Você está na página 1de 6

www.qconcursos.

com

1 Q455034 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Modos de Aquisição da Propriedade Imóvel
Ano: 2014 Banca: FGV Órgão: OAB Prova: FGV - 2014 - OAB - Exame de Ordem Uni cado - XV - Tipo 1 - Branca

No regime da Alienação Fiduciária que recai sobre bens imóveis, uma vez consolidada a propriedade em seu nome no
Registro de Imóveis, o duciário,no prazo de trinta dias, contados da data do referido registro, deverá

A adjudicar o bem.

B vender diretamente o bem para terceiros


promover leilão público para a alienação do imóvel; não havendo arremate pelo valor de sua avaliação, realizar um
C
segundo leilão em quinze dias.

D promover leilão público para a alienação do imóvel; não havendo arremate, o duciário adjudicará o bem

2 Q455040 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Efeitos, Tutela, Transmissão e Perda da Posse
Ano: 2014 Banca: FGV Órgão: OAB Prova: FGV - 2014 - OAB - Exame de Ordem Uni cado - XV - Tipo 1 - Branca

Com a ajuda de homens armados, Francisco invade determinada fazenda e expulsa dali os funcionários de Gabriel, dono da
propriedade. Uma vez na posse do imóvel, Francisco decide dar continuidade às atividades agrícolas que vinham sendo ali
desenvolvidas (plantio de soja e de feijão). Três anos após a invasão, Gabriel consegue, pela via judicial, ser reintegrado na
posse da fazenda.
Quanto aos frutos colhidos por Francisco durante o período em que permaneceu na posse da fazenda, assinale a a rmativa
correta.

Francisco deve restituir a Gabriel todos os frutos colhidos e percebidos, mas tem direito de ser ressarcido pelas
A
despesas de produção e custeio.
B Francisco tem direito aos frutos percebidos durante o período em que permaneceu na fazenda
C Francisco tem direito à metade dos frutos colhidos, devendo restituir a outra metade a Gabriel.

Francisco deve restituir a Gabriel todos os frutos colhidos e percebidos, e não tem direito de ser ressarcido pelas
D
despesas de produção e custeio

Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Posse - Teoria, Classi cação e Aquisição ,
3 Q490849
Efeitos, Tutela, Transmissão e Perda da Posse
Ano: 2015 Banca: FGV Órgão: OAB Prova: FGV - 2015 - OAB - Exame de Ordem Uni cado - XVI - Primeira Fase

Mediante o emprego de violência, Mélvio esbulhou a posse da Fazenda Vila Feliz. A vítima do esbulho, Cassandra, ajuizou
ação de reintegração de posse em face de Mélvio após um ano e meio, o que impediu a concessão de medida liminar em
seu favor. Passados dois anos desde a invasão, Mélvio teve que trocar o telhado da casa situada na fazenda, pois estava
dani cado. Passados cinco anos desde a referida obra, a ação de reintegração de posse transitou em julgado e, na ocasião,
o telhado colocado por Mélvio já se encontrava severamente dani cado. Diante de sua derrota, Mélvio argumentou que
faria jus ao direito de retenção pelas benfeitorias erigidas, exigindo que Cassandra o reembolsasse.
A respeito do pleito de Mélvio, assinale a a rmativa correta.

Mélvio não faz jus ao direito de retenção por benfeitorias, pois sua posse é de má-fé e as benfeitorias, ainda que
A necessárias, não devem ser indenizadas, porque não mais existiam quando a ação de reintegração de posse transitou
em julgado.

Mélvio é possuidor de boa-fé, fazendo jus ao direito de retenção por benfeitorias e devendo ser indenizado por
B
Cassandra com base no valor delas.
Mélvio é possuidor de má-fé, não fazendo jus ao direito de retenção por benfeitorias, mas deve ser indenizado por
C
Cassandra com base no valor delas.

Mélvio é possuidor de má-fé, fazendo jus ao direito de retenção por benfeitorias e devendo ser indenizado pelo valor
D
atual delas.

4 Q196971 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Posse - Teoria, Classi cação e Aquisição
Ano: 2009 Banca: CESPE Órgão: OAB Prova: CESPE - 2009 - OAB - Exame de Ordem - 3 - Primeira Fase

A respeito da posse, assinale a opção correta.


