Você está na página 1de 29

O QUE É TEXTO?

Texto é o que se obtém ao expor ideias


ordenadamente, correlacionando-as de
modo que haja coerência.

Todo texto possui os três elementos


principais:

• EMISSOR: é quem envia a mensagem


• MENSAGEM: é a ideia ou o significado do que foi transmitido.
• RECEPTOR: é quem recebe a mensagem.
• CÓDIGOS: são os mecanismos utilizados para construir a mensagem. É a palavra
falada ou escrita, sinais, sons, etc.
TIPOS DE TEXTO E GÊNEROS TEXTUAIS

O texto é classificado, primeiramente, segundo seu interesse junto ao receptor;


ou seja, de acordo com a FINALIDADE.

São considerados também elementos como função, estrutura e contexto.

As classificações iniciais são:


• Diretivo: Injuntivo ou Instrucional: normatiza, prescreve, ensina, orienta.
• Expressivo – transparece sentimentos, emoções, opiniões
• Informativo – Expositivo ou Explicativo: expões fatos, dados, conhecimentos.

E:
•Narrativo – conta uma história ou estória
•Descritivo – caracteriza algo ou alguém
•Dissertativo – expõe ideias, fatos, etc., com intenções diversas
O QUE É TEXTO?

O Texto é produto da comunicação. E a comunicação, por sua vez, pode se dar


de três formas:

• Verbal
Como o próprio nome sugere, é a linguagem que faz uso do verbo.
Se utiliza de palavras, em sua forma oral ou escrita.

• Não Verbal
Não se utiliza de vocábulos para comunicar algo.
Recorre a símbolos e signos visuais.
Ex.: imagens, gestos, objetos, cores, etc.

As duas formas podem ser empregadas de modo combinado, gerando uma


comunicação Mista.
COMUNICAÇÃO VERBAL

(Enem 2016) A perda de massa muscular e comum com a idade, porém, é na


faixa dos 60 anos que ela se torna clinicamente perceptível e suas
consequências começam a incomodar no dia a dia, quando simples atos de
subir escadas ou ir à padaria se tornam sacrifícios. Esse processo tem nome:
sarcopenia. Essa condição ocasiona a perda da força e qualidade dos músculos
e tem um impacto significante na saúde.
Disponível em: www.infoescola.com. Acesso em: 19 dez. 2012 (adaptado).

A sarcopenia é inerente ao envelhecimento, mas seu quadro e consequentes


danos podem ser retardados com a prática de exercícios físicos, cujos
resultados mais rápidos são alcançados com o(a):
a) hidroginástica.
b) alongamento.
c) musculação.
d) corrida.
e) dança.
COMUNICAÇÃO VERBAL

(Enem 2016) A perda de massa muscular e comum com a idade, porém, é na


faixa dos 60 anos que ela se torna clinicamente perceptível e suas
consequências começam a incomodar no dia a dia, quando simples atos de
subir escadas ou ir à padaria se tornam sacrifícios. Esse processo tem nome:
sarcopenia. Essa condição ocasiona a perda da força e qualidade dos músculos
e tem um impacto significante na saúde.
Disponível em: www.infoescola.com. Acesso em: 19 dez. 2012 (adaptado).

A sarcopenia é inerente ao envelhecimento, mas seu quadro e consequentes


danos podem ser retardados com a prática de exercicios físicos, cujos
resultados mais rápidos são alcançados com o(a):
a) hidroginástica.
b) alongamento.
c) musculação.
d) corrida.
e) dança.
COMUNICAÇÃO VERBAL

(Enem 2016) O desenvolvimento das grandes cidades e


O bonde abre a viagem, a consequente concentração
No banco ninguém, populacional nos centros urbanos
Estou só, estou sem. geraram mudanças importantes no
Depois sobe um homem, comportamento dos indivíduos em
No banco sentou, sociedade. No poema de Mário de
Companheiro vou. Andrade, publicado na década de 1940, a
O bonde esta cheio, vida na metrópole aparece
De novo porém representada pela contraposição entre:
Não sou mais ninguém.
ANDRADE, M, Poesias completas.
a) solidão e a multidão.
Belo Horizonte: Wa Rica, 1993. b) a carência e a satisfação.
c) a mobilidade e a lentidão.
d) a amizade e a indiferença.
e) a mudança e a estagnação.
COMUNICAÇÃO VERBAL

