Você está na página 1de 11

0

Chauale Chame

Constituição e Funcionamento do Computador


(licenciatura em Ensino de Química com Habilitações em Ensino de Biologia)

Universidade Rovuma
Nampula
2020
1

Chauale Chame

Constituição e Funcionamento do Computador

Trabalho de Carácter Avaliativo


Referente a Cadeira de Informática
Educacional, a ser Apresentado no
FCNME, Orientado Pelo Docente:
Paulo Jassula

Universidade Rovuma
Nampula
2020
2

Índice
Introdução .................................................................................................................................. 3
1. Elementos Constituintes do hardware e suas Funções .......................................................... 4
1.1. Elementos Constituintes software e sua função .................................................................. 6
2. Os Tipos de Memória de Um Computador ............................................................................ 7
2.1. Memória ROM .................................................................................................................... 7
2.2. Memória RAM .................................................................................................................... 7
3. Os Tipos de Periféricos Num Componente de Processamento de Dados .............................. 8
Conclusão................................................................................................................................... 9
Bibliografia .............................................................................................................................. 10
3

Introdução
Um computador é, basicamente, um conjunto de dispositivos capazes de processar
informação. O Computador funciona através de dois tipos de componentes essenciais: o
Hardware e o Software.
Hardware: conjunto de componentes, eléctricos e electrónicos com os quais são construídos
os computadores e equipamentos periféricos.
Software: conjunto de programas, procedimentos e documentação que permitem usufruir das
capacidades de processamento fornecido pelo hardware.
As memórias são as responsáveis pelo armazenamento de dados e instruções em forma de
sinais digitais em computadores. Para que o processador possa executar suas tarefas, ele
busca na memória todas as informações necessárias ao processamento.
4

1. Elementos Constituintes do hardware e suas Funções

Fig. 1. Elementos Constituintes do hardware

Fonte de alimentação: Fica localizada na parte superior traseira do gabinete, é responsável por
converter a tensão da corrente alternada em tensão de corrente contínua para os outros
componentes do computador.

Fig. 2. Fonte do PC Fig. 3. Fonte do Notebook

Gabinete: é o compartimento que possui a


maior parte dos componentes de um
computador.

Fig. 4. Gabinete

Placa mãe: um componente vital para o é a responsável por retransmitir os


funcionamento do computador, é comandos enviados ao processador e
geralmente a maior placa do sistema, que retorná-los.
interliga todos os componentes internos ela

Fig. 5. Estrutura de placa mãe


5

Cooler: ventilador com dissipador,


próprios para refrigerar o processador, ele
controla a temperatura padrão do
computador.

Fig. 6. Cooler

Processador: é o "cérebro responsável por


processar dados e transformar em
informação. Dentro dele está a CPU.

Fig. 7. Processador

Disco rígido (HD): Ele armazena as


informações e dados como: Fotos,
Documentos, Vídeos. Sistema operacional.
Tudo fica gravado de forma magnética.

Fig. 8. HD

Memória RAM
RAM (Random Access Memory) serve
para armazenar dados que estão sendo
trabalhados. Os dados dos programas
abertos são alocados na memória RAM,
que é mais rápida que o HD.
Fig. 9. Pente de memória RAM

Drivers
São importantes para leitura e gravação em
CDs, DVDs ou Blu-rays, que são formas
de armazenamento de dados, muitas vezes
utilizados para manter backups de
informações importantes Fig. 10. Driver Blu-ray
6

Placas
São responsáveis por aumentar ou melhorar o funcionamento do computador em sua função,
pois possuem recursos dedicados de processamento e de memória.

Fig. 11. Placa de rede Fig. 12. Placa de vídeo Fig.13. Placa de som

Mouse: este dispositivo permite que o


usuário aponte uma posição ou um objecto
de software que sofrerá uma acção ao ser
clicado.

Fig. 14. Mouse (MONTEIRO, 2001).

1.1. Elementos Constituintes software e sua função


O software pode realizar várias funções, entre as mais comuns pode-se destacar: Jogos,
Edição de textos, imagens, vídeos, Reproduzir multimídias, Cálculos (MORIMOTO, 2002).