A posse direta não anula a indireta; portanto, o possuidor direto poderá defender a sua posse, ainda que seja contra o
A
possuidor indireto.
B A posse de boa-fé só perde esse caráter quando do trânsito em julgado da sentença proferida em ação possessória.

Sendo possuidor todo aquele que tem de fato o exercício, pleno ou não, de algum dos poderes inerentes à
C
propriedade, não é possível adquirir posse mediante representação.
O possuidor pode intentar ação de esbulho contra quem tenha praticado tal ato, mas não pode intentá-la contra o
D terceiro que tenha recebido a coisa esbulhada, ainda sabendo que o era, por não ser o terceiro uma parte legítima
para gurar no polo passivo da demanda.

Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Direito de Família , Usufruto
5 Q349743
Regime de Bens e Outros Direitos Patrimoniais nas Relações Familiares
Ano: 2013 Banca: FGV Órgão: OAB Prova: FGV - 2013 - OAB - Exame de Ordem Uni cado - XII - Primeira Fase

Tiago, com 17 anos de idade e relativamente incapaz, sob autoridade de seus pais Mário e Fabiana, recebeu, por doação de
seu tio, um imóvel localizado na rua Sete de Setembro, com dois pavimentos, contendo três lojas comerciais no primeiro
piso e dois apartamentos no segundo piso. Tiago trabalha como cantor nos nais de semana, tendo uma renda mensal de
R$ 3.000,00 (três mil reais).
Face aos fatos narrados e considerando as regras de Direito Civil, assinale a opção correta.

Mário e Fabiana exercem sobre os bens imóveis de Tiago o direito de usufruto convencional, inerente à relação de
A
parentesco que perdurará até a maioridade civil ou emancipação de Tiago.
Mário e Fabiana poderão alienar ou onerar o bem imóvel de Tiago, desde que haja prévia autorização do Ministério
B
Público e seja demonstrado o evidente interesse da prole.

Mário e Fabiana não poderão administrar os valores auferidos por Tiago no exercício de atividade de cantor, bem
C
como os bens com tais recursos adquiridos.
Mario e Fabiana, entrando em colisão de interesses com Tiago sobre a administração dos bens, facultam ao juiz, de
D
ofício, nomear curador especial.

6 Q299727 Direito Civil > Direito das Obrigações , Direito das Coisas / Direitos Reais , Direito das Sucessões
Ano: 2007 Banca: CESPE Órgão: OAB Prova: CESPE - 2007 - OAB - Exame de Ordem - 1 - Primeira Fase

Considerando o direito das obrigações, coisas e sucessões, assinale a opção incorreta.

Na cessão de crédito por título oneroso, o cedente sempre responde ao cessionário pela existência do crédito. Se
A houver acordo entre as partes, o cedente poderá assumir a responsabilidade também pela solvência do devedor.
Nessa hipótese, a responsabilidade do cedente é limitada ao valor que recebeu do cessionário, mais juros.

A usucapião é forma originária de aquisição da propriedade. Assim, prevalece a propriedade adquirida por usucapião
B extraordinária, ainda que sobre o imóvel usucapiendo haja cláusula de inalienabilidade instituída pelo proprietário
anterior.

C Nas dívidas garantidas por penhor, este terá por objeto determinado bem imóvel de propriedade do devedor.
Falecendo o varão antes de transitada em julgado a decisão que decretou o divórcio, embora em execução provisória
D — porque pendente o julgamento de recurso contra a decisão que não admitiu o recurso especial —, o estado civil do
cônjuge sobrevivente é o de viuvez.

7 Q369654 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Modos de Aquisição da Propriedade Imóvel
Ano: 2014 Banca: FGV Órgão: OAB Prova: FGV - 2014 - OAB - Exame de Ordem Uni cado - XIII - Primeira Fase

Jeremias e Antônio moram cada um em uma margem do rio Tatuapé. Com o passar do tempo, as chuvas, as estiagens e a
erosão do rio alteraram a área da propriedade de cada um. Dessa forma, Jeremias começou a se questionar sobre o
tamanho atual de sua propriedade (se houve aquisição/diminuição), o que deixou Antônio enfurecido, pois nada havia feito
para prejudicar Jeremias. Ao mesmo tempo, Antônio também começou a notar diferenças em seu terreno na margem do
rio. Ambos questionam se não deveriam receber alguma indenização do outro.
Sobre a situação apresentada, assinale a a rmativa correta.

