Você está na página 1de 5

Avaliações On-line / Estácio

Disc.: CONTRATO DE TRABALHO

NPG - CONTRATO DE TRABALHO

1. Ref.: 249209 Pontos: 0,60 / 0,60

Quanto a contrato individual de trabalho, analise as proposições e assinale a letra que contenha a ordem que
expresse a correlação correta: V ¿ verdadeiro F ¿ falso ( ) Considera-se empregado toda pessoa física que prestar
serviços de natureza eventual a empregador, sob dependência dele e mediante salário. ( ) Não se reconhece a
validade do contrato de experiência se não houver sido formalizado por meio de documento escrito. ( ) O contrato
individual de trabalho, correspondendo à relação jurídica de emprego, apenas se caracteriza quando celebrado de
modo expresso, com os registros na CTPS do operário. ( ) De acordo com a CLT, considera-se empregador a
empresa, individual ou coletiva, que, assumindo os riscos da atividade econômica, admite, assalaria e dirige a
prestação pessoal de serviços.

F/V/F/V.

V/V/F/F

F/V/V/F.

V/F/F/V.

Respondido em 19/09/2019 09:08:25

2. Ref.: 722524 Pontos: 0,60 / 0,60

Em relação à duração do contrato individual de trabalho, é correto afirmar que o contrato por prazo determinado:

quando for prorrogado mais de uma vez passará a vigorar sem determinação de prazo.

será lícito, seja qual for a sua finalidade.

poderá ser estipulado por prazo superior a dois anos, desde que o seu objeto dependa da realização de determinados
acontecimentos.

não prevê o pagamento de indenização caso seja rescindido sem justa causa de forma antecipada.

poderá ser estipulado por prazo superior a três anos, desde que o seu objeto dependa da realização de determinados
acontecimentos.

Respondido em 19/09/2019 09:11:20


3. Ref.: 667220 Pontos: 0,00 / 0,60

Assinale a alternativa correta:

O contrato por prazo determinado previsto na CLT refere-se a atividades temporárias enquanto que na Lei 9601/98 o
contrato por prazo determinado refere-se a atividades transitórias.

O contrato por prazo determinado previsto na CLT refere-se a atividades temporárias enquanto que na Lei 9601/98 o
contrato por prazo determinado depende sempre de previsão em convenção ou acordo coletivo.

O contrato por prazo determinado previsto na CLT refere-se a atividades transitórias enquanto que na Lei 9601/98 o
contrato por prazo determinado refere-se a atividades temporárias.

O contrato por prazo determinado previsto na CLT refere-se a atividades transitórias e temporárias enquanto que na Lei
9601/98 o contrato por prazo determinado depende sempre de previsão em convenção ou acordo coletivo.

O contrato por prazo determinado previsto na CLT refere-se a atividades transitórias enquanto que na Lei 9601/98 o
contrato por prazo determinado depende sempre de previsão em convenção ou acordo coletivo.

Respondido em 19/09/2019 09:31:00

4. Ref.: 249297 Pontos: 0,60 / 0,60

Para que passe a vigorar por tempo indeterminado, é necessário que o contrato de trabalho por prazo:

indeterminado tenha sido, expressamente, prorrogado por mais de duas vezes;

determinado tenha sido, tacitamente, prorrogado por mais de uma vez;

indeterminado tenha sido, tácita ou expressamente, prorrogado por mais de duas vezes;

determinado tenha sido, tácita ou expressamente, prorrogado por mais de uma vez;

Respondido em 19/09/2019 09:31:13

5. Ref.: 722485 Pontos: 0,60 / 0,60


Em relação à possibilidade de alteração contratual objetiva, observada a jurisprudência, assinale a alternativa
incorreta:

o empregador não poderá alterar a forma de remuneração do empregado, fixando determinada importância para atender
englobadamente vários direitos legais, mesmo que não haja redução salarial.

