Você está na página 1de 4

Biblioteca e Centro de Recursos Educativos

2009 – 2010

Guião: Como fazer um trabalho


(segundo o Modelo Big 6)

Ao longo da vida escolar, uma das tarefas mais importantes com que um estudante se
deparara é a realização de trabalhos. Muitas vezes esses trabalhos levantam vários problemas:
Como e por onde começar?
Onde encontrar a informação necessária?
O que fazer com essa informação?
Como organizar e apresentar a informação?

Para navegar no oceano da informação, é sempre bom organizar um roteiro.


Se conhecer o Guia / modelo Big 6, vai poder navegar mais tranquilamente e com
segurança…

O Modelo Big 6 é assim designado por compreender seis grandes etapas:


1ª Etapa – Definição da tarefa
2ª Etapa – Estratégias de pesquisa de informação
3ª Etapa – Localização e acesso
4ª Etapa – Utilização da informação
5ª Etapa – Síntese
6ª Etapa – Avaliação

BCRE Página 1 de 4
Biblioteca e Centro de Recursos Educativos
2009 – 2010

O que fazer em cada uma?

1ª Etapa – Definição da tarefa

O contacto com o trabalho deverá ser o tema definido para o trabalho. E aqui coloca-se a
primeira importante questão. Será que se sabe exactamente aquilo que se pretende com o trabalho?
O tema está claramente definido e ao alcance das capacidades do autor do trabalho?
Dica: Não escolher um tema muito vasto. Mesmo que o tema seja geral, procurar tratá-lo de
forma a reduzir o âmbito da pesquisa. Ex.: em vez de um trabalho sobre a poluição, escolher um
determinado tipo de poluição, e, se possível, restringir o seu âmbito geográfico, freguesia, cidade…

2ª Etapa – Estratégias de pesquisa de informação

Depois de se saber com precisão qual é o tema a pesquisar, o passo seguinte é o determinar
o tipo de informações que são precisas para esse tema. Dever-se-á estabelecer um plano de trabalho
e definir o tempo máximo para completar cada um dos passos. Trata-se de descobrir onde se vai
procurar informação para o tema e quais as melhores fontes de informação ao dispor.
Para isso, é preciso resposta às perguntas:
Como e onde devo procurar? Quais são as fontes de informação disponíveis? Quais são as
melhores? Quais são os métodos alternativos de obter informação?
Além disso, é preciso identificar para cada tema a fonte de informação que poderá ser mais
útil e encontrar um conjunto de palavras-chave para usar na pesquisa.
Dica: A BCRE pode ajudar a definir uma estratégia de pesquisa, a indicar os sítios onde
encontrar informações sobre o tema do trabalho. Não esquecer que, além da Internet, a BE tem
disponíveis livros, enciclopédias, jornais, revistas, etc.

BCRE Página 2 de 4
Biblioteca e Centro de Recursos Educativos
2009 – 2010

3ª Etapa – Localização e acesso

Com esta etapa inicia-se a investigação, pondo em prática as estratégias definidas na etapa
anterior. Aqui vai-se fazer uso de ferramentas de pesquisa, seja no catálogo da biblioteca ou
electrónico, seja na Internet, utilizar as palavras-chave estabelecidas na etapa anterior, aprender a
fazer buscas significativas, para não haver perda de tempo.
Dica: A BE dispõe de guiões que orientam a pesquisa no catálogo electrónico e/ou na
Internet. Pode-se sempre também pedir ajuda ao professor ou ao funcionário que estiver na
Biblioteca.

4ª Etapa – Utilização da informação

Depois de localizar e aceder a uma fonte de informação, deve-se ler, visualizar, ouvir e
interagir com a informação disponível e decidir que aspectos são úteis para o trabalho.
Dever-se-á extrair a informação necessária tomando notas, fazendo resumos, preenchendo uma
grelha, fazendo um esquema ou um gráfico, registando numa base de dados, etc. Dever-se-á, assim,
descartar a informação que não é relevante.
Dica: À medida que se vai tomando notas, não esquecer de ir referenciando o autor dessa
informação, para depois a incluir na Bibliografia. A Biblioteca tem um Guião que ensina a fazer
correctamente citações e bibliografias.

BCRE Página 3 de 4
Biblioteca e Centro de Recursos Educativos
2009 – 2010

5ª Etapa – Síntese

Esta etapa envolve a aplicação de todas as informações consideradas necessárias para


resolver a tarefa definida na primeira etapa. Dever-se-á proceder à reestruturação e reorganização da
informação dentro de uma nova e diferente forma, não se limitar a reproduzir o que se leu ou o que
se copiou da Internet. Para o professor (avaliador do trabalho) têm muito valor as opiniões e
conclusões do próprio, fundamentadas na informação que se reuniu, do que a cópia do que outros
fizeram. O plágio (utilizar trabalhos feitos por outras pessoas e apresentá-los como se fossem
nossos), além de ser desonesto, é punível por Lei, por violar os direitos de autor.
Sempre que no trabalho se utilizar textos de outras pessoas, dever-se-á colocá-los entre
aspas e dizer quem foi o seu autor (através de uma nota de rodapé ou na Bibliografia).
Deve-se depois pensar na forma como se vai apresentar o trabalho. É um trabalho escrito? É
uma apresentação electrónica? É uma página de Internet? É importante saber escolher a forma mais
adequada de acordo com o tipo de trabalho e a informação reunida, mas também de acordo com as
capacidades do próprio.
Dica: na Biblioteca encontra guias que ensinam a apresentar trabalhos sob qualquer uma das
formas acima enumeradas.

6ª Etapa – Avaliação
A última etapa é a da avaliação que o próprio deve fazer sobre o trabalho realizado,
tentando encontrar resposta para as seguintes perguntas:
 A tarefa está completa?
 Corresponde às expectativas do professor?
 Poderia ter feito melhor?
 O que foi que aprendi?
 Obtive a informação de que se necessitava?
 A informação que encontrei correspondia às necessidades identificadas na primeira etapa?

http://www.percursos.net/becre/modelobig6.htm
BCRE Página 4 de 4

Interesses relacionados