Trata-se de aquisição por aluvião, uma vez que corresponde a acréscimos trazidos pelo rio de forma sucessiva e
A
imperceptível, não gerando indenização a ninguém.
Se for formada uma ilha no meio do rio Tatuapé, pertencerá ao proprietário do terreno de onde aquela porção de
B
terra se deslocou.
Trata-se de aquisição por avulsão e cada proprietário adquirirá a terra trazida pelo rio mediante indenização do outro
C
ou, se ninguém tiver reclamado, após o período de um ano.
Se o rio Tatuapé secar, adquirirá a propriedade da terra aquele que primeiro a tornar produtiva de alguma maneira,
D
seja como moradia ou como área de trabalho.

8 Q530765 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Usufruto
Ano: 2015 Banca: FGV Órgão: OAB Prova: FGV - 2015 - OAB - Exame de Ordem Uni cado - XVII - Primeira Fase

Angélica concede a Otávia, pelo prazo de vinte anos, direito real de usufruto sobre imóvel de que é proprietária. O direito
real é constituído por meio de escritura pública, que é registrada no competente Cartório do Registro de Imóveis. Cinco
anos depois da constituição do usufruto, Otávia falece, deixando como única herdeira sua lha Patrícia. Sobre esse caso,
assinale a a rmativa correta.

A Patrícia herda o direito real de usufruto sobre o imóvel.

B Patrícia adquire somente o direito de uso sobre o imóvel


C O direito real de usufruto extingue-se com o falecimento de Otávia.
D Patrícia deve ingressar em juízo para obter sentença constitutiva do seu direito real de usufruto sobre o imóvel.

9 Q201164 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Usufruto
Ano: 2011 Banca: FGV Órgão: OAB Prova: FGV - 2011 - OAB - Exame de Ordem Uni cado - IV - Primeira Fase

Noêmia, proprietária de uma casa litorânea, regularmente constituiu usufruto sobre o aludido imóvel em favor de Luísa,
mantendo, contudo, a sua propriedade. Inesperadamente, sobreveio uma severa ressaca marítima, que destruiu por
completo o imóvel. Ciente do ocorrido, Noêmia decidiu reconstruir integralmente a casa às suas expensas, tendo em vista
que o imóvel não se encontrava segurado. A respeito da situação narrada, assinale a alternativa correta.

A O usufruto será mantido em favor de Luísa, tendo em vista que o imóvel não fora destruído por culpa sua.
O usufruto será extinto, consolidando-se a propriedade em favor de Noêmia, independentemente do pagamento de
B
indenização a Luísa, tendo em vista que Noêmia arcou com as despesas de reconstrução do imóvel.

O usufruto será extinto, consolidando-se a propriedade em favor de Noêmia, desde que esta indenize Luísa em valor
C
equivalente a um ano de aluguel do imóvel.
O usufruto será mantido em favor de Luísa, independentemente do pagamento de qualquer quantia por ela, tendo
D em vista que Noêmia somente poderia ter reconstruído o imóvel mediante autorização expressa de Luísa, por
escritura pública ou instrumento particular.

10 Q205114 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Posse - Teoria, Classi cação e Aquisição
Ano: 2008 Banca: CESPE Órgão: OAB-SP Prova: CESPE - 2008 - OAB-SP - Exame de Ordem - 2 - Primeira Fase

A posse exercida com animus domini, mansa, pací ca, ininterrupta e justa, durante o lapso de tempo necessário à aquisição
da propriedade, é denominada posse

A ad interdicta.
B ad usucapionem.

C pro diviso.
D pro indiviso.

11 Q208175 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Condomínio Edilício
Ano: 2005 Banca: OAB-SP Órgão: OAB-SP Prova: OAB-SP - 2005 - OAB-SP - Exame de Ordem - 2 - Primeira Fase

Se o condômino, no condomínio edilício, for julgado nocivo, por seu reiterado comportamento anti-social, e expulso por
deliberação da assembléia, reiterada por decisão judicial,

A perderá a propriedade de sua unidade autônoma.


