Você está na página 1de 100

INTRODUÇÃO À

FILOSOFIA
2009.1

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 1


• A CULTURA E A
NATUREZA HUMANA
• O FAZER HUMANO
• OS MEIOS DE
COMUNICAÇÃO DE
MASSA
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 2
NATUREZA E CULTURA
• Natureza  tudo
que existe no
universo sem
sofrer
intervenção
humana.
• . ultura 
universo
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 3
NATUREZA E CULTURA
• Natureza  Regidas
por leis
necessárias de
causa e efeito.

• . e r h um a no 
L ibe r dade e
r a . ão . . s c ol ha s
voluntár ia s .
be m x m a l . . usto
e i n . usto .
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 4
v e r dadei ros x
NATUREZA E CULTURA

• Tu d o qu e o s e r
h um a no fa. é
c ultur a 
de p e n de n d o d o
c on cei to de
c ultur a.
• . ntropoló gic o ou
r e str i to a ár ea
da s a rt e s .
• Qu ad ro de
He r c ul e s
F lor e n ce .. n ge n
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 5

h o de mo age m de
: www.novomilenio.inf.br/santos/calixt32.htm
http://www.unicamp.br/unicamp/unicamp_

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 6


CULTURA
• Conceito antropológico:
• Homem não biologicamente
determinado
• Abelhinha pentagonal:

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 7


CULTURA
• Homem pensa sobre a realidade
constrói
significados fa.
cultura
• .onstrução simbólica
que guia toda a
ação humana.
• .odo como os
indivíduos e
comunidades
respondem aos seus
dese. os simbólicos.
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 8
CULTURA
• Engloba:
• Lín g u a . id é ia s de
um g rupo .
• . ostum e s . c ó dig os .
i nst i tu i çõ e s . a rt
e.
• Fe rr a m e nt a.
r e l igi ão .
ci ên cia.
• . o d os deFISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 9
r e pro d ução .
www.bosch.com.br ://ourivesaria.no.sapo

http://www.ucg.br/Institutos
/igpa/jesco/arq1.jpg ferramentas

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 10


CULTURA/ RAVE
• (Delírio . Êxtase) Festas de longa
duração.
• Cultura Rave: características próprias
que respondem as necessidades
sociais de jovens dos grandes
centros urbanos.
http://www.mdma.net/ecstasy
• australian-rave.jpg

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 11


CULTURA/ MARACATU

http://upload.wikimedia.org/wikipedia www.bn.br/fbn/musica/waldemar
/pt/8/83/Maracatu.jpg /obra.htm

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 12


CULTURA/ ESQUIMÓS

http://br.geocities.com/saladefisica8 http://enciclopedia.tiosam.com
/termologia/conducao40.jpg enciclopedia

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 13


CULTURA/ FREVO

www.pousadapeter.com.br/passistas. http://www.fundaj.gov.br/docs
jpg /text/car16.jpg

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 14


CULTURA/ BUDISMO

http://www.scielo.br/img/revistas
http://alandroal.weblog.com.pt /
/arquivo/bd.bmp ea/v18n52/a19img01.gif

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 15


CULTURA/ JUDAICA

http://www.wizosp.org.br/ http://www.hebraica.org.br/
images/ft_expo01.gif cabecalho/figs/Maternal_Artes.jpg

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 16


CULTURA
• Tudo que faz parte do homem é
cultura.
• Todos os homens são cultos.
• Separação natureza e cultura
l ei h um a n a e m
su b st i tu i ção a l ei
n a tur a l
• . l ei h um a n a
or ga n i . a a v ida e m
so ciedade.
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 17
fa míl ia.
CULTURA
• Homem cria uma ordem de existência
que não é simplesmente natural 
or de m s i m b ól ica.
• Símbolo  o c up a lu ga r
de um a c o i s a.

