Você está na página 1de 3

São gorduras

Substâncias orgânicas apolares, insolúveis em H²O e solúveis em solventes orgânicos


Maioria deriva de Ácidos Graxos (Gordurosos) -> Ácidos Carboxílicos de cadeia
hidrocarbonada
Existem ácidos graxos essenciais que não são produzidos no corpo, sendo obtidos na
dieta.
Existem ácidos graxos naturais que são produzidos no corpo a partir do excesso de
glicose.

A Insulina é fabricada pelo pâncreas, e é liberada quando a glicemia está alta


Promove a passagem da glicose do sangue para as células
Muita glicose nas células estimula o acúmulo de gorduras

Índice Glicêmico é quanto o alimento aumenta a glicemia. Quanto estimula a


liberação de insulina, promovendo acúmulo de gordura
O que influencia:
.Carboidratos complexos posuem menor índice glicêmico, pois demora pra glicose
chegar no sangue.
.Carboidratos simples possuem maior índice glicêmico, pois é fácil de quebrar em
glicose.
Tipo de carboidratos:
Frutose e galactose (São convertidos dentro da célula em glicose) não agem na
liberação de insulina. Já a glicose age na liberação de insulina

Alimentos Energéticos:
Glicídios, Lipídios e Proteínas
Valor calórico 4,1kcal/g 9,3kcal/g 4,1kcal/g
Ordem de consumo 1° 2° 3°

Para consumir Lipídios e proteínas, eles precisam ser convertidos em glicose ou


derivados por Gliconeogênese
O cortisol e o hormônio somatrotófico (GH) estimulam a gliconeogênese, consumindo
gordura.

Gordura -> Lipólise -> Ácidos Graxos -> Beta-oxidação -> Acetil-COA
Proteínas -> Aminoácidos -> Desaminação -> Ácidos Orgânicos (Krebs ou Acetil-COA)
|
\ /
Produção de Amônia -> Uréia

Lipídios são as principais substâncias de reserva nos animais. (Pois são mais
leves). Como o açúcar é polar, ele atrai água, formando a camada de solvatação.

Metabolismo das gorduras no tecido adiposo

O Acetil-COA utilizado no cicle de krebs não consegue passar a membrana plasmática


da célula adiposa
Se transformam corpos cetônicos (Derivados de Acetil-COA)
. Atravessam a membrana plasmática; saem da célula adiposa e passam para o sangue.
Esses Corpos voltam a ser Acetil-COA quando entram nas células como fonte de
energia.

Muitos corpos cetônicos (Ácido Aceto-Acético) no sangue causa hálito cetônico


(Halitose Matinal).
Também diminuem o pH do sangue -> Acidose Sanguíneo -> Deprime o Sistema Nervoso
Central -> Pode causar desmaios
O açúcar poupa a proteína no músculo, já que os músculos não possuem lipídios.

Funções dos Lipídios


Energéticos: Gorduras. óleos
Estruturais: Fosfolipídios
Impermeabilizante: Ceras
Isolantes Térmicos: Gorduras
Isolantes Elétricos: Esfingomielina
Hormonais: Esteroides
.Horm Sexuais: Testosterona, progesterona
.Horm Corticoides: Cortisol

Classificação
1. (Tri)Glicerídeos ou Triaciglicerol: Ésteres de 3 ácidos graxos c/ Glicerol.
(Triálcool de cadeia curta)
Gordura (Saturada): Sólidas
Óleos (Insaturado): Líquidos

2. Cerídeos: Ésteresde 1 ác graxo c/ 1 monoálcool de cadeia longa (Ceras)

3. Carotenoides: Derivados de hidrocarbonetos, de cor laranja, amarela ou vermelha.


Beta-caroteno (Laranja) -> Provitamina A
Clorofila (Verde c/ Mg)

4. Esteróides: Derivados do Colesterol (Álcool Policíclico)


Colesterol: Estabiliza a membrana plasmática de animais (Ausente em vegetais,
algas, fungos, etc...)
. O colesterol é produzido no fígado e no intestino (90%) a partir de óleos e
gorduras.
. 10% exógeno: Vem de fontes animais da dieta.

5. Lipídios Conjugados ou Complexos


Associados a não lipídios e/ou elementos químicos diferentes de C, H e O
5.1 Lipoproteínas de Colesterol: Colesterol ligado com proteínam permitindo a
dissolução no sangue.
HDL: Lipoprot de alta densidade. Prot > Colest. Transporte colest dos tecidos
p/ o fígado, onde é armazenado ou eliminado. "Colesterol Bom"
LDL: Lipoprot de baixa densidade. Colest > Prot. Transporte colest do fígado
p/ os tecidos, inclusive para a oarede dis vasos, formando ateromas, aumentando o
risco de doenças cardiovasculares. "Colesterol Ruim"
O Colesterol infiltra no vaso sanguíneo e os macrófagos do tecido conjuntivo
atacar o LDL, se transformando em células espumosas. As células espumosas mortas
liberam o LDL, o que atrai mais macrófagos, que viram novas células (Ateroma)
A aterosclerose diminui o calibre da luz do vaso.
Hiper Tensão -> Ruptura do vaso -> Sangramento -> Coagulação -> Trombose
|
V
Destacamento do Ateroma -> Ateroma entope o vaso ->Embolia.
Não passa sangue ou oxigênio
Morte tecidual que pode ser do coração ou do cérebro

Gorduras Saturadas: Aumenta o LDL e diminui o HDL


Óleos Poliinsaturados: Diminui o LDL e o HDL
Óleos Monoinsaturados: Diminui o LDL e aumenta o HDL

O calor da fritura satura os óleos, passando a se comportar como gordura saturada.


A gordura trans (cis/trans) da margarina é mais perigosa que a gordura saturada
5.2 Quilomícrons
Ácidos Graxos e proteínas
Transporte de Ácidos Graxos da dieta no sangue.

5.3 Esfindolipídios: Com Enxofre


Esfingomielina

5.4 Fosfolipídios: Derivados dos triglicerídeos (Ésteres de glicerol c/ 2 ács


graxos + H³PO4
Cabeça Polar (Hidrofílica)
Cauda Apolar (Hidrofóbica)
É anfifílico.