Você está na página 1de 1

qualquer adição de soluto vai ser precipitada,

Química não-dissolvida.
Porém, em alguns casos especiais, é possível
manter uma solução com quantidade de soluto
Professor Pedro CAMPELO acima daquela que pode ser dissolvida em con-
dições normais. Nesse caso, fala-se em solução
Aula 92 supersaturada, que é instável: com alterações
físicas mínimas, a quantidade extra de soluto po-
Soluções de ser precipitada.
MISTURA Representação do coeficiente de solubilidade
Uma mistura é constituída por duas ou mais C.S.X = massa maior do soluto/ massa do 01. (Fuvest 2001) Entre as figuras a seguir, a
substâncias puras, sejam elas simples, sejam solvente/ temperatura que melhor representa a distribuição das
compostas. As proporções entre os constituintes
Exemplo de coeficiente de solubilidade partículas de soluto e de solvente, numa so-
de uma mistura podem ser alterados por
lução aquosa diluída de cloreto de sódio, é:
processos químicos, como a destilação. Todas as Solubilidade do cloreto de potássio em água:
substâncias que compartilham de um mesmo C.S.KCl = 34g/ 100g de H2O a 20°C
espaço, portanto, constituem uma mistura. Não
se pode, entretanto, confundir misturar com
dissolver. Água e óleo, por exemplo, misturam-
se, mas não se dissolvem. Isso torna o sistema
água + óleo uma mistura, não uma solução.
Existem dois tipos fundamentais de misturas: as Solução insaturada: massa do soluto menor que
homogêneas (homo: igual) e as heterogêneas o coeficiente de solubilidade.
(hetero: diferente). Solução saturada: massa do soluto igual ao coe-
ficiente de solubilidade.
DEFINIÇÃO DE SOLUÇÃO
Solução saturada com corpo de fundo: massa do 02. (Fuvest 2002) Quando o composto LiOH é
Em Química, solução é o nome dado a disper- maior que o coeficiente de solubilidade. dissolvido em água, forma-se uma solução
sões cujo tamanho das moléculas dispersas é Solução Insaturada (ou não saturada) – É
menor que 1 nanômetro (10 Angstrons). A solu-
aquosa que contém os íons Li+(aq) e
quando a quantidade de soluto usado se dissol- OH–(aq). Em um experimento, certo volume
ção ainda pode ser caracterizada por formar um ve totalmente, ou seja, a quantidade adicionada é
sistema homogêneo (a olho nu e ao microscó- de solução aquosa de LiOH, à temperatura
inferior ao coeficiente de solubilidade.
pio), por ser impossível separar o disperso do ambiente, foi adicionado a um béquer de
Solução Saturada – É quando o solvente (ou dis-
dispersante por processos físicos. massa 30,0g, resultando na massa total de
persante) já dissolveu toda a quantidade possível
As soluções compostas por moléculas ou por 50,0g. Evaporando a solução ATÉ A SECU-
de soluto (ou disperso), e toda a quantidade ago-
íons comuns podem envolver sólidos, líquidos ou RA, a massa final (béquer+resíduo)
ra adicionada não será dissolvida e ficará no fun-
gases como dispersantes (chamados de solven- resultou igual a 31,0g. Nessa temperatura, a
do do recipiente.
tes – existentes em maior quantidade na solução) solubilidade do LiOH em água é cerca de
Solução Sobressaturada (ou supersaturada) –
e como dispersos (solutos). A solução também Isso só acontece quando o solvente e soluto es-
11g por 100g de solução. Assim sendo,
pode apresentar-se nesses três estados da tão em uma temperatura em que seu coeficiente pode-se afirmar que, na solução da
matéria. de solubilidade (solvente) é maior, e, depois, a experiência descrita, a porcentagem, em
É importante destacar que soluções gasosas são solução é resfriada ou aquecida, de modo a redu- massa, de LiOH era de
formadas apenas por solvente e soluto, ambos zir o coeficiente de solubilidade. Quando isso é a) 5,0%, sendo a solução insaturada.
gasosos. feito de modo cuidadoso, o soluto permanece b) 5,0%, sendo a solução saturada.
