Você está na página 1de 243

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS -ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

RM2 OFICIAL

Proibida a reprodução total ou parcial.


PORTUGUÊS – PROF. JÚLIO
LEGISLAÇÃO – PROF. AILSON / OTÁVIO
SERVIÇO MILITAR VOLUNTÁRIO (SMV)

MATERIAL INTERNO EXCLUSIVO DOS ALUNOS DO PREPARATÓRIO AO PROCESSO SELETIVO.

www.cursoadsumus.com.br
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

ESTAMOS JUNTOS!
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS -ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

www.cursoadsumus.com.br
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS -ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

Apresentação

O presente trabalho é mais uma realização do Curso ADSUMUS que tem


por finalidade levar aos candidatos do Concurso para o Processo Seletivo
Unificado de Oficiais RM-2 Marinha do Brasil 2020 esta Apostila contém todo
o conteúdo bibliográfico de Português e Legislação, estabelecido para o
referido processo seletivo previsto no Edital de Convocação.

PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Relembramos aos nossos alunos que a prova conterá um total de 50
questões distribuídas entre as matérias.
Pelo exposto, consideramos de fundamental importância que candidato
tenha foco, estude com afinco a presente Apostila e participe ativamente dos
simulados que além de oferecer uma grande quantidade de questões, estará,
também, preparando o candidato psicologicamente para o momento mais
importante: a prova.
Bons estudos e boa prova.

Ailson Carlos Almeida


Curso ADSUMUS

Esforça-te e tem bom ânimo; não pasmes, nem te espantes; porque o Senhor, teu Deus, é
contigo, por onde quer que andares. (Josué 1:9)”
Sustenta o fogo que a vitória é nossa!

www.cursoadsumus.com.br
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS -ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

www.cursoadsumus.com.br
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
P
O
R
T
U
G
U
Ê
S
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

ÍNDICE

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
LÍNGUA PORTUGUESA:

 Compreensão e Interpretação de Textos ............................................................ 03


 Coerência e Coesão ............................................................................................ 12
 Sistema Linguístico, Fala e Norma ....................................................................... 16
 Variacão Linguística ............................................................................................. 17
 Elementos da Comunicação ................................................................................ 18
 Funções da Linguagem ........................................................................................ 19
 Figuras de Linguagem .......................................................................................... 23
 Fonética ............................................................................................................... 27
 Acentuação Gráfica ............................................................................................. 30
 Semântica ............................................................................................................ 33
 Ambiguidade ou Anfibiologia e Polissemia .......................................................... 35
 Hífen – Reforma Ortográfica................................................................................. 36

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

 Ortografia ............................................................................................................. 38
 Estrutura das Palavras .......................................................................................... 41
 Processo de Formação das Palavras ..................................................................... 44
 Morfologia: Classe das palavras ........................................................................... 47
 Substantivo ................................................................................................... 49
 Adjetivo ......................................................................................................... 54
 Artigo ............................................................................................................ 57
 Numeral ........................................................................................................ 60
 Pronomes ...................................................................................................... 63
 Os Verbos em Língua Portuguesa ................................................................. 69
 Verbos: Flexões e Empregos de Tempos e Modos........................................ 74
 Advérbios ...................................................................................................... 77
 Conjunção ..................................................................................................... 80
 Preposição ..................................................................................................... 84
 Interjeição ...................................................................................................... 88
 Análise Sintática - Introdução ................................................................................ 90
 Período Simples .............................................................................................. 90
 Período Composto ........................................................................................ 101
 Concordância ................................................................................................ 106
 Concordância Verbal; .................................................................................... 106
 Concordância Nominal; ................................................................................. 112
 Regência Verbal; ........................................................................................... 116
 Regência Nominal; ......................................................................................... 121
 Crase; ............................................................................................................. 123
 Colocação Pronominal .................................................................................. 126
 Pontuação ...................................................................................................... 130
www.cursoadsumus.com.br Página 1
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

www.cursoadsumus.com.br Página 2
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

COMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
TEXTO
 São as construções que envolvem as frases, orações, períodos, parágrafos...
 Pode vir em forma tradicional ou charges, cartuns, sinais
 É uma unidade básica de organização e transmissão de ideias, conceitos e informações de modo geral.
 Um (a) escultura, quadro, símbolo, sinal de trânsito, foto, filme ou uma novela são formas textuais.

TEXTO – É um conjunto de ideias organizadas e relacionadas entre si, formando um todo significativo capaz de produzir
interação comunicativa (capacidade de codificar e decodificar). O texto designa uma manifestação linguística expressa
por meio das ideias ou argumentos de um autor. Essas ideias serão interpretadas pelo leitor de acordo com seus
conhecimentos linguísticos, culturais, sociais, históricos.

CONTEXTO – Um texto é constituído por diversas frases. Em cada uma delas, há uma certa informação que a faz ligar-
se com a anterior e/ou com a posterior, criando condições para a estruturação do conteúdo a ser transmitido. A essa
interligação dá-se o nome de CONTEXTO. Nota-se que o relacionamento entre as frases é tão grande, que, se uma
frase for retirada de seu contexto original e analisada separadamente, poderá ter um significado diferente daquele
inicial. O contexto é uma circunstância essencial na produção de textos. Ele corresponde ao conjunto
de conjunturas (materiais ou abstratas) que rodeiam um acontecimento ou fato.
Para compreendermos a mensagem de um texto, precisamos estar a par do contexto ao qual pertence. Isso para que
a mensagem transmitida pelo locutor (autor, emissor) seja inteligível para o interlocutor (leitor, receptor).

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

Nesse sentido, uma piada pode não fazer sentido, quando por exemplo está contextualizada numa determinada
cultura, a qual não faz parte do seu repertório interpretativo.
Com efeito, o texto somente existe quando estabelece uma relação de identificação com seu leitor.

Compreensão de Textos: Significa entendimento. Os testes de compreensão exigem do candidato uma postura muito
voltada para o que está escrito, para o que está explícito. De forma geral, significa coletar dados do texto.
Pode também receber o nome de INTELECÇÃO.

Comandos para Questão de Compreensão:


 O narrador diz que ...
 O texto informa que ...
 Segundo o texto, é correto ou errado dizer que...
 De acordo com o texto, é certo...
 Na opinião do autor do texto...
 As considerações do autor se voltam para...
 Tendo em vista o texto, é incorreto...
 O autor sugere ainda...
 O autor afirma que...

Interpretação: Interpretação significa dedução, inferência, conclusão. As questões de interpretação não pretender
cobrar o que está escrito, mas o que se pode entender daquilo que está escrito.

Comandos para Questão de Interpretação:


 O texto permite deduzir que ...
 Da fala do articulista, pode-se concluir que ...
 Depreende-se do texto que ...
 Qual a intenção do narrador quando afirma que ...
 Subentende-se das ideias e informações do texto que
 Conclui-se do texto que...
 O texto encaminha o leitor para...
 Pretende o texto mostrar que o leitor...
 O texto possibilita o entendimento de que...
 Com apoio no texto, infere-se que...
www.cursoadsumus.com.br Página 3
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

Três erros capitais na análise de textos


ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
1 – Extrapolação: É o fato de se fugir do texto. Ocorre quando se interpreta o que não está escrito. Muitas vezes são
fatos reais, mas que não estão expressos no texto. Deve-se ater somente ao que está relatado.
2 – Redução: É o fato de se valorizar uma parte do contexto, deixando de lado a sua totalidade. Deixa-se de
considerar o texto como um todo para se ater apenas à parte dele.
3 – Contradição: É o fato de se entender justamente o contrário do que está escrito. É bom que se tome cuidado com
algumas palavras, como: “pode”, “deve”, “não”, verbo “ser”, etc.

 Normalmente o candidato é convidado a:


 identificar: Reconhecer elementos fundamentais apresentados no texto.
 comparar: Descobrir as relações de semelhanças ou de diferenças entre situações apresentadas no texto.
 comentar: Relacionar o conteúdo apresentado com uma realidade, opinando a respeito.
 resumir: Concentrar as ideias centrais em um só parágrafo.
 parafrasear: Reescrever o texto com outras palavras.
 continuar: Dar continuidade ao texto apresentado, mantendo a mesma linha temática.

INTERTEXTO – Comumente, os textos apresentam referências diretas ou indiretas a outros autores através de
citações. A esse tipo de recurso denominamos “intertexto”

 INTERTEXTUALIDADE

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

=> Entende-se a criação de um texto a partir de outro pré-existente. Suas funções dependem muito dos
textos/contextos em que ela é inserida, ou seja, dependendo da situação.

 INTENCIONALIDADE

=> Todo autor de um texto tem, necessariamente, determinados objetivos ou propósitos, que vão desde a simples
intenção de estabelecer ou manter o contato com o receptor até a de levá-lo a partilhar de opiniões ou a agir ou
comportar-se de determinada maneira.

=> Assim, a intencionalidade refere-se ao modo como os emissores usam textos para realizar suas intenções. É por
esta razão que o emissor procura, de modo geral, construir seu texto de modo coerente e dar pistas ao receptor que
lhe permitam constituir o sentido desejado. [...]

=> A intencionalidade tem relação estrita com o que se tem chamado de argumentatividade. Se aceitarmos como
verdade que não existem textos neutros, que há sempre alguma intenção ou objetivo da parte de quem produz um
texto, e que este não é jamais uma “cópia” do mundo real, pois o mundo é recriado no texto através da mediação de
nossas crenças, convicções, perspectivas e propósitos, então somos obrigados a admitir que existe sempre uma
argumentativiade subjacente ao uso da linguagem.

www.cursoadsumus.com.br Página 4
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

 COMUNICABILIDADE
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
=> Comunicabilidade acontece quando uma mensagem é transferida de forma integral, correta, rápida e
economicamente. Essa transmissão integral significa que não há ruídos supressivos, deformantes ou concorrentes.

=> Na transmissão correta há coerência entre a mensagem mandada pelo emissor e pelo receptor. A rapidez supõe
que a mensagem seja transmitida de maneira curta sem prolongação e a economia quer dizer transmitir a mensagem
da forma mais objetiva possível sem retornos e sem esforços para compreender o que foi dito.

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

=> Pode-se falar numa comunicabilidade de código e de discurso.

 ACEITABILIDADE

=> A aceitabilidade acontece quando duas pessoas estão conversando, ou seja, há um emissor e um receptor, eles
procuram compreender um ao outro por meio da ativação dos seus conhecimentos e relacionando com o que lhe foi
passado, para entender o sentindo do texto.

=> Outra definição: Na aceitabilidade há uma relação entre a pessoa que escreve e a que lê, acontecendo entre eles
uma cooperação de sentidos, pois o autor explora todos os elementos possíveis para dar coerência ao texto, fazendo
com o que o leitor, através deles, ative os seus conhecimentos de mundo e estabeleça uma interpretação.

=> Dessa forma a aceitabilidade constitui a parte oposta da intencionalidade, pois enquanto a primeira é a ação do
emissor em passar para o receptor um texto de acordo com a sua intenção e objetivos. A aceitabilidade é a ação do
receptor em associar ao que está sendo lindas alguma coerência e interpretá-lo da forma que achar adequada.

 SITUACIONALIDADE

=> Tem função de adequar um texto a uma situação, ao contexto. Recebe-se que uma situação define e conduz o
sentido do discurso, na produção quanto na sua interpretação, por isso que as vezes mesmo um texto com baixa
coesão, e pouco claro pode funcionar melhor em uma situação do que outro que seja mas completo.

www.cursoadsumus.com.br Página 5
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

=> Uma característica da situacionalidade é que o texto vai ser diretamente interferido na situação, da mesma forma

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
este terá reflexo sobre toda situação, pois o texto não é um simples reflexo do mundo real. o homem deve ser apenas
um mediador, com suas próprias ideais e crenças recriando a situação,dessa forma uma situação nunca será descrita
da mesma forma por duas pessoas, sempre terá diferença.

=> Considerado como outro fator responsável pela coerência textual a situacionalidade, pode ser encontrado em duas
situações:

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

A) da situação para o texto

=> No primeiro caso ao construir um texto é importante observar o que é adequado para aquela situação, a exemplo:
formalidade, variedade dialetal, ou seja, o dialeto ou linguagem daquela localidade ou região, então trata-se de
determinar em que medida a situação comunicativa interfere na produção e recepção do texto. Deve ser então restrita
a comunicação para que haja o melhor entendimento do interlocutor.

B) do texto para a situação

=> Já no segundo caso o texto também apresenta reflexos importantes sobre a situação comunicativa; sendo que dessa
vez será do texto para a situação. Jamais o mundo real será idêntico ao mundo textual, o produtor cria o mundo de
acordo com seus pontos de vistas, seus objetivos, propósitos, etc., portanto o texto não é um cópia fiel do mundo real,
mas sim o mundo tal como ele é visto pelo produtor. Por isso que quando pessoas descrevem o mesmo fato nunca sai
com depoimentos iguais.

 INFORMATIVIDADE

=> A informatividade se caracteriza como a capacidade de acrescentar informações novas ao texto. Seria fugir ao
“lugar comum” ou “senso comum”. Assim, ao passo que o senso comum em nada contribui para o conhecimento do
leitor, haja vista que são informações extraídas do consenso geral, a informatividade, como literalmente se afirma,
acrescenta ao interlocutor algo novo e inesperado. É preciso, acima de tudo, interpretar o que está sendo lido,
procedimento esse que somente se tornará viável se houver um pouco de conhecimento prévio que, aos poucos, vai
se incorporando ao que é conquistado.
www.cursoadsumus.com.br Página 6
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

=> Torna-se importante ressaltar que o nível de informatividade de um texto pode variar de acordo com o público a

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
que ele se destina, público e o grau de informações demarcado em um texto têm de estar em consonância entre
si. Dessa forma, importante é frisar que um texto pode se constituir de um médio grau de informatividade, tal como
ocorre com a maioria dos textos que circula na esfera jornalística, destinada a um público mediano, em termos de
informação. Já um texto dotado de alto rigor científico traz consigo um grau maior de informatividade, podendo ser
veiculado numa revista científica e ser destinado ao público que faz parte desse universo.

Texto: Pode dizer-se que a presença do negro representou sempre fator obrigatório no desenvolvimento dos latifúndios
coloniais. Os antigos moradores da terra foram, eventualmente, prestimosos colaboradores da indústria extrativa, na
caça, na pesca, em determinados ofícios mecânicos e na criação do gado. Dificilmente se acomodavam, porém, ao
trabalho acurado e metódico que exige a exploração dos canaviais. Sua tendência espontânea era para as atividades
menos sedentárias e que pudessem exercer-se sem regularidade forçada e sem vigilância e fiscalização de estranhos.
(Sérgio Buarque de Holanda, in Raízes)

- Infere-se do texto que os antigos moradores da terra eram:


a) os portugueses. d) tanto os índios quanto aos negros.
b) os negros. e) a miscigenação de portugueses e índios.
c) os índios. (Aquino, Renato. Interpretação de textos, 2ª edição. Rio de Janeiro : Impetus, 2003.)

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

Resposta: Letra C. Apesar do autor não ter citado o nome dos índios, é possível concluir pelas características
apresentadas no texto. Essa resposta exige conhecimento que extrapola o texto.

Tome cuidado com as vírgulas. Veja por exemplo a diferença de sentido nas frases a seguir.
a) Só, o Diego da M110 fez o trabalho de artes. Só o Diego da M110 fez o trabalho de artes.
b) Os alunos dedicados passaram no vestibular. Os alunos, dedicados, passaram no vestibular.
c) Marcão, canta Garçom, de Reginaldo Rossi. Marcão canta Garçom, de Reginaldo Rossi.

Leia o trecho e analise a afirmação que foi feita sobre ele.


“Sempre fez parte do desafio do magistério administrar adolescente com hormônios em ebulição e com o desejo
natural da idade de desafiar as regras. A diferença é que, hoje, em muitos casos, a relação comercial entre a escola e
os pais se sobrepõe à autoridade do professor.” (VEJA, p. 63, 11 maio 2005.)

Frase para análise.


 Desafiar as regras é uma atitude própria do adolescente das escolas privadas. E esse é o grande desafio do
professor moderno.
1 – Não é mencionado que a escola seja da rede privada.
2 – O desafio não é apenas do professor atual, mas sempre fez parte do desafio do magistério. Outra questão é que o
grande desafio não é só administrar os desafios às regras, isso é parte do desafio, há também os hormônios em
ebulição que fazem parte do desafio do magistério.

www.cursoadsumus.com.br Página 7
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

 PARÁFRASE
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
* Atenção ao uso da paráfrase (reescritura do texto sem prejuízo do sentido original).

Veja o exemplo - Frase original: Estava eu hoje cedo, parado em um sinal de trânsito, quando olho na esquina, próximo
a uma porta, uma loirona a me olhar e eu olhava também.(Concurso TRE/ SC – 2005)

A frase parafraseada é:
a) Parado em um sinal de trânsito hoje cedo, numa esquina, próximo a uma porta, eu olhei para uma loira e ela também
me olhou.
b) Hoje cedo, eu estava parado em um sinal de trânsito, quando ao olhar para uma esquina, meus olhos deram com
os olhos de uma loirona.
c) Hoje cedo, estava eu parado em um sinal de trânsito quando vi, numa esquina, próxima a uma porta, uma louraça
a me olhar.
d) Estava eu hoje cedo parado em um sinal de trânsito, quando olho na esquina, próximo a uma porta, vejo uma loiraça
a me olhar também.

Resposta: Letra C.

A paráfrase pode ser construída de várias formas, veja algumas delas.

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

a) substituição de locuções por palavras;


b) uso de sinônimos;
c) mudança de discurso direto por indireto e vice-versa;
d) converter a voz ativa para a passiva;
e) emprego de antonomásias ou perífrases (Rui Barbosa = A águia de Haia; o povo lusitano = portugueses).

Observe a mudança de posição de palavras ou de expressões nas frases.


a) Certos alunos no Brasil não convivem com a falta de professores.
Alunos certos no Brasil não convivem com a falta de professores.
b) Os alunos determinados pediram ajuda aos professores.
Determinados alunos pediram ajuda aos professores.

Explicações:
a) Certos alunos = qualquer aluno Alunos certos = aluno correto
b) Alunos determinados = alunos decididos Determinados alunos = qualquer aluno

 E o que é analisar ?
 O que se pretende com a análise textual?
 identificar o gênero e a tipologia;
 verificar o significado das palavras;
 contextualizar a obra no espaço e tempo;
 esclarecer fatos históricos do texto;
 conhecer dados biográficos do autor;
 relacionar o título ao texto;
 levantar o problema abordado;
 apreender a ideia central do texto;
 aprender as ideias secundárias do texto;
 buscar a intenção do texto;
 verificar a coesão e coerência textual;
 reconhecer se há intertextualidade.
 levantar elementos para a compreensão e, posteriormente, fazer julgamento crítico.

www.cursoadsumus.com.br Página 8
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
Verbos utilizados em provas:Afirmar: certificar, comprovar, declarar.
Explicar: expor, justificar, expressar, significar.
Caracterizar: distinguir e destacar as particularidades.
Consistir: ser, equivaler, traduzir-se por (determinada coisa), ser feito, formado ou composto de.
Associar: estabelecer uma correspondência entre duas coisas, unir-se, agregar.
Comparar: relacionar (coisas animadas ou inanimadas, concretas ou abstratas, da mesma natureza ou que apresentem
similitudes), ver relações de semelhança ou de disparidade;
Justificar: provar, demonstrar, argumentar, explicar.
Relacionar: fazer conexão, ligação, adquirir relações.
Definir: revelar, estabelecer limites, indicar a significação precisa de, retratar, conceituar, explicar o significado.
Diferenciar: fazer ou estabelecer distinção entre, reconhecer as diferenças.
Classificar: distribuir em classes e nos respectivos grupos, de acordo com um sistema ou método de classificação; determinar
a classe, ordem, família, gênero e espécie; pôr em determinada ordem, arrumar (coleções, documentos);
Identificar: distinguir os traços característicos de; reconhecer; permitir a identificação, tornar conhecido.
Referir-se: fazer menção, reportar-se, aludir-se.
Determinar: precisar, indicar (algo) a partir de uma análise, de uma medida, de uma avaliação; definir.
Citar: transcrever, referir ou mencionar como autoridade ou exemplo ou em apoio do que se afirma.
Indicar: fazer com que, por meio de gestos ou sinais, algo ou alguém seja visto; assinalar, designar, mostrar.
Deduzir: concluir (algo) pelo raciocínio; inferir.
Inferir-se: concluir, deduzir.

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

Equivaler: ser idêntico no peso, na força, no valor etc.


Propor: submeter (algo) à apreciação (de alguém); oferecer como opção; apresentar, sugerir.
Depreender: alcançar clareza intelectual a respeito de; entender, perceber, compreender; tirar por conclusão, chegar à
conclusão de; inferir, deduzir.
Aludir: fazer rápida menção a; referir-se.
Vamos exercitar:
1. Texto I - Caindo na gandaia
O ex-campeão mundial dos pesos pesados Mike Tyson se esbaldou na noite paulistana. Em duas noites, foi ao Café Photo e ao
Bahamas, casas frequentadas por garotas de programa. Na madrugada da quinta-feira, foi barrado com seis delas no hotel onde
estava hospedado, deu gorjeta de US$ 100 a cada uma e foi terminar a noite na boate Love Story. Irritado com o assédio, Tyson
agrediu um cinegrafista e foi levado para a delegacia. Ele vai responder por lesões corporais, danos materiais e exercício arbitrário
das próprias razões.
Segundo o texto, é correto afirmar:
a) Mike Tyson, em duas noites, esteve em três boates e uma delegacia.
b) Mike Tyson estava irritado com o assédio das garotas de programa.
c) Mike Tyson foi preso em companhia das garotas.
d) Tyson foi liberado da delegacia por demonstrar exercício arbitrário de suas razões.
e) Mike Tyson distribuiu US$ 100 em gorjetas e se esbaldou na noite paulistana.

2. De acordo com a história em quadrinhos protagonizada por Hagar e seu filho Hamlet, pode-se afirmar que a postura de Hagar
a) valoriza a existência da diversidade social e de culturas, e as várias representações e explicações desse universo.
b) desvaloriza a existência da diversidade social e as várias culturas, e determina uma única explicação para esse universo.
c) valoriza a possibilidade de explicar as sociedades e as culturas a partir de várias visões de mundo.
d) valoriza a pluralidade cultural e social ao aproximar a visão de mundo de navegantes e não-navegantes.
e) desvaloriza a pluralidade cultural e social, ao considerar o mundo habitado apenas pelos navegantes.
www.cursoadsumus.com.br Página 9
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
3. A conversa entre Mafalda e seus amigos...
a) revela a real dificuldade de entendimento entre posições que pareciam convergir.
b) desvaloriza a diversidade social e cultural e a capacidade de entendimento e respeito entre as pessoas.
c) expressa o predomínio de uma forma de pensar e a Possibilidade de entendimento entre posições divergentes.
d) ilustra a possibilidade de entendimento e de respeito entre as pessoas a partir do debate político de ideias.
e) mostra a preponderância do ponto de vista masculino nas discussões políticas para superar divergências.
Tipos de Discurso
=> Os personagens que participam da história evidentemente falam. É o que se conhece como discurso, que pode ser:
1) Direto
=> O narrador apresenta a fala do personagem, integral, palavra por palavra. Geralmente se usam dois pontos e travessão.
Ex.: O funcionário disse ao patrão:

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

- Espero voltar no final do expediente.


Rui perguntou ao amigo:
- Posso chegar mais tarde?
2) Indireto
=> O narrador incorpora à sua fala a fala do personagem. O sentido é o mesmo do discurso direto, porém é utilizada uma
conjunção integrante (que ou se) para fazer a ligação.
Ex.: O funcionário disse ao patrão que esperava voltar no final do expediente.
Rui perguntou ao amigo se poderia chegar mais tarde.
Obs.: O conhecimento desse assunto é muito importante para as questões que envolvem as paráfrases. Cuidado, pois, com o
sentido. Procure ver se está sendo respeitada a correlação entre os tempos verbais e entre determinados pronomes. Abaixo,
outro exemplo, bem elucidativo.
Minha colega me afirmou:
- Estarei aqui, se você precisar de mim.
Minha colega me afirmou que estaria lá se eu precisasse dela.
O sentido é, rigorosamente, o mesmo. Foi necessário fazer inúmeras adaptações.

3) Indireto livre
=> É praticamente uma fusão dos dois anteriores. Percebe-se a fala do personagem, porém sem os recursos do discurso
direto (dois pontos e travessão) nem do discurso indireto (conjunções que ou se).
Ex.: Ele caminhava preocupado pela avenida deserta. Será que vai chover, logo hoje, com todos esses compromissos!?
IMPORTANTE: Em um texto pode haver mais de uma tipologia, sabendo-se que apenas uma prevalecerá.
 TIPOLOGIA TEXTUAL
A - Descritivo: Ressalta características, podendo ser físicas e/ou psicológicas, seja de um objeto, de uma pessoa, de um
ambiente, de um animal. Predomina o uso de adjetivos, qualificando o elemento descrito.

Ex.: Nas proximidades deste pequeno vilarejo, existe uma chácara de beleza incalculável. Ao centro avista-se um lago de
águas cristalinas. Através delas, vemos dança rodopiante dos pequenos peixes. Em volta desse lago pairam, imponentes,
árvores seculares que parecem testemunhas vivas de tantas histórias que se sucederam pelas gerações.
B - Narrativo: É o contar de uma situação verídica ou não. Pode ser fábula, conto, relato, crônica, depoimento, piada, novela
ou romance.
Ex.1: O rapaz, depois de estacionar seu automóvel em um pequeno posto de gasolina daquela rodovia, perguntou a um
funcionário onde ficava a cidade mais próxima. Ele respondeu que havia um vilarejo a dez quilômetros dali.

www.cursoadsumus.com.br Página 10
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!
b. ( )Ex.2: O rapaz, depois de estacionar seu automóvel em um pequeno posto de gasolina daquela rodovia, perguntou:
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
 Onde fica a cidade mais próxima?
 Há um vilarejo a dez quilômetros daqui  respondeu o funcionário.
 O objetivo aqui foi mostrar que, mesmo em um exercício de tipologia textual, pode ser solicitada a distinção ente
discurso direto e indireto.
C – Descritivo-Narrativo: Junção de características com predominância dos elementos descritivos.
Ex.: Joaquim trabalhava em um escritório que ficava no 12º andar de um edifício da Avenida Paulista. De lá avistava todos
os dias a movimentação incessante dos transeuntes, os frequentes congestionamentos dos automóveis e a beleza das
arrojadas construções que se sucediam do outro lado da avenida. Estes prédios moderníssimos alternavam-se com
majestosas mansões antigas. O presente e o passado ali se combinavam e, contemplando aquelas mansões, podia-se, por
alto, imaginar o que fora, nos tempos de outrora, a paisagem desta mesma avenida, hoje tão modificada pela ação do
progresso.
D – Narrativo-Descritivo: Junção de características com predominância dos elementos narrativos.
Ex.1: As crianças sabiam que a presença daquele cachorro vira-lata em seu apartamento seria alvo da mais rigorosa censura
de sua mãe. Não tinha qualquer cabimento: um apartamento tão pequeno que mal acolhia Álvaro, Alberto e Anita, além de
seus pais, ainda tinha de dar abrigo a um cãozinho! Os meninos esconderam o animal em um armário próximo ao corredor
e ficaram sentados na sala à espera dos acontecimentos. No fim da tarde a mãe chegou do trabalho. Não tardou em
descobrir o intruso e a expulsá-lo, sob os olhares aflitos de seus filhos.
Ex.2: O candidato à vaga de administrador entrou no escritório onde iria ser entrevistado. Ele se sentia inseguro, apesar de

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


ter um bom currículo, mas sempre ficava assim quando estava por ser testado. O dono da firma entrou, sentou-se com ar
- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

de extrema seriedade e começou a lhe fazer perguntas variadas. O interrogatório parecia sem fim. Porém, aquela sensação
desagradável acabou quando ele foi informado de que o lugar era seu.
E – Dissertativo-Argumentativo – Tem o objetivo de convencer o leitor, persuadi-lo a concordar com a ideia ou ponto de
vista exposto, isso se faz por intermédio de argumentação, utilizando-se de dados, estatísticas, provas, opiniões relevantes
etc.
Ex.1: Acredita-se firmemente que só o esforço conjunto de toda a nação brasileira conseguirá vencer os gravíssimos
problemas econômicos, por todos há muito conhecidos. Quaisquer medidas econômicas, por si só, não são capazes de
alterar a realidade, se as autoridades que as elaboram não contarem com o apoio da opinião pública, em meio a uma
comunidade de cidadãos conscientes.
Ex.2: A televisão aliena o homem por requisita-lo inteiramente para si, uma vez que as informações que traz são
bombardeadas em frações de segundos, não permitindo o menor desvio de sua atenção e nem uma reflexão mais
aprofundada devido à rapidez e à quantidade de informações.
F – Dissertativo-Expositiva – Texto em que se expõem as ideias, conceitos ou definições já pré-concebidos, sem se
argumentar ou defender teses com argumentação de um determinado ponto de vista.
Ex.: Dizem as pessoas ligadas ao estudo da Ecologia que são incalculáveis os danos que o homem vem causando ao meio
ambiente. O desmatamento de grandes extensões de terra, transformando-as em verdadeiras regiões desérticas, os efeitos
nocivos da poluição e a matança indiscriminada de muitas espécies são apenas alguns dos aspectos a serem mencionados.
Os que se preocupam com a sobrevivência e o bem-estar das futuras gerações temem que a ambição desmedida do homem
acabe por tornar esta terra inabitável.
G – Injunção (Prescrição): Usa-se para pedir, recomendar ou ordenar. Ex.: manual de instruções.
- Instrucional: O texto apresenta apenas um conselho, uma indicação e não uma ordem.
- Prescrição: O texto apresenta uma ordem, a orientação dada no texto é uma imposição.
H – Preditivo: Texto que cita previsões: Exemplos: horóscopos

Breve Resumo Para Fixação

Narração: Personagens, Enredo, Espaço...


