Você está na página 1de 5

EXERCICIOS DE FIXAÇÃO – CONTABILIDADE ATUARIAL - SEGUROS

2º Bimestre - 6º período – Curso de Ciências Contábeis

1. Autarquia, com personalidade jurídica de direito público, que dispõe de autonomia administrativa e
financeira, que tem como atribuição fundamental fiscalizar o fiel cumprimento da legislação de seguros:
a) Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP).
b) Superintendência de Seguros Privados (Susep).
c) Entidades Abertas de Previdência Privada (EAPP).
d) Ministério da Previdência e Assistência Social (MPAS).
e) Conselho Monetário Nacional, (CMN

2. O co-seguro poderia ser definido como:


a) Operação praticada com exclusividade pelo IRB, na qual ele retrocede a todas as seguradoras do mercado
nacional e internacional o excesso de responsabilidades que, por questões técnicas e financeiras, tem sua
capacidade de retenção esgotada
b) Operação praticada com exclusividade pelo IRB, na qual o mesmo retrocede a todas as seguradoras do
mercado nacional o excesso de responsabilidades que, por questões técnicas e financeiras, tem sua capacidade
de retenção esgotada
c) Operação praticada com exclusividade pelo IRB, na qual o mesmo retrocede a todas as seguradoras do
mercado internacional o excesso de responsabilidades que, por questões técnicas e financeiras, tem sua
capacidade de retenção esgotada
d) Operação praticada pelos integrantes do mercado de seguros de maneira geral, na qual o mesmo retrocede a
todas as seguradoras do mercado nacional e internacional o excesso de responsabilidades que, por questões
técnicas e financeiras, tem sua capacidade de retenção esgotada.
e) Operação na qual a seguradora promove a pulverização ou a diluição do risco, cedendo, em um mesmo
contrato (apólice), participação a uma ou mais congêneres

3. A retrocessão poderia ser definida como:


a) Operação na qual a seguradora promove a pulverização ou a diluição do risco, cedendo, em um mesmo
contrato (apólice), participação a uma ou mais congêneres
b) Operação praticada com exclusividade pelo IRB, na qual o mesmo retro- cede (repassa) a todas as seguradoras
do mercado nacional o excesso de responsabilidades que, por questões técnicas e financeiras, tem sua
capacidade de retenção esgotada
c) Operação praticada com exclusividade pelo IRB, na qual o mesmo retrocede (repassa) a todas as seguradoras
do mercado internacional o excesso de responsabilidades que, por questões técnicas e financeiras, tem sua
capacidade de retenção esgotada.
d) Operação praticada pelos integrantes do mercado de seguros de maneira geral, na qual o mesmo retrocede
(repassa) a todas as seguradoras do mercado nacional e internacional o excesso de responsabilidades que, por
questões técnicas e financeiras, tem sua capacidade de retenção esgotada.
e) Operação na qual a seguradora promove a pulverização ou a diluição do risco, cedendo, em um mesmo
contrato (apólice), participação a uma ou mais resseguradoras.

4- A Superintendência de Seguros Privados (Susep):


a) É o órgão máximo do setor de seguros, regulando e fiscalizando a orientação básica e funcionamento dos
componentes do sistema.
b) É o órgão governamental de atuação colegiada e competência normativa responsável pelo controle e
fiscalização dos mercados de seguro, previdência privada aberta, capitalização e resseguros.
EXERCICIOS DE FIXAÇÃO – CONTABILIDADE ATUARIAL - SEGUROS
2º Bimestre - 6º período – Curso de Ciências Contábeis

c) Tem a atribuição de fiscalizar o resseguro obrigatório e facultativo do país ou exterior, organizar e administrar
consórcios, proceder a liquidação de sinistros e distribuir pelas seguradoras a parte dos resseguros que não
retiver e colocar no exterior as responsabilidades excedentes da capacidade do mercado segurador interno ou
aquela cuja cobertura fora do país convenha aos interesses nacionais (retrocessão).
d) É composta por empresas que, por meio dos recursos dos prêmios cobrados dos segurados, comprometem-se
a indenizá-los no caso de ocorrer o evento contra o qual se seguraram.
e) É o profissional legalmente autorizado a organizar e promover contratos de seguros. Ele também orienta o
segurado sobre o melhor tipo de contrato de seguro, esclarecendo dúvidas, sobre coberturas, carências, validade
e atendimento às necessidades de seu representado.

