Você está na página 1de 99

30/12 a 03/01 | 2020 #51

#51
CADERNO DE ATIVA•°O
30/12/2019 a 03/01/2020

TEMPO DE LEITURA: 15 MIN

A VIDA ß SIMPLES,
CACETINHO!

DR. ITALO MARSILI


30/12 a 03/01 | 2020 #51

PALAVRA DO ITALO
A COISA SIMPLES QUE VOC® N°O FAZ
Eu n¡o sou seu guru. Aqui n¡o tem nenhuma treta complexa. N¡o vou lhe ofe-
recer nenhuma t«cnica misteriosa, que exigirø de voc» tempo e dinheiro. Eu sei
que voc» precisa mudar de vida, ser mais atento e menos pregui≈oso, ser mais
sincero e menos canalha. Eu sei que sua vida precisa de harmonia, de ordem.
Mas escute: a solu≈¡o para isso « mais simples do que voc» imagina. N¡o «
preciso nada de extraordinørio para colocar a sua vida em ordem. S— uma coisa
preciso de voc»: que voc» n¡o seja soberbo e n¡o se constranja com a simplici-
dade da solu≈¡o.

Por isso, neste CA, voc» vai descobrir:

• Quais s¡o as coisas simples e føceis que, embora sejam fundamentais


para arrumar sua vida, voc» n¡o estø fazendo.

• Por que a id«ia de uma vida complexa e purpurinada estø ferrando com
seu amadurecimento.

• Como contar a sua pr—pria hist—ria da forma mais simples e sincera pos-
sÀvel.

Estø na hora de descomplicar. Venha comigo.

Toda segunda-feira, o seu Caderno de Ativa≈¡o traz sugest”es de atividades ou


reflex”es baseadas em um dos temas abordados nas lives da semana anterior.
Se voc» estø chegando agora, n¡o se preocupe: o Guerrilha Way n¡o « uma
maratona em que voc» tenha de alcan≈ar quem chegou antes, mas um barco
que o recolhe onde voc» estø e o impulsiona para frente. Atrasar o GW n¡o dø
juros. Aliøs: n¡o se atrasa o GW. A hora certa para se faz»-lo « a hora que se faz
ele. A quantidade ideal « a quantidade feita.
30/12 a 03/01 | 2020 #51

Live Especial

A VIDA ß SIMPLES, CACETINHO!

Não pode ser tão difícil ajeitar sua vida. Para que você deixe de ser pre-
guiçoso, farsante; para que você possa crescer em virtude, não é tão difícil.
Aliás, não é nada difícil: você precisa apenas fazer uma ou duas coisinhas
simples. Existe todo um mercado que quer convencê-lo a pagar cinco mil
dólares em uma palestra com um guru na Califórnia para que você melhore
sua vida. Se a vida fosse assim complexa, ela não seria para todo mundo. Po-
rém, viver uma vida digna, intensa, é para todo mundo. É para o diretor da
multinacional e para a empregada doméstica. É para a musa fitness e para
a dona de casa. Se alguém diz a você que é necessário toda uma técnica
misteriosa para mudar de vida, fique esperto que aí tem treta.

E a treta pode ser sua. Se mudar de vida for tão complicado, você tem uma
desculpa. Você poderá dizer: “minha vida é horrível, mas não é culpa minha,
olha o que preciso fazer para mudá-la”. Aqui não se joga confete no seu ego.
Se a sua vida está ruim, a culpa é sua. Você está deixando de fazer o que
está ao seu alcance para mudar. Você está sendo soberbo e, constrangido
pela simplicidade da solução, resolvendo não aplicá-la. Você não acredita
que, por exemplo, dar esmola para um mendigo possa resolver uma série de
problemas. Mas resolve.

O segredo está em comprometer-se e em ter atenção, sem desprezar os de-


talhes. A atenção é a substância da vida e é fundamental para que você
amadureça. Porém, não é necessário fazer cem exercícios com o propósito
de obter atenção. Basta que você aprenda a contar a história da sua vida
sem falseá-la para tornar-se uma pessoa atenta. Esse problema, como tam-
bém todos os outros, tem uma solução simples e fácil de aplicar.

1Acesse o Portal GW para conferir os áudios e vídeos das lives da semana passada.
30/12 a 03/01 | 2020 #51

1
A VIDA ß SIMPLES
(DEUS N°O ESTü
DE SACANAGEM COM VOC®)

Muita gente pensa que o sentido da vida se encontra por meio de um co-
nhecimento oculto e complicado. Só se Deus fosse maluco ou estivesse de
treta. Se, para se encontrar com o sentido da vida, você precisasse dispor
de uma fortuna, ir a um retiro no Tibet, aprender mandarim para conversar
com o guru, o melhor seria desistir da vida.

Melhorar a vida não é complexo. Se fosse, estaria justificada sua preguiça.


Não está. Para você melhorar, ter mais virtudes, sair da quarta camada, ser
uma pessoa agradável, não é preciso mais que fazer o simples que você não
está fazendo.

VOCÊ ESTÁ COMENDO O ARROZ COM FEIJÃO?

Dê uma olhada nos problemas a seguir e aponte que alternativa apresenta


a melhor solução para eles.

1 – Renata olha a pilha de louças para lavar e quase não contém as lágrimas.
Com o jantar por fazer e o chão por limpar, ainda precisa buscar o filho que
está no inglês. Renata deve...

a) Pagar 3 mil reais para um coach que ensina a como aplicar técnicas
de organização empresarial na vida doméstica.

b) Parar de reclamar, lavar a louça, sapecar um jantarzinho rápido e


passar um mop no chão. E, claro, buscar o pimpolho na escolinha.

2 – A namorada de Augusto se queixa de seu egoísmo. Diz que ele só pensa


em si mesmo, nunca nos outros. Reclama do mau humor do rapaz em pagar
a conta do restaurante (a parte dele, claro). Para aprender a ser generoso,
Augusto deve...

a) Pedir folga do trabalho e fazer um retiro de uma semana em um mos-


teiro cartuxo.

b) Habituar-se a dar esmola para mendigo.


30/12 a 03/01 | 2020 #51

3 – Antônio está sem dinheiro e desempregado. O aluguel está com atraso


e o Itaú não pára de ligar. Se continuar assim, ele acabará voltando para a
casa dos pais. Antônio deve...

a) Endividar-se ainda mais, ir a São Paulo para assistir a uma palestra


do Guru dos Negócios e tentar empreender.

b) Imprimir seu currículo e distribuí-lo.

Se você marcou “A”, calma: não precisa pegar o primeiro avião para Boca
Raton. Continue lendo o seu CA.

2
VIVER N°O TEM GLAMOUR NENHUM

Você já viu que a melhor maneira de não resolver problema nenhum é achar
que a solução para eles é complexa.

E as pessoas acham que seus problemas são complexos porque acham que
a vida é glamourosa.

Vamos parar com esse fetiche do glamour de viver. Muitas coisas não são
glamourosas; sua vocação não é glamourosa, a felicidade não é glamouro-
sa. A felicidade é uma instalação na vida. Saber disso lhe dará força: você
conseguirá finalmente sair de onde você está.

Você só se instala na vida quando pára de acreditar que está faltando pur-
purina. Assim você consegue cumprir com seus deveres diários, fortalecer-
-se e tocar aquilo que chamam de “sentido da vida”.

MENOS PURPURINA, MAIS SUOR

Como você imagina que é a vida de um...


30/12 a 03/01 | 2020 #51

EMPRESÁRIO?

Não é férias perpétuas, regadas a whisky, charutos e mulheres.

É uma vida de trabalho intenso, com problemas de administração que


tirariam o sono e a sanidade de qualquer um.

MÉDICO?

Não é uma vida de glórias, em que todos o levam a sério e lhe esten-
dem um tapete vermelho.

É uma vida exigente, com noites em claro, em que a menor falta de


atenção pode custar uma vida.

DONA DE CASA?

Não é uma vida tranquilinha, em que a maior preocupação é o preço


da carne moída.

Consiste em servir em seu lar com a máxima inteligência, com lágri-


mas e suor, em benefício dos seus.

3
COM ATEN•°O E SEM COMPLICA•°O

Você já deve ter escutado por aí que é necessário a gente se autoconhecer,


ter atenção plena e autoconsciência.

Autoconsciência é fundamental mesmo. Ter atenção é fundamental tam-


bém. Não falsear a própria voz o tempo todo é imprescindível. Porém, você
é um em cada ambiente. E é normal que seja assim. Não há problema ne-
nhum nisso. Você não vai falar com a sua esposa do mesmo jeito que fala
com um guarda. Você não vai falar com um guarda do mesmo jeito que fala
com o Presidente da República. São modos diferentes de falar.

Mas a receita certa para ter atenção e autoconsciência é conseguir contar


sua própria história para você mesmo todos os dias.
30/12 a 03/01 | 2020 #51

UMA FORMA SIMPLES DE CONTAR A SUA PRÓPRIA HISTÓRIA

Faça uma recordação do seu dia de hoje. Não é necessário narrá-lo aqui
por completo. Apenas tente, da forma mais breve, direta e sincera possível,
responder a três questões:

Que houve no dia de hoje que me alegrou?


_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________

Que houve no dia de hoje que me entristeceu?


_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________

Que coisas eu poderia ter feito no dia de hoje que não fiz?
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________

4
DUAS METAS (SIMPLES, CACETINHO!)
PARA O NOVO ANO

Você já percebeu que não é preciso um esforço monstruoso para que você
mude de vida, certo?

Aqui está o que você precisa fazer: escolher duas metas para 2020.

Não adianta escolher metas abstratas e que não dependem de você (como
ficar rico ou casar-se). É necessário que suas metas sejam simples. Ir à aca-
demia todos os dias é um exemplo de meta. Não deixar um mendigo passar
por você sem esmola é outro exemplo. Não sair de casa sem maquiagem é
outro exemplo.
30/12 a 03/01 | 2020 #51

PRIMEIRA META:
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________

SEGUNDA META:
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________

Essas duas metas vão puxar suas virtudes para cima. Ao melhorar em duas
coisas simples, sem perceber, você melhora todo o conjunto de sua perso-
nalidade. Por isso, você não vai começar a cumprir suas metas amanhã.

Vai começar a cumpri-las HOJE.

COMUNIQUE-SE HOJE!
A comunidade Guerrilha Way tem mais de 30.000 pessoas. Jø parou para pensar
que voc»s t»m algo em comum? Comunique sua experi»ncia GW postando vÀdeos,
fotos ou textos sobre as atividades da semana. Use a hashtag #GWsemana51.

Nosso dream team estø æ disposi≈¡o para tornar sua experi»ncia GW cada vez
melhor. Envie suas crÀticas, sugest”es ou elogios para aluno@italomarsili.com.br.
Serø um prazer ouvir voc»!
06 a 10/01 | 2020 #52

#52
CADERNO DE ATIVA•°O
06 a 10/01/2020

TEMPO DE LEITURA: 15 MIN

N°O CONFUNDA PALCO


COM BASTIDOR

DR. ITALO MARSILI


06 a 10/01 | 2020 #52

PALAVRA DO ITALO
O MUNDO DO INGL®S FLUENTE EM 30 DIAS
ß pr—prio da crian≈a acreditar que as coisas s¡o conquistadas sem esfor≈o. Para
o menino mimado, n¡o hø intervalo entre desejar e obter, porque seus pais ga-
rantem a satisfa≈¡o de seus desejos.

O indivÀduo adulto, por«m, sabe que nada de valor se consegue de uma hora
para outra; « preciso esfor≈o. E se, al«m de adulto, ele for maduro, ent¡o n¡o ha-
verø esfor≈o demasiado grande para se obter aquilo que realmente vale a pena.
Isso porque o homem maduro « movido por um combustÀvel especÀfico: a pa-
ci»ncia. Desenvolver a paci»ncia « fundamental para que voc» deixe de pensar
como crian≈a e coloque seus dois p«s no mundo real.

Por isso, neste CA, voc» vai descobrir:

* O que os “hacks” N°O podem fazer por voc»;

* O que « paci»ncia e qual a sua import¿ncia para que voc» obtenha o que
realmente vale a pena;

* Como o høbito de julgar a si e aos outros « incompatÀvel com o desenvol-


vimento da paci»ncia.

Toda segunda-feira, o seu Caderno de Ativa≈¡o traz sugest”es de atividades ou


reflex”es baseadas em um dos temas abordados nas lives da semana anterior.
Se voc» estø chegando agora, n¡o se preocupe: o Guerrilha Way n¡o « uma
maratona em que voc» tenha de alcan≈ar quem chegou antes, mas um barco
que o recolhe onde voc» estø e o impulsiona para frente. Atrasar o GW n¡o dø
juros. Aliøs: n¡o se atrasa o GW. A hora certa para se faz»-lo « a hora que se faz
ele. A quantidade ideal « a quantidade feita.
06 a 10/01 | 2020 #52

Live Especial
N°O CONFUNDA PALCO
COM BASTIDOR

Você não deve supervalorizar o que se pode fazer em um mês, nem subva-
lorizar o que se pode fazer em um ano. Em um mês o sujeito quer pôr em
ordem uma vida que ficou em desordem por décadas. Quer aprender lín-
guas, ficar rico, arrumar o emprego dos sonhos, e a lista não tem fim. Essa é
uma característica típica de quem não amadureceu. Uma criança ainda não
compreendeu que, na vida, tudo custa esforço. Se alguém quer conquistar
qualquer coisa, de bens materiais a virtudes, terá de enfrentar todo um pro-
cesso de conquista e nele gastar seu tempo e sua energia.

Essa realidade pode ser impensável para quem enxerga no outro apenas
seu sucesso. É óbvio que, no palco, não estão as noites mal dormidas, o di-
nheiro gasto, as humilhações sofridas, os joelhos ralados. É nos bastidores,
onde as pessoas não costumam olhar, que essas coisas estão. Se você olha
apenas para o sucesso do outro, ficará desmotivado. Você irá se comparar
com ele e concluir que as conquistas alheias não são viáveis para você.

Esse problema é sanado com a aquisição de uma virtude: a paciência. A


paciência não é, como imaginam, uma capacidade de resistir a situações
desagradáveis. Não se julgue paciente só porque consegue sobreviver à
conversa chata daquele colega de trabalho. Pelo contrário, a paciência é
uma motivação que consiste em olhar com benevolência. Quando olhamos
para o outro sem julgá-lo, sem pensar “ele já deveria…”, convivemos amoro-
samente com ele. Quando olhamos para nós mesmos com o mesmo olhar,
sem repetir “mas eu já deveria saber disso”, “eu já deveria ter feito aquilo”,
podemos amar o processo que nos leva a conquistar o que desejamos. Se
amarmos esse processo, investiremos nele esforço e tempo. Com a motiva-
ção da paciência conquistamos, além do que desejávamos desde o início, a
instalação na vida adulta.
06 a 10/01 | 2020 #52

1
TUDO NA VIDA ADULTA CUSTA ESFOR•O
Ao entrar na vida adulta, você tem de entender que é necessário esforço
para conseguir qualquer coisa.

Se você acha que vai conseguir emagrecer em um mês, ou que vai aprender
gastronomia em um mês, é porque ainda está pensando como criança. É
porque você imagina que o esforço é dispensável.

Se você supervaloriza o que pode fazer em um mês, tem de confessar sua


imaturidade. Dizer: “Sou uma criança. Sou um adolescente imaturo. Não en-
tendi ainda como funciona a vida adulta.”

VOCÊ JÁ CONQUISTOU ALGUMA COISA DE VALOR COM UM “HACK”?

Vamos lá: você pode entrar agora no Youtube e aprender, em 2 minutos,


a dobrar com perfeição um lençol de elástico (daqueles que até ontem
você simplesmente embolava e jogava no armário). Em 5 minutos, pode até
aprender o passo a passo de uma limpeza bacana no seu banheiro.

Em 5 minutos, você aprenderá coisas que se aprendem em 5 minutos. Em 1


mês, coisas que se aprendem em 1 mês; em 1 ano, coisas que se aprendem…
em 1 ano.

O que estou dizendo é óbvio, mas talvez não seja óbvio na sua vida con-
creta. Você alimenta a expectativa louca de adquirir certas habilidades, de
obter certos conhecimentos, ou de desenvolver certas virtudes, no mesmo
tempo que você leva para aprender a limpar um vaso sanitário?

Pare um momento e pense em algo de valor que você tenha conquistado


em sua vida. Pode ser uma habilidade, a correção de um vício, a aquisição
de uma virtude. Agora, responda: quanto tempo levou?

E por que diabos você acredita que, com outras coisas de valor, você deve-
ria levar menos tempo?
06 a 10/01 | 2020 #52

2
SE VOC® OLHAR O PALCO DO OUTRO,
VAI DESISTIR
O palco é o lugar em que todo mundo brilha, mas ele não é nem 2% da vida
de qualquer pessoa.