(Enem 2016) O desenvolvimento das grandes cidades e


O bonde abre a viagem, a consequente concentração
No banco ninguém, populacional nos centros urbanos
Estou só, estou sem. geraram mudanças importantes no
Depois sobe um homem, comportamento dos indivíduos em
No banco sentou, sociedade. No poema de Mário de
Companheiro vou. Andrade, publicado na década de 1940, a
O bonde esta cheio, vida na metrópole aparece
De novo porém representada pela contraposição entre:
Não sou mais ninguém.
ANDRADE, M, Poesias completas.
a) solidão e a multidão.
Belo Horizonte: Wa Rica, 1993. b) a carência e a satisfação.
c) a mobilidade e a lentidão.
d) a amizade e a indiferença.
e) a mudança e a estagnação.
COMUNICAÇÃO NÃO VERBAL

KUCZYNSKIEGO, P. Ilustração, 2008. Disponível em: http://capu.pl. Acesso em 3 ago. 2012.


COMUNICAÇÃO NÃO VERBAL

(Enem 2013) O artista gráfico


polonês Pawla Kuczynskiego
nasceu em 1976 e recebeu
diversos prêmios por suas
ilustrações. Nessa obra, ao
abordar o trabalho infantil,
Kuczynskiego usa sua arte
para:

a) difundir a origem de
marcantes diferenças sociais.
b) estabelecer uma postura
proativa da sociedade.
c) provocar a reflexão sobre
essa realidade.
COMUNICAÇÃO NÃO VERBAL

(Enem 2013) O artista gráfico


polonês Pawla Kuczynskiego
nasceu em 1976 e recebeu
diversos prêmios por suas
ilustrações. Nessa obra, ao
abordar o trabalho infantil,
Kuczynskiego usa sua arte
para:

a) difundir a origem de
marcantes diferenças sociais.
b) estabelecer uma postura
proativa da sociedade.
c) provocar a reflexão sobre
essa realidade.
COMUNICAÇÃO MISTA
• Mista: utiliza as duas formas de comunicação, verbal e não-verbal.
A importância da preservação do
meio ambiente para a saúde é
ressaltada pelos recursos verbais e
não verbais utilizados nessa
propaganda da SOS Mata Atlântica.
No texto, a relação entre esses
recursos:

a) condiciona o entendimento das


ações da SOS Mata Atlântica.
b) estabelece contraste de
informações na propaganda.
c) é fundamental para a
compreensão do significado da
mensagem.
d) oferece diferentes opções de desenvolvimento temático.
e) propõe a eliminação do desmatamento como suficiente para a preservação
ambiental.
COMUNICAÇÃO MISTA
• Mista: utiliza as duas formas de comunicação, verbal e não-verbal.
A importância da preservação do
meio ambiente para a saúde é
ressaltada pelos recursos verbais e
não verbais utilizados nessa
propaganda da SOS Mata Atlântica.
No texto, a relação entre esses
recursos:

a) condiciona o entendimento das


ações da SOS Mata Atlântica.
b) estabelece contraste de
informações na propaganda.
c) é fundamental para a
compreensão do significado da
mensagem.
d) oferece diferentes opções de desenvolvimento temático.
e) propõe a eliminação do desmatamento como suficiente para a preservação
ambiental.
VARIAÇÕES TEXTUAIS - DIRETIVO

O Texto Diretivo:
“Meus filhos terão
• Age sobre o comportamento do receptor, computadores, sim,
conduzindo-o a adotar ideias ou ações mas antes terão livros.
determinadas. Sem livros, sem
leitura, os nossos
filhos serão incapazes
• Pode manifestar-se por meio de ordens diretas
de escrever – inclusive
ou de mensagens subjetivas. a sua própria história”
Ex.: bula de remédio, leis, livros de autoajuda, (B. Gates)
manuais de instrução, etc.
VARIAÇÕES TEXTUAIS - DIRETIVO