Descrição: Enumeração, Comparação, Retrato Verbal...
Dissertação: Expositiva, Argumentativa, Debater...
Injunção: Instrucional (Manuais, Receitas, Bulas...)
Exposição: Fatos, Impessoal (Notícias Jornalísticas)

www.cursoadsumus.com.br Página 11
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
COESÃO E COERÊNCIA

COESÃO – é o emprego de mecanismo de sintaxe que relacionam palavras, orações, frases e/ou parágrafos entre
si. Em outras palavras, a coesão dá-se quando, através de um pronome relativo, uma conjunção (NEXOS), ou um
pronome oblíquo átono, há uma relação correta entre o que se vai dizer e o que já foi dito.
=> Três princípios básicos são necessários para compreendermos melhor o que é coerência textual:

1) Princípio da Não-contradição: Um texto deve apresentar situações ou ideias lógicas que não se contradigam;

2) Princípio da Não-tautologia: A tautologia nada mais é do que um vício de linguagem que repete ideias com palavras
diferentes ao longo do texto, o que compromete a transmissão da informação;

3) Princípio da Relevância: Informações fragmentadas, incompletas, tornam as ideias do texto incoerentes, ainda que
cada fragmento apresente certa coerência individual. Se as ideias não dialogam entre si, então elas são irrelevantes. É
importante ressaltar que o uso adequado dos conectivos também colabora na construção de um texto coerente, pois
a coesão textual é um importante mecanismo de estruturação do texto.
 Coesão textual
=> Para que um texto apresente coesão, devemos escrever de maneira que as ideias se liguem umas às outras,
formando um fluxo lógico e contínuo.

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

1. Coesão referencial: Ocorre quando se utilizam expressões que retomam ou antecipam nossas ideias:

=> onde: indica a noção de "lugar" e pode substituir outras palavras. Ex.: São Paulo é uma cidade onde a poluição
atinge níveis muito altos. [No caso, "onde" retoma a palavra "cidade".]

=> cujo: pode estabelecer uma relação de posse entre dois substantivos. Lavei a escada cujos degraus estavam sujos..

=> que: pode substituir (e evitar a repetição de) palavras ou de uma oração inteira. Ex.: Pedro Álvares Cabral descobriu
o Brasil, o que permitiu aos portugueses ampliarem seu império marítimo.

=> esse (a), isso: podem conectar duas frases, apontando para uma ideia que já foi mencionada no texto. Ex.: O
presidente de uma ONG tem inúmeras funções a cumprir. Essas responsabilidades, no entanto, podem ser divididas
com outros membros .

=> este(a), isto: podem conectar duas frases, apontando para uma ideia que será mencionada no texto.
Ex.: O que me fascina em Machado de Assis é isto: sua ironia.
* Cuidado com o uso da palavra através, que só deve ser usado em caso de se atravessar algum espaço determinado
ou o tempo

2. Coesão lexical: Permite evitar a repetição de palavras e, também, unir partes de um texto. Pode ser alcançada
utilizando-se:
=> Sinônimos: Ex.: O presidente do Palmeiras, Silvano Eustáquio, afirmou que o time tem todas as condições de ser
campeão. Segundo o dirigente, com Miudinho, o gol palmeirense será impenetrável. Na opinião do cartola, a torcida
só terá alegrias.
=> Hiperônimos: Comprou frutas e deu as maças para a mulher.

=> Hipônimo: Vinha um ônibus, mas o pedestre não viu o veículo.

=> Perífrases: Ex.: O Rio de janeiro continua lindo. A cidade maravilhosa atrai turistas nos estádios de futebol é sempre
necessária, pois as torcidas às vezes agem com violência. Na verdade, não é mais possível a realização de qualquer
campeonato sem a presença de elementos treinados para garantir não só a ordem, mas também proteger a
segurança dos cidadãos que desejam acompanhar o jogo em tranquilidade.
www.cursoadsumus.com.br Página 12
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

=> Nomes genéricos: Trouxe cadernos, livros e outras coisas

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
=> Termos simbólicos: Inácio tinha dúvidas se iria para a Igreja, mas o apelo da cruz foi forte.
3. Coesão sequencial: Estabelece relações lógicas entre as ideias do texto. Para tanto, utilizamos os chamados
conectivos. Vamos explorar este assunto com riqueza de detalhes quando estudarmos “CONJUNÇÕES”.

Cuidado com conectivos que podem apresentar diferentes sentidos de acordo com o contexto em que estejam
inseridos.
Observem os exemplos a seguir:
I) Como combinamos, não haverá aula amanhã. (CONFORMIDADE)
II) Os manifestantes correram como loucos após os primeiros disparos. (COMPARAÇÃO)
III) Como houve muitas reclamações, o professor anulou a prova. (CAUSA)
Notem que, apesar de o conectivo ser o mesmo nas três sentenças (“como”), as relações de sentido estabelecidas
são completamente diferentes. Nunca deixem de levar o contexto em consideração!
Coesão recorrencial: Esse tipo de coesão se caracteriza pela repetição de algum tipo de elemento anterior. Essa
repetição não funciona como na coesão referencial, quando fazemos alusão a um mesmo referente, mas sim como
uma “lembrança” de um mesmo padrão. Ela pode aparecer de várias formas:
 Através da recorrência de termos:
Exemplo: Marta falava, falava, falava...

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

=> A recorrência nesse caso dá uma ideia de continuidade. Não é uma repetição vocabular vista como desnecessária,
mas sim enfática.
 Através de recursos fonológicos, ou sons, caso da rima, ou da ênfase:
Exemplo 1: Ela estava calada, quieta, quietinha...
 A repetição “quieta”, “quietinha” intensifica a ideia.
 Através de uma paráfrase, que se refere à recorrência de conteúdos semânticos.
Ex.: isto é, ou seja, ou melhor, quer dizer...
 COERÊNCIA X COESÃO
Coerência: É a organização de ideias que mantém a lógica no raciocínio do início ao fim. Faz com que o texto não seja
uma sucessão de frases apenas e não apresente contradições, encadeando harmonicamente o que é escrito.
Ex falta de coerência: “Sou totalmente a pena de morte, exceto em casos de estupro.
Uma afirmação como "Foi um verdadeiro milagre! O menino caiu do décimo andar e não sofreu nenhum
arranhão." é coerente, na medida que a frase inicial ("Foi um verdadeiro milagre") instrui o leitor para a
anormalidade do fato narrado.
Resumindo, podemos dizer que a coesão é a ligação, a união entre partes de um texto; coerência é o sentido lógico,
o nexo.

A paráfrase é um tipo de intertextualidade, como já estudamos anteriormente. Podemos enquadrá-la nesse


mecanismo coesivo, uma vez que liga ideias presentes em textos diferentes e mantém (repete) o sentido do original.
 REESCRITURA
=> As conjunções causais ou explicativas são trocadas pelas consecutivas ou conclusivas quando há a inversão da
frase. E vice-versa.
Ex.: Estudei muito, por isso fui aprovado. (conclusão) / Fui aprovado, pois estudei muito (explicação)

=> As conjunções adversativas são substituídas pelas concessivas em situações idênticas ao caso anterior.
Nos demais casos, só o contexto pode nos direcionar para o uso correto do conectivo.
Estudou muito, mas não foi aprovado. (adversativa)
Não foi aprovado, embora tenha estudado muito.

www.cursoadsumus.com.br Página 13
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

II) Elementos conectores - Eis os mais importantes:

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
1) Pronomes pessoais, retos ou oblíquos
Ex.: Meu filho está na escola. Ele tem uma prova hoje. Ele = meu filho (referente)
Carlos trouxe o memorando e o entregou ao chefe. O = memorando (referente)

2) Pronomes possessivos
Ex.: Pedro, chegou a sua maior oportunidade. Sua = Pedro (de Pedro)

3) Pronomes demonstrativos
Os demonstrativos estão entre os mais importantes conectores da língua portuguesa. Frequentemente se
criam questões de interpretação ou compreensão com base em seu emprego. Veja os casos seguintes.

a) O filho está demorando, e isso preocupa a mãe. Isso = O filho está demorando.
b) Isto preocupa a mãe: o filho está demorando. Isto = o filho está demorando.
Parecidos, não é mesmo? A diferença é que isso (esse, esses, essa, essas) é usado para fazer referência a coisas
ou fatos passados no texto. Isto (este, estes, esta, estas) refere-se a coisas ou fatos que ainda aparecerão. Embora se
faça uma certa confusão hoje em dia, o seu emprego adequado é exatamente o que acabamos de expor.

c) O homem e a mulher estavam sorrindo. Aquele porque foi promovido; esta por ter recebido um presente.
Aquele = homem esta = mulher

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

4) Pronomes indefinidos
Ex.: Naquela época, os homens, as mulheres, as crianças, todos acreditavam na vitória.
todos = homens, mulheres, crianças
5) Pronomes relativos
Ex.: Havia ali pessoas que me ajudavam. que = pessoas

6) Pronomes interrogativos
Ex.: Quem será responsabilizado? O rapaz do almoxarifado, por não ter conferido os materiais.
Quem = rapaz do almoxarifado
7) Substantivos
Ex.: José e Helena chegaram de férias. Crianças ainda, não entendem o que aconteceu com o professor.
Crianças = José e Helena
8) Advérbios
Ex.: A faculdade ensinou-o a viver. Lá se tornou um homem. Lá = faculdade

9) Preposições
As preposições ligam palavras dentro de uma mesma oração. Em casos excepcionais, ligam duas orações. Elas
não possuem referentes no texto, simplesmente estabelecem vínculos.Ex.: Preciso de ajuda.Morreu de frio.

Exercícios sobre Tipos de Discurso

01. Assinale a alternativa que melhor complete o seguinte trecho:


No plano expressivo, a força da ____________ em _____________ provém essencialmente de sua capacidade de
_____________ o episódio, fazendo ______________ da situação a personagem, tornando-a viva para o ouvinte, à
maneira de uma cena de teatro __________ o narrador desempenha a mera função de indicador de falas.
a) narração - discurso indireto - enfatizar - ressurgir – onde;
b) narração - discurso onisciente - vivificar - demonstrar-se – donde;
c) narração - discurso direto - atualizar - emergir - em que;
d) narração - discurso indireto livre - humanizar - imergir - na qual;
e) dissertação - discurso direto e indireto - dinamizar - protagonizar - em que.

www.cursoadsumus.com.br Página 14
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

02. "Impossível dar cabo daquela praga. Estirou os olhos pela campina, achou-se isolado. Sozinho num mundo coberto

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
de penas, de aves que iam comê-lo. Pensou na mulher e suspirou. Coitada de Sinhá Vitória, novamente nos
descampados, transportando o baú de folha."
O narrador desse texto mistura-se de tal forma à personagem que dá a impressão de que não há diferença entre eles.
A personagem fala misturada à narração. Esse discurso é chamado:
a) discurso indireto livre d) discurso implícito
b) discurso direto e) discurso explícito
c) discurso indireto

03. Sobre o discurso indireto é correto afirmar, EXCETO:


a) No discurso indireto, o narrador utiliza suas próprias palavras para reproduzir a fala de um personagem.
b) O narrador é o porta-voz das falas e dos pensamentos das personagens.
c) Normalmente é escrito na terceira pessoa. As falas são iniciadas com o sujeito, mais o verbo de elocução seguido da
fala da personagem.
d) No discurso indireto as personagens são conhecidas através de seu próprio discurso, ou seja, através de suas
próprias palavras.

04. Faça a associação entre os tipos de discurso e assinale a sequência correta.


a) Reprodução fiel da fala da personagem, é demarcado pelo uso de travessão, aspas ou dois pontos. Nesse tipo de
discurso, as falas vêm acompanhadas por um verbo de elocução, responsável por indicar a fala da personagem.
b) Ocorre quando o narrador utiliza as próprias palavras para reproduzir a fala de um personagem.

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

c) Tipo de discurso misto no qual são associadas as características de dois discursos para a produção de outro. Nele a
fala da personagem é inserida de maneira discreta no discurso do narrador.
( ) discurso indireto
( ) discurso indireto livre
( ) discurso direto
a) c, b e a. d) c, a e b.
b) b, c e a. e) a, c e b.
c) a, b e c.
EXERCÍCIOS SOBRE REESCRITURA

01. Eu gritei, mas ninguém ouviu. Comece com: Ninguém me ouviu ...
a) então b) portanto c) por isso d) ainda que

02. Já vou distribuir as provas; portanto, guardem os livros e os cadernos. Comece com: Guardem ...
a) todavia b) que c) mesmo que d) logo

03."Ele era um bom profissional, no entanto, não o contrataram." Comece com: "Não o contrataram, ..."
a) por isso b) entretanto c) mas d) ainda que

04. Ele assumiu a chefia do cargo, embora não estivesse preparado para isso. Comece com: Ele não estava preparado
para isso ...
a) todavia b) de forma que c) desde que d) conforme

05. Você entregou a carta ao meu correspondente? Comece com: Perguntei-lhe desconfiado ...
a) que b) quanto c) como d) se

06. Penso, logo existo. Comece com: Existo ....


a) na medida em que b) à medida que c) enquanto d) pois

07. Não chegue tarde, pois muita gente virá procurá-lo. Comece com: Muita gente virá ...
a) dado que b) por conseguinte c) visto que d) entretanto

08.Logo que entrou em casa, foi pedindo o jantar em altos brados. Comece com: Foi pedindo ...
a) somente quando b) tanto quanto c) já que d) apenas
www.cursoadsumus.com.br Página 15
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SISTEMA LINGUÍSTICO, FALA E NORMA
=> As noções de certo e errado, bem e mal mudaram. Assim como tudo, a língua também mudou. Muitos de nós já
escutamos alguma conversa, em lugar público e formamos alguma impressão sobre o que as pessoas estão falando e
sobre o modo como falam. Essa impressão nos faz identificar socialmente a pessoa que está falando, descobrindo a
origem geográfica e talvez até a classe social do falante.
=> Imagine alguém dizer “Farta muito pra “chegá ?” Percebemos, ao ouvir esse enunciado, uma diferença entre a
palavra “falta”, e a forma como a pessoa falou, Em razão desses traços da fala, muitas pessoas poderiam concluir que
o falante vem do meio rural e/ou que possui baixa escolaridade. É possível fazer essas suposições visto que toda língua
varia, não existe lugar ou comunidade em que todas as pessoas falem da mesma maneira. E, também, porque essas
variações são reflexos de diferenças sociais, tais como origem geográfica e classe social.
=> No consenso popular, não existe a noção de que não há falar “certo” ou falar “errado”. A maioria das pessoas não
consegue conceber que existem variações linguísticas ou, se percebem que existem, pensam que devem ser evitadas.
Essas variações podem ser geográficas, de sotaques, de classes e ainda históricas, a variação temporal da língua;
=> Dessa forma, ocorre a discriminação das pessoas que falam de forma diferente da norma utilizada por uma elite
linguística. Essa elite é formada por pessoas em situação econômica mais favorável que outras e, por conseguinte, com
maior escolaridade. As pessoas se prendem, então, a conceitos de que a língua é imutável. De que só existe uma
variedade aceitável. E, muitas vezes, praticam preconceitos linguísticos e geram exclusões.
1- Linguagem; Toda forma de comunicação. É a capacidade que possuímos de expressar nossos pensamentos, ideias,

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

opiniões e sentimentos. Num sentido mais genérico, a Linguagem pode ser classificada como qualquer sistema de
sinais que se valem os indivíduos para comunicar-se.
Tipos de Linguagem: A linguagem pode ser:

Verbal: Faz uso das palavras para comunicar algo.

Não Verbal: Utiliza outros métodos de comunicação: a linguagem de sinais, as placas e sinais de trânsito, corporal,
uma figura, a expressão facial, um gesto...

2 - Língua: Conjunto de signos que o homem utiliza para transmitir sentido. É composta por regras gramaticais que
possibilitam que determinado grupo de falantes consiga comunicar-se e compreender-se.
Quando se cria uma língua particular em relação a determinados grupos apenas, temos um dialeto.

Língua portuguesa no Brasil

 Língua comum: É a língua-padrão do país, aceita pelo povo e imposta pelo uso.

 Língua regional: É a língua comum, porém com tonalidade regionais na fonética e no vocabulário, sem, no
entanto quebrar a estrutura comum. Quando se quebrar essa estrutura aparecerão os dialetos.
 Língua popular: É a fala espontânea do povo, eivada de plebeísmo, isto é, de palavras vulgares, grosseiras e
gírias; é tanto mais incorreta quanto mais inculta a camada social que a usa.
 Língua culta: É usada pelas pessoas instruídas, orienta-se pelos preceitos da gramática normativa e caracteriza-
se pela correção e riqueza vocabular.
 Língua literária: É a língua culta em sua forma mais artificial, usada pelos poetas e escritores brasileiros em
suas obras.
 Língua falada: Utiliza apenas signos vocais, a expressão oral; é a mais comunicativa e insinuante, porque as
palavras são subsidiadas pela sonoridade e inflexões da voz, pelo jogo fisionômico, gesticulação e mímica; é
prolixa e evanescente.
 Língua escrita: É o registro formal da língua, a representação da expressão oral, utiliza-se de signos gráficos e
de normas expressas; não é tão insinuante quanto a falada, mas é sóbria, exata e duradoura.

www.cursoadsumus.com.br Página 16
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
 Fatores regionais: Há diferença no português falado por um habitante da região Nordeste e outro da região
Sudeste do Brasil, ou até na mesma região. No RS, por exemplo, há diferenças entre a língua utilizada por um
cidadão que vive na capital e aquela utilizada por um cidadão do interior do estado.
 Fatores culturais: A escolarização e a formação cultural colaboram para os diferentes usos da língua. Uma
pessoa escolarizada utiliza a língua de uma maneira diferente da pessoa que não teve acesso à escola.
 Fatores contextuais: Nosso modo de falar varia de acordo com a situação em que nos encontramos: quando
conversamos com nossos amigos, não usamos os termos que usaríamos se estivéssemos discursando em uma
solenidade de formatura.
 Fatores profissionais: O exercício de algumas atividades requer o domínio de certas formas de língua
chamadas línguas técnicas. Essas formas têm uso restrito numa conversa de engenheiros, químicos,
profissionais da área de direito e da informática, biólogos, médicos, linguistas e outros especialistas.
 Fatores naturais: Influência da idade e do sexo. Uma criança não utiliza a língua igual a um adulto, daí falar-se
em linguagem infantil e linguagem adulta.
 Fala: É a forma espontânea de usar a Língua. É um ato individual, pois cada indivíduo, para a manifestação da
fala, pode escolher os elementos da língua que lhe convém, conforme seu gosto e sua necessidade.

VARIAÇÃO LINGUÍSTICA - Lista de formas gráficas variantes:


abdome e abdômen; engambelar e engabelar percentagem e porcentagem

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

açoitar, açoite ; entoação e entonação pitoresco, pinturesco e pintoresco


afeminado e efeminado; enumerar e numerar plancha e prancha
afoito ou afouto; espuma e escuma presépio e presepe
aluguel ou aluguer; estalar e estralar quadrênio e quatriênio
aritmética e arimética este e leste quatrilhão e quatrilião
arrebitar e rebitar exorcizar e exorcismar radioatividade e radiatividade
arremedar e remedar fação e facção rastro e rasto
assoalho e soalho flauta e frauta registro e registo
assobiar e assoviar flecha e frecha relampear, relampejar, relampaguear
assoprar e soprar geringonça e gerigonça remoinho e redemoinho
bêbado e bêbedo gorila e gorilha réptil ou reptil
bilhão e bilião gueixa e guexa retorquir e retorquir
bílis e bile heem? e hein? salsicha e salchicha
biscoito e biscouto hemorróidas e hemorróides salobra e salobre
bravo e brabo homogeneizar e homogenizar seção e secção
caatinga e catinga impingem e impigem selvageria e selvajaria
cãibra e câimbra imundícia, imundície e imundice sobressalente e sobresselente
cálice e cálix lantejoula e lentejoula súbdito e súdito
carroçaria e carroceria lisonjear e lisonjar surripiar e surrupiar
catorze e quatorze louça e loiça susceptível e suscetível
catucar e cutucar louro e loiro taberna e taverna
chipanzé e chimpanzé macaxeira e macaxera taramela e tramela
cobarde e covarde maçom e mação televisar e televisionar
cociente e quociente maltrapilho e maltrapido tesoura e tesoira
coisa e cousa maquiagem e maquilagem tesouro e tesoiro
cota e quota limpar e alimpar toicinho e toucinho
cotidiano e quotidiano marimbondo e maribondo transvestir e travestir
cotizar e quotizar melancólico e merencório trilhão e trilião
cuspe e cuspo menosprezo e menospreço vasculhar e basculhar
degelar e desgelar mobiliar, mobilhar e mobilar várzea, várgea
demonstrar e demostrar neblina e nebrina vargem e varge
dependurar e pendurar nenê, neném e nenen volibol e voleibol
enfarte, infarto, enfarte parênteses e parêntesis

www.cursoadsumus.com.br Página 17
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO:

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
São seis os elementos da comunicação:

1. Emissor ou emitente (remetente)


2. Receptor (destinatário)
3. Mensagem – é o que se escreve ou se diz
4. Referente – são os fatos e as evidências, vivências ou juízos.
5. Código – é a linguagem em si.
6. Canal – É o fio condutor da mensagem.

Existem diferentes estratégias de persuasão, que põem estes elementos em destaque. A esse destaque, damos o
nome de funções da linguagem.

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

 Emissor: chamado também de locutor ou falante, o emissor é aquele que emite a mensagem para um ou mais
receptores, por exemplo, uma pessoa, um grupo de indivíduos, uma empresa, dentre outros.
 Receptor: denominado de interlocutor ou ouvinte, o receptor é quem recebe a mensagem emitida pelo
emissor.
 Mensagem: é o objeto utilizado na comunicação, de forma que representa o conteúdo, o conjunto de
informações transmitidas pelo locutor, por isso.
 Código: representa o conjunto de signos que serão utilizados na mensagem
 Canal de Comunicação: corresponde ao local (meio) onde a mensagem será transmitida, por exemplo, jornal,
livro, revista, televisão, telefone, dentre outros.
 Contexto: Também chamado de referente, trata-se da situação comunicativa em que estão inseridos o emissor
e receptor.
 Ruído na Comunicação: ele ocorre quando a mensagem não é decodificada de forma correta pelo interlocutor,
por exemplo, o código utilizado pelo locutor, desconhecido pelo interlocutor; barulho do local; voz baixa;
dentre outros.

Fique Atento!!! A comunicação somente será efetivada se o receptor decodificar a mensagem transmitida pelo emissor.

www.cursoadsumus.com.br Página 18
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

FUNÇÕES DA LINGUAGEM

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

1. Função Referencial ou Denotativa (Foco no contexto da mensagem)


=> Também chamada de função informativa, a função referencial tem como objetivo principal informar, noticiar,
referenciar, anunciar, indciar algo. Voltada para o contexto da comunicação, esse tipo de texto é escrito na terceira
pessoa (singular ou plural) enfatizando seu caráter impessoal.

=> Como exemplos de linguagem referencial podemos citar os materiais didáticos, textos jornalísticos e científicos.
Todos eles, por meio de uma linguagem denotativa, informam a respeito de algo, sem envolver aspectos subjetivos
ou emotivos à linguagem.
Essa função é utilizada cotidianamente, o que faz dela a função mais comum entre as seis funções da linguagem.

Exemplo de uma notícia: Na passada terça-feira, dia 22 de setembro de 2015, o real teve a maior desvalorização da
sua história. Nesse dia foi preciso desembolsar R$ 4,0538 para comprar um dólar. Recorde-se que o Real foi lançado
há mais de 20 anos, mais precisamente em julho de 1994.

Características da Função Referencial


 Comunica de forma objetiva, sem envolver aspectos subjetivos ou emotivos.
 Utiliza o discurso na terceira pessoa do singular ou do plural.
 Usa a linguagem denotativa.

www.cursoadsumus.com.br Página 19
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

2. Função Poética - (Foco na mensagem)

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
=> A função poética é característica das obras literárias que possui como marca a utilização do sentido conotativo
das palavras. Nessa função, o emissor preocupa-se de que maneira a mensagem será transmitida por meio da
escolha das palavras, das expressões, das figuras de linguagem. Por isso, aqui o principal elemento comunicativo é a
mensagem.

=> Também encontramos a função poética na publicidade ou nas expressões cotidianas em que há o uso frequente
de metáforas (provérbios, anedotas, trocadilhos, músicas).
Exemplo de uma história sobre a avó
Apesar de não ter frequentado a escola, dizia que a avó era um poço de sabedoria. Falava de tudo e sobre tudo e
tinha sempre um provérbio debaixo da manga.

Características da Função Poética


 Preocupação com a mensagem e a forma como ela é transmitida.
 Palavras usadas em sentido conotativo, ou figurado.
 Utilização de figuras de linguagem.

"Nossos clientes nunca voltaram para reclamar." (Publicidade de uma agência funerária)

3. Função Emotiva ou Expressiva – Foco no emissor


=> Também chamada de função expressiva, na função emotiva o emissor tem como objetivo principal transmitir

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

suas emoções, sentimentos e subjetividades por meio da própria opinião.

=> Esse tipo de texto, escrito em primeira pessoa, está voltado para o emissor, uma vez que possui um caráter
pessoal.
Como exemplos podemos destacar: os textos poéticos, as cartas, os diários. Todos eles são marcados pelo uso de
sinais de pontuação, por exemplo, reticências, ponto de exclamação, etc.

Exemplo de e-mail da mãe para os filhos


Meus amores, tenho tantas saudades de vocês … Mas não se preocupem, em breve a mamãe chega e vamos
aproveitar o tempo perdido bem juntinhos. Sim, consegui adiantar a viagem em uma semana!!! Isso quer dizer que
tenho muito trabalho hoje e amanhã.... Quando chegar, quero encontrar essa casa em ordem, combinado?!?

Características
 Discurso subjetivo.
 Discurso que tem como objetivo comover, emocionar.
 Discurso marcado por sinais de pontuação - reticências e ponto de exclamação, principalmente.
 Discurso na primeira pessoa do singular ou do plural.

Poema: "Não permita Deus que eu morra... Sem que eu volte para lá;

4. Função Conativa ou Apelativa – Foco no receptor

=> Também chamada de apelativa, a função conativa é caracterizada por uma linguagem persuasiva que tem o intuito
de convencer o leitor. Por isso, o grande foco é no receptor da mensagem.

=> Essa função é muito utilizada nas propagandas, publicidades e discursos políticos, a fim de influenciar o receptor
por meio da mensagem transmitida. Esse tipo de texto costuma se apresentar na segunda ou na terceira pessoa com
a presença de verbos no imperativo e o uso do vocativo.
Exemplos
 Vote em mim!
 Entre. Não vai se arrepender!
 É só até amanhã. Não perca!

www.cursoadsumus.com.br Página 20
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

Características da Função Conativa

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
 Convencer, apelar e persuadir o receptor da mensagem, que é o foco da sua comunicação.
 Utilizar a segunda ou terceira pessoas do singular ou do plural, uma vez que o seu discurso se centra no
interlocutor ou ouvinte.
 Utilizar verbos no imperativo (Vai!, Faz!, Esteja!).
 Utilizar vocativos (invocação de alguém).
Publicidade
 Dê férias para seus pés. (Chinelos Rider)
 Abra a boca é Royal. (Royal)
 Você faz maravilhas com Leite Moça. (Leite Moça)

5. Função Fática – Foco no canal

=> A função fática tem como objetivo estabelecer ou interromper a comunicação de modo que o mais importante é
a relação entre o emissor e o receptor da mensagem. Aqui, o foco reside no canal de comunicação.

=> Esse tipo de função é muito utilizada nos diálogos, por exemplo, nas expressões de cumprimento, saudações,
discursos ao telefone, etc.

=> A Função Fática privilegia a interação entre emissor e receptor das mensagens, ou seja, entre o locutor e o
interlocutor. Ela é utilizada na abertura, estabelecimento e interrupção da comunicação.

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

Essa função da linguagem está presente principalmente nos cumprimentos, nas despedidas e nos diálogos em geral
(conversas telefônicas, por exemplo).

Características da Função Fática


 Promove a interação entre as pessoas do discurso;
 Usada no início, meio e final de conversas;
 Ênfase no contato;
 Testa o canal de comunicação.

Exemplos

Publicidade
 É Gripe? Benegripe!
 Seu pai tá correndo no trânsito? Xinga ele. (Campanha de conscientização de segurança no trânsito, em Porto
Alegre)

Frases
 Bom dia!
 Alô. Quem fala?
 Amanhã nos vemos. Até lá!