//wap.poderwap.net/telemoveis/fundo
http://www.facasper.com.br
s
/rp/arquivos/simbolos-
religiosos- FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 18
Site-in.jpg
CULTURA
• Conceito restrito:
• Ligado às práticas artísticas
• Pintura, dança, cinema, literatura e
música :

/www.doclisboa.org/images nuvemsobreoatlantico.blogspot
/filmes/SessoesEspeciais/Brava_Danca.
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 19
CULTURA
• Conceito restrito:
• Cultura erudita: pessoa culta é a que
domina os vários códigos das
manifestações artísticas e sabe
atribuir valores e significados às
obras de arte.
• Saber interpretar a para para a
construção do mundo humano
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 20
CULTURA
• Homem cria uma ordem de existência
que não é simplesmente natural 
or de m s i m b ól ica.
• Símbolo  o c up a lu ga r
de um a c o i s a.
• Separação natureza e cultura
l ei h um a n a e m
su b st i tu i ção a l ei
n a tur a l
• . l ei h um a n a
or ga n iFISOLOFIA
. a - FACULDADE
a v ida ASCES - RENATOe m21
PLURALIDADE CULTURAL

• Muitas culturas  v a r ia m
de g rupo p a r a
g rupo .
• Religião  de s e . o e
n ece ss idade de
r e l iga ção d o
h um a no c om o
di v i no .
• Religião: politeístas e monoteístas:
islamismo, judaísmo,budismo e
cristianismo FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 22
CULTURA BRASILEIRA

• Muitas culturas.
• Cidade  mu i t a s
c ultur a s
c onv i v e n d o
s i mult a n ea m e nt e .
• Profissionais: cultura odontológica,
médica, dos psicólogos , dos
educadores.
• Cultura profissional: vocabulário
próprio, interesses próprios,
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 23
/
jpn.icicom.up.pt/imagens/ciencia

://www.pcarp.usp.br/acs
i/

graosgrio.hpg.ig.com.br/image
s

FISOLOFIA
CULTURA É O CIMENTO QUE- FACULDADE
UNE AS ASCES - RENATO
PESSOAS 24
PERTENCIMENTO
• Reconhecimento dos traços comuns
que une o grupo e os distingue
dos demais.
• Pertencimento a muitos grupos:
sexual, etário, social,
profissional, familiar, lazer,
esportivo , religioso. etc.
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 25
/www.fpf-pe.com.br
/
www.mondounito.
net/

/www.caleuche.com/Chile

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 26


IDENTIDADE
• Forjada dentro das diversas
culturas que participamos:
família e as culturas que
escolhemos ou são escolhidas

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 27


CULTURA
SENTIDO ANTROPOLÓGICO
• Consolida a tradição  usos e
costumes  que se
cristali.am na
instituições.
• .scravidão. .ec. XV... e
X.X
• .nfanticídio .
.sparta
• .onstrução dos grupos
humanos FISOLOFIA
. pr ecisamos
- FACULDADE ASCES - RENATO 28
aprender os modos de
CULTURA

• Aprendizado com a mãe, com a família,


com os amigos, com a sociedade:
cultura informal.
• Disciplina. .ogos do
recreio. contato
com colegas.
professores e
funcionários 
cultura formal.
• FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 29
MUDANÇA CULTURAL

• Se modifica quando parte desse


grupo percebe que suas
necessidades e seus anseios não
estão sendo atendidos: voto
feminino, voto secreto, abolição da
escravatura etc.

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 30


ACULTURAÇÃO
• Especificidade de um grupo pode
desaparecer:
• Índios Brasileiros
• Quilombolas
/boletim.i.uol.com.br