(Enem 2016) Entre as funções de


um cartaz, está a divulgação de
campanhas. Para cumprir essa
função, as palavras e as imagens
desse cartaz estão combinadas de
maneira a:
a) evidenciar as formas de contágio
da tuberculose.
b) mostrar as formas de tratamento
da doença.
c) discutir os tipos da doença com a
população.
d) alertar a população em relação à
tuberculose.
e) combater os sintomas da
tuberculose.
VARIAÇÕES TEXTUAIS - DIRETIVO

(Enem 2016) Entre as funções de


um cartaz, está a divulgação de
campanhas. Para cumprir essa
função, as palavras e as imagens
desse cartaz estão combinadas de
maneira a:
a) evidenciar as formas de contágio
da tuberculose.
b) mostrar as formas de tratamento
da doença.
c) discutir os tipos da doença com a
população.
d) alertar a população em relação à
tuberculose.
e) combater os sintomas da
tuberculose.
VARIAÇÕES TEXTUAIS - EXPRESSIVO

O Texto Expressivo: Casamento


• Age sobre as emoções do Há mulheres que dizem:
receptor, é produzido a Meu marido, se quiser pescar, pesque,
partir de seus sentimentos mas que limpe os peixes.
Eu não. A qualquer hora da noite me levanto,
ajudo a escamar, abrir, retalhar e salgar.
• Mais do que informar, É tão bom, só a gente sozinhos na cozinha,
busca compartilhar as de vez em quando os cotovelos se esbarram,
emoções do emissor. ele fala coisas como “este foi difícil”
“prateou no ar dando rabanadas”
• Texto predominante em e faz o gesto com a mão.
meios literários, a poesia é O silêncio de quando nos vimos a primeira vez
uma de suas manifestações atravessa a cozinha como um rio profundo.
mais fortes. Por fim, os peixes na travessa,
vamos dormir.
Coisas prateadas espocam:
somos noivo e noiva.
PRADO, A. Poesia reunida. São Paulo: Siciliano, 1991.
IS -
UA
EX T
T
Õ ES SIVO
R IAÇ PRES
VA EX
VARIAÇÕES TEXTUAIS - EXPRESSIVO

(Enem 2016) O poema de Adélia Prado, que segue a proposta moderna de


tematização de fatos cotidianos, apresenta a prosaica acao de limpar peixes na
qual a voz lírica reconhece uma:
a) expectativa do marido em relação à esposa.
b) imposição dos afazeres conjugais.
c) disposição para realizar tarefas masculinas.
d) dissonância entre as vozes masculina e feminina.
e) forma de consagração da cumplicidade no casamento.
VARIAÇÕES TEXTUAIS - EXPRESSIVO

(Enem 2016) O poema de Adélia Prado, que segue a proposta moderna de


tematização de fatos cotidianos, apresenta a prosaica acao de limpar peixes na
qual a voz lírica reconhece uma:
a) expectativa do marido em relação à esposa.
b) imposição dos afazeres conjugais.
c) disposição para realizar tarefas masculinas.
d) dissonância entre as vozes masculina e feminina.
e) forma de consagração da cumplicidade no casamento.
PRATICAR!

RIC. Disponivel em: www.nanquim.com.br. Acesso em:


8 dez.2012.

(Enem 2016) O texto faz referência


aos sistemas de comunicação e
informação. A crítica feita a uma das
ferramentas
midiáticas se fundamenta na falta
de:
a) opinião dos leitores nas redes
sociais.
b) recursos tecnológicos nas
empresas jornalísticas.
c) instantaneidade na divulgação da
noticia impressa.
d) credibilidade das informações
veiculadas nos blogs.
e) adequação da linguagem
PRATICAR!

RIC. Disponivel em: www.nanquim.com.br. Acesso em:


8 dez.2012.

(Enem 2016) O texto faz referência


aos sistemas de comunicação e
informação. A crítica feita a uma das
ferramentas
midiáticas se fundamenta na falta
de:
a) opinião dos leitores nas redes
sociais.
b) recursos tecnológicos nas
empresas jornalísticas.
c) instantaneidade na divulgação da
noticia impressa.
d) credibilidade das informações
veiculadas nos blogs.
e) adequação da linguagem
VARIAÇÕES TEXTUAIS - DIRETIVO

O Texto Informativo: TECNOLOGIA


• Age sobre o conhecimento do receptor,
A Embrapa tem apostado em
ampliando ao compartilhar informações novas tecnologias que facilitem a
vida do produtor rural.
• Está presente em todos os segmentos
da sociedade. Durante a Agrotins 2016, a
empresa apresentará aplicativos
Ex.: jornal, bula de remédio, livro de celular que auxiliam no
didático, etc. acompanhamento
metereológico, no planejamento
da produção de bovinos de corte,
no acompanhamento de análise
temporal de vegetação, além de
serviços que organizem materiais
científicos sobre agricultura.