Para o sujeito ser campeão olímpico de natação, ele tem de treinar todos
os dias, pelo menos oito horas por dia. Além de preparar-se fisicamente,
com alimentação e exercícios também diários. Um grande intelectual lê uns
oitenta livros por ano acerca de sua especialidade. Em todos os casos, o su-
cesso de uma pessoa é o resultado de anos de esforço.

É para esse esforço que você deve olhar. Se você apenas olhar para sucesso,
como se ele fosse um presente dos deuses, você vai desanimar e desistir.

PERCEBENDO O ESFORÇO QUE NINGUÉM COMENTA

Tenha em mente uma personalidade que você admira e que conseguiu re-
alizar algo objetivo.

Procure por notas biográficas a respeito dessa personalidade, tentando res-


ponder a três perguntas:

Quantas horas diárias essa pessoa empregava na referida atividade?

O ofício em que essa pessoa se destacou era apenas um hobby? Ou ela o


tomava por seu dever?

Quantas vezes essa pessoa fracassou até conseguir fazer algo de relevante?
06 a 10/01 | 2020 #52

3
A DESCONHECIDA MOTIVA•°O DA PACI®NCIA
Você deve estar imaginando que a paciência é uma capacidade de resistir.
“Minha sogra é uma peste, mas nunca bati nela. Sou muito paciente!”

Não é bem assim.

A paciência não é uma capacidade de resistir, mas uma motivação para


amar. Ela surge quando você olha para os outros e para si com um olhar
benevolente.

Quando você entende que você e os outros podem melhorar, esse olhar
começa a surgir. Quando você percebe que, embora a situação esteja ruim,
ela pode se resolver, você começa a amar o processo de melhora. É daí que
surge a paciência. E a melhor forma de NÃO consegui-la é julgar a todo o
momento a si e aos outros.

DESMONTANDO A FARSA DO TRIBUNAL INTERNO

Com os dois exercícios anteriores, você pode ter imaginado que está muito
distante de conseguir aquilo que deseja. Que, na sua idade, você já deveria
ter feito isto, deveria ter conseguido aquilo, deveria, deveria...

É como se, na sua cabeça, houvesse um tribunal no qual você determinasse


sua própria condenação ou absolvição.

Para que você possa abandonar esse teatro macabro, escreva abaixo três
“deverias” que você irá comprometer-se, no que for possível, a trocar por
“farei.”

1 – Eu já deveria saber de _______ ____________________________.

2 – Caramba, hoje eu deveria ter feito _________________________.

3 – Com a minha idade, eu já deveria _______ __________________.


06 a 10/01 | 2020 #52

4 t

JUIZ DE P* NENHUMA
Saia da posição de juiz, e faça isso todo santo dia. Diariamente nos coloca-
mos na posição de juiz. Isso se chama soberba, que é a tendência de achar-
mos que estamos no topo de tudo.

Na prática isso funciona reparando. É só você passar a reparar:

Quantas vezes você julga…


... um desconhecido, pela roupa que ele está usando?
… um amigo, por estar em dificuldade financeira?
… um colega de trabalho, por ter chegado atrasado?
… a si mesmo, por qualquer uma dessas coisas?

Todo dia julgamos, mas temos de sair da posição de juiz. Certas coisas nós
não resolvemos bolando um esquema complexo, mas sabendo de uma ver-
dade e não se esquecendo dela.

Por isso, hoje você vai colocar um lembrete no despertador de seu celular
para todos os dias desta semana.

O lembrete é: “Você não é juiz de p* nenhuma”.

Mas você não vai reparar em seus pensamentos só quando o seu celular
despertar.

Pode começar AGORA.


06 a 10/01 | 2020 #52

COMUNIQUE-SE HOJE!
A comunidade Guerrilha Way tem mais de 30.000 pessoas. Jø parou para pensar
que voc»s t»m algo em comum? Comunique sua experi»ncia GW postando vÀdeos,
fotos ou textos sobre as atividades da semana. Use a hashtag #GWsemana52.

Nosso dream team estø æ disposi≈¡o para tornar sua experi»ncia GW cada vez
melhor. Envie suas crÀticas, sugest”es ou elogios para aluno@italomarsili.com.br.
Serø um prazer ouvir voc»!
13 a 17/01 | 2020 #53

#53
CADERNO DE ATIVA•°O
13 a 17/01 | 2020

TEMPO DE LEITURA: 15 MIN

ARRUME SUA VIDA


COME•ANDO PELO CORPO

DR. ITALO MARSILI


13 a 17/01 | 2020 #53

PALAVRA DO ITALO
ELE ESTARü COM VOC® ATß O FIM
Muitos se enganam ao pensar que, na vida, basta cuidar da parte superior: cul-
tivar as aspira≈”es mais altas, desejar os bens mais caros ao espÀrito, alimentar
os sonhos mais nobres, sem olhar para esta mula que nos carrega — o corpo.

A verdade « que voc» pode alimentar as aspira≈”es mais nobres o quanto quei-
ra: se seu corpo n¡o estiver funcionando bem, serø muito difÀcil chegar aonde
deseja. Na jornada neste mundo, o corpo estarø com voc» at« o fim.

Sim, eu sei. No fim das contas, ele virarø p—. Mas, at« lø, voc» tem uma vida para
empurrar — e « melhor que seus mÿsculos estejam preparados para isso.

Neste CA, voc» vai descobrir:

• Se voc» conhece os limites do seu corpo e at« onde voc» aguenta — no


corpo e na vida;

• A rela≈¡o entre o seu desempenho fÀsico e a conquista dos seus objetivos


mais altos;

• Qual a maior cilada que voc» deve evitar ao estabelecer suas metas.

Toda segunda-feira, o seu Caderno de Ativa≈¡o traz sugest”es de atividades ou


reflex”es baseadas em um dos temas abordados nas lives da semana anterior.
Se voc» estø chegando agora, n¡o se preocupe: o Guerrilha Way n¡o « uma
maratona em que voc» tenha de alcan≈ar quem chegou antes, mas um barco
que o recolhe onde voc» estø e o impulsiona para frente. Atrasar o GW n¡o dø
juros. Aliøs: n¡o se atrasa o GW. A hora certa para se faz»-lo « a hora que se faz
ele. A quantidade ideal « a quantidade feita.
13 a 17/01 | 2020 #53

Live #106

ARRUME SUA VIDA


COME•ANDO PELO CORPO

Não tem escapatória: você acorda, estuda, trabalha, se relaciona, serve, ama,
se doa, e quem lhe dá todo o suporte para isso é o corpo. É ele que aguenta
o tranco do dia a dia; é ele que o acompanhará até o fim. Dizemos que a
estrutura do ser humano é hilemórfica: somos corpo e alma.

Acontece que o corpo, diferentemente da alma, é uma métrica concreta, que


está na nossa cara. Se não conseguimos, de algum modo, tocar e controlar o
mais concreto — o corpo —, como vamos tocar e controlar coisas muito mais
abstratas, que tocam à alma? Não prosperarão nossas aspirações mais al-
tas, nosso desejo de constância, lealdade, nobreza, de manter um propósito,
se na base de tudo está a fraqueza de quem não consegue se manter de pé.

É certo que um dia todos vamos morrer e virar pó. Porém, se seu corpo não
estiver funcionando bem no curso da sua vida, seus projetos superiores
ficarão prejudicados. Você simplesmente não terá energia para chegar lá.
Por isso, vamos botar músculo nessa carcaça: você precisa ficar forte para
empurrar a sua vida.

Vamos juntos.

Acesse o Portal GW para conferir os áudios e vídeos das lives da semana passada.
13 a 17/01 | 2020 #53

1
VOC® SABE ATß ONDE
SEU CORPO AGUENTA?
Esta é a geração de play de prédio. Desde a mais tenra idade, tudo à sua
volta foi pensado para evitar ferimentos, dor, sofrimento físico de qualquer
espécie. E, assim, você foi vivendo sem saber quanto o seu corpo é capaz
de aguentar.

Acontece que, no bicho humano, existe uma relação entre corpo e alma: se
você não sabe o quanto aguenta no corpo, com muito mais dificuldade co-
nhecerá o quanto aguenta da vida.

Você precisa de energia para perseguir seus objetivos, e essa é uma reali-
dade ligada ao corpo. Por isso, bem entendidas as coisas, comece a dar um
jeito na vida dando um jeito nessa carcaça.

A GERAÇÃO DO “EU, NUNCA”

Responda rápido:

Já quebrou algum osso fazendo peraltice de criança?

— Sim.
— Eu, nunca.

Já se meteu em alguma briga quando moleque e saiu com olho roxo?

— Sim.
— Eu, nunca.

Já arrancou o tampão do dedo jogando bola na rua?

— Sim.
— Eu, nunca.
13 a 17/01 | 2020 #53

Quantas vezes na vida machucou-se e teve de dar ponto?

— Algumas vezes.
— Eu, nunca.

Já caiu de cima de árvore ou de muro quando criança?

— Sim.
— Eu, nunca.

Se você respondeu “a” para a maioria das perguntas, você sabe o que é ter
um corpo — é hora de partir para o próximo nível.

Se você respondeu “b” para a maioria das perguntas, prepare-se: é hora de


presentear o seu corpinho com alguns desafios.

2
M∏SCULO IMPORTA, SIM

Nosso foco é ficar FORTE. Mas a insistência em queimar gordura e ganhar


músculo não é mero capricho. O sujeito com pouco músculo:

Tenho adoecido
Fica mais sujeito a adoecer; frequentemente nos
últimos tempos?
Demora mais para se recuperar
Quando pego um resfriado,
de uma doença ou de um
demoro a me recuperar?
pós-cirúrgico;
É mais propenso a abandonar
Tenho desanimado dos meus
seus projetos por pura falta de
projetos por puro cansaço?
energia para continuá-los.

Por isso eu digo que perder gordura + ganhar músculo = SAÚDE.


13 a 17/01 | 2020 #53

QUEM ESTÁ GORDO:

geralmente dorme mal;

fica mais desanimado;

fica mais sujeito a alterações de humor;

pode desenvolver problemas de baixa testosterona — hormônio im-


portante para ganho de massa, proteção cardiovascular e geração de
energia.

Francamente, caguei para a sua silhueta.

Estou pensando é na sua VIDA.

3
UMA CILADA QUE VOC® DEVE EVITAR
Ótimo, você quer que este seja o ano da mudança e se convenceu de que
deve começar a “arrumar a casa” pela parte mais fácil: o seu corpo. Per-
der gordura, ganhar músculo, tonificar — ter, enfim, disposição para tudo o
mais que você queira fazer.

Então, esta é a hora de evitar uma cilada: estabelecer metas inalcançáveis


que puxarão você para baixo e servirão, mais tarde, de justificativa para
o seu fracasso. Quem estabelece metas inalcançáveis não está “pensando
grande”, mas armando uma arapuca para si mesmo.

Antes de perder aqueles quilos extras ou aquelas pelancas, você tem de


PERDER AS ILUSÕES.

AJUSTE SUAS METAS DENTRO DO QUE É RAZOÁVEL

Mais vale uma meta modesta e bem delineada que uma meta faraônica que
você irá abandonar.
13 a 17/01 | 2020 #53

Qual a minha meta?

Em quanto tempo acredito que a atingirei?


Esse é o tempo normal para atingir essa meta? Consigo pensar em
exemplos de pessoas comuns que tenham conseguido atingi-la no
prazo que estabeleci para mim?

Ao estabelecer um prazo para minha meta, estou levando em conta


minhas circunstâncias concretas, ou a vida do vizinho que perdeu 10kg
em 1 mês?

4
O QUE ESTü EM CIMA, ESTü EMBAIXO;
O QUE ESTü EMBAIXO, ESTü EM CIMA.

Se você reparar bem, vai ver que o Guerrilha Way é sempre regido por prin-
cípios de baixo e princípios de cima.

A idéia é pegar um princípio de baixo — o corpo, a energia, algo concreto


que podemos fazer no dia a dia — e um princípio de cima — uma motivação
superior. E, assim alternando, trabalhamos sempre as duas frentes.

Aqui não tem essa de fingir que você é puro espírito, nem de achar que você
é só o seu corpo. Tratamos o corpo como o que ele é: algo que nos foi dado
para nos carregar nos fazer funcionar no mundo.

VOCÊ NÃO CUIDA DO CORPO PARA “SE MOSTRAR”.


VOCÊ CUIDA DO CORPO PARA SER.

Faça brevemente um inventário (pode ser mentalmente) das suas idéias so-
bre os cuidados com o corpo.

Você acha que cuidar do corpo é “vaidade”?


13 a 17/01 | 2020 #53

Ou, pelo contrário, age como se cuidar do corpo fosse a coisa mais impor-
tante na vida?

Suas concepções se alteraram em alguma medida após a leitura deste CA?

Está entendendo melhor o porquê de cuidar dessa mula que nos carrega?

COMUNIQUE-SE HOJE!
A comunidade Guerrilha Way tem mais de 30.000 pessoas. Jø parou para pensar
que voc»s t»m algo em comum? Comunique sua experi»ncia GW postando vÀdeos,
fotos ou textos sobre as atividades da semana. Use a hashtag #GWsemana53.

Nosso dream team estø æ disposi≈¡o para tornar sua experi»ncia GW cada vez
melhor. Envie suas crÀticas, sugest”es ou elogios para aluno@italomarsili.com.br.
Serø um prazer ouvir voc»!
20 a 24/01 | 2020 #54

#54
CADERNO DE ATIVA•°O
20 a 24/01/2020

TEMPO DE LEITURA: 15 MIN

TENHA CORAGEM DE CALAR


O MALEDICENTE

DR. ITALO MARSILI


20 a 24/01 | 2020 #54

PALAVRA DO ITALO
VOC® ß LATRINA E DIZ AMßM?
N¡o « de hoje que eu insisto na import¿ncia de dar um basta ao maldito høbito
de viver reclamando, pois somente assim voc» encontrarø um lugar de for≈a a
partir da qual poderø de fato AGIR.

Mas hø um outro movimento, igualmente fundamental, que deve se tornar um


exercÀcio constante, uma regra de vida. Estou falando de rejeitar decididamente
ser cÿmplice da MALEDIC®NCIA que permeia a quase totalidade dos ambientes
ao nosso redor.

Como voc» lida com a fofoca que chega aos seus ouvidos?

Pois saiba que « apenas o seu posicionamento firme e o enfrentamento corajo-


so deste mal que lhe darø a for≈a necessøria para construir sua personalidade e,
de quebra, melhorar o ambiente ao seu redor.

Esse « um compromisso que voc» tem de fazer consigo se quiser chegar ao final
de 2020 e dizer: “ß, eu melhorei. Alguma coisa evoluiu, alguma coisa progrediu
neste ano.”

Por isso, neste CA, voc» vai descobrir:

Por que « importante recusar-se a ser cÿmplice da fofocagem ao seu redor;

O que o consentimento com a maledic»ncia estø fazendo com a sua vida;

Como perder o medo de desagradar e posicionar-se claramente diante da


fofoca.

Toda segunda-feira, o seu Caderno de Ativa≈¡o traz sugest”es de atividades ou


reflex”es baseadas em um dos temas abordados nas lives da semana anterior.
Se voc» estø chegando agora, n¡o se preocupe: o Guerrilha Way n¡o « uma
maratona em que voc» tenha de alcan≈ar quem chegou antes, mas um barco
que o recolhe onde voc» estø e o impulsiona para frente. Atrasar o GW n¡o dø
juros. Aliøs: n¡o se atrasa o GW. A hora certa para se faz»-lo « a hora que se faz
ele. A quantidade ideal « a quantidade feita.
20 a 24/01 | 2020 #54

Live 107
TENHA CORAGEM DE CALAR O
MALEDICENTE

Costumamos entender a maledicência por um único aspecto (e ele basta),


que é o da fofoca. Um ambiente de maledicência é um ambiente mesqui-
nho, que nos diminui, que tira nossas forças e inibe as ações superiores do
espírito. A primeira coisa que precisamos ter neste ano é a coragem de calar
o maledicente. Precisamos reviver esse propósito dentro de nós.

Não podemos jamais dar ouvidos ao maledicente, porque ele diminui todo
o ambiente, diminui o estatuto da dignidade humana. Temos de saber dizer
“NÃO” a ele — com educação, mas resolutamente.

O problema é que, tão logo você assuma essa postura, experimentará um


certo desconforto — o desconforto de ter se desligado da roda dos fofoquei-
ros. E ninguém aguenta um mínimo de prejuízo e desconforto na vida. O
sujeito prefere ficar ali, fazendo papel de latrina, só para não correr o risco
de desagradar e ter de enfrentar uma cara feia.

O segredo de quem prospera, amadurece e chega longe é ter a coragem de


se desligar dessa maldita fofocagem que permeia a quase totalidade dos
ambientes. Mas, para fazer isso, você precisa de força e valentia. Esse tipo
de coisa só se conquista com violência, com força. Sua vida está paralisa-
da, e em múltiplos campos, porque você é covarde. E não há maneira mais
simples de enfrentar essa covardia do que colocando em prática o exercício
deste CA.