/www.rel-uita.org/internacional
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 31
NATUREZA HUMANA
• Animais  vivem em
ha rmon ia c om a
n a tur e . a  r egid os
por l ei s bi oló gica s .
• . n i m ai s sup e r i or e s
fa . e m uso da
i nt e l ig ên cia.
• . nt e l ig ên cia em
s e nt id o e str i to .
ca p acidade h um a n a
de e nt e n de r . p e ns a r
e i nt e rpr e t a r .
• Em sentido psicológico: capacidade de
resolver problemas diante de situações
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 32
INTELIGÊNCIA
• Animal  c on c r e t a.
• H um a n a  ab str a t a 
r ef l e x i v a.
• . l g uns m acac os
c ons eg u e m fa . e r
f orm a s m ai s
e l ab or ada s de
c omun ica ção .
• . h om e m é um ser
hi stór ic o .
• . h om e m e x i st e no
t e mpo e se s abe no
t e mpo .
• . h om e m FISOLOFIA
é um s e r qu e 33
- FACULDADE ASCES - RENATO
TORNAR-SE HUMANO
• A sociedade, o grupo personaliza o
indivíduo .
• . h om e m po de torn a r . s e
so cia l .
• . ada c r ia nç a r ecebe
he r a nç a c ultur a l
qu e m ediada p e los
outros a pr e n de
sím b olos e po de agi r
e c ompr ee n de r a
e xp e r i ên cia.
• . h om e m é um s e r qu e
pl a n e . a . qu e se
a nt eci p a. - FACULDADE ASCES - RENATO
FISOLOFIA 34
INTELIGÊNCIA
• Concreta se obtém aquilo que necessita
pra a sobrevivência – a serviço do
instinto.
• Abstrata: dos instrumentos simbólicos,
como a linguagem:
• . r ia m . s e nov a s
n ece ss idade s e
tr a ns f orm a . s e a
n a tur e . a .
• F . Z . ULTUR ..

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 35
LINGUAGEM SIMBÓLICA
• Signos: palavras, números, notas musicais
etc.
• Signos i nv e nçõ e s  l ida r
c om o ab str a t a m e nt e
c om o mun d o qu e nos
rodeia:
• . ig nos . acei tos p e lo
g rupo p e rm i t e o
di álo g o
• . ím b olo 
di st a n cia m e nto do
mun d o c on c r e to e a
e l ab or a ção de id é ia s
ab str a tFISOLOFIA
a s . - FACULDADE ASCES - RENATO 36
LINGUAGEM SIMBÓLICA

• Representa o mundo na sua temporalidade


 relembrar o
p a ss ad o a nt eci p a r o
f uturo seres
hi stór ic os .
t e mpor ai s .
• Desenvolvimento da técnica 
port a nto d o tr aba l h o
 f orm a r e nov ada de
i nt e rv e nção na
n a tur e . a
• .. . Í ... L ... . TR ... L H .. . R ....
. R . . . FISOLOFIA
. N. L . D . ASCES
- FACULDADE D .- RENATO
. . 37
. . . . . . D . D . D . JUL H . R
ATIVIDADE HUMANA
• Pensar e agir: inseparáveis
• Ação humana procede do pensamento e
este é construído a partir da ação.
• Ser humano: capaz de criar interdições
e transgressões Rejeitar fórmulas
antigas e ultrapassadas e instaurar
outras mais adequadas.

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 38


O QUE É O HOMEM?

• Animal político e falante ( Aristóteles) .


• Animal de duas patas, razoável, que ri,
pensa, julga, trabalha e cria. (Platão,
estóicos, Rabelais, Descartes,Kant,
Marx e Bergsom.
• Nenhuma delas, nem a soma ( André
Comte – Sponville)
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 39
O QUE É O SER HUMANO?

• Antropologia : Anthropos= homem;


Logos: teoria, ciência, estudo.
• A. Científica: estuda as diferentes
culturas: relações familiares,
estruturas de poder, costumes,
linguagem.
• A. Filosófica
questionamento. o
que é o ser humano?
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 40
CONCEPÇÕES DE SER HUMANO

• As práticas políticas, morais e sociais


refletem uma concepção de ser
humano.
• A prática pedagógica reflete o tipo de
ser humano que se quer educar

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 41


PRESSUPOSTOS
• Natureza humana imutável
• Não adianta tentar mudar o mundo:
desde que os seres humanos existem,
há pobre e ricos.
• O ser humano é por excelência racional.
• É preciso usar a cabeça e não se deixar
levar por paixões

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 42


PRESSUPOSTOS
• O prazer é fundamental na existência
humana.
• Do que adiantaria a vida se não houvesse
carnaval e futebol.
• Somos predestinados.Não adianta lutar
contra o destino... O que tem que ser
será
• A natureza humana é má. A ocasião faz
o ladrão.

