Você está na página 1de 9

Índice

Introdução..........................................................................................................................2

Composição do sangue......................................................................................................3

Funções..............................................................................................................................3

Glóbulos vermelhos...........................................................................................................3

Glóbulos brancos...............................................................................................................4

Plasma sanguíneo..............................................................................................................5

Plaquetas............................................................................................................................5

Elementos figurados..........................................................................................................7

Conclusão..........................................................................................................................9

Bibliografia......................................................................................................................10

1
Introdução
O sangue é um fluido corporal que percorre o sistema circulatório em animais
vertebrados; formado por uma porção celular de natureza diversificada - pelos
"elementos figurados" do sangue - que circula em suspensão em meio fluido, o plasma.
Em animais vertebrados o sangue, tipicamente vermelho, é geralmente produzido na
medula óssea. Em animais invertebrados a coloração pode variar, mostrando-se em
várias espécies, dada a presença de cobre e não ferro na estrutura das células
responsáveis pelo transporte de oxigénio, azulado.

O sangue tem como função a manutenção da vida do organismo no que tange ao


transporte de nutrientes, excretas (metabólitos), oxigénio e gás carbónico, harmónios,
anticorpos, e demais substâncias ou corpúsculos cujos transportes se façam essenciais
entre os mais diversos e mesmo remotos tecidos e órgãos do organismo.

Popularmente também denomina-se por sangue o fluido com funções similares


em animais não dotados de sistema circulatório fechados, a exemplo da hemolinfa nos
insectos. A composição da hemolinfa é contudo diferente da composição do sangue
propriamente dito.

2
Composição do sangue
O sangue humano faz parte do sistema circulatório, formado também pelo
coração e vasos sanguíneos. Sua principal função é a distribuição dos nutrientes, gás
oxigênio e hormônios para as células do corpo humano.

Enquanto vai passando pelo corpo, ele deixa alimento e oxigênio e recolhe os
resíduos (excretas) produzidos durante o metabolismo das células dos diferentes tecidos.

Funções
Hemácias: transporte de gases

Leucócitos: imunidade e defesa

Plaquetas: coagulação do sangue

Na maioria dos vertebrados o sangue é formado pelo plasma (parte líquida do


sangue que contém diversas substâncias), hemácias (glóbulos vermelhos), leucócitos
(glóbulos brancos) e plaquetas (fragmentos celulares).

Os glóbulos e as plaquetas representam 45% da composição do sangue, que


circula pelos vasos sanguíneos (artérias, veias e capilares). As artérias o conduzem do
coração para os órgãos e tecidos do corpo, enquanto nas veias ele flui em sentido
inverso.

Glóbulos vermelhos
Também conhecidos por hemácias ou eritrócitos, são células com formato de um
disco bicôncavo. Estão presentes em todos os vertebrados, mas apenas nos mamíferos as
hemácias são anucleadas. Essas células são formadas na medula óssea vermelha, em um
processo conhecido por hematopoese, de onde saem e permanecem na circulação
sanguínea por cerca de 90 a 120 dias.

Depois de seu período em circulação, os glóbulos vermelhos entram em


processo de degeneração e envelhecem, sendo reconhecidos e destruídos por células
fagocitárias presentes em diversas partes do corpo, por exemplo no baço e no fígado.

Os glóbulos vermelhos têm todo seu citoplasma ocupado pela hemoglobina, o


pigmento respiratório responsável pelo transporte de oxigênio. A hemoglobina é uma
proteína que possui estrutura complexa. É formada por quatro cadeias de polipeptídeos
3
unidas a quatro grupos heme, nos quais existem íons de ferro na sua forma Fe 2+ (íon
ferroso).

Alguns invertebrados, como a minhoca, também possuem hemoglobina, porém,


nesses animais, ela encontra-se dissolvida no plasma, e não no interior de células.

Considerando uma pessoa adulta e normal, a quantidade de glóbulos vermelhos


oscila entre quatro e cinco milhões de células por milímetro cúbico de sangue, o que
corresponde a uma concentração de hemoglobina entre 12 a 16 gramas por 100 ml de
sangue.

Caso a contagem de glóbulos vermelhos e a concentração de hemoglobina de


uma pessoa estejam abaixo desses valores de referência, isso significa que ela pode ser
portadora de anemia. Habitualmente, conceitua-se anemia como a concentração de
hemoglobina inferior a 13 gramas por 100 ml de sangue para homens e inferior a 12
gramas por 100 ml de sangue para mulheres.

Por outro lado, existem situações que promovem aumento no número de


glóbulos vermelhos no organismo, como, por exemplo, quando um indivíduo fica
exposto ao ar rarefeito, ou seja, com menor quantidade de oxigénio. Nessa condição, o
organismo reage produzindo mais glóbulos vermelhos, aumentando, assim, a
capacidade do corpo em captar gás oxigénio da atmosfera.

Glóbulos brancos
Também chamados leucócitos, são produzidos a partir de células-tronco
pluripotentes presentes no interior da medula óssea. Podem ser encontrados no sangue,
na linfa, nos órgãos linfáticos e em tecidos conjuntivos. São os mais importantes
componentes de defesa do corpo contra infecções e agentes estranhos. Muitos deles
precisam passar por um período de maturação em outros locais do corpo, como timo e
linfonodos.

Em uma pessoa adulta, a quantidade normal de leucócitos circulantes varia entre


4 000 e 11 000 por milímetro cúbico de sangue. Nos casos de infecções bacterianas,
ocorre significativo aumento na contagem de leucócitos (leucocitose). Há também
algumas formas de câncer que afectam as células das linhagens produtoras de
leucócitos, conhecidas como leucemias.

