Você está na página 1de 2

CURSO: Licenciatura em Matemática

DISCIPLINA: Filosofia da Educação


DOCENTE: Aluska Peres Araújo
TURMA: 2º Período - Noite SEMESTRE: 2019.2
ALUNO (A): Miroslândia Dias Gomes Correia de Amorim
E-MAIL PARA ENVIO: aluskaperes@hotmail.com

ATIVIDADE 03 (Educação em Sócrates)

Após a leitura do texto “A Educação na Filosofia de Sócrates” (já encaminhado e


vinculado ao SUAP) realizar as questões dissertativas propostas no final do capítulo.

Questões
I. Questões dissertativas sobre o conteúdo desenvolvido.

1º Qual o papel dos sofistas na antiguidade grega?

Os sofistas foram conhecidos como grandes mestres, eram procurados por


jovens bem-nascidos (ricos), dispostos a pagar muito dinheiro para aprender o que os
filósofos tinham a lhes ensinar, ou seja, eles eram sábios que atuavam como professores
ambulantes, ensinando a um determinado preço, a arte da política, garantindo o sucesso
dos jovens na vida política.

2º Apresente as principais características da educação empreendida pelos sofistas.

• Oposição entre natureza e cultura;

• Relativismo;

• A existência dos deuses;

• A natureza da alma;
• Rejeitam questões metafísicas;

• A habilidade de argumentar;

• Antilógica.

3º No que consiste a Filosofia e a educação socrática?

Defendia a ideia de que cada indivíduo carrega a verdade em seu interior e que o
papel do filósofo/educador é ajudar esse indivíduo por meio de diálogos e
questionamentos, trazer essa verdade a tona. Consiste também num processo continuo e
abrangente, de modo que possa eliminar os preconceitos e convenções enraizadas.

4º Quais as diferenças entre maiêutica socrática e a educação empreendida pelos


sofistas? O que a educação socrática representou para Paidéia do seu tempo?

Os sofistas ensinavam seus alunos por meio de técnicas prontas e acabadas que
seriam necessárias para se ter um bom convívio na polis. Sócrates, por outro lado,
considerava que o homem precisava admitir sua ignorância e buscar a verdade dentro de
si por meio da indagação e da dialética. Para Sócrates, não bastava ao indivíduo
convencer os outros de suas ideias, era necessário negar a si próprio para obter a
verdade plena.

A maiêutica instigava os interlocutores a rever posição e aprimorar


conhecimento, questionava os padrões estabelecidos fazendo nascerem ideias. Os
sofistas eram especialistas na busca de formação de valores, vinculado ao estado justo.
A educação socrática representa à indagação a introdução ao dialogo na busca de
verdade, um convite a reeducação ao pensar.

As grandes marcas metodológicas de Sócrates no pensamento da Paideia grega


são seus métodos diferenciados e que faziam o pensamento, as ideias e a verdade
assumir seu caráter reflexivo e epistemológico, não o deixando como opinião ou
retórica.