Você está na página 1de 5

ANDREIA TORRES OCTOBER 4, 2016

Hipertrigliceridemia e
Hiperglicemia

Glicose
C6H12O6

Triglicerídeos ou triacilgliceróis
Colesterol
Presentes nos alimentos (como óleos e gorduras), Esterol presente
nos tecidos
formados no fígado e armazenados no tecido adiposo
animais
Importância dos triglicerídeos: reserva de energia. (produzido no
fígado)
Importância do colesterol: estrutura de membranas, precursor de
ácidos biliares, de vitamina D e hormônios esteróides (testosterona, por
exemplo).


FONTES DE
FONTES DE GLICOSE FONTES DE COLESTEROL
Pães, massas, frutas, TRIGLICERÍDEOS Alimentos de origem
cereais, tubérculos, Óleos e gorduras de animal, Lipoproteína
açúcar, mel, doces origem animal e principalmente carne Responsável
em geral vegetal vermelha e laticínios pelo transporte
integrais de lipídios e vit.
A, D, E e K
1
LOREM IPSUM OCTOBER 4, 2016

Índice glicêmico de alguns aliemntos:


Relação entre
hipertrigliceridemia e Alimentos com baixo índice glicêmico (< 55)
hiperglicemia e
aterosclerose - Cenoura crua (16)

A aterosclerose é uma doença de lento - Brócolis, pepino, berinjela, espinafre, alface,


desenvolvimento, com o ateroma (depósito de tomate, cogumelos e repolho (20)
lipídeos na íntima do vaso como característica.
O processo é desencadeado pela oxidação de - cereja (32)
lipídios e lipoproteínas circulantes no plasma.
- Lentilhas (38)
Essa oxidação ocorre devido à atuação de
radicais livres. Radicais livres aumentam com - Ravióli integral, leite integral e abobrinha
tabagismo, etilismo, exercício físico intenso, (39)
estresse e baixo consumo de antioxidantes.
- Grão de bico (42)
Inibição da agregação plaquetária
- Batata-doce e feijão-manteiga (44)

A agregação plaquetária é um estágio crítico - Ervilha fresca e iogurte com açúcar (48)
durante a progressão da placa de ateroma e na
formação de trombos. Compostos bioativos - Arroz integral (50
presentes nos alimentos reduzem a agregação
- Maçã (52)
plaquetária. Alimentos como chás, maçãs,
abacate, cebola, alho, pimenta, uvas roxas, - Aveia (55)
cogumelos, castanhas, cacau e açaí reduzem a
formação de trombos que obstruem o fluxo - Amendoim (21)
sanguíneo.
Alimentos com índice glicêmico médio
(Entre 56 e 69)
Consumir menos carboidratos simples é
importante!
- Espaguete integral e pão integral (59)

Alimentos industrializados, tortas, bolos e doces - Laranja (62)


em geral levam carboidratos simples como
açúcar, xarope de frutose, xarope de glicose, - Passas e yakult (64)
dextrose, maltodextrina, mel, farinha branca.
Estes alimentos promovem a rápida absorção de - Uva e abacaxi (66)
glicose, o aumento da secreção da insulina e o
- Nhoque (67)
rápido estoque da energia excedente na forma
de triglicerídeos, principalmente na região - Feijão cozido (69)
abdominal.
- Biscoito de água (69)


2
ANDREIA TORRES OCTOBER 4, 2016

Produção de triglicerídeos
(principalmente fígado e tec. adiposo)

VLDL - very
Cholesterol low density
lipoprotein
(proteína de
muito baixa
densidade)
Rica em
triglicerídeos

Triglicerídeos ou triacilgliceróis
Alto consumo de glicose:
Aumento da oxidação (quebra) e maior produção de acetil-CoA que dá
origem a ácidos graxos (fatty acids). triglicerídeos e colesterol.
LDL - low
density
Valores de referência para adultos: lipoprotein
(proteína de
baixa
LDL-C HDL-C GLICOSE densidade)
Desejável: <130 mg/dL Desejável: > 35 mg/dL Ideal: < 100 mg/dL Produzida a partir
do catabolismo da
Limítrofe: 130-159 mg/ TRIGLICERÍDEOS Intolerância: 100 a 125
VLDL.
dL mg/dL
Desejável: < 200 mg/dL
Aumentado: > 160 mg/ Diabetes: > 126 mg/dL O grande
Aumentado: > 200 mg/
dL problema:
dL Diabetes> 126 mg/dL
oxidação

