Você está na página 1de 2

Fonte e Copy- right no Fim do Texto

Relatório

Algumas Normas Metodológicas

Maria Prazeres Casanova

Março 2008

Etimologicamente, o termo relatório deriva do latim relatar+ório, signifi- cando "1. exposição circunstanciada e objectiva, oral ou por escrito, daquilo que se viu, observou, analisou" (Instituto de Lexiologia e Lexicografia, 2001:

3172; cf. Porto Editora, 2003-2008). O objectivo de um relatório é comunicar uma actividade desenvolvida, apresentando um relatório da área específica tratada pelo formador, com uma perspectiva de síntese de toda a acção.

I. Elementos que compõem um Relatório.

1. Capa, Página ou Folha de Rosto, Índice.

2. Desenvolvimento do Relatório:

a) Introdução – seguem-se as normas para elaboração de trabalho cientí-

fico.

b) Desenvolvimento do relatório – numa sequência lógica, deve haver uma parte descritiva com os assuntos, o contexto situacional e as possí- veis experiências, bem como uma parte crítica, com uma análise dos factos através de argumentos precisos (cf. Porto Editora, 2003-2008).

c) Conclusão – apresentação resumidamente da actividade, contribuições,

críticas e sugestões.

3. Referências Bibliográficas. a) Apresentação das obras que sustentam o relatório.

4. Anexos (tabelas, gráficos entre outros) (cf. Frada, 1991; Fernandes, 1995; Fonseca, 2002).

II. Algumas Orientações Gerais para a Elaboração do Relatório.

1. Deve ser global e coerente, lógico, claro e objectivo.

2. Curto e conciso, convém incluir sempre a informação indispensável, podendo recorrer a quadros, gráficos ou ilustrações.

3. O uso do pronome pessoal da primeira pessoa («eu») ou o plural majes- tático «nós».

4. O tempo verbal é mais correcto usar os tempos presentes e passado com lógica e coerência, observando-se a cronologia histórica. (cf. Porto Editora, 2003-2008).

5. Seguem-se as normas metodológicas para a realização de um trabalho científico (cf. Casanova, M. P. e Trindade, A., 2006).

Referências Bibliográficas:

Casanova, M.P. e Trindade. A. (2006) . Organização de um Trabalho . Algumas Normas Metodológicas. Ramada: Escola Secundária da Ramada . In http://mpsmcasanova.com.sapo.pt/documentos/metodologiatrabalho.pdf (acedido em Março de 2008). Fernandes, A. J. (1995) . Métodos e Regras para a Elaboração de Trabalhos Académicos e Científicos . Porto: Universidade do Porto . In

www.fcdef.up/waterookies/pdf%20Trabalhos/Ficha%20L%20(Alves,%R.).p

df (acedido em Março de 2008). Fonseca, P. (2002) . Guia para a Redacção de Relatórios . in http://sweet.ua.pt/~pf/Relatorios/relatorios.html (acedido em Março de

2008).

Frada, J. (1991) . Guia Prático para a Elaboração e Apresentação de Trabalhos Científicos . Lisboa: Cosmos. Instituto de Lexiologia e Lexicografia (2001). Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea . Lisboa: Verbo. Porto Editora ( 2003-2008) . Relatório. In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Edito- ra,. In www: <URL: http://www.infopedia.pt/$relatorio> (acedido em Março de 2008).

Professora Doutora em Ciências de Educação.

Casanova, M. P. (2008) . Relatório . In mpsmcasanova.com.sapo.pt/documentos/relatorio.pdf.