Você está na página 1de 5

QUESTÕES – PROCESSO PENAL X

1- Analise as assertivas abaixo e assinale a alternativa CORRETA.


I – As consequências jurídicas extrapenais previstas no art. 91 do Código Penal são decorrentes
de sentença condenatória. Tal não ocorre, portanto, quando há transação penal, cuja sentença
tem natureza meramente homologatória, sem qualquer juízo sobre a responsabilidade criminal
do aceitante.
II – A homologação da transação penal prevista no artigo 76 da Lei 9.099/1995 não faz coisa
julgada material e, descumpridas suas cláusulas, retoma-se a situação anterior, possibilitando-se
ao Ministério Público a continuidade da persecução penal mediante oferecimento de denúncia
ou requisição de inquérito policial.
III – O benefício da suspensão do processo não é aplicável em relação às infrações penais
cometidas em concurso material, concurso formal ou continuidade delitiva, quando a pena
mínima cominada, seja pelo somatório, seja pela incidência da majorante, ultrapassar o limite
de um ano.
a) Todas estão corretas.
b) Apenas I e II estão corretas.
c) Apenas I e III estão corretas.
d) Apenas II e III estão corretas.
e) Todas estão incorretas

2- Analise as assertivas abaixo e assinale a alternativa CORRETA.


I – É cabível a suspensão condicional do processo na desclassificação do crime e na procedência
parcial da pretensão punitiva.
II –Reunidos os pressupostos legais permissivos da suspensão condicional do processo, mas se
recusando o Promotor de Justiça a propô-la, o Juiz, dissentindo, deverá propô-la de ofício.
III – Não se admite a suspensão condicional do processo por crime continuado, se a soma da
pena mínima da infração mais grave com o aumento mínimo de um sexto for superior a um ano.
a) Todas estão corretas.
b) Apenas I e II estão corretas.
c) Apenas I e III estão corretas.

Facebook: CP IURIS Instagram: @cpiuris


Email: contato@cpiuris.com.br
www.cpiuris.com.br
d) Apenas II e III estão corretas.
e) Todas estão incorretas

3- Assinale a alternativa INCORRETA.


a) A suspensão condicional do processo é instituto de política criminal, benéfico ao acusado, que
visa a evitar a sua sujeição a um processo penal, cujos requisitos encontram-se expressamente
previstos na Lei nº 9.099/95.
b) A existência de ações penais em curso contra o denunciado impede a concessão do sursis
processual por força do art. 89 da Lei nº 9.099/95.
c) A suspensão condicional do processo é direito subjetivo do acusado e poder-dever do
Ministério Público, titular da ação penal, a quem cabe, com exclusividade, analisar a possibilidade
de aplicação do referido instituto, desde que o faça de forma fundamentada.
d) É possível ao magistrado a fixação de outras condições para o sursis, além daquelas obrigatórias
previstas nos incisos do § 1º do art. 89 da Lei 9.099/95, desde que adequadas ao fato e à situação
pessoal do acusado.
e) Se descumpridas as condições impostas durante o período de prova da suspensão condicional
do processo, o benefício poderá ser revogado, mesmo se já ultrapassado o prazo legal, desde que
referente a fato ocorrido durante sua vigência.

4- Com relação ao procedimento dos crimes falimentares, assinale a alternativa INCORRETA.


a) A decisão que decreta a falência, a que concede a recuperação judicial e a que concede a
recuperação extrajudicial, é condição objetiva de punibilidade de tais infrações penais
b) Todos os crimes previstos na Lei 11.101/2005 são de ação penal pública incondicionada,
devendo, portanto, o processo respectivo ser iniciado mediante denúncia do Ministério Público.
c) Decorrido o prazo legal sem que o representante do Ministério Público ofereça denúncia,
qualquer credor ou o administrador judicial poderá oferecer ação penal privada subsidiária da
pública, observado o prazo decadencial de seis meses.
d) Compete ao juiz criminal da jurisdição onde tenha sido decretada a falência, concedida a
recuperação judicial ou homologado o plano de recuperação extrajudicial, conhecer da ação penal
pelos crimes falimentares.
e) Se o processo penal for inaugurado após a concessão da recuperação judicial ou homologação
do plano de recuperação extrajudicial, sobrevindo a decretação da falência do devedor, tal decisão
interrompe a contagem do prazo prescricional.

5- Analise as assertivas abaixo e assinale a alternativa CORRETA.


I – O conceito de funcionário público, para efeitos penais, é bastante amplo, incluindo quem,
embora transitoriamente ou sem remuneração, exerce cargo, emprego ou função pública, a este
se equiparando, também, quem exerce cargo, emprego ou função em entidade paraestatal, e
quem trabalha para empresa prestadora de serviço contratada ou conveniada para a execução
de atividade típica da Administração Pública.
II – Crimes funcionais próprios são aqueles em que a conduta apenas é ilícita quando praticada
por um funcionário público, não havendo qualquer tipificação caso perpetrada pelo particular,
Já os crimes funcionais impróprios são aqueles cuja conduta é penalmente relevante
independentemente de ser ou não o agente funcionário público, modificando-se tão somente a
tipificação do crime.
III – Tratando-se de crime funcionais afiançável, o rito previsto é praticamente idêntico ao
procedimento comum ordinário. Por outro lado, sendo hipótese de crime funcionais
inafiançável, antes do recebimento da inicial, deve o acusado ser notificado para apresentação
de defesa preliminar, seguindo-se, de resto, a disciplina do procedimento comum ordinário.
a) Todas estão corretas.
b) Apenas I e II estão corretas.
c) Apenas I e III estão corretas.
d) Apenas II e III estão corretas.
e) Todas estão incorretas

6- Analise as assertivas abaixo e assinale a alternativa CORRETA.


