________________________________________ serviços como violinistas e revoada de pombas brancas no enterro.
(Funeral tunado. Folha de S.Paulo, 28.02.2010.)
________________________________________________________ Confrontando o conteúdo dos dois textos, pode-se afirmar que:
________________________________________________________ a) embora os dois textos transmitam concepções(ideias)
divergentes( discordantes) acerca da morte, eles tratam de visões
____________________________________________________ concernentes(relativas)à mesma época, a saber, a sociedade atual.
b) sob o ponto de vista filosófico, não há diferenças
3-"Em um mundo marcado por conflitos em diferentes regiões, as qualitativas(qualidade) entre uma e outra concepção sobre a
operações de manutenção da paz das Nações Unidas são a morte.
c) enquanto no primeiro texto transparece a dignidade Eu quero uma casa no campo
metafísica(sobrenatural) da morte, no segundo sugere-se a Onde eu possa compor muitos rocks rurais
conversão do funeral em espetáculo da sociedade de consumo. E tenha somente a certeza
d) o texto de Platão evidencia(mostra) uma cultura monoteísta Dos amigos do peito e nada mais
( um Deus), enquanto que o segundo é politeísta(vários deuses). Eu quero uma casa no campo
Onde eu possa ficar no tamanho da paz
5-O Arcadismo é o movimento que compreende a produção E tenha somente a certeza
literária brasileira na segunda metade do século XVIII. Dos limites do corpo e nada mais
Que característica do Arcadismo ESTÁ presente no poema? A composição traduz a idealização da vida no campo, a mesma
Aquele adore as roupas de alto preço, representada nos versos de Cláudio Manuel da Costa assinalados
Um siga a ostentação, outro a vaidade; no item:
Todos se enganam com igual excesso. a)“Lembrado estou, ó penhas, que algum dia/Na muda solidão
deste arvoredo/ Comuniquei convosco meu segredo”.
Eu não chamo a isto já felicidade: b)“Ao campo me recolho/Que não há maior bem que a soledade”.
Ao campo me recolho, e reconheço, c)“Mas que modo, que acento, que harmonia/ Bastante pode ser,
Que não há maior bem, que a soledade. gentil pastora/Para explicar afetos de alegria”.
d)“Que eu tenho que acolher-me sempre ao lado/Do velho
Responda e justifique sua resposta utilizando elementos do texto: desengano apercebido”.
________________________________________________________ 9- A temática do Arcadismo presente nos versos abaixo é o
________________________________________________________
________________________________________________________ “Se o bem desta choupana pode tanto,
Que chega a ter mais preço, e mais valia,
________________________________________________________ Que da Cidade o lisonjeiro encanto”
6- Leia os excertos abaixo retirados de Marília de Dirceu, de Tomás a) “carpe diem” b) paganismo.
Antônio Gonzaga: c) “fugere urbem”. d) fingimento poético.
POEMA I:
Verás em cima de espaçosa mesa Responda e justifique sua resposta utilizando elementos do texto:
Altos volumes de enredados feitos;
Ver-me-ás folhear os grandes livros,
________________________________________________________
E decidir os pleitos. ________________________________________________________
POEMA II: ________________________________________________________
Os Pastores, que habitam este monte,
Respeitam o poder do meu cajado;
________________________________________________________
Com tal destreza toco a sanfoninha, 10-Leia com atenção e responda:
Que inveja me tem o próprio Alceste.
Bucólica nostálgica
Pode-se dizer que o eu lírico é caracterizado de acordo com a Ao entardecer no mato, a casa entre
convenção árcade: bananeiras, pés-de-manjericão e cravo-santo,
a)no poema I, pois assume uma posição de status importante para aparece dourada. Dentro dela, agachados,
conseguir conquistar a amada. na porta da rua, sentados no fogão, ou aí mesmo,
b)no poema I, pois assume a responsabilidade de ser aquele que rápidos como se fossem ao Êxodo, comem
comanda os pleitos da cidade. feijão com arroz, taioba, ora-pro-nobis,
c)no poema II, pois assume a identidade de um rico toucador de muitas vezes abóbora.
sanfonas que junto à amada vive em consonância com a vida Depois, café na canequinha e pito.
campestre. O que um homem precisa pra falar,
d)no poema II, pois assume a identidade de um pastor e louva as entre enxada e sono: Louvado seja Deus!
virtudes da vida simples no campo. A poesia Bucólica nostálgica traduz artisticamente o cotidiano
de homens comuns que jantam ao entardecer numa casa
7- Leia o poema de Tomás Antônio Gonzaga, transcrito a simples. No bucólico espaço em que se encontram, revela-se :
seguir, e marque a alternativa que aponta três características a)a condição de pobreza mesclada de resignação e de fé na
do Arcadismo brasileiro que nele podem ser observadas. providência divina.
b)uma existência pontilhada de leveza e de religiosidade na vida
Lira I rural.
c)a apatia do trabalhador associada ao misticismo praticado.
Eu, Marília, não sou algum vaqueiro, d)a realidade rural junto à esperança de dias melhores.
Que viva de guardar alheio gado; Responda e justifique sua resposta utilizando elementos do texto:
________________________________________________________
De tosco trato, d’expressões grosseiro, ________________________________________________________
Dos frios gelos, e dos sóis queimado.
Tenho próprio casal, e nele assisto; ________________________________________________________
Dá-me vinho, legume, fruta, azeite; ____________________________________________________
Das brancas ovelhinhas tiro o leite,
E mais as finas lãs, de que me visto.
Graças, Marília bela,
Graças à minha Estrela!

a)Vulgarização da figura da mulher; medievalismo; egocentrismo.


b)Denúncia social; exaltação da vida no campo; temas urbanos.
c)Exaltação da vida no campo; linguagem simples; pastoralismo.
d)Temas urbanos; linguagem simples; medievalismo.
Responda e justifique sua resposta utilizando elementos do texto:
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________
8-Leia com atenção e responda: