Você está na página 1de 76

LÍNGUA PORTUGUESA,

LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO

CURSO MAGISTRAL 2018


PARTE TEXTUAL

Professor: Sgt Sandro


LINGUAGEM, LÍNGUA E FALA

1 FALA (ato individual)


2 LÍNGUA (conjunto específico de códigos ou palavras
usados sobre regras combinadas)

3 LINGUAGEM (marca de seres humanos)


LÍNGUA, LINGUAGEM E FALA

LÍNGUA
A língua é um instrumento de comunicação, sendo
composta por regras que possibilitam que
determinado grupo consiga produzir enunciados que
lhes permitam comunicar-se e compreender-se.

A língua é um instrumento de caráter social, pois


pertence a um grupo específico de pessoas.
LÍNGUA, LINGUAGEM E FALA

LINGUAGEM
Sistema de sinais convencionais que
compreende o conjunto dos elementos
lexicais e gramaticais que fazem parte de
uma língua. Pode ser verbal ou não verbal.
LÍNGUA, LINGUAGEM E FALA

LINGUAGEM
Linguagem verbal: é aquela cujos sinais são
as palavras, escritas ou faladas.
LÍNGUA, LINGUAGEM E FALA

LINGUAGEM
Linguagem não verbal: é aquela que
se utiliza de outros sinais para que a
comunicação se estabeleça.

Exemplo:
 Libras
 sinais de trânsito
 placas
LÍNGUA, LINGUAGEM E FALA

FALA É o meio pelo


qual a língua
se concretiza.

É a elocução, a
manifestação
concreta do
discurso.
No cartum apresentado, o significado da palavra escrita é
reforçado pelos elementos visuais, próprios da linguagem não
verbal. A separação das letras da palavra em balões distintos
contribui para expressar principalmente a seguinte ideia:
a) dificuldade de conexão entre as pessoas.
b) aceleração da vida na contemporaneidade.
c) desconhecimento das possibilidades de diálogo.
d) desencontro de pensamentos sobre um assunto.
Gráficos são exemplos de utilização simultânea das linguagens verbal e não verbal. É
preciso analisar as duas ocorrências para a compreensão do texto.Nos gráficos, os
elementos visuais e os elementos textuais são fundamentais para o entendimento total
da mensagem transmitida. No gráfico em questão, a linguagem verbal e a linguagem
não verbal têm como intenção mostrar ao leitor que:
a) O número de casamentos entre pessoas acima de 60 anos diminuiu em um período
de cinco anos.
b) O número de pessoas acima de 60 anos que estão inseridas no mercado de trabalho
é proporcionalmente inverso à quantidade de pessoas que se casam nessa faixa etária.
c) Apresenta dados para o leitor que comprovam o aumento no número de casamentos
entre pessoas acima de 60 anos, assim como o aumento da inserção de pessoas acima
de 60 anos no mercado de trabalho.
d) Apresenta a preocupação com a diminuição no número de casamentos entre
pessoas de várias faixas etárias da população brasileira, assim como a dificuldade
dessas pessoas para conseguir emprego no mercado de trabalho.
Sobre as linguagens verbal e não verbal, estão corretas,
exceto:
a) a linguagem não verbal é composta por signos sonoros ou
visuais, como placas, imagens, vídeos etc.
b) a linguagem verbal diz respeito aos signos que são
formados por palavras. Eles podem ser sinais visuais e
sonoros.
c) a linguagem verbal, por dispor de elementos linguísticos
concretos, pode ser considerada superior à linguagem não
verbal.
d) linguagem verbal e não verbal são importantes, e o sucesso
na comunicação depende delas, ou seja, quando um
interlocutor recebe e compreende uma mensagem
adequadamente.
EXERCÍCIOS

Analise a imagem:
EXERCÍCIOS

Sobre a imagem,observa-se corretamente:


a) a desvalorização da imagem das mulheres acima do peso.
b) uma supervalorização da imagem das mulheres acima do peso.
c) Apenas uma mulher que aceita seu próprio corpo que por ora está
acima do peso em uma visão estereotipada.
d) uma mulher que tenta criar uma nova visão sobre o feminismo.
EXERCÍCIOS

Analise a imagem:
EXERCÍCIOS

Sobre a imagem,observa-se corretamente:


a) a morte dos animais mostra algo além da raiva provocada pela TPM
da personagem da tirinha.
b) o homem deve ter provocado a mulher para que o fato criminoso
ocorresse.
c) A fala calma da mulher na tirinha mostra que o efeito da TPM já
passou após ter matado o homem e os bichos.
d) a tirinha mostra as mudanças provocadas em uma mulher quando
afetada pela TPM.
EXERCÍCIOS