Eu não disse que a vida é simples?


20 a 24/01 | 2020 #54

1
VOC® ESTü VIVENDO NUM CHIQUEIRO
(N°O COMECE A GOSTAR DISSO)
É a dura realidade: onde estiverem dois ou três reunidos, a fofoca estará no
meio deles. Seja em forma de piadinha ou de comentário “neutro”, a maledi-
cência permeia a quase totalidade dos ambientes que frequentamos.

O ambiente de fofocagem é um ambiente de possibilidades humanas re-


duzidas. O fofoqueiro diminui o estatuto da dignidade humana; o consenti-
mento na fofoca, também.

Por isso, neste ano, eu quero que você treine a capacidade de, gentilmente
mas com firmeza, recusar-se a permitir que seu ouvido seja feito de PENICO.
Dizer NÃO à fofoca que chega até você é o exercício fundamental.

Esteja sempre pronto para CALAR O FOFOQUEIRO, seja ele quem for.

Você pode até estar vivendo num chiqueiro, mas isso significa que terá de
passar seus dias limpando-o, e não chafurdando na lama.

ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS QUE A FOFOCA É INACEITÁVEL

Sem entender o mal da fofoca — para o seu espírito, para a sua vida e para
o ambiente em geral —, você não terá a motivação necessária para travar
uma cruzada contra a fofocagem.

Investigue os motivos por que você ACEITA OUVIR FOFOCA:

“Ah, Italo, é inevitável… todo mundo fofoca um pouco.”

“Um pouquinho só não faz mal…”

“Se eu não tolerar uma fofoquinha, perderei meus amigos.”

“Ai, Italo, mas como eu vou falar para o fofoqueiro que não quero ouvir o que ele
está dizendo? Isso é falta de educação. E eu sou TÃO educado!”

Faça isto: pare 10 segundos para investigar, dentro de si, por que você con-
sente com a maledicência.
20 a 24/01 | 2020 #54

2
a verdade « que…
VOC® N°O Dü UM BASTA AO FOFOQUEIRO
PORQUE ß COVARDE
Para ser gente de verdade, é preciso certa violência: uma violência contra
tudo o que não presta em você. Vamos começar pela covardia: não aceite
ser uma latrina só por medo de “desagradar”.

Saiba: há uma parte da sua alma que deseja ser latrina. Dentro de nós há
mil tensões diferentes — uma parte de nós quer ser nobre; a outra, vil. Uma
parte quer ser corajosa; a outra, covarde. Somos assim.

Há uma parte em você que deseja ser latrina e receber dejetos. Essa parte
faz com que você caia e nunca progrida, faz com que você chegue ao final
do ano e pense: “É, esse ano não foi grande coisa, eu não fui bem eu.” Não
deixar que a sua parte pior tome a dianteira das suas ações é um exercício
diário de FORÇA e VALENTIA.

“EU NÃO FUI BEM EU.”

Quando você age com covardia e cede à sua parte mais baixa, você se en-
fraquece e se desvia do sentido da sua vida.

Um dia, você estará no leito de morte. Pare um momento para pensar no que
você gostaria de poder dizer de sua própria vida, quando essa hora chegar.

Fui covarde? Quis sempre agradar todo mundo e consenti no que não deveria?

Perdi-me no falatório do mundo?

Minha vida não foi grande coisa.

Fui forte? Enfrentei com valentia minhas misérias?

Fui honrado? Fui alguém com quem as pessoas podiam contar?

Minha vida foi repleta de sentido.


20 a 24/01 | 2020 #54

3
NINGUßM AGUENTA O MENOR PREJU´ZO
E DESCONFORTO
Deixar claro que seu ouvido não é um penico o tornará uma pessoa bastan-
te desagradável.

DESAGRADÁVEL AO FOFOQUEIRO.

Pode ser que ele fique indignado. Talvez até passe a virar a cara pra você.

Uma parte do seu espírito, da sua alma, sentirá isso como perda. Afinal,
alguma coisa você perdeu: você era uma privada na qual o outro descarre-
gava as sujeiras dele, e você deixará de ser isso. Você pode realmente sentir
falta de ser latrina.

Esse sentimento de perda, por mais louco que seja, aparecerá no seu peito
se você não tiver alguma tolerância aos pequenos prejuízos e desconfortos
da vida.

Quando eu mando tomar banho frio, tirar o açúcar do café, puxar ferro, suar
a camisa, é disto que estou falando: você precisa violentar-se um pouco.
Sem isso, você será sempre o bebezão querendo agradar todo mundo, com
medinho de cara feia.

AMADURECER É DESCONFORTÁVEL

Você aguenta…

Um banho gelado de manhã?

Passar um dia inteiro sem um só grão de açúcar?

Desligar o ar condicionado, de propósito, no verão do Rio de Janeiro?

Ficar preso no trânsito sem entrar num ciclo de reclamação?

Se você não aguenta desconfortos no corpo, não aguentará desconfortos


na alma e viverá mendigando a aprovação de todo mundo.
20 a 24/01 | 2020 #54

Quando você se posicionar como alguém que não tolera maledicência, os


maledicentes começarão a falar mal de você. Mas não se engane: eles já
falavam antes, quando você era um covarde.

Viva numa boa com esse desconforto.

Amadureça!

4
TREINE UM REPERT±RIO SIMPLES
Quando você menos esperar, alguém tentará aliciá-lo para aquela fofoqui-
nha. Para colocar em prática a sua resolução de NÃO SER FEITO DE LATRINA,
é bom estar preparado e saber o que dizer no momento certo.

Não é para xingar, nem precisa mandar o sujeito calar a boca. É possível
falar com educação, mas com firmeza. Preste atenção: não é simplesmente
“mudar de assunto”; é deixar claro que você não deseja consentir com a
fofoca.

Acredite: dá para fazer isso com educação.

NÃO AJA NO IMPROVISO. TREINE.

Assista novamente à live #107 para alguns exemplos e bora tocar a vida!

Assista novamente à live #107 para alguns exemplos e bora tocar a vida!
20 a 24/01 | 2020 #54

COMUNIQUE-SE HOJE!
A comunidade Guerrilha Way tem mais de 30.000 pessoas. Jø parou para pensar
que voc»s t»m algo em comum? Comunique sua experi»ncia GW postando vÀdeos,
fotos ou textos sobre as atividades da semana. Use a hashtag #GWsemana54.

Nosso dream team estø æ disposi≈¡o para tornar sua experi»ncia GW cada vez
melhor. Envie suas crÀticas, sugest”es ou elogios para aluno@italomarsili.com.br.
Serø um prazer ouvir voc»!
27 a 31.01 | 2020 #55

#55
CADERNO DE ATIVA•°O
27 a 31.01 | 2020

TEMPO DE LEITURA: 15 MIN

VIVA A VIDA
NA PRIMEIRA PESSOA

DR. ITALO MARSILI


27 a 31.01 | 2020 #55

PALAVRA DO ITALO
NINGUßM CONTA COM O MARUJO
Viver « mortalmente s«rio. Na pressa do dia a dia, poucos encontram momentos
para meditar sobre o nosso destino ÿltimo, que nos aguarda a todos. Aqui no
Guerrilha Way, eu sempre refor≈o a import¿ncia de encontrar esses momentos
— voc» n¡o pode viver esquecido de para onde estø se encaminhando. E a ver-
dade « que todos estamos caminhando para a morte.

O problema n¡o « esse. O problema « que, chegando lø, muitos s¡o pegos de
surpresa: olham para trøs, para a vida que passou, e n¡o se reconhecem. N¡o
se v»em como agentes da pr—pria vida. E ent¡o relatam o arrependimento mais
comum no leito de morte: ter faltado com a verdade da vida.

Acredite: n¡o hø angÿstia maior do que essa. Perceber-se coadjuvante da pr—-


pria vida, quando n¡o hø mais tempo. Voc» n¡o deve viver como marujo, quando
somos chamados a ser capit¡es do navio que « a nossa vida.

Por isso, neste CA, voc» vai descobrir:

• O que « viver com veracidade, e por que essa « a ÿnica maneira de evitar
um dos maiores arrependimentos que existem;

• Quais s¡o os ralos que est¡o impedindo voc» de levar uma vida veraz;

• Como n¡o permitir que a delicadeza com a fraqueza dos outros enfraque-
≈a voc».

Toda segunda-feira, o seu Caderno de Ativa≈¡o traz sugest”es de atividades ou


reflex”es baseadas em um dos temas abordados nas lives da semana anterior.
Se voc» estø chegando agora, n¡o se preocupe: o Guerrilha Way n¡o « uma
maratona em que voc» tenha de alcan≈ar quem chegou antes, mas um barco
que o recolhe onde voc» estø e o impulsiona para frente. Atrasar o GW n¡o dø
juros. Aliøs: n¡o se atrasa o GW. A hora certa para se faz»-lo « a hora que se faz
ele. A quantidade ideal « a quantidade feita.
27 a 31.01 | 2020 #55

Live Especial

VIVA A VIDA
NA PRIMEIRA PESSOA

Você já parou pra pensar em qual é o arrependimento mais comum das


pessoas que se encontram no leito de morte? Eu conto pra você. Quando
confrontadas com o seu destino último, a maioria das pessoas se arrepende
de ter faltado com a verdade da vida. Por assim dizer, é como se a pessoa ti-
vesse vivido no automático, sem preencher a vida com a substância da sua
pessoa, e, chegado o momento final, ela não reconhece aquela vida como
tendo sido sua.

Como evitar esse terrível arrependimento, quando já é muito tarde para mu-
dar? O que significa viver uma vida veraz? Certamente, não é sair falando
tudo que lhe passa pela cabeça, nem fazendo todas as besteiras que lhe
ocorrem. Viver com veracidade é abraçar a realidade em sua totalidade,
não fugindo ao chamado da circunstância concreta, e aí mesmo cumprir
com o dever — sendo pai e mãe, se essa for a sua circunstância; trabalhando
direito, servindo aos outros e sendo útil, sem reclamar; instalando-se com
os dois pés na concretude da vida, sem escapar para o mundo mental da
vida que se gostaria de ter, deixando escoar a vida que se tem.

Em última análise, viver com veracidade é viver a partir da parte mais alta
do seu ser, construindo ativamente a sua personalidade. Isso é o oposto
de viver a partir das suas fraquezas, dos seus defeitos e imperfeições, que
jamais lhe dirão verdadeiramente quem você é. Estamos na vida como capi-
tão do navio, e não como marujo. Deixar de sê-lo por covardia, por preguiça,
por fuga da responsabilidade, é a grande tragédia da vida humana.

Acesse o Portal GW para conferir os áudios e vídeos das lives da semana passada.
27 a 31.01 | 2020 #55

1
ANTES DE SE PREOCUPAR
COM SEUS PECADOS,
PREOCUPE-SE COM QUEM
OS ESTü COMETENDO.
Se você trapaceou, traiu, defraudou ou ofendeu alguém, deve arrepender-se
e emendar-se.

Mas todas as boas ações do mundo não lhe garantirão uma vida com senti-
do, se você não tiver clareza sobre QUEM as está praticando.

E isso você só saberá quando entender o que significa viver a partir do seu
verdadeiro CENTRO.

DUAS VERSÕES DE UMA PERGUNTA FUNDAMENTAL

Existe apenas uma pergunta que você deve saber responder para viver uma
vida preenchida de sentido, e há duas maneiras de formulá-la:

1 - As escolhas que eu fiz, QUEM as fez?


2 - A vida que estou vivendo, QUEM a está vivendo?

Faça um teste rápido.

1 - Em minhas tomadas de decisão, procuro esclarecer quais critérios


estão me orientando? Procuro escolher o que é bom, o que é o melhor
a se fazer, ou ajo às cegas?

2 - Costumo agir motivado pelo desejo de agradar, de causar impressão


ou de satisfazer aos meus desejos mais baixos?

3 - Estou sempre arranjando uma desculpa para justificar não ter feito
o que eu deveria fazer? Vivo como se os outros sempre me devessem
algo?
27 a 31.01 | 2020 #55

2
EU ESTOU VIVENDO A MINHA VIDA?

Só vive em primeira pessoa quem vive com VERACIDADE. Mas como se faz
isso?

É simples: integrando na sua personalidade os seus deveres, os seus com-


promissos, de modo ATIVO. Assumindo as responsabilidades de cada dia.

Viver com veracidade é viver a partir do centro da sua própria voz: é viver a
vida que só você poderia viver, sem escapar para a vida sonhada.

A VIDA ESTÁ TE CHAMANDO (I):


MAPEIE SEUS COMPROMISSOS

Todos os dias, o despertador o convoca a ser pontual; sua cama espera ser
arrumada; os outros contam com a sua pontualidade e o seu serviço. Todos
os dias você é chamado a viver a sua vida. Por isso, mapeie os compromis-
sos que você assumiu com a totalidade da sua palavra:

Ex: honrar o meu casamento; cuidar dos meus filhos; estudar seriamente; de-
sempenhar o meu ofício com excelência.

* ____________________________________________________
* ____________________________________________________
* ____________________________________________________
* ____________________________________________________

A VIDA ESTÁ TE CHAMANDO (II):


MAPEIE SEUS RALOS

Tão importante quanto você saber quais são seus deveres é saber quais são
os gatilhos de FUGA. Mapeie-os abaixo. Como? É simples: olhe para a lista
de seus compromissos e pense no principal fator que está impedindo que
você os cumpra como deveria.
27 a 31.01 | 2020 #55

Vou ajudar você nessa. Sua listinha de ralos certamente deve incluir coisas
como…

Reclamação / Preguiça / Desorganização / Fofoca


Desleixo / Impaciência / Covardia

* ____________________________________________________
* ____________________________________________________
* ____________________________________________________
* ____________________________________________________

Depois de mapear seus ralos, você já sabe o que fazer. Enfrente-os. Não é
difícil: basta não ter preguiça. Você que é GW já está no caminho.

Conte comigo: estou aqui pra isso.

3
VIVA A SUA PARTE MAIS ALTA
Muitos vivem abaixo do que poderiam, entregam menos do que poderiam
e realizam pouco porque não têm a ousadia de falar com a própria voz, por
puro medo de se distinguir do entorno e “atrair inveja”.

Tem gente boa por aí que nunca se expressa a partir de seus desejos e
projetos mais altos, mas simula uma certa fraqueza para parecer igual aos
demais.

O problema é que isso também não é viver com veracidade.

Quando você escolhe falar e demonstrar-se a partir das suas fraquezas, das
suas limitações, do seu coitadismo, você só atrai porcaria para a sua vida.

Verdade da vida é articulação entre os seus ideais mais altos e as suas mi-
sérias. Você não é grande coisa, mas também não é só misérias. Entretanto,
pode viver com veracidade. Pode chegar ao leito de morte, olhar para a vida
que você teve e dizer:

“Mal ou bem, fui eu que vivi essa vida. Mal ou bem, fui eu que escolhi estar den-
27 a 31.01 | 2020 #55

tro dos compromissos. Mal ou bem, fui eu que quis estar aqui em cada lugar.
Mal ou bem, fui eu que não abandonei meu filho, não abandonei meu casamen-
to, fui eu que fiquei aqui e quis achar solução para os problemas passíveis de
solução”.

PARE COM A SÍNDROME DE MARUJO:


ESTAMOS NA VIDA COMO CAPITÃES DO NAVIO

Você é o sujeito que está sempre chorando suas misérias? Que quer sempre
parecer um coitadinho, para que os outros não o invejem, mas, pelo contrá-
rio, sintam pena de você?

1) Festa de família. Primos reunidos comentando as dificuldades econômi-


cas do país, como tudo está difícil. Mas você teve um ano ótimo — ganhou
mais dinheiro, está prestes a trocar de carro e tem planos de empreender.
De repente alguém lhe pergunta como estão as coisas. Você:

a) Embarca no pessimismo geral, para não ser indelicado com o fracas-


so dos outros.

b) Diz com naturalidade como foi o seu ano.

2) Roda de amigos. De repente, alguém começa a relatar aventuras extra-


conjugais. O papo rende, e todos começam a confessar suas pequenas vi-
lezas no casamento. Você, que tem um bom casamento, permanece calado.
Quando o provocam a falar alguma coisa, você:

a) Dá um sorrisinho de quem está escondendo o jogo e tenta mudar de


assunto.

b) Inventa na hora uma vileza qualquer, para não parecer certinho de-
mais.

c) Consegue marcar sua posição com força e sem medo de desagradar.

Aprenda a se expressar a partir daqueles seus desejos superiores, a partir


27 a 31.01 | 2020 #55

do seu intelecto que está sendo formado, a partir da sua moralidade. Isso
é fundamental para que você ganhe força, estrutura, para que você possa
atrair pessoas boas, positivas, e para que você possa também ser exemplo,
ser energia e dar energia para os outros.

Ninguém conta com o marujo. Não seja você o primeiro a abandonar o na-
vio da sua vida.

COMUNIQUE-SE HOJE!
A comunidade Guerrilha Way tem mais de 30.000 pessoas. Jø parou para pensar
que voc»s t»m algo em comum? Comunique sua experi»ncia GW postando vÀdeos,
fotos ou textos sobre as atividades da semana. Use a hashtag #GWsemana55.

Nosso dream team estø æ disposi≈¡o para tornar sua experi»ncia GW cada vez
melhor. Envie suas crÀticas, sugest”es ou elogios para aluno@italomarsili.com.br.
Serø um prazer ouvir voc»!
03 a 07/02 | 2020 #56

#56
CADERNO DE ATIVA•°O
03 a 07/02/2020

TEMPO DE LEITURA: 15 MIN

VOC® ß O DOT≤ QUE


ESPERA SER SERVIDO?
VOC® ß RID´CULO!

DR. ITALO MARSILI


03 a 07/02 | 2020 #56

E O INSTAGRAM CONTINUA
QUERENDO ATRAPALHAR A VIDA
DE QUEM ß GUERRILHA WAY…
Faz mais de um ano que estamos aqui, toda semana,
entregando um conteÿdo especial que tem mudado
positivamente a vida de voc»s. A fonte do GW s¡o as lives.
Mas, no dia 06/02, essa fonte foi
censurada sem nenhuma explica≈¡o.
E o bloqueio ainda n¡o caiu.

O que me deixa p*** « que o maior


prejudicado nessa hist—ria « voc».

O que voc» pode fazer?

Mande um recado para o Instagram


pedindo o fim deste bloqueio. Marque o
@instagram e coloque a hashtag #souGW.

Escreva o que quiser neste recado.


Fa≈a o Instagram saber que as minhas
lives s¡o de voc»s, e n¡o dele — e ningu«m
mexe com a comunidade GW!
03 a 07/02 | 2020 #56

PALAVRA DO ITALO
O RISCO DE VIRAR O ALEIJADO DA MAM°E
Pode ser sincero comigo: voc» era uma daquelas crian≈as para as quais a ma-
m¡e fazia tudo, bastando que tocasse um sininho? Acreditava que a casa arru-
mava-se sozinha, como que por møgica? Chegou aos dezoito anos incapaz de
fazer uma compra de supermercado sozinho, por s— saber onde ficava a prate-
leira de sucrilhos?

Coisas de crian≈a!

Agora voc» cresceu e sabe que n¡o « mais a mam¡e que deve fazer tudo por
voc»: para isso existe a empregada dom«stica, o copeiro, a sua namorada, o seu
primo, o seu subordinado… e sobra at« pra sua m¡e, quando a coisa aperta e n¡o
deu tempo de lavar suas cuecas.

S— estamos eu e voc» aqui, n¡o precisa corar... Voc» « essa pessoa?

Ent¡o deixe eu dizer uma coisa sobre a vida adulta: aqui voc» n¡o vale nada se
n¡o consegue agir por si mesmo e, deixando de ser um peso para os outros, co-
me≈ar a servi-los. Se voc» ainda precisa que algu«m esquente sua panqueca e
lave o vaso sanitørio pra voc», voc» « inÿtil. Simples assim.

Pior ainda se voc» justifica essa postura esfregando seu “diproma” ou seu car-
guinho de gerente jÿnior na cara dos outros — aÀ seu tecido biogrøfico jø estø
necrosando. Voc» corre o risco de ficar invølido, aleijado pela soberba, e come≈ar
a gostar disso.

Por isso, neste CA, voc» vai descobrir:

* Por que todos os seus tÀtulos e honras n¡o valem nada se voc» « um so-
berbo;

* Por que voc» deveria aprender a fazer (e fazer) aquelas tarefas simples
que, na sua cabe≈a, todos deveriam fazer por voc».

* Qual « a atitude desafiadora que vai tirø-lo do lugar de pessoa mimada e


soberba e colocø-lo no lugar de pessoa digna e ÿtil.

A casa n¡o se arruma sozinha: « hora de se levantar e servir.


03 a 07/02 | 2020 #56

Toda segunda-feira, o seu Caderno de Ativa≈¡o traz sugest”es de atividades ou


reflex”es baseadas em um dos temas abordados nas lives da semana anterior.
Se voc» estø chegando agora, n¡o se preocupe: o Guerrilha Way n¡o « uma
maratona em que voc» tenha de alcan≈ar quem chegou antes, mas um barco
que o recolhe onde voc» estø e o impulsiona para frente. Atrasar o GW n¡o dø
juros. Aliøs: n¡o se atrasa o GW. A hora certa para se faz»-lo « a hora que se faz
ele. A quantidade ideal « a quantidade feita.

Live 108
VOC® ß O DOT≤ QUE ESPERA SER
SERVIDO? VOC® ß RID´CULO!

A superproteção pela qual muitos de nós passamos na infância nos inca-


pacitou para as tarefas mais simples. E o pior é que ela também incutiu
na cabeça de muitos uma espécie de mentalidade escravocrata. Imaginan-
do ocupar alguma posição de importância, quem tem essa mentalidade se
considera digno demais para coar o seu próprio cafezinho, esvaziar a lata
de lixo do banheiro, lavar a privada suja. O sujeito começa a se sentir como
o senhor de escravos a quem todos devem servir.

Nada pior do que uma pessoa odiosa e tosca ser dignificada por algo que
ela não tem — um sujeito tosco, burro e mau caráter ser alçado à condição
de “Excelência”. Quanto mais honra esse sujeito recebe, mais aleijado fica.
Quando quem não tem uma dignidade verdadeira é dignificado por algo
que não lhe diz respeito, sua personalidade inteira se corrompe. Essa pes-
soa torna-se mimada, inútil, escondendo sua podridão atrás de um verniz
de dignidade que lhe foi colocado desde fora.

Para que você comece seu processo de amadurecimento, a única condi-


ção sem a qual não é possível amadurecer é a humildade. E tudo isso quer
dizer, na prática, que quando você for visitar a sua mãe, vá encontrá-la na
cozinha, sem esperar que ela venha recebê-lo na sala. Quando você estiver
no trabalho e vir que alguém (mesmo se for o zelador) precisa de alguma
ajuda, você se oferece para ajudar. Do contrário, você terá sua biografia cor-
rompida pela soberba, e os soberbos ocupam sempre o banco de reserva.
03 a 07/02 | 2020 #56

1
VOC® AINDA TEM PERNAS?
Você já deve ter visto alguém que finalmente deixa de ser estagiário e, por
causa dessa promoção, toma posse de um cargo sem muita importância,
como analista ou gerente júnior. Essa pessoa não tem dinheiro para se sus-
tentar, mas tem uma “dignidade”, uma “importância”. Sabe o que acontece
com ela depois disso? Não consegue mais fazer o próprio café, nem tirar o
próprio lixo, nem arrumar o próprio escritório.

Muitos são os aleijados de fato que se capacitam para fazer alguma coisa
e servir à comunidade. Um sujeito, porém, que é aleijado pela soberba nem
percebe a própria deficiência. É um perfeito inútil.

RECONHECENDO A PRÓPRIA DEFICIÊNCIA

Repita para si mesmo, melhor se ao espelho, o discurso abaixo, completan-


do as lacunas com a opção mais adequada à sua circunstância:

Eu, _____(seu nome)______, em razão de...

A – ...ter um mestrado em uma faculdade mequetrefe, como todas as brasi-


leiras...

B –...receber uma promoção na empresa em que trabalho e somar incríveis


duzentos reais ao meu contracheque...

C – ...ser o primo de segundo grau de alguém que foi nomeado para um


cargo público importante…

...acho muito justo cultivar o costume de...

A – ...recusar-me a lavar os pratos que eu mesmo sujei, bem como a preparar


minha própria comida, quando tenho condições para isso.

B –...não arrumar o próprio quarto, e jamais esvaziar o lixo do banheiro, já


que existem pessoas para fazer isso.

C – ...não oferecer minha ajuda para ninguém que não me pague, sendo
impossível contar comigo para tarefas abaixo das minhas altíssimas capa-
03 a 07/02 | 2020 #56

cidades intelectuais, atestadas pelo meu boletim escolar.

Porém, agora percebi que...

A – Sou um soberbo mimado e inútil...

B – Sou um soberbo inútil e mimado...

C – Sou um inútil e mimado soberbo…. (e vou já escrever para o suporte re-


clamando que não vi a alternativa “sou muito mais maravilhoso do que eu
pensei”).

...e me comprometo a hoje mesmo começar a virar esse jogo.

2
SOBERBOS N°O SAEM DO
BANCO DE RESERVA
As pessoas se acomodam graças à soberba interior. Dizem a si mesmas: “Eu
não sou garçom! Vou servir aos outros para quê? Eu não sou faxineiro! Por
que vou limpar meu lixo? Se não sou servente, por que vou fazer meu cafe-
zinho?”

Força é analisar com sinceridade se essa não é sua postura.

Que tipo de demônio você está se tornando? Ao manchar com a soberba


seu espírito, sua alma e sua biografia, as pessoas se afastarão de você.

Afinal, se você não é capaz de pegar um copo de água, de tirar os pratos


da mesa, de dobrar um lençol, você se escolheria para fazer parte de sua
própria vida?

QUEM VOCÊ QUER NO SEU TIME?

QImagine que você pudesse montar a escalação da sua vida, e que cada
circunstância apresentada fosse uma posição no campo. Qual desses joga-
dores você escolheria como titular?
03 a 07/02 | 2020 #56

Agora tenha suas próprias atitudes em mente. Seu comportamento como


colega, familiar ou amigo é o do jogador que você escolheu?

3
A SOBERBA ESTü NA SUA
BIOGRAFIA, N°O NO SEU CARGO
Se você fez os dois exercícios anteriores e a máscara de dotô não caiu, é
melhor voltar e tentar de novo. Se você não entendeu que não falo com
seu diploma de mestrado, com sua dignidade de funcionário público, com
a excelência de sua função legislativa, o exercício seguinte e o desafio que
será proposto depois serão indignos de sua tão sublime atenção.
03 a 07/02 | 2020 #56

Agora, se você entendeu que falo com sua pessoa de carne e osso, que tem
uma biografia real, saiba que sua acomodação não surgiu ontem. É muito
provável que, desde a infância, você nunca tenha sido treinado para fa-
zer as coisas por iniciativa própria. Pior, é possível que você nunca tenha
aprendido a fazer as tarefas mais simples, porque sempre houve alguém
que as fizesse por você.

O QUE VOCÊ SE ENVERGONHA DE NÃO SABER FAZER?

Há coisas que deveríamos ter aprendido a fazer na infância, mas que não
sabemos fazer até hoje. Isso nos causa, com razão, certa vergonha. Mas com
tanta informação disponível na internet, podemos matar essa vergonha em
cinco minutos.

Sempre que se envergonhar de dizer que não sabe realizar alguma tarefa,
não deixe o sentimento virar rancor ou acomodação. Anote. Procure, depois,
um tutorial no Youtube que o ensine a fazer o que não sabe. Abaixo uma
lista com cinco sugestões:

x - Você sabe coar um café decente?


x - Você sabe arrumar sua cama direito?
x - Você sabe passar a sua roupa?
x - Você sabe trocar uma resistência de chuveiro?
x - Você sabe limpar um banheiro?

4
DESAFIO: UMA SEMANA ATENTA
No seu trabalho, na sua casa, na casa de sua avó onde você vai passar o fim
de semana, sempre existe alguém que precisa de ajuda. Você não percebe
isso porque não está atento.

Então, agora, você estará atento. Até sexta-feira, você enfrentará o desafio
de reparar se, não apenas o seu colega de trabalho, mas se a Dna. Joana,
responsável pela limpeza, está com dificuldade para alcançar a porta mais
alta do armário. Também vai reparar se você não pode facilitar o trabalho
dela, não saindo sem deixar a sala ou a cozinha arrumada, sem farelos na
mesa ou papéis no chão.
03 a 07/02 | 2020 #56

No fim de semana você vai estar atento às pessoas de sua casa, e vai procu-
rar reparar se não pode também facilitar a vida delas de alguma maneira.
Deixando o banheiro em ordem, por exemplo.

Segunda-feira você vai reparar que essa atenção tende a permanecer, mes-
mo sem o desafio.

Aqui começamos a virar o jogo.

Acredite: dá para fazer isso com educação.


03 a 07/02 | 2020 #56

COMUNIQUE-SE HOJE!
A comunidade Guerrilha Way tem mais de 30.000 pessoas. Jø parou para pensar
que voc»s t»m algo em comum? Comunique sua experi»ncia GW postando vÀdeos,
fotos ou textos sobre as atividades da semana. Use a hashtag #GWsemana56.

Nosso dream team estø æ disposi≈¡o para tornar sua experi»ncia GW cada vez
melhor. Envie suas crÀticas, sugest”es ou elogios para aluno@italomarsili.com.br.
Serø um prazer ouvir voc»!
10 a 14.02 | 2020 #57

#57
CADERNO DE ATIVA•°O
10 a 14.02 | 2020

TEMPO DE LEITURA: 15 MIN

PEDIR PERD°O
DIGNIFICA VOC®

DR. ITALO MARSILI


10 a 14.02 | 2020 #57

PALAVRA DO ITALO
HO’OPONOPONO ß A PQP
Chega mais e me diz (segredo nosso): voc» tem vergonha de pedir desculpas?
Acha que « humilhante ligar para aquela sua tia que voc» ofendeu “sem querer”,
ou para aquela amiga a quem voc» disse “umas verdades”, e dizer, com o cora-
≈¡o na m¡o: “Eu errei, n¡o deveria ter dito o que disse. Me perdoa?”.

Para algumas pessoas, isso pode ser extremamente difÀcil. ß mais føcil comprar
passagens para o Tibet e fazer um retiro nas montanhas para “limpar a mente”.
Ou ficar recitando Ho’oponopono sem nem saber que diabos « isso. ß mais føcil
buscar o “autoperd¡o” do que pedir perd¡o. Mil vezes mais føcil. S— que « inÿtil.

Ao tentar livrar-se da culpa, voc» estø jogando fora um dos movimentos mais
poderosos de seu espÀrito. S— « capaz de atos de benevol»ncia, grandeza e amor
quem sente o peso estrutural da culpa. Jogar fora esse peso « como amputar as
asas de uma øguia — voc» serø incapaz de grandes v“os. E aqui, voc» jø sabe,
n¡o tem lugar para pintinhos.

Por isso, neste CA, voc» vai descobrir:

• Por que, no fundo, voc» n¡o gostaria de ser algu«m imune æ culpa;

• Qual « a verdadeira raz¡o pela qual voc» n¡o consegue perdoar as ofen-
sas que lhe fizeram;

• Quem « capaz, realmente, de lhe entregar todo esse amor que voc» estø
tentando dar a si mesmo.

Ponha nas costas o peso que lhe cabe carregar — e venha comigo.

Toda segunda-feira, o seu Caderno de Ativa≈¡o traz sugest”es de atividades ou


reflex”es baseadas em um dos temas abordados nas lives da semana anterior.
Se voc» estø chegando agora, n¡o se preocupe: o Guerrilha Way n¡o « uma
maratona em que voc» tenha de alcan≈ar quem chegou antes, mas um barco
que o recolhe onde voc» estø e o impulsiona para frente. Atrasar o GW n¡o dø
juros. Aliøs: n¡o se atrasa o GW. A hora certa para se faz»-lo « a hora que se faz
ele. A quantidade ideal « a quantidade feita.
10 a 14.02 | 2020 #57

Live #105

PEDIR PERD°O
DIGNIFICA VOC®

Muita gente meteu na cabeça a idéia de que o sentimento de culpa só nos


prejudica, e que bom mesmo é “aliviar” esse peso por processos de “limpe-
za mental” e autoperdão. Mas acontece que somente no pensamento me-
díocre levanta maior vôo aquilo que é mais leve. Os grandes pássaros, os
aviões, os foguetes da NASA só conseguem voar alto porque contam com
todo o peso de sua estrutura. Desejar livrar-se do peso da culpa é desejar ser
pluma, bolha de sabão.

O que você deve desejar não é ser “leve”; é ser gente. Quando nos sentimos
culpados, admitimos que algo nos falta, e pedimos perdão na esperança de
que a outra pessoa nos complete. Para que o outro nos perdoe, ele precisa
estar acima de nós e ter aquilo que nos falta. E receber aquilo que nos falta
nos torna mais gente.

O autoperdão é impossível. Como poderíamos dar a nós mesmos aquilo


que não temos? Como assumir, ao mesmo tempo, o papel de réu que se acu-
sa e de juiz que absolve? A tentação do autoperdão é a tentação de querer
ser como Deus. O homem que tenta se autoperdoar é como um mendigo
que tenta sair da miséria inventando o próprio dinheiro.