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 43


PRESSUPOSTOS

• Recebemos sem crítica como herança


cultural ou porque a vida nos levou a
pensar assim.


• AFINAL , O QUE É O SER
HUMANO?
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 44
O QUE É O SER
HUMANO ?
• Preocupação dos filósofos desde
os mais remotos tempos.
• Essencialismo e concepção
crítica.
• Concepção metafísica x
concepção histórica.
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 45
O QUE É O SER
HUMANO ?
• Grécia Antiga:
• Platão e Aristóteles
 c on ce pção
e ss e n cia l i st a.
• Metafísica : estuda o ser enquanto
ser  i sto é
i n de p e n de nt e de
su a s de t e rm i n a çõ e s
p a rt icFISOLOFIA
ul a . - RENATO
r e sASCES
- FACULDADE 46
PLATÃO
• 427 – 347 a.C.:
• Mundo das idéias  on de
e stá a
r ea l idade
i mutáv e l de
to da s a s c o i s a s .
• A idéia de humanidade é uma,
imutável FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 47
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 48
ACADE
MIA

SOFISTAS
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 49
ARISTÓTELES

• 385 – 322 a.C.


• Ser  torn a r
a tu a l a f orm a
qu e t e m e m
potência.
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 50
PLATÃO E ARISTÓTELES

• Agostinho e Tomás de Aquino


• Filme : O nome da Rosa

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 51


IDADE MÉDIA
• Escolástica  ra. ão
submetida  fé.
• .quino ( .... – .....

.filosofiavirtual.pro.br/imagens/saotom6

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 52


TOMÁS DE AQUINO

• O bem objetivo único capaz


de proporcionar à natureza
humana a felicidade perfeita
é Deus.
•A razão secundada pela
revelação mostra o caminho
que se deve seguir para
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 53
TEORIAS PEDAGÓGICAS

• Aprendizagem 
de s e nvolv i m e nto
da s
pot e n cia l idade s
d o i n di ví d uo
• . ss e n cia l i st a 
ed u ca ção
de s e nvolv e o
vir. a. ser.
• Tr adi ção FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 54
fi losó fica
MARX
• Rejeita a concepção humana
universal.
• Somos seres práticos  nos
defi n i mos p e lo
tr aba l h o
c ol e t i vo .
• . r i t ica o ca rát e r
a . hi stór ic o
• R ec us a . s e a
defi n i r o s e r
h um a no “ em.si”
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 55
MARX
• Ser humano real  e x i st e
e m de t e rm i n ad o
c ont e xto
hi stór ic o .
so cia l .
• . on ce pçõ e s de .. R
H U .. N . v a r ia m n a s
di v e rs a s
so ciedade s 
e s c r a v id ão .
s e rv idFISOLOFIA
ão . - FACULDADE ASCES - RENATO 56
SEC. XIX

• Contra a concepção essencialista


tradicional 
Kier. egaard. Niet. s
che etc.
refletiram sobre a
concretude da vida
humana na
realidade
cotidiana.
• Fenomenolo gia 
Husserl. . cheler.
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 57
SARTRE
• Coisas e animais são “ em si”
• Homem/mulher  d ot ad o
de c ons ci ên cia
 s e r p a r a s i.
• . er h um a no 
ca p a . de
c onstru i r su a
própr ia
e x i stên cia.
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 58
SARTRE
• Essência da mesa.
• . ssên cia do
animal.
• Não e x i st e
n a tur e . a
h um a n a ig u a l .

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 59


CONTEMPORANEIDADE

• Compreender em cada
contexto histórico os
projetos possíveis de
humanização.

