Você está na página 1de 1

ROUSSEAU

Contratualismo: visão que associa o Estado à radial diante dos demais contratualistas, afirmando
garantia de um direito natural cuja associação seria ser o estado de natureza o momento de felicidade
possível por meio de uma relação contratual entre da humanidade e sua superação o início de um
governantes e governados. – base da soberania do período conturbado e tenebroso.
Estado. O fator responsável pela mudança da vida dos
- a visão contratualista associada ao exercício do indivíduos que vivem felizes no estado de natureza
poder do Estado identificou condições racionais em é um só: o surgimento da propriedade. De acordo
que se institui o próprio Estado. com Rousseau, a propriedade destrói a igualdade
Rousseau: alertou o caráter hipotético dos entre os indivíduos, exterminando a piedade mútua
raciocínios que permitiriam estruturar um pacto e o “bom selvagem” que aí vive. Decorre daí o
social que garantisse, num mundo de nascimento do Estado e de todos os males que
desigualdades, os direitos naturais do homem. afligem a humanidade.
A formação do Estado nacional era uma realidade O surgimento do Estado tem, então, como primeiro
histórica, que vinha se constituindo desde o século objetivo possibilitar a preservação da propriedade
XII, ainda que passasse por transformações ao e, com ela, a desigualdade e a impossibilidade de
longo do tempo. Essas transformações vinham se todos serem felizes.
intensificando no século XVII com a oposição A única saída possível seria a formulação de um
sistemática da burguesia ao absolutismo novo pacto, que permitiria reestruturar a sociedade,
monárquico. criando uma nova ordem política, efetivamente
O contratualismo instituído por pensadores como voltada o benefício de todos, e não apenas de um
Thomas Hobbes, John Locke e Jean-Jacques pequeno grupo de privilegiados, política esta
Rousseau propunha, em linhas gerais, a marcada por uma moral positiva, que resgata a
substituição do poder real assentado no direito igualdade dos indivíduos. Para tanto, seriam
divino, em que os governados são entendidos por necessárias a concordância mútua de todos e a
súditos (devem obediência), pela defesa de um alienação dos direitos dos indivíduos em favor da
governo que garantisse os direitos naturais do comunidade, o que levaria à constituição de um
homem, daí o surgimento do jusnaturalismo. corpo soberano que refundaria o Estado.
O jusnaturalismo retira a autoridade política do O corpo soberano passa então a agir de acordo com
patamar imaterial, divino, e a submete à realidade a vontade geral, que não deve ser entendida
natural; aproxima-se, portanto, das expectativas simplesmente como a vontade da maioria e nem
mantidas pelos empiristas, para quem a verdade e o mesmo a vontade de todos. Rousseau vê na vontade
conhecimento são fruto da experiência no mundo. geral a manifestação legítima da vontade popular.
Para os contratualistas, o poder político é instituído Mesmo sendo admirador da democracia antiga,
pela sociedade para garantir certos direitos naturais Rousseau é realista para compreender que ela
que são ao mesmo tempo universais, pois todos os apenas seria possível em pequenas comunidades
homens os possuem, e individuais, pois são políticas, onde cada cidadão poderia manifestar
inalienáveis de cada pessoa. suas ideias sobre o Estado. Em sociedade mais
populosas, seria necessário adotar um modelo
Para Rousseau, é a igualdade entre os indivíduos representativo de democracia.
que constrói o caminho em direção à felicidade, e Dentro de um modelo representativo, os
não a liberdade; esta última sozinha é incapaz de representantes escolhidos são vistos como
atingir os objetivos jusnaturais. funcionários da comunidade, sendo uma extensão
Rousseau era um admirador do modelo do povo e, portanto, submissos a este. Assim,
democrático existente na Atenas do século V a.C., qualquer desvio de conduta levaria à exclusão do
que privilegiava a igualdade entre seus cidadãos. representante em questão, sempre com o intuito de
No entanto, Rousseau sabia ser impossível o preservar o interesse comum e a vontade geral
retorno deste modelo político na populosa dentro da sociedade.
sociedade francesa de sua época.
A opção pela igualdade como o valor mais
relevante leva Rousseau a uma posição crítica e