Analise a imagem:
EXERCÍCIOS

Sobre a imagem,observa-se corretamente:


a) a imagem do corpo sarado mostra saúde e o quanto a beleza
estereotipada ainda chama a atenção tanto de homens quanto das
mulheres.
b) a tatuagem do homem na foto mostra como isso mantém relação
com corpos sarados.
c) a praia ainda é o local perfeito para a exibição de corpos sarados.
d) saúde é o item essencial na vida.
EXERCÍCIOS

Analise a imagem:
EXERCÍCIOS

Sobre a imagem,observa-se corretamente:


a) as mulheres loiras ainda são consideradas muito poderosas.
b) A foto não tem a preocupação de demonstrar nada além de um
momento registrado. É uma simples demonstração de uma mulher
loira que no momento não tem vergonha de ser fotografada
usando biquíni.
c) a foto é uma crítica ao padrão de beleza feminina.
d) a foto é a representação da riqueza das mulheres brancas.
(ENEM 2013)

1) A polonesa Pawla Kuczynskiego, artista gráfico, nasceu em 1976 e


recebeu diversos prêmios por suas ilustrações. Nessa obra, ao abordar o
trabalho infantil, Kuczynskiego usa sua arte para:
a) difundir a origem de marcantes diferenças sociais.
b) estabelecer uma postura proativa da sociedade.
c) provocar a reflexão sobre essa realidade.
d) propor alternativas para solucionar esse problema.
e) retratar como a questão é enfrentada em vários países do mundo.
(ENEM 2013)
A linguagem não verbal pode produzir efeitos interessantes, dispensando assim o uso da palavra. Cartum de Caulos, disponível em www.caulos.com

2) O cartum faz uma crítica social. A figura destacada está em oposição


às outras e representa a:
a) opressão das minorias sociais.
b) carência de recursos tecnológicos.
c) falta de liberdade de expressão.
d) defesa da qualificação profissional.
e) reação ao controle do pensamento coletivo.
(ENEM 2013)

3) A charge dá uma lição de:


a) destreza
b) habilidade
c) força
d) preservação da natureza
e) superioridade do homem sobre os outros animais.
AULA 7 ESTUDO DA SEMÂNTICA

Estudo da semântica
Conceito: a semântica, palavra derivada do grego, é o
estudo do significado, do sentido e da interpretação do
significado de uma palavra, signo, frase ou de uma
expressão. Neste campo de estudo da Linguística,
também são analisadas as mudanças de sentido que
podem ocorrer nas formas linguísticas devido a vários
fatores.
ESTUDO DA SEMÂNTICA
AULA 7

Denotação e Conotação
Denotação - sentido real

Conotação - figurado

A Polícia Militar abrirá um concurso em Minas Gerais.

Amor é fogo que arde sem se ver.


ESTUDO DA SEMÂNTICA
AULA 7

Ambiguidade
Duplo sentido

O tenente falou com o policial parado na sala.

A mulher encontrou o garotinho morto no seu


quarto.
ESTUDO DA SEMÂNTICA
AULA 7

Polissemia
A polissemia caracteriza-se pela propriedade que uma
mesma palavra possui de apresentar vários
significados.

Exemplos:
Hidrate as suas mãos (parte do corpo humano)
Ele abriu mão dos seus direitos (desistir).
ESTUDO DA SEMÂNTICA
AULA 7

Sinonímia
Relação estabelecida entre duas ou mais palavras que
apresentam significados iguais ou semelhantes, ou
seja, os sinônimos.
Exemplos:
bondoso – caridoso;
distante – afastado;
cômico – engraçado.
ESTUDO DA SEMÂNTICA
AULA 7

Paronímia
Relação estabelecida entre duas ou mais palavras que
possuem significados diferentes, porém são muito
semelhantes na pronúncia e na escrita, ou seja, os
parônimos.
Exemplos:
emigrar – imigrar;
cavaleiro – cavalheiro;
comprimento – cumprimento.
ESTUDO DA SEMÂNTICA
AULA 7

Antonímia
Relação estabelecida entre duas ou mais palavras que
apresentam significados diferentes, contrários, ou seja,
os antônimos.
Exemplos:
bondoso – maldoso;
bom – ruim;
economizar – gastar.
ESTUDO DA SEMÂNTICA
AULA 7

