Você está na página 1de 1
FICHA DE TRABALHO

FICHA DE TRABALHO

Módulo 1 Introdução ao Trabalho Laboratorial

Curso Profissional de Técnico de Análise Laboratorial

Análises Químicas 10.º Ano

Manuseamento de reagentes

Na manipulação de reagentes devem ser cumpridos determinados procedimentos que evitem a sua contaminação ou deterioração:

que evitem a sua contaminação ou deterioração: Figura 1: Forma correcta de transportar um frasco 1.

Figura 1: Forma correcta de transportar um frasco

1. Nunca transportar frascos que contêm reagentes, pegando-lhes pelo gargalo. Pegar nos frascos colocando uma mão sob o fundo e outra agarrando no gargalo.

2. Utilizar

devidamente

apenas

reagentes

contidos

em

recipientes

rotulados.

3. Havendo em armazém mais que um frasco com o reagente seleccionado, usar o mais pequeno desde que contenha a quantidade desejada.

4. Nunca abrir um segundo frasco sem que o anterior esteja completamente vazio.

5. As tampas devem manter-se entre os dedos (sempre que tenham o formato adequado para isso) ou colocar- se sobre a bancada com a parte interna virada para cima.

6. Voltar a colocar a tampa no frasco imediatamente após se ter retirado o reagente.

7. Os reagentes líquidos transferem-se com o auxílio

7. Os reagentes líquidos transferem-se com o auxílio Figura 2: Forma correcta de colocar as

Figura

2:

Forma

correcta

de

colocar

as

tampas

de uma vareta como se indica na figura 2.

8. Ao verter um reagente líquido de um recipiente, colocar sempre o rótulo virado para a palma da mão, a fim de evitar a deterioração do rótulo pela gota que pode escorrer (ver figura 2).

9. Nunca verter água sobre ácidos concentrados.

10. Os reagentes sólidos transferem-se com o auxílio de uma espátula. O reagente faz-se cair lentamente da espátula por meio de pequenos batimentos laterais executados com o indicador.

11. Nunca, a menos que se especifique o contrário, introduzir a espátula directamente dentro de um frasco de reagente. Deve retirar-se uma pequena quantidade, tombando o frasco, para um pequeno copo e depois manipulá-la com a espátula.

12. Nunca voltar a colocar no frasco um excesso de reagente ou solução, a menos que se especifique o contrário. A economia que daí pode resultar é muito pequena comparada com o perigo de contaminação.

13. Manter sempre escrupulosamente limpas a estante dos reagentes, as bancadas e as balanças de laboratório. Limpar imediatamente qualquer produto (sólido ou líquido) derramado.

Podem ser lançados directamente no esgoto os seguintes resíduos:

soluções de ácidos e bases inorgânicos depois de neutralizados, ou convenientemente diluídos. As bases podem ser neutralizadas com ácido clorídrico ou vinagre e os ácidos com hidrogenocarbonato de sódio;lançados directamente no esgoto os seguintes resíduos: soluções diluídas de sais inorgânicos cujos catiões e

soluções diluídas de sais inorgânicos cujos catiões e aniões não sejam tóxicos.ou vinagre e os ácidos com hidrogenocarbonato de sódio; Não devem ser lançados directamente no esgoto

Não devem ser lançados directamente no esgoto:

substâncias tóxicas; hidrocarbonetos e seus derivados halogenados; compostos orgânicos oxigenados com mais de 5 átomos de carbono; compostos orgânicos nitrados; substâncias com pontos de ebulição inferiores a 50 °C; substâncias de cheiro desagradável.

A Professora: Milene Ferreira

com pontos de ebulição inferiores a 50 °C; substâncias de cheiro desagradável. A Professora: Milene Ferreira

1/1