B perderá a propriedade e a posse direta de utilização da unidade autônoma.

C perderá a posse direta de utilização da unidade autônoma.


D não poderá ceder o uso da unidade autônoma a terceiros.

12 Q197066 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Condomínio
Ano: 2008 Banca: CESPE Órgão: OAB Prova: CESPE - 2008 - OAB - Exame de Ordem - 2 - Primeira Fase
Considerando a situação hipotética apresentada, assinale a opção correta acerca do pagamento da dívida contraída
por Fernando.

A A dívida obrigará Fernando, que terá ação regressiva contra os outros três condôminos.
Em razão do condômínio, a dívida se presume solidária, razão pela qual poderá ser cobrada por inteiro de qualquer
B
condômino.
C O pro ssional contratado deverá exigir de cada um dos condôminos a parte equivalente a um quarto da dívida.

D O condômino só pode ser obrigado a concorrer para as despesas de conservação da coisa quando previamente anuir.

13 Q349741 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , En teuse e Superfície
Ano: 2013 Banca: FGV Órgão: OAB Prova: FGV - 2013 - OAB - Exame de Ordem Uni cado - XII - Primeira Fase

Alexandre, pai de Bruno, celebrou contrato com Carlos, o qual lhe concedeu o direito de superfície para realizar construção
de um albergue em seu terreno e explorá-lo por 10 anos, mediante o pagamento da quantia de R$100.000,00. Passados
quatro anos, Alexandre veio a falecer. Diante do negócio jurídico celebrado, assinale a a rmativa INCORRETA.

A O super ciário pode realizar obra no subsolo, de modo a ampliar sua atividade.

B O super ciário responde pelos encargos e tributos que incidirem sobre o imóvel.
C O direito de superfície será transferido a Bruno, em razão da morte de Alexandre.

D O super ciário terá direito de preferência, caso Carlos decida vender o imóvel.

14 Q369655 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Direitos Reais de Garantia - Penhor, Anticrese e Hipoteca
Ano: 2014 Banca: FGV Órgão: OAB Prova: FGV - 2014 - OAB - Exame de Ordem Uni cado - XIII - Primeira Fase

Antônio, muito necessitado de dinheiro, decide empenhar uma vaca leiteira para iniciar um negócio, acreditando que, com
o sucesso do empreendimento, terá o animal de volta o quanto antes.
Sobre a hipótese de penhor apresentada, assinale a a rmativa correta.

Se a vaca leiteira morrer, ainda que por descuido do credor, Antônio poderá ter a dívida executada judicialmente pelo
A
credor pignoratício

As despesas advindas da alimentação e outras necessidades da vaca leiteira, devidamente justi cadas, consistem em
B
ônus do credor pignoratício, sendo vedada a retenção do animal para obrigar Antônio a indenizá-lo.
Se Antônio não quitar sua dívida com o credor pignoratício, o penhor estará automaticamente extinto e, declarada sua
C
extinção, poder-se-á proceder à adjudicação judicial da vaca leiteira.

Caso o credor pignoratício perceba que, devido a uma doença que subitamente atingiu a vaca leiteira, sua morte está
D próxima, o CC/02 permite a sua venda antecipada, mediante prévia autorização judicial, situação que pode ser
impedida por Antônio por meio da sua substituição.

15 Q423530 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Propriedade Resolúvel e Propriedade Fiduciária
Ano: 2014 Banca: FGV Órgão: OAB Prova: FGV - 2014 - OAB - Exame de Ordem Uni cado - XIV - Primeira Fase

A alienação duciária, regulada pela Lei n. 9.514/1997, é o negócio jurídico pelo qual o devedor, ou duciante, com o escopo
de garantia, contrata a transferência ao credor, ou duciário, da propriedade resolúvel de coisa imóvel. Sobre este tipo de
contrato, assinale a a rmativa correta.

Constitui-se a propriedade duciária de coisa imóvel mediante registro do contrato que lhe serve de título no Registro
A
de Imóveis competente.
B Somente poderá ser contratada por pessoa jurídica que integre o Sistema de Financiamento Imobiliário – SFI.