Homonímia
Homógrafas: São as palavras iguais na escrita, porém
diferentes na pronúncia.
Exemplos:
gosto (substantivo)
gosto (1ª pessoa do singular do presente indicativo)

conserto (substantivo)
conserto (1ª pessoa do singular do presente indicativo);
ESTUDO DA SEMÂNTICA
AULA 7

Homófonas - são as palavras iguais na pronúncia,


porém diferentes na escrita.
Exemplos:
cela (substantivo)
sela (verbo)

cessão (ato de ceder)


sessão (substantivo)
ESTUDO DA SEMÂNTICA
AULA 7

Perfeitas - são as palavras iguais tanto na pronúncia


como na escrita.
Exemplos:
cura (verbo)
cura (substantivo)

cedo (verbo)
cedo (advérbio)
ESTUDO DA SEMÂNTICA
AULA 7

HOMONÍMIAS HOMONÍMIAS HOMONÍMIAS


HOMÓGRAFAS HOMÓFONAS PERFEITAS

GI PD GD PI GI PI
ESTUDO DA SEMÂNTICA
AULA 7

Paronímia
Relação estabelecida entre duas ou mais palavras que
possuem significados diferentes, porém são muito
semelhantes na pronúncia e na escrita, ou seja, os
parônimos.
Exemplos:
emigrar – imigrar;
cavaleiro – cavalheiro;
comprimento – cumprimento.
BIZUS DE SEMÂNTICA

SEMÂNTICA = SENTIDO
ESTUDO DA SEMÂNTICA
DENOTAÇÃO AULA= 7REAL COMPREI PEDRAS
PRECIOSAS
AMBIGUIDADE = DUPLO SENTIDO VENCEM OS ROMANOS OS
CARTAGINESES.
CONOTAÇÃO = FIGURADO SUA VIDA É UMA PEDRA
PRECIOSA
POLISSEMIA = VÁRIOS SENTIDOS LINHA

SINONÍMIA = IGUAIS EM SENTIDO BONDOSO - CARIDOSO


MAL - RUIM
ANTONÍMIA = DIFERENTES NO SENTIDO BOM - RUIM

PARONÍMIA = PARECIDAS NA ESCRITA INFLAÇÃO- INFRAÇÃO

HOMONÍMIA = HOMO= IGUAIS ORIGEM E SIGNIFICADO


DISTINTO
HOMONÍMIA HOMÓGRAFA = GRAFIA IGUAL/PRONÚNCIA GOVERNO E GOVERNO
DIFERENTE

HOMONÍMIA HOMÓFONA = GRAFIA DIFERENTE/PRONÚNCIA VIAGEM E VIAJEM


IGUAL

HOMONÍMIA PERFEITA = GRAFIA IGUAL/PRONÚNCIA BANCO E BANCO


IGUAL
COESÃO E COERÊNCIA
AULA 7

Coesão e Coerência
São dois conceitos importantes para uma melhor
compreensão do texto e para a melhor escrita de
trabalhos de redação de qualquer área. A coesão trata
basicamente das articulações gramaticais existentes
entre as palavras, as orações e frases para garantir
uma boa sequenciação de eventos.
COESÃO E COERÊNCIA
AULA 7

Coesão

União íntima entre as partes de um todo.

1- Retomada dos elementos;

2- Encadeamento das ideias.


COESÃO E COERÊNCIA
AULA 7

Coesão

Pode-se argumentar ainda que o interesse dos EUA é


circunstancial. Nesse sentido, o governo norte-
americano teria dois objetivos: criar condições
favoráveis à missão de paz de seu enviado à região do
conflito e obter apoio árabe para um eventual ataque
ao Iraque.
COESÃO E COERÊNCIA
AULA 7

Coesão
Nada disso, porém deveria minimizar a importância
da resolução. Afinal, ela foi recebida por ambos os
lados. Não é o caso, por outro lado, de alimentar
expectativas de que a resolução da ONU, por si,
contenha a onda de violência que já dura 17 meses.
COESÃO E COERÊNCIA
AULA 7

Coerência
Lógica interna de um texto, isto é, o assunto
abordado tem que se manter intacto, sem que
haja distorções, facilitando, assim, o
entendimento da mensagem.
COESÃO E COERÊNCIA
AULA 7

1- Coerência sintática: a coerência sintática


evita a ambiguidade e garante o uso adequado
dos conectivos.
2- Coerência semântica: desenvolvimento
lógico das ideias, ou seja, a construção de
argumentos harmônicos e livres de
contradições.
3- Coerência temática: privilegia apenas
ideias que sejam relevantes para o bom
desenvolvimento do tema.
COESÃO E COERÊNCIA
AULA 7

