Você está na página 1de 17

Ulb

ra-
He
pa
tolo
gia
Clí
INSUFICIÊNCIA HEPÁTICA nica
AGUDA

Síndrome clínica grave,traduzida por


encefalopatia, coagulopatias e outras
alterações metabólicas com evolução
freqüentemente fatal.

RM
Ulb
ra-
He
pa
tolo
CLASSIFICAÇÃO gia
Clí
nica

Hiper-Aguda 0 a 7 dias

Aguda 8 a 28 dias

Subaguda 4 a 12 semanas

RM
Ulb
ra-
He
pa
tolo
LESÕES HEPÁTICAS gia
Clí
nica

Focal
Necrose Celular Interlobular
Multilobular
Panlobular

Microesteatose

RM
Ulb
ra-
He
NECROSE pa
tolo
gia
Clí
ca ni
FOCAL - MAIS CENTRO LOBULAR- ALGUMAS DROGAS
SUBST. TOXICAS- DIST. CIRCULATÓRIOS.

INTERLOBULAR- UNIÃO DE ESPAÇOS PORTA ENTRE SI


OU A VEIAS CENTROLOBULARES-NECROSE EM PONTE.
HVA OU POR DROGAS.

RM
Ulb
ra-
He
NECROSE pa
tolo
gia
Clí
nica

MULTILOBULAR - Necrose submaciça, mais frequente


em Hepatites Virais Agudas,

PANLOBULAR - lesões inflamatórias colestase, lesões


vasculares e hemorrágicas. necrose maciça

RM
Ulb
ra-
He
pa
tolo
gia
Clí
MICROESTEATOSE nica

VACÚOLOS LIPÍDICOS / INVASÃO DO CITOPLASMA

Esteatose Aguda Obstétrica

Síndrome de Reye

RM
Ulb
ra-
ETIOLOGIA He
pa
tolo
gia
Clí
nica
Hepatites Virais

Drogas - Halotano,
Tubercolostáticos
Acetaminofen

RM
Ulb
ra-
I C A He
pa
LÍ N Icterícia tolo
C gia
Clí
Encefalopatia nica
Edema Cerebral
Coagulopatias
Sepse
Hipoglicemia
Distúrbios Hidroeletrolíticos
Distúrbio Ácido - Básico
Insuficiência Renal/SHR-NTA
Manifestações Respiratórias
Manifestações Circulatórias
RM
Ulb
ra-
He
pa
tolo
CLÍNICA gia
Clí
nica

PROGRESSÃO DA ICTERÍCIA
REDUÇÃO TAMANHO HEPÁTICO
VÔMITOS INCOERCÍVEIS
ASTENIA PROGRESSIVA
SINAL DA CRUZ
PROTROMBINA 50% ABAIXO DO NORMAL

RM
EDEMA CEREBRAL
80%
Mecanismos vasogênicos - Ruptura da barreira
hemoliquórica- Plasma Líquido espinal

Toxinas - Água - Edema - Pressão Intracraniana

Graus 3 e 4 - Perda da auto-regulação do fluxo


sanguineo, resultando em hipóxia -

RM
Ulb
ra-
He
pa
tolo
ENCEFALOPATIA
1+1= 3
gia
Clí
ni
HEPÁTICA ca

FASES CLÍNICAS / GRAUS DE 1 A 4

AMÔNIA
PATOGENIA GABA
FALSOS NEUROTRANS.
DESEQUIL. AMINO-ÁCIDOS

RM
ENCEFALOPATIA HEPÁTICA
ASTERIXIS EEG
1- PRÓDROMOS LIGEIRO GERALMENTE
NORMAL

2-COMA IMINENTE PRESENTE ANORMAL


PROVOCADO GENERALIZADO

3- ESTUPOR GERALMENTE ANORMAL


PRESENTE

4- COMA PROFUNDO GERALMENTE ANORMAL


AUSENTE

RM
COAGULOPATIAS
Fatores hepáticos (VIII)
Tempo de Protrombina
Tempo de Tromboplastina Parcial(TTP)
Fibrinogênio (vm88hs)Hipo na CIVD
Plaquetopenia

HEMORRAGIAS

RM
Ulb
ra-
I C A He
pa
LÍ N Icterícia tolo
C gia
Clí
Encefalopatia nica
Edema Cerebral
Coagulopatias
Sepse
Hipoglicemia
Distúrbios Hidroeletrolíticos
Distúrbio Ácido - Básico
Insuficiência Renal/SHR-NTA
Manifestações Respiratórias
Manifestações Circulatórias
RM
Ulb
ra-
He
ME S pa
tolo
EXA gia
Clí
Tempo de Protombina nica
Albuminemia
Bilirrubinas
TGO / TGP
Gama GT
Leucograma
Uréia
Creatinina
Marcadores Virais
Glicose
RM
Ulb
ra-
I CO He
pa
S T tolo
gia
NÓ Clí
O G nica
PR
Reservado
Etiologia
Idade
Tempo de Protrombina
Bilirrubina

RM
Ulb
TO ra-
He
E N pa
tolo
AM gia
AT Clí
ni
TR Hospitalização
ca

Cuidados Gerais
Medidas para E.P.S.
Reposição Hidroletrolítica
Edema Cerebral
Oxigenação
Hemorragia Digestiva
Insuficiência Renal
Transplante Hepático
RM