Você está na página 1de 4

ANO ESCOLAR 2019/2020

ENSI
NO BÁSICO

FICHA DE TRABALHO DE PORTUGUÊS – nº 6 23-03-2020

GRUPO I

1. Associa a expressão sublinhada nas frases da coluna A à função sintática que lhe
corresponde na coluna B.

Coluna A Coluna B
A. “Elas encontraram!” (linha 31) 1. sujeito
B. “Tereis de a encontrar também!” (linha 31) 2. vocativo
3. predicado
C. “Preciso muito de vós, senhor!” (linha 32)
4. complemento direto
D. “Como a comida quer ao sal.” (linha 39) 5. complemento indireto
E. “Estareis louca?” (linha 42) 6. predicativo do sujeito
7. modificador do grupo verbal.

2. Reescreve a frase seguinte, substituindo as expressões sublinhadas pelos pronomes


pessoais adequados.
Tinha-te emprestado o romance de Alice Vieira se já tivesse lido esta obra nas férias.

3. Completa cada uma das frases seguintes com a forma do verbo apresentada entre
parênteses, no tempo e no modo indicados.
a. Oxalá Violeta _________ (poder, pretérito imperfeito do conjuntivo) exprimir-se como as
suas irmãs.
b. Talvez o Rei _________ (reconhecer, presente do conjuntivo) o amor da filha mais tarde.

1
4. Classifica as orações sublinhadas em cada uma das frases a seguir apresentadas.
a. “Quero-vos muito mais do que ao Sol que me alumia” (linha 6)
b. “Vou esquecer que um dia tive uma filha com o vosso nome!” (linhas 50-51)

5. Associa cada uma das palavras apresentadas ao seu processo de formação.


Coluna A Coluna B
A. zanga 1. Derivação por prefixação
B. maldisposto
2. Derivação por sufixação
C. insatisfação
3. Derivação não afixal
D. franqueza
E. omnipotente 4. Composição

GRUPO II

Considerando as informações no Texto A, ficha nº1 que foi enviada pelo teu professor,
e as que a seguir se apresentam, escreve a biografia de Alice Vieira, entre 160 a 220
palavras.
Usa apenas o presente do indicativo.
O teu texto deve incluir uma introdução, um desenvolvimento e uma conclusão coerentes.

1943 Nascimento em Lisboa, a 20 de março.


Frequência do liceu D. Filipa de Lencastre.
1968 Casamento com Mário Castrim. Dois filhos: Catarina Fonseca e André Fonseca.
1982 Publicação de Chocolate à Chuva.
1991 Desistência do jornalismo ativo. Colaboração em diversos jornais e revistas.
Visita a várias escolas do país.

Pag 4

2
Refere o local onde as personagens se encontram:
(a) junto a um rio / num cais. OU Barca (para o Diabo) e junto a um rio (para o Onzeneiro).
Identifica o que é referido pelo advérbio.
Por exemplo: (b) a vida terrena.
Indica a intenção do Diabo.
Por exemplo: (c) o Diabo pretende mostrar que, entre si e o Onzeneiro, há uma relação de
proximidade.
Explicita a reação do Diabo:
(d) o Diabo finge ficar surpreendido com a demora do Onzeneiro.
Explica os versos 9 e 10.
Por exemplo: (e) o Diabo troça do facto de o dinheiro não ter ajudado o Onzeneiro a salvar-
se da situação em que se encontra.
Refere o sentido da fala do Onzeneiro.
Por exemplo: (f) o Onzeneiro dá a entender que não lhe sobra dinheiro para pagar a
passagem.
Explica a intenção de crítica social.
Por exemplo: (g) através do Onzeneiro, é feita uma crítica à ganância / à corrupção de
costumes na sociedade.

Pág. 5
Identifica o espaço onde as personagens se encontram:
(a) junto a um rio / num cais. OU Barca (para o Diabo) e junto a um rio (para o
Sapateiro).
Refere o destino da «viagem»:
(b) o Inferno / «a terra dos danados» (verso 7).
Explicita a intenção do Diabo.
Por exemplo: (c) o Diabo tem a intenção de troçar do Sapateiro.
Explica o duplo sentido da palavra.
Por exemplo: (d) «carregado» refere-se ao peso dos objetos com que o Sapateiro se
apresenta em cena e dos pecados cometidos em vida.
Refere a razão.
Por exemplo: (e) o Sapateiro considera que aquela não é a sua barca por se ter
confessado e comungado antes de morrer.
Indica um dos argumentos.
Por exemplo: (f) o Sapateiro roubou o povo.
3
Explica a intenção de crítica social.
Por exemplo: (g) através do Sapateiro, é feita uma crítica aos que enganam e roubam
/ à corrupção de costumes na sociedade.