3
LOREM IPSUM OCTOBER 4, 2016

Terapia Nutricional
Ômega-3

Diminuem a produção das VLDL e reduzem a


inflamação. Tomar 1 grama no almoço ou
jantar, preferencialmente com coenzima Q10.

Antioxidantes

Alimento (100g) Fibra solúvel Fibra insolúvel


Removem os radicais livres e espécies reativas
de oxigênio, nitrogênio e cloro. Substâncias Alface 0,57g 1,0g
antioxidantes incluem as vitaminas A, C, E e
Arroz integral 0,96g 3,37g
ácido fólico, carotenóides (cenoura, abóbora,
goiaba, tomate, manga), substâncias presentes Aveia em flocos 4,56g 1,86g

em ervas e condimentos (alecrim, sálvia, Berinjela 0,94g 1,59g


tomilho, orégano), antocianinas (feijão, uvas,
Beterraba 1,42g 1,29g
morango, cereja, açaí), curcumina (cúrcuma/
açafrão). Brócolis 0,18g 1,70g

Cenoura 1,63g 1,60g


Probióticos
Chuchu 0,35g 0,79g

Couve 0,77g 1,23g


Bactérias intestinais favorecem a fermentação
de fibras e a produção de ácidos graxos de Couve-flor 1,01g 1,52g
cadeia curta, como o butirato que contribui Ervilha cozida 2,22g 1,38g
para a redução do colesterol plasmático e para
Farelo de aveia 3,50g 3,56g
a saúde do fígado.
Feijão carioca 2,60g 4,62g
Fibras cozido

Feijão preto cozido 1,77g 3,61g


Atrasam a absorção de glicose e se ligam aos
Lentilha cozida 1,81g 5,44g
ácidos biliares aumentando a degradação do
colesterol e a eliminação fecal. Deve-se Mandioca cozida 2,72g 2,14g
consumir 30 gramas de fibras diariamente. Tomate 0,31g 0,81g

A granola caseira sem açúcar é uma opção para


aumentar as fibras na dieta. Receita na próxima
página.

4
Opções para café da manhã e lanche dourar. Espere esfriar e coma com o recheio da
preferência.
1) Granola de cereais:

½ Xícara de Semente de Linhaça Triturada + ½


xícara de semente de gergelim integral
triturado

½ Xícara de Farelo de Arroz

½ Xícara de Farelo de Aveia

2 Xícaras de Castanhas do Pará trituradas em 2) Pão de microondas


pedaços menores
1 ovo
PREPARO: Para torrar as sementes, coloque-as
no forno médio por 5’ mexendo de vez em 1 col sopa de farelo de aveia
quando. Triture-as no liquidificador
separadamente. 1 col sopa de iogurte desnatado

2) Pão de nuvem 1 col café de fermento em pó (de bolo)

2 colheres de sopa de cream cheese; Preparo:

2 gemas e 2 claras; Junte todos os ingredientes e misture bem com


um garfo ou mixer.  Coloque em uma pequena
1/4 colher de chá de fermento em pó. travessa e leve ao microondas na potência alta
por cerca de 2 minutos e 20 segundos.
Preparo:

Acenda o forno em temperatura baixa (150ºC).


Forre uma assadeira com papel manteiga e
reserve. Aqueça o cream cheese no microondas
por cerca de 30 segundos ou até amolecer.
Deixe esfriar por 5 minutos e misture as gemas
até ficar homogêneo. Bata as claras em neve
com o fermento. Incorpore as claras com o
cream cheese e misture delicadamente, até
adquirir uma coloração amarela. despeje
colheradas da massa na assadeira, achatando
com as costas de uma colher para formar cada
pãozinho. Leve ao forno por 20 minutos, ou até