Não somos capazes de criar, por iniciativa própria, o amor que nos preen-
che; ele tem de nos ser doado por um outro. E a verdade é que todos estamos
loucos por doar esse amor. É que, se perdemos o fetiche de achar que os
outros nos devem algo, mesmo um sorriso desinteressado preenche nosso
coração. E, se praticarmos com generosidade o perdoar e pedir perdão, os
frutos do amor que disso resulta serão capazes de dar sentido à nossa vida.

Acesse o Portal GW para conferir os áudios e vídeos das lives da semana passada.
10 a 14.02 | 2020 #57

1
ß PERMITIDO (E NECESSüRIO)
SENTIR CULPA

Em toda parte há gente que trata a culpa como algo indesejável, como se
ela nos corrompesse ou diminuísse. É como se culpa não tivesse nenhuma
força em si e fosse responsável apenas por nossa decadência.

Mas isso não é verdade. Não podemos anular a culpa.

É por nos sentimos culpados que conseguimos nos mover em prol de um


ato bom, excelente e digno, que de fato nos deixa à altura da nossa biogra-
fia.

Sem a culpa, nos tornaríamos seres esquecidos e neuróticos.

QUAL É A VANTAGEM DE SENTIR-SE CULPADO

Considerando as situações abaixo, responda com sinceridade. Qual dessas


pessoas realmente merece o perdão por suas culpas?

1 – Em uma briga na festa da empresa.

a) Mário começou a briga depois de uma bebedeira. A consciência


pesou, retratou-se no dia seguinte. Também prometeu a si mesmo não
beber durante um tempo.

b) Joca ficou calado o tempo todo e até ajudou a separar a briga. Porém,
cultivou o desejo de que Mário, melhor funcionário, fosse demitido.

2 – Um relacionamento com um homem casado.

a) Embora estivesse apaixonada, Marta rompeu os laços com o sujeito.


Viu o mal que fazia, arrependeu-se, voltou para a igreja e agora procu-
ra agir com mais prudência.

b) Homem nenhum, ainda mais casado, seria louco para ter algo com
10 a 14.02 | 2020 #57

Heloísa. Porém, ela está muito orgulhosa de que não é como sua ami-
ga Marta, que se envolveu com homem casado e agora virou rato de
igreja.

3 – Uma fofoca entre amigos.

a) Haroldo espalhou uma mentira sobre um amigo. Isso lhe doeu tanto
que ele foi, pessoalmente, tentar reparar o dano.

b) Renato, que ouviu a história, mesmo desconfiando de que era men-


tira, tratou de espalhá-la, porque, afinal, não foi ele que começou. (Só
REPASSAR a droga não é crime, né?).

Agora, pense comigo: a pessoa que mereceu o perdão não é justamente


aquela que sentiu a culpa e não a negou?

2
O QUE FALTOU EM VOC®
FALTA TAMBßM EM MIM?

O que falta em você, quando você machuca alguém? Intemperança, humil-


dade, bondade, generosidade, outra virtude?

Quando uma pessoa o perdoa, ela lhe entrega algo que lhe falta. A genero-
sidade que faltou em você quando a bobagem foi feita abundou na pessoa
que o perdoou.

Esse é o maravilhoso processo do ato de pedir desculpas e ser perdoado.

Agora, se você não perdoa alguém que fez uma cagada, é como se você dis-
sesse: “Sou igualzinho a você. O que falta em você (generosidade, carinho,
autocontrole, temperança) também falta em mim”.
10 a 14.02 | 2020 #57

QUE VIRTUDE TAMBÉM FALTA EM VOCÊ?

Exercite sua imaginação assinalando qual resposta você daria para as se-
guintes situações:

1 – Você e um velho amigo estão com mais pessoas. Ele aproveita a ocasião
para lavar roupa suja e expor um defeito seu. No dia seguinte, vai até sua
casa e pede sinceras desculpas. Você...

a) Rejeita essas desculpas, ou as aceita com reservas, passando a olhar


para esse amigo com desconfiança.

b) Aceita as desculpas com amor, passando uma borracha sobre o


acontecimento desagradável.

2 – Você descobriu que sua namorada, em um momento de dor e desabafo,


contou para uma amiga um segredo seu. Ela mesma lhe revela o acontecido
e pede desculpas. Você...

a) Termina o namoro, porque não pode confiar em uma pessoa que é


assim bocuda.

b) Dá o assunto como encerrado, mas, como ela foi sincera, não está
pensando em roubar o seu diário rosa e publicar todas as páginas nos
stories.

3 – Você descobre que o chefe de seu irmão anda espalhando difamações


sobre você, e que seu irmão não quis defendê-lo com medo de perder o
emprego. Alguns meses depois ele larga o emprego e lhe pede desculpas.
Você...

a) Aceita as desculpas, porque é o “certo” a se fazer, mas cultiva o res-


sentimento no coração.

b) Dá um abraço no seu irmão e se dispõe a ajudá-lo sempre que for


necessário.

Se você marcou A na 1, falta-lhe generosidade; se na 2, falta-lhe empatia;


se na 3, falta-lhe coragem. Exatamente as mesmas virtudes que faltaram a
quem o ofendeu.
10 a 14.02 | 2020 #57

3
ADMITA: VOC® N°O TEM UM BA∏
COM TODAS AS VIRTUDES

Já vimos que, sem o sentimento de culpa, não somos capazes de atos de


bondade. Vimos também que o perdão nada mais é que dar ao outro a bon-
dade que nós temos e da qual ele necessita.

Porém, por causa da soberba, acabamos por nos envergonhar de pedir per-
dão. Tentamos então nos autoperdoar, para limpar nossos erros sem que
ninguém (nem o ofendido) tenha nada a ver com isso.

Esquecemos que o perdão só pode acontecer quando ele é doado. Doado


por alguém que tenha algo que não temos e, por isso mesmo, nos é superior.

O que se chama por aí de autoperdão é bom se visto como um treino. Esse


treino consiste em encontrar em seu coração a culpa não para apagá-la,
mas para reconhecê-la. Não podemos fazer nada de bom na vida sem ad-
mitir nossa culpa.

FALAR SOZINHO PARA UM DIA FALAR COM DEUS

Busque, em seu coração, uma coisa pela qual você se sente culpado e pela
qual você deseja pedir perdão.

Você irá ensaiar abaixo sua confissão. Lembre-se: o seu interlocutor é onis-
ciente (portanto, não adianta tentar aliviar para o seu lado):

______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________

Se, fazendo este exercício, você notou que deve pedir perdão não só ao ob-
servador onisciente, mas a alguém em específico, já sabe o que fazer.
10 a 14.02 | 2020 #57

4
QUEM PODE ME DAR
O QUE EU N°O TENHO?

Não fique angustiado ao perceber que está miserável de virtudes e que,


obviamente, você não pode dar a si mesmo o amor que não tem. A primeira
verdade que há neste mundo é esta: nos falta algo! Este algo é o amor.

Nós mesmos não somos capazes de criar um amor que nos preencha. No
entanto, as pessoas que convivem conosco têm amor para dar e esse amor
é dado para nós o tempo todo, mas não o vemos.

Por quê?

Porque em nossa cabeça habita aquela maldita idéia de que todo mundo
deve tudo para nós. Ao entendermos que ninguém nos deve nada, um sor-
riso é capaz de preencher nosso coração. Um abraço é capaz de aquecer
nossa alma. Uma ajuda desinteressada dá sentido para nossa vida.

ACOLHENDO COM BONDADE


O AMOR QUE NOS DÃO DE GRAÇA

No exercício anterior, você enumerou uma coisa pela qual gostaria de pedir
perdão. Considere-a e responda sinceramente.

1 – Tendo feito o que fez, você ainda se sente merecedor do “bom dia” sorri-
dente que lhe dão no trabalho?

2 – Tendo feito o que fez, você ainda se sente merecedor de confiança?

3 – Tendo feito o que fez, você ainda se sente merecedor da ajuda que tanta
gente lhe dá todos os dias?

Para finalizar, responda à última pergunta em voz alta:

Alguém te deve alguma coisa?


10 a 14.02 | 2020 #57

COMUNIQUE-SE HOJE!
A comunidade Guerrilha Way tem mais de 30.000 pessoas. Jø parou para pensar
que voc»s t»m algo em comum? Comunique sua experi»ncia GW postando vÀdeos,
fotos ou textos sobre as atividades da semana. Use a hashtag #GWsemana57.

Nosso dream team estø æ disposi≈¡o para tornar sua experi»ncia GW cada vez
melhor. Envie suas crÀticas, sugest”es ou elogios para aluno@italomarsili.com.br.
Serø um prazer ouvir voc»!
17 a 21/02 | 2020 #58

#58
CADERNO DE ATIVA•°O
17 a 21/02/2020

TEMPO DE LEITURA: 15 MIN

INJUSTI•ADO POR QU®?


VOC® TEM MAIS DO QUE
MERECE.

DR. ITALO MARSILI


17 a 21/02 | 2020 #58

PALAVRA DO ITALO
UM RESSENTIMENTO PARA CHAMAR DE SEU
Voc» se sente injusti≈ado? Algum amigo inventou uma fofoca sobre voc»? Fize-
ram uma festa e convidaram a turma inteira, mas voc» ficou de fora? O seu chefe
o despediu e o problema alegado era simples, coisa que voc» poderia resolver?
Agora o universo se fechou. Voc» n¡o compreende mais os desÀgnios divinos.
Nem o seu c¡o o respeita mais. Os outros vivem seus dias ensolarados, mas
por sobre voc» paira uma nuvem cinzenta. E tomara que n¡o caia uma chuva
de Xuxa porque, como diria Mamonas Assassinas, vai que no seu colo cai Pel«.
E isso « tudo culpa daquela injusti≈a. Certo?

N¡o. A culpa disso « sua. ß voc» que, para n¡o enxergar sua in«pcia, sua arro-
g¿ncia, sua pregui≈a, arruma um ressentimento para servir de consolo.

Por«m, o ressentimento, o rancor, os desejos de vingan≈a n¡o podem nos levar


a lugar algum, ainda que tenhamos alguma raz¡o em senti-los. Quanto mais os
cultivamos, mais engendramos dentro de n—s a paralisia. Corremos o risco de
trocar uma vida digna, com realiza≈”es verdadeiras, por uma vida imersa em so-
nhos de vingan≈as medÀocres que jamais se realizam. Isso n¡o pode acontecer
com voc».

Por isso, neste CA, voc» vai descobrir:

* Por que voc» deveria ser grato pela benevol»ncia que, mesmo que voc»
n¡o a perceba, estø ao seu redor;

* A maneira certa de lidar com as injusti≈as do dia-a-dia, sejam elas reais ou


apenas supostas;

* Como usar a ofensa que lhe fizeram para conquistar bens interiores (voc»
vai querer agradecer a quem o ofendeu).

A hora de sair dessa nuvem de møgoas « agora.

Toda segunda-feira, o seu Caderno de Ativa≈¡o traz sugest”es de atividades ou reflex”es


baseadas em um dos temas abordados nas lives da semana anterior. Se voc» estø chegando
agora, n¡o se preocupe: o Guerrilha Way n¡o « uma maratona em que voc» tenha de alcan≈ar
quem chegou antes, mas um barco que o recolhe onde voc» estø e o impulsiona para frente.
Atrasar o GW n¡o dø juros. Aliøs: n¡o se atrasa o GW. A hora certa para se faz»-lo « a hora que
se faz ele. A quantidade ideal « a quantidade feita.
17 a 21/02 | 2020 #58

Live #102
INJUSTI•ADO POR QU®? VOC®
TEM MAIS DO QUE MERECE.

Precisamos ficar atentos quando nos sentimos injustiçados em qualquer


situação. O sentimento de injustiça quase sempre aparece para nos colocar
no papel de vítima. Pouco importa se você tinha ou não razão na situação
específica que você viveu: sabemos que não é ruminá-la, numa perpétua
autocomplacência, que vai tirá-lo dela. Esse movimento é fruto de uma de-
sordem interior, que o impede de se enxergar com clareza e ver como você
é responsável pelas coisas chegarem aonde chegaram. Por trás dessa su-
posta injustiça que lhe cometeram estão as suas faltas de estimação, os de-
feitos dos quais você não quer se desfazer. Diante disso, tome uma decisão:
está na hora de se tornar uma pessoa melhor? Ou você ainda quer cultivar
esse sentimento diminuído dentro de si?

É claro, às vezes o sentimento de injustiça tem até alguma razão de ser. Às


vezes, as pessoas foram grosseiras, injuriaram, fizeram fofoca de você. Po-
rém, não é na atitude delas que você deve pensar, mas nas suas próprias
atitudes. Você pode melhorar em algum aspecto. No limite, ninguém lhe
deve compreensão, ninguém lhe deve justiça. Você, porém, deve tudo aos
outros, inclusive melhorar no que é preciso melhorar.

Exerça a sua gratidão. Olhe para o mundo e perceba que você já tem mui-
to mais do que merece. As pessoas o cumprimentam na rua, o Sol nasce
para você, o dia de amanhã ainda vem para que você corrija seus defeitos
e encontre o sentido de sua vida. O serviço, o trabalho ainda estão ao seu
alcance. Não sinta pena de si, não espere que os outros lhe dêem alguma
coisa. Não espere que os outros sejam justos. Que tal usar o tempo que você
tem, a nova chance que lhe foi dada com o dia de hoje, para você mesmo se
tornar uma pessoa justa?
17 a 21/02 | 2020 #58

1
VOC® Jü PENSOU EM AGRADECER,
CRIATURA?
Talvez você não tenha se dado conta, mas você está sendo tratado, todos os
dias, com muita benevolência.

Todos os dias as pessoas o toleram e suportam. Todos os dias você tem a


chance de acordar e dizer: “estou vivo!”. As pessoas se sacrificam para ser-
vi-lo. Às vezes diretamente, limpando o refeitório da empresa onde você tra-
balha; às vezes indiretamente, desenvolvendo uma camiseta 100% algodão
para seu maior conforto.

Todos os dias você também tem uma chance nova de servir, de ser útil, de
melhorar sua biografia e de acabar com aquele vício que o está destruindo.
Será que você merece essa chance?
Você já pensou em agradecer por ela?

NA PONTA DO LÁPIS: VOCÊ TEM O QUE MERECE?

Responda abaixo às perguntas de SIM ou NÃO. No fim, descubra se o uni-


verso é justo com você.

1 – Você possui uma cama para dormir? Um teto para se proteger da chuva?
Um celular com 4G para acessar este CA?
X – Sim X – Não

2 – Em algum momento de sua história, alguém pensou que beijá-lo fosse


boa idéia? (Vale no rosto, hein).
X – Sim X – Não

3 – Você pode ir ao seu trabalho sem ter de acordar às 4:30h para alcançar
um ônibus para Queimados?
X – Sim X – Não

4 – Se algum aparelho de seu alojamento for desligado, você sobrevive?


(Isso acontece, em geral, fora da UTI).
X – Sim X – Não

Se você respondeu SIM às 4 perguntas, você tem mais do que merece.


17 a 21/02 | 2020 #58

Se você respondeu SIM apenas a 2 ou 3 perguntas, você tem mais do que


merece.

Se você respondeu SIM a menos de 2 perguntas, você ainda tem mais do


que merece. Porque você não merece b*osta nenhuma.

Seja grato.

2
VOC® PODE TER ATß ALGUMA RAZ°O...
Raskólnikov, um dos grandes personagens da literatura universal (do ro-
mance Crime e Castigo, de Dostoiévski), é um desses sujeitos que encarnam
o “sentir-se injustiçado”.

Ele pensava que era um gênio e que o mundo deveria ouvi-lo. Para que isso
acontecesse, ele precisava de dinheiro. No quarto ao lado morava uma ve-
lha, que tinha muito dinheiro e não o utilizava. Raskólnikov, movido pelo
sentimento de auto-piedade, matou a velha para roubá-la.

Ele poderia ter alguma razão. A idosa não estava fazendo nada com o di-
nheiro que possuía. Mas ele, por sua vez, também era um vagabundo. Não
tinha dinheiro porque não servia a ninguém. Que direito ele tinha para rei-
vindicar o dinheiro da velha?

É óbvio que suas indignações injustas não chegarão a merecer um roman-


ce, mas dentro de você existe um Raskolnikóv ávido para conquistar o bem
alheio, sem merecê-lo. Precisamos acabar com ele.

...MAS VOCÊ TAMBÉM NÃO É UM FDP?

Tenha em mente uma personalidade que você admira e que conseguiu


reInvestigue o seu sentimento de injustiça e responda:

Qual é sua razão? O outro foi grosseiro? O relacionamento terminou de for-


ma abrupta? Recebeu menos (afeto, dinheiro) do que gostaria?

____________________________________________________________
17 a 21/02 | 2020 #58

Tente buscar em sua memória e descreva brevemente UMA situação em


que você agiu com a mesma grosseria ou com a mesma intenção ruim:

_____________________________________________________________

_____________________________________________________________

__________________________________________________________

Você, agora, consegue entender a atitude da outra pessoa?