5. O IRB:
a) É o órgão máximo do setor de seguros, regulando e fiscalizando a orientação básica e funcionamento dos
componentes do sistema.
b) É o órgão governamental de atuação colegiada e competência normativa responsável pelo controle e
fiscalização dos mercados de seguro, previdência privada aberta, capitalização e resseguros.
c) Tem a atribuição de fiscalizar o resseguro obrigatório e facultativo do país ou exterior, organizar e administrar
consórcios, proceder a liquidação de sinistros e distribuir pelas seguradoras a parte dos resseguros que não
retiver e colocar no exterior as responsabilidades excedentes da capacidade do mercado segurador interno ou
aquela cuja cobertura fora do país convenha aos interesses nacionais (retrocessão).
d) É formado por empresas que, por meio dos recursos dos prêmios cobrados dos segurados, comprometem-se a
indenizá-los no caso de ocorrer o evento contra o qual se seguraram.
e) É o profissional legalmente autorizado a organizar e promover contratos de seguros. Ele também orienta o
segurado sobre o melhor tipo de contrato de seguro, esclarecendo dúvidas, sobre coberturas, carências, validade
e atendimento às necessidades de seu representado"

6. O corretor de seguros:
a) É o órgão máximo do setor de seguros, regulando e fiscalizando a orientação básica e funcionamento dos
componentes do sistema.
b) É o órgão governamental de atuação colegiada e competência normativa responsável pelo controle e
fiscalização dos mercados de seguro, previdência privada aberta, capitalização e resseguros.
c) Tem a atribuição de fiscalizar o resseguro obrigatório e facultativo do país ou exterior, organizar e administrar
consórcios, proceder a liquidação de sinistros e distribuir pelas seguradoras a parte dos resseguros que não
retiver e colocar no exterior as responsabilidades excedentes da capacidade do mercado segurador interno ou
aquela cuja cobertura fora do país convenha aos interesses nacionais (retrocessão).
d) São empresas que, por meio dos recursos dos prêmios cobrados dos segurados, comprometem-se a indenizá-
los no caso de ocorrer o evento contra o qual se seguraram.
e) É o profissional legalmente autorizado a organizar e promover contratos de seguros. Ele também orienta o
segurado sobre o melhor tipo de contrato de seguro, esclarecendo dúvidas, sobre coberturas, carências, validade
e atendimento às necessidades de seu representado
7- De acordo com as resoluções do Conselho Nacional de Seguros Privado (CNSP) as provisões técnicas são
divididas em dois grandes grupos:
a) Provisões de Riscos a Decorrer e de Prêmios Não Ganhos.
b) Provisões de Prêmios Não Ganhos e Provisões Matemáticas.
c) Provisões Técnicas Não Comprometidas e Provisões Técnicas Comprometidas.
d) Provisões de Sinistros a Liquidar e de Seguros Vencidos.
EXERCICIOS DE FIXAÇÃO – CONTABILIDADE ATUARIAL - SEGUROS
2º Bimestre - 6º período – Curso de Ciências Contábeis

e) Provisões Técnicas e Provisões Matemáticas.

8- Define Provisão de Riscos Decorridos:


a) Cobre os riscos de contratos em vigor, correspondendo à parcela do prêmio relativa ao período do risco
ainda não decorrido.
b) Tem como objetivo garantir os riscos dos contratos em vigor com pagamento de prêmio anual, em
conformidade com a Nota Técnica Atuarial aprovada pela Susep.
c) Aplicável aos seguros com pagamento de prêmio mensal, sua finalidade é garantir a cobertura dos
sinistros ocorridos e ainda não avisados.
d) Constituída para fazer frente às responsabilidades decorrentes das operações de retrocessões do IRB.
e) Garante o pagamento de indenizações de sinistros avisados e ainda não pagos.

9- Define Provisão de Prêmios Não Ganhos:


a) Cobre os riscos de contratos em vigor, correspondendo à parcela do prêmio relativa ao período do risco ainda
não decorrido.
b) Tem como objetivo garantir os riscos dos contratos em vigor com pagamento de prêmio anual, em
conformidade com a Nota Técnica Atuarial aprovada pela Susep.
c) Aplicável aos seguros com pagamento de prêmio mensal, sua finalidade é garantir a cobertura dos sinistros
ocorridos e ainda não avisados.
d) Constituída para fazer frente às responsabilidades decorrentes das operações de retrocessões do IRB.
e) Garante o pagamento de indenizações de sinistros avisados e ainda não pagos.

10 - Entende-se por limite operacional:


a) O máximo de responsabilidade que uma seguradora pode reter, por contrato, em cada ramo ou modalidade de
seguro.
b) A ocorrência ou não do fato gerador de prejuízos.
c) O máximo de responsabilidade que uma seguradora pode reter em cada risco isolado, por contrato.
d) A união de esforços de muitos em favor de alguns elementos do grupo, já que estes, isoladamente, não teriam
condições de suportar prejuízos de monta.
e) O máximo de responsabilidade que uma seguradora pode reter, por grupo de contratos ou apólices, em cada
modalidade de seguro.