6. Função Metalinguística

=> A função metalinguística é caracterizada pelo uso da metalinguagem, ou seja, a linguagem que refere-se à ela
mesma. Dessa forma, o emissor explica um código utilizando o próprio código.

=> Um texto que descreva sobre a linguagem textual ou um documentário cinematográfico que fala sobre a
linguagem do cinema são alguns exemplos. Nessa categoria, os textos metalinguísticos que merecem destaque são
as gramáticas e os dicionários.

Exemplo
Escrever é uma forma de expressão gráfica. Isto define o que é escrita, bem como exemplifica a função
metalinguística.

www.cursoadsumus.com.br Página 21
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

1) No dicionário - "di.ci.o.ná.rio

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
sm (lat dictione) Coleção de vocábulos de uma língua, de uma ciência ou arte, dispostos em ordem alfabética, com o seu
significado ou equivalente na mesma ou em outra língua. Sin: léxico, vocabulário, glossário. D. vivo: indivíduo muito erudito
ou de grande memória." (Definição retirada do Dicionário Michaelis)
2) Numa frase: Frase é um enunciado, com ou sem verbo, que tem sentido completo.

EXERCÍCIOS
1. Identifique a frase em que a função da linguagem predominante é a função referencial.
a) Siga o meu exemplo. Você se sentirá melhor!
b) Estou muito animada com o meu novo emprego.
c) Existem três acentos gráficos na língua portuguesa.
d) Sim... Sei… Estou ouvindo, claro.
e) Existem três acentos gráficos na língua portuguesa.
2. Qual a função da linguagem presente na frase: “Ligue agora! Não perca esta oportunidade!”
a) Função expressiva
b) Função apelativa
c) Função metalinguística
d) Função fática
e) Função apelativa
3. Em qual função da linguagem a ênfase é dada ao contexto comunicativo, tendo como principal objetivo

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

informar o receptor da mensagem sobre um assunto específico?


a) Função apelativa ou conativa
b) Função metalinguística
c) Função fática
d) Função referencial ou denotativa
e) Função referencial ou denotativa
4. Assinale as duas opções que indicam caraterísticas da função emotiva ou expressiva.
a) É pessoal, sendo utilizada a 1.ª pessoa do discurso.
b) Predomina o uso de verbos no imperativo.
c) Há a presença de interjeições que enfatizam o discurso.
d) Transmite uma informação de forma clara, objetiva e direta.
5. Em qual função da linguagem a ênfase é dada ao código comunicativo, tendo como principal objetivo o uso de
um código que possibilite explicar o próprio código.
a) Função fática
b) Função metalinguística
c) Função referencial ou denotativa
d) Função apelativa ou conativa
e) Função metalinguística
6. Qual das seguintes opções não se refere a uma característica da função poética?
a) Privilegia a melodia e sonoridade das palavras.
b) Utiliza uma linguagem elaborada e cuidada.
c) Utiliza uma linguagem denotativa.
d) Procura criar uma comunicação bela e inovadora.
e) Utiliza uma linguagem denotativa.
7. Observe a seguinte afirmação feita pelo autor: “Em nossa civilização apressada, o “bom dia”, o “boa tarde” já
não funcionam para engatar conversa. Qualquer assunto servindo, fala-se do tempo ou de futebol.” Ela faz
referência à função da linguagem cuja meta é “quebrar o gelo”. Indique a alternativa que explicita essa função.
a) Função emotiva
b) Função referencial
c) Função fática
d) Função conativa
e) Função poética

www.cursoadsumus.com.br Página 22
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

ESTILÍSTICA

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
FIGURAS DE LINGUAGEM

As figuras de linguagem são empregadas para valorizar o texto, tornando a linguagem mais expressiva. É um recurso
linguístico para expressar experiências comuns de formas diferentes, conferindo originalidade, emotividade ou
poeticidade ao discurso.
As figuras de linguagem classificam-se em:
a) figuras de palavras; c) figuras de pensamento;
b) figuras de som; d) figuras de sintaxe.

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

FIGURAS DE PALAVRA

Comparação (símile): Aproximação entre dois elementos que se identificam, ligados por conectivos comparativos
explícitos - feito, assim como, tal, como, tal qual, tal como, qual, que nem - e alguns verbos - parecer, assemelhar-se .
Ex: "Amou daquela vez como se fosse máquina. / Beijou sua mulher como se fosse lógico." (Chico Buarque);
www.cursoadsumus.com.br Página 23
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

Metáfora: Comparação abreviada, em que o conectivo está subentendido.

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
Ex: "Minha vida é um livro.” “O mundo é uma bola.”

Metonímia: Substituição de uma palavra por outra, havendo entre ambas algum grau de semelhança, relação,
proximidade de sentido ou implicação mútua. Tal substituição fundamenta-se numa relação objetiva, real, realizando-
se de inúmeros modos:
- o continente pelo conteúdo e -versa: Antes de sair, tomamos um cálice (o conteúdo de um cálice) de licor.
- a causa pelo efeito e vice-versa: "E assim o operário ia / Com suor e com cimento (com trabalho) / Erguendo uma
casa aqui / Adiante um apartamento." (Vinicius de Moraes).
- o lugar de origem ou de produção pelo produto: Comprei uma garrafa do legítimo porto (o vinho da cidade do Porto).
- o autor pela obra: Ela parecia ler Jorge Amado (a obra de Jorge Amado).
- o abstrato pelo concreto e vice-versa: Não devemos contar com o seu coração (sentimento, sensibilidade).
- o símbolo pela coisa simbolizada: A coroa (o poder) foi disputada pelos revolucionários.
- a coisa pelo lugar: Vou à Prefeitura (ao edifício da Prefeitura).
- o instrumento pela pessoa que o utiliza: Ele é um bom garfo (guloso, glutão).

Sinédoque: Substituição, com ampliação/ redução do sentido usual da palavra numa relação quantitativa.
Generalização.
- o todo pela parte e vice-versa: "A cidade inteira (o povo) viu assombrada, de queixo caído, o pistoleiro sumir de
ladrão, fugindo nos cascos (parte das patas) de seu cavalo." (J. Cândido de Carvalho)
- o singular pelo plural e vice-versa: O paulista (todos os paulistas) é tímido; _ o carioca (todos os cariocas), atrevido.

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

Catacrese: É uma espécie de metáfora desgastada, que se tornou hábito linguístico, já fora do âmbito estilístico."
Ex.: folhas de livro / pele de tomate / dente de alho / céu da boca / cabeça de prego / asa da xícara / sacar dinheiro.

Sinestesia: Mistura de sentidos ou sensações numa mesma expressão. (gustação, audição, visão, olfato e tato)
Ex: "...Milagrosa aquela mancha verde [sensação visual] e úmida, macia [sensações táteis], quase irreal."

Antonomásia: apelido, alcunha ou cognome. Ex: "Pelé (= Edson Arantes do Nascimento) / O poeta dos escravos (=
Castro Alves) /

FIGURAS DE SOM
Efeitos produzidos na linguagem quando há repetição de sons ou, ainda, quando se procura "imitar" sons produzidos
por coisas ou seres.

Aliteração: Repetição da mesma consoante ou de consoantes similares, geralmente em posição inicial da palavra.
Ex: "Toda gente homenageia Januária na janela." "Pedro pedreiro penseiro esperando o trem. " (Chico Buarque).

Assonância: Quando há repetição da mesma vogal ao longo de um verso ou poema.


Ex: "Sou Ana, da cama / da cana, fulana, bacana / Sou Ana de Amsterdam." (Chico Buarque).

Paronomásia: Quando há reprodução de sons semelhantes em palavras de significados diferentes.


Ex: "Berro pelo aterro pelo desterro / berro por seu berro pelo seu erro / quero que você ganhe que você me apanhe
/ sou o seu bezerro gritando mamãe." (Caetano Veloso).

Onomatopeia: Ocorre quando uma palavra ou conjunto de palavras imita um ruído ou som.
Ex: O “Trim trim” despertou pela manhã.

FIGURAS DE PENSAMENTO

São recursos de linguagem que se referem ao significado das palavras, ao seu aspecto semântico.

Antítese: Aproximação de palavras ou expressões de sentidos opostos.


Ex: "Amigos ou inimigos estão em posições trocadas. Uns nos querem mal, e fazem-nos bem.

www.cursoadsumus.com.br Página 24
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

Apóstrofe: Invocação de uma pessoa ou algo ou alguém, que pode estar presente ou ausente. Corresponde ao vocativo

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
na análise sintática e é utilizada para dar ênfase à expressão.
Ex: "Deus! ó Deus! onde estás, que não respondes?"

Paradoxo: Contraria a lógica. Oxímoro é outra designação para paradoxo.


Ex: "Quanto mais eu rezo, mais assombração me aparece

Eufemismo: Expressão usada para atenuar uma verdade tida como penosa, desagradável ou chocante.
Ex: "E pela paz derradeira (morte) que enfim vai nos redimir Deus lhe pague".
Gradação: Quando há uma sequência de palavras que intensificam uma mesma ideia
Ex: "Aqui... além... mais longe por onde eu movo o passo."

Hipérbole: Quando há exagero de uma ideia, a fim de proporcionar uma imagem emocionante e de impacto.
Exemplo: "Rios te correrão dos olhos, se chorares!" (Olavo Bilac).

Ironia: Sugere-se o contrário do que as palavras ou orações parecem exprimir. A intenção é depreciativa ou sarcástica.
Ex: "Moça linda, bem tratada, / três séculos de família, / burra como uma porta: / um amor."

Prosopopeia: (ou animização ou personificação) quando se atribui movimento, ação, fala, sentimento, enfim,
caracteres próprios de seres animados a seres inanimados ou imaginários.
Ex: "... os rios vão carregando as queixas do caminho." Um frio inteligente (...) percorria o jardim..."

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

Perífrase: Usada para marcar, por expressão, algum objeto, acidente geográfico ou situação que não se quer nomear.
Ex: "Cidade maravilhosa / Cheia de encantos mil / Cidade maravilhosa / Coração do meu Brasil." (André Filho).

FIGURAS DE SINTAXE

As figuras de sintaxe ou de construção dizem respeito a desvios em relação à concordância entre os termos da oração,
sua ordem, possíveis repetições ou omissões. Elas podem ser construídas por:
a) omissão: assíndeto, elipse e zeugma;
b) repetição: anáfora, pleonasmo e polissíndeto;
c) inversão: anástrofe, hipérbato, sínquise e hipálage;
d) ruptura: anacoluto;
e) concordância ideológica: silepse.

Assíndeto: Quando orações ou palavras deveriam vir ligadas por conjunções coordenativas, aparecem justapostas ou
separadas por vírgulas.
Ex: "Não nos movemos, as mãos é que se estenderam pouco a pouco, todas quatro, pegando-se, apertando-se,
fundindo-se.

Polissíndeto: Quando há repetição enfática de uma conjunção coordenativa mais vezes do que exige a norma
gramatical (geralmente a conjunção e). É um recurso que sugere movimentos ininterruptos ou vertiginosos.
Ex: "E onde houver dúvidas, que eu leve a fé; e onde houver erro, que eu leve a verdade”. (Oração de São Francisco).

Elipse: Quando omitimos um termo ou oração que facilmente podemos identificar ou subentender no contexto. Pode
ocorrer na supressão de pronomes, conjunções, preposições ou verbos. Exemplo: "Veio sem pinturas, em vestido
leve, sandálias coloridas." (elipse do pronome ela (Ela veio) e da preposição de (de sandálias...).

Zeugma: Quando um termo já expresso na frase é suprimido, ficando subentendida sua repetição.
Exemplo: "O bem representa a luz; o mal, as trevas"

Anáfora: Quando há repetição intencional de palavras no início de um período, frase ou verso.


Exemplo: "Depois o areal extenso... / Depois o oceano de pó... / Depois no horizonte imenso / Desertos... desertos
só..."

www.cursoadsumus.com.br Página 25
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

Pleonasmo: Quando há repetição da mesma ideia, isto é, redundância de significado.

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
a) Pleonasmo literário: É o uso de palavras redundantes para reforçar uma ideia, tanto do ponto de vista semântico
quanto do ponto de vista sintático. Usado como um recurso estilístico, enriquece a expressão, dando ênfase à
mensagem.

Ex: "Morrerás morte vil na mão de um forte." (G.Dias)


"Ó mar salgado, quando do teu sal / São lágrimas de Portugal" (Fernando Pessoa).

b) Pleonasmo vicioso: É o desdobramento de ideias que já estavam implícitas em palavras anteriormente expressas.
Pleonasmos viciosos devem ser evitados, pois não têm valor de reforço de uma ideia, sendo apenas fruto do
descobrimento do sentido real das palavras.

Exemplos: subir para cima / entrar para dentro / repetir de novo / ouvir com os ouvidos / hemorragia de sangue

Anástrofe: Quando há uma simples inversão de palavras vizinhas (determinante/determinado).

Exemplo: "Tão leve estou (estou tão leve) que nem sombra tenho." (Mário Quintana).

Hipérbato: Ocorre hipérbato quando há uma inversão completa de membros da frase.

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

Exemplo: "Passeiam à tarde, as belas na Avenida. " (As belas passeiam na Avenida à tarde.) (Drummond).

Anacoluto: Quando há interrupção do plano sintático com que se inicia a frase, alterando-lhe a sequência lógica. A
construção do período deixa um ou mais termos - que não apresentam função sintática definida -desprendidos dos
demais, geralmente depois de uma pausa sensível.

Exemplo: "Essas empregadas de hoje, não se pode confiar nelas." (Alcântara Machado).

Silepse: Ocorre silepse quando a concordância não é feita com as palavras, mas com a ideia a elas associada.

a) Silepse de gênero: Ocorre quando há discordância entre os gêneros gramaticais (feminino ou masculino).
Exemplo: "Quando a gente é novo, gosta de fazer bonito." (Guimarães Rosa).

b) Silepse de número: Ocorre quando há discordância envolvendo o número gramatical (singular ou plural).
Ex: Corria gente de todos lados, e gritavam." (Mário Barreto).

c) Silepse de pessoa: Ocorre quando há discordância entre o sujeito expresso e a pessoa verbal: o sujeito que fala ou
escreve se inclui no sujeito enunciado.

Exemplo: "Na noite seguinte estávamos reunidas algumas pessoas." (Machado de Assis).

www.cursoadsumus.com.br Página 26
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

 FONÉTICA

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
=> Fonema: Menor unidade sonora. Não é o que se vê, mas o que se ouve.
=> Letra: Sinal gráfico e visual, cuja função é representar o fonema de acordo com as normas da língua.
=> Sílaba: Junção de letras por grupos fonéticos.
Os fonemas são divididos em:
 Vogais – É a abertura das cordas vocais
 Semivogais – São os fonemas i e u, quando são pronunciados juntos com a vogal, formando sílaba com ela, porém
com som mais fraco. O som de ‘i” pode ser representado pelas letras “i, e, m ou n”; enquanto que o som de “u”
pode ser representado pelas letras “u, o, m ou n.”
 Consoantes: São pronunciadas pelo bloqueio da passagem de ar e necessitam de vogais para emitirem som. (COM
+ SOM +ANTES)
Obs.: O que define a consoante (COM + SOM + ANTES) é o som e não a letra que está sendo vista.
Acompanhe a tabela abaixo.
PALAVRA LET FON CON VOG SV
texto 05 05 03 02 00
ponte 05 04 02 02 00
pombal 06 05 02 02 01
amam / amém 04 04 01 02 01

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

aipim 05 04 01 02 01
álbum 05 04 02 02 00
tórax 05 06 04 02 00
bombom 06 05 02 02 01
* Em “ponte”, o “N” não é consoante, pois somente nasaliza o “o”. Logo, ele é apenas letra diacrítica e forma com o “O” um
dígrafo vocálico nasal. Também é o caso do “M” na palavra “pombal”.
** Na palavra “amam”, o primeiro “M” é uma consoante normalmente. Já o segundo não. Temos ali a semivogal “U”, como
também seria na palavra “edredom”. O “M” ou “n” no final também podem represetnar garaficamente a semivogal “I”,
como é o caso em “pólen” e “amém””
*** “M” e “N” no final, se vierem depois de “I” ou “U” serão letras diacríticas e formarão dígrafos vocálicos, pois já tendo
som de “I” ou “U” apenas nasalizarão as vogais anteriores.
**** Lembrando: As letras que não possuem sons são chamadas diacríticas.
***** No caso do “H”, pode ser: Etimológico (hora, Bahia) ou diacrítico (chorar, lenha). Porém, a letra H não é
consoante, uma vez que não emite som.
=> A correspondência entre letra e som não ocorre sempre, pois uma mesma letra pode representar fonemas distintos.
LETRA SOM SOM SOM SOM SOM

X x Z Ks ch Φ
xícara exato táxi chave excelente
S S Z
misto casa
Z Z S
prazo feliz
M M I U ~ ~
camisa correm deitam aipim álbum
N N I pólen U ~ ~
cana nêutron Merlin cartun
E E É I
marte velho área
O O Ó U
ovo pior mágoa
www.cursoadsumus.com.br Página 27
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

=> Mas, há casos em que letras diferentes representam o mesmo som, como acontece com as palavras seco, cedo,

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
laço e próximo. Todas tem som de “S”.

=> Por fim, nota-se que uma letra pode representar mais de um fonema, como fixo, cuja leitura é "fikso", enquanto
existe letra que não tem som, como o h em hora. Temos ainda os sons ora representados por uma só letra, ora por
duas como xícara/chinelo, gato/guitarra e rabo/carro.

Encontros vocálicos: Podem ocorrer numa mesma sílaba ou em sílabas separadas. As vogais serão as pronunciadas
mais fortes, enquanto as semivogais serão mais fracas. Podem ser classificados em:

=> hiatos: é a sequência de duas vogais em sílabas diferentes. (saúde, cooperar, ruim, creem)

=> ditongos: Quando uma vogal e uma semivogal são pronunciadas numa só sílaba, independente da ordem destas.
Os ditongos podem ser classificados em decrescentes (pouco) ou crescentes (série); e orais (todos aqueles que não
são nasais) ou nasais (pão).

=> tritongos: são constituídos por uma vogal entre duas semivogais numa só sílaba. (Paraguai, iguais). Os tritongos
também podem ser classificados em nasais ou orais, seguindo as mesmas regras dos ditongos.

Obs.: Cuidado para não confundir ditongos com hiatos. ( democracia). Os encontros como praia, maio, feio e goiaba
são separados de forma a criar um ditongo e uma vogal sozinha depois (Iode). Já Mauá é “vau”.

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

Encontro consonantal: Sequência de 2 ou mais consoantes, sem vogal entre elas, que não sejam dígrafo. Pode
ocorrer na mesma sílaba ou não (carpete, bíblia). Quando x = Ks (táxi, falamos "táksi"), há encontro consonantal
fonético. X é chamado de dífono.
Dígrafo: 2 letras representando 1 fonema: lh, nh, ch, rr, ss, qu (seguidos de e ou i), gu, qu (seguidos de e ou i quando
não se pronuncia o ), sc (quando “s” não pronunciado), sç, xc e xs. Além desses, existem também os dígrafos vocálicos
formados pelas vogais nasais: am, an, em, en, im, in, om, on, um e un.

1. “X” varia foneticamente em relação aos demais na alternativa:


a) próximo b) texto c) máximo d) excelente e) sintaxe

2. A palavra EQUIVALÊNCIA tem___ fonemas?


a) 12 b) 10 c) 11 d) 5 e) 6

3. Nas palavras ENCONTROS, CONGRESSOS, COMPREENSÃO há:


a) Seis dígrafos e três encontros consonantais.
b) Cinco dígrafos e um ditongo nasal.
c) Cinco encontros consonantais e um hiato.
d) Sete fonemas, oito fonemas e onze fonemas.
4. Assinale a alternativa CORRETA quanto à divisão silábica, à ortografia e à análise da estrutura fonética da palavra
em destaque.
a) SE-RI-ÍS-SI-MO - vocábulo proparoxítono, com um hiato e um dígrafo
b) AR-RIT-MIA - vocábulo oxítono, com dois encontros consonantais e um ditongo decrescente
c) FLU-I-DOS - vocábulo paroxítono, com um encontro consonantal e um hiato
d) PRE-TEN-CI-O-SO - vocábulo paroxítono, com um encontro consonantal, um dígrafo e um hiato
5. Assinale a alternativa em que as informações apresentadas para a palavra em destaque estejam totalmente
CORRETAS.
a) hexacampeão: 10 fonemas, um tritongo, um dígrafo
b) companhia: 7 fonemas, um encontro consonantal, um dígrafo
c) português: 8 fonemas, um ditongo crescente, um encontro consonantal
d) quotista: 8 fonemas, um encontro consonantal, um ditongo crescente.

www.cursoadsumus.com.br Página 28
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!
6. Assinale, na sequência abaixo, a alternativa em que todas as palavras possuem dígrafos:
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
a) histórias, impossível, máscaras
b) senhor, disse, achado
c) passarinhos, ergueu, piedade
d) errante, abelhas, janela
e) homem, caverna, velhacos
7. Indique a alternativa cuja sequência de vocábulos apresenta, na mesma ordem, o seguinte: ditongo, hiato,
hiato, ditongo:
a) jamais, Deus, luar, dai
b) joias, fluir, jesuíta, fogaréu
d) ódio, saguão, leal, poeira
d) quais, fugiu, caiu, história
e) órgão, dia, açaí, rua

8. A única alternativa que apresenta palavra com encontro consonantal e dígrafo é:


a) graciosa
b) prognosticava
c) carrinhos
d) cadeirinha
e) trabalhava

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

9. O vocábulo cujo número de letras é igual ao número de fonemas está na alternativa:


a) sucesso;
b) hombridade;
c) gritando;
d) assexuado;
e) ressabiado

10. Assinale a única alternativa que apresenta dois encontros consonantais.


a) Professores
b) Problema
c) Trabalho
d) Qualquer
e) Processos

11. Assinale a única alternativa que apresenta apenas um encontro vocálico.


a) Relatórios
b) Violência
c) Regionais
d) Reuniões
e) Funcionários

12. Assinale a opção em que o vocábulo apresenta ao mesmo tempo um encontro consonantal, um dígrafo
consonantal e um ditongo fonético.
a) ninguém
b) coalhou
c) iam
d) nenhum
e) murcham

Se a caminhada está difícil, é porque você está no caminho certo

www.cursoadsumus.com.br Página 29
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

ACENTUAÇÃO GRÁFICA

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
ACENTUAÇÃO GRÁFICA

 A acentuação tônica é quando levamos em conta apenas a sílaba mais forte, independe de receber ou não
acento gráfico.

 Já no caso da acentuação gráfica as seguintes regras:

 Acentuam-se as palavras monossílabas tônicas terminadas em: a (s), (e,s), o(s)


 Acentuam-se as palavras oxítonas terminadas em a(s), (e,s), o(s) , em, ens
 Acentuam-se as palavras paroxítonas terminadas em r, i(s), x, u(s), n, ei, l, um, ã, ão e ditongo crescente;
 Acentuam-se todas as palavras proparoxítonas;
 Acentuam-se os ditongos abertos “ei”, “eu”, “oi”, quando forem oxítonos;
 Acentua-se o “I” e “U”, seguidos ou não de S, tônicos e que formam hiato, exceto se for vogal repetida (xiita),
vier depois de ditongo, sendo paroxítona (Bocaiuva), vier seguida de nh (rainha)

 Alguns enquadram os monossílabos como oxítonas; outros, fazem análise isoladamente.

 São monossílabos tônicos pronomes pessoais do caso reto, alguns pronomes oblíquos, ditongos abertos,

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


advérbios, verbos, substantivos e adjetivos.
- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

 São átonos os artigos (o,a, os, as), preposições (sem, em, de, com, por), conjunções (que, e) , pronome
relativo “que” e alguns oblíquos (se, lhe, te, me, o, a, lo, la, no, na, nos, vos)

=> Alguns problemas de acentuação devem-se a vícios de fala ou pronúncia inadequada de algumas palavras.
Ex. re COR de / ru BRI ca / DÚ – plex
=> Nos nomes compostos, considera-se a tonicidade da última palavra para efeito de classificação. As demais
palavras que constituem o nome composto são ditas átonas.
Exemplos: couve-flor - oxítona, arco-íris - paroxítona.

Novo Acordo Ortográfico: Não se acentuam mais os hiatos “oo” e “ee” e nem os hiatos que venham após ditongo,
quando forem paroxítonos: Ex.: enjoo, voo, creem, deem, veem, leem, feiura, Bocaiuva.

Acentos diferenciais: Em relação ao Novo acordo ortográfico, apenas serão mantidos em pôr (verbo) para distingui-
lo de por (preposição), pôde (pretérito perfeito) para distingui-lo da forma do presente pode (ó). Facultativamente,
podemos utilizar fôrma (substantivo) ou forma (3ª pessoa do presente do indicativo)

=> Os verbos ter e vir levam acento circunflexo na 3ª pessoa do plural do presente do indicativo: ele tem/ eles têm,
ele vem/eles vêm.
=> Os verbos derivados de ter e vir levam acento agudo na 3ª pessoa do singular e acento circunflexo na 3ª pessoa
do plural do presente do indicativo: ele retém/ eles retêm, ele intervém /eles intervêm.

ATENÇÃO:

Cuidado com palavras que possuem sentidos diferentes e, terão acento gráfico ou não, dependendo do contexto.
Ai – aí; ate – até; doida – doída; História – historia; mares – marés; numero – número; pais – país; saia - saía

ACENTO DE INSISTÊNCIA: AFETIVO E INTELECTUAL


Serve para realçar uma palavra em determinado contexto, quer dando afetividade (emoção), quer dando ênfase à
ideia que expressa

www.cursoadsumus.com.br Página 30
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

ACENTO AFETIVO

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
Observe a frase: “É uma homem miserável”. Percebemos que a sílaba mais forte (tônica) é “rá”
Mas se a pronununciarmos com emoção... como diríamos ? poderia ser MIserável ?
É um realce particular que damos a sílaba “MI” e a força dessa sílaba pode ser até maior que a sílaba tônica “RÁ”. A
isto damos o nome de aento emotivo.
Incide na primeria sílaba da palavra quando se inicai pó conoante, mas pode recair na síalba seguinte se ela inciar por
vogal.

É um homem miserável !
É uma pessoa abominável !
Esta criança é um amor !

ACENTO INTELECTUAL
Tal como o acento afetivo, o acento intelectial é brusco, violento. Recai Sempre na primeria sílaba, seja ela inciada por
consoante ou por vogal.

São razões subjetivas !


Foi uma ação arbitrária !
Trata-se de ato ilegal !

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

ACENTUAÇÃO GRÁFICA – EXERCÍCIOS

Assinale, em cada questão, a única palavra que deve ser acentuada nas perguntas de 01 a 07:

01. Todos os vocábulos foram acentuados pelo mesmo motivo em:


a) atrás, haverá, também ,após
b) insônia, nível, pólen, película
c) pés, lá, já, troféu
d) precário, táxi, fácil, tirá-lo
e) Esaú – amém, pajé, cajá

02. Há erro de acentuação em:


a) destituído, diluído, conteúdo
b) anágua, árduo, bênção
c) francês, camponês, pequenêz
d) benefício, benemérito, bíblico
e) preto, órgão, seres

03. Assinale a alternativa com apenas um erro de acentuação:


a) tênis, núcleo, lápis, perua
b) éter, fôlego, côres, álbum
c) vírgula, tôda, tonico, capítulo
d) fêmea, íbero, faróis, anéizinhos
e) saída, tórax, avô, vezes

04. Há erro de acentuação gráfica em:


a) Quem conhece seus defeitos está muito próximo de corrigí- los;
b) Virtude é comunicável; Vício, contagioso;
c) Saúde e inteligência: Valores da vida;
d) A História glorifica heróis, a vida santifica mártires.
e) Esta caixa contém alguns doces.

www.cursoadsumus.com.br Página 31
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
05. Acentuadas por serem paroxítonas:
a) psicólogo, indício, ingênuo, ímã
b) variável, otário, órgão, ímã
c) móvel, âmbar – saúde,
d) espécie, básico, Esaú, equilíbrio
e) sótão, ímpar, adotável, período

06. Nenhuma oxítona deve ser acentuada em:


a) Bauru, juriti, tatu Jundiai d) aqui, chuchu, Embu, Jau
b) caju, Iguaçu, caqui, saci e) Itu, Tramandai, colibri, angu
c) caju , bau, Itajai - pitu

07. Acentuados pela mesma regra:


a) equino, álbum, ideia, glória
b) uísque, cafeína, saúde, balaústre
c) máximo, álbum, vôlei, fácil
d) também, chaminé, temíveis, rádio
e) lágrima, remói, inajá, faróis

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

08. Deveriam estar acentuadas, por serem proparoxítonas, os vocábulos:


a) batavo, recanto, erudito
b) inaudito, refrega, recorde
c) publico – recorde - rubrica
d) pudico, avaro, ibero
e) aerodromo, alcoolatra, leucocito

09. São acentuadas pela mesma razão:


a) ciência – história – água
b) ímpar – álbum – também
c) réu – herói – alguém
d) último – pêssego – éter
e) saúde – conteúdo – ônus

10. Justifica-se pelas mesmas regras que súbito, série e alguém, respectivamente:
a) próximo – gênio – guarda-lo
b) água – desperdício – chapéu
c) êxtase – cárie - herói
d) terrível – aniversário – até
e) glória – cárie – amém

Habitue-se a ler, escrever e sorrir. O resto é consequência.

www.cursoadsumus.com.br Página 32
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

SEMÂNTICA

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
 Semântica é o estudo do sentido das palavras de uma língua.

