Você está na página 1de 8

REVOLUÇÃO FRANCESA E BLOQUEIO CONTINENTAL

Quando aconteceu a Revolução Francesa?

14 de julho de 1789 – séc.XVIII

Princípios defendidos pela revolução:

 liberdade
 igualdade
 fraternidade

Qual o acontecimento que marcou o início da Revolução?

 a tomada da Bastilha (prisão onde estavam os presos


políticos)

Quem decretou o Bloqueio Continental e em que consistiu?

 o Bloqueio Continental foi decretado por Napoleão


Bonaparte (em 1806) onde este proibia todos os países
europeus de fazerem comércio com os ingleses, para assim
enfraquecer a economia inglesa.

1
O que fez Portugal?

 Portugal não aderiu ao Bloqueio Continental porque tinha


relações comerciais e de amizade com a Inglaterra.

por isso:

foi invadido pelo exército francês

INVASÕES FRANCESAS
O que fez o rei e a corte quando se deu a 1ª invasão
francesa?

 fugiu para o Brasil (1807) e deixou o governo do reino


entregue a uma Junta Provisional de Regência.

Que transformações sofreu o Brasil com a presença da


família real?

 a cidade do Rio de Janeiro passou a ser a capital


 abriu o comércio brasileiro ao estrangeiro
 o Brasil deixou de ser considerado uma colónia e passou a
ter o estatuto de Reino Unido a Portugal

Qual o país que ajudou Portugal na luta contra os franceses?

 Inglaterra

2
INVASÕES

1ª Invasão:

 comandada por Junot


 1807
 entraram por Castelo Branco
 veio a ajuda dos ingleses
 Batalha da Roliça e do Vimeiro

2ª Invasão:

 comandada por Soult


 1809
 entraram por Chaves
 deu-se a tragédia da ponte das barcas no Porto

3ª Invasão:

 comandada por Massena


 1810/11
 entraram por Almeida
 tentativa de conquista de Lisboa
 o exército francês foi travado pelas Linhas de Torres
Vedras

Quais as consequências das Revoluções Francesas?

 o país ficou destruído:


- campos destruídos
- economia paralisada
- riquezas e monumentos roubados
 os ingleses permaneceram em Portugal e interferiram na
economia e na política portuguesas
 a família rela permanecia no Brasil

3
esta situação provocou revolta nos portugueses, que vão tentar
expulsar os ingleses de Portugal e acabar com a monarquia
absoluta

REVOLUÇÃO LIBERAL DE 1820 EM PORTUGAL


Quando? 24 de agosto de 1820

Onde? Porto

O que foi o Sinédrio?

 foi uma organização secreta que tinha como objetivo


preparar uma revolução liberal, dirigida por Manuel
Fernandes Tomás.

O que exigiam os revolucionários liberais?

 expulsar os ingleses de Portugal


 elaborar uma Constituição
 obrigar o rei D. João VI a regressar a Portugal
 acabar com os privilégios da nobreza e do clero

criaram um Governo Provisório

a Junta Provisional do Governo Supremo do Reino

que tinha como função eleger as Cortes Constituintes

4
que tinham como função elaborar e aprovar a primeira
Constituição Portuguesa

Constituição de 1822

 Pôs fim á Monarquia Absoluta e instaurou uma Monarquia


Constitucional ou Liberal

Monarquia Liberal ou Constitucional?

 regime monárquico em que os poderes do rei se encontram


definidos por uma Constituição.

Constituição

 documento escrito com as leis gerais de um


país

5
INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

Quando o rei D. João VI, a rainha D. Carlota e o príncipe D.


Miguel regressaram a Portugal, o príncipe D. Pedro ficou como
regente do Brasil.

entretanto as Cortes retiraram os privilégios do Brasil e


exigiram que D. Pedro regressasse

Assim, D. Pedro declarou a Independência do Brasil a 7 de


setembro de 1822 e passou a ser o Imperador do Brasil

“O Grito de Ipiranga”

6
GUERRA CIVIL

Guerra Civil – guerra entre pessoas de um mesmo país.

Quando D. João VI morre, D. Pedro sucede-lhe, mas abdica


do trono para ficar no Brasil. Passa a coroa para a sua filha Maria
da Glória mas, como tinha apenas 7 anos, fica como regente o seu
irmão D. Miguel.

D. Miguel prometeu governar segundo um regime liberal, mas


em 1828 dissolveu as cortes e passou a governar como rei absoluto
com o apoio da nobreza e do clero e perseguiu os liberais.

Em 1831, D. Pedro abdicou do trono brasileiro e rumou à


Europa, instalando-se com exilados liberais na Ilha Terceira, nos
Açores.

Em 1832 desembarcou com as suas tropas numa praia


próxima do Porto – desembarque na Praia do Mindelo - e avançou
sobre a cidade, sem encontrar resistência.

Assistimos assim a uma Guerra Civil em Portugal (de um lado


os Absolutistas, liderados por D. Miguel e do outro lado os
Liberais, liderados por D. Pedro).

Só depois de várias derrotas é que D. Miguel assinou a paz através


da Convenção de Évora Monte em 1834.

O Liberalismo saiu vitorioso e implantou-se definitivamente


no nosso país.

7
8