4- Coerência pragmática: todos os textos, sejam


eles orais ou escritos, devem obedecer a coerência
pragmática. Quando você faz uma pergunta, por
exemplo, a sequência de fala esperada é uma
resposta.
5- Coerência estilística: o estilo diz respeito à
variedade linguística adotada em um texto. Se você
optou pelo uso da variedade padrão, é coerente que
você a preserve em todo o texto, sem excessos.
6- Coerência genérica: está relacionada à escolha
adequada do gênero textual.
COESÃO E COERÊNCIA
AULA 7

Questão 01 - Indique as relações semânticas estabelecidas pelos


conectivos em destaque:
I. Como a chuva estava muito forte, não foi possível continuar o
show.
II. Eu não consegui apresentar o trabalho porque estava muito
nervosa!
III. Os manifestantes terão suas reivindicações atendidas, exceto
se usarem de violência.
IV. Estava doente, mas foi trabalhar.
V. Os brasileiros são tão trabalhadores quanto os norte-americanos.
a) causa, explicação, condição, oposição, comparação.
b) comparação, condição, finalidade, oposição, tempo.
c) causa, causa, conformidade, oposição, condição.
d) finalidade, comparação, tempo, condição, causa.
e) causa, causa, condição, condição, causa.
COESÃO E COERÊNCIA
AULA 7

Questão 02 - (ENEM – 2011)


Cultivar um estilo de vida saudável é extremamente importante
para diminuir o risco de infarto, mas também de problemas
como morte súbita e derrame. Significa que manter uma
alimentação saudável e praticar atividade física regularmente já
reduz, por si só, as chances de desenvolver vários problemas.
Além disso, é importante para o controle da pressão arterial,
dos níveis de colesterol e de glicose no sangue. Também ajuda
a diminuir o estresse e aumentar a capacidade física, fatores
que, somados, reduzem as chances de infarto. Exercitar-se,
nesses casos, com acompanhamento médico e moderação, é
altamente recomendável.
ATALIA, M. Nossa vida. Época. 23 mar. 2009.
COESÃO E COERÊNCIA
AULA 7

As ideias veiculadas no texto se organizam


estabelecendo relações que atuam na construção do
sentido. A esse respeito, identifica-se, no fragmento, que
a) a expressão “Além disso” marca uma sequenciação de
ideias.
b) o conectivo “mas também” inicia oração que exprime
ideia de contraste.
c) o termo “como”, em “como morte súbita e derrame”,
introduz uma generalização.
d) o termo “Também” exprime uma justificativa.
e) o termo “fatores” retoma coesivamente “níveis de
colesterol e de glicose no sangue”.
TIPOS E GÊNEROS TEXTUAIS
AULA 7

GÊNEROS TEXTUAIS
A compreensão e identificação dos gêneros textuais é
um tema recorrente em concursos e vestibulares.
Entretanto, existem também os chamados “tipos
textuais”, que são comumente confundidos com os
gêneros, induzindo inúmeros candidatos ao erro.
As diferenças entre gêneros e tipos textuais existem
e são bem importantes!
Gêneros e tipos textuais são elementos distintos.
TIPOS E GÊNEROS TEXTUAIS
AULA 7

GÊNEROS TEXTUAIS
GÊNEROS TIPOS TEXTUAIS
TEXTUAIS E TIPOS TEXTUAIS

Possuem função comunicativa e estão Os tipos textuais são


inseridos em um contexto. caracterizados por propriedades
linguísticas, como vocabulário,
Possuem um conjunto ilimitado de
relações lógicas, tempos
características, que são determinadas de
verbais, construções frasais etc.
acordo com o estilo do autor, conteúdo,
composição e função.
São eles:
São infinitos os exemplos de gêneros: 1- Narração
receita culinária, blog, e-mail, lista de 2- Dissertação
compras, bula de remédios, telefonema, 3- Injunção
carta comercial, carta argumentativa. 4- Exposição
UNIDADE II: FUNÇÕES DA
AULA 1 LINGUAGEM

FUNÇÕES DE LINGUAGEM
ESTÃO LIGADAS AO SEU OBJETIVO
 EMOTIVA
 POÉTICA
 CONATIVA OU APELATIVA
 FÁTICA
 REFERENCIAL
 METALINGUÍSTICA
UNIDADE I: LÍNGUA, LINGUAGEM
AULA 2 E TEXTO

