Você está na página 1de 4

citocina células produtoras principais funções biológicas

macrófagos
G-CSF células endoteliais aumento da produção de granulócitos pela medula óssea
fibroblastos
células T
macrófagos aumento da produção de granulócitos e monócitos pela medula óssea
GM-CSF
células endoteliais aumento da actividade de macrófagos
fibroblastos
macrófagos aumento da expressão de MHC classe I por células infectadas
IFN-α e β
células infectadas por vírus inibição da replicação viral (enzimas bloqueadoras)

activação de macrófagos e aumento da sua função microbicida


aumento na proliferação de TH1
aumento da actividade citotóxica de NK
aumento da produção de Igs
TCD8+
aumento de processamento e apresentação de antigénios a células T
IFN-γ TH1
aumento da expressão de MHC classes I e II
NK
inibição da diferenciação em TH2
diferenciação de TH1
diferenciação de células B
switch para Igs opsonizantes e fixadoras de complemento

em grandes quantidades:
o febre
IL-1α e 1β macrófagos activados o produção de proteínas de fase aguda pelo fígado
sinergia com TNF
mediador de resposta imunitária a infecções e outros estímulos
proliferação de células T
TH1 proliferação, activação e aumento da toxicidade de NK
IL-2
células T diferenciação de células T em efectoras ou de memória
regulação do desenvolvimento e da sobrevivência de células T

IL-3 células T estimulação da hematopoiese


proliferação de TH2
TH2 inibição da diferenciação de TH1
IL-4
mastócitos diferenciação de TH2
switch para IgE, IgG1 (ratinho) e IgG4 (humano)
aumento na produção e activação de eosinófilos
IL-5 TH2 proliferação de células B
switch para IgA (in vitro)
TH2
aumento na produção de neutrófilos
macrófagos
IL-6 proliferação de células B
células endoteliais
síntese de proteínas de fase aguda pelo fígado
fibroblastos
fibroblastos
IL-7 aumento da produção de células T e B pela medula óssea
células estromais da m.o.
aumenta a produção de IL-IRa e sTNFR (receptores solúveis de TNF)
macrófagos
aumenta a viabilidade de células B promovendo a sua diferenciação
monócitos
inibe a produção de citocinas pró-inflamatórias
TH1
IL-10 inibe a produção de O2- e NO pelos macrófagos
TH2
inibe a expressão de MHC classe II
TREG
inibe a expressão de molécula B7 pelos macrófagos
células B
inibe a produção de IL-12 por células T
aumento da actividade citotóxica
macrófagos
IL-12 síntese de IFN-γ
células dendríticas
diferenciação de TH1

sinergia com IL-4


aumento da síntese de quimiocinas
aumento da expressão de moléculas de adesão no endotélio
IL-13 TH2
produção de muco pelo epitélio pulmonar
fibrose
switch para IgE

IL-15 macrófagos proliferação de NK e TCD8+ de memória

TH17 estimulação de macrófagos, fibroblastos, células endoteliais e células


TCD8+ epiteliais a produzir citocinas mediadoras de inflamação (IL-1, TNF-α, ..)
IL-17
Tγδ estimulação de vários tipos de células a produzir citocinas
neutrófilos hematopoiéticas aumetando a produção de neutrófilos
macrófagos aumento da produção de INF-γ pelas células T
IL-18
células dendríticas diferenciação de TH1
macrófagos
L-23 manutenção de células T produtoras de IL-17
células dendríticas
aumento da actividade citotóxica
macrófagos
IL-27 síntese de IFN-γ por células T
células dendríticas
diferenciação em TH1
células T
NK
IL-32 síntese de IFN- γ e IL-1 por macrófagos
monócitos
células epiteliais
macrófagos
células endoteliais
M-CSF aumento da produção de monócitos pela medula óssea
fibroblastos
células da m.o.
células T
macrófagos
activação e recrutamento de leucócitos
quimiocinas plaquetas
quimiotaxia
células endoteliais
fibroblastos

SCF células estromais da m.o. estimulação da hemotopoiese


células T produção de IgA
TGF-β TREG inibição da proliferação e activação de linfócitos e outros leucócitos
macrófagos promove tolerância oral

activação e recrutamento de neutrófilos e monócitos


activação de células epiteliais
aumento na expressão de MHC classe I
produção de proteínas de fase aguda pelo fígado
catabolismo de tecido muscular e adiposo
TH1 estimulação do hipotálamo a secretar prostaglandinas (febre)
TNF
macrófagos activados na inflamação crónica:
o trombose vascular
o distúrbios metabólicos (hipoglicemia)
o caquexia
o choque séptico
mediador da resposta inflamatória contra bactérias gram-negativas