Você está na página 1de 6

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

FACULDADE DE EDUCAÇÃO
Departamento de Administração Escolar e Economia da Educação - EDA
EDA 0463: Política e Organização da Educação Básica no Brasil
(POEB/Licenciatura)
Turma: 2º semestre de 2015 – Quinta das 19:30 as 23:00 Hrs
Docente: Prof. Rodrigo Rosa da Silva

Informações Gerais sobre o Estágio:

Para baixar a carta de apresentação e fichas de estágio, bem como obter maiores
informações sobre o Estágio, favoracessar:

http://www4.fe.usp.br/graduacao/apoio-ao-aluno/estagios/secao-de-
estagios/informacoes-gerais-sobre-estagios

 O Estágio consiste de 20 horas de observação em uma escola pública ou


órgão de gestão educacional, análise dos dados e produção de relatório.
 A observação deve ser individual mas a análise, apresentação em sala de aula
e produção de relatório pode ser em grupo de acordo com os interesses e
temas comuns. Grupos de 3 a 6 pessoas.
 É obrigatória a entrega de uma Ficha, com a síntese das atividades realizadas
com as assinaturas da pessoa responsável na escola
(Diretor(a)/Coordenador(a)) e/ou a do(a) Professor(a) da Disciplina.
 A escolha da escola deve ser criteriosa, refletindo o tema de interesse do(a)
estagiário(a).
 A observação pode ser sobre os aspectos de maior interesse do(a)
observador(a), mas não se trata de observação de aulas, porque essa
dimensão será abordada em outras disciplinas de caráter didático e
metodológico.
 A observação deve concentrar-se em aspectos relacionados à gestão da
escola, organização, estrutura, funcionamento, participação, políticas públicas,
etc. tanto do ponto de vista formal/institucional como no aspecto prático.

Orientações para a Observação de Escolas ou Instituições :

Dados gerais: Nome, Endereço, Cidade/Bairro, Estado.


Tipo: federal, estadual, municipal (se escola; se não, mencionar detalhes).
Etapa de ensino:
 Educação Infantil: Creche? Pré-escola?
 Fundamental, de 1ª a 4ª, de 1ª a 9ª, de 5ª a 9ª?
 Ensino Médio: Magistério? Outra?
 EJA (Educação de Jovens e Adultos); Supletivo?

1
 Caso coexistam mais de uma modalidade, como é a convivência entre elas?

Sugestões de Dimensões da Observação:

A diferenciação entre dimensões foi feita apenas para facilitar o trabalho de


observação, na realidade elas coexistem e tendem à finalidade central da escola,
que é pedagógica. Por isso, ao finalizar as observações, é aconselhável reuni-las
na análise final. Não é necessário observar/analisar todas as dimensões, mas tê-
las em conta como orientadoras.

a) Dimensão Organizacional:
 Equipe diretora: Diretor(a), Vice-diretor(a), Secretaria
 Interação entre a equipe diretora, divisão de tarefas
 Interação entre a equipe diretora e os Funcionários
 Interação entre a equipe diretora e os Professores
 Interação entre a equipe diretora e os Estudantes
 Funcionários administrativos
 Funcionários de limpeza e manutenção
 Professores: quantos? Qual é a formação? Anos na escola? Anos de
experiência?
 Têm cursos, encontros ou reuniões de aperfeiçoamento?

b) Organização Estrutural:
 Distribuição das aulas segundo as séries (ver o plano da escola; analisá-lo)
 Espaços de lazer (Existem? Funcionam?)
 Espaços de educação física (Há equipamentos? São utilizados?)
 Biblioteca / Laboratório(s): que materiais tem? Como é o acesso (observar se é
fácil ou difícil, se é muito freqüentado ou não, por quem: professores,
estudantes, funcionários?)
 Recreios: como é a interação entre os estudantes? Existem normas, são
respeitadas? Qual é a origem das normas (impostas pela escola, construídas
com os estudantes?)

c) Dimensão Pedagógica:
 Projeto político pedagógico (solicitar cópia e analisá-lo) É de fácil acesso?
 Critérios de inscrição/incorporação de novos estudantes (formais e reais).
 Quantidade de séries.
 Quantidade de estudantes por série. Tamanho das salas de aula.
 Quantidade de estudantes da escola.
 Rendimento dos estudantes da escola / rendimento por série. Promovidos /
não promovidos. Evadidos. Quais são as causas?
 Reuniões de professores? Freqüência, temáticas desenvolvidas, participação.
 Realizam atividades interdisciplinares? Quais?
 Avaliação: existem critérios gerais para a escola?

d) Dimensão Comunitária:

2
 Contextualização.
 Localização do bairro, características: dados sobre a população, saúde (o que
quiserem ou puderem achar).
 Organizações comunitárias, de moradores etc.
 Participação da comunidade na escola: como é, muita, pouca, nada?
Associação de Pais e Mestres; Conselho de Escola: qual é a população que
participa?
 Que tipo de participação predomina: consultiva, informativa, decisória, co-
gestão, outras?
 Existem atividades na escola no final de semana, quais? Que freqüência? (Se
houver, tentem observar algumas).
 Qual é a opinião da população sobre a escola?

