Você está na página 1de 2

Usando pictionary e flashcards como recurso no ensino da língua inglesa

por: Zailda Coirano

A) Introdução

Iniciei o uso dos flashcards na sala de aula como parte da metodologia para o ensino da língua inglesa há poucos
anos mas já percebi resultados positivos tanto no desenvolvimento da aula quanto no progresso dos alunos. Com o
uso dos flashcards o tempo que se leva durante a explicação diminui muito, uma vez que a maior parte dos
conceitos concretos – ou mesmo abstratos – é apresentada visualmente a eles, dispensando maiores explicações
e exemplos.

Apresentação do vocabulário novo

I- Descoberta

Antes de iniciar-se a lição o uso de um pictionary é de extrema importância quando o curso não possui o recurso
do DVD em sala de aula. Uma parte muito importante do aprendizado e geralmente subestimada pelos
professores é a etapa da descoberta, quando o aluno tem o primeiro contato com o vocabulário novo e tem a
oportunidade de estabelecer ligações lógicas, formulando seus próprios conceitos e internalizando-os. Esse
passo é feito individualmente pelo aluno, com pouca ou nenhuma intervenção do professor.

Para que o pictionary funcione para despertar a curiosidade e a posterior descoberta por parte do aluno, precisa
ser preparado cuidadosamente, as figuras selecionadas devem mostrar claramente o significado dos novos
vocábulos e a palavra escrita deve estar logo abaixo ou próxima a cada figura para que o aluno as visualize ao
mesmo tempo. Essa figura deve ser uma réplica em miniatura do flashcard que vai ser usado depois durante a
fase da explicação.

II - Interiorização

Logo após os minutos iniciais deve ser apresentada ao aluno uma atividade que pode ser individual ou em dupla
para que se familiarize com as palavras novas. Essa atividade pode ser na forma de um “match the columns”, um
“gap-filling” ou uma atividade oral.

A atividade oral pode ser na forma de perguntas professor / aluno, ou no caso de trabalho em dupla, aluno /
aluno sempre com observação direta e constante por parte do professor. Não deve ser permitido ao aluno que
use o português, deve se comunicar apenas em inglês nesse estágio para que se dê a interiorização das palavras
que serão ensinadas. É importante que ao terminar a atividade professor e alunos leiam em voz alta pelo menos
uma vez o conteúdo do pictionary, no caso de a atividade inicial escolhida não ser a oral ou se não foram
trabalhadas todas as palavras novas, ou ainda se algumas não foram trabalhadas convenientemente. Também
devem ser repetidas as palavras (individualmente ou em coro) caso o resultado do trabalho em duplas tenha
deixado ficado muito aquém do esperado.

B) Explicação

Nessa fase o professor irá explicando passo a passo a lição nova, e à medida que vai explicando vai apresentando
os flashcards aos alunos enquanto introduz a palavra, não com explicações mas com perguntas que deem a eles
duas alternativas para que tenham a oportunidade de recordar o que interiorizaram.

Ao apresentar o flashcard o professor deverá perguntar ao aluno:

“Is this a telephone or a cell phone?”

Escrito por Zailda Coirano, professora de inglês e espanhol – http://questaodeclasse.wordpress.com


Um aluno deverá então ser apontado para responder à pergunta. É importante que se faça primeiro a pergunta e
só então se escolha o aluno que deve respondê-la e que os alunos se acostumem ao modelo pergunta > aluno, pois
ficarão sempre atentos às perguntas uma vez que nunca saberão a quem serão dirigidas depois de formuladas.

No caso de uma resposta satisfatória e completa, a segunda pergunta formulada será:

“How do you say this in English?”

Ao fazer a pergunta é importante que se mantenha o flashcard em local visível para todos os alunos e para que
todos entendam que é a ele que o professor se refere com sua pergunta. Assim que o professor perceber que o
grupo já assimilou o conceito do flashcard, poderá passar então à segunda série de perguntas, destinadas à
prática do novo vocabulário e de sua pronúncia, bem como sua aplicação à realidade dos alunos.

Se o trabalho inicial foi bem planejado e executado, a maioria dos alunos deve ser capaz de responder
satisfatoriamente. Se não conseguirem lembrar-se das palavras do pictionary (agora representadas pelos
flashcards) deve-se apresentar alguma outra atividade que use o vocabulário antes de se introduzir a gramática.
Sugiro caça-palavras ou uma cruzadinha, que são excelentes para trabalhar vocabulário e despertam o interesse
dos alunos, prendendo sua atenção.

C) Conclusão

Sempre que a explicação de um conceito for difícil mesmo através de exemplos, ou se a turma for de iniciantes,
deve-se usar o recurso dos flashcards e do pictionary porque abrevia o caminho para a compreensão do que se
trata o novo vocábulo.

Usando flashcards já por alguns anos e com várias turmas, já obtive resultados excelentes mesmo nos casos de
alunos com problemas de aprendizado e atenção, reduzindo o stress daqueles que têm uma dificuldade maior de
interpretar exemplos e definições verbais. Percebi que se eleva muito o uso da nova palavra, que é logo
incorporada ao vocabulário já solidificado do aluno e a pronúncia tem sido mais próxima da desejada.

Zailda Coirano

Escrito por Zailda Coirano, professora de inglês e espanhol – http://questaodeclasse.wordpress.com