Fig. 15. Elementos Constituintes do software

Os softwares podem ser classificados como:


7

Software de sistema: são programas que permitem a interacção do usuário com a máquina.
Como exemplo podemos citar o Windows, que é um software pago; e o Linux, que é um
software livre.
Software de aplicativo: são programas de uso quotidiano do usuário, permitindo a realização
de tarefas, como os editores de texto, planilhas, navegador de internet.
Alguns softwares estão descritos na tabela a seguir.
Software Descrição
Adobe Acrobat Reader Software que permite a leitura de arquivos em formato PDF.
Avast Software que detecta e elimina determinados vírus que podem
prejudicar o computador.
Mensseger Aplicativo online que permite a conversação entre as pessoas.
Mozila Firefox Permite a navegação na internet.
Skype Possibilita a realização de ligações de áudio e vídeo sem custo
de forma online.
Team View Software que permite o acesso de um outro computador de
forma remota.
(DIANA, 2019).

2. Os Tipos de Memória de Um Computador


Necessariamente existe dois tipos de memórias:
 Memória ROM
 Memória RAM

2.1. Memória ROM


Read Only Memory (ROM) é uma memória somente de leitura, ou seja, as informações são
gravadas uma única vez pelo fabricante e não podem mais ser apagadas ou alteradas, apenas
acessadas.
Entre as memórias ROM temos:
 PROM (Programmable Read Only Memory):
 EPROM (Erasable Programmable Read Only Memory),
 EAROM (Electrically Alterable Read Only Memory)
 Memórias flash

2.2. Memória RAM


Random Access Memory (RAM) este tipo possibilita a leitura, gravação e regravação de
dados. Quando desligamos o computador, porém, este tipo de memória perde todos os dados.
A memória RAM se divide entre:
8

 DRAM (Dynamic Random Access Memory) e


 SRAM (Static Random Access Memory).
A DRAM é a memória dinâmica e em geral possui alta capacidade de armazenamento de
dados, apesar de ser mais lenta em comparação às do tipo SRAM, que são estáticas, mais
rápidas e com preço por MB mais alto (MONTEIRO, 2001).
Os computadores pessoais têm a memória RAM em forma de pentes, que contém pequenos
circuitos com diferentes capacidades.

3. Os Tipos de Periféricos Num Componente de Processamento de Dados


Existem três tipos de periféricos: periféricos de entrada, periféricos de saída e periféricos de
entrada e saída
Periféricos de entrada: São os
dispositivos que têm a função de transmitir
dados para a CPU.
Ex: mouse, teclado, scanner, leitores de
cartão e códigos de barra, leitores de CD e
DVD.
Fig. 16. Dispositivos de entrada

Periféricos de saída: são os dispositivos


que recebem dados digitais dos
computadores.
Ex: Impressoras, monitores padrão, caixas
de som.

Fig. 17. Periféricos de saída

Periféricos de entrada e saída: são


periféricos utilizados para transmitir e
receber dados digitais de computadores.
Ex: Pen drive, disco rígido (HD),
gravadora de CD/DVD, modem,
impressora multifuncional, monitor touch
screen.
Fig. 18. Periféricos de entrada e saída.
9

Conclusão
Em jeito de desfecho do presente trabalho, percebe-se que Embora as memórias RAM e
ROM sejam frequentemente comparadas como tipos opostos, na verdade ambas são
memórias de acesso aleatório, percebe-se também que a memoria RAM tem um processo de
gravação de dados extremamente rápido, se comparado aos vários tipos de memória ROM.
No entanto, as informações gravadas na memória RAM se perdem quando não há mais
energia eléctrica, isto é, quando o computador é desligado, sendo, portanto, um tipo de
memória volátil.
10

Bibliografia
DIANA, J., Hardware e Software, 22 de 02 de 2019, de Toda matéria:
http://www.todamateria.com.br/hardware-e-software/, obtido em 20 de Abril de 2020
JÚNIOR, M. Introdução à Informática: Hardware & Software. Macau-RN, LTC., 2014.
MONTEIRO, Mário A. Introdução à Organização de Computadores. 4ª Edição. Rio de
Janeiro: LTC Editora, 2001.
MORIMOTO, Carlos E. Manual de Hardware Completo. 3ª Edição. Junho de 2002.
Disponível na Internet em: http://www.hardware.com.br/livros/hardware-manual/. Obtido
em: 20/04/2020.