UNIDADE II: FUNÇÕES DA


AULA 2 LINGUAGEM

FUNÇÕES DA LINGUAGEM
ÊNFASE DETERM FUNÇÃO
INA
EMISSOR EMOTIVA/EXPRESSIVA
MENSAGEM POÉTICA
REFERENTE REFERENCIAL/DENOTATIVA
CÓDIGO METALINGUÍSTICA
RECEPTOR APELATIVA/CONATIVA
CANAL FÁTICA
AULA 2

FUNÇÃO___________________________
AULA 2

FUNÇÃO _______________________
AULA 2

FUNÇÃO ______________
AULA 2

FUNÇÃO__________________________
AULA 2

FUNÇÃO_________________
AULA 2

FUNÇÃO___________________
LÍNGUA PORTUGUESA
PROF. SGT SANDRO
AULA N° 1
LÍNGUA PORTUGUESA
ACENTUAÇÃO GRÁFICA
São acentuadas:
1- OXÍTONAS (Sílaba tônica na última sílaba)
Exemplo - café
* TERMINADAS EM A(s), E(s), O(s), EM, ENS.
_________________________________________________
2- PAROXÍTONAS (sílaba tônica na penúltima sílaba)
Exemplo - lápis
* TERMINADAS EM L, N, R, X, ON(S), PS, I(S), UM, UNS, US, EI, EIS, Ã,
ÃS, ÃO, ÃOS, GUAM, GUEM;
* DITONGO ORAL CRESCENTE OU DECRESCENTE;
* I E U QUANDO FORMAREM HIATO, MESMO QUE SEGUIDOS DE S E
NÃO REPETIDOS;
Os ditongos abertos ÉU ÉI ÓI (só serão acentuados se forem oxítonos).
_________________________________________________
3- PROPAROXÍTONAS (sílaba tônica na antepenúltima sílaba)
Exemplo - física
* TODAS SÃO ACENTUADAS.
OBS: OS VERBOS TER E VIR E DERIVADOS SÃO ACENTUADOS NA 3ª
PP DO PRESENTE DO INDICATIVO.
56
SGT SANDRO
LÍNGUA PORTUGUESA
PROF. SGT SANDRO
AULA N° 2
LÍNGUA PORTUGUESA
FIGURAS DE LINGUAGEM E PENSAMENTO
1 - METÁFORA - EFEITO DE COMPARAÇÃO; ALGO QUE SOA POÉTICO.
2- COMPARAÇÃO - QUANDO O SEGUNDO TERMO DA METÁFORA VEM
PRECEDIDA DE CONJUNÇÃO COMPARATIVA.
3- IRONIA - CONTRÁRIO DO QUE REALMENTE SE QUER DIZER.
4 - PARADOXO - EXPOSIÇÃO CONTRADITÓRIO DE IDEIAS.
5 - ANTÍTESE - ELEMENTOS CONTRÁRIOS.
6 - EUFEMISMO - SUAVIZAR TERMOS OU FORMA DE EXPRESSÃO.
7 - PROSOPOPEIA OU PERSONIFICAÇÃO - ANIMAR SERES INANIMADOS.
8 - METONÍMIA - SUBSTITUIÇÃO DE TERMOS EQUIVALENTES.
9 - PERÍFRASE/ANTONOMÁSIA - SUBSTITUIÇÃO DE UM NOME POR
OUTRO OU POR QUALQUER QUE SEJA UMA EXPRESSÃO QUE
FACILMENTE O IDENTIFIQUE .
10 - PLEONASMO - TERMOS DESNECESSÁRIOS QUE ENFATIZAM.
11 - HIPÉRBOLE - EXAGERO NA FORMA DE EXPRESSAR.
12 - SINESTESIA – LINGUAGEM QUE UTILIZA ÓRGÃOS DE SENTIDO.
13 - APÓSTROFE – CONSISTE NA INVOCAÇÃO DE ALGUÉM OU DE ALGUMA
COISA PERSONIFICADA, DE ACORDO COM O DISCURSO QUE PODE SER
POÉTICO, SAGRADO OU PROFANO.
SGT SANDRO 57
LÍNGUA PORTUGUESA
PROF. SGT SANDRO