Fonte: Jornal do To, 04 /05/2016


VARIAÇÕES TEXTUAIS - DIRETIVO
PRATICAR!
PRATICAR!

RIC. Disponivel em: www.nanquim.com.br. Acesso em: 8 dez.2012.

(Enem 2016) Na campanha publicitária, há uma


tentativa de sensibilizar o público-alvo, visando
leva-lo a doação de
sangue. Analisando a estratégia argumentativa
utilizada, percebe-se que:
a) a exposição de alguns dados sobre a jovem
procura provocar compaixão, visto que, em razão
da doença, ela vive de maneira diferente dos
demais jovens de sua idade.
b) a campanha defende a ideia de que, para doar,
e preciso conhecer o doente, considerando que
foi preciso apresentar a jovem para gerar
identificação.
c) o questionamento seguido da resposta propõe
reflexão por parte do público-alvo, visto que o
texto critica a prática de escolher para quem
PRATICAR!

RIC. Disponivel em: www.nanquim.com.br. Acesso em: 8 dez.2012.

(Enem 2016) Na campanha publicitária, há uma


tentativa de sensibilizar o público-alvo, visando
leva-lo a doação de
sangue. Analisando a estratégia argumentativa
utilizada, percebe-se que:
a) a exposição de alguns dados sobre a jovem
procura provocar compaixão, visto que, em razão
da doença, ela vive de maneira diferente dos
demais jovens de sua idade.
b) a campanha defende a ideia de que, para doar,
e preciso conhecer o doente, considerando que
foi preciso apresentar a jovem para gerar
identificação.
c) o questionamento seguido da resposta propõe
reflexão por parte do público-alvo, visto que o
texto critica a prática de escolher para quem
PRATICAR!
(Enem 2013) 1. A rapidez é destacada
como uma das qualidades do serviço
anunciado, funcionando como
estratégia de persuasão em relação ao
consumidor do mercado gráfico. O
recurso da linguagem verbal que
contribui para esse destaque é o
emprego:
a) do termo "fácil" no início do
anúncio, com foco no processo.
b) de adjetivos que valorizam a nitidez
da impressão.
c) das formas verbais no futuro e no
pretérito, em sequência.
d) da expressão intensificadora
"menos do que" associada à
qualidade.
e) da locução "do mundo" associada a
"melhor", que quantifica a ação.
PRATICAR!
(Enem 2013) 1. A rapidez é destacada
como uma das qualidades do serviço
anunciado, funcionando como
estratégia de persuasão em relação ao
consumidor do mercado gráfico. O
recurso da linguagem verbal que
contribui para esse destaque é o
emprego:
a) do termo "fácil" no início do
anúncio, com foco no processo.
b) de adjetivos que valorizam a nitidez
da impressão.
c) das formas verbais no futuro e no
pretérito, em sequência.
d) da expressão intensificadora
"menos do que" associada à
qualidade.
e) da locução "do mundo" associada a
"melhor", que quantifica a ação.
FUNÇÕES DA LINGUAGEM

A linguagem possui FUNÇÕES ou FINALIDADES que norteiam o texto:

•FUNÇÃO EMOTIVA: reflete sentimentos e emoções. Ex.: literatura

•FUNÇÃO FÁTICA

•FUNÇÃO APELATIVA OU CONATIVA: busca influenciar, convencer ou ordenar.


Ex.: sermões, propagandas

transmite uma informação objetiva


•FUNÇÃO REFERENCIAL OU DENOTATIVA: sobre a realidade, prioriza dados
concretos e fatos. Ex.: jornal, ciência

•FUNÇÃO POÉTICA OU CONOTATIVA: se preocupa com a fôrma, com a beleza


e originalidade do texto. Ex.: o desatar dos olhos

•FUNÇÃO METALINGUÍSTICA