Você está na página 1de 16

     

Os Processos Emotivos:
AS EMOÇÕES
PARTE I

     PSICOLOGIA  |  Os  Processos  Emo2vos  |  Joana  Inês  Pontes  
     

1. O que são as emoções?

“A emoção é algo com que se fica”

É uma reacção complexa a estímulos externos
(mais frequentemente) e também a estímulos
internos, que se traduz em reacções
fisiológicas, comportamentais, cognitivas,
afectivas, sentimentais e em expressões
faciais.

     PSICOLOGIA  |  Os  Processos  Emo2vos  |  Joana  Inês  Pontes  
     

2. COMPONENTES DAS EMOÇÕES

     PSICOLOGIA  |  Os  Processos  Emo2vos  |  Joana  Inês  Pontes  
     

Componente fisiológica

Toda a emoção faz-se acompanhar e uma série de
reacções corporais ou fisológicas – alterações
orgânicas.

     PSICOLOGIA  |  Os  Processos  Emo2vos  |  Joana  Inês  Pontes  
     

Componente fisiológica

1.  Respiração ofegante (ritmo respiratório intesificado).
2.  Tremuras musculares.
3.  Modificação da cor do rosto (rubor; palidez).
4.  Acelaração do ritmo cardíaco.
5.  Aumento da pressão arterial.
6.  Decréscimo da secreção salivar, provocando secura
na boca e garganta.
7.  Alterações ou mesmo paragem da digestão.
8.  Reações pilomotoras (“pele de galinha”).
9.  E s t i m u l a ç ã o d a s g l a n d u l a s e n d ó c r i n a s ,
designadamente das supra-renais, que segregam
adrenalina (hormonas excitantes).

     PSICOLOGIA  |  Os  Processos  Emo2vos  |  Joana  Inês  Pontes  
     

Componente fisiológica

Algumas reacções são óbvias e facilmente
observáveis; outras são mais subtis e dificeis e só
mediante um polígrafo conseguem ser detectadas.

O polígrafo é usado
para avaliar a
excitação nervosa
mediante alterações
respiratórias e
pressão arterial.

     PSICOLOGIA  |  Os  Processos  Emo2vos  |  Joana  Inês  Pontes  
     

Componente comportamental

O estado emocional pode desencadear um
conjunto de comportamentos como, por exemplo,
a agressão, a crítica verbal, a elevada gesticulação,
os saltos de alegria, os gritos.

     PSICOLOGIA  |  Os  Processos  Emo2vos  |  Joana  Inês  Pontes  
     

Componente expressiva (facial)

Sendo a mais comunicativa das componentes,
refere-se às alterações físicas que se verificam no
indivíduo e que são visíveis aos outros: aumento do
tom de voz, expressão facial mais aberta ou fechada,
sorriso, choro, etc. É a mais importante a nível social
pois demonstra claramente o estado de espírito.

     PSICOLOGIA  |  Os  Processos  Emo2vos  |  Joana  Inês  Pontes  
     

Componente cognitiva

Refere-se ao conhecimento do facto que
desencadeia a emoção: se não houver
conhecimento o facto, não se experimenta
qualquer emoção.

     PSICOLOGIA  |  Os  Processos  Emo2vos  |  Joana  Inês  Pontes  
     

Componente avaliativa

Refere-se à influência que os nossos interesses,
valores, objectivos e necessidades têm na
formação da emoção. Quanto mais importante for
para nós o acontecimento, maior e mais ampla vai
ser a emoção desencadeada.

     PSICOLOGIA  |  Os  Processos  Emo2vos  |  Joana  Inês  Pontes  
     

Componente subjectiva (afectiva)

Relaciona-se com o que o indivíduo sente a nível
emocional e interior a que só ele tem acesso, ou
seja, é o estado afectivo associado à emoção -
refere-se ao estado afectivo associado à
emoção.

     PSICOLOGIA  |  Os  Processos  Emo2vos  |  Joana  Inês  Pontes  
     

3. AS FUNÇÕES DAS EMOÇÕES

     PSICOLOGIA  |  Os  Processos  Emo2vos  |  Joana  Inês  Pontes  
     

3. AS FUNÇÕES DAS EMOÇÕES

1.  Salvaguardar o património genético da
espécie (valor adaptativo): garantem a
sobrevivência da espécie humana, permitindo
comunicar estados necessários ao equilíbrio e
bem-estar individual e social (Darwin)
2.  Contribuir para a aprendizagem: é mediante a
expressão das emoções que ensinamos as
crianças a interiorizar valores e regras sociais,
ajudando-as no processamento de
informações e de relações.

     PSICOLOGIA  |  Os  Processos  Emo2vos  |  Joana  Inês  Pontes  
     

3. AS FUNÇÕES DAS EMOÇÕES

3.  Preparar para a acção: permite relacionar os
estímulos do meio externo com as respostas
comportamentais (quando vemos um cão
prestes a atacar a resposta emocional activa o
sistema nervoso de emergência e fugimos).
4.  Moldar o comportamento futuro: aprendemos
informação que orienta a produção de respostas
apropriadas futuras. (ex. a reacção emocional
quando experimentamos algo ensina-nos a
evitar situações semelhantes no futuro).

     PSICOLOGIA  |  Os  Processos  Emo2vos  |  Joana  Inês  Pontes  
     

3. AS FUNÇÕES DAS EMOÇÕES
5.  Ajudar a regular a interacção social: as
emoções são uma forma de comunicação
intensa que permitem uma compreensão
clarificada do nosso comportamento e dos
outros, promovendo uma interacção social
mais eficaz e apropriada.
6.  Ajudar a tomar decisões: as emoções são
determinantes nas tomadas de decisão; a
análise puramente racional só permite analisar
alternativas (prós/contras/fins); as emoções é
que definem e seleccionam as escolhas.
     PSICOLOGIA  |  Os  Processos  Emo2vos  |  Joana  Inês  Pontes  
     

Realizado por:
Joana Inês Pontes

Realizado com base nas seguintes consultas:
Pires, Catarina; Brandão, Sara, Psicologia B – Parte I “Entrada na
Vida”, Lisboa: Arial Editores, 122-132p.
Rodrigues, Luís, Psicologia B (Unidade 1)Lisboa: Plátano Editora,
182-189p.
Damásio, António, (2003) O Sentimento de Si”. Lisboa: Europa-
América.

     PSICOLOGIA  |  Os  Processos  Emo2vos  |  Joana  Inês  Pontes