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 60


SLIDES EXTRAÍDOS E
COPIADOS DE :

ARANHA,M.L.A.; MARTINS, M.H.P.


Temas de filosofia . 3 ed. São
Paulo:Moderna, 2005

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 61


•O FAZER
HUMANO
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 62
O FAZER HUMANO
• Homo sapiens: homem que sabe

• Homo faber: homem que faz

• Dois aspectos da mesma
realidade.
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 63
DESCOBRIR, INVENTAR
CRIAR
• Inventar: Projeção de artefatos que
facilitam nossa vida, pela sua utilidade
prática e eficácia.
• Descoberta: alguma coisa que já existia .
• Criação: singularidade do ato, depende
estritamente do seu criador, resulta
um projeto único
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 64
TÉCNICA
• Gregos : técnica confundia-se com arte.
• Técnica: conjunto de procedimentos bem
definidos e transmissíveis, destinados
a produzir certos resultados.
• ´Utensílio, máquina e automação 
três etapas
fundamentais do
desenvolvimento da
técnica.
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 65
TRABALHO
• Na antiguidade somente a atividade
intelectual era valorizada.
• Ó ci o . o c up a r . s e da s
a rt e s . d o tr a to
so cia l . d o g ov e rno .
da s ci ên cia s e t c.
• N eg ó ci o ( n ega t i v a d o
ó ci o . a t i v idade p a r a
s a t i s fa . e r a
su b s i stên cia.
• R e n a s ci m e nto e . dade
mé dia  té c n ica
i nstrum e nto ade qu ad o
p a r a tr a ns f orm a r o s e r
h um a no . FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 66
TÉCNICA
• Pólvora  .hi n a  .urop a .
• Tr aba l h o 
tr i p a l i um 
i nstrum e nto de
tortura.
• . b ur g u e s ia
r ec on hece no
tr aba l h o a or ige m
de to d o o v a lor e
de to da a r i qu e . a .
• .a rx a l FISOLOFIA
ie n- FACULDADE
a ção ASCES - d o
RENATO 67
FÁBRICAS
• Classe proletária.
• Divisão do Trabalho
• Linha de montagem.
• Saber técnico substituído pela
execução do que fora concebido e
planejado por outro setor 
s abe r qu a l ificad o
de e n ge n hei ros .
ad m i n i str
FISOLOFIAad or
- FACULDADE e- sRENATO
ASCES . 68
PÓS-INDUSTRIAL
• Robôs.
• Ampliação dos serviços  s e tor
t e r ci ár i o .
• De s e nvolv i m e nto
v e rt igi noso da
i n f orm a ção .
• . l ie n a ção do
tr aba l h o .
• . pro d uto v a l e m ai s
qu e o op e rár i o
• . a p i t a lFISOLOFIA
i smo - FACULDADE ASCES - RENATO se
69
or ie nt a pela
PÓS-INDUSTRIAL
• Aumento do índice de desemprego.
• Trabalho autônomo sem vantagens
trabalhistas.
• Enfraquecimento dos sindicatos
• Tecnocracia 
c omp e t i t i v idade e
a e sp ecia l i . a ção .
• R a . ão i nstrum e nt a l x
r a . ão c omprom
FISOLOFIA e- t
- FACULDADE ASCES ida
RENATO 70

c om o mun d o da
PÓS-INDUSTRIAL
• SABEMOS O QUE
FAZER E COMO
FAZER MAS
PERDEMOS DE
VISTA O PARA QUE
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 71

OS MEIOS DE
COMUNICAÇÃO

DE

MASSA
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 72
http://www.arcabrasil.org.br

http://www.atainformatica.com.br

TELEVISÃO

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 73


TELEVISÃO
• INSTANTANEIDADE : leva os
espectadores a confundir realidade
com representação. A imagem é
fruto de uma escolha em termos de
enquadramento, edição.
Representação da realidade.
• Naturalismo : os programas tentam
imitar a realidade.
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 74
TELEVISÃO
• FRAGMENTAÇÃO: estruturado em
blocos separados por intervalos
comerciais ou não.
• RITMO ACELERADO : superficialidade,
conteúdo diluído, massificado. Fatos
apresentados sem nenhuma análise
que o explique.Conteúdo ideológico 
merchandising.
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 75
TELEVISÃO - GÊNEROS