Sinonímia: É a relação que se estabelece entre duas palavras ou mais que apresentam significados iguais ou
semelhantes. Exs: cômico - engraçado / débil - fraco, frágil / distante - afastado, remoto.

A contribuição greco-latina é responsável pela existência de numerosos pares de sinônimos:

 adversário e antagonista;
 translúcido e diáfano;
 semicírculo e hemiciclo;
 contraveneno e antídoto;
 moral e ética;
 colóquio e diálogo;
 transformação e metamorfose;
 oposição e antítese.

Antonímia: É a relação que se estabelece entre duas palavras ou mais que apresentam significados diferentes,
contrários. Exs: economizar - gastar / bem - mal / bom - ruim. Desta forma, opõem-se no seu significado.

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

Observação: A antonímia pode originar-se de um prefixo de sentido oposto ou negativo:


 bendizer e maldizer;
 simpático e antipático;
 progredir e regredir;
 concórdia e discórdia;
 esperar e desesperar;
 simétrico e assimétrico.

Homonímia: É a relação entre duas ou mais palavras que, apesar de possuírem significados diferentes, possuem a
mesma estrutura fonológica ou de grafia, ou seja, os homônimos. Podem ser:

 Homógrafas ou heterófonas: palavras iguais na escrita e diferentes na pronúncia. Exemplos: gosto


(substantivo) - gosto / (1ª pessoa singular presente indicativo do verbo gostar) / conserto (substantivo) -
conserto (1ª pessoa singular presente indicativo do verbo consertar);

 Homófonas ou heterógrafas: palavras iguais na pronúncia e diferentes na escrita. Exemplos: cela


(substantivo) - sela (verbo) / cessão (substantivo) - sessão (substantivo) / cerrar (verbo) - serrar ( verbo);

 Perfeitas: palavras iguais na pronúncia e na escrita. Exemplos: cura (verbo) - cura (substantivo) / verão (verbo)
- verão (substantivo) / cedo (verbo) - cedo (advérbio); são (Presente do verbo ser) - são (santo) e são (sadio).

=> Hiperônimos: Do grego hyperonymon (hyper = acima, sobre/ onymon = nome), são palavras de sentido genérico,
ou seja, palavras cujos significados são mais abrangentes do que os hipônimos. Exemplos:
Animais é hiperônimo de cachorro e cavalo.
Legume é hiperônimo de batata e cenoura.
Galáxia é hiperônimo de estrelas e planetas.
Comprou flores e deu as rosas para a mulher.

www.cursoadsumus.com.br Página 33
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
Hipônimos: Do grego hyponymon (hypo = debaixo, inferior/ onymon = nome), são palavras de sentido específico,
ou seja, palavras cujos significados são hierarquicamente mais específicos do que de outras.
Maçã e morango são hipônimos de fruta.
Vermelho e verde são hipônimos de cor.
Brócolis e couve-flor são hipônimos de verdura.
Vinha um ônibus, mas o pedestre não viu o veículo.

Parônimos: Palavras parecidas com significados diferentes


Ex.: emigrar / imigrar ; intimorato / intemerato ; infligir / infringir

EXERCÍCIOS SOBRE SEMÂNTICA

1. Uma pessoa modesta age sempre com _________________ (descrição / discrição)


2. No convento, cada freira tem direito a uma _________________ (sela / cela)
3. Todos estavam preocupados com o __________________ desabamento do barranco (eminente / iminente)
4. Há muito _____________ japoneses no Brasil (imigrantes / emigrantes)

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


5. Minha ________________ nesta cidade não será longa (estada / estadia)
- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

6. O gerente ____________ a mercadoria que seria estocada (descriminou / discriminou)


7. Nem todas as palavras têm _______________ (acento / assento)
8. O réu acabou sendo ________________ (absorvido / absolvido)
9. O mandato do deputado foi _______________ (cassado / caçado)
10. Pelo último ________________, a população triplicou em dez anos (censo / senso)
11. Boa parte dos motoristas ______________ as leis do trânsito (infligem / infringem)
12. Ele estava ______________ a sua culpa na prisão (espiando / expiando)
13. Uma ______________ multidão o acompanhava (vultosa / vultuosa)
14. Eles _____________ entre si que jamais brigariam (consertaram / concertaram)
15. O _______________ bancário foi encontrado no chão (estrato / extrato)
16. Por não concordar com o texto, o professor mandou _________ (retificá-lo / ratificá-lo)
17. O líquido ______ por este canal. (fruiu / fluiu)
18. O calor _______ os metais. (dilata / delata)
19. Receba meus sinceros __________. (comprimentos / cumprimentos)
20. Este menino _______ excessivamente quando está trabalhando. (sua / soa)-

www.cursoadsumus.com.br Página 34
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
AMBIGUIDADE OU ANFIBOLOGIA e POLISSEMIA

=> Ambiguidade: É o nome dado à duplicidade de sentidos, quando alguns termos, expressões, sentenças apresentam
mais de um entendimento possível. Em outras palavras, ocorre quando, por falta de clareza, há duplicidade de sentido
da frase.

=> A palavra tem origem no latim “ambiguitas”, que significa incerteza, equívoco. Ao contrário das figuras de
linguagem, que são ferramentas à disposição do usuário da língua, e que dão realce e beleza às mensagens emitidas,
a ambiguidade é colocada no grupo das espécies de vícios de linguagem. O uso da ambiguidade pode resultar na má
interpretação da mensagem, ocasionando múltiplos sentidos. É importante lembrar que toda comunicação estabelece
uma finalidade, uma intenção para com o interlocutor, e para que isso ocorra, a mensagem tem de estar clara, precisa
e coerente.

Os tipos comuns de ambiguidade, como vício de linguagem são:

 Uso indevido de pronomes possessivos:


A mãe pediu à filha que arrumasse o seu quarto.
Para evitar ambiguidade: A mãe pediu à filha que arrumasse o próprio quarto.

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

Outro exemplo: Vi o João andando com seu carro.


Ideal: Vi o João andando com o carro dele.

Colocação inadequada das palavras


A criança feliz foi ao parque.
Ideal: Feliz, a criança foi ao parque.

Uso de forma indistinta entre o pronome relativo e a conjunção integrante


A estudante falou com o garoto que estudava enfermagem.
Ideal: A estudante de enfermagem falou com o garoto;

Uso indevido de formas nominais


A moça reconheceu a amiga frequentando a academia.
Ideal: A moça reconheceu a amiga que estava frequentando a academia.
ou: A moça, na academia, reconheceu a amiga.

Polissemia: Características de certas palavras asssumirem significações diferentes.


Ex.: paixão: sentimento inesperado, amor violento, sofrimento.

Obs.: Não confundir, por exemplo, com são (substantivo), são (adjetivo) e são (verbo)

www.cursoadsumus.com.br Página 35
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

HÍFEN – REFORMA ORTOGRÁFICA


ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
O hífen deixa de ser usado:
a) A segunda palavra após o hífen iniciar com “S” ou “R”, essa letra dobrará. Ou seja, quando o prefixo terminar com
vogal e a segunda palavra iniciar com as letras “R” e “S”. Retira-se o hífen e duplica-se as letras “R” ou “S”:
Ex.: anti-social → antissocial / contra-regra → contrarregra
anti-rugas → antirrugas / mini-saia → minissaia
b) A primeira palavra termina em vogal e a segunda inicia também por vogal. Ou seja, quando o prefixo terminar com
uma vogal diferente da vogal que iniciar a segunda palavra.
Ex.:auto-escola → autoescola / infra-estrutura → infraestrutura/ co-autor → coautor
Obs.: Em Portugal, as palavras que tem na sua grafia consoantes mudas, tais consoantes passarão a não existir.
Ex.: facto → facto / acto → ato / acção → ação / óptimo → ótimo / baptismo → batismo
O hífen continua sendo usado:
a) Quando a segunda palavra for inicial pela letra “H”.
Ex.: super-homem / anti-higiênico / co-herdeiro / sobre-humano
Exceção: Subumano.

b) Quando o prefixo for terminado pela mesma vogal que iniciou a segunda palavra.
Ex.: micro-ondas / anti-inflamatório / contra-ataque
Exceção: prefixo co- (Ex.: cooperar / coordenar)

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

c) Quando o prefixo for terminado pela mesma consoante que inicou a segunda palavra.
Ex.: super-resistente / hiper-rápido / sub-bloco
Exceção: O prefixo sub mantém hífen com palavra iniciada pela letra “R”. Ex.: sub-raça

d) Em palavras com os prefixos: Além, aquém, ex, pós, pré, pró, recém, sem, vice.
Ex.: além-terra / aquém-mar / ex-noivo / pós-doutorado / pré-requisito / pró-ativo / recém-casados / sem-terra /
vice-presidente do Brasil

e) Em sufixos com palavras de origem tupi-guarani: açu, guaçu e mirim.


Ex.: capim-açu / embu-guaçu / guajará-mirim

Palavras compostas ou formadas por justaposição


O hífen é mantido nas palavras compostas nas quais os termos mantêm significado próprio, mantendo inclusive o
acento: ano-luz, arcebispo-bispo, arco-íris, decreto-lei, médico-cirurgião, tenente-coronel, tio-avô, alcaide-
mor, amor-perfeito, guarda-noturno, mato-grossense, norte-americano, porto-alegrense, sul-africano; afro-
asiático, afro-luso-brasileiro, azul-escuro, luso-brasileiro, euro-africano, primeiro-ministro, primeiro-sargento,
segunda-feira; conta-gotas, guarda-chuva.

Nos topônimos: O hífen é utilizado nos topônimos começados por Grã e Grão, cujo primeiro termo seja uma
flexão verbal ou cujos termos estejam ligados por artigo: Grã-Bretanha, Grão-Pará; Abre-Campo; Passa-Quatro,
Quebra-Costas, Quebra-Dentes, Traga-Mouros, Trinca-Fortes; Albergaria-a-Velha, Baía de Todos-os-Santos, Entre-os-
Rios, Montemor-o-Novo, Trás-os-Montes.
 Observação: Outros topônimos compostos escrevem-se com os elementos separados, sem hífen: A dos
Francos, América do Sul, Belo Horizonte, Cabo Verde, Castelo Branco, Freixo de Espada à Cinta, etc.
 Exceção: Guiné-Bissau e Timor-Leste mantêm o hífen, mesmo não estando no caso acima por configurarem
exceções consagradas pelo uso.

Nas palavras compostas que designam espécies animais ou vegetais


Palavras que designam espécies estudadas pela zoologia ou pela botânica mantêm o hífen, tendo ou não ligação por
artigo ou começo por forma verbal: abóbora-menina, couve-flor, erva-doce, feijão-verde; bênção-de-deus, erva-do-
chá, ervilha-de-cheiro, fava-de-santo-inácio; bem-me-quer (nome de planta que também se dá à margarida e
ao malmequer); andorinha-grande, cobra-capelo, formiga-branca; andorinha-do-mar, cobra-d'água, lesma-de-
conchinha; bem-te-vi.

www.cursoadsumus.com.br Página 36
SUA APROVAÇÃO É A NOSSA MISSÃO!

Nas locuções: Nas locuções em geral não se usa o hífen. O Acordo fornece vários exemplos:
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS
 a) substantivas: cão de guarda, fim de semana, sala de jantar;
 b) adjetivas: cor de açafrão, cor de café com leite, cor de vinho;
 c) pronominais: cada um, ele próprio, nós mesmos, quem quer que seja;
 d) adverbiais: à parte, à vontade, de mais, depois de amanhã, em cima, por isso;
 e) prepositivas: abaixo de, acerca de, acima de, a fim de, a par de, à parte de, apesar de, aquando de, debaixo de,
enquanto a, por baixo de, por cima de, quanto a;
 f) conjuncionais: a fim de que, ao passo que, contanto que, logo que, por conseguinte, visto que.
Exceção: nos casos consagrados pelo uso o hífen é mantido - água-de-colônia, arco-da-velha, cor-de-rosa, mais-
que-perfeito, pé-de-meia, ao deus-dará, à queima-roupa.
 Nas colocações pronominais: O hífen continua a ser usado nas colocações enclíticas e mesoclíticas: amá-
lo, dá-se, deixa-o, partir-lhe; amá-lo-ei, enviar-lhe-emos, dar-se-vos-á

EXERCÍCIOS SOBRE O USO DO HÍFEN


01. Assinale a alternativa em que o hífen, conforme o novo Acordo, foi usado corretamente:
a) contra-filé b) busca-pé. c) ultra-violetas d) mal-estar e) super-interessante.
02. Assinale a alternativa errada quanto ao hífen:
a) bem‐humorado / superalimentação. d) antepassados / anteprojetos.
b) circunvizinhanças / antiinflamatório e) autodidata / autoanálise.
c) sobrecoxa / antiácido.

- ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS


- DSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

03. Assinale a alternativa incorreta quanto ao emprego do hífen, respeitando‐se o novo Acordo.
a) semianalfabeto / semicírculo. d) recém‐chegado / além‐mar.
b) sem‐pulo / semifinal e) vice‐reitor / pós‐operatório.
c) sem‐vergonha / semi-nu.

04. Assinale o item em que o uso do hífen está incorreto.


a) infraestrutura ‐ super‐homem ‐ autoeducação d) neoescolástico ‐ ultrassom ‐ pseudo‐herói
b) bem‐vindo ‐ antessala ‐ contra‐regra e) extraoficial ‐ infra‐hepático ‐ semirreta
c) contramestre ‐ infravermelho ‐ autoescola

05. Uma das alternativas abaixo apresenta incorreção quanto ao emprego do hífen.
a) pseudo‐hermafrodita / extraconjugal. c) antessala / antirrábica. e) neolatinas / ultramarinas.
b) extraoficial / extraterreno. d) subreitor / superpotência.
06. Assinale a alternativa em que ocorre erro quanto ao emprego do hífen.
a) contrarregra b) contra-filé. c) vice-rei d) pró‐leite. e) contrassenso.
07. Marque a opção em que o hífen aparece de forma incorreta:
a) pseudossigla c) tele-sistema e) suprarrenal
b) contraindicação d) contra-ataque

08. Das palavras seguintes, há uma em que a grafia está errada. Assinale-a:
a) girassol – pontapé –paraquedas d) circum-navegação – pan-americano – interestadual
b) ex-presidente – subumano – além-mar e) superresistente – superinteressante – anti-inflamatório
c) superinteressante – superamigo – interescolar
09. Assinale a opção em que pelo menos uma palavra apresenta erro de grafia:
a) hipermercado – intermunicipal – superproteção d) infraestrutura – anteontem – autoestrada.
b) anti-higiênico – coerdeiro – sobre-humano e) semiaberto – anteontem – autoestrada.
c) super-homem – autoescola – infra-estrutura

10. Assinale a alternativa INCORRETA quanto ao emprego do hífen, segundo nova ortografia da língua:
a) contrarreforma c) semi-reta e) anti-inflamatório
b) inter-relação d) micro-ondas
www.cursoadsumus.com.br Página 37
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

ORTOGRAFIA

 Emprego de X e CH
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Casos X CH Exemplos Exceções

01. Após ditongo caixa, frouxo recauchutar


02. Após “en” enxaqueca, enxada, enxame
03. Após “en” (prefixos de palavras encher, enchimento, enchente, preencher, enchiqueirar,
iniciadas por ch) encharcado
04. Após a sílaba “me” mexerica, mexilhão,mexicano mecha
05. Vocábulos de origem indígena ou abacaxi, xavante, orixá, xará, xerife, xampu
africana
06. Nas seguintes palavras bexiga, bruxa, coaxar, faxina, graxa, lagartixa, lixa, lixo, puxar, rixa,
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

oxalá, praxe, roxo,


vexame, xadrez,xarope, xaxim, xícara, xale, xingar, etc.
07. Nas seguintes palavras bochecha, bucha,
cachimbo, chalé, charque, chimarrão, chuchu, chute, cochilo,
debochar, fachada, fantoche, ficha, flecha, mochila, pechincha,
salsicha

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
 Emprego de G ou J
Casos J G Exemplos Exceções
01. Substantivos terminados em - Exs: barragem, miragem, viagem, origem, ferrugem pajem,viajem
agem, -igem, -ugem vertigem, origem, penugem enferrujem
02. Palavras terminadas em -ágio,- estágio,privilégio, prestígio, relógio, refúgio
égio, -ígio, -ógio, -úgio
03. Nas formas dos verbos arranjar: arranjo, arranje, arranjem
terminados em -jar ou -jear despejar: despejo, despeje, despejem
gorjear: gorjeie, gorjeiam, gorjeando
enferrujar: enferruje, enferrujem
viajar: viajo, viaje, viajem (3ª p. pl. pres. subjuntivo)
04. Nas palavras derivadas de outras Exs: engessar (de gesso), massagista (de massagem), vertiginoso
que se grafam com g (de vertigem)
05. Nas palavras derivadas de outras laranja – laranjeira loja – lojista
que já apresentam j nojo – nojeira jeito - ajeitar
cereja – cerejeira varejo – varejista
rijo – enrijecer lisonja - lisonjeador
06. Palavras de origem tupi, africana, biju, jiboia, canjica, pajé, jerico, manjericão, Moji
árabe ou exótica
07. Nos seguintes vocábulos: algema, auge, bege, geada, gengiva, gibi, gilete, hegemonia,
herege, megera, monge, rabugento, vagem.
08. Nos seguintes vocábulos: berinjela, cafajeste, jeca, jegue, majestade, jeito, jejum, laje

 Emprego das Letras S, Z ou X (som de z)


Casos S Z X Exemplos Exceções
01. ISAR: Nas palavras derivadas de Exemplos: análise – analisar ; aviso – avisar catequizar
outras que já apresentam “s” no catálise – catalisador ; pesquisa – pesquisar batizar
radical
02. Nas palavras derivadas de outras deslize – deslizar; razão – razoável;
que já apresentam z no radical vazio – esvaziar ; raiz – enraizar;
cruz – cruzeiro;
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

03. Nos sufixos -izar, -ização ao real- realizar ; civilizar – civilização;


formar verbos e substantivos colonizar - colonização
04. Nos sufixos -ês e -esa, ao burguês – burguesa ; inglês – inglesa; chinês – chinesa ;
indicarem nacionalidade ou título milanês – milanesa; pequinês ; cortês etc
05. Sufixos -ez, -eza, formando inválido – invalidez ; limpo – limpeza;
ENSINO

substantivos abstratos a partir de macio – maciez ; rígido – rigidez;


adjetivos surdo – surdez ; frio - frieza
06. Nos sufixos formadores de catarinense – palmeirense - gostoso – gostosa ; teimoso –
adjetivos -ense, -oso e -osa teimosa - amoroso – amorosa.

www.cursoadsumus.com.br Página 38
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

08. Nas formas dos pus, pôs, pusemos, puseram, pusera, pusesse, puséssemos, quis,
verbos pôr e querer, bem como em quisemos, quiseram, quiser, quisera, quiséssemos, repus,
seus derivados: repusera, repusesse.
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

09. Palavras iniciadas com A azedo, azeite, azia, azeitona asa, Ásia e

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
asilo
10. Palavras iniciadas com E exame, exército, exemplo, exumar. exílio, esotérico
esôfago,
Ezequiel,
Ezequias
11. Palavras iniciadas com I, O, U Isaura, Osíris e usucapião ozônio
12. Nos derivados em -zal,
-zeiro, -zinho, -zinha, -zito, -zita: cafezal – cafezinho – cafezeiro, cãezito.
13. Nos seguintes vocábulos: abuso, asilo, através, aviso, besouro, brasa, cortesia,
decisão,despesa, empresa, freguesia, fusível, maisena, mesada,
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

paisagem, paraíso, pêsames, presépio, presídio, querosene,


raposa, surpresa, tesoura, usura, vaso, vigésimo, visita, etc.
14. Nos seguintes vocábulos: azar, azeite, azedo, amizade, buzina, bazar, catequizar,
chafariz, cicatriz, coalizão, cuscuz, proeza, vizinho, xadrez,
verniz

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
 Emprego de S, Ç, SS, SC e X
Existem diversas formas para a representação do fonema /S/. Observe:
Casos S Ç SS SC X Exemplos

01. Nos substantivos derivados de expandir- expansão; estender- extensão


verbos terminados em "andir", pretender- pretensão; verter- versão
"ender", "verter" e "pelir" suspender- suspensão; converter – conversão
expelir – expulsão ; repelir - repulsão
02. Nos substantivos derivados dos ater – atenção ; torcer – torção; contorcer – contorção ; deter –
verbos "ter" e "torcer" detenção; manter – manutenção
03. Em alguns casos, a letra “X” soa auxílio, expectativa, experto, extroversão, sexta, texto, trouxe
como “ss”
04. Nos termos eruditos acréscimo, ascensorista,consciência, descender, discente,
fascículo, fascínio, imprescindível, miscigenação, plebiscito,
rescisão, transcender
05. Na conjugação de alguns verbos nascer- nasço, nasça crescer- cresço, cresça
descer- desço, desça
06. Nos substantivos derivados de agredir – demitir – ceder – discutir
verbos terminados em "gredir", agressão demissão cessão discussão
"mitir", "ceder" e "cutir" transmitir – exceder – repercutir;
transmissão – excesso - repercussão
 Emprego das letras E e I
Casos E I Exemplos
01. Em sílabas finais dos verbos terminados em - magoar – magoe, magoes
oar, -uar continuar – continue, continues
02. Em palavras formadas com o antebraço, antecipar
prefixo ante (anterior)
03. Nos seguintes vocábulos: cadeado, confete, disenteria, empecilho, irrequieto, mexerico, orquídea

04. Em sílabas finais dos verbos terminados em - cair- cai doer- dói influir - influi
air, -oer, -uir
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

05. Em palavras formadas com o anticristo – antitetânico


prefixo anti- (contra)
06. Nos seguintes vocábulos: aborígine, artimanha, chefiar, digladiar, penicilina, privilégio

 Emprego das letras O e U


ENSINO

Casos O U Exemplos
01. A oposição o/u é responsável pela diferença de comprimento (extensão) e cumprimento (saudação, realização) ; soar
significado de algumas palavras. (emitir som) e suar (transpirar)
02. Nos seguintes vocábulos: bolacha, bússola, costume, moleque.
03. Nos seguintes vocábulos: camundongo, jabuti, Manuel, tábua

www.cursoadsumus.com.br Página 39
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

EXERCÍCIOS SOBRE ORTOGRAFIA


1. Complete os espaços com x ou ch.
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

a) Depois da fa__ina, comeu uma cai__a de amei__a.

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
b) O__alá não me__am no en__oval.
c) Tomou uma __ícara de __á antes de rela__ar.
d) O en__ame atravessou aquela fai__a de terra onde estava a en__ada.
e) O capi__aba gostava de __u__u, de __ucrute e tomar ca__aça.

2. Marque a única opção em que todas as palavras estejam completas com x.


a) enxoval, xingar, caixeiro, enxugar, xícara d) chuchu, ameixa, cartucho, desleixada, trouxa
b) puxar, achatar, enxovia, inchado, achincalhar e) pechincha, coxa, broche, enxada, encharcado
c) piche, deixar, enxugar, xadrez, baixo
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

3. Complete com g ou j, conforme o caso:


a) gara__em, selva__eria, cora__em, pa__é d) __eleira, lo__ista, su__estão, can__ica
b) mon__e, co__itar, sufrá__io, __eito e) __iz, sar__eta, __azigo, __enipapo, sar__eta
c) farin__ite, ferru__em, o__eriza, no__o

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
4. O item abaixo que apresenta uma palavra erradamente grafada é:
a) alteza - duquesa - baroneza; d) freguesa - beleza - dureza;
b) riqueza - dureza - fineza; e) certeza - camponesa - japonesa.
c) princesa - baixeza - burguesa;

5. Assinale a alternativa que contém o período cujas palavras estão grafadas corretamente:
a) Ele quiz analisar a pesquisa que eu realizei. d) Ele quis analizar a pesquiza que eu realisei.
b) Ele quiz analizar a pesquisa que eu realizei. e) Ele quis analisar a pesquiza que eu realizei.
c) Ele quis analisar a pesquisa que eu realizei.

6. Indique a única sequência em que todas as palavras estão grafadas corretamente:


a) fanatizar - analizar - frizar. c) banalizar - analisar - paralisar. e) utilizar - canalisar - vasamento.
b) fanatisar - paralizar - frisar. d) realisar - analisar - paralizar.

7. Marque a opção com que todas as palavras estão grafadas corretamente:


a) enxotar - trouxa - chícara. c) passos - discussão - arremesso. e) nervoso - desafio - atravez.
b) berinjela - jiló - gipe. d) certeza - empresa - defeza.

8. Dos pares de palavras abaixo, aquele em que a segunda não se escreve com a mesma letra sublinhada na
primeira é:
a) vez / reve___ar. c) atrás / retra __ ado. e) esvaziar / e___ tender.
b) propôs / pu__ eram. d) cafezinho/ blu __ inha.

9. A alternativa que apresenta palavra grafada incorretamente é:


a) fixação - rendição - paralisação. d) presunção - compreensão - submissão.
b) exceção - discussão - concessão. e) cessão - cassação - excurção.
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

c) seção - admissão - distensão.

10. A única palavra que se escreve sem “h” é:


a) omeopatia. c) umor. e) iena.
b) umidade. d) erdeiro.
ENSINO

www.cursoadsumus.com.br Página 40
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

ESTRUTURA DAS PALAVRAS


MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
=> As palavras são constituídas de morfemas.
São eles: Raiz, Radical, Afixos, Infixos*, Vogal Temática, Tema e Desinências
Raiz: É o elemento básico da estrutura de uma palavra, é comum a todos os vocábulos de uma mesma família. As
palavras que têm a mesma raiz formam uma família léxica e se dizem COGNATAS. Por exemplo: reg (diretor, dirigir,
regência, reger, rei)
Radical: É o elemento que encerra a significação básica da família. Observe o seguinte grupo de palavras:
pedra – pedreira – empedrar - pedrada – petrificar
O elemento pedr é o radical de todas essas palavras, elas constituem uma família de palavras, ou palavras cognatas.
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

Às vezes, o radical apresenta variatnes que rebem o nome de alomorfes. É que ocorre na última palara: petr, ou
seja, um alomorfe do radical
RADICAL é o morfema lexical de um vocábulo, não possui função gramatical e, sim, semântica. É a parte da
palavra que resulta da supressão de desinências e vogal temática. Por exemplo: mestr -e.

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Obs.: Alguns autores definem cognatras como palavras de mesma raiz; Outros, de mesmo radical.

Palavras cognatas são aquelas que possuem a mesma origem, com grafias iguais ou semelhantes, e o mesmo
significado, podendo possuir pequenas discrepâncias. Essas palavras possuem o mesmo radical em dois idiomas
distintos, sendo pertencentes à mesma família etimológica.

AFIXOS: Existem dois tipos de afixos: Prefixos e sufixos

=>PREFIXOS: Colocados antes do radical. Ex: infeliz, descrer, bisneto, refazer

=>SUFIXOS : Colocados depois do radical.Ex: felizmente , beleza, pedrada, laranjal

INFIXOS: São elementos sem valor significativo que ligam outros dois morfgemas, facilitando a pronúncia.
Podem ser vogais ou consoantes de ligação.
Ex. de vogais de ligação: gasômetro, cafeicultura , pontiaguado.
Ex. de consoantes de ligação: cafeteira, cafezinho, paulada. Capinzal.

VOGAL TEMÁTICA (VT): É a vogal que se une ao radical, constituindo com ele o tema da palavra. Ex.: casar
Existe vogal temática em verbos e nomes.

1. Nominal => quando se liga ao nome. Há três vogais temáticas nomimais: A, E, O, quando átonas e
no final da palavra. Exemplos: folha, ponte, bolo
* Se forem tônicas, farão parte do radical; da mesma forma quando se trata das vogais I e U.
Ex.: café, cipó, cajá, táxi, bônus (nestes casos não há VT e a palavra inteira é o radical)
2. Verbal: Quando se liga ao radical de um verbo. Caracteriza as conjugações verbais. Portanto são
três: A, E, I.
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

Ex.: cantar, beber, partir


Há casos em que a vogal temática pode ser alterada:
a) Eu amei, Ele amou
b) vendia, vendias, vendíamos, vendíeis, vendiam
c) partes, parte, partem
ENSINO

d) particípio: 2ª conjugação: vendido

TEMA: É o radical + vogal temática ou desinência nominal.


Exs: terra = terr (radical) + a (desinência nominal) ; ama = am (radical) + a (vogal temática)

www.cursoadsumus.com.br Página 41
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!
DESINÊNCIAS: São morfemas colocados no final das palavras para indicar flexões verbais ou nominais.

Nominais: Indicam gênero e número de nomes


MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

Exemplos: casa – casas (“s” – desinência de número) ; gato – gata (a = desinência de gênero)

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Verbais: Existem dois tipos de desinências verbais: desinências modo-temporal (DMT) e desinências número-
pessoal (DNP).

Desinência modo temporal – indica o modo e o tempo em que ocorre a ação verbal.
– va: pretérito imperfeito do indicativo: falava, falavas,
– ia: pretérito imperfeito do indicativo : vendia, vendias,
– ra: pretérito mais-que-perfeito do indicativo: brincara.
– ria: futuro do pretérito do indicativo: falaria.
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

– sse: pretérito imperfeito do subjuntivo: falasse.