AULA N° 2
LÍNGUA PORTUGUESA
FIGURAS DE LINGUAGEM E PENSAMENTO
1 - METÁFORA – SEUS OLHOS SÃO LUZES BRILHANTES.
2- COMPARAÇÃO – SEUS OLHOS SÃO COMO LUZES BRILHANTES.
3- IRONIA – PARECE UM ANJINHO AQUELE MENINO, BRIGA COM
TODOS QUE ESTÃO POR PERTO.
4 - PARADOXO - (...) É UM CONTENTAMENTO DESCONTENTE.
5 - ANTÍTESE – A MANSÃO ERA ESPLENDOR E SEPULTURA.
6 - EUFEMISMO – ELE ENRIQUECEU POR MEIOS ILÍCITOS.
7 - PROSOPOPEIA OU PERSONIFICAÇÃO – O PAPAGAIO DISSE ALGO
QUE CONVENCEU O CORVO.
8 - METONÍMIA – TOMEI UMA TAÇA DE VINHO.
9 - PERÍFRASE/ANTONOMÁSIA - O REI DO FUTEBOL AINDA VIVE.
10 - PLEONASMO – HOUVE UM CONSENSO GERAL E FOMOS ALMOÇAR.
11 - HIPÉRBOLE – MORRO DE AMORES POR ELA.
12 - SINESTESIA – ELE SENTIU O SABOR FRIO DA DERROTA.
13 - APÓSTROFE – “PAI NOSSO QUE ESTÁS NO CÉU...”

SGT SANDRO 58
LÍNGUA PORTUGUESA
PROF. SGT SANDRO
AULA N° 3
LÍNGUA PORTUGUESA
CRASE

1 ( ) Fui à praia.
2 ( ) Chamou as filhas e entregou as chaves à mais velha.
3 ( ) Os turistas visitaram à cidade.
4 ( ) Ele usava cabelos à Luís XV.
5 ( ) Recorri à minha mãe.
6 ( ) Voltamos à casa tristes.
7 ( ) Tomava o remédio gota à gota.
8 ( ) Ninguém é insensível à dor.
9 ( ) Isso cheira à vinho.
10 ( ) Vendo o tubarão, o nadador voltou logo à terra.
11 ( ) Achava-me à distância de cem metros da fronteira.
12 ( ) Estamos à direita de vocês.
13 ( ) Chegaremos às 07 horas.
14 ( ) Não irás àquela festa.
15 ( ) Recomeçamos a caminhada, rumo àquele pico.

SGT SANDRO 59
LÍNGUA PORTUGUESA
PROF. SGT SANDRO
AULA N° 3
LÍNGUA PORTUGUESA
CRASE

16 ( ) As candidatas não chegam a vinte.


17 ( ) Faço sempre menção a Dona Tereza.
18 ( ) Curso à distância.
19 ( ) Escreveu um bilhete a làpis.
20 ( ) Devemos aliar teoria a prática.
21 ( ) Estilo a Paulo Coelho.
22 ( ) Terra a vista.
23 ( ) Chegamos a terra dos anões.
24 ( ) Dediquei a senhorita o prêmio.
25 ( ) Peça desculpas a sua irmã.
26 ( ) Chegamos a Homicídios.
27 ( ) Andei a cavalo.
28 ( ) Recebi a mulher na minha casa.
29 ( ) Fui a Bahia.
30 ( ) Fui a Vila Velha.

SGT SANDRO 60
LÍNGUA PORTUGUESA
PROF. SGT SANDRO

AULA N° 4
LÍNGUA PORTUGUESA

USO DOS PORQUÊS


1- POR QUE - QUANDO VIER ESCRITA OU SUBENTENDIDA A PALAVRA
RAZÃO/MOTIVO/PELO QUAL E FLEXÕES.

2- POR QUÊ - EM FINAL DE FRASES INTERROGATIVAS.

3- PORQUE - QUANDO EQUIVALE A POIS.

4- PORQUÊ - TEM VALOR DE SUBSTANTIVO E GERALMENTE VEM


ACOMPANHADO DE ARTIGO OU OUTRO DETERMINANTE.

SGT SANDRO 61
LÍNGUA PORTUGUESA
PROF. SGT SANDRO

AULA N° 4
LÍNGUA PORTUGUESA

USO DOS PORQUÊS


1- Não sei por que insisto tanto em te querer.
2- Este é o carro por que a garota se apaixonou.
3- Você não veio, por quê?
4- A garota chorou só porque a criticaram.
5- A vida na fazenda é boa porque o ar é puro.
6- Porque quando não se sabe um porquê, é possível que não se saiba
nenhum porquê.
7- A matéria uso dos porquês é muito simples.
8- Estudei bastante ontem à noite. Sabe por quê?
9 - Os bairros por que passamos eram sujos.
10 - Saiba que brigamos porque você não me entende.