3
UMA DESCULPA PARA QUEM O CULPA
Quantas pessoas atribuem as causas dos seus fracassos às injustiças que
outros cometeram?

Esse sentimento de injustiça é um consolo barato que não nos sustenta. De-
vemos rejeitar o sentimento de que todos estão contra nós e que, portanto,
não temos nenhuma responsabilidade com o que de mau nos acontece.

Ao sentir-se injustiçado, você está alimentando uma desordem interior, que


não lhe permite enxergar sua preguiça, arrogância, incapacidade técnica.
A suposta injustiça que sofremos pode ser valiosa se com ela descobrimos
nossas fraquezas. Força é seguir o conselho que Rudyard Kipling deu no
poema “Se”: manter a calma quando todos o culpam, mas para esses ainda
encontrar uma desculpa.

QUE PARTE VOCÊ TEM NESSA INJUSTIÇA?

O que o deixará mais forte é olhar para esse sentimento de injustiça e pro-
curar sua origem, perguntando-se: “O que falaram de mim?”, ou “O que me
fizeram, que me fez sentir injustiçado?” A seguir alguns pontos que podem
ajudá-lo nessa procura.

Se a injustiça foi no trabalho:


17 a 21/02 | 2020 #58

Será que você está fazendo o serviço como deveria? Existe alguma imperí-
cia técnica que você deve corrigir? Você é útil e gentil com seus colegas?
Se a injustiça foi entre amigos:

Será que a injustiça não começou com você, por meio de algum comentário
maldoso? Você é, com seus amigos, solícito e leal? Ou você é um grude em
busca de afeto e validação?

Se foi entre parentes:

Você respeita seus primos? Está presente nas festas de família sem fazer
cara feia? Ajuda-os, quando necessário? Sua mãe e seu pai lhe deram a vida;
sua tia cuidou de você quando criança; seus avôs o veneram: que injustiça
pode anular a dívida que você tem com eles?

4
USANDO A SUPOSTA INJUSTI•A A SEU FAVOR
No exercício anterior, você procurou a origem de seu sentimento de injusti-
ça, fazendo a pergunta: “O que falaram de mim?”, ou “O que me fizeram, que
me fez sentir injustiçado?”

Você, com certeza, encontrou um defeito seu, que está em suas mãos (e só
nas suas) corrigir.

Agora é a hora da decisão, e a pergunta de agora é: “o que você quer da


vida?”

Nutrir sentimentos sobre si – muitas vezes falsos – ou confessar: “É verdade,


estou gastando muito tempo da minha vida pensando em mim, nessas sen-
sações que só me enfraquecem, não me deixam progredir e ser produtivo,
forte e amável.”

Tenho certeza de que você fez a escolha certa. Por isso, nesta semana, você
buscará o bem interior que se opõe ao defeito que você descobriu:

Se disseram que você é preguiçoso, você levantará todos os dias com o pro-
pósito de cumprir todos os seus prazos.
17 a 21/02 | 2020 #58

Se trataram você com grosseria, você levantará com o propósito de ser pa-
ciente com todos, não importa se o ofendam.

Coloque um aviso no despertador do celular, para não esquecer.

Mas não comece a conquista desse bem interior amanhã.

Comece hoje.

COMUNIQUE-SE HOJE!
A comunidade Guerrilha Way tem mais de 30.000 pessoas. Jø parou para pensar
que voc»s t»m algo em comum? Comunique sua experi»ncia GW postando vÀdeos,
fotos ou textos sobre as atividades da semana. Use a hashtag #GWsemana58.

Nosso dream team estø æ disposi≈¡o para tornar sua experi»ncia GW cada vez
melhor. Envie suas crÀticas, sugest”es ou elogios para aluno@italomarsili.com.br.
Serø um prazer ouvir voc»!
24 a 28.02 | 2020 #59

#59
CADERNO DE ATIVA•°O
24 a 28.02 | 2020

TEMPO DE LEITURA: 15 MIN

SEU AUTOCONHECIMENTO
ß AUTOCONTEMPLA•°O
NARCISISTA

DR. ITALO MARSILI


24 a 28.02 | 2020 #59

PALAVRA DO ITALO
VOC® N°O ß UM POTE
Se voc» costuma cozinhar, deve saber que nem sempre « føcil distinguir os tem-
peros. ûs vezes tomamos manjeric¡o por salsinha, chimichurri por vinagrete,
pøprica doce por colorau. ß por isso que colocamos um r—tulo nos potes com
tempero: para saber o que eles cont»m.

E isso s— funciona porque o pote n¡o pode dizer: “Cansei de guardar cravo. Que-
ro mais dignidade, hoje vou guardar pimenta-do-reino”. Ele estø cristalizado e
n¡o age no mundo, « um objeto perfeito para um r—tulo.

Mas voc» n¡o, cacetinho. Sua for≈a consiste em n¡o ter r—tulo. N¡o hø, na sua
testa, adesivo onde se leia: “Maduro”, “Imaturo”, “Honesto”, “Canalha”, “Pregui-
≈oso”, “Trabalhador”. A mania de se autodefinir « paralisante, e voc» precisa se
livrar disso para ontem.

Por isso, neste CA voc» vai descobrir:

* Por que « impossÀvel adaptar-se a qualquer esquema fixo de autoconhe-


cimento;

* Como se livrar dos r—tulos depreciativos que, embora se disfarcem de hu-


mildade, s¡o paralisantes;

* Qual « a introspec≈¡o para se autoconhecer que realmente funciona e vai


lhe fazer bem.

Desista de ser salsinha. Torne-se uma pessoa real.

Toda segunda-feira, o seu Caderno de Ativa≈¡o traz sugest”es de atividades ou


reflex”es baseadas em um dos temas abordados nas lives da semana anterior.
Se voc» estø chegando agora, n¡o se preocupe: o Guerrilha Way n¡o « uma
maratona em que voc» tenha de alcan≈ar quem chegou antes, mas um barco
que o recolhe onde voc» estø e o impulsiona para frente. Atrasar o GW n¡o dø
juros. Aliøs: n¡o se atrasa o GW. A hora certa para se faz»-lo « a hora que se faz
ele. A quantidade ideal « a quantidade feita.
24 a 28.02 | 2020 #59

Live#103

SEU AUTOCONHECIMENTO
ß AUTOCONTEMPLA•°O NARCISISTA

Muita gente imprime um rótulo, cola-o na própria testa e chama isso de


“autoconhecimento”. Pior, há até cursos que ensinam você a encontrar seu
próprio rótulo. Mas a verdade é que a pessoa que fala com muita precisão
sobre si prova que não se conhece. Ela está imersa, como Narciso, na con-
templação de sua própria imagem. Não importa se você se define com um
adjetivo bom ou mau — a natureza humana é justamente não se cristalizar,
porque, quando fazemos isso, paralisamos.

A possibilidade de ser essa fonte de luz não vem de autocríticas e muito


menos autoelogios, mas sim de uma conversa com o Observador Oniscien-
te, buscando sempre aquilo que de melhor podemos fazer. Para que isso
aconteça, você deve cumprir seu dever de estado. Nossa vida se torna dig-
na quando, a partir do lugar mais honesto de nosso espírito (aquele que
conversa com o Observador Onisciente), conseguimos declarar: “Eu não me
conheço, então agirei com amor, dentro das minhas circunstâncias e cum-
prindo meu dever”.

Se até aqui você tem agido mal, você não deve cristalizar-se nessa maldade.
Peça perdão quando necessário, sem colocar na testa um rótulo paralisan-
te. Ame e sirva aos demais, cumpra seu trabalho do jeito mais certo, e que
suas responsabilidades religiosas e familiares estejam em dia. Não fique
buscando dentro de si o melhor ou o pior adjetivo para defini-lo. Olhe para
fora, aja!

Acesse o Portal GW para conferir os áudios e vídeos das lives da semana passada.
24 a 28.02 | 2020 #59

WARM-UP
Quando, em uma entrevista de emprego, pedem-lhe que enumere três
qualidades e dois defeitos, você:

a) Enumera como defeitos ser workaholic e extremamente proativo.


(Espertinho.)
b) Não encontra as qualidades, descobre-se um caso perdido e volta
para casa com um pote de sorvete para afogar as mágoas.
c) Responde com tranquilidade a pergunta, porque é uma pessoa se-
gura e equilibrada.

Se você marcou um ‘x’ em qualquer uma dessas alternativas, parabéns!


Você já conhece o nível questionável do RH da empresa.

Mas, mesmo que se ache O CARA seguro e equilibrado, você ainda não se
conhece.

1
A MARAVILHA DO SER HUMANO
ß N°O SE CRISTALIZAR
Muitos identificam a busca por uma autoimagem como uma busca por
autoconhecimento. Porém, quem declara para si: “Eu sou um pai de famí-
lia respeitável”, “Eu sou um estúpido, “Eu sou bastante corajoso”, “Eu tenho
medo de tudo” ainda está num processo de autocontemplação narcisista.
Esse olhar para si nada mais é que autoexaltação ou autopiedade.

Nossa natureza é a de não se cristalizar. Isso é a maravilha do ser humano.


Sempre que começamos a olhar para nós mesmos com esse olhar de exal-
tação ou de inferiorização, perdemos a única força possível ao ser humano.
Não conseguimos ser luz e iluminar nossa própria vida e a dos outros.

QUEM VOCÊ FOI ONTEM, QUEM VOCÊ É HOJE?

Tente se lembrar de como você era há dez anos e escreva:


24 a 28.02 | 2020 #59

Uma música que você amava, mas da qual não gosta mais:

____________________________________________________________

Uma dificuldade que você tinha, mas que não tem mais:

____________________________________________________________

O nome de uma pessoa com a qual você tinha afinidade, mas com quem,
hoje, você não tem nada em comum:

____________________________________________________________

Agora, responda para si: você é uma forma imutável, cristalizada?

2
SUA TESTA N°O ß LUGAR PARA R±TULO
O autoconhecimento não é a autoimagem. A autoimagem, na verdade, é o
inverso do autoconhecimento. Para que ele seja possível, temos de admitir
para nós mesmos que não sabemos onde estamos. Temos de, por exemplo,
reconhecer que hoje fomos soberbos, ontem humildes. Que ontem fomos
imaturos, hoje maduros e amanhã podemos ser imaturos de novo.

Dizer: “hoje eu sou uma pessoa madura” ou “ai, meu Deus, tenho quarenta
anos e não cresci” é colocar-se em si mesmo um rótulo. O que tem rótulo é
pote de salsinha. Você, ao se rotular, paralisa.

Afinal, se você acredita ou que já amadureceu, ou que amadurecer é impos-


sível, vai procurar agir com maturidade?

LIVRANDO-SE DOS RÓTULOS DEPRECIATIVOS

Tenha em mente qual é o rótulo depreciativo que você mais usa para se
descrever. Não é preciso pensar muito, porque ele está no juízo que você
a todo momento faz de si. Você se acha uma pessoa preguiçosa? Chata?
Egoísta?
24 a 28.02 | 2020 #59

Agora, lembre-se de UM acontecimento que desminta o julgamento que


você faz de si. Abaixo estão alguns exemplos para ajudá-lo a fazer o exer-
cício.

Se você se acha PREGUIÇOSO:

Lembre-se de uma vez que você ficou até a madrugada fazendo um traba-
lho. Pode ser um trabalho de colégio. Pode ser até um que você tenha dei-
xado para a última hora.

Não é verdade que você não é preguiçoso sempre?

Se você se acha uma pessoa CHATA:

Lembre-se de uma vez em que alguém se sentiu muito bem ao seu lado, não
importa o motivo. Pode ser até uma pessoa com a qual você, hoje, tenha al-
guma desavença.

Não é verdade que você não é chata o tempo todo, nem com todo mundo?

Se você acha EGOÍSTA:

Lembre-se de alguma vez em que você tenha renunciado a um prazer, mi-


núsculo que seja, para favorecer alguém. Um pequeno favor para sua mãe.
Uma esmola. Um doce que você, em vez de comer, deu à sua irmã pequena.

Não é verdade que você não é sempre um egoísta?

Repita esse exercício sempre que a sua voz acusatória vier pregar-lhe um
novo rótulo.

3
ENCONTRANDO A LUZ
DE SUA CONSCI®NCIA

Você nunca terá uma imagem exata de si mesmo, mas você pode ser aquele
que conversa com o Observador Onisciente. Aquele que tenta iluminar-se
com os melhores domínios da própria alma e, a partir de então, agir no
mundo.
24 a 28.02 | 2020 #59

É só então que você deixa de ser um quadro pendurado na parede e se tor-


na uma pessoa. Um quadro serve para que o contemplemos e digamos se é
bonito ou feio. Uma pessoa não foi feita para isso.

Existem, por isso, duas introspecções. Uma delas é horrível e consiste em


você ficar relembrando seus defeitos ou virtudes para dizer: “eu sou assim,
eu sou assado”. A outra é maravilhosa, que é quando você pensa: “o que de
bom eu posso fazer agora, com as circunstâncias que eu tenho?”

UM ASSUNTO NOVO PARA CONVERSAR COM DEUS

Vamos conversar com Observador Onisciente; o assunto da conversa não


será, porém, os seus defeitos nem seus pecados.

Pelo contrário, você buscará DUAS coisas boas que pode realizar.

Você pode aprender uma técnica nova? Pode progredir no seu trabalho, sen-
do mais ágil ou criativo? Pode aprender a fazer pães caseiros e surpreender
a todos na casa? Lembre-se: você está conversando com Deus, então não
vale mentir nem se comparar com o vizinho.

Escreva abaixo e passe para o próximo exercício:

____________________________________________________________

____________________________________________________________

____________________________________________________________

4
PARA UM DIA DIZER: “EU SEI QUEM SOU”

É verdade que você ainda não pode dizer, a plenos pulmões, a frase “eu sei
quem sou”. Mas, pelo menos, agora você já se desfez de muitas ilusões acer-
ca de si mesmo.

Você já sabe que não é uma forma cristalizada. Você também já sabe que
24 a 28.02 | 2020 #59

não é nem um crápula nem um santo, mas que às vezes é uma coisa e às
vezes outra. Para dizer a frase: “eu sei quem sou”, você precisa de uma nar-
rativa consistente. Força é agir no mundo para que isso aconteça.

Portanto, das duas coisas que você listou no exercício anterior, escolha
aquela que mais se relaciona com seu DEVER DE ESTADO (seu trabalho, seus
filhos, seus estudos, sua família).

Você vai, nesta semana, buscar os meios de realizá-la.

Mas não precisa esperar até amanhã para começar a buscar esses meios.

Você pode começar AGORA.

COMUNIQUE-SE HOJE!
A comunidade Guerrilha Way tem mais de 30.000 pessoas. Jø parou para pensar
que voc»s t»m algo em comum? Comunique sua experi»ncia GW postando vÀdeos,
fotos ou textos sobre as atividades da semana. Use a hashtag #GWsemana59.

Nosso dream team estø æ disposi≈¡o para tornar sua experi»ncia GW cada vez
melhor. Envie suas crÀticas, sugest”es ou elogios para aluno@italomarsili.com.br.
Serø um prazer ouvir voc»!
24 a 28/02 | 2020 #60

#60
CADERNO DE ATIVA•°O
24 a 28/02/2019

TEMPO DE LEITURA: 15 MIN

QUER RESULTADOS?
AME O PROCESSO.

DR. ITALO MARSILI


24 a 28/02 | 2020 #60

PALAVRA DO ITALO
UNS QUILOS A MENOS DE SOBERBA
Tenho certeza que voc» se empolgou com o programa de emagrecimento que
lan≈aremos em breve. Finalmente voc» vai poder andar de sunga na praia ou
entrar naquele vestido que estava apertado hø anos!

No entanto, se sua meta for queimar em 1 ano toda a gordura acumulada na ÿl-
tima d«cada, eu lhe digo como um irm¡o: vamos ajustar esse foco agora mesmo.
Sem uma admiss¡o sincera de seu estado atual e um reconhecimento de suas
dificuldades, suas melhores inten≈”es v¡o se tornar seu pior inimigo. Aquele
que sonha alcan≈ar tudo em tempo record « um soberbo que terminarø presa
da procrastina≈¡o e da n¡o perseveran≈a.

E mais: isso n¡o vale s— para quem quer emagrecer. Vale para TUDO O MAIS
QUE VOC® QUEIRA ALCAN•AR.

As metas impossÀveis sugeridas pela sua soberba n¡o s¡o metas; s¡o FUGAS.

O que eu quero n¡o « apenas que voc» conquiste o corpo desejado, mas que
aprenda a conquistar qualquer meta a que se proponha.

Continue lendo para descobrir:


* Como ajustar suas expectativas para n¡o ser vÀtima da procrastina≈¡o e
da falta de perseveran≈a;
* Por que amar o resultado e cobi≈ø-lo todos os dias N°O garante que
voc» o alcance;
* Como manter os bons høbitos dentro de uma rotina saudøvel, sem
transformar eventuais quedas em neuroses.

ß hora de aprender como se conquistam as coisas.

Toda segunda-feira, o seu Caderno de Ativa≈¡o traz sugest”es de atividades ou reflex”es baseadas em
um dos temas abordados nas lives da semana anterior. Se voc» estø chegando agora, n¡o se preocupe:
o Guerrilha Way n¡o « uma maratona em que voc» tenha de alcan≈ar quem chegou antes, mas um barco
que o recolhe onde voc» estø e o impulsiona para frente. Atrasar o GW n¡o dø juros. Aliøs: n¡o se atrasa o
GW. A hora certa para se faz»-lo « a hora que se faz ele. A quantidade ideal « a quantidade feita.
24 a 28/02 | 2020 #60

QUER RESULTADOS? AME O PROCESSO


LIVE #6 - CONVIDADOS

A soberba nos prega muitas peças. Uma delas é que podemos solucionar,
em pouco tempo, problemas de longa data. Pense bem, quanto tempo levou
para que esses quilos extras fossem se acumulando, um por um, enquanto
você assistia a tudo imóvel? Não é realista acreditar que você conseguirá
mudar seus hábitos do dia para a noite e sem retrocessos. Isso é falta de
autoconhecimento — é a soberba de acreditar-se muito mais forte do que
realmente se é. E a soberba só se vence com altas doses de realismo.

Estou falando de um realismo baseado numa verdade simples: mais impor-


tante que amar o resultado é amar o processo. Não é acalentando o sonho
de entrar naquele modelito que você se motivará a emagrecer, mas ade-
rindo a cada etapa do percurso, dia após dia, até que aquilo que antes era
esforço se transforme no seu modo normal de agir. A partir desse momento,
fazer as melhores escolhas já não será tão difícil.

Para isso, a rotina é fundamental. Ela lhe fornece o quadro maior onde você
deverá se movimentar na busca pelos seus objetivos. Quem não tem rotina
nenhuma terá de gastar muita energia para simplesmente lembrar-se do
que fazer — energia que poderia ser aproveitada fazendo o que deve ser feito.

A rotina nos coloca na realidade; instalados na realidade, amamos o pro-


cesso, e o processo, em resposta a esse amor, nos presenteia com os resul-
tados. Não é tão difícil, e é o que todas as pessoas que conquistaram algo
de valor na vida fizeram.

Não é nada que você não possa fazer — basta compreender o processo e ter
um roteiro. E é para isso que estamos aqui.

1
Acesse o Portal GW para conferir os áudios e vídeos das lives da semana passada.
24 a 28/02 | 2020 #60

1
POR QUE VOC® QUER UMA
META IMPOSS´VEL?
Você há de convir que metas impossíveis já nascem com um dispositivo de
se autodestruírem.

Se o seu objetivo for, em poucos meses, perder os quilos que se acumula-


ram ao longo de 10 anos, é certo que você vai fracassar. Estamos falando de
10 anos vivendo de uma certa maneira. Você acha que vai se livrar de toda
essa bagagem num piscar de olhos?

Se você tem o objetivo de perder 40kg, mas perde só 5kg, você desanima
e pode acabar abandonando todo o projeto. Se, porém, você estabeleceu a
meta de perder 5kg, mas acaba perdendo 8kg, você se anima. A esperança
entra no seu peito. Você acaba consolidando hábitos saudáveis e perden-
do, finalmente, os 40kg — no tempo certo, razoável, e não no tempo maluco
sugerido pela soberba.

AJUSTANDO AS EXPECTATIVAS

Lembre-se: a sua meta de longo prazo é a conquista de um hábito. As metas


de curto prazo devem ser pequenas e servir de estímulo.

Pense na meta que você programou para o fim deste semestre. Pode ser re-
lacionada a qualquer área (melhor ainda se for relacionada à saúde).

Veja se ela não fica mais realista se você a reduzir por 50%. Por exemplo, se
seu objetivo era perder 20kg, é mais realista desejar perder 10kg. Se seu ob-
jetivo era ganhar 15kg de massa magra, é mais realista desejar ganhar 7,5kg.
Faça o ajuste que for necessário.
24 a 28/02 | 2020 #60

2
VOC® Jü AMA O RESULTADO. AGORA,
PRECISA AMAR O PROCESSO.
Estamos acostumados a desejar o resultado e a menosprezar o processo.

Por exemplo, quanta gente você conhece que perdeu e ganhou peso de
uma hora para outra? Que ganhou e perdeu músculos de uma hora para
outra? Ou, indo para outro campo, quantas histórias você já ouviu de gente
que ganhou um dinheirão e rapidinho empobreceu?

Isso é fruto de querer o resultado, não o processo. O processo é um hábito a


ser conquistado para sempre. Se, para você, ele é um sacrifício do qual você
quer se livrar, o resultado não durará muito.

NÃO É UM SACRIFÍCIO TÃO GRANDE

É hora de refletir um pouco sobre o processo. A meta que você ajustou no


exercício anterior está relacionada a...

...Mudança de hábitos alimentares?

Você está APENAS parando de comer porcaria o tempo todo. Não é uma
guerra mundial, não é a escolha de Sofia. Será que existe mesmo motivo
para ficar resmungando porque não vai comer a torta de limão na sobre-
mesa?

...Prática de atividade física?

Pode parecer uma tortura comparável aos trabalhos forçados em um campo


de concentração nos rigores do inverno, mas acredite: é APENAS o seu cor-
po finalmente se mexendo. Você precisa mesmo fazer um drama só porque
terá de acordar 1h mais cedo para malhar um pouco?

...Trabalhar mais?

É APENAS o seu trabalho. Você está apenas se dedicando mais àquilo que já
sabe fazer. Faz sentido sentir-se defraudado? Resmungar que não tem mais
tempo para si? Meu filho, você achava que a vida adulta era o quê?
24 a 28/02 | 2020 #60

3
N°O ß PARA SE MOTIVAR, ß PARA
SE DISCIPLINAR.
“Ainnnn, doc, mas então a minha vida agora vai ser apenas dor e sacrifício,
e eu não vou poder nem reclamar?”

Calma, aqui vem uma boa notícia:

Há um momento em que a chave vira. Você conquista o hábito. Aí, você já


não se sentirá um mártir só porque não comeu aquele bolo de aniversário,
ou porque seu treinador aumentou 5kg no supino.

Mas, para que isso aconteça, será preciso agir de maneira disciplinada.
Pode não parecer que é assim, mas quem tem disciplina não fica pensando
o tempo todo em sua meta. A pessoa tem uma rotina que conduz à meta. Na
hora do exercício, ela se exercita; na hora do trabalho, ela trabalha; na hora
do almoço, ela almoça.

Sem rotina, a vida é um caos. Todos os dias parecem cheios de tarefas, e sua
meta acaba prejudicando seus deveres. No fim do ano, você não tem meta
nem esperança.

Não deixe isso acontecer.

..REFLITA SOBRE A SUA ROTINA

Você consegue descrever, em linhas gerais, como é o seu dia? Tem uma no-
ção clara do que deve fazer pela manhã, à tarde e à noite? Sabe identificar
os “ralos” do dia, nos quais você se dispersa vendo fofoca de celebridades
na internet ou lendo 2.000 mensagens em grupos de Whatsapp?

1 - Procure mapear, brevemente, as atividades mais importantes do seu dia


(aquelas que não dá para não fazer);

2 - Agora, pense naquelas atividades que você poderia perfeitamente aban-


donar, ou postergar, a fim de dedicar mais tempo àquilo que conduzirá
você à sua meta. Ex: se o que você deseja é emagrecer, terá, evidentemente,
de separar um tempo para praticar atividade física ou planejar melhor o seu
cardápio semanal.
24 a 28/02 | 2020 #60

4
DESISTIR N°O ACELERA O PROCESSO
O que aconteceu, aconteceu. Não pode desacontecer. Se você falhou em
sua meta ou, num dia, viu que sua rotina não foi cumprida, não adianta
desistir. Desistir não vai fazer com que você emagreça nem se torne mais
disciplinado.

A soberba nos leva ao perfeccionismo. Não admitimos falhar naquele hábi-


to saudável que nem chegamos a adquirir. Então, um dia de falha vira uma
tragédia; um brigadeiro após o almoço, uma cápsula de césio-137. A sober-
ba leva você a pensar: “Como eu, que sou tão excepcional em tudo, estou
falhando nisto?”

Para calar a voz acusatória, há quem desista da meta e da rotina. Isso pode
até fornecer um alívio psicológico. Porém, a falha que era de um dia arrisca
tornar-se a falha de uma vida inteira.

Existe uma forma eficaz de lidar com o problema da falha.

INVOCANDO O ESPÍRITO ESPORTIVO

A soberba é um vício mal humorado. Ela está sempre ranzinza e carrancu-


da. Para combatê-la, é necessário invocar um espírito que tem muito bom
humor: o espírito esportivo.

Mas não é o espírito esportivo do palhaço — é o do atleta, que ri porque já


vê renascendo a esperança em seu peito.

“Agora eu caí; na próxima eu acerto.”

Dê uma risada.

Retome a meta.

E bem-vindo de volta ao mundo real.


24 a 28/02 | 2020 #60

COMUNIQUE-SE HOJE!
A comunidade Guerrilha Way tem mais de 30.000 pessoas. Jø parou para pensar
que voc»s t»m algo em comum? Comunique sua experi»ncia GW postando vÀdeos,
fotos ou textos sobre as atividades da semana. Use a hashtag #GWsemana60.

Nosso dream team estø æ disposi≈¡o para tornar sua experi»ncia GW cada vez
melhor. Envie suas crÀticas, sugest”es ou elogios para aluno@italomarsili.com.br.
Serø um prazer ouvir voc»!
09 a 13.03 | 2020 #61

#61
CADERNO DE ATIVA•°O
09 a 13.03 | 2020

TEMPO DE LEITURA: 15 MIN

ANTES DE FORMAR
O IMAGINüRIO,
DILATAR O CORA•°O

DR. ITALO MARSILI


09 a 13.03 | 2020 #61

PALAVRA DO ITALO
N°O ESPERE BEIJAR A MONA LISA
Voc», com certeza, conhece algu«m assim: o sujeito « um g»nio fora da l¿m-
pada. Devorou a Divina Com«dia, aprecia as sinfonias de Mahler, analisa cada
frame do C¡o Andaluz. No entanto, n¡o fala olhando nos olhos, n¡o fica em paz
com ningu«m e tem um insuportøvel høbito de julgar tudo e todos.

Eu entendo o medo de ficar biruta igual a esse cara, mas garanto: essa defor-
ma≈¡o n¡o vem das obras de arte, nem da filosofia. Nenhuma grande obra, por
mais que retrate nossas mis«rias, « capaz de deformar quem tem o cora≈¡o di-
latado pelo amor e pelo servi≈o.

Mas hø quem n¡o queira ter esse cora≈¡o dilatado. Hø quem pretende adquirir
cultura e expandir o imaginørio s— para arrotar em d— maior. O problema « que
as obras de arte n¡o t»m face, elas n¡o podem retribuir amor. Pessoas podem.
Se voc» n¡o enxerga nas grandes obras uma ferramenta para aumentar sua
capacidade de entender as pessoas e amø-las, irø se frustrar tentando beijar a
Mona Lisa.

A fim de evitar mais essa frustra≈¡o amorosa, voc» vai descobrir neste CA:

• Como as pessoas, com todas as suas contradi≈”es e mis«rias, s¡o o ver-


dadeiro alvo de nosso amor.

• Uma forma røpida e simples de apreender os ciclos naturais, condi≈¡o


indispensøvel a quem deseja formar o imaginørio.

• Quais s¡o os tr»s pequenos høbitos que, se voc» os tiver, n¡o precisarø
temer qualquer mø influ»ncia das obras de arte.

ß hora de usar a imagina≈¡o para alimentar o amor, n¡o as neuroses.

Toda segunda-feira, o seu Caderno de Ativa≈¡o traz sugest”es de atividades ou


reflex”es baseadas em um dos temas abordados nas lives da semana anterior.
Se voc» estø chegando agora, n¡o se preocupe: o Guerrilha Way n¡o « uma
maratona em que voc» tenha de alcan≈ar quem chegou antes, mas um barco
que o recolhe onde voc» estø e o impulsiona para frente. Atrasar o GW n¡o dø
juros. Aliøs: n¡o se atrasa o GW. A hora certa para se faz»-lo « a hora que se faz
ele. A quantidade ideal « a quantidade feita.
09 a 13.03 | 2020 #61

Live #15 - Convidados

IMAGINA•°O E REALIDADE

A vida intelectual voltou à moda e isso tem seus ônus e bônus. O que tem
de novato se dedicando à exegese de Santo Tomás de Aquino não é brin-
cadeira. Existem os mais sensatos, que descobriram a necessidade de
formar o imaginário antes de se aventurar em questões de alta filosofia e
teologia. Porém, mesmo essas pessoas muitas vezes se esquecem de que
as obras de arte, embora sejam belas, foram feitas para servir aos homens
e à realidade.

Sem a preocupação com as pessoas, sem o verdadeiro interesse em preen-


cher os outros com o nosso amor, em servi-los e ajudá-los, as obras de arte
terão um impacto diminuto em nossa imaginação. Se não temos sequer
a empatia de nos colocar no lugar do irmão que sofre, de imaginar seus
dramas e participar de sua vida, de que adianta participar dos dramas
de Raskolnikóv? Com isso corremos um grande risco: o de nos tornarmos
moralistas. A alta cultura não está alheia aos dramas do próximo e aos
nossos. Sem o olhar amoroso, usaremos a cultura como porrete para bater
nos outros.

Mas não é só a contemplação amorosa do próximo que nos permite am-


pliar o imaginário. A contemplação da realidade é outra ferramenta sem a
qual nos arriscamos à dispersão. Vivemos desconectados dos ciclos cós-
micos e, portanto, é difícil para nós a contemplação amorosa do mundo.
Mesmo o nosso calendário não segue os ciclos do Sol e da Lua. Que fruto
poderão dar as artes e a alta literatura numa alma dispersa, incapaz de
apreender até mesmo os fenômenos naturais mais corriqueiros?

Você pode imaginar que corrigir esses problemas é um trabalhão e tanto.


Talvez, pelos seus cálculos, você esteja imaginando que isso é obra para
umas quatro encarnações. Imaginou errado. Tudo isso pode ser corrigi-
do com umas três ou quatro práticas que a religião mesma oferece, mas
que estão à disposição de qualquer pessoa, mesmo dos ateus. Quer saber
quais são? É só continuar lendo este CA.

Acesse o Portal GW para conferir os áudios e vídeos das lives da semana passada.
09 a 13.03 | 2020 #61

1
PESSOAS T®M ROSTO, LIVROS N°O

Não há, entre os mandamentos da religião, “amai aos livros como a ti mes-
mo”. Existe, sim, “amai ao próximo como a ti mesmo”. Até porque o seu pró-
ximo se parece com você, não os livros.

No olhar do mendigo, do seu irmão, do seu afeto ou desafeto está um uni-


verso inteiro. Uma pessoa é capaz de amar, de ter coragem, de escrever sua
própria história. Alguém que diz “eu” será sempre maior que todos os obje-
tos do mundo, por mais artísticos que sejam.

Você não deve começar o treino de sua imaginação contemplando um ro-


mance de Dostoiévski. Sem conseguir contemplar a face de alguém, pouco
importa ler muitos livros. Você continuará sem imaginação.

DESCOBRINDO O OLHAR DO OUTRO

Responda com sinceridade às seguintes questões:

1 - Quando um amigo vem lhe contar, todo empolgado, que começou a


namorar, você:

a) Dá-lhe um abraço forte, olha por um instante para aquele rosto


apaixonado e se deixa inundar por sua alegria.
b) Responde: “ah, legal”, e fica pensando por que ele arrumou uma
namorada sendo mais feio que você.

2 – Quando, ao conversar com uma conhecida, ela diz, com lágrimas nos
olhos, que é para deixá-la em paz, você:

a) Pára por um instante, olha para o rosto entristecido e procura tra-


zer ao seu coração o que ela está sentindo.
b) Vira as costas, sorri com desprezo, e pensa: “eu heim, que bicho
mordeu essa garota?”
09 a 13.03 | 2020 #61

3 – Quando você cumpre sua obrigação de dar esmola, você:

a) Olha o mendigo nos olhos, não para se sentir o gostosão, mas


para sentir que ali está uma pessoa.
b) Dá a esmola mecanicamente e continua sua vida.

Se para qualquer das questões você respondeu “b”, você precisa contem-
plar o olhar de quem está ao seu lado.

2
Hü PODRID°O A´ DENTRO.
VOC® VAI ENCARü-LA?

Quem já tem o costume de contemplar o olhar do próximo, sabe que nesse


olhar não há só alegria e beleza. Nem só aquela tristeza que consolamos
com palavras de afeto.