Desinência número pessoal – indica o número e a pessoa a qual se refere a ação verbal.
-o: indica 1ª pessoa do singular: canto, falo.
-s: indica 2ª pessoa do singular: amas, cantas.

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
-ste: indica 2ª pessoa do singular: cantaste
-stes: indica 2ª pessoa do singular: castastes
-mos: indica 1ª pessoa do plural: nós cantamos.
-m: indica 3ª pessoa do plural: eles cantam, eles vendem.

** “o”, “ste”, “stes”: São consideradas por alguns autores também como DMT e DNP ao mesmo tempo.

Desinência verbo nominal – indica as formas nominais dos verbos (infinitivo, gerúndio e particípio).
-r: indica o infinitivo: falar.
-ndo: indica o gerúndio: falando.
-do: indica o particípio: falado.

Exercícios
01. Em “louvássemos” a desinência modo-temporal é:
a) mos b) a c) louv d) sse e) va

02. Em qual palavra abaixo se destacou a vogal temática?


a) vandiAm b) continUam c) coorrEndo d)andO e) falastE

03. Em “andou” o morefema “o” é:


a) vogal de ligação d) sufixo verbal
b) desinência número-pessoal e) alomorfe da vogal temática
c) desinência modo-temporal

04. Qual a desinência modo-temporal de comprarmos”


a) a b) mos c) o segundo “r” d) ar e)s
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO
ENSINO

05. Formoso, moça, perco. Os elementos destacados são, respectivamente:


a) sufixo, vogal temática, vogal temática.
b) desinência nominal , desinência nominal, desinência número-pessoal
c) sufixo, desinência nominal , desinência número-pessoal
d) desinência número pessoal, vogal temática, desinência número pessoal
e) sufixo, sufixo, vogal temática
www.cursoadsumus.com.br Página 42
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

06. Qual palavra abaixo possui vogal de ligação?


a) pintor
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

b) folhagem

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
c) reizinho
d) realidade
e) caju

07. Em saiamos, o elemento destacado é:


a) vogal temática
b) vogal de ligação
c) parte do radical
d) desinência modo-temporal
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

e) sufixo verbal

08. Só não há vogal temática na palavra:


a) casamento
b) salvação

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
c) folha
d) cipó
e)pente

09. Qual palavra abaixo possui uma classificação errada do elemetno estrtutural em destaque?
a) criminal(i)dade – vogal de ligação
b) adequad(a)mente – vogal temática
c) convulsiv(a) – desinência de gênero
d) estru(i)ndo – vogal temática
e) cegu(eira) - sufixo

10. O teermo redefinição é estruturalmente formado por:


a) prefixo – radical – vogal temática - sufixo
b) radical – sufixo – vogal temática - sufixo
c) prefixo – radical – sufixo
d) radical – vogal de ligação - sufixo
e) prefixo – radical – vogal de ligação – desinência
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO
ENSINO

www.cursoadsumus.com.br Página 43
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

PROCESSOS DE FORMAÇÃO DE PALAVRAS:


MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
=> Na Língua Portuguesa, encontramos a seguinte divisão:

 palavras simples – palavra que possui apenas um radical. Ex.: mar, florista, beleza
 palavras compostas - palavra que possui mais de um radical. Ex.: beija-flor, passatempo
 palavras primitivas – é aquela que não se formoiu de nenhuma outra palavra. Ex: pedra, bala, doce
 palavras derivadas - é aquela que se formou de uma outra, geralmente por meio de um afixo. Ex.: pedreira,
bolada, docinho

=> Os processos de formação são por “composição” ou “derivação”.


ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

Composição - processo em que ocorre a junção de dois ou mais radicais. São dois tipos de composição.

 justaposição: quando não há perdas ou acréscimo de fonemas nos elementos que compõem a palavra.
Pode haver ou não o hífen.

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Ex.: couve-flor, passaporte, girassol,bem-me-quer

 aglutinação: Quando ocorre a alteração fonética, com perda de elementos (pernalta, de perna + alta). Jamis
haverá hífen, mas é comum aparecer a vogal de ligação.
Ex.: planalto, alvinegro, pontiagudo, petróleo

Derivação - processo em que a palavra primitiva (radical) sofre o acréscimo de afixos. São cinco tipos de derivação.

 prefixal: acréscimo de prefixo à palavra primitiva (in-útil);

 sufixal: acréscimo de sufixo à palavra primitiva (clara-mente);

 prefixal e sufixal: quando ocorre simultaneamente o acréscimo de prefixo e sufixo à palavra primitiva: in
feliz mente

 parassintética ou parassíntese: acréscimo de prefixo e sufixo (em + lata + ado) , sem que nenhum dos dois
possa ser retirado da palavra.

 regressiva: redução da palavra primitiva. Nesse processo forma-se substantivos abstratos (ajuda / de
ajudar). Também recebe o nome de deverbal ou pós-verbal.

Obs1: regressivos derivados de substantivos: boteco (botequim), comuna ( derivado de comunista)


Obs.2: Se houver objeto, ele será primitivo e a derivação será sufixal. Ex.: martelo – martelar. O objeto prevalece
sobre a ação.

 imprópria: altera a classe gramatical, subclasse ou valor semântico.


SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

Ex.: "o jantar" - de verbo para substantivo; "é um judas" - de substantivo próprio a comum). Também
recebe o nome de conversão.

 Hibridismo: União de elementos provenientes de línguas diferentes. A palavra híbrida pode ser composta
ou derivada. Ex.: sociologia (latim e grego); caiporismo (tupi e grego); sambódromo (africano e grego);
ENSINO

burocracia (francês e grego); cosmonauta (grego e latim); abreugrafia (português e grego).

 Onomatopeia: reprodução imitativa de sons (pingue-pingue, zunzum, miau);

 Abreviação vocabular: É o emprego de parte da palavra. Reduz o vocábulo até o limite da compreensão.

www.cursoadsumus.com.br Página 44
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!
Ex.: metrô, moto, pneu, extra, Flu, pólio
Obs.: Não confundir com abreviatura: Sr., Ltda., pág., apart.

 Siglas: Combinação das letras iniciais de uma sequência de palavras que constitui um nome.
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatís-tica); IPTU (Imposto Predial, Territorial e Urbano).

 Neologismo semântico: Quando se dá um novo significado, somado ao que já existe.


“legal” significa dentro da lei; a esse significado somamos outro: pessoa boa, pessoa legal.

 Empréstimo linguístico: Aportuguesamento de palavras estrangeiras; se a grafia da palavra não se


modifica, escreve-se entre aspas.: estresse, futebol, bife, “show”, xampu, “shopping center”.

1. Só não há paalvra formada por parassíntese em:


ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

a) ajoelhar
b) expatriado
c) emagrecer
d) enferrujar
e) escurecer

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
2. A palavra entoação foi formada por:
a) derivação sufixal
b) derivação prefixal e sufixal
c) parassíntese
d) aglutinação
e) justaposição

3. “Você deságua em mim e eu oceano ... E esqueço que amar é quase uma dor ... A palavra sublinhada foi
formada por:
a) parassíntese
b) hibridismo
c) prefixação
d) regressão
e) conversão

4. As palavras “perda”, “corredor” e “saca-rolha” são formadas, respectivamente, por:


a) derivação regressiva, derivação sufixal, composição por justaposição
b) derivação regressiva, derivação sufixal, derivação parassintética
c) composição por aglutinação, derivação parassintética, derivação regressiva
d) derivação parassintética, composição por justaposição, composição por aglutinação
e) composição por justaposição composição por aglutinação, derivação prefixal

5. O vocábulo “pesquisa” é formado pro derivação reressiva. Em que item a seguir a palavra destacada é formada
pelomesmo processo?
a) Houve erros de previsão grosseiros.
b) O motivo é evidente.
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

c) O eleitor poderia ir à praia.


d) O estudo dos resultados mostrou falhas.
e) O feriado das eleições foi aproveitado.

6. Qual é o processo de formação de palavras de “manifesto” ?


ENSINO

a) derivação prefixal d) derivação parassintética


b) composição por justaposição e) derivação regressiva
c) composição por aglutinação
d) derivação parassintética
e) derivação regressiva

www.cursoadsumus.com.br Página 45
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865
ENSINO

SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO


SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

www.cursoadsumus.com.br Página 46
ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

MORFOLOGIA – CLASSE DE PALAVRAS:


MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

Variáveis Invariáveis

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Pronome Preposição
Artigo Interjeição
Verbo Conjunção
Adjetivo Advérbio
Numeral
Substantivo

 Substantivo: É a classe variável em gênero, número e grau que dá nome aos seres em geral.
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

Adjetivo: Palavra variável em gênero, número e grau que qualifica o substantivo, indicando-lhe qualidade, estado, modo
de ser ou aspecto.
Locução adjetiva é uma expressão que equivale a um adjetivo. Geralmente é constituída de preposição e substantivo
ou preposição e advérbio. Ex.: mesa de madeira, casa da frente

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
 Artigo: Classe variável em gênero e número que define ou indefine um substantivo. Podem ser:
1. Definidos: o/a, os/as
2. Indefinidos : um/uma, uns/umas

 Numeral: Classe que expressa quantidade exata de seres, a ordem de sucessão, etc. Os numerais podem ser:
1. Cardinais- indicam uma quantidade exata. Ex.: quatro, mil, quinhentos.
2. Ordinais- indicam uma posição exata. Ex.: segundo, décimo.
3. Multiplicativos- indicam um aumento exatamente proporcional. Ex.: dobro, quíntuplo.
4. Fracionários- indicam uma diminuição exatamente proporcional. Ex.: um quarto, um décimo.

 Pronome: É a palavra variável em gênero, número e pessoa que representa ou acompanha o substantivo, indicando
sua posição em relação às pessoas do discurso ou situando-o no espaço e no tempo.
1. Quando o pronome representa o substantivo, dizemos se que trata de pronome substantivo. Ex: Ele não veio.
2. Quando o pronome acompanha o substantivo, restringindo a extensão de seu significado, dizemos tratar-se de um
pronome adjetivo. Ex: Esta casa é antiga.

 Verbo: Palavra variável em pessoa, tempo, número, modo e voz que exprime um processo, isto é, aquilo que passa
no tempo (uma ação, um estado, mudança de estado, um fenômeno da natureza, existência, desejo, conveniência).
a) O policial prendeu o assassino.
b) Maria foi atropelada pelo veículo.
c) O assassino estava doente.
d) No Nordeste quase não chove.
a) O policial praticou uma ação;
b) Maria sofreu uma ação;
c) O assassino encontrava-se num certo estado;
d) Quase não ocorre um dado fenômeno da natureza no Nordeste.

 Advérbio: Classe invariável que expressa circunstâncias. Os advérbios se ligam a verbos,


adjetivos ou outros advérbios.
Ex: O aluno estudou muito. (advérbio ligado ao verbo estudou),
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

A mesa estava muito brilhante. (advérbio muito ligado ao adjetivo brilhante),


O trabalho ficou pronto muito tarde. (advérbio ligado ao advérbio tarde)
Algumas circunstâncias expressas pelos advérbios:
Classificação dos advérbios:
 Lugar: aqui, ali, aí, além, longe, perto, dentro, onde, atrás, etc.
ENSINO

 Tempo: hoje, atualmente, nunca, depois, logo, de repente, etc.


 Modo: bem, assim, depressa, rapidamente, à toa, sem medo, etc.
 Afirmação: sim, certamente, com certeza, realmente, sem dúvida, etc.
 Negação: não, absolutamente, tampouco, de jeito nenhum, etc.
 Intensidade: muito, menos, demais, bem, quase, quanto, etc.
 Dúvida: talvez, acaso, possivelmente, etc.

www.cursoadsumus.com.br Página 47
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

Outros exemplos (locuções):


 Causa: de fome, à mingua, etc.
 Finalidade: para o jogo, para aquela oportunidade
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Locução adverbial: Duas ou mais palavras com valor de advérbio.
Ex.: Rubens estava morrendo de medo. (locução adverbial que expressa a circunstância de causa).
A bela mulher apareceu na porta. (locução adverbial que expressa a circunstância de lugar).

 Conjunção: Classe invariável que liga orações, às vezes, liga termos coordenados de uma oração.
Ex.: Os pais viajaram e estudaram. (ligando orações)
Os pais viajaram para Orlando e Paris.(ligando termos dentro de uma oração)
As conjunções podem ser: subordinadas ou coordenadas
Conjunções coordenativas
a) Aditivas: e, nem, mas também, mas ainda.
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

b) Adversativas: mas, porém, todavia, contudo, entretanto.


c) Alternativas: ou, ou...ou, ora...ora, quer...quer.
d) Conclusivas: pois (posposto ao verbo), logo, portanto, então.
e) Explicativas: porque, pois (anteposto ao verbo), que.
Conjunções subordinativas

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
a) Causais: porque, visto que, já que, uma vez que, etc.
b) Condicionais: se, caso, desde que, contanto que, etc.
c) Consecutivas: que (precedido de tão, tal, tanto), de modo que, de maneira que, etc.
d) Comparativas: como, que (precedido de mais ou menos), etc.
e) Conformativas: como, conforme, segundo, etc.
f) Concessiva: embora, se bem que, ainda que, mesmo que, conquanto, etc.
g) Temporais: quando, enquanto, logo que, assim que, etc.
h) Finais: afim de que, para que, que, etc.
i) Proporcionais: à proporção que, à medida que, etc.
j) Integrantes: que, se, etc. (Quando iniciam orações subordinadas substantivas).

As conjunções subordinadas e coordenadas serão tratadas com mais detalhes em Sintaxe.


Locução conjuntiva: Duas ou mais palavras com valor de uma conjunção. Ex.: já que, se bem que, a fim de
que.

Preposição: Classe invariável que liga termos, às vezes, liga orações.


Ex.:O professor gosta de trabalhos noturnos. (liga termos de uma oração)
O professor gosta de trabalhar à noite. (liga orações)
Preposições: a, ante, após, até, com, contra, de, desde, em, entre, para, perante, por, sem, sob, sobre,
trás.
Preposições acidentais. Em determinados contextos, podem atuar como preposições: como, conforme,
consoante, durante, exceto, fora, mediante, salvo, segundo, senão, etc.

Locuções prepositivas. Têm o valor de uma preposição. A última palavra dessas locuções é sempre uma
preposição: abaixo de, acerca de, acima de, ao lado de, a respeito de, de acordo com, dentro de, embaixo de, em
cima de, em frente a, ao redor de, graças a, junto a, junto de, para com, perto de, por causa de, por cima de, por
trás de, devido a.
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

O que caracteriza uma palavra como pertencente a uma classe não é a sua forma e sim a função que desempenha dentro
da oração. Os exemplos citados servem como roteiro, mas não devem limitar sua visão do assunto. Analise cada caso, você
descobrirá palavras funcionando como preposição que não estão nesta lista.
ENSINO

““A força não provém da capacidade física e sim de uma vontade indomável”. Mahatma Gandhi

www.cursoadsumus.com.br Página 48
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

SUBSTANTIVO
Tudo o que existe é ser e cada ser tem um nome. Substantivo é a classe gramatical de palavras variáveis, as quais
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

denominam os seres. Além de objetos, pessoas e fenômenos, os substantivos também nomeiam:lugares: Alemanha,

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Porto Alegre...
 sentimentos: raiva, amor...
 estados: alegria, tristeza...
 qualidades: honestidade, sinceridade...
 ações: corrida, pescaria...
 noções: altura, peso, cor, tamanho

Os substantivos são caracterizados por terem gênero, número e grau, sua classificação é: Concreto; Abstrato, Próprio,
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

Comum, Primitivo, Derivado, Simples, Composto e Coletivo.

Concreto: Nomeiam seres existentes que possam gerar em nosso pensamento uma imagem concreta, podendo ser
imaginários (anjos, alma, bruxa), ou reais (casas, cadeira).

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Abstrato: Como o próprio nome já diz é abstrato, que não tem como ser pego na mão ou jogado em algum lugar. São
os sentimentos, as ações, as emoções, qualidade e um estado. Exemplo: beijo, vida, amor, ódio, frio, beleza e etc.

Próprio: Dá nome aos seres, ou seja, o ser é nomeado particularmente, é representado pela letra inicial maiúscula.
Exemplo: Maria, Terra, São Paulo, e etc.

Comum: Nomeia um ser que participa de certa classe, genericamente. Exemplo: homem, cachorro, cidade, mesa,
telefone, e etc.

Primitivo: São variadas palavras que se encaixam numa família etimológica, e que não deriva de nenhum outro nome.
Exemplo: pobre, flor e etc.
Derivado: Surge de outra palavra já existente na Língua, ou seja, é originado do primitivo (primeiro). Exemplo: pobreza,
florista e etc.

Simples: Possui somente um radical. Exemplo: água, tempo, rádio, caixa e etc.

Composto: Possui mais de um radical, ou seja, é uma palavra composta. Exemplo: guarda-chuva, couve-flor, lança-
perfume e etc.

Coletivo: É o substantivo que expressa o plural de determinada palavra, mesmo estando no singular, ou seja, com
apenas uma palavra é possível imaginar que é demais de um elemento que está sendo falado.

Exemplo: Alcateia (agrupamento de lobos), Malhada (agrupamento de ovelhas) Molho (agrupamento de chaves ou
verduras).

 Flexão de gênero:

=> Quanto ao gênero, os substantivos podem ser classificados em: masculinos e femininos. Temos por regra que todo
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

substantivo masculino é caracterizado pela desinência “o” e o feminino pela desinência “a”.
No entanto, nem todos os substantivos masculinos terminam em “o” (líder, telefonema, amor).

=> Então, podemos definir o substantivo como do gênero masculino se vier anteposto pelo artigo “o”: o gato, o
homem, o amor, o líder, o telefonema.
ENSINO

=> O gênero feminino irá seguir o mesmo raciocínio. São substantivos femininos as palavras que têm anteposição do
artigo “a”: a gata, a mulher, a pessoa, a criança.

www.cursoadsumus.com.br Página 49
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

Há, contudo, uma distinção a ser feita entre: substantivos biformes e uniformes. Substantivos biformes: São os que
apresentam uma forma para o masculino e outra para o feminino: menino, menina. Já os substantivos uniformes
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

apresentam uma única forma para o masculino e para o feminino: criança, artista, testemunha.

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
=> No entanto, é por intermédio do artigo que classificamos se o substantivo de dois gêneros é masculino ou feminino.
Veja: o estudante (mascu-lino); a estudante (feminino)
=> Além disso, é através do artigo que podemos definir o significado do substantivo.
Observe: o cabeça (líder) ; a cabeça (parte do corpo)

Substantivos Biformes e Substantivos Uniformes


=> Substantivos Biformes (= duas formas): ao indicar nomes de seres vivos, geralmente o gênero da palavra está
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

relacionado ao sexo do ser, havendo, portanto, duas formas, uma para o masculino e outra para o feminino. Observe:
gato – gata; homem – mulher; poeta – poetisa; prefeito - prefeita
=> Substantivos Uniformes: são aqueles que apresentam uma única forma, que serve tanto para o masculino quanto
para o feminino. Classificam-se em:
 Epicenos: têm um só gênero e nomeiam bichos.

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Por exemplo: a cobra macho e a cobra fêmea, o jacaré macho e o jacaré fêmea.
 Sobrecomuns: têm um só gênero e nomeiam pessoas.
Por exemplo: a criança, a testemunha, a vítima, o cônjuge, o gênio, o ídolo, o indivíduo.
 Comuns de Dois Gêneros: indicam o sexo das pessoas por meio do artigo.
Por exemplo: o colega e a colega, o doente e a doente, o artista e a artista.

=> Saiba que: - Substantivos de origem grega, terminados em ema ou Omã, são masculinos.
Por exemplo: o axioma, o fonema, o poema, o sistema, o sintoma, o teorema.

=> Existem certos substantivos que, variando de gênero, variam em seu significado.
Por exemplo: o rádio (aparelho receptor) e a rádio (estação emissora). o capital (dinheiro) e a capital (cidade)

Formação do Feminino dos Substantivos Biformes

a) Regra geral: troca-se a terminação -o por -a. Por exemplo: aluno – aluna

b) Substantivos terminados em -ês: acrescenta-se -a ao masculino. Por exemplo:freguês - freguesa

c) Substantivos terminados em -ão: fazem o feminino de três formas:


- troca-se -ão por -oa. patrão - patroa
- troca-se -ão por -ã. campeão - campeã
- troca-se -ão por ona. solteirão - solteirona

Exceções: barão – baronesa; ladrão – ladra; sultão - sultana


d) Substantivos terminados em -or:
- acrescenta-se -a ao masculino : doutor – doutora
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

- troca-se -or por -triz: imperador – imperatriz

e) Substantivos com feminino em -esa, -essa, -isa:


cônsul – consulesa; duque – duquesa; conde – condessa; poeta – poetisa ; profeta – profetisa
ENSINO

f) Substantivos que formam o feminino trocando o -e final por -a: elefante – elefanta

g) Substantivos que têm radicais diferentes no masculino e no feminino: bode – cabra; boi – vaca

h) Substantivos que formam o feminino de maneira especial, isto é, não seguem nenhuma das regras anteriores: czar
– czarina; réu – ré

www.cursoadsumus.com.br Página 50
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

São masculinos: clã, champanha, guaraná, herpes, pijama, suéter, lança-perfume, eclipse, dó, telefonema, suéter.
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

São femininos: alface, dinamite, áspide, omoplata, cataplasma, libido, cal, pane, entorse, cólera, gênese

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Flexão de número:

=> Quanto ao número, os substantivos podem ser flexionados em: singular ou plural. O indicativo de um substantivo
no plural é a terminação “s”:

Ex: o colega > os colegas; a menina > as meninas

Porém, há algumas particularidades no que diz respeito ao plural dos substantivos. Vejamos algumas:
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

a) No geral, os substantivos terminados em al, el, ol, ul, troca-se o “l” por “is”:
Exemplos: jornal > jornais ; papel > papéis; barril > barris ; anzol > anzóis

b) Os substantivos terminados em “r” e “z” são acrescidos de “es” para o plural:

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Ex: amor > amores; luz > luzes

c) Caso o substantivo terminado em “s” for paroxítono, o plural será invariável. Caso seja oxítono, acrescenta-se “es”:
Exemplos: ônibus > ônibus; país > países

d) Os substantivos terminados em “n” formam o plural em “es” ou “s”:


Ex: abdômen > abdômenes ; pólen > polens

e) Os substantivos terminados em “m” formam o plural em “ens”:


Exemplo: homem > homens; viagem > viagens

f) Os substantivos terminados em “x” são invariáveis no plural: Exemplo: tórax > tórax ; xérox > xérox

g) Os substantivos terminados em “ão” têm três variações para o plural: “ões”, “ães” e “ãos”:
Exemplos: eleição > eleições; pão > pães; cidadão > cidadãos

Plural dos Substantivos Compostos

Aqueles que são grafados sem hífen comportam-se como os substantivos simples: aguardente e aguardentes,
girassol e girassóis; pontapé e pontapés

O plural dos substantivos compostos cujos elementos são ligados por hífen costuma provocar muitas dúvidas e
discussões. Algumas orientações são dadas a seguir:

a) Flexionam-se os dois elementos, quando formados de:


=> substantivo + substantivo = couve-flor e couves-flores
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

=> substantivo + adjetivo = amor-perfeito e amores-perfeitos


=> adjetivo + substantivo = gentil-homem e gentis-homens
=> numeral + substantivo = quinta-feira e quintas-feiras

b) Flexiona-se somente o segundo elemento, quando formados de:


ENSINO

=> verbo + substantivo = guarda-roupa e guarda-roupas

=> palavra invariável + palavra variável = alto-falante e alto-falantes

=> palavras repetidas ou imitativas = reco-reco e reco-recos

www.cursoadsumus.com.br Página 51
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

c) Flexiona-se somente o primeiro elemento, quando formados de:


=> substantivo + preposição clara + substantivo = água-de-colônia e águas-de-colônia
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
=> substantivo + preposição oculta + substantivo = cavalo-vapor e cavalos-vapor

=> substantivo + substantivo que funciona como determinante do primeiro, ou seja, especifica a função ou o tipo do
termo anterior.
Exemplos:palavras-chave; bombas-relógio; notícias-bomba; homens-rã ; peixes-espada

d) Permanecem invariáveis, quando formados de:


verbo + advérbio = o bota-fora e os bota-fora
verbo + substantivo no plural = o saca-rolhas e os saca-rolhas
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

e) Casos Especiais: o louva-a-deus e os louva-a-deus; o bem-te-vi e os bem-te-vis; o bem-me-quer e os bem-me-


queres; o joão-ninguém e os joões-ninguém.

PLURAL DOS DIMINUTIVOS

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Flexiona-se o substantivo no plural, retira-se o s final e acrescenta-se o sufixo diminutivo:
Pão => pãe(s) + zinhos = pãezinhos ; aninal => aminai (s) + zinhos = animaizinhos
flor => flore (s) + zinhas = florezinhas

Obs.: são anômalos os plurais pastorinhos (as), papelinhos, florzinhas, florinhas, colherzinhas e mulherzinhas,
correntes na língua popular, e usados até por escritores de renome.

PLURAL COM METAFONIA


=> Certos substantivos formam o plural com mudança de timbre da vogal tônica (o fechado / o aberto). É um fato
fonético chamado metafonia. No singular, temos som de ‘Ô” e no plural “Ó”. corpo – corpos; esforço – esforços ; fogo
– fogos; forno – fornos; fosso – fossos; imposto – impostos; olho – olhos; osso – ossos; poço – poços; porto – portos
; posto – postos; rogo – rogos; tijolo – tijolos; troco – trocos

Vogal tônica fechada (ô): adornos, almoços, bolsos, esposos, estojos, globos, gostos, polvos, rolos, soros
Obs.: distinga-se molho (ô), caldo (molho de carne), de molho (ó), feixe (molho de lenha)

Flexão de grau: Quanto ao grau, os substantivos podem variar entre aumentativo e diminutivo.
Os graus aumentativo e diminutivo podem ser formados através de dois processos:

a) Sintético - acréscimo de sufixos ao grau normal.


Exemplo: amor, amorzinho, amorzão

b) analítico –juntam-se a adjetivos que transmitem ideia de aumento ou diminuição.Ex.: urso grande, urso pequeno

EXERCÍCIOS SOBRE SUBSTANTIVOS

1. A alternativa em que há somente substantivos sobrecomuns é:


SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

a) pianista – estudante – criança;


b) crocodilo – sabiá – testemunha;
c) criança – desportista – cônjuge.
d) dentista – borboleta – comentarista;
e) vítima – cadáver – testemunha;
ENSINO

2. Eis a dupla de sobrecomuns:


a) animal – pessoa d) rival – patriota
b) testemunha – cliente e) nubente – vítima
c) médium – consorte

www.cursoadsumus.com.br Página 52
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

3. Indique a alternativa em que só aparecem substantivos abstratos.


a) saudade, angústia, medo, ausência, fada, imagem
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

b) vingança, saudade, ausência, amor, beleza

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
c) angústia, estudo, alegria, dia, amor, inimizade
d) Deus, amor, flor, lábios, ausência, tristeza, vida.
e) bondade, amor, vento, esperança, fada, vingança

4. A alteração de timbre ocorre no plural em:


a) morro b) engodo c) forno d) acordo e) cachorro

5. Quanto ao gênero, contraria a norma culta:


a) Meu irmão fraturou o omoplata.
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

b) O campo estava molhado e não viu a marca de cal.


c) O lança-perfume tem sido proibido no carnaval.
d) O médico receitou-lhe insulina por causa do diabetes.
e) Recebi um telefonema, fiquei preocupado.

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
6. É incorreta a seguinte indicação de plural:
a) sol = sóis b) arroz = arrozes c) ágil = ágeis d) qualquer = qualqueres e) suor = suores
7. Marque a alternativa em que o diminutivo foi empregado em sentido pejorativo.
a) O livrinho tem histórias infantis. d) O riacho tem peixes coloridos.
b) Aquela gentinha merece ser expulsa. e) A maleta está cheia de notas falsas.
c) Aquele burrico carrega as crianças.

8. Apenas em uma das opções abaixo o substantivo se flexiona no plural da mesma forma que a palavra
destacada em: “Haverá telas e BOTÕES do Último Computador [...]”.Aponte-a.
a) bênção. b) órfão. c) cristão. d) melão. e) cidadão.

9. Marque a alternativa em que está correta a forma plural.


a) Júnior – Júniors d) fuzil – fuzíveis
b) mal – maus e) cidadão – cidadões
c) pagão – pagãos
10. Aponte a alternativa em que nem todas as palavras apresentem sufixo de grau diminutivo:
a) poemeto, maleta d) lugarejo, vilarejo
b) rapazola, bandeirola e) menininho, carinho
c) viela, ruela
11. Assinale a alternativa em que há um substantivo cuja mudança de gênero não altera o significado.
a) cabeça, cisma, capital d) cura, grama, cisma
b) águia, rádio, crisma e) agente, praça, lama
c) lama, coral, moral
12. Assinale a única frase em que há erro no que diz respeito ao gênero das palavras.
a) O gerente deverá depor como testemunha única do crime.
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

b) O telefonema deixou a anfitriã perplexa.


c) A personagem principal do conto é o Seu Rodrigues.
d) A parte superior da traqueia é o laringe.
e) Ele foi apontado como a cabeça do motim.
13. Marque a alternativa que contenha substantivos, respectivamente, abstrato, concreto e concreto.
ENSINO

a) fada – fé – menino d) beijo – fada – menino


b) fé – fada – beijo e) menino – amor – pulo
c) amor – pulo – menino

Se não puder fazer tudo, faça tudo que puder.

www.cursoadsumus.com.br Página 53
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

ADJETIVOS
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
=> Adjetivos são palavras variáveis, em gênero, número e grau, que exprime qualidade, defeito, origem ou estado do
ser.