SGT SANDRO 62
LÍNGUA PORTUGUESA
PROF. SGT SANDRO
AULA N° 5
LÍNGUA PORTUGUESA

CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL

1- Anexo ao livro, segue a foto. ( )


2- A fotografia vai anexa ao curriculum. ( )
3- Anexo à foto, segue o material de estudos. ( )
4- As fotos seguem em anexo. ( )
5- 1% dos eleitores se abstiveram do voto. ( )
6- É meio-dia e meia. ( )
7- Hoje é dia 13 de junho de 2015. ( )
8- Bastantes mulheres ganham presentes no dia dos namorados. ( )
9- Havia bastantes mulheres no shopping comprando presentes. ( )
10 - Existiam ratos no porão ( )
11 - Eles falam bastante. ( )
12- Sou eu quem faz amor com você. ( )
13 - Sou eu que faço amor com você. ( )
14 - Os rapazes chegaram: trata-se de estudantes. ( )
15 – Deve fazer dez anos que não vejo Maria. ( )

SGT SANDRO 63
LÍNGUA PORTUGUESA
PROF. SGT SANDRO

AULA N° 5
LÍNGUA PORTUGUESA

CONCORDÂNCIA NOMINAL

16- A criança eram as alegrias da casa. ( )


17 – Isso é ilusões. ( )
18- A nível de convivência, estamos bem. ( )
19- Os militares estavam alerta. ( )
20- Os militares alertas não são surpreendidos.( )
21- A multidão de torcedores gritava. ( )
22- A multidão de torcedores gritavam. ( )
23- As Minas Gerais produzem muito leite. ( )
24- Larissa emagrecia a olhos vistos. ( )
25- Tu e teus irmãos bebereis do mesmo cálice? ( )
26- Deu uma hora no relógio da igreja. ( )
27- Vossas excelências estais doentes. ( )
28- Precisa-se de governantes dispostos a governar o país. ( )
29 - Construíram-se novos postos de saúde. ( )
30- Entrada é proibida. ( )

SGT SANDRO 64
LÍNGUA PORTUGUESA
PROF. SGT SANDRO

AULA N° 5
LÍNGUA PORTUGUESA

CONCORDÂNCIA NOMINAL

31 - A moça disse: muito obrigado! ( )


32 - Músicos e bailarinas ciganos animavam a festa. ( )
33 - Os dedos indicador e médio estavam feridos. ( )
34 – Estudo as línguas inglesa e francesa. ( )
35 – Liberdade é proibido neste país.( )
36 - Vossa excelência está enganada, Doutor juiz. ( )
37 – Deixe bem fechadas a porta e as janelas. ( )
38 – A noite torna visíveis os astros no céu límpido. ( )
39 – Remeto-lhe, incluso, uma fotocópia do recibo. ( )
40 – À noite, há menas pessoas na praça. ( )
41 – Duas malas não eram bastante fortes para segurar. ( )
42 – As polícias Militar e Civil de Minas Gerais trabalham conjuntamente. ( )
43 – A porta estava meia aberta. ( )
44 - Fiquei com o cabelo todo sujos de lama. ( )
45 - Essas frutas são as mais saborosas possível. ( )

SGT SANDRO 65
1) Observamos na tirinha “Mafalda”, de Quino, que a palavra cultura adquiriu uma
multiplicidade de sentidos. Essa multiplicidade de sentidos que uma mesma palavra
pode apresentar, em diferentes contextos de uso, chama-se:

a) Hiperonímia.
b) Polissemia.
c) Hiponímia.
d) Ambiguidade.
e) Sinonímia.

Língua Portuguesa
Sgt Sandro
Observe a tirinha “Garfield”, de Jim Davis:

2) Encontramos o efeito polissêmico empregado na seguinte palavra:


a) vaca.
b) humano.
c) costela.
d) radiografia.
e) conversa. Língua Portuguesa
Sgt Sandro
3) No ano passado, o governo promoveu uma campanha a fim de reduzir os índices de
violência. Noticiando o fato, um jornal publicou a seguinte manchete:

CAMPANHA CONTRA A VIOLÊNCIA DO GOVERNO DO ESTADO


ENTRA EM NOVA FASE
A manchete tem um duplo sentido, e isso dificulta o entendimento. Considerando o
objetivo da notícia, esse problema poderia ter sido evitado com a seguinte redação:

a) Campanha contra o governo do Estado e a violência entram em nova fase.

b) A violência do governo do Estado entra em nova fase de Campanha.

c) Campanha contra o governo do Estado entra em nova fase de violência.

d) A violência da campanha do governo do Estado entra em nova fase.

e) Campanha do governo do Estado contra a violência entra em nova fase.

