Você está na página 1de 3

REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA

Governo Regional
SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO
CONSERVATÓRIO – ESCOLA DAS ARTES DA MADEIRA ENGº LUÍZ PETER CLODE
ANEXO 1.7
Ficha de registo de avaliação interna do desempenho docente
Decreto Regulamentar Regional n.º 26/2012/M, de 29 de agosto

Estabelecimento de educação ou ensino / Serviço técnico

CONSERVATÓRIO – ESCOLA PROFISSIONAL DAS ARTES DA MADEIRA ENGº LUÍZ PETER CLODE

Período de avaliação Código do estabelecimento

a 3103601

Avaliador Número de identificação fiscal

Vínculo Escalão

Grupo de recrutamento

Avaliado Número de identificação fiscal

Vínculo Escalão

Grupo de recrutamento

Classificação final

Média obtida Média da


Dimensões Parâmetros Ponderação
no parâmetro dimensão

A.1- Preparação e organização das atividades educativas, aulas


ou estratégias de intervenção
A - Científica e pedagógica 60%
A.2- Cumprimento das orientações curriculares

B - Participação nas
B.1- Contributo para a concretização dos objetivos e metas
atividades desenvolvidas no
fixados no projeto educativo e plano anual de escola do 20%
estabelecimento de de
estabelecimento de ensino
ensino

C - Formação contínua e
C.1- A participação em ações de formação e em processos de
desenvolvimento 20%
atualização do conhecimento profissional
profissional

Classificação Final:
Dimensõe Classific
s
Parâmetros Indicadores Níveis
ação
Descritores Meios de medida

A - Científico e pedagógica … Excelente


Evidencia um elevado conhecimento científico,
pedagógico e didático inerente à disciplina ou
(9 a 10 valores) área curricular, fundamentando as respetivas
opções.

Muito bom Evidencia um elevado conhecimento científico,


(8 a 8,9 pedagógico e didático inerente à disciplina ou
valores) área curricular.
A.1.1- Demonstra
conhecimento científico, Bom Evidencia conhecimento científico, pedagógico
pedagógico e didático (6,5 a 7,9 e didático inerente à disciplina ou área Relatório de auto-avaliação
inerente à disciplina ou valores) curricular.
área curricular
Regular Evidencia lacunas no conhecimento científico,
(5 a 6,4 pedagógico e didático inerente à disciplina ou
valores) área curricular.

Insuficiente Revela lacunas graves no conhecimento


(1 a 4,9 científico e falhas a nível pedagógico e didático
valores) inerente à disciplina ou área curricular.

Planifica com elevado rigor, integrando de


Excelente
forma coerente e inovadora propostas de
(9 a 10 valores)
atividades, meios e recursos.

Muito bom Planifica com muito rigor, integrando de forma


(8 a 8,9 coerente propostas de atividades, meios e
valores) recursos.
A.1- Preparação e A.1.2- Planifica o ensino de
organização das acordo com as finalidades e
atividades Bom
as aprendizagens previstas Planifica de forma adequada, integrando
educativas, aulas (6,5 a 7,9 Relatório de auto-avaliação
no currículo e rentabilização valores)
propostas de atividades, meios e recursos.
ou estratégias de dos meios e recursos
intervenção disponíveis
Regular Planifica o ensino, mas não manifesta
(5 a 6,4 coerência entre propostas de atividades, meios
valores) e recursos.

Insuficiente
(1 a 4,9 Planifica o ensino, mas revela falta de rigor.
valores)

Concebe com elevado rigor e inovação


Excelente
estratégias de ensino diversificadas e
(9 a 10 valores)
adequadas às necessidades dos alunos.

Muito bom Concebecom muito rigor estratégias de ensino


(8 a 8,9 diversificadas e adequadas às necessidades
valores) dos alunos.
A.1.3- Concebe e planifica
estratégias adequadas aos Bom
Concebe estratégias de ensino adequadas às Relatório de auto-avaliação
diferentes alunos e (6,5 a 7,9
necessidades dos alunos.
valores)
contextos

Regular
Concebe estratégias de ensino nem sempre
(5 a 6,4
adequadas às necessidades dos alunos.
valores)

Insuficiente
Não concebe estratégias de ensino adequadas
(1 a 4,9
às necessidades dos alunos.
valores)

Excelente Envolve-se, plenamente no conhecimento e na


(9 a 10 valores) aplicação das orientações curriculares.