Há também corrupção, podridão. Há perplexidade, dúvidas, angústias. Esse


lado não tão colorido da realidade está dentro de cada um de nós.

Podemos nos recusar a enxergá-lo. Podemos usar o catecismo, os tratados


de teologia, os artigos científicos (que têm sua importância) como escudos
que nos protegem de nós mesmos.

Ou podemos encarar a nossa corrupção, pedir a Deus que nos complete e


procurar, no olhar do próximo, um pouco do amor que nos preencha.

Qual você acha que é a melhor opção?

ENCARANDO UMA PEQUENA MISÉRIA

Leia atentamente a estrofe abaixo. Trata-se dos primeiros versos


do poema “Os Homens Ocos” de T.S. Eliot:
09 a 13.03 | 2020 #61

“Nós somos os homens ocos


Os homens empalhados
Uns nos outros amparados
O elmo cheio de nada. Ai de nós!”

Agora, responda: esses versos poderiam descrever alguma situação da sua


vida? Em algum ponto de sua biografia, você se reconhece como uma pes-
soa empalhada, cheia de nada, que precisa amparar-se nos outros?

Não se assuste e tenha coragem. Estamos no começo do trabalho.

3
SUPERE SUAS MISßRIAS
AMANDO A REALIDADE
Você acabou de descobrir que existe miséria em seu peito. O trabalho de
formar seu imaginário é também para que você consiga encarar essa mi-
séria.

Anime-se, essa miséria é útil. Esse espaço que dentro de você está vazio,
onde falta coragem, esperança, amor, será preenchido pelo amor de outra
pessoa. Mais ainda: pelo amor que está em todas as coisas, por menores
que sejam.

Há poesia e amor até numa pedra. Se você olha a pedra e enxerga apenas
pedra, não é por ser uma pessoa prática, com os pés no chão. Você não tem
os pés no chão. Seu coração não bate no compasso do ciclo cósmico, que é
o compasso da realidade.

ENTRANDO NO CICLO CÓSMICO

Uma forma de ajustar o compasso de seu coração é abandonando o ca-


lendário civil e guiar-se, como faziam nossos antepassados mais remotos,
pelos ciclos do Sol e da Lua.

Porém, essa forma é demorada e pode gerar muitos problemas na vida prá-
tica.

Outra forma mais rápida e mais prática é acompanhando a liturgia. Por isso,
proponho a você o seguinte exercício: hoje vá até a paróquia mais próxima
09 a 13.03 | 2020 #61

e assista à missa, prestando atenção não ao que o padre diz, mas a cada
elemento litúrgico ali presente. Quais são os gestos que o padre faz? O que
acontece em cada momento da celebração? Quais são as cores das vestes
do sacerdote? E do altar?

“Ainnn, doutor Italo! Mas eu sou ateu, sou protestante, sou agnóstico!” Me-
lhor ainda. Além de deixar-se penetrar pelos elementos da liturgia, você
ainda exercitará sua imaginação, colocando-se no lugar de quem tem uma
crença diferente da sua.

4
N°O COMPLIQUE.
S°O S± TR®S COISINHAS.
Você pode ver como os pré-requisitos para treinar sua imaginação não são
nenhum bicho de sete cabeças. São apenas três coisinhas, conseqüências
da atenção à realidade e ao próximo.

Só que o hábito de fazer essas coisinhas, meu amigo, instala você na reali-
dade. Se, tendo essa base, você começar a ler literatura, ouvir boa música e
apreciar obras de arte, então você terá uma vida do cacete.

E essas coisinhas são: jejum, oração e esmola.

Não tem segredo, você vai apenas escolher um dia para não fazer uma re-
feição (almoço ou janta). Isso ajuda você a ter controle sobre si.

Rezar dois Pai-Nossos por dia, não importa se você for ateu. Isso o ajuda a
instalar-se no ciclo cósmico e, portanto, na realidade. Melhor ainda se você
reservar o domingo para assistir à liturgia.

Dar esmola sempre que vir um mendigo. Isso o ajuda a exercitar o amor ao
próximo, sem esperar nada em troca.

Até que essas três coisinhas se tornem um hábito, anote em um lugar onde
você possa ver todos os dias: “Jejum, oração e esmola.”

Mas você não precisa esperar até amanhã para começar recitando os dois
Pai-Nossos.

Pode fazer isso agora.


09 a 13.03 | 2020 #61

COMUNIQUE-SE HOJE!
A comunidade Guerrilha Way tem mais de 30.000 pessoas. Jø parou para pensar
que voc»s t»m algo em comum? Comunique sua experi»ncia GW postando vÀdeos,
fotos ou textos sobre as atividades da semana. Use a hashtag #GWsemana61.

Nosso dream team estø æ disposi≈¡o para tornar sua experi»ncia GW cada vez
melhor. Envie suas crÀticas, sugest”es ou elogios para aluno@italomarsili.com.br.
Serø um prazer ouvir voc»!
16 a 20/03 | 2020 #62

#62
CADERNO DE ATIVA•°O
16 a 20/03/2020

TEMPO DE LEITURA: 15 MIN

A VIDEIRA NEGRA
E A ESPERAN•A

DR. ITALO MARSILI


16 a 20/03 | 2020 #62

PALAVRA DO ITALO
O DESESPERO DE UMA VIDA COM ASPARTAME
Escute bem, que vou ser direto: eu sei por que voc» se desespera.
Mas talvez voc» n¡o queira a resposta simples que eu vou dar agora. Talvez voc»
prefira gastar mil e oitocentos d—lares num curso em Boca Rat—n que o ensine a
conquistar tudo o que quiser, bastando acreditar.
S— que voc» se desespera, cacetinho, n¡o por algum problema nas suas cren-
≈as, mas por n¡o VIVER NA REALIDADE.
Voc», desde crian≈a, vive num ambiente artificial, alheio aos ciclos da natureza.
Se voc» quiser um sorvete de morango, n¡o precisa esperar a «poca dos moran-
gos. Basta comprar um sorvete que, aliøs, nem « de morango. ß de flavorizante
sabor morango com aspartame.
Sem os ciclos da natureza no cora≈¡o, voc» n¡o conhece o tempo da matura≈¡o
e da colheita. Faltam æ sua imagina≈¡o os sÀmbolos da paci»ncia, da perseve-
ran≈a, do servi≈o abnegado que est¡o n¡o na literatura, mas na pr—pria realida-
de. Se voc» meditasse habitualmente sobre, por exemplo, o cultivo de uvas, o
consolo viria de forma natural. E « para aprender como fazer isso que, neste CA,
voc» vai descobrir:

Qual a import¿ncia daqueles momentos de desespero, em que n¡o vemos


nenhuma saÀda, para a matura≈¡o de qualquer coisa;

O que voc» estø deixando de ver quando perde a esperan≈a em quem estø
æ sua volta (e que voc» deveria amar);

O que o cultivo de uvas tem a nos ensinar sobre a supera≈¡o dos momen-
tos de angÿstia e dor.

O tempo de ser cria de apartamento terminou. ß hora de colocar os p«s na terra.

Toda segunda-feira, o seu Caderno de Ativa≈¡o traz sugest”es de atividades ou


reflex”es baseadas em um dos temas abordados nas lives da semana anterior.
Se voc» estø chegando agora, n¡o se preocupe: o Guerrilha Way n¡o « uma
maratona em que voc» tenha de alcan≈ar quem chegou antes, mas um barco
que o recolhe onde voc» estø e o impulsiona para frente. Atrasar o GW n¡o dø
juros. Aliøs: n¡o se atrasa o GW. A hora certa para se faz»-lo « a hora que se faz
ele. A quantidade ideal « a quantidade feita.
16 a 20/03 | 2020 #62

Live #27 - Convidados


A VIDEIRA NEGRA
E A ESPERAN•A

A videira é sempre símbolo de vida, e isso está em todas as tradições reli-


giosas e literárias. Porém, não é fácil perceber essa vitalidade quando você
passa por uma videira negra. Os brotos parecem não estar ali. Os galhos
estão escurecidos e se assemelham a cruzes. O aspecto geral é o de cemité-
rio. As videiras só começam a ficar bonitas a partir de agosto. A colheita das
uvas, chamada vindima, vai até setembro. Antes disso o tempo é de atenção
e expectativa. Atenção para que os pássaros não assaltem os frutos que vão
aparecendo. Expectativa para que a videira dê boas uvas.

A história da videira é a história de nossa vida. Antes da ordem que bus-


camos na organização da casa e da rotina, muito antes da ordem que bus-
camos artificialmente, existe a ordem natural. No mesmo ciclo cósmico da
videira está o ciclo de nosso coração. Às vezes, nele encontramos as cruzes
de pau das videiras no inverno. Um cenário que mais parece (mas só pare-
ce) um cemitério. Quando, porém, vivemos um momento de desespero ou
quando alguém nos parece um caso perdido, temos de ver ali os brotos que
estão resistindo ao inverno. Com a paciência e a prontidão, as cruzes de
nosso peito, que antes pareciam não ter qualquer vida, serão uvas maduras
e belas para colheita.

Mas a prontidão é necessária. Devemos estar dispostos a trabalhar e a ser-


vir mesmo quando estamos desenganados. Prontidão é tudo, e paciência.
Com a prontidão, continuaremos servindo e esperando o momento da co-
lheita. E servimos ainda que os frutos não venham nesta vida. Com a paci-
ência, aprendemos a não desesperar e a não sofrer com a espera, a maturar
dentro de nós o resultado de nosso trabalho. O resultado será, então, não
um suco de uva que não vale nada, mas vinho. O vinho da vitalidade, da
energia e, sobretudo, da felicidade.
16 a 20/03 | 2020 #62

1
A VIDEIRA DO NOSSO CORA•°O
Muitas vezes olhamos para nosso coração e não vemos nada.

Isso é porque nosso olhar saiu dos ciclos cósmicos. Ele não consegue en-
xergar a realidade por inteiro e apenas vê a sua aparência momentânea. Se
virmos uma videira na época do inverno, podemos até pensar que não se
trata de cultivo de uvas, mas de cemitério.

É como disse a poetisa Adélia Prado, “às vezes Deus me tira a poesia e, quan-
do vejo uma pedra, é só pedra mesmo”. Se há poesia, a pedra não é só pedra,
mas o rosto da pessoa amada, a dureza da vontade, uma palavra do idioma
divino. Se há poesia, em nosso coração o desespero não será só desespero,
mas os brotos de uma esperança que renasce.

A ALEGRIA VEM SEMPRE APÓS A DOR

Faça um exercício de recordação: busque na memória um momento de sua


vida que já passou e no qual não havia mais esperança. Pode ser a perda de
um ente querido, de um amor, de um emprego:

_____________________________________________________________

_______________________________________________________

Há quanto tempo isso aconteceu? ____________

Como esse momento foi superado?

_____________________________________________________________

_______________________________________________________

Isso não faz pensar que, mesmo que a situação pareça desesperadora, nela
não está o fim de tudo?
16 a 20/03 | 2020 #62

2
A VIDEIRA DO CORA•°O ALHEIO
Muitos problemas familiares, muitas discussões com amigos aparecem por-
que não conseguimos enxergar vida no coração do outro.

Olhamos para quem devemos cuidar e imaginamos que eles não conse-
guirão superar suas misérias. Não acreditamos que o outro ultrapasse os
próprios limites. Porém, só um corpo morto não os ultrapassa. Se temos esse
olhar, é porque estamos presos à aparência da videira no inverno. É como
se acreditássemos que não há mais videira, mas apenas cruzes de ramos
enegrecidos.

Se olharmos mais de perto, veremos que ali há vida. Veremos os brotos que
são sustentados por uma força que vem da terra. Se olharmos o coração
alheio com amor, veremos que ali há uma força que vem da realidade. Nos-
sas mãos ficarão cheias de serviço, porque nossos olhos estarão cheios de
esperança.

VENHA OLHAR PARA A CRUZ MAIS DE PERTO

Qual é a cruz que oprime seu irmão e da qual não parece que ele vá se li-
vrar? Será que é…

...A BURRICE? Pergunte-se:

Isso que estou chamando de burrice, não é uma dificuldade que eu


também tive e que demorei a superar?
Quantas pessoas eu considerei burras e que, no entanto, ficaram mais
inteligentes que eu?
Posso ajudá-lo, sem ofendê-lo, a ter mais disposição para os estudos?

...A FEIÚRA? Pergunte-se:

Será que isso que chamo de feiúra não é simples desleixo? Será que
essa pessoa, com a make certa, não ficaria até mais bonita que eu?
Já tive colegas de Ensino Médio que eram uns trapos e ficaram uma
beleza. Por que não pode acontecer o mesmo com essa pessoa?
Essa feiúra não são apenas uns quilinhos a mais? Não seria, afinal, algo
que o #Menos50t poderia perfeitamente resolver?
16 a 20/03 | 2020 #62

...A COVARDIA? Pergunte-se:

Estou dizendo que essa pessoa foi covarde por esses e aqueles motivos.
Não fui eu covarde por motivos ainda mais mesquinhos e egoístas?
Não conheço muitas histórias de pessoas covardes que se tornaram
até heróis? A literatura, o cinema não estão cheios de narrativas assim?
Por que essa pessoa não teria solução?
Será que essa covardia não é fraqueza física? Algo que um pouco de
atividade física poderia melhorar?

3
ß Mü IDßIA TROCAR UMA
CRUZ POR OUTRA
Não importa o quanto, nos momentos de paz, tentemos polir o nosso olhar.
Um dia a dor virá para nos provar. Ela nos tentará a trocar uns ramos ene-
grecidos por outros.

Se fizermos isso, é porque nosso olhar não estava polido de verdade. Ain-
da não conseguimos ver em nós, no próximo ou na situação os brotos que
darão uvas. Por isso, queremos o divórcio, abandonamos um amigo ou pe-
dimos injusta demissão de um emprego.

Só que isso gera dois problemas: a videira nova que estamos plantando, na
esperança de que tudo seja diferente, terá seu tempo de secura. Abandona-
remos essa também?

Se abandonamos cada videira que plantamos, cada projeto que fazemos,


quando vamos completar o ciclo? Quando vamos amadurecer?

UMA LIÇÃO DE PACIÊNCIA

É hora de consultar os idosos — uma pessoa que já tenha vivenciado a pas-


sagem de vários ciclos. Quando surgir a ocasião, pergunte a seus avós, ou
aos avós de seus amigos:

Quantas vezes surgiram problemas com o marido ou a esposa? Quanto


tempo demorou até que eles se ajustassem?
16 a 20/03 | 2020 #62

Quanto tempo levou para eles ficarem bons no ofício que exerciam?
Seja de dona de casa, comerciante, fazendeiro, padeiro, o que for?

Há quanto tempo eles estão praticando a mesma religião que você, e


se eles ainda acham que têm virtudes a conquistar.

Depois pergunte a si mesmo: do que você seria capaz se não ficasse tentan-
do resolver sua vida de uma hora para outra?

Se este exercício não puder ser feito agora, é sua primeira lição de paciên-
cia.

4
PRONTID°O ß TUDO
Se tem uma frase de Shakespeare que você deve se lembrar sempre, não é
“ser ou não ser, eis a questão”. Essa você não tem idéia do que significa.

Mas é “prontidão é tudo”. Uma frase que, só de ler, já faz você se ajustar na
cadeira.

Você sabe que passará por momentos de desesperança. Você sabe que,
mais cedo ou mais tarde, o sofrimento aparecerá no seu peito e a escuridão
em seus olhos. Desnorteado, sem saber se resta algum sentido à vida, você
vai precisar dar uma resposta a esse sofrimento.
Que resposta você dará?

A RESPOSTA CERTA: O SERVIÇO

Não importa o quanto você esteja sofrendo, existe o sofrimento do seu ir-
mão que só pode ser remediado com seu amor e serviço.

Porém, será difícil encontrar esse irmão quando você estiver no meio da
angústia e do desespero. Preciso de sua atenção agora: no seu círculo fa-
miliar ou entre seus amigos, existe alguém que esteja sofrendo, mesmo que
seja por um motivo bobo? Alguém que precise de dinheiro emprestado, de
companhia, de uma resposta no Whatsapp?
16 a 20/03 | 2020 #62

Se não houver, esteja atento aos que você ama e pronto para servi-los no
que for necessário.

Se houver. O que está esperando? Vá estender-lhe a mão AGORA.

COMUNIQUE-SE HOJE!
A comunidade Guerrilha Way tem mais de 30.000 pessoas. Jø parou para pensar
que voc»s t»m algo em comum? Comunique sua experi»ncia GW postando vÀdeos,
fotos ou textos sobre as atividades da semana. Use a hashtag #GWsemana62.

Nosso dream team estø æ disposi≈¡o para tornar sua experi»ncia GW cada vez
melhor. Envie suas crÀticas, sugest”es ou elogios para aluno@italomarsili.com.br.
Serø um prazer ouvir voc»!