• DIÁLOGO:
• Entrevistas
• Mesas redondas,
• Programas de auditório
• Realit. show

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 76


• Reality Show: espetáculo de televisão não ficcional
que pretende eliminar ou reduzir ao mínimo a
montagem ou os processos de televisão,
procurando mostrar uma visão imediatista da
realidade, ou uma “cópia” da vida real. Os reality
shows dão ao público a ilusão de uma presença
real na vida das figuras de televisão, permitindo
também aos mesmos participar num meio
outrora restrito aos jornalistas, aos atores ou
aos técnicos. Exp.: Big Brother.
http://opiniao.sapo.pt/sZ4/

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 77


TELEVISÃO - GÊNEROS
• NARRATIVAS SERIADAS:
• Teleológica : conflito básico que
estabelece o desequilíbrio que só será
alcançado no final : novelas.
• História completa: séries.
• Temática: aspecto preservado é o
tema ou o espírito geral da história:
A grande família, Comédia da vida
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 78
privada
http://www.estadao.com.br/banco/img/livre/ http://boletim.i.uol.com.br
/

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 79


TELEVISÃO - GÊNEROS
• Telejornal:
• Mediação simbólica entre os
acontecimentos diários e o público,
por meio de repórteres, testemunhas
etc.
• Polifônico : Narra a notícia sem emitir
comentários
• Opinativo: Um âncora onisciente e
onipresente faz o comentário
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 80
http://ibahia.globo.com/jornaldamanha

http://jornalnacional.globo.com/

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 81


TELEVISÃO - GÊNEROS

• TRANSMISSÕES AO VIVO:
• Espetáculos esportivos, culturais,
eventos políticos, festivos,
catástrofes etc..
• FORMAS MUSICAIS:
• concertos, shows, videoclipes (hoje não
é narrativo , nem linear) etc.
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 82
TELEVISÃO E PÚBLICO
• Público mais vasto, indiferenciado,
acessível a todas as classes sociais e
idades e a todos níveis culturais.
• A sua fragmentação nos ajudam a
naturalizá-la aceitando-a
passivamente, sem críticas.
• Celeuma sobre a censura, classificação
de programas
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 83
USOS ALTERNATIVOS
• Zapping  mudança
contínua de
canal.
• Vídeos gravação
de programas
• TV comunitária.
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 84
BEM E MAL
• A televisão em si não é boa nem má. A
utilização é que deve ser analisada.
• É concessão do Estado  só tem
canal de televisão que
interessa ao . stado.
• .mpreendimento
comercial privado.
visando lucro.
. ustentada pelos
anunciantes.
• Pequena parcela de programas nos fazem
pensar e nos oferecem informações
FISOLOFIA - FACULDADE que não85
ASCES - RENATO
CINEMA

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 86


http://users.cs.cf.ac.uk/

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 87


CINEMA
• Reproduz a imagem em movimento
• Arte temporal que cria a ilusão de reproduzir
a vida tal como ela é.
• Retrata pedaços da realidade.
• Esconde o grupo social que o produz.
• O movimento da câmera recorta o espaço de
acordo com a tomada.
• Montagem ou edição : seleciona as imagens
que melhor se adaptam a história.
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 88
CINEMA - GÊNERO

• DOCUMENTÁRIO : s e r
c rít ic o ou
t e n de n ci oso . retrata a
realidade sem inventar uma
história imaginária.
i nt e rpr e t a ção d o
mun d o c on cebid os
a p a rt i r d o ponto
de v i st a d o
di r e tor . pro
FISOLOFIA - FACULDADEd utor
ASCES - RENATO 89
CINEMA - GÊNERO

• FICÇÃO :
• . v e ntur a
• Românt ic os
• Fic ção cie ntí fica.
• Dramas.
• . omé dia s . t e rror .
hi stór ic os .
porno g rá fic os .
e rót ic os . mus icai s .