Sugestão de Estratégias de Observação e Análise:


 Observações e anotação em Caderno de Campo;
 Realização de Entrevistas (gravadas ou “anotadas”).
 Leitura e Análise de Documentação proporcionada pela escola regimentos,
formulários, requerimentos, recursos de decisões, fichas, atas, diários etc.);
 Observações/participações em reuniões e eventos na escola (aulas, conselho
de escola, APM, festas, conselhos de classe, reuniões de professores,
reuniões de pais etc.);
 Fotos, filmagens, reportagens diversas...
 Planejamento e participação em reuniões de trabalho e de avaliação do estágio
com o grupo formado;
 Elaboração de análises dos aspectos da realidade com apresentação final dos
resultados na forma de um seminário em sala de aula e entrega de relatório
final.

Condutas Desejáveis:
 Apresentar-se à profissional responsável e presente na Escola, explicar os
objetivos do estágio e pedir autorização para realizá-lo.
 Respeitar o trabalho que está sendo realizado na Escola e pedir autorização
para participar da atividade que deseja observar: um recreio, a biblioteca, o
laboratório, a secretaria, uma reunião de pais e / ou professores, etc..
 Não comentar com outras pessoas da escola as informações coletadas.
 Lembre-se de que o(a) Porteiro(a) ou a Guarda Escolar podem prestar
informações muito valiosas sobre a escola.
 Se realizar entrevistas, lembrar que as pessoas falam mais
“descontraidamente”, se não utilizar de gravador. Procure tomar notas, mas, se
tiver boa memória, converse informalmente e tão logo seja possível transcreva
o(s) diálogo(s).

3
Sugestão de distribuição do tempo (não é uma receita ou manual, só uma
sugestão):

20 horas (licenciatura)

02 hs - Primeiro contato e levantamento de dados da escola


02 hs – Volta à escola, planejamento e organização da observação
03 hs - Estudo exploratório
03 hs - Estudo exploratório
03 hs - Estudo exploratório
02 hs - Organização e análise dos dados
02 hs – Reunião do grupo e/ou preparação da apresentação
03 hs – Produção do relatório final

Sugestão de organização para reealização do estágio/apresentação/estágio:

1 - Orientação individual ou em grupo sobre tema e local


2 - Carta de apresentação e ficha de atividades
3 - Realização do estágio
4 – Reunião com o grupo e análise dos dados
5 - Apresentação dos trabalhos em sala de aula
6 – Entrega da ficha de estágio para assinatura pelo professor
7 - Cópia para controle do aluno
8 - Entrega da ficha no Setor de Estágios
9 – Entrega do relatório final (individual ou em grupo)

4
PARÂMETROS PARA O DESENVOLVIMENTO DO ESTÁGIO NAS
DISCIPLINAS DO EDA

EMENTA

INTRODUÇÃO
Esses parâmetros foram discutidos pelos professores do EDA, com o objetivo de
fundamentar e organizar as atividades de estágio junto à disciplina de POEB e
COORDENAÇÃO DO TRABALHO NA ESCOLA, ministrada nos cursos de
Licenciatura e de Pedagogia da FEUSP, realizadas dentro e fora das Unidades
Escolares.
OBJETIVO
Propiciar aos alunos subsídios para analisar criticamente, e de forma
contextualizada, os impactos das políticas públicas sobre os processos educativos
bem como acompanhar e/ou participar em diferentes espaços sócio-institucionais
e em distintas organizações educativas, que constituem campo de uma possível
atuação profissional desses futuros educadores.
CARACTERIZAÇÃO
Realização de atividades, com acompanhamento e orientação do professor, sobre
temas e problemáticas específicas à política brasileira para a Educação Básica
(dentre eles: formação profissional, emprego, cooperativismo, ensino público,
ensino privado, evasão, repetência, gestão, processos simbólicos, relações de
gênero e etnia, trocas culturais entre comunidade e escolas, entre outros), que
estão relacionados com um ou mais dos seguintes níveis e modalidades de
ensino:
- educação infantil;
- ensino fundamental;
- ensino médio;
- educação de jovens e adultos;
- educação especial;
- educação profissional (ensino técnico, ensino pós médio etc.)
- ação cultural

O estágio deve se caracterizar como estudo exploratório desses níveis e


modalidades de ensino, mas também pode ser uma instância de elaboração de
projetos de intervenção ou de acompanhamento e participação propriamente dita.
Dessa maneira pode abranger:

1) Políticas governamentais para a Educação Básica nas diferentes esferas


(municipal, estadual ou municipal). Por exemplo:
- Plano Nacional de Educação (do MEC);
- Legislação educacional;
- Financiamento da educação;
- Gestão dos sistemas;
- Procedimentos de planejamento, implantação e avaliação das propostas;
Essas políticas podem ser examinadas em um ou mais dos diferentes locais de

5
sua concepção e/ou execução, tais como: MEC e outros Ministérios que se
articulam com a educação, Secretarias, Conselhos Municipais, Conselhos
Estaduais, Serviços Nacionais de Aprendizagem (Industrial, Comercial, Rural e de
Transporte), SESC entre outros.

2) Propostas e ações da sociedade para a Educação Básica nas suas diferentes


concepções. Por exemplo:
- Plano Nacional de Educação (da sociedade civil);
- Discurso e/ou propostas empresariais (CNI, FIESP, Instituto Herbert Levy, PNBE,
Abrinc etc.);
- Propostas/ações de sindicatos e centrais sindicais no campo da educação,
formação e qualificação profissional;
- Iniciativas de movimentos populares e/ou Organizações Não Governamentais
(ONGs) no âmbito da educação (escolas comunitárias, propostas do MST, ações
de entidades feministas etc.);
- Atividade de ensino, pesquisa e extensão desenvolvidas pela própria USP -
Reitoria e Pró-reitorias, projetos multidisciplinares e outros que envolvam
professores, alunos e funcionários relacionados com educação.