Você está na página 1de 13

Língua Portuguesa

C.E. Prof.ª MARIA LUIZA RODRIGUES DE SOUSA


Anexo I, Povoado Cassimiro, Bom Jardim – MA.
2° Ano, !ª Aula do 3º Período – Não presencial 2020
Língua e Linguagem

Pressupostos e
Subentendidos

Prof. José Arnaldo da Silva


Licenciado em Letras
Pressupostos e Subentendidos
 Um texto é composto por informações explícitas e
implícitas.
 Pressupostos e subentendidos são informações
implícitas num texto, não expressas formalmente, apenas
sugeridas por marcas linguísticas ou pelo contexto.
 Para entender estes elementos da comunicação, é papel do
leitor procurar ir além do que está explícito no texto.
 Os pressupostos e subentendidos dependem do contexto
para compreensão.
Vocabulário
Implícito – Aquilo que não se expressa de modo claro ou explícito, mas que pode ser deduzido facilmente.
Pressupostos
Maria deixou de comer carne.
Pressuposto: Maria comia carne.
O pressuposto possui marca linguística que
permite ao leitor depreender e inferir a
informação implícita (a marca, no caso de Maria,
foi o verbo deixar).
Vocabulário
Pressuposto – Que se supõe por antecipação ou antecipadamente; presumido.
Pressupostos
Algumas palavras (pistas) indicam a
mensagem adicional nos pressupostos:
Verbos que indicam fim/continuidade:
começar, continuar, parar, deixar, acabar,
etc.
Maria continua estudando para a prova.
(pressuposto - Maria já estudava antes.)
Pressupostos
Advérbios: felizmente, finalmente, ainda, depois,
antes etc.
Maria ainda não retornou a casa.
(pressuposto - Maria já deveria ter retornado ou
Maria vai retornar mais tarde.)
Os preços dos combustíveis aumentaram de novo.
(pressuposto - os preços já haviam aumentado
antes.)
Pressupostos
Certos adjetivos
Ativistas radicais acabaram com a manifestação.
(pressuposto - existem ativistas radicais.)
(pressuposto - havia uma manifestação.)
Petrobrás é vítima de novos furtos.
(pressuposto -ocorreram furtos anteriores na
Petrobrás)
Pressupostos
Orações adjetivas
Restritivas: Os políticos que só querem
defender seus interesses não pensam no povo.
(Pressuposto - alguns políticos não pensam no
povo porque querem defender seus próprios
interesses.)
Pressupostos
Orações adjetivas
Explicativas: Os políticos, que só querem
defender seus interesses, não pensam no povo.
(Pressuposto - todos os políticos não pensam
no povo porque todos querem defender seus
próprios interesses.)
Pressupostos
1. Decidi deixar de jogar bola.
2. Finalmente acabei minha tarefa.
3. Heloísa está cansada de ser professora.
4. Desde que ela mudou de casa, nunca mais a vi.
Pressupõe, respectivamente, que:
1. A pessoa jogava bola antes.
2. Demorou algum tempo para terminar a tarefa.
3. Heloísa é professora.
4. Costumava vê-la antes dela mudar de casa.
Subentendidos
As informações subentendidas vão depender do
contexto ou capacidade de interpretação do leitor
ou ouvinte. Não há marcas linguísticas.
Professora, já são 10h.
(Subentendido: subentende-se que a aula já
devia ter terminado ou que ela havia pedido para
lembrá-la da hora de iniciar a prova, por exemplo.)
Vocabulário
Subentendido – Aquilo que se subentendeu; o que se percebe, embora não tenha sido demonstrado ou dito explicitamente.
Subentendidos
Maria ganhou outro computador.
Subentende-se que:
 O anterior foi roubado.
 O anterior está obsoleto.
 O anterior não tem mais conserto.
Subentendidos
Ninguém é obrigado a ficar aqui.
Subentende-se que:
 O lugar é desagradável e a pessoa que sair.
 Está muito quente no ambiente.
 Há pessoas mal-educadas no ambiente.
Subentendidos
Maria deixou de comer carne.
Subentende-se que:
 Apresentou problemas de saúde.
 Mudou de religião.
 Tornou-se vegetariana.