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 90


CINEMA - GÊNERO

• ANIMAÇÃO :
• De s e n h o a n i m ad o
• . n i m a ção de
b on ec os
• . n i m a ção de f otos
• Não fa . uso de
a tor e s . n e m de
ce nár i os n a tur ai s
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 91
CINEMA:
COMERCIAL E EXPERIMENTAL
• .... R ... L .
• . ultur a de m a ss a 
ol h o no m e r cad o
• D. . RT ..
• R ec r ia a l i n g u age m
ci n e m a to g rá fica
 a l i n g u age m
c onv e n ci on a l é
de s e nvolv ida p a r a
c r ia r a i mpr e ssão
qu e a r ea l idade é
tr a ns g r edida.
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 92
CINEMA:
EXPERIMENTAL
• De m ai s dif í ci l
c ompr ee nsão e nos
tr a . e m um a
c ompr ee nsão m ai s r ica
da r ea l idade.
fa . e n d o . nos qu e st i on a r
a r ea l idade. os
v a lor e s e o própr i o
ci n e m a.
• . i n e m a d o a utor .
norm a lm e nt e o b r a de
um a ún ica p e sso a
r e tr a t a o mo
FISOLOFIA d oASCES
- FACULDADE de o
- RENATO 93
SLIDES EXTRAÍDOS E
COPIADOS DE :

ARANHA,M.L.A.; MARTINS, M.H.P.


Temas de filosofia . 3 ed. São
Paulo:Moderna, 2005

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 94


QUESTÕES:
1. Por que o cinema e a televisão são
considerados meios de comunicação de
massa.
2. Cinema experimental,o que é e porque
dificilmente é uma cultura/comunicação
de massa.
3. Descreva o gênero cinematográfico
documentário.
4. Fale sobre o filme de ficção.
5. Descreva o cinema comercial
 FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 95
QUESTÕES:
6. Diferenças entre telejornal e
documentário.
7. Diferenças de impacto entre filmes no
cinema e na televisão.
10.Caracterize a linguagem da televisão.

11.
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 96
QUESTÕES
9. Descreva< exemplificando, o gênero
televisivo diálogo, as formas musicais e
o videoclipe.
10.Fale sobre as narrativas seriadas.
11.Descreva o telejornal.
12.Como você compreende as transmissões ao
vivo .
13.Uso alternativo da televisão.
14.Televisão: bem ou mal.
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 97
QUESTÕES
15.Explique como o homo faber e o homo sapiens
representam duas dimensões inseparáveis do
ser humano.
16.Por que o trabalho manual e, em decorrência a
técnica, era desvalorizadas na Antiguidade e
na Idade Média.
17.Descreva o papel da burguesia no
desenvolvimento da técnica.
18.Diferença entre trabalho e alienação e porque
os animais não trabalham .
19.O que é a tecnocracia e o seu papel na
atualidade.
20.Diferencie cultura e natureza e pluralidade
cultural.
FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 98
QUESTÕES
21.Compare como determinada espécie animal
( onça, macaco etc.) “ensina” sua prole e a
família humana.
22.Compare o fazer humano com o fazer animal
e os tipos de inteligência.
23.Conceitue humanidade e antropologia.
24.Descreva a sociedade pós-industrial.
25.Comente a frase: greve: recurso do
trabalhador ou desordem social.
26.Em que consiste a razão instrumental

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 99


SLIDES EXTRAÍDOS E
COPIADOS DE :

ARANHA,M.L.A.; MARTINS, M.H.P.


Temas de filosofia . 3 ed. São
Paulo:Moderna, 2005

FISOLOFIA - FACULDADE ASCES - RENATO 100