Em farmácia, uma solução é uma forma farma- dissolvido, mas a solução se torna extremamente c) 11%, sendo a solução insaturada.
cêutica líquida, caracterizada pela formação de instável. Qualquer vibração faz precipitar a quan- d) 11%, sendo a solução saturada.
um sistema onde todas as substâncias sólidas tidade de soluto em excesso dissolvida. e) 20%, sendo a solução supersaturada.
presentes na formulação devem estar totalmente Observação: Denomina-se dissolução endotérmi-
dissolvidas em um veículo adequado. Portanto a ca aquela em que, quanto maior a temperatura, 03. (PUC-Rio 99) A tabela a seguir mostra a so-
solução deve ser líquida e transparente. maior o coeficiente de solubilidade do solvente lubilidade de vários sais, à temperatura am-
CLASSIFICAÇÃO (temperatura e solubilidade são diretamente pro- biente, em g/100ml:
porcionais). Também há a dissolução exotérmi- AgNO3 (nitrato de prata): 260
As soluções podem ser classificadas de diversas
ca, que é o inverso da endotérmica, na qual, Al2(SO4)3 (sulfato de alumínio): 160
maneiras:
NaCl (cloreto de sódio): 36
• de acordo com o estado da matéria, conforme quanto menor a temperatura, maior o coeficiente
de solubilidade do solvente (temperatura e KNO3 (nitrato de potássio): 52
visto anteriormente;
KBr (brometo de potássio): 64
• de acordo com a condução de corrente elétri- solubilidade são inversamente proporcionais).
ca: soluções eletrolíticas (compostas por íons) SOLUTO, SOLVENTE E SOLUÇÃO Se 25ml de uma solução saturada de um
e soluções não-eletrolíticas (compostas Representação desses sais foram completamente evapora-
apenas por moléculas); Soluto: usaremos o número 1 dos e o resíduo sólido pesou 13g, o sal é:
• de acordo com as quantidades proporcionais Solvente: usaremos o número 2 a) AgNO3 b) Al2(SO4)3 c) NaCl
de soluto e solvente: solução concentrada e Solução: não usaremos número d) KNO3 e) KBr
solução diluída; Massa
04. (UECE 97) A porcentagem molar do etanol
SOLUÇÃO INSATURADA, SATURADA E SU- Massa do soluto: m1
numa solução que contém 230g de etanol e
PERSATURADA Massa do solvente: m2
90g de água é:
Para entendermos esses conceitos, primeiramen- Massa da solução: m
Dados: C=12; H=1; O=16
te precisamos saber o que é Coeficiente Solubili- M = m 1 + m2
a) 50% b) 10% c) 5%
dade. Ele é definido como a máxima quantidade CONCENTRAÇÃO DAS SOLUÇÕES
d) 0,5%
de soluto que é possível dissolver de uma quan- O estudo das concentrações das soluções talvez
tidade fixa de solvente, a uma determinada tem- seja a parte mais importante do capítulo das so- 05. (Uel 94) A 10°C, a solubilidade do nitrato de
peratura. luções, quer do ponto de vista prático, quer do potássio é de 20,0g/100g H2O. Uma
A saturação é uma propriedade das soluções ponto de vista do vestibular. solução contendo 18,0g de nitrato de
que indica a capacidade delas em suportar Podemos compreender bem o porquê da impor- potássio em 50,0g de água a 25°C é
quantidades crescentes de solutos, mantendo-se tância, se tivermos em mente que, na prática, resfriada a 10°C.
homogêneas. Uma solução é dita insaturada se muitas das substâncias são usadas em solução Quantos gramas do sal permanecem dis-
ainda tem capacidade de diluir soluto, sem e, para o químico, é fundamental o conhecimen- solvidos na água?
precipitar excessos. A solução saturada é aquela to exato da solução com a qual está trabalhando; a) 1,00 b) 5,00 c) 9,00
em que o soluto chegou à quantidade máxima: em outras palavras, é preciso conhecer qual é a d) 10,0 e) 18,0