I – O procedimento dos crimes contra a honra (arts. 519 a 523 do CPP) é aplicável a todos os
crimes contra a honra contemplados na legislação penal, não se aplicando o rito sumaríssimo da
Lei 9.099/95 quando a pena máxima cominada ao crime for igual ou inferior a dois anos de
prisão.
II – No procedimento dos crimes contra a honra, oferecida a queixa-crime, deverá o magistrado,
antes de recebê-la, ordenar a notificação do querelante e do querelado para comparecerem à
audiência de tentativa de conciliação, a qual se realizará sem a presença de advogados.
III – A exceção da verdade consiste na oportunidade assegurada ao réu para demonstrar a
veracidade das afirmações consideradas ofensivas pelo querelante. Já a exceção da notoriedade
do fato é aquela que visa demonstrar que a afirmação realizada pelo réu não causa reação no
meio social, já que respeita a fato conhecido por todos.
a) Todas estão corretas.
b) Apenas I e II estão corretas.
c) Apenas I e III estão corretas.
d) Apenas II e III estão corretas.
e) Todas estão incorretas
7- Analise as assertivas abaixo e assinale a alternativa CORRETA.
I – Para a configuração do delito de violação de direito autoral e a comprovação de sua
materialidade, é suficiente a perícia realizada por amostragem do produto apreendido, nos
aspectos externos do material, e é desnecessária a identificação dos titulares dos direitos
autorais violados ou daqueles que os representem.
II – Segundo o STJ, é desnecessária a resposta preliminar de que trata o artigo 514 do Código de
Processo Penal, na ação penal instruída por inquérito policial.
III – Presentes a materialidade e a autoria, afigura-se típica, em relação ao crime previsto no
artigo 184, parágrafo 2º, do Código Penal, a conduta de expor à venda CDs e DVDs piratas
a) Todas estão corretas.
b) Apenas I e II estão corretas.
c) Apenas I e III estão corretas.
d) Apenas II e III estão corretas.
e) Todas estão incorretas

8- Analise as assertivas abaixo e assinale a alternativa CORRETA.


I – Havendo excesso de linguagem na pronúncia, com base no princípio da economia processual,
o Tribunal pode apenas determinar que a sentença seja desentranhada do processo.
II – Na sentença de pronuncia, a exclusão de qualificadora constante na denúncia somente pode
ocorrer quando manifestamente improcedente, sob pena de usurpação da competência do
Tribunal do Júri, juiz natural para julgar os crimes dolosos contra a vida.
III – O testemunho por ouvir dizer, produzido somente na fase inquisitorial, não serve como
fundamento exclusivo da decisão de pronúncia, que submete o réu a julgamento pelo Tribunal
do Júri.
a) Todas estão corretas.
b) Apenas I e II estão corretas.
c) Apenas I e III estão corretas.
d) Apenas II e III estão corretas.
e) Todas estão incorretas

9- Assinale a alternativa INCORRETA.


a) Na pronúncia opera o princípio in dubio pro societate, porque é a favor da sociedade que se
resolvem as dúvidas quanto à prova, pelo Juízo natural da causa.
b) A intimação da decisão de pronúncia poderá ser feita por edital ao acusado que não for
encontrado.
c) Constitui a pronúncia juízo fundado de suspeita, que apenas e tão somente admite a acusação.
d) É admitido que a intimação da decisão de pronúncia seja realizada por edital mesmo quando o
processo houver transcorrido desde o início à revelia do réu que também fora citado por edital.
e) A pronúncia não profere juízo de certeza, necessário para a condenação, motivo pelo qual a
vedação expressa do art. 155 do CPP não se aplica à referida decisão.

10- Analise as assertivas abaixo e assinale a alternativa CORRETA.


I – No procedimento do Tribunal do Júri, o juiz pode, na fase do art. 415 do CPP, efetivar a
absolvição imprópria do acusado inimputável, na hipótese em que, além da tese de
inimputabilidade, a defesa apenas sustente por meio de alegações genéricas que não há nos
autos comprovação da culpabilidade e do dolo do réu, sem qualquer exposição dos
fundamentos que sustentariam esta tese.
II – No procedimento relativo aos processos de competência do Tribunal do Júri, o acusado solto
que, antes da Lei 11.689/2008, tenha sido intimado pessoalmente da decisão de pronúncia pode,
após a vigência da referida Lei, ser intimado para a sessão plenária por meio de edital caso não
seja encontrado e, se não comparecer, poderá ser julgado à revelia.
III –A competência constitucional do Tribunal do Júri prevalece sobre o foro por prerrogativa de
função estabelecido exclusivamente pela Constituição estadual.
a) Todas estão corretas.
b) Apenas I e II estão corretas.
c) Apenas I e III estão corretas.
d) Apenas II e III estão corretas.
e) Todas estão incorretas