os princípios da inalterabilidade contratual lesiva, do jus variandi e do jus resistentia e são aplicáveis à dinâmica da
alteração do contrato de trabalho;

as horas extras prestadas com habitualidade, por dois anos, poderão ser suprimidas, sem qualquer ônus para o
empregador, uma vez que a sobrejornada afeta a higidez física do trabalhador;

havendo a coexistência de dois regulamentos de empresa, a opção do empregado por um deles tem efeito jurídico de
renúncia às regras do sistema do outro;

o empregado contratado por tempo integral poderá ter o seu contrato validamente alterado para tempo parcial, com
redução de jornada e salário, mediante opção manifestada perante a empresa, na forma prevista em instrumento de
negociação coletiva;

Respondido em 19/09/2019 09:32:33

6. Ref.: 722519 Pontos: 0,60 / 0,60

Para que passe a vigorar por tempo indeterminado, é necessário que o contrato de trabalho por prazo:

determinado tenha sido, tacitamente, prorrogado por mais de uma vez;

determinado tenha sido, tácita ou expressamente, prorrogado por mais de uma vez;

determinado tenha sido, tácita ou expressamente, prorrogado por uma vez.

indeterminado tenha sido, expressamente, prorrogado por mais de duas vezes;

indeterminado tenha sido, tácita ou expressamente, prorrogado por mais de duas vezes;

Respondido em 19/09/2019 09:31:15

7. Ref.: 2823633 Pontos: 0,60 / 0,60

O contrato individual de trabalho poderá ser acordado tácita ou expressamente, verbalmente ou por escrito e por
prazo determinado ou indeterminado. Considera-se como de prazo determinado o contrato de trabalho cuja vigência
dependa de termo prefixado ou da execução de serviços especificados ou ainda da realização de certo acontecimento
suscetível de previsão aproximada. O contrato por prazo determinado só será válido em se tratando:
I. de serviço cuja natureza ou transitoriedade justifique a predeterminação do prazo.

II. de atividades empresariais de caráter transitório.

III. de contrato de experiência não excedendo o prazo de 60 (sessenta) dias.

É correto o que se afirma em

I e III, apenas.

I e II, apenas.

II, apenas.

III, apenas.

I, apenas.

Respondido em 19/09/2019 09:33:44

8. Ref.: 249303 Pontos: 0,60 / 0,60

Constitui situação de regular exercício de "Jus Variandi" :

estipulação de jornada de oito horas para o trabalho realizado em turnos ininterruptos de revezamento, independentemente
de negociação coletiva.

transferência, para localidade diversa da que resultar do contrato, de empregado que exerça cargo de confiança, sem
comprovação da real necessidade de serviço.

redução salarial, sem previsão em convenção ou acordo coletivo.

transferência lícita do empregado para o período diurno de trabalho com a supressão do pagamento do adicional noturno.

Respondido em 19/09/2019 09:34:26

9. Ref.: 249300 Pontos: 0,60 / 0,60

Sobre a alteração do contrato de trabalho é INCORRETO afirmar:


Não se considera alteração unilateral a determinação do empregador para que o respectivo empregado reverta ao cargo
efetivo, anteriormente ocupado, deixando o exercício de função de confiança.

As despesas resultantes da transferência correrão por conta do empregador.

O empregador pode transferir o empregado, independentemente de sua concordância, quando ocorrer a extinção do
estabelecimento em que o mesmo trabalhar, sendo que a recusa à transferência por parte do mesmo implica em dispensa
por justa causa.

Nos contratos de trabalho só é lícita a alteração das respectivas condições, por mútuo consentimento, e, ainda assim, desde
que não resultem, direta ou indiretamente, prejuízos ao empregado, sob pena de nulidade da cláusula infringente dessa
garantia.

Respondido em 19/09/2019 09:35:18

10. Ref.: 2823650 Pontos: 0,60 / 0,60

De acordo com a Lei n° 13.429, de 31.03.2017, em relação ao contrato de trabalho temporário firmado com o
mesmo empregador, é CORRETO afirmar que

não poderá exceder ao prazo de cento e oitenta dias, podendo ser prorrogado por igual prazo por ato do Ministério do
Trabalho.

não poderá exceder ao prazo de cento e oitenta dias, sem possibilidade de prorrogação.

poderá exceder ao prazo de cento e oitenta dias, podendo ser prorrogado por igual prazo.

não poderá exceder ao prazo de cento e oitenta dias, podendo ser prorrogado por até noventa dias.

não poderá exceder ao prazo de duzentos e setenta dias, podendo ser prorrogado por até trinta dias.