Muito bom
Envolve-se, ativamente no conhecimento e na
(8 a 8,9
aplicação das orientações curriculares.
valores)

Bom
A.2- Cumprimento Envolve-se no conhecimento e na aplicação
A.2.1- Conhece e aplica as (6,5 a 7,9
das orientações valores)
das orientações curriculares. Relatório de auto-avaliação
orientações curriculares
curriculares
Regular
Raramente se envolve no conhecimento e na
(5 a 6,4
aplicação das orientações curriculares.
valores)

Insuficiente
Não se envolve no conhecimento e na
(1 a 4,9
aplicação das orientações curriculares.
valores)
Dimensõe Classific
s
Parâmetros Indicadores Níveis
ação
Descritores Meios de medida

10 valores
B.1.1- Proporcionar o sucesso
B - Participação nas atividades desenvolvidas no estabelecimento de educação, de ensino, de Pautas de avaliação
escolar dos alunos
0 valores
instituição de educação especial ou do serviço técnico da Direção Regional de Educação

10 valores
B.1.2- Promover a
permanência dos alunos até Pautas de avaliação
ao fim do ano letivo 0 valores

B.1.3- Promover o 10 valores


cumprimento de normas
disciplinares e
Participações escritas
comportamentais,
designadamente as contantes
0 valores
no Regulamento

10 valores Aolicação de instrumento por


B.1.4 – Melhorar a questionário via online aos
colaboradores, encarregafos
comunicação entre todos os de educação e às entidades
elementos da comunidade externas - a decorrer nos
B.1- Contributo
0 valores meses de janeiro a maio
para a realização
dos objetivos e
metas do projeto
educativo e do 10 valores Place/requerimentos de
plano anual de B.1.5 - Promover a ausencia/reposião (docentes);
escola assiduidade Sistea de registo de presenças
NOTA: OS 0 valores (não docente)
INDICADORES
B.1.2 e B.1.5. são
de caracter 10 valores
B.1.6 – Proporcionar aos
obrigatório Registo das apresentações
alunos e formandos realizadas
experiências de performance
0 valores

10 valores Aplicação de insttrumento por


B.1.7 - Fomentar a
questionário via online os
participação dos Encarregados encarregados de educação e
de Educação no processo aos docntes - a decorrer no
educativo inicio de maio
0 valores

B.1.8 - Promover e 10 valores


desenvolver projetos no seio Planificação e relatório de
do grupo (na respectiva classe concretização do projeto e
ou a nível individual) ou entre respetiva validação
0 valores
vários grupos

B.1.9 –Fomentar o 10 valores


reconhecimento do Inquétitos
Conservatório por parte da
comunidade 0 valores
C - Formação contínua e desenvolvimento

C.1.1- Média da
classificação quantitativa As ações de formação contínua (25 horas no
atribuída às ações de 5.º escalão e 50 horas nos restantes escalões)
Documentos comprovativos
que não tenham sido objeto de uma menção
formação contínua - das ações de formação
quantitativa são consideradas como tendo sido creditadas realizadas
validadas ou acreditadas avaliadas com 7 valores. - Docentes integrados
concluídas no ciclo de em carreira
avaliação *
profissional

C.1- A participação
em ações de
formação e em
processos de
atualização do
conhecimento inferior a 12 horas de
0 valores
profissional formação

igual ou superior a 12 horas


C.1.2. – Valorização das de formação
5 valores
Documentos comprovativos
acções de formação para das ações de formação
professores contratados - creditadas realizadas
por cada bloco de 25 horas
Docentes contratados 0,25 valores
não acreditado

por cada bloco de 25 horas


0,5 valores
acreditado

O avaliador: Data:

O avaliado: Data: