Você está na página 1de 2

DESAFIO 25/11/2019

Deste modo, desafio você vai recordar uma aula ou um momento, ou uma prática
de um professor que você tenha participado durante sua vida escolar e analisar
como ele estava avaliando vocês, os alunos. Tente recordar se os professores
tinham o comportamento em sala de aula como um fator a ser avaliado, se
aplicaram exercícios avaliativos, se quantificam trabalhos de casa, entre outros
aspectos que você achar relevante recordar e elencar. Faça anotações pontuais e,
em seguida, um breve relato do que você recorda que tenha acontecido durante as
aulas e que hoje você visualiza como uma prática de avaliação da aprendizagem.
Posteriormente, elabore uma rápida reflexão sobre cada uma delas.
https://educacaopublica.cecierj.edu.br/artigos/16/2/um-relato-de-experincia-na-prtica-
avaliativa-dos-professores-em-uma-das-escolas-do-baixo-sul-da-bahia

https://cmcmceducacao.blogs.sapo.pt/15-pensamento-perrenoud-2-3852

A lembrança que tenho de um desses momentos é de uma sala tradicional, onde os


alunos sentavam enfileirados, a professora retirava no dia da prova todos os
cartazes da parede, pois os alunos poderiam colar. Não podiam fazer nenhuma
pergunta, nem uma informação durante a avaliação, alegava que não era momento
para tirar dúvidas, tínhamos que decorar enormes questionários e regras e deveria
ser exatamente como estava no caderno.
A professora circulava o tempo todo pela sala, então percebia um certo terror, medo,
nervosismo no semblante dos alunos. Parecia um momento de vingança para com
os alunos. Falava que não sabíamos porque não havíamos prestado atenção
durante as aulas, devido as conversas. Um detalhe importante, a prova sempre tinha
valor cem. Recuperação? Só no final do ano letivo.
Durante muito tempo a avaliação apenas rotulava os alunos. Hoje sabemos que não
avaliamos um aluno somente com uma prova bimestral ou trimestral e que o
momento de realizar a avaliação não deve ser um momento de punição.
A avaliação deve ser encarada como um momento de reorientar à pratica
pedagógica e contribuir para um melhor acompanhamento do desenvolvimento dos
educandos, mudança de metodologia, para que assim possamos atingir a todos os
envolvidos no processo de ensino-aprendizagem.
É importante ressaltar que a avaliação não é um instrumento para medir o quanto o educando aprendeu,
tampouco é uma forma de julgar, reprovar ou aprovar. A avaliação que de fato contribua para o crescimento
dos alunos, de maneira integral e para o trabalho do professor, precisa ser mediadora e acolhedora. É ela
que possibilitará o acompanhamento dos alunos em todos os momentos vivenciados no âmbito escolar,
contribuindo com seu avanço e na ampliação, nas linhas horizontais, do conhecimento. A educação é,
portanto, um caminho de liberdade que busca a determinação pela consciência do indivíduo.
"A característica constante de todas essas práticas é submeter
regularmente o conjunto dos alunos a provas que evidenciam uma
distribuição dos desempenhos, portanto de bons e maus desempenhos,
senão de bons e maus alunos" (PERRENOUD, 1999, p. 66). Marque a
alternativa que apresenta a fala de uma professora que mais se aproxima
do que a avaliação precisa se transformar após a mudança debatida
nesta unidade.

a)
"Como posso avaliar conjuntamente a turma inteira se a aprendizagem ocorre
individualmente para cada sujeito?"

b)
"É muito importante aplicar uma pequena prova objetiva a cada unidade estudada,
pois assim saberemos com certeza como foi a aprendizagem dos alunos."

c)
A única pessoa que deve avaliar alguma coisa em uma sala de aula é o professor,
pois é ele quem sabe o conteúdo.

d)
Uma prova apenas aplicada ao final do semestre é o motivo do fracasso escolar de
muitos alunos, pois as provas devem ser divididas ao final dos ciclos e serem o
meio mais importante de avaliação.

e)
A aplicação de uma prova é uma avaliação individualizada dos alunos, buscando
saber como está sendo realizada sua aprendizagem.