C Não pode ter como objeto a propriedade super ciária do imóvel do duciante.
O duciante poderá transmitir os direitos de que seja titular sobre o imóvel objeto da alienação duciária
D
independentemente da anuência do duciário.

16 Q197064 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Posse - Teoria, Classi cação e Aquisição
Ano: 2008 Banca: CESPE Órgão: OAB Prova: CESPE - 2008 - OAB - Exame de Ordem - 2 - Primeira Fase

Com base no que dispõe o atual Código Civil, é correto a rmar que Renato, na situação hipotética apresentada,

A deve pleitear a manutenção da posse, em razão do tempo ocorrido desde a turbação.


B tem direito à reintegração da posse, por tratar-se de esbulho.

C tem direito de requerer medida assecuratória ante a violência iminente.


D pode utilizar-se do desforço imediato para defesa da sua posse.

17 Q205002 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais


Ano: 2008 Banca: CESPE Órgão: OAB-SP Prova: CESPE - 2008 - OAB-SP - Exame de Ordem - 3 - Primeira Fase

Considerando as idéias do texto acima e os dispositivos do Código Civil relativos ao direito das coisas, assinale a opção
correta.

São elementos da relação jurídica oriunda dos direitos reais subjetivos: aquele que detém a titularidade formal do
A
direito, a comunidade e o bem sobre o qual o titular exerce ingerência socioeconômica.
Ao titular do direito real é imprescindível o uso da ação pauliana ou revocatória para recuperar a coisa em poder de
B
terceiros, inclusive na hipótese de fraude à execução.

A promessa de compra e venda registrada no respectivo cartório de registro de imóveis e a propriedade duciária
C
constituem exemplos de direitos pessoais.
Caracterizam-se os direitos reais pela formação de relações jurídicas de crédito entre pessoas determinadas ou
D determináveis, estando o credor em posição de exigir do devedor comportamento caracterizado por uma prestação
de dar, fazer ou não fazer.

18 Q205208 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Direitos Reais de Garantia - Penhor, Anticrese e Hipoteca
Ano: 2008 Banca: CESPE Órgão: OAB-SP Prova: CESPE - 2008 - OAB-SP - Exame de Ordem - 1 - Primeira Fase

A anticrese constitui

A modo de aquisição da propriedade imóvel.


B direito real de garantia.

C direito do promitente comprador.


D direito ao uso de bem móvel de propriedade do devedor.

19 Q205209 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Uso e Habitação
Ano: 2008 Banca: CESPE Órgão: OAB-SP Prova: CESPE - 2008 - OAB-SP - Exame de Ordem - 1 - Primeira Fase

O direito ao uso de coisa alheia constitui

direito real que, a título gratuito ou oneroso, instituído por ato inter vivos ou causa mortis, permite ao usuário,
A temporariamente, fruir todas as utilidades de coisa móvel ou imóvel, para atender às suas necessidades e às de sua
família.

direito real temporário de ocupar gratuitamente bem imóvel alheio para a moradia do titular e de sua família, não
B
podendo estes alugá-lo nem emprestá-lo.
direito real de gozo sobre bens imóveis que, em virtude de lei ou vontade das partes, se impõe sobre prédio serviente
C
em benefício do dominante.
direito real pelo qual o proprietário, temporariamente, de modo gratuito ou oneroso, concede a outrem o direito de
D
construir ou plantar em seu terreno.

20 Q207099 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Modos de Aquisição da Propriedade Imóvel
Ano: 2007 Banca: VUNESP Órgão: OAB-SP Prova: VUNESP - 2007 - OAB-SP - Exame de Ordem - 3 - Primeira Fase

Ocupação, especi cação e comistão são modos de

A cessão de direitos de posse.


B aquisição da propriedade de bens imóveis.

C aquisição da propriedade de bens móveis.


D perda de propriedade imaterial.

Respostas

1: C 2: A 3: A 4: A 5: C 6: C 7: A 8: C 9: B 10: B 11: C 12: A 13: A 14: D

15: A 16: B 17: A 18: B 19: A 20: C

www.qconcursos.com