Classificação dos Adjetivos


 Primitivo: não vem de outra palavra.
o Ex.: bom, mau etc.

 Derivado: tem origem em outra palavra.


o Ex.: bondoso, maldoso etc
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

 Simples: formado de um só radical.


o Ex.: brasileiro, belo, rápido etc.

 Composto: formado de mais de um radical.

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
o Ex.: franco-brasileiro, cívico-religioso etc.

 Explicativo: exprime qualidade própria do ser.


o Ex.: neve fria, luz clara etc.

 Restritivo: exprime qualidade que não é própria do ser.


o Ex.: fruta madura, água límpida etc.

 Pátrio ou gentílico: É o adjetivo que indica a naturalidade ou a nacionalidade do ser.


o Ex.: brasileiro, sino-alemão etc.

=> Locução adjetiva: É toda expressão formada de uma preposição mais um substantivo, equivalente a um adjetivo.
 Ex.:
o homens com aptidão (aptos)
o bandeira da Irlanda (irlandesa)

=> Flexão dos adjetivos


 Flexão de gênero

Uniforme - Tem uma só forma tanto para o masculino como para o feminino. Por exemplo, homem feliz ou cruel e
mulher feliz ou cruel. Se o adjetivo é composto e uniforme, fica invariável no feminino. Por exemplo, conflito político-
social e desavença político-social.

Biforme - Tem duas formas, sendo uma para o masculino e outra para o feminino. Por exemplo, mau e má, judeu e
judia. Se o adjetivo é composto e biforme, ele flexiona no feminino somente o último elemento. Por exemplo, o motivo
sócio-literário e a causa sócio-literária.

Casos particulares: surdo-mudo e surda-muda.


SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

 Flexão de número

Adjetivos simples
ENSINO

=> Seguem a mesma forma dos substantivos simples. Ex.: cães ferozes, crianças amáveis
=> Substantivo usado como adjetivo fica invariável. Ex.: calças vinho, cursos relâmpago.

Adjetivos compostos

=> Regra geral: somente o último elemento varia em gênero e número.Ex.: pastas verde-claras, acordos luso-brasileiros
www.cursoadsumus.com.br Página 54
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

Casos específicos
=> Se o último elemento for substantivo, o adjetivo composto mantém no plural a mesma forma singular. Ex.: pastas
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

verde-abacate, blusas azul-safira.

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
=> Azul-marinho e azul-celeste são invariáveis, assim como os compostos formados por locuções adjetivas (na cor de,
da cor de, cor de, de cor) e a expressão rosa-choque. Ex.: camisas azul-marinho, caças azul-celeste, sapatos cor de azul
(da cor da terra).

=> Os componentes sendo palavra (ou elemento) invariável + adjetivo, somente esse último se flexionará. Ex.: garotos
mal-educados, esforços sobre-humanos, crianças recém-nascidas.

Casos particulares: surdos-mudos, surdas-mudas.


ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

 Flexão de grau
Comparativo - pode ser:
De igualdade: tão + adjetivo + quanto (ou como):
Ex.: Ela é tão inteligente quanto eu.

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
De superioridade: mais + adjetivo + (do) que:
Ex.: Ela é mais inteligente (do) que eu.

De inferioridade: menos + adjetivo + (do) que:


Ex.: Ela é menos inteligente (do) que eu.

OBSERVAÇÕES:
Quando houver duas qualidades para um mesmo ser, emprega-se a forma analítica: Ele é mais bom que inteligente.

Quando houver dois seres, mas uma só qualidade, emprega-se a forma sintética: Ela é melhor que você.

o Superlativo – pode ser:


a) Absoluto: a qualidade expressa não é posta em relação a outros elementos

Analítico (duas ou mais palavras): Este assunto é muito fácil.

Sintético (uma palavra): Este assunto é facílimo.

b) Relativo: a qualidade expressa é posta em relação a outros elementos.


De superioridade: Cláudia é a mais inteligente de todas.
De inferioridade: Eles são os menos inteligentes do grupo.
SEMÂNTICA
 Alguns adjetivos podem assumir significação variada de acordo coma posição em que aparecem.
o Ex.:
Mudança de significado
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

Grande homem (bom, correto)


Homem grande (proporções físicas destacadas)
Mudança de função
O cético Marx (adjunto adnominal)
ENSINO

Marx, o cético (aposto, título)

O contexto é importante para se determinar o valor semântico de algumas locuções adjetivas.


Ex.: água de chuva (pluvial) ; dia de chuva (chuvoso)
problema de coração (cardíaco) ; atendimento de coração (cordial).

www.cursoadsumus.com.br Página 55
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

1. Aparecem substantivo, adjetivo e locução adjetiva, respectivamente, em todos os itens, exceto em:
a) "Como a inflação deste mês ainda deverá apresentar os efeitos do aumento das tarifas públicas,os técnicos do
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

governo deverão buscar novas negociações."

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
b) "0 povo deve pensar que os próximos quatro a seis meses não serão meses de aperto,dificuldades e sacrifícios
inclusive no setor industrial."
c) "0 país poderá ter fechado novo acordo sobre a dívida externa com os organismos de fomento e governo de algumas
nações."
d) "A insistência com que o Ministro vem negando que exista um excesso de liquidez para o período de ajuste
econômico, trouxe muitas apreensões."

2. Em:
I) Na segunda situação, o deputado João, vitima de uma apendicite, foi levado de Brasília para o hospital Sírio-Libanês
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

em São Paulo.
II) Isso porque era o João deputado.
III) Se fosse o João operário tinha morrido antes de ser operado.
IV) Tinha morrido como milhares de mães veem seus filhos morrerem no colo à procura de uma maldita assistência
médica que nunca vem para o pobre.

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Os termos sublinhados ora designam seres, ora qualificam. Os termos que qualificam os seres são os dos trechos:
a) um e dois.
b) um e quatro.
c) dois e três apenas.
d) dois, três e quatro.
e) três e quatro apenas.

3. Em que alternativa a correspondência entre o modificador e a palavra a que ele se refere está errada ?
a) "Eu fiquei desesperado."
b) "Denunciaram o Miráglia na base de uma confissão meio forçada."
c) "Inesperadamente Amadeu investiu contra ele."
d) "Serpa o dispensou, batendo-lhe no ombro num gesto inesperadamente amistoso."
e) "Só que meu nome saiu errado."
4. "Substantivo é o nome com que designamos seres em geral - pessoas, animais e coisas."
I - Acabamos perdendo o nosso voo por causa do trânsito ruim.
II - Ela me olhou com um olhar estranho.
III - 0 "a" pode ter o valor de artigo definido feminino em português.
IV - Olhava tristemente a transparência das águas da represa.
V - Comprei um par de sapatos gelo para combinar com meu novo vestido.

Tomando como referência, única e exclusivamente, o trecho transcrito acima, pode-se afirmar que é substantivo, a
palavra destacada
a) em todas as sentenças.
b) nas sentenças I, II, IV e V.
c) nas sentenças I e III.
d) na sentença III.
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

e) na sentença V.

5. Em todas as alternativas, há correlação entre os termos destacados, exceto em:


a) A situação foi considerada gravíssima.
b) Todos procederam educados.
ENSINO

c) Estas casas devem ter custado caro.


d) Alegre e comunicativo, o menino chegou.
e) Meu tio foi nomeado embaixador.

www.cursoadsumus.com.br Página 56
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

ARTIGO
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
=> É a palavra que se antepõe ao substantivo para determiná-lo, definindo ou identificando o ser nomeado por esse
substantivo.

Classificação
 Artigo definido: o, a, os, as (Ex.: A onça.)
 Artigo indefinido: um, uma, uns, umas (Ex.: Uma onça.)
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

O artigo uma indica um representante de determinada espécie animal (onça) de forma vaga, indefinida, imprecisa. Já
o artigo a faz referência a um ser determinado, ou seja, não se trata de uma onça qualquer.
Além dessas duas funções, indefinir ou definir, o artigo também serve para generalizar um substantivo.
Ex.:
o A onça é um animal furioso (espécie).
o O ouro é precioso (metal).

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
O artigo pode ser usado:
 imediatamente antes do substantivo a que se refere: a fera, uma caçada.
 antes de outros termos que também se referem ao substantivo: as duas mãos.

Além de indicar o gênero e o número das palavras, o artigo serve para substantivar qualquer palavra ou expressão: o
sim, um não-sei-quê.

Emprego do artigo
 Uso geral

=> Emprega-se geralmente o artigo definido quando o ser ou o objeto que se quer situar é conhecido ou já foi
mencionado anteriormente.
Ex.: Esse é o funcionário de que lhe falei.

=> Por sua vez, emprega-se o artigo indefinido quando o ser ou o objeto de que se fala não é do conhecimento do
falante nem do ouvinte. Ex.: Ele disse que iria trazer um funcionário mais competente para o nosso setor. Observe a
diferença em dizer "um funcionário" e "o funcionário".

Uso do artigo definido


 Emprega-se o artigo definido:
=> Antes de certos nomes de luar (países, estados, cidades...), além de regiões, continentes, montanhas, vulcões, lagos,
oceanos e rios.
Ex.: a Inglaterra, o norte, os Andes, o Capibaribe

=> Observação: O emprego do artigo definido antes de nome de pessoa confere um certo tom de familiaridade ou
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

afetividade à frase.
Ex.: De onde você desenterrou esse seu amigo? O Walter? Por quê?

=> Depois das palavras ambos ou ambas, quando essas funcionarem como modificadores de outro termo. Ex.:
Ambos os jogadores levaram o terceiro cartão.
ENSINO

=> Depois das palavras todas ou todos, quando essas vierem acompanhadas de numeral seguido de substantivo
expresso.
Ex.: Todos os quatros alunos chegaram cedo.

www.cursoadsumus.com.br Página 57
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

=> Observação: Há casos em que a presença do artigo definido provoca alteração semântica no período. Ex.:
Todo carro tem seus defeitos. (sem artigo = todos os carros, qualquer carro)
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

Todo o carro tem seus defeitos. (com artigo = este carro, único, inteiro)

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
 Não se usa o artigo definido:

=> Antes de substantivos usados indeterminadamente. Ex.: Faz anos que não vou a teatro. (= qualquer teatro)

Obedeço a leis que respeitam os direitos humanos. (= qualquer leis, desde que respeitem os direitos humanos)

=>Depois do pronome relativo cujo (e variações).


Ex.: Este é o carro cuja porta está com defeito.
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

=> Antes de pronomes de tratamento. Ex.:


Gostaria de falar com Sua Majestade. (e não, com a Sua Majestade)
Exceções: o senhor, a senhora, a senhorita, a dona.
=> Antes de certos nomes de lugar e de meses, a não ser que venham seguidos de adjetivos ou locuções adjetivas. Ex.:

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Vou viajar para Roma. Vou viajar para a Roma dos Césares.

Não se esqueça! Vou a Roma (voltei de Roma - não admite artigo)


Vou à Bélgica. (voltei da Bélgica - admite artigo)

Casos não especificados


 antes das palavras casa, terra e distância, quando não vierem acompanhadas de modificadores. Ex.:
Retomamos imediatamente a casa. (no sentido de lar, moradia - não especificada)
Os aventureiros chegaram a terra. (no sentido de chão firme, lugar não especificado)
A casa fica a 200 metros.
A casa fica a distância. (palavra distância não especificada)

Contração: artigo x preposição


 Publicou o anúncio em O Globo. (e não, no Globo)
 Observação: O artigo faz parte do nome, por isso não pode ser misturado, não tem contração.
Valor qualificativo
Ele não é um amigo, mas o amigo! (determinação específica, nível de importância) Ele é o cara!
01. Em que alternativa o termo grifado indica aproximação:
a) Ao visitar uma cidade desconhecida, vibrava.
b) Tinha, na época, uns dezoito anos.
c) Ao aproximar de uma garota bonita, seus olhos brilhavam.
d) Não havia um só homem corajoso naquela guerra.
e) Uns diziam que ela sabia tudo, outros que não.

02. O artigo tem valor qualificativo em:


a) Estes são os candidatos que lhe falei.
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

b) Procure-o, ele é o médico! Ninguém o supera.


c) Certeza e exatidão, estas qualidades não as tenho.
d) Os problemas que o afligem não me deixam descuidado.
e) Muito é a procura; pouca é a oferta.
03. Procure e assinale a única alternativa em que há erro quanto ao problema do emprego do artigo:
ENSINO

a) Nem todas opiniões são valiosas.


b) Andou por todo Portugal.
c) Disse-me que conhece todo o Brasil.
d) Todas as cincos alunas, menos uma, estão corretas.
e) Leu todos os dez romances do escritor.

www.cursoadsumus.com.br Página 58
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

04. Na frase Passaram dois homens a discutir, um a gesticular e o outro com a cara vermelha, o termo a está
empregado, sucessivamente, como:
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

a) artigo, preposição, preposição

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
b) pronome, preposição, artigo
c) preposição, preposição, artigo
d) preposição, pronome, preposição
e) preposição, artigo, preposição

05. Em qual opção, o “A” é um artigo?


a) Esta gravata é a que recebi.
b) Estou disposto a tudo.
c) Fiquei contente com a nota.
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

d) Comprei-a logo que a vi.

06. Onde o “A” é, respectivamente, artigo, pronome pessoal e preposição?


a) Esta é a significação a que me referi e não a que entendeste.
b) A dificuldade é grande e sei que a resolverei a curto prazo.

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
c) A escrava declarou que preferia a morte à escravidão.
d) Esta é a casa que comprei e não a que vendi a ele.
e) A que cometeu a falta receberá a punição.

07. Em qual dos casos o artigo denota familiaridade?


a) O Amazonas é um rio imenso.
b) D. Manoel, o Venturoso, era bastante esperto.
c) O Antônio comunicou-se com o João.
d) O professor João Ribeiro está doente.
e) Os Lusíadas são um poema épico.

08. Em uma das frases, o artigo definido está empregado erradamente. Em qual?
a) A velha Roma está sendo modernizada.
b) A “Paraíba” é uma bela fragata.
c) Não reconheço agora a Lisboa do meu tempo.
d) O gato escaldado tem medo de água fria.
e) O Havre é um porto de muito movimento.
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO
ENSINO

www.cursoadsumus.com.br Página 59
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

NUMERAL
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
=> Palavra variável que indica uma quantidade exata de pessoas ou coisas ou lugar que elas ocupam numa série.
Refere-se ao substantivo, dando-lhe ideia de número.
 Ex.:
o Compramos três livros novos.
o Éramos seis em nossa casa.

CLASSIFICAÇÃO
 Cardinal – indica quantidade determinada de seres: um, dois, três...
 Ordinal – indica a ordem (posição) que o ser ocupa numa série: primeiro, segundo, terceiro...
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

 Multiplicativo – expressa ideia de multiplicação, indicando quantas vezes a quantidade foi aumentada: dobro,
triplo, quádruplo...
 Fracionário – expressa ideia de divisão (fração), indicando em quantas partes a quantidade foi dividida: meio,
terço, quarto...

DISTINÇÃO ENTRE NUMERAL E ARTIGO

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Um(a) é numeral quando indica quantidade, e artigo quando se antepõe ao substantivo indicando-o de forma
indefinida.
 Ex.:
o Quantas flores você ganhou?
o Ganhei uma. (numeral)
o Que flor era?
o Era uma margarida. (artigo)

OBSERVAÇÃO: O numeral um(a) pode aparecer em lugar de substantivo; o artigo indefinido um(a) sempre acompanha
o substantivo. Ex.: Um(a) é pouco, três é demais!

FLEXÃO DO NUMERAL
Varia em gênero e número.
 Gênero:
=> Os cardinais: um, dois; e os de duzentos a novecentos. Ex.: um(a), dois, duas; trezentos, trezentas...

=> Todos os ordinais: primeiro(a), segundo(a), etc.

=> Os multiplicativos e os fracionários: quando expressam uma ideia adjetiva em relação ao substantivo. Ex.: Ele saiu
ao meio-dia e meia. (hora)
 Número:
Os cardinais terminados em – “ao”: um milhão, dois milhões, etc.

Todos os ordinais: primeiro, primeiros, milésimo, milésimos, etc.


SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

Os multiplicativos: quanto têm função adjetiva: Tomei dois copos duplos de leite.

Os fracionários: dependendo do cardinal que o antecede: Gastou dois terços do salário em remédios.

OBSERVAÇÕES:
ENSINO

=> Os cardinais, quando substantivados, vão para o plural se terminarem por som vocálico. Ex.: Eu consegui dois setes e
três oitos nas provas.
=> Ficam invariáveis se terminarem por som consonantal. Ex.: Eu consegui dois seis e três dez.

www.cursoadsumus.com.br Página 60
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

EMPREGO DO NUMERAL


MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

Numerais ordinais

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
=> Usa-se a terminação "gésimo” em relação as dezenas: 30º (trigésimo), 40º (quadragésimo)
=> Usa-se a terminação “centésimo” ou “ingentésimo” em relação as centenas: 200 (ducentésimo), 400º
(quadrigentésimo)

 Numerais coletivos
Designam conjunto de seres, com número delimitado: Ex.:
Bíduo, período de dois dias
Tríduo, período de três dias
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

Década/descênio, período de dez anos


Grosa, doze dúzias ou cento e quarenta e quatro
Lustro, período de cinco anos
Novena, período de nove dias
Quarentena, período de quarenta dias

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Quinquênio, período de cinco anos
Hectare, dez mil m²
Século, período de cem anos,
Centúria, período de cem anos.

Textos oficiais:
Na enumeração de leis, artigos, decretos, portarias, parágrafos, circulares, avisos e outros textos oficiais, usa-se o
ordinal até nove, e o cardinal de dez em diante. Ex.: artigo 9º (nono), artigo 10 (dez), parágrafo 2º (segundo), parágrafo
21 (vinte e um).

Diante de algarismos romanos

 Quando vem depois do substantivo:

=> Lê-se como ordinal até dez: D. João VI (sexto), Carlos X (décimo), etc.
=> Lê-se como cardinal quando acima de dez: Papa Pio XII (doze), Século XX (vinte), etc.
=> Quando vem antes do substantivo, a leitura será sempre como ordinal: VII caminhada pela Paz (sétima).

Outras indicações comuns


Na indicação de páginas, folhas, casas, apartamentos, etc., empregam-se os cardinais que devem concordar com a
palavra (número). Ex.: Página 202 (duzentos e dois), folha 121 (cento e vinte e um), casa 502 (quinhentos e dois).

OBSERVAÇÕES:
=> Na linguagem forense, vemos o numeral flexionado: a folhas vinte e uma, a folhas trinta e duas.
=> Os cardinais quatorze e bilhão admitem a forma catorze e bilião, porém, são erradas as formas cincoenta e hum.

SEMANTICA DO NUMERAL
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

 Sentido indefinido:
=> Já falei mais de mil vezes! (referência hiperbólica)
=> Deveria haver umas quinhentas pessoas lá. (referência indeterminada)
ENSINO

=> Alguns numerais podem sofrer derivação de grau, por meio de adjetivos ou substantivos com sufixos. Nesse caso,
o numeral acresce-se de coloquialidade, ênfase, ironia, humor, conforme o contexto:
Chegou em primeiríssimo lugar. Há times que não conseguem sair da segundona.
Apesar de ser cinquentão, conserva sua elegância.

www.cursoadsumus.com.br Página 61
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

01. Assinale a frase em que "meio" não funciona como numeral:


a) Só quero meio quilo. d) Parou no meio da rua.
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

b) Achei-o meio triste. e) Comprou um metro e meio.

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
c) Acertei no meio do alvo.

02. Em todas as frases abaixo,os numerais foram corretamente empregados, exceto em:
a) O artigo vinte e cinco deste código foi revogado.
b) Seu depoimento foi transcrito na página duzentos e vinte e dois.
c) Ainda o capítulo sétimo desta obra.
d) Este terremoto ocorreu no século dez antes de Cristo.

03. Em todas as frases abaixo,a palavra grifada é um numeral, exceto em:


ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

a) Ele só leu um livro este semestre.


b) Não é preciso mais que uma pessoa para fazer este serviço.
c) Ontem à tarde, um rapaz procurou por você?
d) Você quer uma ou mais caixas deste produto?

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
04. Assinale os itens em que a correspondência cardinal/ordinal está incorreta
a) 907 = nongentésimo sétimo d) 650 = seiscentésimo quingentésimo
b) 84 = octingentésimo quadragésimo e) 321 = trigésimo vigésimo
c) 750 = setingentésimo quinquagésimo

05. Assinale o caso em que não haja expressão numérica de sentido indefinido:
a) Ele é o duodécimo colocado.
b) "A vida tem uma só entrada; a saída é por cem portas."
c) Quer que veja este filme pela milésima vez?
d) "Na guerra os meus dedos dispararam mil mortes."

06. A relação entre cardinais e ordinais se apresenta inadequada na opção:


a) cinquenta - quinquagésimo, novecentos e um - nongentésimo primeiro
b) setenta - setuagésimo, quatrocentos e trinta - quadringentésimo trigésimo
c) oitenta - octingentésimo ; trezentos e vinte - trecentésimo vigésimo
d) quarenta - quadragésimo, duzentos e quatro - ducentésimo quarto
e) noventa - nonagésimo, seiscentos e sessenta - sexcentésimo sexagésimo

07. Aponte a alternativa em que os numerais estão bem empregados.


a) Ao papa Paulo Seis sucedeu João Paulo Primeiro.
b) Após o parágrafo nono virá o parágrafo décimo.
c) Depois do capítulo sexto, li o capitulo décimo primeiro.
d)Antes do artigo dez vem o artigo nono.
e) O artigo vigésimo segundo foi revogado.

08. Os ordinais referentes aos números 80, 300, 700 e 90 são, respectivamente
a) octagésimo, trecentésimo, septingentésirno, nongentésimo
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

b) octogésimo, trecentésimo, septingentésimo, nonagésimo


c) octingentésimo, tricentésimo, septuagésimo, nonagésimo
d) octogésimo, tricentésimo, septuagésimo, nongentésimo
ENSINO

www.cursoadsumus.com.br Página 62
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

PRONOMES
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

 Classificação dos pronomes:

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Pessoal Reto: PPR

 Pronome Pessoais: Pronome Pessoal Oblíquo: PPO

Pronome de Tratamento

 Pronomes Possessivos
 Pronomes Demonstrativos
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

 Pronomes Indefinidos
 Pronomes Relativos
 Pronomes Interrogativos

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
 Pronomes Pessoais Oblíquos: o,a, os, as, lhe, lhes.
 Verbo Transitivo Direto VTD: o, a, os, as, lo (s), la(s), no(s) , na(s)
 Verbo Transitivo Indireto: VTI: lhe, lhes
 Te, me ...podem ser OD ou OI

Pronomes

P.P.R. P.P. Oblíquos Possessivos Demonstrativos


Átonos Tônicos
Eu me mim, comigo meu(s), minha(s) este(s), esta(s), isto
Tu te ti, contigo teu(s), tua(s) esse(s), essa(s), isso
aquele(s), aquela(s), aquilo, o(s), a(s),tal, próprio,
Ele se,o,a,lhe si, consigo seu(s), sua(s) semelhante, mesmo
Nós nos nós, conosco nosso(s), nossa(s)
vos,
Vós vos convosco vosso(s), vossa(s)
Eles se,os,as, lhes si, consigo seu(s), sua(s)

 Pronomes pessoais retos e oblíquos

 Uso dos pronomes:

1. Os Pronomes Pessoais do caso Reto exercem a função sintática de sujeito, enquanto os Pronomes Pessoais do
caso Oblíquo exercem a função de complemento.

2. Os pronomes de 3ª pessoa o, a, os, as complementam verbos transitivos diretos (VTD).


SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

3. Os pronomes oblíquos o, a, os, as, quando associados a verbos terminados em -r, -s, -z, assumem as formas lo,
la, los, las, caindo as consoantes.

4. Quando associados a verbos terminados em ditongo nasal (-am, -em, -ão, -õe), assumem as formas no, na,
nos, nas.
ENSINO

5. Os pronomes lhe e lhes complementam verbos transitivos indiretos (VTI).

6. Mas cuidado! O pronome lhe pode substituir o pronome possessivo (nesse caso estará acompanhando o verbo
transitivo direto). Exercerá a função de Adjunto adnominal.

www.cursoadsumus.com.br Página 63
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

7. Com nós ou conosco?


MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

8. Se, si e consigo (somente na voz reflexiva)

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
9. O pronome lhe e lhes substituem apenas pessoas (gente). As exceções são: obedecer e desobedecer.

10. Os pronomes de 1ª e 2ª pessoas completam verbos transitivos diretos e indiretos.

11. Os pronomes oblíquos átonos (me, te, se, lhe, nos, vos, lhes) podem substituir pronomes possessivos.

12. As formas plurais nós e vós podem ser empregadas para representar uma única pessoa (singular), adquirindo
valor cerimonioso ou de modéstia.
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

13. Na primeira pessoa do plural (nós), a forma verbal perde o s final quando de pronome oblíquo nos.

14. Os pronomes pessoais retos (eu, tu, ele/ela, nós, vós, eles/alas) devem ser empregados na função sintática de
sujeito, predicativo ou vocativo.

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
15. Em alguns casos o pronome oblíquo pode funcionar como sujeito. Isso ocorre com os verbos deixar, fazer,
ouvir, mandar, sentir, ver seguidos de infinitivo. O pronome oblíquo será sujeito desse infinitivo.

16. Os pronomes retos (exceto eu e tu), quando precedidos de preposição, funcionam como pronomes oblíquos.
Nesse caso, considera-se correto seu emprego nas funções de complemento verbal ou de agente da passiva.

17. As formas retas eu e tu só podem funcionar como sujeito, predicativo ou vocativo. Considera-se erro seu
emprego como complemento.

18. O pronome oblíquo lhe também substitui o complemento nominal.

 Pronomes de tratamento

=> São aqueles que substituem a terceira pessoa gramatical. Alguns são usados em tratamento cerimonioso e
outros em situações de intimidade. Conheça alguns:
 você (V.): tratamento familiar
 senhor (Sr.), senhora (Srª.): tratamento de respeito
 senhorita (Srta.): moças solteiras
 Vossa Senhoria (V.Sª.): pessoa de cerimônia
 Vossa Excelência (V.Exª.): altas autoridades
 Vossa Reverendíssima (V.Revmª.):sacerdotes
 Vossa Eminência (V.Emª.): para cardeais
 Vossa Santidade (V.S.): para o Papa
 Vossa Majestade (V.M.): para reis e rainhas
 Vossa Majestade Imperial (V.M.I.): para imperadores
 Vossa Alteza (V.A.): para príncipes, princesas e duques.
 Vossa Magnificência: para reitore
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

1 - Os pronomes e os verbos ligados aos pronomes de tratamento devem estar na 3ª pessoa.


Ex.: Vossa Excelência já terminou a audiência? (nesse fragmento se está dirigindo a pergunta à autoridade).
ENSINO

2 - Quando apenas nos referimos a essas pessoas, sem que estejamos nos dirigindo a elas, o pronome "vossa" se
transforma no possessivo "sua".
Ex.: Sua Excelência já terminou a audiência? (nesse fragmento não se está dirigindo a pergunta à autoridade,
mas a uma terceira pessoa do discurso)

www.cursoadsumus.com.br Página 64
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

Os pronomes de tratamento são pronomes de 3ª pessoa, portanto:


MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
 Vossas Magnificências estudais o problema? (errado)
 Vossas Magnificências estudaram o problema? (correto)

 Pronome possessivo:

=> Fazem referência às pessoas do discurso, apresentando-as como possuidoras de algo. Concordam em gênero e
número com a coisa possuída.
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

=> São pronomes possessivos da língua portuguesa as formas:


1ª pessoa: meu(s), minha(s) nosso(a/s);
2ª pessoa: teu(s), tua(s) vosso(a/s);
3ª pessoa: seu(s), sua(s) seu(s), sua(s).

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
=> Quanto ao emprego, normalmente, vem antes do nome a que se refere; podendo, também, vir depois do
substantivo que determina. Neste último caso, pode até alterar o sentido da frase.

=> O uso do possessivo seu (a/s) pode causar ambiguidade, para desfazê-la, deve-se preferir o uso do dele (a/s) (Ele
disse que Maria estava trancada em sua casa - casa de quem?); pode também indicar aproximação numérica (ele tem
lá seus 40 anos).

=> Já nas expressões do tipo "Seu João", seu não tem valor de posse por ser uma alteração fonética de Senhor.

=> Em algumas construções, os pronomes pessoais oblíquos átonos assumem valor de possessivos:
Vou seguir-lhe os passos. (= Vou seguir os seus passos.)

"E além de tudo me deixou mudo o violão." (Chico Buarque, "A Rita") ( deixou mudo o meu violão.)

Dica: o artigo é optativo antes dos possessivos:


"Meu coração é um balde despejado"( Fernando Pessoa)
"O meu amor sozinho é assim como um jardim sem flor"

 Pronomes Indefinidos
=> São pronomes que acompanham o substantivo, mas não o determinam de forma precisa.

