Você está na página 1de 34

COLÉGIO

RESSURREIÇÃO VITA ET PAX

A BOLSA AMARELA

PROFª. Karina Amaral Moreira Nacev.


TURMA - 5º ANO B
RIBEIRÃO PRETO
2011
COLÉGIO RESSURREIÇÃO VITA ET PAX

A BOLSA AMARELA
LYGIA BOJUNGA

PROFª. Karina Amaral Moreira Nacev


TURMA - 5º ANOS B
RIBEIRÃO PRETO
2011
SUMÁRIO

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

CRONOGRAMA

ATIVIDADES

FOTOS

CONCLUSÃO
Referências Bibliográficas
Leitura Principal
• BOJUNGA, Lygia. A Bolsa Amarela. Ilustrações Marie Louise Nery. Rio
de Janeiro: Casa Lygia Bojunga.

Cronograma

• Data inicial de trabalho: 8/02/2011


• Data final de trabalho: 4/03/2011
ATIVIDADES

Atividade 1

Discussão do livro em sala de aula

Objetivos
- Incentivar o aluno à compreensão da leitura realizada.
- Motivar os alunos a expressarem de forma oral suas ideias e sínteses sobre
a leitura que fizeram.
- Integrar ideias diversificadas, construindo conclusões a partir da leitura que
realizaram.

Metodologia
Foi proposta aos alunos, a leitura do livro, primeiramente, informalmente,
enquanto incentivo à formação do futuro bom leitor. Logo depois de maneira
formal, a professora, junto aos alunos, estipularam um prazo de finalização de
leitura do livro e início das atividades.
Logo após a leitura do livro, a professora reuniu os alunos em roda, para
discutirem tudo aquilo que acharam interessante naquilo que leram, o que
compreenderam, os aspectos interessantes, aspectos que gostariam de
modificar se fossem eles os criadores da história, curiosidades etc;
Atividade 2

“Registrando vontades e ideias”


(criação professora)
Objetivos:
- Incentivo à síntese de ideias e exposição de pensamentos.
- Motivar os alunos ao registro de suas ideias como estratégias de organização
de pensamentos.
- Explorar suas perspectivas de autores de suas próprias aventuras;
- Comparar e motivar o respeito às diferentes formas de pensar sobre os
registros em grupos.
- Explorar as várias habilidades e também as limitações que os alunos
possuem nas formas de registrar suas ideias.
- Explorar através do diferente as correções ortográficas e construções de
frases.

Metodologia

Os alunos após o momento de conversa sobre o livro, registraram


sintetizando em algumas frases, aquilo que sentiam vontade fazer , criar ou de
ser. Colaram em folhas à parte coloridas.
Eles foram convidados a registrar suas ideias engenhosas, a vontade de
serem àquilo que talvez nunca serão, ou palavras, nomes, ou personagens que
nunca viram ou ouviram.
Após o registro, eles uniram todas as folhas e misturaram todas as
ideias criadas.
Eles também produziram uma redação a partir da ideia da bolsa amarela
da história, mas na produção de redação eles foram criadores de sua própria
aventura com a bolsa amarela, relatando de forma mais clara suas ideias.
Atividade 3:

Construção do Ambiente de Sala


(criação professora)

Objetivos

- Criar um ambiente agradável a partir da construção dos registros dos alunos.


- Promover a interação da leitura escrita com a leitura visual e simbólica,
entendendo os variados tipos de código que podemos emitir mensagens.
- Construir um espaço de ideias e possibilidades de integração entre os alunos.

Metodologia
Cada aluno antecipadamente trouxe uma pipa representando o
último capítulo do livro “A Bolsa Amarela”. Os alunos, após registrarem seus
desejos, vontades e ideias por escrito, colaram alguns de seus registros nas
pipas para simbolizar que podemos um dia ser aquilo que desejamos, ou
que temos a liberdade em pensar em criar.
As pipas foram distribuídas (penduradas) em toda a sala,
representando os alunos a e o movimento de pensamento e ideias que
temos ao longo de nossa história..
Atividade 4:

Construção do Mural Bolsa Amarela


(criação professora)

Objetivo
- Integrar a ideia da bolsa amarela com os registros dos alunos, tornando-se
personagens principais desta história
- Tornar palpável e aflorado possível sensações e emoções que a
personagem principal pudesse ter sentido durante a história.

Metodologia
A professora junto com os alunos, confeccionou uma bolsa amarela
para acrescentar ao mural, com algumas pipas e a conclusão que a turma
escreveu.
Nesta bolsa foram depositadas os registros que os alunos fizeram,
alguns objetos pequenos que pra eles têm importância e significado histórico
na vida deles, tornando a bolsa amarela lida pelos alunos, uma bolsa real onde
serviu também para acolher e guardar novas ideias e aventuras.
FOTOS

AULA – DISCUSSÃO EM SALA DE AULA SOBRE O LIVRO


DESCOBRINDO NOSSAS IDEIAS E VONTADES....
REGISTROS
INTERAÇÃO DOS ALUNOS – CONTRUÇÃO DO MURAL
AS PIPAS: SIMBOLOGIA DA LIBERDADE.
NOSSAS VONTADES PODEM “TER UM RUMO”, UM DESTINO.
PREPARAÇÃO DA SALA – AMBIENTE LÚDICO E PRAZEROSO
DA LEITURA REALIZADA.
DA FICÇÃO À REALIDADE
GUARDANDO “NOSSAS SIGNIFICAÇÕES EM NOSSA BOLSA
AMARELA”
CONSTRUÇÃO DA CONCLUSÃO COLETIVA SOBRE A
LEITURA REALIZADA
FINALIZAÇÃO – MURAL “BOLSA AMARELA”
Conclusão

Ao ler este livro, todos os alunos conseguiram se envolver na história a


ponto de descobrirem que eles também podem ser autores de sua própria
história e de seus personagens.
Os alunos interagiram entre si, fizeram novas conquistas pessoais
Houve verdadeira integração com os alunos nesta proposta de leitura,
promovendo assim, o respeito e o incentivo ao lúdico-imaginário, fora a
promoção da leitura e as diferentes formas de interpretação, criatividade e
escrita
Sendo assim, a “Bolsa Amarela”, foi um meio útil para percebermos que
temos o nosso valor, tornando o nosso meio transformado com ações de amor,
carinho, coletividade e criatividade
..