Língua Portuguesa
Sgt Sandro
4) A frase em que não há ambiguidade de sentido é:

a) Esse é o tipo de técnico de um time que ninguém deseja que se torne


campeão.

b) Ele é o autor do romance que faz enorme sucesso junto ao público feminino.

c) A razão que ela me deu para ingressar em sua associação só me fez


desconfiar ainda mais dela.

d) Gostaria que você consultasse sua mãe, antes de ceder sua chácara por
ocasião da nossa formatura.

e) Quando ela me entregou a carta, percebi logo que as notícias não deviam
ser as mais alvissareiras.

Língua Portuguesa
Sgt Sandro
5) O humor presente na tirinha decorre principalmente do fato de a personagem
Mafalda:

a) atribuir, no primeiro quadrinho, poder ilimitado ao dedo indicador.


b) considerar seu dedo indicador tão importante quanto o dos patrões.
c) atribuir, no primeiro e no último quadrinhos, um mesmo sentido ao vocábulo
“indicador”.
d) usar corretamente a expressão “indicador de desemprego”, mesmo sendo criança.
e) atribuir, no último quadrinho, fama exagerada ao dedo indicador dos patrões

Língua Portuguesa
Sgt Sandro
6) Analisando as falas das personagens, assinale a alternativa que contenha as
expressões utilizadas em seu sentido conotativo:

a) “Você vai comer asfalto” e “estou morto”.

b) “No quinto período, seu babaca” e “você vai comer asfalto”.

c) “Ameaça terrorista” e “aula de educação física”.

d) “Ameaça terrorista” e “estou morto”.


Língua Portuguesa
Sgt Sandro
7) Sobre a conotação e a denotação, podemos afirmar, exceto:

a) A conotação é utilizada principalmente na linguagem poética e na


literatura, mas pode ser encontrada em gêneros textuais do cotidiano, como
letras de músicas, anúncios publicitários, entre outros.

b) Uma palavra ou expressão é usada no sentido denotativo para representar


diferentes significados dependendo do contexto da enunciação.

c) Os textos não literários devem preferir a denotação, pois essa tem como
finalidade informar o receptor da mensagem de maneira clara e objetiva, livre
de ambiguidades e metáforas.

d) A conotação e a denotação são as variações de significado que ocorrem


no signo linguístico, que, por sua vez, é composto de um significante (letras e
sons) e um significado (conceito, ideia).

Língua Portuguesa
Sgt Sandro
8) O item em que o termo sublinhado está empregado no sentido denotativo
é:

a) “Além dos ganhos econômicos, a nova realidade rendeu frutos políticos.”

b) “...com percentuais capazes de causar inveja ao presidente.”

c) “Os genéricos estão abrindo as portas do mercado...”

d) “...a indústria disparou gordos investimentos.”

e) “Colheu uma revelação surpreendente:...”

Língua Portuguesa
Sgt Sandro
9) Assinale a alternativa em que NÃO há palavra empregada em sentido figurado:

a) “O estrangeiro ainda tropeça com muita frequência na incompreensão das


sociedades por onde passa.”

b) “Quando a luz estender a roupa nos telhados, seremos, na manhã, duas máscaras
calmas.”(Mário Quintana)

c) “Vejo que o amor que te dedico aumenta seguindo a trilha de meu próprio espanto.”

d) Não, eu te peço, não te ausentes / Porque a dor que agora sentes / Só se esquece no
perdão.”

e) “Sinto que o tempo sobre mim abate sua mão pesada.” (Carlos Drummond de
Andrade)

Língua Portuguesa
Sgt Sandro
10) Marque a única frase que se preenche adequadamente com a primeira das
opções colocadas entre os parênteses:

a) Durante as atividades, o trabalhador mostrou-se (indefeso, indefesso) realizando


tudo a contento.

b) O motorista foi preso por cometer uma ( infração, inflação).

c) Todos farão suas tarefas, (se não, senão) o pagamento será suspenso.

d) Houve muito (reboliço, rebuliço) durante o acidente de trânsito.

e) Todos os condôminos pagarão uma (tacha, taxa) extra neste mês.

Língua Portuguesa
Sgt Sandro
11) Marque o item cuja lacuna se preenche com 1º elemento entre os parênteses:

a) Para não permanecer com o erro, o funcionário ______________.(retiflcou-o /


ratificou-o)

b) O prefeito não _______________ o requerimento. (diferiu / deferiu)

c) Ele ficará preso para ______________ sua culpa. (espiar / expiar)

d) Por sua conduta, ele sempre revelou um bom __________. (censo / senso)

e) As autoridades tentam combater o ______ ________ de tóxico. (tráfego / tráfico)

Língua Portuguesa
Sgt Sandro