Alguns pronomes indefinidos: algum, bastante, cada, certo, diferentes, diversos, demais, mais , menos, muito,
nenhum, outro, pouco, qual, qualquer, quanto, tanto, todo, tudo, um, vários

Algumas locuções pronominais indefinidas: cada qual, seja quem for, seja qual for, todo aquele (que) qualquer um,
tais e tais, tal e qual, quem quer (que), tal qual, uma ou outra.
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

Cuidado com as palavras adverbializadas!


ENSINO

Atenção para o plural da palavra qualquer!


 Faço quaisquer coisas por vocês.

www.cursoadsumus.com.br Página 65
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

O pronome cada não pode ficar no final de frase (será sempre pronome adjetivo).
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
 Eles pagaram dez reais cada (um, dúzia, qual).

Sobre o emprego dos indefinidos devemos atentar para:

=> algum, após o substantivo a que se refere, assume valor negativo (= nenhum) (Computador algum resolverá o
problema);

=> cada deve ser sempre seguido de um substantivo ou numeral (Elas receberam 3 balas cada uma);
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

=> alguns pronomes indefinidos, se vierem depois do nome a que estiverem se referindo, passam a ser adjetivos.
(Certas pessoas deveriam ter seus lugares certos / Comprei várias balas de sabores vários)

=> bastante pode vir como adjetivo também, se estiver determinando algum substantivo, unindo-se a ele por verbo

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
de ligação (Isso é bastante para mim);

=> o pronome outrem equivale a "qualquer pessoa";

=> o pronome nada, colocado junto a verbos ou adjetivos, pode equivaler a advérbio (Ele não está nada contente hoje);

=> o pronome nada, colocado junto a verbos ou adjetivos, pode equivaler a advérbio (Ele não está nada contente hoje);
existem algumas locuções pronominais indefinidas - quem quer que, o que quer, seja quem for, cada um etc.

=> todo com valor indefinido antecede o substantivo, sem artigo (Toda cidade parou para ver a banda ≠ Toda a cidade
parou para ver a banda).

 Pronomes interrogativos

=> Os pronomes interrogativos levam o verbo à 3ª pessoa e são usados em frases interrogativas diretas ou indiretas.
Não existem pronomes exclusivamente interrogativos e sim que desempenham função de pronomes interrogativos,
como por exemplo: QUE, QUANTOS, QUEM, QUAL, etc.

Variáveis Invariáveis
Qual, quais Quem
Quanto (s), quanta (s) Que

=> São os pronomes indefinidos que, quem, qual, quanto usados na formulação de uma pergunta direta ou indireta.
Referem-se à 3ª pessoa do discurso. (Quantos livros você tem? / Não sei quem lhe contou).

=> Alguns interrogativos podem ser adverbiais (Quando voltarão? / Onde encontrá-los? / Como foi tudo?).
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

 Pronomes Demonstrativos

Noção Espacial Noção Temporal Variáveis Invariáveis


Proximidade da pessoa presente Este, esta, estes, estas. Isto
ENSINO

que fala.
Proximidade da pessoa Passado ou futuros Esse, essa, esses, essas. Isso
com quem se fala. próximos.
Proximidade da pessoa Passado remoto Aquele, aquela, aqueles, Aquilo
de quem se fala. aquelas.

www.cursoadsumus.com.br Página 66
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

=> As formas mesmo, próprio, semelhante, tal (s) e o (a/s) podem desempenhar papel de pronome demonstrativo.
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
=> Quanto ao emprego, os pronomes demonstrativos apresentam-se da seguinte maneira:

=> Indicando localização no espaço - este (aqui), esse (aí) e aquele (lá);

=> Indicando localização temporal - este (presente), esse (passado próximo) e aquele (passado remoto ou vago);

=> Uso anafórico, em referência ao que já foi ou será dito - este (novo enunciado) e esse (retoma informação);
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

=> o, a, os, as são demonstrativos quando equivalem a aquele (a/s), isto (Leve o que lhe pertence);

=> Tal é demonstrativo se puder ser substituído por esse (a), este (a) ou aquele (a) e semelhante, quando anteposto
ao substantivo a que se refere e equivalente a "aquele", "idêntico" (O problema ainda não foi resolvido, tal demora
atrapalhou as negociações / Não brigue por semelhante causa);

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
=> Mesmo e próprio são demonstrativos, se precedidos de artigo, quando significarem "idêntico", "igual" ou "exato".
Concordam com o nome a que se referem (Separaram crianças de mesmas séries);

=> Como referência a termos já citados, os pronomes aquele (a/s) e este (a/s) são usados para primeira e segunda
ocorrências, respectivamente, em apostos distributivos (O médico e a enfermeira estavam calados: aquele
amedrontado e esta calma / ou: esta calma e aquele amedrontado);

=> Pode ocorrer a contração das preposições a, de, em com os pronomes demonstrativos (Não acreditei no que estava
vendo / Fui àquela região de montanhas / Fez alusão à pessoa de azul e à de branco);

=> Podem apresentar valor intensificador ou depreciativo, dependendo do contexto frasal (Ele estava com aquela
paciência / Aquilo é um marido de enfeite);

=> Nisso e nisto (em + pronome) podem ser usados com valor de "então" ou "nesse momento" (Nisso, ela entrou
triunfante - nisso = advérbio).

Aquela camisa é minha. / Veja aquela estrela no alto. / Quem é aquela moça que está do outro lado da
rua? (distante do falante e do ouvinte)

 Pronomes relativos

=> São aqueles que representam nomes que já foram citados e com os quais estão relacionados. O nome citado
denomina-se antecedente do pronome relativo.

=> Retoma um termo expresso anteriormente (antecedente) e introduz uma oração dependente, adjetiva.
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

Ex.:"A rua onde moro é muito escura à noite." – onde: pronome relativo que representa "a rua" - a rua : antecedente
do pronome "onde"

Alguns pronomes que podem funcionar como pronomes relativos:


ENSINO

Formas Variáveis: o qual / as quais; quanto/ quantos; cujo/cujos


Formas Invariáveis: quem, que, onde

www.cursoadsumus.com.br Página 67
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

=> O pronome relativo QUEM sempre possui como antecedente uma pessoa ou coisas personificadas, vem sempre
antecedido de preposição e possui o significado de "O QUAL".
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Ex.: "Aquela menina de quem lhe falei viajou para Paris." – Antecedente: menina - Pronome relativo antecedido
de preposição: de quem

=> O pronome relativo CUJO (e flexões) sempre precede a um substantivo sem artigo. Ele é um pronome relativo
possessivo e se refere à parte de um todo.

Ex.: "O livro cujo autor não me recordo."


=> Os pronomes relativos QUANTO(s) e QUANTA(s) aparecem geralmente precedidos dos pronomes indefinidos
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

tudo, tanto(s), tanta(s), todos, todas.

Ex.: "Você é tudo quanto queria na vida."

=> O pronome relativo ONDE tem sempre como antecedente palavra que indica lugar.

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Ex.: "A casa onde moro é muito espaçosa."

=> O pronome relativo QUE admite diversos tipos de antecedentes: nome de uma coisa ou pessoa, o pronome
demonstrativo ou outro pronome.

Ex.: "Quero agora aquilo que ele me prometeu." Ou "Quero agora o que me prometeu."

=> Os pronomes relativos, na maioria das vezes, funcionam como conectivos, permitindo-nos unir duas orações em
um só período.

Ex.: A mulher parece interessada. A mulher comprou o livro.


A mulher que parece interessada comprou o livro.

=> Os relativos são chamados relativos indefinidos quando são empregados sem antecedente expresso (Quem espera
sempre alcança / Fez quanto pôde).

=> como relativo, quanto refere-se ao antecedente tudo ou todo (Ouvia tudo quanto me interessava)

0,=> quem será precedido de preposição se estiver relacionado a pessoas ou seres personificados expressos;

=> quem = relativo indefinido quando é empregado sem antecedente claro, não vindo precedido de preposição;

=> cujo (a/s) é empregado para dar a ideia de posse e não concorda com o antecedente e sim com seu consequente.
Ele tem sempre valor adjetivo e não pode ser acompanhado de artigo.
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO
ENSINO

www.cursoadsumus.com.br Página 68
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

OS VERBOS EM LÍNGUA PORTUGUESA


MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

=> É a palavra variável que exprime um acontecimento representado no tempo, seja ação, estado ou fenômeno da

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
natureza.

=> Os verbos apresentam três conjugações. Em função da vogal temática, podem-se criar três paradigmas verbais.
De acordo com a relação dos verbos com esses paradigmas, obtém-se a seguinte classificação:

 regulares: seguem o paradigma verbal de sua conjugação;


 irregulares: não seguem o paradigma verbal da conjugação a que pertencem. As irregularidades podem
aparecer no radical ou nas desinências (ouvir - ouço/ouve, estar - estou/estão);
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

Entre os verbos irregulares, destacam-se os anômalos que apresentam profundas irregularidades. São
classificados como anômalos em todas as gramáticas os verbos ser e ir.

 defectivos: não são conjugados em determinadas pessoas, tempo ou modo (falir - no presente do indicativo só

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
apresenta a 1ª e a 2ª pessoa do plural). Os defectivos distribuem-se em três grupos: impessoais, unipessoais
(vozes ou ruídos de animais, só conjugados nas 3ª pessoas) por eufonia ou possibilidade de confusão com outros
verbos;

 abundantes - apresentam mais de uma forma para uma mesma flexão. Mais frequente no particípio, devendo-
se usar o particípio regular com ter e haver; já o irregular com ser e estar (aceito/aceitado, acendido/aceso -
tenho/hei aceitado ≠ é/está aceito)

Verbos abundantes:
=> São aqueles que apresentam duas ou mais formas em certos tempos, modos ou pessoa. Suas variantes mais
frequentes ocorrem no particípio.
=> despertar: despertado, desperto => enxugar: enxugado, enxuto
=> salvar: salvado, salvo => morrer: morrido, morto
=> anexar: anexado, anexo => enxugar: enxugado / enxuto

=> O particípio regular vem, geralmente, acompanhado dos auxiliares ter e haver (na voz ativa) e o particípio
irregular acompanhado dos auxiliares ser e estar (na voz passiva).
 Alice tinha ganhado o prêmio de melhor cantora. (voz ativa)
 O prêmio de melhor cantora foi ganho por Alice. (voz passiva)

Verbos abundantes
Forma regular (ado, ido) – com os auxiliares Ter e Haver (voz ativa). Eles tinham/haviam suspendido a obra.
Forma irregular (reduzida) – com os auxiliares Ser e Estar (voz passiva). A obra foi/estava suspensa.

Verbos que apresentam apenas o particípio irregular (não são abundantes):


 Cobrir: coberto
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

 Abrir: aberto
 Descobrir: descoberto
 Escrever: escrito
 Ver: visto
 Pôr: posto
ENSINO

 Fazer: feito
 Vir: vindo
 Ir: ido
 Dizer: dito

www.cursoadsumus.com.br Página 69
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

Verbos que apresentam apenas o particípio regular (não são abundantes)

 Chegar: chegado
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
 Trazer: trazido
 Pegar: pegado (pego é admissível)

Ganhar, gastar e pagar


São verbos abundantes, entretanto a forma regular caiu em desuso.
 Ele tinha/havia pagado ou pago a conta. / A conta foi/estava paga por ele.
 Ele tinha/havia ganhado ou ganho na loteria. / A loteria foi/estava ganha por ele.
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

 Ele tinha/havia gastado ou gasto o dinheiro. / O dinheiro foi/estava gasto por ele.

Na linguagem atual, os verbos pagar, gastar e ganhar são usados apenas no particípio irregular, com qualquer
auxiliar.
 Ele tinha/havia pago a conta.

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
 Ele tinha/havia ganho na loteria.
 Ele tinha/havia gasto o dinheiro.
 auxiliares: juntam-se ao verbo principal ampliando sua significação. Presentes nos tempos compostos e
locuções verbais;
 certos verbos possuem pronomes pessoais átonos que se tornam partes integrantes deles. Nesses casos, o
pronome não tem função sintática (suicidar-se, apiedar-se, queixar-se etc.);

 formas rizotônicas (tonicidade no radical - eu canto) e formas arrizotônicas (tonicidade fora do radical -
nós cantaríamos).
Quanto à flexão verbal, temos:
 número: singular ou plural;
 pessoa gramatical: 1ª, 2ª ou 3ª;
 tempo: referência ao momento em que se fala;
 voz: ativa, passiva e reflexiva;
 modo: indicativo (certeza de um fato ou estado), subjuntivo (possibilidade ou desejo de realização de um fato
ou incerteza do estado) e imperativo (expressa ordem, advertência ou pedido).

=> As três formas nominais do verbo (infinitivo, gerúndio e particípio) não possuem função exclusivamente verbal.
Infinitivo é antes substantivo, o particípio tem valor e forma de adjetivo, enquanto o gerúndio equipara-se ao
adjetivo ou advérbio pelas circunstâncias que exprime.
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO
ENSINO

www.cursoadsumus.com.br Página 70
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Quanto à formação, os tempos compostos da voz ativa constituem-se dos verbos auxiliares TER ou HAVER +
particípio do verbo que se quer conjugar, dito principal.

No modo Subjuntivo a formação se dá da seguinte maneira:

 pretérito imperfeito: pretérito imperfeito do auxiliar + particípio do VP (Tivesse falado);


 futuro composto: futuro do subjuntivo do auxiliar + particípio do VP (Tiver falado).

Quanto às formas nominais, elas são formadas da seguinte maneira:

 infinitivo composto: infinitivo pessoal ou impessoal do auxiliar + particípio do VP (Ter falado / Teres falado);
 gerúndio composto: gerúndio auxiliar + particípio VP (Tendo falado).

=> O modo subjuntivo apresenta dois pretéritos, sendo o imperfeito na forma simples e o perfeito e o mais-que-
perfeito nas formas compostas. Não há presente composto nem pretérito imperfeito composto
Quanto às vozes, os verbos apresentam a voz:
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

 ativa: sujeito é agente da ação verbal;


 passiva: sujeito é paciente da ação verbal;
 reflexiva: sujeito é agente e paciente da ação verbal (a si mesmo).
 recíproca: sujeito é agente e paciente da ação verbal (um ao outro).
A voz passiva pode ser analítica ou sintética:
ENSINO

 analítica: - verbo auxiliar + particípio do verbo principal;


 sintética: na 3ª pessoa do singular ou plural + SE (partícula apassivadora);

www.cursoadsumus.com.br Página 71
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

=> O impessoal é usado em sentido genérico ou indefinido, não relacionado a nenhuma pessoa, o pessoal refere-
se às pessoas do discurso, dependendo do contexto. Recomenda-se o uso da forma pessoal se for necessário dar à
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

frase maior clareza e ênfase.

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Usa-se o impessoal:
 sem referência a nenhum sujeito: É proibido fumar;
 nas locuções verbais: Devemos avaliar a sua situação;
 quando o infinitivo exerce função de complemento de adjetivos: É um problema fácil de solucionar;
 quando o infinitivo possui valor de imperativo - Ele respondeu: "Marchar!"

Usa-se o pessoal:
 quando o sujeito do infinitivo é diferente do sujeito da oração principal: Eu não te culpo por saíres daqui;
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

 quando, por meio de flexão, se quer realçar ou identificar a pessoa do sujeito: Foi um erro responderes dessa
maneira;
 quando queremos determinar o sujeito (usa-se a 3ª pessoa do plural): - Escutei baterem à porta.

EXERCÍCIOS SOBRE VERBOS

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
01. Os verbos regulares são aqueles que apresentam radical invariável e suas terminações são coincidentes com
a maioria dos verbos da mesma conjugação. A alternativa em que os verbos são regulares é:
a) “O que pode nos interessar é a frase emitida pela agência”
b) “Não sei se Lilia Cabral já fez publicidade de massa de rejunte”
c) “ninguém a quererá, ninguém dirá para ela ai se eu te pego!”
d) “Se não vier em roupa de gala, se não avançar no red carpet”
e) “para criar imagens conformes a ela e aos desejos que a habitam”

02. O exemplo do texto que apresenta um verbo que se encontra no singular por ser considerado impessoal é:
a) “a velha não tem tela plana”
b) “ele estava desempregado outra vez”
c) “está em casa há quatro meses”
d) “Essa atitude otimista acontece”
e) “ela nasce de um incompreensível otimismo”

03. Os verbos considerados impessoais devem se manter invariáveis, no singular, segundo as normas de
concordância verbal. Há um caso de verbo impessoal no seguinte exemplo do texto:
a) “você não vê há três meses”
b) “Para lá fui enviada.”
c) “um gigantesco caminhão que andava”
d) “aquilo nos pareceu absurdo”
e) “E não precisará de recall para isso.”

04. Dentre os verbos irregulares há aqueles que apresentam alguma variação no radical, ou seja, na “base” da
palavra. Um exemplo de verbo irregular encontra-se no seguinte exemplo do texto:
a) “quem lhe escreve”
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

b) “vivi uma tremenda aventura”


c) “quanto tempo isso levaria”
d) “Éramos centenas ali”
e) “sempre falava nisso”
ENSINO

05. “Para isso havia vindo do Ceará” – o verbo principal dessa frase é encontrado também no segmento:
a) “...Ia vistoriar seus postos...”
b) “Ninguém os havia visto...”
c) “Erismar, como havia sido batizado...”
d) “...e o haviam visto ser morto...”
e) “...de vir um dia a ser chefe...”
www.cursoadsumus.com.br Página 72
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

06. “Todos que são impactados pelas mídias de massa”. O fragmento transcrito acima apresenta uma construção
na voz passiva do verbo. Outro exemplo de voz passiva encontra-se em:
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

a) “As crianças brasileiras influenciam 80% das decisões de compra de uma família”

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
b) “A publicidade na TV é a principal ferramenta do mercado para a persuasão do público infantil”
c) “evidenciaram outros fatores que influenciam as crianças brasileiras nas práticas de consumo.”
d) “Elas são assediadas pelo mercado”
e) “valores distorcidos são de fato um problema de ordem ética”

07. Considere as frases abaixo.


I – Há amigos de infância de quem nunca nos esquecemos.
II – Deviam existir muitos funcionários despreparados; por isso, talvez, existissem discordâncias entre os
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

elementos do grupo. Substituindo-se em I o verbo haver por existir e em II o verbo existir por haver, a sequência
correta é

a) existem, devia haver, houvesse.


b) existe, devia haver, houvessem.

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
c) existe, devia haver, houvesse.
d) existem, deviam haver, houvesse.
e) existe, deviam haver, houvessem.

08. O verbo destacado NÃO é impessoal em:


a) Fazia dias que aguardava a sua transferência para outro setor.
b) Espero que não haja empecilhos à minha promoção.
c) Fez muito frio no dia da inauguração da nova filial.
d) Já passava das quatro horas quando ela chegou.
e) Embora houvesse acertado a hora, ele chegou atrasado.
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO
ENSINO

www.cursoadsumus.com.br Página 73
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

VERBOS: FLEXÕES E EMPREGO DE TEMPOS E MODOS


1) Flexão de modo
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
INDICATIVO - Revela uma atitude objetiva do falante em relação ao processo verbal, apresentando o fato expresso
pelo verbo como certo, preciso, seja ele passado, presente ou futuro.
o Ex.: Cláudia ama sua família.
SUBJUNTIVO - Revela uma atitude subjetiva do falante em relação ao processo verbal, permitindo a expressão de
estados emocionais como dúvida, desejo.
o Ex.: Jéssica falou que talvez vá ao shopping
o Mariana quer que a convidem para a festa.
o Se Bianca quisesse, venceria a competição.
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

IMPERATIVO - Revela uma atitude de interferência do falante sobre o interlocutor, exprimindo mando, solicitação,
conselho, sugestão, súplica ou convite. No imperativo, o falante sempre se dirige a um interlocutor, por isso esse
modo só possui as formas que admitem um interlocutor (segundas e terceiras pessoas, além da primeira do plural).
o Faça-me um favor. (pedido)
o Tenha paciência. (conselho)

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
o Saia daqui! (ordem)
2) Flexão de tempo
O processo expresso pelo verbo pode-se situar em três tempos: presente, pretérito e futuro. A possibilidade de
flexão temporal é fundamental para definir uma palavra como verbo
 Presente: Exprime um processo que ocorre no momento em que se fala.
o Ex.: Agora, ele entrega a recompensa.
 Pretérito: exprime um processo que ocorreu anteriormente ao momento em que se fala.
o Ex.: Ontem, ele entregou a recompensa.
o Futuro: Exprime um processo que deverá ocorrer posteriormente ao momento em que se fala.Ex.: Amanhã,
ele entregará a recompensa.
Tempos simples e tempos compostos
Quanto à forma, o tempo pode ser simples e composto.
 Simples - Formado por um só verbo.
o Ex.: Ela chegou tarde.
 Composto - Formado pelo verbo ter (ou haver) e um particípio.
o Ex.: Ela tinha chegado tarde.
o Havíamos chegado cedo.
Tempos compostos: verbo + particípio

Modo indicativo
 Pretérito perfeito - presente do indicativo + particípio
o Ex.: tenho/hei estudado, vencido
 Pretérito mais-que-perfeito - pretérito imperfeito + particípio
o Ex.: tinha/havia estudado, vencido
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

 Futuro do presente - futuro do presente + particípio


o Ex.: terei/haverei estudado, vencido
 Futuro do pretérito - futuro do pretérito + particípio
o Ex.: teria/haveria estudado, vencido
ENSINO

Modo subjuntivo
 Pretérito perfeito - presente do subjuntivo + particípio
o Ex.: tenha/haja estudado, vencido

www.cursoadsumus.com.br Página 74
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

 Pretérito mais-que-perfeito - imperfeito do subjuntivo + particípio


o Ex.: tivesse/houvesse estudado, vencido
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
 Futuro do presente - futuro do subjuntivo + particípio
o Ex.: tiver/houver estudado, vencido

Flexão de voz - Dependendo da relação com o seu sujeito, o verbo pode estar na voz ativa, na voz passiva ou na
voz reflexiva.
 Voz ativa - O sujeito é quem pratica a ação, é o agente da ação expressa pelo verbo, chamado de sujeito
ativo.
o Ex.:Cláudia pintou um quadro.
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

o Cláudia havia pintado um quadro.


 Voz passiva - O sujeito é o elemento que sofre a ação verbal. Pode ser analítica ou sintética.
 Analítica: apresenta 2 ou mais verbos (verbo auxiliar + verbo principal no particípio)
o Ex.: Um quadro foi pintado por Cláudia.

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
o Um quadro havia sido pintado por Cláudia.

Obs.: sujeito paciente/passivo = "Um quadro". Agente da passiva = "por Cláudia".

 Sintética ou Pronominal: apresenta verbo + se (partícula apassivadora)


o Ex.:Pintou-se um quadro.
o Havia-se pintado um quadro.

 Voz reflexiva - Ocorre quando o sujeito pratica e sofre a ação expressa pelo verbo. (SE - pronome reflexivo).
o Ex.: Lucas olhava se no espelho. (indica reflexividade)
o Os convidados cumprimentaram-se. (indica reciprocidade = uns aos outros)

 Passar da voz ativa para a voz passiva: aumenta um verbo.


 Passar da voz passiva para a voz ativa: diminui um verbo.

Ela cortou o bolo.


SUJ VTD OB

O bolo foi cortado por ela.


SUJ VA VP AGENTE DA PASSIVA

Cuidado para não confundir voz passiva com sujeito indeterminado.


SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

 Partícula Apassivadora (PA): Ocorre somente com verbos transitivos diretos.


Vendem-se terrenos aqui.
VTD PA SUJ ADJ. ADV. LUGAR
ENSINO

 Índice de Indeterminação do Sujeito: Ocorre com verbos intransitivos, transitivos indiretos e verbos de
ligação.
Precisa-se de vendedores.

VTI IIS OI

www.cursoadsumus.com.br Página 75
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

Com Índice de Indeterminação do Sujeito o verbo fica sempre na terceira pessoa do singular.
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
VERBOS - NOVA SEQUÊNCIA
01. Assinale a frase inteiramente correta:
a) Se você requisesse e seu advogado intervisse, talvez reavesse todos os seus bens.
b) Se você requeresse e seu advogado interviesse, talvez reouvesse todos os seus bens.
c) Se você requizesse e seu advogado intervesse, talvez reaveria todos os seus bens.
d) Se você requisesse e seu advogado intervesse, talvez reaveria todos os seus bens.
e) Se você requeresse e seu advogado intervisse, talvez reouvesse todos os seus bens.
02. A forma que está no futuro do subjuntivo conjugada de maneira correta é:
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

a) Quando virdes a realidade dos fatos… c) Quando vos verdes em idênticas situações…
b) Se irmos diretamente ao assunto… d) Se vós imposerdes a vossa ideia…
03. Há um erro de conjugação verbal em:
a) Requeiro-lhe um atestado de bons antecedentes. d) O vendeiro proveu o seu armazém do necessário.
b) Ele interviu na questão. e) Os meninos desavieram-se por causa do jogo.

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
c) Eles foram pegos de surpresa.
04. Imagine a situação em que uma professora responda a seu aluno e que nessa resposta denote-se erro do
emprego verbal. Identifique-o: Professora, eu preciso fazer a lição de casa?
a) É preciso que você faça a lição. d) Faça a lição sempre que solicitada.
b) Se você fizer a lição, tirará as dúvidas sobre a aula. e) É bom que você faz a lição de casa.
c) Convém que você faça a lição.
05. "Explicou que aprendera aquilo de ouvido." Na voz passiva, teríamos:
a) tinha sido aprendido d) fora aprendido
b) tinha aprendido e) aprendera
c) era aprendido
06. Transpondo para a voz passiva a frase: "A assembleia aplaudiu com vigor as palavras do candidato", obtém-
se a forma verbal:
a) foi aplaudido d) estava aplaudindo
b) aplaudiu-se e) tinha aplaudido
c) foram aplaudidas
07. Transpondo para a voz ativa "Os pretendentes ao cargo teriam sido cadastrados pelo coordenador", obtém-se a forma:
a) cadastraria d) tinha cadastrado
b) teria cadastrado e) seriam cadastrados
c) terá cadastrado

08. Transpondo para a voz ativa a frase "As testemunhas seriam ouvidas pelo corregedor", obtém-se a forma
verbal:
a) irão ser ouvidas d) vai ouvir
b) deviam ser ouvidas e) ouviria
c) estaria ouvindo
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

Todo esforço tem a sua recompensa.


ENSINO

www.cursoadsumus.com.br Página 76
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

ADVÉRBIOS
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
1. Conceito
Advérbios são palavras invariáveis que indicam circunstâncias em que ocorre a ação verbal, além de modificar
adjetivos, verbos ou outros advérbios.
Exemplos:
 Nós estudamos muito.
 Ela é bastante inteligente.
 Seu amigo dança muito bem.

OBSERVAÇÃO: Na frase "Ele comprou muita coisa" existe advérbio porque "coisa" é substantivo e o advérbio não
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

modifica substantivos.

LEMBRE-SE! O ADVÉRBIO MODIFICA UM ADJETIVO, UM VERBO OU OUTRO ADVÉRBIO, NUNCA UM


SUBSTANTIVO.

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
2. Locuções adverbiais Locuções adverbiais são duas ou mais palavras com valor de advérbio. Exemplos:
 às vezes
 às pressas
 à direita
 à noite

OBSERVAÇÃO: É importante não confundir locução adverbial com locução prepositiva. A locução prepositiva
termina com preposição (com, a, de).
Exemplos:
 Paola preferia ver tudo de perto. (a maneira, o modo de ver, locução adverbial)
 Keia estava perto de atingir seus objetivos. (locução prepositiva)

3. Classificação dos advérbios

=> Os advérbios são classificados conforme a circunstância que expressam: lugar, tempo, modo, negação, dúvida,
intensidade e afirmação, assunto, instrumento, meio, companhia. Exemplos:
 Gustavo certamente será aprovado no próximo concurso. (afirmação)
 Rafael provavelmente gostará desas aulas. (dúvida)
 Vocês brevemente estarão no serviço público. (tempo)
 Saiu com os amigos. (companhia)
 Falava-se sobre a guerra ao terrorismo. (assunto)
 Escrevia a lápis. (instrumento)
 Andava de trem. (meio)
 Andava lentamente. (modo)

4. Flexão do advérbio O advérbio é uma classe invariável em gênero e número, mas flexiona-se em grau. À
semelhança do adjetivo, o advérbio admite dois graus: comparativo e superlativo.
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

 Grau comparativo
o de igualdade: tão + advérbio + quanto (ou como). Exemplos:
"Renato fala tão alto quanto João" ou
"Renato fala tão alto como João".
ENSINO

o de inferioridade: menos + advérbio + (do) que. Exemplos:


"Ele agiu menos rápido do que eu" ou
"Ele agiu menos rápido que eu".

www.cursoadsumus.com.br Página 77
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

o de superioridade:

 analítico: mais + advérbio + que (do que). Exemplos:


MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
"Carlos salta mais alto do que Paulo" ou
"Carlos salta mais alto que Paulo".

 sintético: melhor ou pior que (do que). Exemplos:


"Roberto fala pior do que José" ou
"Roberto fala melhor que José".

o Grau superlativo absoluto:


ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

 analítico: acompanhado de outro advérbio. Exemplo: "Sandra dança muito bem" .

 sintético: formado com sufixos.