11. Entende-se por limite técnico:


a) O máximo de responsabilidade que uma seguradora pode reter, por contrato, em cada ramo ou modalidade de
seguro.
b) A ocorrência ou não do fato gerador de prejuízos.
c) O máximo de responsabilidade que uma seguradora pode reter em cada risco isolado, por contrato.
d) A união de esforços de muitos em favor de alguns elementos do grupo, já que estes, isoladamente, não teriam
condições de suportar prejuízos de monta.
e) O máximo de responsabilidade que uma seguradora pode reter, por grupo de contratos ou apólices, em cada
modalidade de seguro.
EXERCICIOS DE FIXAÇÃO – CONTABILIDADE ATUARIAL - SEGUROS
2º Bimestre - 6º período – Curso de Ciências Contábeis

12. O limite operacional é:


a) Fixado anualmente pela Susep, com base no Ativo Líquido (AL) da sociedade existente em 31 de dezembro de
cada ano, vigorando a partir de 12 de abril do ano seguinte.
b) Fixado trimestralmente pela Susep, com base no Ativo Líquido (AL) da sociedade existente em cada trimestre
civil, vigorando a partir do 12 dia útil do trimestre seguinte.
c) Fixado mensalmente pela Susep, com base no Ativo Líquido (AL) da sociedade existente ao final de cada mês,
vigorando a partir do lº dia útil do mês seguinte.
d) Fixado semestralmente pela Susep, com base no Ativo Líquido (AL) da sociedade existente em 30 de junho,
vigorando a partir de 1º de outubro do mesmo ano.
e) Fixado semestralmente pela Susep, com base no Ativo Líquido (AL) da sociedade existente em 30 de junho e 31
de dezembro de cada ano, vigorando a partir de 1 º de outubro do mesmo ano e 1 º de abril do ano seguinte.

13. As seguradoras devem requerer à Susep a aprovação do limite técnico que de sejam adotar para cada ramo
ou modalidade de seguro, os quais se situarão:
a) Entre 10% e 100% do limite técnico aprovado.
b) Entre 1% e 100% do limite operacional aprovado.
c) Entre 10% e 100% do limite operacional aprovado.
d) Entre 5% e 95% do limite técnico aprovado:
e) Entre 2% e 98% do limite operacional e técnico aprovados.

14. O limite operacional corresponde a:


a) 3% do limite técnico.
b) 5% do Patrimônio Líquido.
c) 3% do Capital Circulante Líquido.
d) 10% do Capital de Giro Próprio.
e) 3% do Ativo Líquido.

15. A Margem de Solvência (MS) correspondente à suficiência do Ativo Líquido (AL) para cobrir montante
igualou superior aos seguintes valores:
a) 0,20 vezes a média anual do total de Receita Líquida de Prêmios Emitidos nos últimos 36 meses; 0,33 vezes a
média anual do total dos sinistros ocorridos e avisados nos últimos 60 meses.
b) 0,33 vezes a média anual do total de Receita Líquida de Prêmios Emitidos nos últimos 36 meses; 0,20 vezes a
média anual do total dos sinistros ocorridos e avisados nos últimos 60 meses.
c) 0,20 vezes a média anual do total de Receita Líquida de Prêmios Emitidos nos últimos 36 meses; 0,50 vezes a
média anual do total dos sinistros ocorridos e avisados nos últimos 60 meses.
d) 0,33 vezes a média anual do total de Receita Líquida de Prêmios Emitidos nos últimos 36 meses; 2 vezes a
média anual do total dos sinistros ocorridos e avisados nos últimos 60 meses.
e) 0,33 vezes a média anual do total de Receita Líquida de Prêmios Emitidos nos últimos 36 meses; 1,5 vezes a
média anual do total dos sinistros ocorridos e avisados nos últimos 60 meses.

16. Solvência poderia ser definida como:


a) 50 do montante correspondente à margem de solvência.
EXERCICIOS DE FIXAÇÃO – CONTABILIDADE ATUARIAL - SEGUROS
2º Bimestre - 6º período – Curso de Ciências Contábeis

b) A capacidade da seguradora em honrar seus compromissos futuros.


c) O lucro que as operações de retrocessões do IRB, em seu conjunto, proporcionaram à seguradora.
d) As garantias oferecidas em cobertura das provisões de riscos decorridos.
e) As garantias oferecidas em cobertura das provisões de riscos a decorrer.
17. Admita as seguintes condições: seguro contra incêndio, pago à vista, cuja importância segurada (seguradora
líder) é de R$ 980 mil;
 a importância cossegurada é de R$ 420 mil;
 a taxa tarifária é de 1,5;
 o custo de emissão da apólice é de R$ 28;
 o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) incide à base de 7.
Admitindo-se ainda que, neste caso, não seria concedido qualquer desconto, pergunta-se: qual é o valor do
prêmio total?