4
No sangue circulante, encontram-se vários tipos de leucócitos: neutrófilos,
linfócitos, basófilos, eosinófilos e monócitos. Os neutrófilos e os linfócitos
normalmente são os glóbulos brancos existentes em maior quantidade e perfazem cerca
de 90% do total de leucócitos circulantes no sangue. Os demais, como os basófilos, os
eosinófilos e os monócitos, são raros, porém não menos importantes e perfazem 10%
dos leucócitos.

Os neutrófilos, os basófilos e os eosinófilos possuem grânulos no interior de seu


citoplasma, o que lhes dá a designação de granulócitos. Já os linfócitos e os monócitos
são agranulócitos, pois não têm grânulos citoplasmáticos.

Plasma sanguíneo
O plasma sanguíneo é uma solução formada basicamente por água, sais minerais
e proteínas.

Dissolvidas no plasma, há numerosas substâncias como proteínas, glicose,


aminoácidos, hormônios, pequena quantidade de gases (como o CO2), além de íons
inorgânicos (Ca++, K+, Cl–, HCO3–) e resíduos metabólicos. Os elementos figurados do
sangue são os glóbulos vermelhos, os glóbulos brancos e as plaquetas.

Sua função é transportar essas substâncias pelo corpo. O plasma representa cerca
de 55% do volume sanguíneo. A água constitui 95% de sua massa. Os outros 5% são de
proteínas, sais, hormônios, nutrientes, gases e excreções.

As principais proteínas do plasma são a albumina, com papel importante na


manutenção da pressão osmótica do sangue, e a imunoglobulinas, importantes
anticorpos.

Plaquetas
Na medula óssea, existem células precursoras chamadas megacariócitos, que, ao
se tornarem maduras, rompem-se e liberam fragmentos citoplasmáticos na circulação.
Tais fragmentos celulares são as plaquetas, componentes fundamentais do processo
de coagulação sanguínea, sendo exclusivas dos mamíferos. Portanto, plaquetas não são
células, e sim fragmentos celulares.

5
Em um adulto normal, a contagem de plaquetas no sangue é bastante variável.
Geralmente, considera-se normal uma quantidade entre 250 000 e 400 000 por
milímetro cúbico de sangue.

Elementos figurados do sangue humano.

Neutrófilo, eosinófilo e basófilo são glóbulos brancos granulócitos, enquanto


linfócito e monócito são glóbulos brancos agranulócitos. A hemácia, também chamada
de glóbulo vermelho ou eritrócito, transporta gás oxigênio. As plaquetas ou trombócitos
participam da coagulação do sangue.

6
Elementos figurados
Os elementos figurados do sangue são os glóbulos vermelhos, os glóbulos
brancos e as plaquetas.

Hemácias - Também chamadas de eritrócitos ou glóbulos vermelhos, elas são


células compostas por moléculas de hemoglobina, proteína responsável pela cor
vermelha do sangue. Sua função é transportar o oxigênio para o corpo. As hemácias
correspondem a cerca de 42 a 47% do volume do sangue.

Homens adultos saudáveis possuem entre 4,1 e 6 milhões de hemácias por


milímetros cúbicos de sangue. Já mulheres adultas saudáveis, entre 3,9 e 5,5 milhões
por milímetros cúbicos de sangue.

Leucócitos - Conhecido como glóbulos brancos, os leucócitos são células


responsáveis por defender o organismo contra microrganismos invasores e
correspondem a 1% do volume do sangue no corpo. Em condições normais há entre
quatro e 12 mil leucócitos em cada milímetro cúbico de sangue humano.

Plaquetas (trombócitos) - são agentes importantes na coagulação do sangue e


correspondem a menos de 1% do volume do sangue. O organismo humano possui cerca
de 300 mil por milímetro cúbico. No caso de um ferimento as plaquetas são ativadas e
aderem ao local da lesão liberando a enzima tromboplastina, que resulta no coagulo do
sangue.

Composição do plasma

Água
Íons
Sódio Magnésio
Potássio Cloro
Cálcio Bicabornato
Proteínas
Albumina
Imunoglobulinas
Fibrinogênio
Substâncias transportadas
Glicose Amônia
7
Aminoácidos Ureia
Lipídios Gás oxigênio
Vitaminas Gás carbônico
Hormônios etc

Conclusão
Conclui-se que O sangue é composto por diversos tipos de células, que
constituem a parte "sólida" do sangue, cada tipo com anatomia e funções próprias; essas
imersas em uma parte líquida chamada plasma.

Os seus principais componentes são: plasma, hemácias, leucócitos e plaquetas.

As células sanguíneas são classificadas em três grupos básicos: os leucócitos ou


glóbulos brancos, que são células de defesa integrantes do sistema imunitário;
as hemácias , glóbulos vermelhos ou eritrócitos, responsáveis pelo transporte de
oxigénio; e plaquetas, responsáveis pela coagulação sanguínea.

Podemos encontrar os mesmos componentes básicos do sangue nos anfíbios, nos


répteis, nas aves e nos mamíferos (incluindo o ser humano).

8
Bibliografia
"Biologia das células", de José Mariano Amabis e Gilberto Rodrigues Martho,
editora Scipione

"BIO: volume 2", de Sônia Lopes e Sergio Rosso, editora Saraiva

Sasson, Sezar; Silva Junior, Cesar da - Biologia 1 Citologia Histologia - 5ª


Edição - Atual Editora, 1989. ISBN 85-7056-045-1

VERRASTRO, Therezinha. Hematologia e hemoterapia. São Paulo: Editora


Atheneu, 2005.