Exemplo: "Sandra dança rapidíssimo".

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
5. Emprego dos advérbios

 Otimamente e pessimamente são as formas irregulares do grau superlativo absoluto sintético


de bem e mal. Exemplo:
o "Tudo ocorreu otimamente." (= muito bem)

 Certos advérbios podem apresentar-se no diminutivo ou repetidos, mas ambos com valor de superlativo.
Exemplos:
o "Hoje cheguei cedinho." (= muito cedo)

o "Todos chegaram cedo, cedo."

OBSERVAÇÃO: O sufixo -inho, tem valor diminutivo na propriedade do substantivo. Portanto, usa-se -inho quando
significar diminição do tamanho do ser: sapatinho (sapato pequeno). A palavra cedinho não tem valor diminutivo e
sim, valor superlativo, ou seja, ele aumenta ou amplia o valor do termo.

=> Quando se coordenam dois ou mais advérbios terminados em -mente, pode-se usar esse sufixo em todos ou
apenas no último advérbio. Exemplos:
Ele estudava atenta, tranquila e sossegadamente.
Ele estudava atentamente, tranquilamente e sossegadamente.

=> Antes de particípios, usam-se as formas analíticas: mais bem, mais mal. Exemplos:
Aqueles candidatos estão mais bem (mais mal) preparados que os outros.
Esses são os projetos mais bem (mais mal) elaborados que já vi.

=> Tampouco equivale a também não e nem. É usado após oração declarativa. Exemplo:
Ele não se interessa pelo estudo tampouco (nem) pelo trabalho.
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO
ENSINO

www.cursoadsumus.com.br Página 78
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

ADVÉRBIO- EXERCÍCIOS
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
1. A frase em que meio funciona como advérbio é:
a) Só quero meio quilo.
b) Parou no meio da rua.
c) Achei-o meio triste.
d) Descobri o meio de acertar.
e) Comprou um metro e meio de tecido.

2. Só não há advérbio em:


a) Não o quero. d) Talvez ele fale.
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

b) Ali está o material. e) Já cheguei.


c) Tudo está correto.

3. Qual das frases abaixo possui advérbio de modo?


a) Realmente ela errou. d) Ela fala bem.

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
b) Lá está teu primo. e) Estava bem cansado.
c) Antigamente era mais pacato o mundo.

4. Indique a alternativa gramaticalmente incorreta:


a) A casa onde moro é excelente.
b) É bom o colégio donde saímos.
c) Disseram-me por que chegaram tarde.
d) O sítio aonde vais é pequeno.
e) Aonde está o livro?

5. Marque o exemplo em que ambas as palavras em negrito estão na mesma classe gramatical:
a) O seu talvez deixou preocupado o professor.
b) Respondeu-nos simplesmente com um não.
c) Boas notícias duram pouco.
d) Nossa irmã é mais nova que a sua.

6. Morfologicamente, a expressão sublinhada na frase abaixo é classificada como locução: "Estava à toa na
vida..."
a) adjetiva c) prepositiva e) substantiva
b) adverbial d) conjuntiva

7. Em todas as opções há dois advérbios, exceto em:


a) Ele permaneceu muito calado.
b) Tranquilamente, realizou-se, hoje, o jogo.
c) Amanhã, não iremos ao cinema.
d) Ela falou calma e sabiamente.
e) O menino, ontem, cantou desafinadamente.
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

Seja humilde, pois, até o Sol com toda sua grandeza se põe e deixa a Lua brilhar.
ENSINO

www.cursoadsumus.com.br Página 79
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

CONJUNÇÃO
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Considere a seguinte frase, formada por três orações:

As horas passam, os homens caem, a poesia fica. (E. Moura)


oração 1 oração 2 oração 3
Vamos acrescentar a ela as palavras e e mas:

As horas passam e os homens caem, mas a poesia fica.


oração 1 oração 2 oração 3
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

Observe:
- A palavra e está ligando as orações 1 e 2;
- A palavra mas está ligando as orações 2 e 3.
- Essas duas palavras (e e mas) são exemplos de conjunção.

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Considere, agora, esta outra frase:
Miséria e medo são o cotidiano de milhares de crianças brasileiras.
Observe: O e está ligando duas palavras equivalentes, isto é, duas palavras de mesma função na oração. Ele está
funcionando como conjunção.
Conjunções são palavras invariáveis que unem orações ou termos semelhantes (de mesma função sintática). Assim,
uma conjunção liga:
=> duas orações;
=> duas palavras de mesma função em uma oração.
João e Sérgio são grandes empreendedores. (ligando dois núcleos do sujeito, termos de mesma função sintática)
João é pernambucano e Sérgio é cearense. (ligando orações coordenadas entre si)
Não se deve apenas conhecer todas as conjunções, é preciso ficar atento ao contexto da frase., pois uma mesma
conjunção pode exercer valores semânticos diferentes.
LOCUÇÕES CONJUNTIVAS: Duas ou mais palavras empregadas com valor de conjunção. Ex.:
se bem que, a fim de que, ainda que, à medida que...
CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES
=> Para se ter um bom domínio sobre o estudo das conjunções é preciso também estar bastante atento às relações
lógico-discursivas (relações lógicas dentro do discurso da frase: causa, consequência, explicação, finalidade, etc.)
por elas estabelecidas.
CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 CONCLUSIVAS
=> conclusão, fechamento, finalização:
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

Logo, portanto, por isso, por conseguinte, pois (posposto ao verbo), então, destarte, dessarte...
Ex.: Estudamos muito, portanto passaremos no concurso.
OBSERVAÇÃO: A conjunção “pois”, pode ser explicativa (pode ser substituída por “porque”) ou conclusiva.
Ex.:Estamos estudando muito, pois queremos passar nas provas.(explicação)
ENSINO

Queremos passar nas provas. Precisamos, pois, estudar muito.(conclusão).

 ADITIVAS
=> adição, soma, acréscimo:
E, nem (e não), não só... mas também, mas ainda, como também, ademais, outrossim, etc.

www.cursoadsumus.com.br Página 80
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!
Ex.: Estudaram muito e passaram no concurso.

 ADVERSATIVAS
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

=> oposição, contraste, adversidade, ressalva:

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Mas, porém, entretanto, todavia, contudo, no entanto, não obstante, inobstante, senão (= mas sim)...
Ex.: Não estudou muito, mas passou nas provas.

 ALTERNATIVAS
=> alternância, escolha ou exclusão:
Ou...ou; ora...ora, já...já, seja...seja, quer...quer, não...nem etc.
Ex.: Ora estudava, ora trabalhava.

 EXPLICATIVAS
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

=> explicação, justificativa, motivo, razão:


Porque, pois (antes do verbo), porquanto, que...
Ex.: Vamos indo, que já é tarde.

OBSERVAÇÃO: Há gramáticos que tratam as conjunções explicativas associadas às causais, que são

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
subordinativas. O valor semântico de explicação e causa andam muito próximos. “Porque” e “porquanto” indicam
explicação, mas também podem indicar causa.

A conjunção “e” (aditiva) pode aparecer com valor adversativo. Ex.: É ferida que dói e não se sente” (Camões). (=
mas)
A conjunção “mas” (adversativa) pode aparecer com valor aditivo.Ex.: Era um homem trabalhador, mas
principalmente
honesto.

 CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS

 TEMPORAIS
=> tempo (ou temporalidade), relação cronológica.
Logo que, quando, enquanto, até que, antes que, depois que, desde que, desde quando, assim que, sempre
que.
Ex.:Enquanto todos dormiam, eu estudava. (temporal)

ATENÇÃO: Desde que ele chegou não para de reclamar. (temporal)


Você pode sair desde que termine o trabalho. (condicional)

 CONDICIONAIS
=> condição e condicionalidade), pré-requisito, hipótese, algo supostamente esperado.
Se, caso, desde que, contanto que, exceto se, salvo se, a menos que, a não ser que...
Ex.: Se você estudar muito, passará nas provas.

 PROPORCIONAIS
=> proporção, proporcionalidade, simultaneidade, concomitância
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

À medida que, à proporção que, ao passo que, quanto mais (ou menos), mais/menos (quanto mais, quanto
menos), tanto mais (ou menos), mais/menos (tanto mais, tanto menos) etc.
Ex.: À medida que estudava, aprendia o assunto das provas.

 FINAIS
ENSINO

=> Valores semânticos: finalidade, objetivo, intenção, intuito.


A fim de que, para que, que e porque (= para que), etc.
Ex.: Fazemos tudo, a fim de que você passe nas provas.

www.cursoadsumus.com.br Página 81
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

 CAUSAIS
=> causa (ou causalidade), motivo, razão.
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

Porque, porquanto, como, uma vez que, visto que, já que, posto que, por isso que etc.

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Ex.: Já que você vem se dedicando bastante aos estudos, suas chances de aprovação em concursos são enormes.
 CONSECUTIVAS
=> consequência, resultado, produto.
Que (precedido de tal, tão, tanto, tamanho), sem que, de sorte que, de modo que, de forma que, de
maneira que, que (equivalendo a sem que) etc.
Ex.: Falou tanto que ficou rouco.
Observação: Relação de causa-consequência – é de natureza sintático-semântica (valor que a palavra adquire em
seu contexto de uso) e independe da classificação sintática do período.
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

Ex.: Falou tanto (causa) que ficou muito rouco (consequência).


Vamos logo (consequência), pois já é tarde (causa).
 CONCESSIVAS
=> concessão, contraste, consentimento, licença, quebra de expectativa, oposição

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
(muito) embora, ainda que, se bem que, mesmo que, mesmo quando, posto que, apesar de que,
conquanto, malgrado, não obstante, inobstante, em que pese...
Ex.: Embora discordasse, aceitei suas condições.
OBSERVAÇÃO: As conjunções concessivas indicam oposição, contraste. Cuidado para não confundi-las com as
coordenativas, as adversativas. A concessão está vinculada a uma permissão mediante quebra de expectativa.
 CONFORMATIVAS
=> conformidade, consonância, igualdade/semelhança, concordância...
Conforme, como, segundo, consoante, que (todas com o mesmo valor de “conforme”).
Ex.: Todo saiu conforme combinamos.
 COMPARATIVAS
=> comparação, analogia, paralelo...
Como, assim como, mais... (do) que, menos... (do) que, tão... como (ou quanto), tanto... quanto..., qual ou
como (precedidos de tal)...
Ex.: Ele dorme como um urso. (dorme)
OBSERVAÇÃO: Sempre que houver uma conjunção comparativa o período é composto porque depois dela há outro
verbo escondido: “Ele dorme como um urso dorme”.
 CONJUNÇÕES INTEGRANTES
Que, se, quando, quanto(a)(s), onde, qual, quem...
Quando iniciarem oração ‘equivalente’ aos pronomes “isso, esse(a)(s
Ex.:
Necessito de que me ajudem. (=Necessito disso)
Pergunto se tudo estava bem. (=Perguntou isso)
Perguntou quando ela irá chegar.
Perguntou quanto custa a casa.
Perguntou onde você estava.
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

Perguntou qual era a sua idade.


CONJUNÇÃO INTEGRANTE X PRONOME RELATIVO:
Pronome relativo: QUE – quando pode ser trocado por “o (a) (s) qual (is)”.
Ex.: O livro que eu li é ótimo. (que = o qual)
ENSINO

As pessoas que conheço são maravilhosas. (que = as quais)


Conjunção integrante: QUE – quando pode ser trocado por “isso/esse (a)”
Ex.: Estou certo de que você passará nas provas. (=Estou certo disso)

www.cursoadsumus.com.br Página 82
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

EXERCÍCIOS SOBRE CONJUNÇÕES


01. Considere a sentença abaixo.
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

Mariza saiu de casa atrasada e perdeu o ônibus. As duas orações do período estão unidas pela palavra “e”, que,

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
além de indicar adição, introduz a ideia de
a) oposição c) comparação e) condição
b) união d) consequência
02. “… e eu sou acaso um deles, conquanto a prova de ter a memória fraca…”; a oração grifada traz uma ideia de:
a) Causa. c) Consequência. e) Concessão.
b) Condição. d) Conformidade.
03. Em qual período o “se” é uma conjunção integrante?
a) “Paraquedista se prepara para romper a barreira do som com salto da estratosfera.”
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

b) “Um tecido comum pegaria fogo se fosse exposto diretamente a essa radiação.”
c) “Sabe-se também que a alimentação materna pode ter impacto na chance de a criança vir a desenvolver
câncer.”
d) “Marilyn Monroe morreu aos 36 anos de forma trágica, vítima de uma overdose de medicamentos que até
hoje não se sabe se foi intencional, acidental ou provocada por alguma misteriosa conspiração política.”

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
e) “Não fale rápido demais. Se sua dicção não for boa, ninguém irá entender o que você diz.”
04. “Dicas para acelerar sem perder o ritmo”. Nessa frase, os dois conectivos sublinhados indicam,
respectivamente:
a) direção e negação; c) finalidade e concessão; e) movimento e modo.
b) comparação e ausência; d) modo e condição;
05. “Segurança depende de um processo que chamo de “validação”, embora para os estatísticos o significado
seja outro.” A palavra embora poderia ser substituída, sem prejuízo de seu significado no texto, por
a) já que c) ainda que e) enquanto
b) desde que d) no entanto
6. E assim, num impulso, lança a primeira pincelada que, embora imprevista…. Mantendo-se a correção e a lógica,
sem que nenhuma outra alteração seja feita na frase, o elemento grifado acima pode ser substituído por:
a) contudo. c) apesar de. e) enquanto que
b) entretanto. d) porém.
7. Vencido o estágio mais básico da sobrevivência, esse grupo passa a se preocupar com o futuro … Iniciando-se
o período acima por Esse grupo passa a se preocupar com o futuro, o elemento grifado acima pode ser
corretamente alterado para:
a) para vencer c) à medida que vencia e) depois de vencer
b) enquanto vencia d) conquanto vencesse
8. A relação de sentido que há entre as orações do período “Foi uma sensação nova tão desagradável que ele
deu de andar quase fugindo” é de:
a) condição c) consequência e) explicação
b) conclusão d) causa
9. Quando a bordo, e por não poderem acender fogo, os viajantes tinham de contentar-se, geralmente, com
feijão frio, feito de véspera. Identificam-se nos segmentos grifados na frase acima, respectivamente, noções de
a) modo e consequência. c) consequência e oposição e) modo e temporalidade.
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

b) causa e concessão. d) temporalidade e causa.


10. No período “Isso tudo se a vida fosse um filme”, o trecho sublinhado poderia ser substituído, sem prejuízo
de seu sentido original, por:
a) desde que a vida fosse um filme
ENSINO

b) mesmo que a vida fosse um filme


c) apesar de a vida ser um filme
d) em razão de a vida ser um filme
e) enquanto a vida fosse um filme
Por maior que seja, não há obstáculo que não possa ser superado.

www.cursoadsumus.com.br Página 83
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

PREPOSIÇÃO
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
=> Preposição é uma palavra invariável que liga dois termos, subordinando o segundo ao primeiro, ou seja, o
regido ao regente.
 Ex.:
o Os alunos estão aptos para estudar.
o Nós assistimos ao filmem.

Observe: A preposição “para” liga o termo “aptos” ao termo “estudar”. O termo que antecede a preposição (aptos)
é o termo subordinante denominado regente e o termo que a sucede (estudar), o subordinado, é
denominado regido. Já no segundo exemplo, (quem assiste, assiste à), o verbo "assistir" é o termo regente (o
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

subordinante), rege a preposição -a, o termo regido é "filme", termo regido (subordinado).

CLASSIFICAÇÃO
As preposições são classificadas em essenciais e acidentais:

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Essenciais – são aquelas que atuam sempre como preposição. Ex.: a, ante, até, após, com, contra, de,
desde, em, entre, para, per, perante, por, sem, sob, sobre, trás.
 Acidentais – são aquelas que atuam como preposição ou como outra classe gramatical. Ex.: consoante,
conforme, durante, exceto, afora, menos, salvo como, que, etc.
Exemplos:
o Agimos conforme a atitude delas.
o Conversamos muito durante a refeição.
o Obtiveram como resposta um bilhete.
o Ela terá que fazer o trabalho.

LOCUÇÃO PREPOSITIVA
É o conjunto de dois ou mais vocábulos com valor de preposição. Ex.: de acordo com, de encontro a, a fim de, etc.

AS FORMAS COMBINADAS E CONTRAÍDAS


 COMBINAÇÃO
=> É a junção de algumas preposições com outras palavras, de outras classes gramaticais. Na combinação não há
perda de letras. Exemplos:
o ao (preposição a + artigo definido o)
o aonde ( preposição a + advérbio onde)
 CONTRAÇÃO
=> É a junção de algumas preposições com termos de outras classes de palavras, tais como artigo, pronome,
advérbio. Na contração a preposição sofre redução, ou seja, há perda de letras. Exemplos:
o do (preposição de + artigo definido o);
o neste (preposição em + pron. demonst. este);
o à (preposição a + artigo definido a);
o desta (preposição de + pronome demonstrativo esta);
o duma (preposição de + artigo indefinido uma);
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

o no (preposição em + artigo definido o);


o daqui (preposição de + advérbio de lugar aqui).

Observação: “Não se deve contrair a preposição "de" com o artigo que inicia o sujeito de um verbo, nem com o
ENSINO

pronome "ele(s)", "ela(s)", quando estes funcionarem como sujeito de um verbo. Por exemplo, a frase "Isso não
depende do professor querer" está errada, pois professor funciona como sujeito do verbo querer. Portanto a frase
deve ser "Isso não depende de o professor querer" ou "Isso não depende de ele querer"

=> “QUE” em termos que expressam obrigatoriedade são PREPOSIÇÕES. Ex.: Tenho que pagar a pensão.

www.cursoadsumus.com.br Página 84
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

=> As preposições podem estabelecer as seguintes relações:.


MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
 autoria– música de Caetano
 lugar– cair sobre o telhado, estar sob a mesa
 tempo– nascer a 15 de outubro, viajar em uma hora, viajei durante as férias
 modo ou conformidade– chegar aos gritos, votar em branco
 causa– tremer de frio, preso por vadiagem
 assunto– falar sobre política
 fim ou finalidade– vir em socorro, vir para ficar
 instrumento– escrever a lápis, ferir-se com a faca
 companhia– sair com amigos / meio – voltar a cavalo, viajar de ônibus
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

 matéria– anel de prata, pão com farinha


 posse– carro de João
 oposição– Flamengo contra Fluminense
 conteúdo– copo de (com) vinho
 preço– vender a (por) R$ 300, 00

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
 origem– descender de família humilde
 especialidade– formou-se em Medicina
 destino ou direção– ir a Roma, olhe para frente.

Conectivos: valores lógico-semânticos:

 VALOR SEMÂNTICO DOS CONECTIVOS

=> Preposições que são apenas uma exigência do termo antecedente, isto é, que não acrescentam qualquer valor
semântico, são chamadas de relacionais. As preposições relacionais introduzem o objeto indireto ou
o complemento nominal.

Exemplos:
Necessito de chocolate. (de chocolate = objeto indireto)
Ele é essencial para o grupo. (para o grupo = complemento nominal)

=> Nos exemplos acima, note que as preposições ocorrem tão-somente em função da exigência feita pelo verbo
“necessitar” e pelo adjetivo “essencial”, respectivamente.

=> Porém, há casos em que as preposições acrescentam valor semântico, relações de significado, sendo
denominadas preposições nocionais. As preposições nocionais introduzem o adjunto adnominal e o adjunto
adverbial.
Exemplos:
Morre-se muito na violência de São Paulo. (de São Paulo = adjunto adnominal)
O arcebispo viajou para o Vaticano. (para o Vaticano = adjunto adverbial)

=> Nos exemplos acima, as preposições acrescentam “de” e “para” aos respectivos períodos os valores de posse e
de destino.
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

=> Por ser um assunto de extrema relevância em provas, demonstraremos as preposições nocionais mais
recorrentes.


ENSINO

A
A persistirem os sintomas, o médico deve ser consultado. (condição)
O filho puxou ao pai. (conformidade, semelhança)
Nas férias passadas, viajamos a Roma. (destino)
Candidatos, façam a prova a caneta. (instrumento)

www.cursoadsumus.com.br Página 85
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

 COM
Os moradores perderam tudo o que tinham com as enchentes. (causa)
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

Amanhã sairei com amigos. (companhia)

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
No próximo domingo, o Flamengo jogará com o Botafogo. (oposição)
A idosa bateu no ladrão com a bengala. (instrumento)
A moça estava atrasada; caminhava com pressa. (modo)
Com certeza, iremos ao teatro no feriado. (afirmação)
No sistema capitalista, as pessoas somente sobrevivem com recursos. (condição)
 DE
Saí de casa. (origem)
Falaram de você. (assunto)
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

Veio de táxi. (meio)


A menina chorou de raiva. (causa)
Os siris andam de lado. (modo)
Voltemos de noite. (tempo)
Comprei um relógio de ouro. (matéria)

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Aquele livro é de Marcelo. (posse)
Ontem, bebemos dois copos de vinho. (conteúdo)
Estou sob a mesa. (lugar)
O bicheiro caminhava de anel no dedo. (companhia)
 EM
Hoje à noite, estarei em casa. (lugar)
Formou-se em Direito. (especialidade)
O relógio é feito em ouro. (matéria)
Tenho que apresentar o tema em quinze minutos. (tempo)
 PARA
O bombeiro veio para socorrê-lo. (finalidade)
Viajou para a Itália. (destino)
Para João, Flamengo é o melhor time do campeonato. (conformidade)
É proibida a venda de bebidas para menores de dezoito anos. (restrição)
 POR
Comprei o livro por cem reais. (preço)
Distantes, os namorados falavam-se por internet. (meio)
Viajamos por diversas cidades. (lugar)
“Eu sei que vou te amar / por toda a minha vida” (tempo) – Vinícius de Moraes

Exercícios sobre Preposições:


01. Assinale a assertiva em que a preposição COM exprime a mesma ideia que possui em “Surge a lua cheia para
chorar com os poetas”.
a) O menino machucou-se com a faca. d) Deve-se rir com alguém, não de alguém
b) Ela se afastou com um súbito choro. e) Ele se confundiu com a minha resposta.
c) Tinha empobrecido com as secas.
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

02. Observe as seguintes passagens do texto:


I. Para o comitê, Brasília era um marco do movimento moderno. (2° parágrafo)
II. Mas, para ganhar o título de patrimônio mundial, precisava de leis... (2° parágrafo)
III. Criadas por Lucio Costa para organizar o sítio urbano... (4°parágrafo)
IV. Para muitos, o Plano Piloto lembra um avião. (6° parágrafo)
ENSINO

Pelo contexto,“para” exprime ideia de finalidade em


a) I e III, apenas. c) II e III, apenas. e) III e IV, apenas.
b) I, II e IV, apenas. d) I, II, III e IV.

www.cursoadsumus.com.br Página 86
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

03. Assinale a alternativa em que a norma culta não aceita a contração da preposição de:
a) Aos prantos, despedi-me dela.
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

b) Este é o momento da criança dormir.

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
c) Falava das colegas em público.
d) Retirei os livros das prateleiras para limpá-los.
e) O local da chacina estava interditado.

04. Assinale a alternativa em que ocorre combinação de uma preposição com um pronome demonstrativo:
a) Estou na mesma situação.
b) Neste momento, encerramos nossas transmissões.
c) Daqui não saio.
d) Ando só pela vida.
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

e) Acordei num lugar estranho.

05. A frase abaixo em que a preposição DE tem seu valor corretamente indicado é:
a) pulseira de plástico = qualidade
b) morreu de cansaço = causa

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
c) rosto de anjo = origem
d) tampa da panela = matéria
e) viagem de longe = parte
06. Indique a alternativa correta quanto ao valor semântico das preposições nas frases abaixo.
a) Morreu de pneumonia. (doença)
d) Veio de ônibus. (companhia)
b) Falava de política. (modo)
e) Morava numa casa de madeira. (matéria)
c) Ele chegou de Lisboa. (nacionalidade)
07. "O que desejava... Ah! Esquecia-se. Agora se descordava da viagem que tinha feito pelo sertão, a cair de
fome." (Graciliano Ramos). A alternativa em que a preposição de expressa a mesma ideia que possui em "...a
cair de fome" é:
a) De tanto gritar, sua voz ficou rouca.
b) Chegaram cedo de Cruzeiro do Sul.
c) De grão em grão, a galinha enche o papo.
d) Trazia no bolso uma caneta de prata.
e) De noite todos os gatos são pardos.
08. Assinale a opção em que a preposição com traduz uma relação de instrumento:
a) "Teria sorte nos outros lugares, com gente estranha."
b) "Com o meu avô cada vez mais perto de mim, o Santa Rosa seria um inferno."
c) "Não fumava, e nenhum livro com força de me prender."
d) "Trancava-me no quarto fugindo do aperreio, matando-as com jornais."
e) "Andavam por cima do papel estendido com outras já pregadas no breu."

09. A preposição que há na frase: “Muitos morreram de fome” expressa relação de:

a) causa c) intensidade e) meio


SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

b) modo d) instrumento

10. Assinale a alternativa em que a preposição destacada estabeleça o mesmo tipo de relação que na frase
matriz: Criaram-se a pão e água.
a) Desejo todo o bem a você.
ENSINO

b) A julgar por esses dados, tudo está perdido.


c) Feriram-me a pauladas.
d) Andou a colher alguns frutos do mar.
e) Ao entardecer, estarei aí.

www.cursoadsumus.com.br Página 87
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

INTERJEIÇÃO
=> É a palavra invariável que exprime emoções, sensações, estados de espírito, ou que procura agir sobre o
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

interlocutor, levando-o a adotar certo comportamento sem que, para isso, seja necessário fazer uso de estruturas

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
linguísticas mais elaboradas. Observe o exemplo:
Droga! Preste atenção quando eu estou falando!
No exemplo acima, o interlocutor está muito bravo. Toda sua raiva se traduz numa palavra: Droga!
Ele poderia ter dito: - Estou com muita raiva de você! Mas usou simplesmente uma palavra. Ele empregou a interjeição Droga!
=> As sentenças da língua costumam se organizar de forma lógica: há uma sintaxe que estrutura seus elementos e
os distribui em posições adequadas a cada um deles. As interjeições, por outro lado, são uma espécie de "palavra-
frase", ou seja, há uma ideia expressa por uma palavra (ou um conjunto de palavras - locução interjetiva) que
poderia ser colocada em termos de uma sentença. Veja os exemplos:
ÍNDICE DE APROVAÇÃO – ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865

1. Bravo! Bis!
bravo e bis: interjeição
sentença (sugestão): "Foi muito bom! Repitam!"
2. Ai! Ai! Ai! Machuquei meu pé...
ai: interjeição

PÚBLICOS ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
sentença (sugestão): "Isso está doendo!" ou "Estou com dor!"
=> A interjeição é um recurso da linguagem afetiva, em que não há uma ideia organizada de maneira lógica, como
são as sentenças da língua, mas sim a manifestação de um suspiro, um estado da alma decorrente de uma situação
particular, um momento ou um contexto específico. Exemplos:
1. Ah, como eu queria voltar a ser criança!
ah: expressão de um estado emotivo = interjeição
2. Hum! Esse pudim estava maravilhoso!
hum: expressão de um pensamento súbito = interjeição
=> O significado das interjeições está vinculado à maneira como elas são proferidas. Desse modo, o tom da fala é
que dita o sentido que a expressão vai adquirir em cada contexto de enunciação. Exemplos:
1. Psiu!
contexto: alguém pronunciando essa expressão na rua
significado da interjeição (sugestão): "Estou te chamando! Ei, espere!"
2. Psiu!
contexto: alguém pronunciando essa expressão em um hospital
significado da interjeição (sugestão): "Por favor, faça silêncio!"
3. Puxa! Ganhei o maior prêmio do sorteio!
puxa: interjeição
tom da fala: euforia
4. Puxa! Hoje não foi meu dia de sorte!
puxa: interjeição
tom da fala: decepção
As interjeições cumprem, normalmente, duas funções:
a) Sintetizar uma frase exclamativa, exprimindo alegria, tristeza, dor, etc. Por exemplo:
- Você faz o que no Brasil?
-Eu? Eu negocio com madeiras.
-Ah, deve ser muito interessante.
SISTEMA EDUCANDUS DE ENSINO

b) Sintetizar uma frase apelativa. Por exemplo:


Cuidado! Saia da minha frente.
As interjeições podem ser formadas por:
ENSINO

a) simples sons vocálicos: Oh!, Ah!, Ó, Ô


b) palavras: Oba!, Olá!, Claro!
c) grupos de palavras (locuções interjetivas): Meu Deus!, Ora bolas!
A ideia expressa pela interjeição depende muitas vezes da entonação com que é pronunciada; por isso, pode
ocorrer que uma interjeição tenha mais de um sentido.

www.cursoadsumus.com.br Página 88
SUA APROVAÇAO É NOSSA MISSÃO!

Por exemplo:
Oh! Que surpresa desagradável! (ideia de contrariedade)
MELHOR EQUIPE E MAIOR ÍNDICE DE APROVAÇÃO– ESTAMOS JUNTOS NESSA BATALHA EM BUSCA DA VITÓRIA TEL 3885 0390 7853 0865 - MELHOR EQUIPE E MAIOR

Oh! Que bom te encontrar. (ideia de alegria)

ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PÚBLICOS - ADSUMUS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
Classificação das Interjeições
Comumente, as interjei